SlideShare uma empresa Scribd logo
Capítulo 4   Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software
OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever os componentes da infra-estrutura de TI Identificar e descrever os principais tipos de tecnologia de hardware e de armazenamento, e entrada e saída de dados Identificar e descrever os principais tipos de software usados pelas empresas
Enumerar as tendências atuais de hardware e software Avaliar as principais questões envolvidas na administração dos recursos de hardware e software OBJETIVOS DE ESTUDO (continuação)
Problema:  Obter uma margem em relação à acirrada concorrência, trabalhando com processos intensivos em tecnologia. Soluções: Distribuir o software EMO feito sob medida  para produzir animações mais realísticas e aumentar a qualidade dos filmes. Processadores HP e rede de alta velocidade  permitem uma agenda de produção rápida, aumentando a produtividade. Demonstra o papel da TI em fortalecer o produto e a produtividade de uma empresa além do que o talento humano pode alcançar. Ilustra o papel da tecnologia digital em obter vantagem em um mercado altamente competitivo. A DreamWorks Animation Volta-se à Tecnologia de Apoio à Produção

Recomendado para você

Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)

O documento fornece uma introdução sobre Tecnologia da Informação, incluindo conceitos gerais, tipos de sistemas de informação e tópicos subsequentes como infraestrutura de TI, linguagem de programação, banco de dados e engenharia de software. O autor é Ricardo Terra, que fornece seu contato e currículo.

tecnologia da informaçãoti
Automação de bibliotecas
Automação de bibliotecasAutomação de bibliotecas
Automação de bibliotecas

O documento discute a automação de bibliotecas, definindo termos como dados, informação, sistema, banco de dados e fornecendo detalhes sobre hardware, software, sistemas operacionais, vírus de computador e redes de comunicação. Também descreve etapas para automação como diagnóstico, identificação de fornecedores e coleta inicial de dados sobre produtos e sistemas de automação de bibliotecas disponíveis.

bibliotecasbiblioteconomiaufpa
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip

As três frases resumem o documento da seguinte forma: 1) O documento discute os princípios dos sistemas de informação, incluindo vantagens e desvantagens das redes para organizações e a importância da informação e da tecnologia. 2) Também aborda conceitos como dados, informações e conhecimento, além de explorar como as empresas usam a informação. 3) Por fim, fornece uma visão geral dos recursos de tecnologia da informação, como hardware, software e redes.

rede
Qual é sua opinião sobre a decisão da DreamWorks Animation de investir pesadamente em tecnologia da informação em vez de em talentos humanos mais destacados? Quais outros setores poderiam beneficiar-se de uma abordagem semelhante? Que tipos de empresas você considera que se sairiam melhor adotando uma abordagem oposta? Sessão Interativa: DreamWorks Animation A DreamWorks Animation Volta-se à Tecnologia de Apoio à Produção
Infra-Estrutura de TI: Hardware Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia de rede e telecomunicações Serviços de tecnologia  Componentes da Infra-Estrutura
Há computadores de diferentes tamanhos, com várias capacidades de processamento da informação  FLOPS   Computador Pessoal (PC) Estação de trabalho Computadores de médio porte: servidores e minicomputadores Mainframe Supercomputador Tipos de computador Infra-Estrutura de TI: Hardware
Tipos de Computador Computação em grade Computação cliente/servidor Arquiteturas cliente/servidor multicamadas (N-camadas)  Servidor  Web  Servidor de aplicativo Infra-Estrutura de TI: Hardware

Recomendado para você

Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip

O documento discute sistemas de informação e seus principais conceitos. Aborda: 1. A definição de sistema como um conjunto de elementos interdependentes que atuam em conjunto para atingir objetivos; 2. Os seis objetivos que empresas buscam ao investir em sistemas de informação, como excelência operacional e vantagem competitiva; 3. Os componentes fundamentais de um sistema, como entrada, processamento, saída e feedback.

conceitosistêmica
Trabalho data center
Trabalho data centerTrabalho data center
Trabalho data center

Este documento apresenta as políticas e procedimentos de segurança da informação da companhia aérea Voe Feliz Ltda. Ele descreve o plano PDCA de segurança, incluindo a classificação da informação, inventários de equipamentos, políticas de acesso e responsabilidades dos colaboradores. O objetivo é orientar os colaboradores sobre as diretrizes de proteção dos ativos de informação da empresa contra ameaças internas e externas.

Tecnologia da informação
Tecnologia da informaçãoTecnologia da informação
Tecnologia da informação

O documento discute a definição e importância da tecnologia da informação. Aponta que TI é crucial para o sucesso das organizações no século 21 e permite inovar a maneira como dados são levados às pessoas certas no momento certo. Também define TI como o conjunto de atividades e soluções de computação que agregam valor tratando a informação como um bem valioso.

epftq21tecnologia da informação
Computação Cliente/Servidor Figura 4.2 Nesta computação, o processamento computacional é dividido entre máquinas clientes e máquinas servidoras conectadas por uma rede. O usuário interage com a interface das máquinas clientes. Infra-Estrutura de TI: Hardware
Tecnologia de Armazenamento, Entrada e Saída Tecnologia de armazenamento secundário Discos magnéticos: discos rígidos, discos removíveis USB, RAID Discos ópticos: CD-ROM, CD-RW, DVD Fita magnética Rede de armazenamento de dados: SANs Dispositivos de entrada reúnem e convertem dados em formato eletrônico Dispositivos de saída exibem os dados depois que eles foram processados Processamento de dados em lote e on-line Infra-Estrutura de TI: Hardware
Tendências Contemporâneas de Hardware Integração das plataformas de computação e telecomunicações Edge computing Computação autônoma Infra-Estrutura de TI: Hardware
O software que administra e controla as atividades do computador Sistemas operacionais de PCs e interfaces gráficas de usuários GUIs Windows XP, Windows Vista e Windows Server 2003 UNIX Linux Software de código-fonte aberto Software de Sistema Operacional Infra-Estrutura de TI: Software

Recomendado para você

Tecnologia da informacao
Tecnologia da informacaoTecnologia da informacao
Tecnologia da informacao

O documento discute a evolução da tecnologia da informação, desde os primórdios da informática até a sociedade da informação atual. Apresenta os principais componentes de um sistema de informação, como hardware, software e usuários, e descreve a evolução das redes de computadores e dos meios de comunicação e armazenamento de dados.

AppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatformAppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatform

1) O documento discute a complexidade crescente na gestão de áreas de trabalho corporativas devido ao aumento de dispositivos, mobilidade e necessidades dos usuários. 2) A virtualização de usuários permite isolar a experiência do usuário dos dispositivos, sistemas operacionais e aplicativos, permitindo que as equipes de TI gerenciem os usuários de forma centralizada e precisa através de políticas. 3) A plataforma de virtualização de usuários da AppSense fornece uma abordagem abrangente para controlar todos os aspectos

ipadwysexenapp
Resumo
ResumoResumo
Resumo

O documento discute as capacidades estratégicas das telecomunicações como superar barreiras geográficas, de tempo e custo, além de estruturas. Também aborda aplicações da internet, tipos de redes, processadores e softwares de telecomunicação e sistemas de e-business.

Os Principais Tipos de Software Figura 4.6 A relação entre software de sistema, software aplicativo e usuários pode ser ilustrada por uma série de caixas alojadas uma dentro da outra. O software de sistema — composto de sistemas operacionais, tradutores de linguagem e programas utilitários — controla o acesso ao hardware. Para operar, os softwares aplicativos, como as linguagens de programação e as linguagens de ‘quarta geração’, devem trabalhar por meio do software de sistema. O usuário interage  primariamente com o software aplicativo. Infra-Estrutura de TI: Software
Leia a seção Tecnologia em Destaque e então discuta as seguintes questões: Quais problemas o Linux e outros softwares de código aberto ajudam as empresas a endereçar? Como o software de código aberto ajuda? Quais questões e desafios estão levando ao crescimento do software de código aberto? O que pode ser feito para responder a essas questões? O que você acredita ser uma estratégia significativa para distribuir o Linux e outros componentes de código aberto neste estágio de sua evolução. O Mundo Corporativo Migra para o Código-Fonte Aberto Infra-Estrutura de TI: Software
Sessão Interativa: Código-Fonte Aberto  Procure na Internet as notícias mais recentes sobre código-fonte aberto no mundo corporativo e busque especificamente os seguintes tópicos: Porcentagem de empresas que usam código-fonte aberto Quantia economizada pelas empresas como resultado da utilização do código aberto Problemas resultantes da adoção do código aberto Relacionamento entre a Microsoft e o Linux Infra-Estrutura de TI: Software
Software aplicativo e ferramentas de produtividade para PCs Linguagem de programação de aplicativos para empresas Linguagens de quarta geração Pacotes de software e ferramentas de produtividade para PCs Software de processamento de texto Planilhas eletrônicas Softwares gerenciadores de bancos de dados Recursos gráficos de apresentação Pacotes integrados de software e suítes de software Software de e -mail Navegadores Web  Groupware Infra-Estrutura de TI: Software

Recomendado para você

6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh

Cleber de Almeida Silva tem formação acadêmica em sistemas de informação e tecnologia em redes, com MBA em gestão empresarial e ERP SAP e pós-graduação em gerenciamento de projetos em tecnologia. Tem experiência como coordenador de projetos, gerente de TI e coordenador de infraestrutura e TI, tendo liderado projetos de virtualização, implementação do SAP B1 e O2, Help Desk, VoIP e rede WAN.

dfasdfasdfasdf
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetosCapítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos

O documento discute os principais passos para desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos, incluindo definir e entender problemas, desenvolver soluções alternativas, avaliar soluções e implementá-las. Também aborda métodos como prototipagem, pacotes de software e outsourcing, além de técnicas como diagramas de fluxo de dados, gerenciamento de projetos e administração de mudanças.

capítulo 11 como desenvolver sistemas de informa
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redesAula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes

Área : TI - Tecnologia da informação by Sionara Okada INFRA-ESTRUTURA de TI: Hardware; Software; Gerenciamento de dado e informação; Telecomunicações e redes; Internet, intranet e extranet.

Java Linguagem de programação orientada a objeto e que não está vinculada a um processador ou sistema operacional específico Principal ambiente de programação interativo para a Web Hypertext markup language (HTML) Linguagem de descrição de página que especifica como texto, recursos gráficos, vídeo e som serão organizados em uma página Web Softwares para Web: Java e HTML Infra-Estrutura de TI: Software
Sistemas legados: substituir ou integrar?   Middleware Software aplicativo de integração empresarial Serviços Web e arquitetura orientada a serviços XML SOAP WSDL UDDI SOA Software para Integração Empresarial Infra-Estrutura de TI: Software
Software para Integração Empresarial  versus  Integração Tradicional Figura 4.9 Infra-Estrutura de TI: Software O software para a integração empresarial  (a)  usa um middleware especial que cria uma plataforma comum por meio da qual todos os aplicativos podem se comunicar livremente entre si. Esse tipo de software exige muito menos programação que a integração ponto a ponto tradicional  (b) .
Vantagens e Desafios de uma Arquitetura Orientada a Serviços Leia a seção Organizações em Destaque e então discuta as seguintes questões: Quais problemas os serviços Web e as arquiteturas orientadas a serviços ajudaram as empresas a resolver?  Como as empresas descritas neste estudo de caso se beneficiaram da SOA?  Como as vantagens de uma SOA podem beneficiar também os clientes e consumidores das empresas que a empregam?  Quais desafios e problemas foram levantados por aqueles que fizeram experimentos com as SOAs?  A SOA é a melhor solução em todos os casos? Infra-Estrutura de TI: Software

Recomendado para você

Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público  Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público

O documento discute a importância da gestão do conhecimento e da inovação no setor público. Apresenta lições sobre como as organizações, incluindo o governo, precisam se adaptar à era do conhecimento, onde a informação se renova rapidamente. Também destaca medidas estratégicas e gerenciais necessárias para que o setor público ganhe em eficiência e efetividade.

Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISCGestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC

O documento discute a gestão do conhecimento nas organizações, incluindo a criação, compartilhamento e proteção de conhecimentos estratégicos. Também aborda a importância da inovação, aprendizagem contínua e da gestão participativa para o sucesso organizacional.

chocolate quente.comiiba capítulo porto alegre
Mashups - SOA
Mashups - SOAMashups - SOA
Mashups - SOA

O documento discute mashups, definindo-os como aplicações que misturam dados de várias fontes na web. Descreve a arquitetura típica de um mashup, incluindo fornecedores de conteúdo, o site do mashup e o navegador do cliente. Também lista tecnologias como REST, Ajax e serviços web que suportam mashups e dá exemplos de aplicações como WikiCrimes.org e CriticarBH.

Mashups:  aplicativos combinados que se apóiam em redes de dados de alta velocidade, padrões de comunicação universal e código-fonte aberto Os mashups da Web combinam os recursos de dois ou mais aplicativos on-line para criar uma espécie de híbrido, que oferece mais valor ao cliente do que as fontes originais sozinhas Google: um exemplo extremo de computação distribuída Tendências de Software: Mashups, Web 2.0 e Aplicativos de Software Distribuído Infra-Estrutura de TI: Software
Administração dos Recursos de Hardware e Software Planejamento de capacidade e escalabilidade Custo total de propriedade de recursos tecnológicos Utilização de provedores de serviços tecnológicos Outsourcing (terceirização) Computação sob demanda ( on-demand ) Provedores de serviços aplicativos (ASPs) Questões importantes enfrentadas pelos gerentes de hardware e software:

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
Daniel Guedes
 
Apresentação (resumido) oxti
Apresentação (resumido)   oxtiApresentação (resumido)   oxti
Apresentação (resumido) oxti
OXTI
 
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
UNIEURO
 
Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Ricardo Terra
 
Automação de bibliotecas
Automação de bibliotecasAutomação de bibliotecas
Automação de bibliotecas
Natallie Alcantara
 
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
Heber Gutenberg
 
Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
Heber Gutenberg
 
Trabalho data center
Trabalho data centerTrabalho data center
Trabalho data center
Ricardo Peres
 
Tecnologia da informação
Tecnologia da informaçãoTecnologia da informação
Tecnologia da informação
Collaborativa Marketing e Tecnologia
 
Tecnologia da informacao
Tecnologia da informacaoTecnologia da informacao
Tecnologia da informacao
Luiz
 
AppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatformAppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatform
Nuno Alves
 
Resumo
ResumoResumo
6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh
Cleber Almeida
 
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetosCapítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Everton Souza
 

Mais procurados (14)

O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
O Mercado e o Profissional de TI - Senac Americana - 20/09/2011
 
Apresentação (resumido) oxti
Apresentação (resumido)   oxtiApresentação (resumido)   oxti
Apresentação (resumido) oxti
 
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
Aplicabilidade do sistema de informação no desenvolvimento de sistemas embarc...
 
Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)Apostila Tecnologia da Informação (TI)
Apostila Tecnologia da Informação (TI)
 
Automação de bibliotecas
Automação de bibliotecasAutomação de bibliotecas
Automação de bibliotecas
 
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade III Unip
 
Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
 Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip  Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
Princípios de Sistemas de Informação Unidade II Unip
 
Trabalho data center
Trabalho data centerTrabalho data center
Trabalho data center
 
Tecnologia da informação
Tecnologia da informaçãoTecnologia da informação
Tecnologia da informação
 
Tecnologia da informacao
Tecnologia da informacaoTecnologia da informacao
Tecnologia da informacao
 
AppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatformAppSense_UVPlatform
AppSense_UVPlatform
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh6381463 hhhghfdhdgfh
6381463 hhhghfdhdgfh
 
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetosCapítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
Capítulo 11 - Como desenvolver sistemas de informação e gerenciar projetos
 

Destaque

Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redesAula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes
sionara14
 
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público  Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Secretaria de Governo do Estado de São Paulo
 
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISCGestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Lisiane Schwengber
 
Mashups - SOA
Mashups - SOAMashups - SOA
Mashups - SOA
angelicagb
 
Trabalho de Sistemas Distribuídos
Trabalho de Sistemas DistribuídosTrabalho de Sistemas Distribuídos
Trabalho de Sistemas Distribuídos
Juliana Cindra
 
Sistemas distribuidos intro
Sistemas distribuidos  introSistemas distribuidos  intro
Sistemas distribuidos intro
Oscar Quiroz
 
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based ApproachPerformance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
Carlos Raniery
 
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
Carlos Raniery
 
De Web Services RESTful a Aplicações Mashup
De Web Services RESTful a Aplicações MashupDe Web Services RESTful a Aplicações Mashup
De Web Services RESTful a Aplicações Mashup
Wagner Roberto dos Santos
 
Apresentacao Aula03 So
Apresentacao Aula03 SoApresentacao Aula03 So
Apresentacao Aula03 So
Humberto Bruno Pontes Silva
 
Infra-estrutura sob controle
Infra-estrutura sob controleInfra-estrutura sob controle
Infra-estrutura sob controle
Robson Silva Espig
 
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
Beto do Valle
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Helder Lopes
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplinaGerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
Helder Lopes
 
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – MiddlewareSistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
Adriano Teixeira de Souza
 
Sistemas operacionais 4
Sistemas operacionais   4Sistemas operacionais   4
Sistemas operacionais 4
Fernando Vieira
 
Sistemas Distribuídos - Aula 02
Sistemas Distribuídos - Aula 02Sistemas Distribuídos - Aula 02
Sistemas Distribuídos - Aula 02
Arthur Emanuel
 
Aula 6 - Gerenciamento de Escopo
Aula 6 - Gerenciamento de EscopoAula 6 - Gerenciamento de Escopo
Aula 6 - Gerenciamento de Escopo
Matheus de Lara Calache
 
SO para computadores pessoais
SO para computadores pessoaisSO para computadores pessoais
SO para computadores pessoais
zamboni17
 
Gestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento pptGestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento ppt
Daniela Garcia
 

Destaque (20)

Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redesAula TI 1 - Infra-estrutura e redes
Aula TI 1 - Infra-estrutura e redes
 
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público  Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
Gestão Do Conhecimento e Inovação No Setor Público
 
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISCGestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
Gestão do Conhecimento Organizacional - Chocolate Quente.com - UNISC
 
Mashups - SOA
Mashups - SOAMashups - SOA
Mashups - SOA
 
Trabalho de Sistemas Distribuídos
Trabalho de Sistemas DistribuídosTrabalho de Sistemas Distribuídos
Trabalho de Sistemas Distribuídos
 
Sistemas distribuidos intro
Sistemas distribuidos  introSistemas distribuidos  intro
Sistemas distribuidos intro
 
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based ApproachPerformance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
Performance Management of IT Service Processes Using a Mashup-based Approach
 
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
Mashups e Modelagem Quantitativa Usando Padrões de Mashup com foco no Gerenci...
 
De Web Services RESTful a Aplicações Mashup
De Web Services RESTful a Aplicações MashupDe Web Services RESTful a Aplicações Mashup
De Web Services RESTful a Aplicações Mashup
 
Apresentacao Aula03 So
Apresentacao Aula03 SoApresentacao Aula03 So
Apresentacao Aula03 So
 
Infra-estrutura sob controle
Infra-estrutura sob controleInfra-estrutura sob controle
Infra-estrutura sob controle
 
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
Gestão do Conhecimento da Estratégia aos Resultados - Oficina SBGC - Beto do ...
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 3 - Ferramentas de Gerenciamento - Co...
 
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplinaGerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
Gerenciamento de Infra-Estrutura - Aula 1 - Introdução à disciplina
 
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – MiddlewareSistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
Sistemas Distribuídos - Comunicação Distribuída – Middleware
 
Sistemas operacionais 4
Sistemas operacionais   4Sistemas operacionais   4
Sistemas operacionais 4
 
Sistemas Distribuídos - Aula 02
Sistemas Distribuídos - Aula 02Sistemas Distribuídos - Aula 02
Sistemas Distribuídos - Aula 02
 
Aula 6 - Gerenciamento de Escopo
Aula 6 - Gerenciamento de EscopoAula 6 - Gerenciamento de Escopo
Aula 6 - Gerenciamento de Escopo
 
SO para computadores pessoais
SO para computadores pessoaisSO para computadores pessoais
SO para computadores pessoais
 
Gestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento pptGestao do conhecimento ppt
Gestao do conhecimento ppt
 

Semelhante a Sistemas de Informações Gerenciais - Aula4

Softwares - Computação
Softwares - ComputaçãoSoftwares - Computação
Softwares - Computação
Matheus de Paula Medeiros
 
I Material de Apoio Sistemas Operacionais
I Material de Apoio Sistemas OperacionaisI Material de Apoio Sistemas Operacionais
I Material de Apoio Sistemas Operacionais
rodfernandes
 
PHP nas Nuvens
PHP nas NuvensPHP nas Nuvens
PHP nas Nuvens
Marcos Bezerra
 
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
Evaldo Wolkers
 
Apresentação Outdoor171
Apresentação Outdoor171Apresentação Outdoor171
Apresentação Outdoor171
nilojr90
 
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termos
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termosSoftware descrições slide, aqui você encontra definições e termos
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termos
Carlos Fernandes
 
Informatica na administração - Softwareee
Informatica na administração - SoftwareeeInformatica na administração - Softwareee
Informatica na administração - Softwareee
VictorMateusDaSilvaV
 
Infoschema - Company Overview
Infoschema - Company OverviewInfoschema - Company Overview
Infoschema - Company Overview
Renilton Oliveira
 
Tecnologia Juridica
Tecnologia JuridicaTecnologia Juridica
Tecnologia Juridica
Claudio Wilberg
 
Aspectos Atuais em Sistemas de Informação
Aspectos Atuais em Sistemas de InformaçãoAspectos Atuais em Sistemas de Informação
Aspectos Atuais em Sistemas de Informação
Elvis Fusco
 
New Microsoft Word Document.docx
New Microsoft Word Document.docxNew Microsoft Word Document.docx
New Microsoft Word Document.docx
NiltonLourenoCanda
 
Softwares e Aplicativos Windows
Softwares e Aplicativos WindowsSoftwares e Aplicativos Windows
Softwares e Aplicativos Windows
Robson Santos
 
Softwares E Aplicativos Robs
Softwares E Aplicativos RobsSoftwares E Aplicativos Robs
Softwares E Aplicativos Robs
Robson Santos
 
Aula 03 o computador e o software
Aula 03   o computador e o softwareAula 03   o computador e o software
Aula 03 o computador e o software
Denise A.
 
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SITeoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Alessandro Almeida
 
Pense Aberto, Pense Linux
Pense Aberto, Pense LinuxPense Aberto, Pense Linux
Pense Aberto, Pense Linux
aviram
 
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Mauro Tapajós
 
Modelos de negocio em Open Source
Modelos de negocio em Open SourceModelos de negocio em Open Source
Modelos de negocio em Open Source
Cezar Taurion
 
Aula o computador e o software
Aula    o computador e o softwareAula    o computador e o software
Aula o computador e o software
Denise A.
 
Palestra plataformas software
Palestra plataformas softwarePalestra plataformas software
Palestra plataformas software
Rodrigo Reis
 

Semelhante a Sistemas de Informações Gerenciais - Aula4 (20)

Softwares - Computação
Softwares - ComputaçãoSoftwares - Computação
Softwares - Computação
 
I Material de Apoio Sistemas Operacionais
I Material de Apoio Sistemas OperacionaisI Material de Apoio Sistemas Operacionais
I Material de Apoio Sistemas Operacionais
 
PHP nas Nuvens
PHP nas NuvensPHP nas Nuvens
PHP nas Nuvens
 
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
Sistemas de Informação - Faveni - Prof. Evaldo Wolkers - Aula 2
 
Apresentação Outdoor171
Apresentação Outdoor171Apresentação Outdoor171
Apresentação Outdoor171
 
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termos
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termosSoftware descrições slide, aqui você encontra definições e termos
Software descrições slide, aqui você encontra definições e termos
 
Informatica na administração - Softwareee
Informatica na administração - SoftwareeeInformatica na administração - Softwareee
Informatica na administração - Softwareee
 
Infoschema - Company Overview
Infoschema - Company OverviewInfoschema - Company Overview
Infoschema - Company Overview
 
Tecnologia Juridica
Tecnologia JuridicaTecnologia Juridica
Tecnologia Juridica
 
Aspectos Atuais em Sistemas de Informação
Aspectos Atuais em Sistemas de InformaçãoAspectos Atuais em Sistemas de Informação
Aspectos Atuais em Sistemas de Informação
 
New Microsoft Word Document.docx
New Microsoft Word Document.docxNew Microsoft Word Document.docx
New Microsoft Word Document.docx
 
Softwares e Aplicativos Windows
Softwares e Aplicativos WindowsSoftwares e Aplicativos Windows
Softwares e Aplicativos Windows
 
Softwares E Aplicativos Robs
Softwares E Aplicativos RobsSoftwares E Aplicativos Robs
Softwares E Aplicativos Robs
 
Aula 03 o computador e o software
Aula 03   o computador e o softwareAula 03   o computador e o software
Aula 03 o computador e o software
 
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SITeoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
Teoria de Sistemas de Informação - Atividade: Tecnologia e SI
 
Pense Aberto, Pense Linux
Pense Aberto, Pense LinuxPense Aberto, Pense Linux
Pense Aberto, Pense Linux
 
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
Posso rodar minhas aplicações corporativas sobre linux?
 
Modelos de negocio em Open Source
Modelos de negocio em Open SourceModelos de negocio em Open Source
Modelos de negocio em Open Source
 
Aula o computador e o software
Aula    o computador e o softwareAula    o computador e o software
Aula o computador e o software
 
Palestra plataformas software
Palestra plataformas softwarePalestra plataformas software
Palestra plataformas software
 

Mais de Leandro Rezende

Cidadão Participativo
Cidadão ParticipativoCidadão Participativo
Cidadão Participativo
Leandro Rezende
 
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem FioDesenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
Leandro Rezende
 
Caso de Uso
Caso de UsoCaso de Uso
Caso de Uso
Leandro Rezende
 
Aula1 - Gerência de Projetos
Aula1 - Gerência de ProjetosAula1 - Gerência de Projetos
Aula1 - Gerência de Projetos
Leandro Rezende
 
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Leandro Rezende
 
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Leandro Rezende
 
Certificação Digital - Aula2 Exercícios
Certificação Digital - Aula2 ExercíciosCertificação Digital - Aula2 Exercícios
Certificação Digital - Aula2 Exercícios
Leandro Rezende
 
Certificação Digital - Aula2
Certificação Digital - Aula2Certificação Digital - Aula2
Certificação Digital - Aula2
Leandro Rezende
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
Leandro Rezende
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
Leandro Rezende
 
Certificação Digital - Aula1 Exercícios
Certificação Digital - Aula1 ExercíciosCertificação Digital - Aula1 Exercícios
Certificação Digital - Aula1 Exercícios
Leandro Rezende
 
Certificação Digital - Aula1
Certificação Digital - Aula1Certificação Digital - Aula1
Certificação Digital - Aula1
Leandro Rezende
 
Algoritmos C/C++ - Aula 02
Algoritmos C/C++ - Aula 02Algoritmos C/C++ - Aula 02
Algoritmos C/C++ - Aula 02
Leandro Rezende
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
Leandro Rezende
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
Leandro Rezende
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
Leandro Rezende
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
Leandro Rezende
 
Algoritmos C/C++ - Aula 01
Algoritmos C/C++ - Aula 01Algoritmos C/C++ - Aula 01
Algoritmos C/C++ - Aula 01
Leandro Rezende
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
Leandro Rezende
 

Mais de Leandro Rezende (19)

Cidadão Participativo
Cidadão ParticipativoCidadão Participativo
Cidadão Participativo
 
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem FioDesenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
Desenvolvimento de Sistemas para Dispositivos Móveis e Sem Fio
 
Caso de Uso
Caso de UsoCaso de Uso
Caso de Uso
 
Aula1 - Gerência de Projetos
Aula1 - Gerência de ProjetosAula1 - Gerência de Projetos
Aula1 - Gerência de Projetos
 
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula2 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
 
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a ObjetosAula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
Aula1 - Modelagem de Sistemas Orientada a Objetos
 
Certificação Digital - Aula2 Exercícios
Certificação Digital - Aula2 ExercíciosCertificação Digital - Aula2 Exercícios
Certificação Digital - Aula2 Exercícios
 
Certificação Digital - Aula2
Certificação Digital - Aula2Certificação Digital - Aula2
Certificação Digital - Aula2
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula5
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula3
 
Certificação Digital - Aula1 Exercícios
Certificação Digital - Aula1 ExercíciosCertificação Digital - Aula1 Exercícios
Certificação Digital - Aula1 Exercícios
 
Certificação Digital - Aula1
Certificação Digital - Aula1Certificação Digital - Aula1
Certificação Digital - Aula1
 
Algoritmos C/C++ - Aula 02
Algoritmos C/C++ - Aula 02Algoritmos C/C++ - Aula 02
Algoritmos C/C++ - Aula 02
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
Desenvolvimento para a Internet - Aula 04
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
Desenvolvimento para a Internet - Aula 03
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
Desenvolvimento para a Internet - Aula 02
 
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
Desenvolvimento para a Internet - Aula 01
 
Algoritmos C/C++ - Aula 01
Algoritmos C/C++ - Aula 01Algoritmos C/C++ - Aula 01
Algoritmos C/C++ - Aula 01
 
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
Sistemas de Informações Gerenciais - Aula 01
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
Daniel273024
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
(45-ESTUDO - LUCAS) A EPIRITUALIDADE DE JESUS
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
STALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolaresSTALINISMO apresentação slides para escolares
STALINISMO apresentação slides para escolares
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 

Sistemas de Informações Gerenciais - Aula4

  • 1. Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software
  • 2. OBJETIVOS DE ESTUDO Identificar e descrever os componentes da infra-estrutura de TI Identificar e descrever os principais tipos de tecnologia de hardware e de armazenamento, e entrada e saída de dados Identificar e descrever os principais tipos de software usados pelas empresas
  • 3. Enumerar as tendências atuais de hardware e software Avaliar as principais questões envolvidas na administração dos recursos de hardware e software OBJETIVOS DE ESTUDO (continuação)
  • 4. Problema: Obter uma margem em relação à acirrada concorrência, trabalhando com processos intensivos em tecnologia. Soluções: Distribuir o software EMO feito sob medida para produzir animações mais realísticas e aumentar a qualidade dos filmes. Processadores HP e rede de alta velocidade permitem uma agenda de produção rápida, aumentando a produtividade. Demonstra o papel da TI em fortalecer o produto e a produtividade de uma empresa além do que o talento humano pode alcançar. Ilustra o papel da tecnologia digital em obter vantagem em um mercado altamente competitivo. A DreamWorks Animation Volta-se à Tecnologia de Apoio à Produção
  • 5. Qual é sua opinião sobre a decisão da DreamWorks Animation de investir pesadamente em tecnologia da informação em vez de em talentos humanos mais destacados? Quais outros setores poderiam beneficiar-se de uma abordagem semelhante? Que tipos de empresas você considera que se sairiam melhor adotando uma abordagem oposta? Sessão Interativa: DreamWorks Animation A DreamWorks Animation Volta-se à Tecnologia de Apoio à Produção
  • 6. Infra-Estrutura de TI: Hardware Hardware Software Tecnologia de gerenciamento de dados Tecnologia de rede e telecomunicações Serviços de tecnologia Componentes da Infra-Estrutura
  • 7. Há computadores de diferentes tamanhos, com várias capacidades de processamento da informação FLOPS Computador Pessoal (PC) Estação de trabalho Computadores de médio porte: servidores e minicomputadores Mainframe Supercomputador Tipos de computador Infra-Estrutura de TI: Hardware
  • 8. Tipos de Computador Computação em grade Computação cliente/servidor Arquiteturas cliente/servidor multicamadas (N-camadas) Servidor Web Servidor de aplicativo Infra-Estrutura de TI: Hardware
  • 9. Computação Cliente/Servidor Figura 4.2 Nesta computação, o processamento computacional é dividido entre máquinas clientes e máquinas servidoras conectadas por uma rede. O usuário interage com a interface das máquinas clientes. Infra-Estrutura de TI: Hardware
  • 10. Tecnologia de Armazenamento, Entrada e Saída Tecnologia de armazenamento secundário Discos magnéticos: discos rígidos, discos removíveis USB, RAID Discos ópticos: CD-ROM, CD-RW, DVD Fita magnética Rede de armazenamento de dados: SANs Dispositivos de entrada reúnem e convertem dados em formato eletrônico Dispositivos de saída exibem os dados depois que eles foram processados Processamento de dados em lote e on-line Infra-Estrutura de TI: Hardware
  • 11. Tendências Contemporâneas de Hardware Integração das plataformas de computação e telecomunicações Edge computing Computação autônoma Infra-Estrutura de TI: Hardware
  • 12. O software que administra e controla as atividades do computador Sistemas operacionais de PCs e interfaces gráficas de usuários GUIs Windows XP, Windows Vista e Windows Server 2003 UNIX Linux Software de código-fonte aberto Software de Sistema Operacional Infra-Estrutura de TI: Software
  • 13. Os Principais Tipos de Software Figura 4.6 A relação entre software de sistema, software aplicativo e usuários pode ser ilustrada por uma série de caixas alojadas uma dentro da outra. O software de sistema — composto de sistemas operacionais, tradutores de linguagem e programas utilitários — controla o acesso ao hardware. Para operar, os softwares aplicativos, como as linguagens de programação e as linguagens de ‘quarta geração’, devem trabalhar por meio do software de sistema. O usuário interage primariamente com o software aplicativo. Infra-Estrutura de TI: Software
  • 14. Leia a seção Tecnologia em Destaque e então discuta as seguintes questões: Quais problemas o Linux e outros softwares de código aberto ajudam as empresas a endereçar? Como o software de código aberto ajuda? Quais questões e desafios estão levando ao crescimento do software de código aberto? O que pode ser feito para responder a essas questões? O que você acredita ser uma estratégia significativa para distribuir o Linux e outros componentes de código aberto neste estágio de sua evolução. O Mundo Corporativo Migra para o Código-Fonte Aberto Infra-Estrutura de TI: Software
  • 15. Sessão Interativa: Código-Fonte Aberto Procure na Internet as notícias mais recentes sobre código-fonte aberto no mundo corporativo e busque especificamente os seguintes tópicos: Porcentagem de empresas que usam código-fonte aberto Quantia economizada pelas empresas como resultado da utilização do código aberto Problemas resultantes da adoção do código aberto Relacionamento entre a Microsoft e o Linux Infra-Estrutura de TI: Software
  • 16. Software aplicativo e ferramentas de produtividade para PCs Linguagem de programação de aplicativos para empresas Linguagens de quarta geração Pacotes de software e ferramentas de produtividade para PCs Software de processamento de texto Planilhas eletrônicas Softwares gerenciadores de bancos de dados Recursos gráficos de apresentação Pacotes integrados de software e suítes de software Software de e -mail Navegadores Web Groupware Infra-Estrutura de TI: Software
  • 17. Java Linguagem de programação orientada a objeto e que não está vinculada a um processador ou sistema operacional específico Principal ambiente de programação interativo para a Web Hypertext markup language (HTML) Linguagem de descrição de página que especifica como texto, recursos gráficos, vídeo e som serão organizados em uma página Web Softwares para Web: Java e HTML Infra-Estrutura de TI: Software
  • 18. Sistemas legados: substituir ou integrar? Middleware Software aplicativo de integração empresarial Serviços Web e arquitetura orientada a serviços XML SOAP WSDL UDDI SOA Software para Integração Empresarial Infra-Estrutura de TI: Software
  • 19. Software para Integração Empresarial versus Integração Tradicional Figura 4.9 Infra-Estrutura de TI: Software O software para a integração empresarial (a) usa um middleware especial que cria uma plataforma comum por meio da qual todos os aplicativos podem se comunicar livremente entre si. Esse tipo de software exige muito menos programação que a integração ponto a ponto tradicional (b) .
  • 20. Vantagens e Desafios de uma Arquitetura Orientada a Serviços Leia a seção Organizações em Destaque e então discuta as seguintes questões: Quais problemas os serviços Web e as arquiteturas orientadas a serviços ajudaram as empresas a resolver? Como as empresas descritas neste estudo de caso se beneficiaram da SOA? Como as vantagens de uma SOA podem beneficiar também os clientes e consumidores das empresas que a empregam? Quais desafios e problemas foram levantados por aqueles que fizeram experimentos com as SOAs? A SOA é a melhor solução em todos os casos? Infra-Estrutura de TI: Software
  • 21. Mashups: aplicativos combinados que se apóiam em redes de dados de alta velocidade, padrões de comunicação universal e código-fonte aberto Os mashups da Web combinam os recursos de dois ou mais aplicativos on-line para criar uma espécie de híbrido, que oferece mais valor ao cliente do que as fontes originais sozinhas Google: um exemplo extremo de computação distribuída Tendências de Software: Mashups, Web 2.0 e Aplicativos de Software Distribuído Infra-Estrutura de TI: Software
  • 22. Administração dos Recursos de Hardware e Software Planejamento de capacidade e escalabilidade Custo total de propriedade de recursos tecnológicos Utilização de provedores de serviços tecnológicos Outsourcing (terceirização) Computação sob demanda ( on-demand ) Provedores de serviços aplicativos (ASPs) Questões importantes enfrentadas pelos gerentes de hardware e software: