SlideShare uma empresa Scribd logo
Lição 1
O Avivamento Espiritual
Igreja
Tema do Trimestre
1º Trimestre
Ano 2023
Comentarista da Revista
Pr. Elinaldo Renovato
O chamado das Escrituras ao
Quebrantamento e ao Poder de Deus
Aviva a Tua Obra
Lição 1 – O Avivamento Espíritual
Lição 2 – O Avivamento no Antigo Testamento
Lição 3 – O Avivamento no Novo Testamento
Lição 4 – O Ministério Avivado de Jesus
Lição 5 – O Avivamento na Vida da Igreja
Lição 6 – O Avivamento no Ministério de Pedro
Lição 7 – Estêvão – Um Mártir Avivado
Lição 8 – O Avivamento Espiritual no Mundo
Lição 9 – O Avivamento Pentecostal no Brasil
Lição 10 – O Avivamento na Vida Pessoal
Lição 11 – O Avivamento e a Missão da Igreja
Lição 12 – Vivendo no Espírito
Lição 13 – Aviva, Ó Senhor, a tua Obra
Lições do Trimestre
Leitura Diária
Segunda Sl 143.1 Buscando a Deus com fervor
Terça Is 55.6 Buscar a Deus enquanto se pode
achar
Quarta Hc 3.2 Clamando a Deus por avivamento
Quinta Os 10.12 E tempo de buscar a Deus
Sexta Is 29.13 Buscar a Deus de todo o coração
traz a promessa de encontrá-lo
Sábado Am 5.4 Buscai o Senhor para a vida
12 – E o Senhor apareceu de noite a Salomão e disse-lhe:
Ouvi tua oração e escolhi para mim este lugar para casa
de sacrifício.
13 – Se eu cerrar os céus, e não houver chuva, ou se
ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se
enviar a peste entre o meu povo;
14 – e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se
humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter
dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e
perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.
15 – Agora, estarão abertos os meus olhos e atentos os
meus ouvidos à oração deste lugar.
Leitura Bíblica em Classe
2 Crônicas 7.12-15
5 – Segundo a palavra que concertei convosco, quando
saístes do Egito, e o meu Espírito habitava no meio de vós;
não temais.
6 – Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda uma vez,
daqui a pouco, e farei tremer os céus, e a terra, e o mar, e a
terra seca;
7 – E farei tremer todas as nações, e virá o Desejado de
todas as nações, e encherei esta casa de glória, diz o Senhor
dos Exércitos.
8 – Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos
Exércitos.
9 – A glória desta última casa será maior do que a primeira,
diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o
Senhor dos Exércitos.
Leitura Bíblica em Classe
Ageu 2.5-9
Texto Áureo
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome,
se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se
converter dos seus maus caminhos, então, eu
ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados,
sararei a sua terra” (2 Crônicas 7.14)
Verdade Prática
Humilhar-se diante de Deus, buscar a face do
Senhor em oração e converter-se de seus
maus caminhos são atitudes que precedem o
avivamento espiritual.
❶ Conceituar Avivamento
❷ Elencar as condições para um Avivamento
Espiritual
❸ Justificar a necessidade de um Avivamento
Espiritual
Objetivos da Lição
Palavra-Chave
Avivamento
Tópicos da Lição
I – O que é Avivamento Espiritual
1 – Avivamento Espiritual
2 – A Pré-condição para o Avivamento
II – As Condições para o Avivamento Espiritual
1 – Uma Crise
2 – Humilhação diante de Deus
3 – Orar e Buscar a Face do Senhor
4 – Conversão Sincera dos Pecados
5 – Um Caminho Preparado
III – A Necessidade de um Avivamento Espiritual
1 – A Situação Espiritual de Judá
2 – Deus usa Ciro para Libertar o Povo do Cativeiro
3 – A Necessidade de um Avivamento Espiritual
Introdução
Introdução
Neste trimestre, estudaremos
o avivamento espiritual.
Veremos o quanto
ele é indispensável
para o crescimento,
o desenvolvimento e
o cumprimento da
missão integral da
Igreja no mundo.
Introdução
O Avivamento espiritual, mais do que movimentos
ocasionais, é uma necessidade permanente para a
Igreja enfrentar os desafios atuais.
O Avivamento é uma necessidade da
Igreja de Cristo ao longo de sua história.
O que é Avivamento
Espiritual
Tópico I
I
Tópico
Só tem início quando
o Espírito Santo
encontra espaço no
coração de uma
pessoa, de um grupo,
de uma cidade ou de
uma nação (Ap 3.20)
1 – Avivamento Espiritual
O Avivamento Espiritual é uma
intervenção de Deus.
I
Tópico
As circunstâncias
de nossa vida
externa também
são transformadas
pelo poder divino.
1 – Avivamento Espiritual
Ocorre quando uma igreja local volta-se para
Deus, buscando-o de maneira humilde para que
Jesus possa transformar a realidade espiritual.
I
Tópico
2 – A pré-condição
para o Avivamento
A Bíblia nos mostra que uma situação
de crise espiritual ou moral pode ser
pré-condição para o avivamento.
I
Tópico
Acima vemos uma
crise delineada em
termos climáticos.
“Se eu cerrar os céus, e não houver chuva, ou se
ordenar aos gafanhotos que consumam a terra,
ou se enviar a peste entre o meu povo;” (2Cr 7.13)
Deus disse ao rei Salomão :
2 – A pré-condição
para o Avivamento
I
Tópico
A crise também pode ser moral,
política e econômica,
afetando todas as áreas da vida de um indivíduo,
de uma igreja local ou de uma nação.
2 – A pré-condição
para o Avivamento
Síntese do Tópico I
Diante de uma crise,
Deus pode trazer um
avivamento ao seu
povo por meio de uma
divina intervenção.
As Condições para o
Avivamento Espiritual
(2Cr 7.13-17)
Tópico II
II
Tópico
1 – Uma Crise
Diante da crise, podemos observar vários
comportamentos humanos:
 O Medo
 A Revolta
 A Blasfêmia contra Deus
e o próximo
 O Desespero
 A Tentativa de tirar a
própria vida
II
Tópico
1 – Uma Crise
A Palavra de Deus pode mudar
todo o rumo de uma crise :
“E se o meu povo, que se chama
pelo meu nome, se humilhar, e
orar, e buscar a minha face, e se
converter dos seus maus caminhos,
então, eu ouvirei dos céus, e
perdoarei os seus pecados, e
sararei a sua terra” (2Cr 7.14)
II
Tópico
1 – Uma Crise
❶ Se humilhar
❷ Orar
❸ Buscar a face de Deus
❹ Se converter dos
maus caminhos
Vemos, nesse versículo,
alguns aspectos
importantes que
antecedem
o avivamento espiritual :
II
Tópico
2 – Humilhação diante de Deus
No lugar de se revoltar diante das crises espirituais
ou materiais que clamam por soluções efetivas ...
a humilhação
diante de Deus é a
primeira condição
para o avivamento
espiritual :
“e se o meu povo, que se chama pelo meu nome se
humilhar [...]” (2Cr 7.14)
II
Tópico
3 – Orar e Buscar a Face do Senhor
Sem oração, não há
avivamento.
Sem a disposição dos
crentes para buscar a
face do Senhor ...
O avivamento tarda
e não chega.
II
Tópico
Podemos perceber se uma igreja local busca um
avivamento espiritual de acordo com a frequência
dos crentes aos cultos de oração, devocionais, na
perseverança em orar.
Além de orar,
perseverar.
A ausência da
disposição perseverante
é a razão de Deus não
enviar um avivamento
em muitos lugares.
3 – Orar e Buscar a Face do Senhor
II
Tópico
4 – Conversão Sincera dos Pecados
Não pode haver avivamento
sem confissão de pecados,
sem que deixemos os
nossos maus caminhos e
nos lancemos às
misericórdias de Deus.
“E se o meu povo [...] se converter
dos seus maus caminhos” (2Cr 7.14)
II
Tópico
5 – Um Caminho Preparado
A crise pode ser uma
pré-condição para o
avivamento espiritual :
❶ Se nos humilharmos diante de Deus
❷ Se buscarmos mais a face do Senhor em oração
❸ Se decidirmos confessar os nossos pecados
❹ Se convertemo-nos dos nossos maus caminhos
31
Síntese do Tópico II
As condições para um
avivamento espiritual
passam por uma crise,
pela humilhação diante de
Deus, oração e busca à
face do Senhor e
arrependimento dos
pecados.
A Necessidade de um
Avivamento Espiritual
(Ag 2.5-9)
Tópico III
1 – A Situação Espiritual de Judá
III
Tópico
Por causa da desobediência de Judá, profetas
alertavam a respeito da futura destruição da
nação, mas o povo não ouviu as advertências,
(ocorrendo alguns fatos importantes)
a) A destruição do Templo e morte
b) O chamado para reconstruir o Templo
c) Deus levanta homens para realizar a obra
d) O Desejado das nações e a glória da segunda
casa
1 – A Situação Espiritual de Judá
III
Tópico
a) A destruição do Templo e morte
Por ignorar a voz do Senhor:
❷ Um terço do povo morreu de fome e peste
❶ O povo foi levado em cativeiro para a Babilônia
e o Templo foi destruído.
❸ Um terço do povo morreu pela espada
1 – A Situação Espiritual de Judá
III
Tópico
b) O chamado para reconstruir o Templo
❷ Por meio do profeta Ageu, Deus cobrou do
povo rebelde a reconstrução do Templo que o
exército babilônico destruirá (Ag 1.2-8,9)
❶ A vida espiritual do povo pós-exílio não era
boa, pois ele não sentia falta do lugar de
reunião para adorar ao Senhor
1 – A Situação Espiritual de Judá
III
Tópico
c) Deus levanta homens para realizar a obra
❶Zorobabel (O Governador)
❷Josué (O Sumo Sacerdote)
❸O Resto do Povo (Ag 1.12-15)
Após a repreensão divina, Deus levantou homens
fiéis para reconstruírem o Templo:
A Bíblia revela que Deus está com os que
trabalham segundo o seu propósito (Ag 2.4)
1 – A Situação Espiritual de Judá
III
Tópico
d) O desejado das nações e a
glória da segunda casa
“[...] e virá o Desejado de todas as nações, e
encherei esta casa de glória ... A glória desta última
casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor
dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o
Senhor dos Exércitos” (Ag 2.6-9)
Deus descreveu como seria
esse avivamento espiritual :
2 – Deus usa Ciro para libertar
o povo do cativeiro
III
Tópico
Ciro não era filho de Israel, não era servo de Deus.
Ele era o rei da Pérsia (550-530 a.C), mas foi
levantado pelo Altíssimo para executar seus
planos de libertação do povo Israelita ...
a) Promessas de Deus a Ciro
b) Ciro liberta Israel do cativeiro
c) A conclusão do Templo
III
Tópico
a) Promessas de Deus a Ciro
❷ Deus fez promessas tão grandes a Ciro, que só
foram vistas em relação a homens chamados
para realizar seus divinos propósitos
❶ Deus chamou Ciro de “seu ungido”
2 – Deus usa Ciro para libertar
o povo do cativeiro
III
Tópico
b) Ciro liberta Israel do Cativeiro
❷ No ano primeiro de Ciro, 538 a.C, ele cumpriu o
que Deus colocou em seu coração (Ed 1.2,3)
❶ Logo no início do seu reinado, o rei Ciro ouviu o
chamado de Deus para executar a grande
missão de libertar Israel, cumprindo as
profecias do fim do cativeiro (Jr 25.12; 29.10)
2 – Deus usa Ciro para libertar
o povo do cativeiro
III
Tópico
b) A conclusão do Templo
❷ Em 520 a.C o Templo estava em ruínas,
Em 516 a.C a “Segunda Casa” foi concluida
❶ Com a Graça de Deus, por meio do rei Ciro,
israelitas voltaram a Jerusalém e começaram a
reconstruir o Templo (Ed 4.1-5)
2 – Deus usa Ciro para libertar
o povo do cativeiro
❸ Houve um grande avivamento como
consequência da intervenção de Deus na
história de Israel (Ed 6.16-22)
III
Tópico
3 – A necessidade de um
avivamento espiritual
A inércia de muitas igrejas só pode ser abalada
por meio de um verdadeiro avivamento espiritual.
Infelizmente, há uma
tendência natural e
histórica para o
predomínio de uma
letargia espiritual no
meio do povo de Deus,
que outrora foi
poderosamente avivado.
III
Tópico
3 – A necessidade de um
avivamento espiritual
Presenciamos o crescimento da frieza e mornidão
espiritual sobre os corações de um povo ou de
uma igreja local.
Lugares onde o
percentual de cristãos e
de igrejas era elevado,
nos últimos anos vem
caindo.
Hoje, o fechamento de
igrejas é uma realidade.
44
Síntese do Tópico III
Como o avivamento era
uma necessidade ao povo
de Israel nos dias de Ciro,
ele é necessário para a
Igreja de hoje.
Conclusão
Conclusão
❸ A sua exigência, porém, é que o seu povo se
humilhe, busque a sua face e se converta de seus
maus caminhos. Então, o avivamento não tardará.
❶ Quando o povo de Deus se encontrar em
situação de frieza espiritual, a vontade divina é a
de sempre reacender a chama que está se
apagando.
❷ Se for preciso, Ele usará uma crise para isso,
usará circunstâncias diversas para levar o seu povo
ao deserto a fim de falar ao seu coração (Os 2.14)
Reflexão Final
❷ Estou disposto(a) a
reconhecer a necessidade
de um avivamento ?
❸Como está o seu
nível de
relacionamento vivo
com Deus ?
❶ Sou um(a) crente avivado(a) ?
Revisando
Conteúdo
O que é Avivamento Espiritual ?
❶
Avivamento Espiritual
é uma intervenção de Deus
Qual a pré-condição para o avivamento ?
❷
A existência de uma situação de
crise espiritual e moral
Quais as condições para um avivamento ?
❸
Não Matarás
Humilhação diante de
Deus; Oração e
buscar pela face do
Senhor; conversão
sincera dos pecados.
Por que o povo de Israel foi para o cativeiro
na época de Ageu ?
❹
Por ignorar a voz
do Senhor, o
povo foi levado
em cativeiro para
a Babilônia.
Por que o Altíssimo escolheu Ciro,
rei da Pérsia ?
❺
Para executar a grande missão de
libertar Israel, cumprindo as profecias
que anunciavam o fim do cativeiro.
Revista Lições Bíblicas
Adultos CPAD
1° Trimestre de 2023
FONTE SLIDE
de suporte EBD ao campo
Assembleia de Deus
Nossa Missão é ajudar os
professores de EBD !
Desenvolvido
Sem fins Comerciais
www.ebdpanorama.com
Whatsapp (11)98180-6767

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Éder Tomé
 
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
21 bênçãos do jejum de daniel
21 bênçãos do jejum de daniel21 bênçãos do jejum de daniel
21 bênçãos do jejum de daniel
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptxSlides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptxSlides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptxSlides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptxSlides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptxSlides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptxSlides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptxSlides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptxLição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxLição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Celso Napoleon
 
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
Igreja Evangélica Assembleia de Deus Celebrando o Rei
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Éder Tomé
 
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus EfeitosLição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
Éder Tomé
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Mais procurados (20)

Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igrejaLição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
Lição 5 – Avivamento e Missões na história da igreja
 
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
Slideshare Lição 1, O Sermão Do Monte, O Caráter Do Reino De DEUS, 2Tr22, Pr ...
 
21 bênçãos do jejum de daniel
21 bênçãos do jejum de daniel21 bênçãos do jejum de daniel
21 bênçãos do jejum de daniel
 
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptxSlides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
Slides Licao 1, O Avivamento Espiritual, 1Tr23, Pr Henrique, EBD NA TV.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptxSlides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Criando Filhos Saudáveis, 2Tr23.pptx
 
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptxSlides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
Slides Licao 2, CPAD, O Avivamento no Antigo Testamento, 1Tr23, Pr Henrique.pptx
 
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptxSlides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Uma Visão Bíblica do Corpo, 3Tr23.pptx
 
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptxSlides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Slides Lição 1, CPAD, A Grande Comissão, Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
 
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptxSlides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
Slides Lição 6, CPAD, As Nossas Armas Espirituais, 2Tr24.pptx
 
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptxSlides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
Slides Licao 11, CPAD, O Avivamento e a Missao da Igreja.pptx
 
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Escrita Lição 2, CPAD, Imagens Bíblicas da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptxSlides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
Slides Lição 12, CPAD, Vivendo no ESPÍRITO.pptx
 
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptxLição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
Lição 3 - A Natureza da Igreja - Escola Bíblica Dominical.pptx
 
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptxLição 04: Ídolos na Família.pptx
Lição 04: Ídolos na Família.pptx
 
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptxLição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
Lição 1 – A Grande Comissão Um Enfoque Etnocêntrico.pptx
 
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
SlideShare Lição 13, A Verdadeira Identidade Do Cristão, 2Tr22, Pr Henrique, ...
 
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
Slideshare Lição 7, A Bíblia Transforma as Pessoas Vida, 1Tr22, Pr Henrique, ...
 
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
Lição 13 - Em Cristo Somos mais que Vencedores
 
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus EfeitosLição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
Lição 3 - A Cura do Coxo e seus Efeitos
 
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Ministério da Igreja, 1Tr24.pptx
 

Semelhante a Slide-Licao-1-1T-2023-CPAD-ADULTOS-Retangular (1).pdf

Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptxLição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
Celso Napoleon
 
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
Joel Silva
 
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus CristoLição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Éder Tomé
 
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptxEM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
Jorge Teixeira
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
Ailton da Silva
 
A razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismoA razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismo
Eduardo Sousa Gomes
 
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um MilagreLição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
Éder Tomé
 
Dons de Poder.pptx
Dons de Poder.pptxDons de Poder.pptx
Dons de Poder.pptx
AbraoSantiago1
 
Preparação para a crise final
Preparação para a crise finalPreparação para a crise final
Preparação para a crise final
Herbert de Carvalho
 
Resumo de atoa do apóstolos, apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
Resumo de atoa do apóstolos,  apartar do ponto de vista pentecostes clássico.Resumo de atoa do apóstolos,  apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
Resumo de atoa do apóstolos, apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
ValmirAngelo
 
Dispensações
DispensaçõesDispensações
Dispensações
Edison Junior
 
Artigo
ArtigoArtigo
Artigo
foldinhalf
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Éder Tomé
 
Plano estratégico para a redenção da nação
Plano estratégico para a redenção da naçãoPlano estratégico para a redenção da nação
Plano estratégico para a redenção da nação
Joao Rumpel
 
Devemos pregar a palavra de deus
Devemos pregar a palavra de deusDevemos pregar a palavra de deus
Devemos pregar a palavra de deus
antonio ferreira
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Ailton da Silva
 
Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52
trabalho como autonomo
 
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola DivinaLição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Éder Tomé
 
Seminario abel corrigido
Seminario abel corrigidoSeminario abel corrigido
Seminario abel corrigido
Márcio E Maria
 
Escatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamentoEscatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamento
Francileide Corte Real
 

Semelhante a Slide-Licao-1-1T-2023-CPAD-ADULTOS-Retangular (1).pdf (20)

Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptxLição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
Lição 20230101 O Avivamento Espiritual.pptx
 
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
2023 1º Trimestre Adulto Lição 01.pptx
 
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus CristoLição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
Lição 9 - A Salvação Ofertada por Jesus Cristo
 
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptxEM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
EM BUSCA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 2 crônicas 29 – REI EZEQUIAS quarta.pptx
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
A razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismoA razão da existência do adventismo
A razão da existência do adventismo
 
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um MilagreLição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
Lição 2 - Despertamento Espiritual - Um Milagre
 
Dons de Poder.pptx
Dons de Poder.pptxDons de Poder.pptx
Dons de Poder.pptx
 
Preparação para a crise final
Preparação para a crise finalPreparação para a crise final
Preparação para a crise final
 
Resumo de atoa do apóstolos, apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
Resumo de atoa do apóstolos,  apartar do ponto de vista pentecostes clássico.Resumo de atoa do apóstolos,  apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
Resumo de atoa do apóstolos, apartar do ponto de vista pentecostes clássico.
 
Dispensações
DispensaçõesDispensações
Dispensações
 
Artigo
ArtigoArtigo
Artigo
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
Plano estratégico para a redenção da nação
Plano estratégico para a redenção da naçãoPlano estratégico para a redenção da nação
Plano estratégico para a redenção da nação
 
Devemos pregar a palavra de deus
Devemos pregar a palavra de deusDevemos pregar a palavra de deus
Devemos pregar a palavra de deus
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52Jormi - Jornal Missionario n° 52
Jormi - Jornal Missionario n° 52
 
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola DivinaLição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
Lição 6 - O Deserto: Uma Escola Divina
 
Seminario abel corrigido
Seminario abel corrigidoSeminario abel corrigido
Seminario abel corrigido
 
Escatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamentoEscatologia do antigo testamento
Escatologia do antigo testamento
 

Último

Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 

Último (20)

Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 

Slide-Licao-1-1T-2023-CPAD-ADULTOS-Retangular (1).pdf

  • 1. Lição 1 O Avivamento Espiritual Igreja
  • 2. Tema do Trimestre 1º Trimestre Ano 2023 Comentarista da Revista Pr. Elinaldo Renovato O chamado das Escrituras ao Quebrantamento e ao Poder de Deus Aviva a Tua Obra
  • 3. Lição 1 – O Avivamento Espíritual Lição 2 – O Avivamento no Antigo Testamento Lição 3 – O Avivamento no Novo Testamento Lição 4 – O Ministério Avivado de Jesus Lição 5 – O Avivamento na Vida da Igreja Lição 6 – O Avivamento no Ministério de Pedro Lição 7 – Estêvão – Um Mártir Avivado Lição 8 – O Avivamento Espiritual no Mundo Lição 9 – O Avivamento Pentecostal no Brasil Lição 10 – O Avivamento na Vida Pessoal Lição 11 – O Avivamento e a Missão da Igreja Lição 12 – Vivendo no Espírito Lição 13 – Aviva, Ó Senhor, a tua Obra Lições do Trimestre
  • 4. Leitura Diária Segunda Sl 143.1 Buscando a Deus com fervor Terça Is 55.6 Buscar a Deus enquanto se pode achar Quarta Hc 3.2 Clamando a Deus por avivamento Quinta Os 10.12 E tempo de buscar a Deus Sexta Is 29.13 Buscar a Deus de todo o coração traz a promessa de encontrá-lo Sábado Am 5.4 Buscai o Senhor para a vida
  • 5. 12 – E o Senhor apareceu de noite a Salomão e disse-lhe: Ouvi tua oração e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício. 13 – Se eu cerrar os céus, e não houver chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste entre o meu povo; 14 – e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 15 – Agora, estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração deste lugar. Leitura Bíblica em Classe 2 Crônicas 7.12-15
  • 6. 5 – Segundo a palavra que concertei convosco, quando saístes do Egito, e o meu Espírito habitava no meio de vós; não temais. 6 – Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, e farei tremer os céus, e a terra, e o mar, e a terra seca; 7 – E farei tremer todas as nações, e virá o Desejado de todas as nações, e encherei esta casa de glória, diz o Senhor dos Exércitos. 8 – Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos. 9 – A glória desta última casa será maior do que a primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos. Leitura Bíblica em Classe Ageu 2.5-9
  • 7. Texto Áureo “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, sararei a sua terra” (2 Crônicas 7.14)
  • 8. Verdade Prática Humilhar-se diante de Deus, buscar a face do Senhor em oração e converter-se de seus maus caminhos são atitudes que precedem o avivamento espiritual.
  • 9. ❶ Conceituar Avivamento ❷ Elencar as condições para um Avivamento Espiritual ❸ Justificar a necessidade de um Avivamento Espiritual Objetivos da Lição
  • 11. Tópicos da Lição I – O que é Avivamento Espiritual 1 – Avivamento Espiritual 2 – A Pré-condição para o Avivamento II – As Condições para o Avivamento Espiritual 1 – Uma Crise 2 – Humilhação diante de Deus 3 – Orar e Buscar a Face do Senhor 4 – Conversão Sincera dos Pecados 5 – Um Caminho Preparado III – A Necessidade de um Avivamento Espiritual 1 – A Situação Espiritual de Judá 2 – Deus usa Ciro para Libertar o Povo do Cativeiro 3 – A Necessidade de um Avivamento Espiritual
  • 13. Introdução Neste trimestre, estudaremos o avivamento espiritual. Veremos o quanto ele é indispensável para o crescimento, o desenvolvimento e o cumprimento da missão integral da Igreja no mundo.
  • 14. Introdução O Avivamento espiritual, mais do que movimentos ocasionais, é uma necessidade permanente para a Igreja enfrentar os desafios atuais. O Avivamento é uma necessidade da Igreja de Cristo ao longo de sua história.
  • 15. O que é Avivamento Espiritual Tópico I
  • 16. I Tópico Só tem início quando o Espírito Santo encontra espaço no coração de uma pessoa, de um grupo, de uma cidade ou de uma nação (Ap 3.20) 1 – Avivamento Espiritual O Avivamento Espiritual é uma intervenção de Deus.
  • 17. I Tópico As circunstâncias de nossa vida externa também são transformadas pelo poder divino. 1 – Avivamento Espiritual Ocorre quando uma igreja local volta-se para Deus, buscando-o de maneira humilde para que Jesus possa transformar a realidade espiritual.
  • 18. I Tópico 2 – A pré-condição para o Avivamento A Bíblia nos mostra que uma situação de crise espiritual ou moral pode ser pré-condição para o avivamento.
  • 19. I Tópico Acima vemos uma crise delineada em termos climáticos. “Se eu cerrar os céus, e não houver chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste entre o meu povo;” (2Cr 7.13) Deus disse ao rei Salomão : 2 – A pré-condição para o Avivamento
  • 20. I Tópico A crise também pode ser moral, política e econômica, afetando todas as áreas da vida de um indivíduo, de uma igreja local ou de uma nação. 2 – A pré-condição para o Avivamento
  • 21. Síntese do Tópico I Diante de uma crise, Deus pode trazer um avivamento ao seu povo por meio de uma divina intervenção.
  • 22. As Condições para o Avivamento Espiritual (2Cr 7.13-17) Tópico II
  • 23. II Tópico 1 – Uma Crise Diante da crise, podemos observar vários comportamentos humanos:  O Medo  A Revolta  A Blasfêmia contra Deus e o próximo  O Desespero  A Tentativa de tirar a própria vida
  • 24. II Tópico 1 – Uma Crise A Palavra de Deus pode mudar todo o rumo de uma crise : “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2Cr 7.14)
  • 25. II Tópico 1 – Uma Crise ❶ Se humilhar ❷ Orar ❸ Buscar a face de Deus ❹ Se converter dos maus caminhos Vemos, nesse versículo, alguns aspectos importantes que antecedem o avivamento espiritual :
  • 26. II Tópico 2 – Humilhação diante de Deus No lugar de se revoltar diante das crises espirituais ou materiais que clamam por soluções efetivas ... a humilhação diante de Deus é a primeira condição para o avivamento espiritual : “e se o meu povo, que se chama pelo meu nome se humilhar [...]” (2Cr 7.14)
  • 27. II Tópico 3 – Orar e Buscar a Face do Senhor Sem oração, não há avivamento. Sem a disposição dos crentes para buscar a face do Senhor ... O avivamento tarda e não chega.
  • 28. II Tópico Podemos perceber se uma igreja local busca um avivamento espiritual de acordo com a frequência dos crentes aos cultos de oração, devocionais, na perseverança em orar. Além de orar, perseverar. A ausência da disposição perseverante é a razão de Deus não enviar um avivamento em muitos lugares. 3 – Orar e Buscar a Face do Senhor
  • 29. II Tópico 4 – Conversão Sincera dos Pecados Não pode haver avivamento sem confissão de pecados, sem que deixemos os nossos maus caminhos e nos lancemos às misericórdias de Deus. “E se o meu povo [...] se converter dos seus maus caminhos” (2Cr 7.14)
  • 30. II Tópico 5 – Um Caminho Preparado A crise pode ser uma pré-condição para o avivamento espiritual : ❶ Se nos humilharmos diante de Deus ❷ Se buscarmos mais a face do Senhor em oração ❸ Se decidirmos confessar os nossos pecados ❹ Se convertemo-nos dos nossos maus caminhos
  • 31. 31 Síntese do Tópico II As condições para um avivamento espiritual passam por uma crise, pela humilhação diante de Deus, oração e busca à face do Senhor e arrependimento dos pecados.
  • 32. A Necessidade de um Avivamento Espiritual (Ag 2.5-9) Tópico III
  • 33. 1 – A Situação Espiritual de Judá III Tópico Por causa da desobediência de Judá, profetas alertavam a respeito da futura destruição da nação, mas o povo não ouviu as advertências, (ocorrendo alguns fatos importantes) a) A destruição do Templo e morte b) O chamado para reconstruir o Templo c) Deus levanta homens para realizar a obra d) O Desejado das nações e a glória da segunda casa
  • 34. 1 – A Situação Espiritual de Judá III Tópico a) A destruição do Templo e morte Por ignorar a voz do Senhor: ❷ Um terço do povo morreu de fome e peste ❶ O povo foi levado em cativeiro para a Babilônia e o Templo foi destruído. ❸ Um terço do povo morreu pela espada
  • 35. 1 – A Situação Espiritual de Judá III Tópico b) O chamado para reconstruir o Templo ❷ Por meio do profeta Ageu, Deus cobrou do povo rebelde a reconstrução do Templo que o exército babilônico destruirá (Ag 1.2-8,9) ❶ A vida espiritual do povo pós-exílio não era boa, pois ele não sentia falta do lugar de reunião para adorar ao Senhor
  • 36. 1 – A Situação Espiritual de Judá III Tópico c) Deus levanta homens para realizar a obra ❶Zorobabel (O Governador) ❷Josué (O Sumo Sacerdote) ❸O Resto do Povo (Ag 1.12-15) Após a repreensão divina, Deus levantou homens fiéis para reconstruírem o Templo: A Bíblia revela que Deus está com os que trabalham segundo o seu propósito (Ag 2.4)
  • 37. 1 – A Situação Espiritual de Judá III Tópico d) O desejado das nações e a glória da segunda casa “[...] e virá o Desejado de todas as nações, e encherei esta casa de glória ... A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos” (Ag 2.6-9) Deus descreveu como seria esse avivamento espiritual :
  • 38. 2 – Deus usa Ciro para libertar o povo do cativeiro III Tópico Ciro não era filho de Israel, não era servo de Deus. Ele era o rei da Pérsia (550-530 a.C), mas foi levantado pelo Altíssimo para executar seus planos de libertação do povo Israelita ... a) Promessas de Deus a Ciro b) Ciro liberta Israel do cativeiro c) A conclusão do Templo
  • 39. III Tópico a) Promessas de Deus a Ciro ❷ Deus fez promessas tão grandes a Ciro, que só foram vistas em relação a homens chamados para realizar seus divinos propósitos ❶ Deus chamou Ciro de “seu ungido” 2 – Deus usa Ciro para libertar o povo do cativeiro
  • 40. III Tópico b) Ciro liberta Israel do Cativeiro ❷ No ano primeiro de Ciro, 538 a.C, ele cumpriu o que Deus colocou em seu coração (Ed 1.2,3) ❶ Logo no início do seu reinado, o rei Ciro ouviu o chamado de Deus para executar a grande missão de libertar Israel, cumprindo as profecias do fim do cativeiro (Jr 25.12; 29.10) 2 – Deus usa Ciro para libertar o povo do cativeiro
  • 41. III Tópico b) A conclusão do Templo ❷ Em 520 a.C o Templo estava em ruínas, Em 516 a.C a “Segunda Casa” foi concluida ❶ Com a Graça de Deus, por meio do rei Ciro, israelitas voltaram a Jerusalém e começaram a reconstruir o Templo (Ed 4.1-5) 2 – Deus usa Ciro para libertar o povo do cativeiro ❸ Houve um grande avivamento como consequência da intervenção de Deus na história de Israel (Ed 6.16-22)
  • 42. III Tópico 3 – A necessidade de um avivamento espiritual A inércia de muitas igrejas só pode ser abalada por meio de um verdadeiro avivamento espiritual. Infelizmente, há uma tendência natural e histórica para o predomínio de uma letargia espiritual no meio do povo de Deus, que outrora foi poderosamente avivado.
  • 43. III Tópico 3 – A necessidade de um avivamento espiritual Presenciamos o crescimento da frieza e mornidão espiritual sobre os corações de um povo ou de uma igreja local. Lugares onde o percentual de cristãos e de igrejas era elevado, nos últimos anos vem caindo. Hoje, o fechamento de igrejas é uma realidade.
  • 44. 44 Síntese do Tópico III Como o avivamento era uma necessidade ao povo de Israel nos dias de Ciro, ele é necessário para a Igreja de hoje.
  • 46. Conclusão ❸ A sua exigência, porém, é que o seu povo se humilhe, busque a sua face e se converta de seus maus caminhos. Então, o avivamento não tardará. ❶ Quando o povo de Deus se encontrar em situação de frieza espiritual, a vontade divina é a de sempre reacender a chama que está se apagando. ❷ Se for preciso, Ele usará uma crise para isso, usará circunstâncias diversas para levar o seu povo ao deserto a fim de falar ao seu coração (Os 2.14)
  • 47. Reflexão Final ❷ Estou disposto(a) a reconhecer a necessidade de um avivamento ? ❸Como está o seu nível de relacionamento vivo com Deus ? ❶ Sou um(a) crente avivado(a) ?
  • 49. O que é Avivamento Espiritual ? ❶ Avivamento Espiritual é uma intervenção de Deus
  • 50. Qual a pré-condição para o avivamento ? ❷ A existência de uma situação de crise espiritual e moral
  • 51. Quais as condições para um avivamento ? ❸ Não Matarás Humilhação diante de Deus; Oração e buscar pela face do Senhor; conversão sincera dos pecados.
  • 52. Por que o povo de Israel foi para o cativeiro na época de Ageu ? ❹ Por ignorar a voz do Senhor, o povo foi levado em cativeiro para a Babilônia.
  • 53. Por que o Altíssimo escolheu Ciro, rei da Pérsia ? ❺ Para executar a grande missão de libertar Israel, cumprindo as profecias que anunciavam o fim do cativeiro.
  • 54. Revista Lições Bíblicas Adultos CPAD 1° Trimestre de 2023 FONTE SLIDE de suporte EBD ao campo Assembleia de Deus Nossa Missão é ajudar os professores de EBD ! Desenvolvido Sem fins Comerciais www.ebdpanorama.com Whatsapp (11)98180-6767