SlideShare uma empresa Scribd logo
ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM
SOFTWARE PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO
SCRUM
PATOS DE MINAS, 28 DE MAIO DE 2012.
IX COMINE – CONGRESSO MINEIRO DE EMPREENDEDORISMO
UNIPAM – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE PATOS DE MINAS
AUTORES
• Joelber Flávio dos Santos Garcia – Pós-graduando
em Engenharia de Software
• Kéllyson Gonçalves da Silva - Pós-graduando em
Engenharia de Software
• Leandro da Costa Gonçalves - Pós-graduando em
Engenharia de Software
• Fernando Corrêa de Mello Junior – Mestre em
Engenharia Elétrica
2
ROTEIRO
• MANIFESTO ÁGIL
• PRINCIPAIS FRAMEWORKS ÁGEIS
• CARACTERÍSTICAS COMUNS
• SCRUM
• KANBAN
• SCRUMHALF
• CONCLUSÃO
3
MANIFESTO ÁGIL
• Foco: cliente e agilidade no desenvolvimento
de softwares.
• Princípios Centrais do Manifesto Ágil:
1. Indivíduos e interação entre eles mais que
processos e ferramentas;
2. Software em funcionamento mais que
documentação abrangente;
3. Colaboração com o cliente mais que
negociação de contratos;
4. Responder a mudanças mais que seguir um
plano;
4
FRAMEWORKS ÁGEIS
5
PRINCIPAIS FRAMEWORKS ÁGEIS
Extreme Programming • Comunicação
• Respeito
• Simplicidade
• Feedback
• Coragem
Test Driven Development • Código limpo
• Veio de uma técnica dentro do XP
• Hoje já é considerada uma nova
metodologia ágil.
OpenUP • Ciclo de vida
• Ciclo de iteração
• Micro incrementos
Feature Driven Development • Desenvolver
• Construir
• Planejar
• Projetar
• Construir
Scrum • Sprints
• Histórias
• Reuniões diárias
CARACTERÍSTICAS COMUNS
• Equipes pequenas e auto gerenciadas;
• Priorizam o desenvolvimento em detrimento da
documentação;
• Utilizam o Kanban e código limpo como principal
documentação;
• Aceitam a mudança;
• Valorizam a comunicação entre os membros da
equipe quanto entre a equipe e o cliente;
• O cliente é um membro da equipe. 6
SCRUM
7
KANBAN
8
SCRUMHALF
9
SCRUMHALF
10
SCRUMHALF
11
SCRUMHALF
12
SCRUMHALF
13
SCRUMHALF
14
CONCLUSÃO
• Participação do cliente (product owner) é
fundamental;
• ScrumHalf é recomendado;
• Corte de custos com materiais físicos (Kanban);
• A experiência com Scrum (interesse);
• Trabalho em equipe válido (troca de
conhecimentos).
15
CONTATOS
fernandocmjr@unipam.edu.br
joelber.flavio@gmail.com
kellyson.si@hotmail.com
leandrocgsi@gmail.com
MUITO OBRIGADO.
16

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Literacia da informacao
Literacia da informacaoLiteracia da informacao
Literacia da informacao
RBE Algarve
 
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
8020 Marketeria DIgital
 
Regimento interno da II CMC Rio
Regimento interno da II CMC RioRegimento interno da II CMC Rio
Regimento interno da II CMC Rio
Gabriela Agustini
 
áLbum De FotografíAs 2
áLbum De FotografíAs 2áLbum De FotografíAs 2
áLbum De FotografíAs 2
guestaf5f031
 
Trabalho De Internet
Trabalho De InternetTrabalho De Internet
Trabalho De Internet
Bruno Ito
 
Apresentação Resultados 1T07
Apresentação Resultados 1T07Apresentação Resultados 1T07
Apresentação Resultados 1T07CPFL RI
 
Apresentação de Resultados 1T08
Apresentação de Resultados 1T08Apresentação de Resultados 1T08
Apresentação de Resultados 1T08CPFL RI
 
Apresentação Briah Oficial
Apresentação Briah OficialApresentação Briah Oficial
Apresentação Briah Oficial
Briah Comunicação
 
Felizmente H Luar
Felizmente H LuarFelizmente H Luar
Felizmente H Luar
ildatome
 
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticasCitoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
Sauro Bacelar Martins
 
Patrimonio Mundial
Patrimonio MundialPatrimonio Mundial
Patrimonio Mundial
guest1a25b91
 
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTASPROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
Jhamit A
 
Pela Internet Gilberto Gil( Ary E Eduardo)
Pela Internet  Gilberto  Gil( Ary E  Eduardo)Pela Internet  Gilberto  Gil( Ary E  Eduardo)
Pela Internet Gilberto Gil( Ary E Eduardo)
arypowell
 
Mensajes 2005
Mensajes 2005Mensajes 2005
Mensajes 2005
reygo72
 
ABAMEC - Resultados 1T05
ABAMEC - Resultados 1T05ABAMEC - Resultados 1T05
ABAMEC - Resultados 1T05
CPFL RI
 
Epiglote Magali
Epiglote MagaliEpiglote Magali
Epiglote Magali
Márcia Carlon
 
Cpfl energia gerando valor contínuo sr. augusto rodrigues
Cpfl energia gerando valor contínuo   sr. augusto rodriguesCpfl energia gerando valor contínuo   sr. augusto rodrigues
Cpfl energia gerando valor contínuo sr. augusto rodrigues
CPFL RI
 
100556
100556100556
Prova Geral
Prova GeralProva Geral
Prova Geral
mauriciolocks
 
Actividades De Educacion No Formal
Actividades De Educacion No FormalActividades De Educacion No Formal
Actividades De Educacion No Formal
dorisfresita
 

Destaque (20)

Literacia da informacao
Literacia da informacaoLiteracia da informacao
Literacia da informacao
 
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
Conexao Sebrae - Fevereiro 2010
 
Regimento interno da II CMC Rio
Regimento interno da II CMC RioRegimento interno da II CMC Rio
Regimento interno da II CMC Rio
 
áLbum De FotografíAs 2
áLbum De FotografíAs 2áLbum De FotografíAs 2
áLbum De FotografíAs 2
 
Trabalho De Internet
Trabalho De InternetTrabalho De Internet
Trabalho De Internet
 
Apresentação Resultados 1T07
Apresentação Resultados 1T07Apresentação Resultados 1T07
Apresentação Resultados 1T07
 
Apresentação de Resultados 1T08
Apresentação de Resultados 1T08Apresentação de Resultados 1T08
Apresentação de Resultados 1T08
 
Apresentação Briah Oficial
Apresentação Briah OficialApresentação Briah Oficial
Apresentação Briah Oficial
 
Felizmente H Luar
Felizmente H LuarFelizmente H Luar
Felizmente H Luar
 
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticasCitoplasma e organelas citoplasmaticas
Citoplasma e organelas citoplasmaticas
 
Patrimonio Mundial
Patrimonio MundialPatrimonio Mundial
Patrimonio Mundial
 
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTASPROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
PROYECTO DEL CLUB DE MACOTAS
 
Pela Internet Gilberto Gil( Ary E Eduardo)
Pela Internet  Gilberto  Gil( Ary E  Eduardo)Pela Internet  Gilberto  Gil( Ary E  Eduardo)
Pela Internet Gilberto Gil( Ary E Eduardo)
 
Mensajes 2005
Mensajes 2005Mensajes 2005
Mensajes 2005
 
ABAMEC - Resultados 1T05
ABAMEC - Resultados 1T05ABAMEC - Resultados 1T05
ABAMEC - Resultados 1T05
 
Epiglote Magali
Epiglote MagaliEpiglote Magali
Epiglote Magali
 
Cpfl energia gerando valor contínuo sr. augusto rodrigues
Cpfl energia gerando valor contínuo   sr. augusto rodriguesCpfl energia gerando valor contínuo   sr. augusto rodrigues
Cpfl energia gerando valor contínuo sr. augusto rodrigues
 
100556
100556100556
100556
 
Prova Geral
Prova GeralProva Geral
Prova Geral
 
Actividades De Educacion No Formal
Actividades De Educacion No FormalActividades De Educacion No Formal
Actividades De Educacion No Formal
 

Semelhante a Slides artigo

ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWAREANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
Kéllyson Gonçalves da Silva
 
Métodos Ágeis
Métodos ÁgeisMétodos Ágeis
Métodos Ágeis
Sidney Roberto
 
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
André Phillip Bertoletti
 
Metodologias de desenvolvimento
Metodologias de desenvolvimentoMetodologias de desenvolvimento
Metodologias de desenvolvimento
Sebastiao Sebastian
 
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
Kéllyson Gonçalves da Silva
 
Aula 1 introdução à engenharia de software1 (1)
Aula 1   introdução à engenharia de software1 (1)Aula 1   introdução à engenharia de software1 (1)
Aula 1 introdução à engenharia de software1 (1)
Tiago Vizoto
 
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de SoftwareConceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
Felizardo Charles
 
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
Keila Freitas
 
Metodos Ageis alternativa.pptx
Metodos Ageis alternativa.pptxMetodos Ageis alternativa.pptx
Metodos Ageis alternativa.pptx
Ricardo Santos
 
PMI Software Extension
PMI Software ExtensionPMI Software Extension
PMI Software Extension
Adriano Simões, MBA
 
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane FidelixApresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
Cris Fidelix
 
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de softwareEstudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
Marlon Paranhos
 
TDC2016SP - Trilha Digital Transformation
TDC2016SP - Trilha Digital TransformationTDC2016SP - Trilha Digital Transformation
TDC2016SP - Trilha Digital Transformation
tdc-globalcode
 
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBANDesenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Fernando Palma
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Elisangela Paulino
 
Fundamentos Engenharia de Software.pptx
Fundamentos Engenharia de Software.pptxFundamentos Engenharia de Software.pptx
Fundamentos Engenharia de Software.pptx
Roberto Nunes
 
Exercicio 1 engenharia de software.
Exercicio 1 engenharia de software.Exercicio 1 engenharia de software.
Exercicio 1 engenharia de software.
Renato Breaking
 
Extreming Programming XP
Extreming Programming XPExtreming Programming XP
Extreming Programming XP
Gabriel Galdino
 
Trabalho pds libre office 2
Trabalho pds libre office 2Trabalho pds libre office 2
Trabalho pds libre office 2
Edinaldo Mendes
 

Semelhante a Slides artigo (20)

ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWAREANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
ANÁLISE DO PARADIGMA HÍBRIDO NA INDÚSTRIA DE SOFTWARE
 
Métodos Ágeis
Métodos ÁgeisMétodos Ágeis
Métodos Ágeis
 
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 16
 
Metodologias de desenvolvimento
Metodologias de desenvolvimentoMetodologias de desenvolvimento
Metodologias de desenvolvimento
 
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
SCRUM: ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRA...
 
Aula 1 introdução à engenharia de software1 (1)
Aula 1   introdução à engenharia de software1 (1)Aula 1   introdução à engenharia de software1 (1)
Aula 1 introdução à engenharia de software1 (1)
 
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de SoftwareConceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
Conceitos Básicos Sobre Metodologias Ágeis para Desenvolvimento de Software
 
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
Estudo de ferramentas em Software Livre para gestão ágil de projetos de desen...
 
Metodos Ageis alternativa.pptx
Metodos Ageis alternativa.pptxMetodos Ageis alternativa.pptx
Metodos Ageis alternativa.pptx
 
PMI Software Extension
PMI Software ExtensionPMI Software Extension
PMI Software Extension
 
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane FidelixApresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
Apresentação de Engenharia de software I - Prof. Cristiane Fidelix
 
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de softwareEstudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
Estudo empírico da metodologia do desenvolvimento ágil de software
 
TDC2016SP - Trilha Digital Transformation
TDC2016SP - Trilha Digital TransformationTDC2016SP - Trilha Digital Transformation
TDC2016SP - Trilha Digital Transformation
 
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBANDesenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
Desenvolvimento ágil de software: análise sintética a partir de KANBAN
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
Analise de gerenciamento_de_projeto_de_software_utilizando_metodologia_agil_x...
 
Fundamentos Engenharia de Software.pptx
Fundamentos Engenharia de Software.pptxFundamentos Engenharia de Software.pptx
Fundamentos Engenharia de Software.pptx
 
Exercicio 1 engenharia de software.
Exercicio 1 engenharia de software.Exercicio 1 engenharia de software.
Exercicio 1 engenharia de software.
 
Extreming Programming XP
Extreming Programming XPExtreming Programming XP
Extreming Programming XP
 
Trabalho pds libre office 2
Trabalho pds libre office 2Trabalho pds libre office 2
Trabalho pds libre office 2
 

Mais de Leandro Costa

Mercado de trabalho na área de ti oportunidades e desafios - pub
Mercado de trabalho na área de ti   oportunidades e desafios - pubMercado de trabalho na área de ti   oportunidades e desafios - pub
Mercado de trabalho na área de ti oportunidades e desafios - pub
Leandro Costa
 
Lightning talk hadoop
Lightning talk hadoopLightning talk hadoop
Lightning talk hadoop
Leandro Costa
 
Design pattern fluent interface
Design pattern   fluent interfaceDesign pattern   fluent interface
Design pattern fluent interface
Leandro Costa
 
Book club
Book clubBook club
Book club
Leandro Costa
 
Jasper reports
Jasper reportsJasper reports
Jasper reports
Leandro Costa
 
Jsf com hibernate, spring security e maven
Jsf com hibernate, spring security e mavenJsf com hibernate, spring security e maven
Jsf com hibernate, spring security e maven
Leandro Costa
 

Mais de Leandro Costa (6)

Mercado de trabalho na área de ti oportunidades e desafios - pub
Mercado de trabalho na área de ti   oportunidades e desafios - pubMercado de trabalho na área de ti   oportunidades e desafios - pub
Mercado de trabalho na área de ti oportunidades e desafios - pub
 
Lightning talk hadoop
Lightning talk hadoopLightning talk hadoop
Lightning talk hadoop
 
Design pattern fluent interface
Design pattern   fluent interfaceDesign pattern   fluent interface
Design pattern fluent interface
 
Book club
Book clubBook club
Book club
 
Jasper reports
Jasper reportsJasper reports
Jasper reports
 
Jsf com hibernate, spring security e maven
Jsf com hibernate, spring security e mavenJsf com hibernate, spring security e maven
Jsf com hibernate, spring security e maven
 

Slides artigo

  • 1. ADOÇÃO DE UM FRAMEWORK ÁGIL NO DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO SCRUM PATOS DE MINAS, 28 DE MAIO DE 2012. IX COMINE – CONGRESSO MINEIRO DE EMPREENDEDORISMO UNIPAM – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE PATOS DE MINAS
  • 2. AUTORES • Joelber Flávio dos Santos Garcia – Pós-graduando em Engenharia de Software • Kéllyson Gonçalves da Silva - Pós-graduando em Engenharia de Software • Leandro da Costa Gonçalves - Pós-graduando em Engenharia de Software • Fernando Corrêa de Mello Junior – Mestre em Engenharia Elétrica 2
  • 3. ROTEIRO • MANIFESTO ÁGIL • PRINCIPAIS FRAMEWORKS ÁGEIS • CARACTERÍSTICAS COMUNS • SCRUM • KANBAN • SCRUMHALF • CONCLUSÃO 3
  • 4. MANIFESTO ÁGIL • Foco: cliente e agilidade no desenvolvimento de softwares. • Princípios Centrais do Manifesto Ágil: 1. Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas; 2. Software em funcionamento mais que documentação abrangente; 3. Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos; 4. Responder a mudanças mais que seguir um plano; 4
  • 5. FRAMEWORKS ÁGEIS 5 PRINCIPAIS FRAMEWORKS ÁGEIS Extreme Programming • Comunicação • Respeito • Simplicidade • Feedback • Coragem Test Driven Development • Código limpo • Veio de uma técnica dentro do XP • Hoje já é considerada uma nova metodologia ágil. OpenUP • Ciclo de vida • Ciclo de iteração • Micro incrementos Feature Driven Development • Desenvolver • Construir • Planejar • Projetar • Construir Scrum • Sprints • Histórias • Reuniões diárias
  • 6. CARACTERÍSTICAS COMUNS • Equipes pequenas e auto gerenciadas; • Priorizam o desenvolvimento em detrimento da documentação; • Utilizam o Kanban e código limpo como principal documentação; • Aceitam a mudança; • Valorizam a comunicação entre os membros da equipe quanto entre a equipe e o cliente; • O cliente é um membro da equipe. 6
  • 15. CONCLUSÃO • Participação do cliente (product owner) é fundamental; • ScrumHalf é recomendado; • Corte de custos com materiais físicos (Kanban); • A experiência com Scrum (interesse); • Trabalho em equipe válido (troca de conhecimentos). 15