SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto DEM – 2011 Mediunidade para o Futuro Construção da Sintonia Ana Cláudia Leal
A Sintonia e o Pensamento. LEGO
SINTONIA É o entendimento, harmonia, compreensão, ressonância ou equivalência.  Sintonia é, portanto, um fenômeno de harmonia psíquica, funcionando naturalmente, a base de vibrações. Pode ser: Percepção grosseira, apropriada para contatos apenas com entidades menos evoluídas; Percepção refinada, que permite relacionar-se com seres mais sublimados. Duas pessoas sintonizadas estarão, evidentemente, com as mentes perfeitamente entrosadas, havendo, entre elas, uma ponte magnética a vinculá-las, imantando-as profundamente. Sintonia é a identidade ou harmonia vibratória, isto é, o grau de semelhança das emissões ou radiações mentais de dois ou mais espíritos, encarnados ou desencarnados, ou seja, afinidade moral.
Pensamento É um fluxo energético do campo espiritual. A vibração é um movimento de vaivém, chama-se movimento vibratório.  Sabemos que o pensamento é um fluxo fluídico, é matéria sutil do corpo espiritual, logo é concreto e, às vezes muito visível, podendo perdurar longamente em dadas circunstâncias. Portanto o padrão vibratório é uma maneira de definir o padrão moral do espírito. Atraímos as mentes que possuem o mesmo padrão vibratório nosso, que estão no mesmo nível moral.
ONDAS CEREBRAIS As ondas cerebrais são o meio de comunicação entre nosso cérebro, mente e corpo em forma de vibração elétrica, de frequência vibracional. Estes impulsos elétricos, gerados pelas células nervosas do cérebro, flutuam rítmica e ininterruptamente.  As ondas podem ser medidas com aparelhos eletrônicos como o eletroencefalógrafo ; e suas frequências, em ciclos por segundo ou HZ(Hertz) e também outros aparelhos Com base na atividade elétrica dos neurônios e, também relacionadas com mudanças de estados de consciência: concentração, relaxamento, meditação, emoções e/ou pensamentos, há uma alteração nessas frequências cerebrais. Cada um de nós possui a sua própria característica de atividade das ondas cerebrais,que têm um padrão e um ritmo.
SINTONIA Todas as ondas de rádio, dentro do alcance das emissoras, estão propagando-se pela camada atmosférica da Terra. Para não se misturarem, cada uma delas possui uma característica que as individualiza. 2 Todavia, apesar dessa individualidade de cada onda, a antena receptora de Rádio não distingue essas diferenças e, igualmente capta todas as ondas que chegam até ela. 1 5 3 Na figura do rádio vemos que as ondas 1 – 2 – 3 – 4 – 5, igualmente, tocam a antena. 4 Para que o aparelho receptor possa reproduzir com clareza o programa da emissora que se deseja ouvir, existe nele um dispositivo que seleciona dentre todas as ondas captadas, aquela a ser transformada em som.
SINTONIA Esse dispositivo de seleção que tecnicamente se chama circuito de ressonância, tem, como indicador, o “ponteirinho” (Dial). À medida que o ouvinte faz mover o “dial”, aciona, também, o mecanismo do circuito ressonante que, altera sua capacidade de sintonizar as várias ondas. Digamos assim, altera a “abertura”, (lembrem-se dos chacras), que permitirá a passagem de uma onda mais larga ou de uma onda mais curta. Digamos que o ouvinte queira sintonizar a emissora na freqüência 780 kHz (2). 2 Façamos um exemplo para melhor compreensão. 1 Em seu rádio ele posicionará o ponteiro na marca de 780 kHz (2). Mas se quiser ouvir outra emissora de freqüência, 997 kHz (4), por exemplo, deverá levar o ponteiro até a marca de 997 kHz (4).  5 3 4 4 Dial 2 Fazendo essas variações o ouvinte passa por todas as ondas que estiverem tocando na antena de seu rádio. Entretanto, só ouvirá uma por vez.
SINTONIA Esse dispositivo selecionador é, na realidade, um freio de ondas. Sua função, além de selecionar as ondas é, também, de convertê-las de radiofônicas em ondas audíveis ao ouvido humano.  Assim, pois, todas as ondas locais tocarão a antena, mas o aparelho só converterá em som audível a onda que seu circuito ressonante selecionar. No exemplo de nossa figura, a onda escolhida foi a “2”.  As demais continuam tocando a antena mas não são, dada a escolha feita, reproduzidas no alto-falante. Esse é o processo chamado de sintonia radiofônica, ou, escolha radiofônica. 1 2 5 3 4 “Imaginemos um rádio mal sintonizado; Com volume todo aberto, continuamente. É fácil prever que, em pouco tempo, ninguém por perto agüentará o ruído. O portador de mediunidade desequilibrada comporta-se da mesma forma. Com o tempo, a vibração desarmônica abala seu equilíbrio nervoso, tornando-o psicótico.” Espírito/Matéria - J. Lacerda 2
SINTONIA A mediunidade tem tudo em semelhança com o funcionamento do  rádio. Por isso, nos servindo do exemplo comentado acima, podemos dizer que o médium é um aparelho receptor de ondas. Não de ondas radiofônicas, mas de ondas mentais,  cujo princípio emissor e receptor têm absoluta similaridade com os do rádio. Aliás, a recepção de ondas de qualquer espécie só se torna possível quando o emitente e o receptor igualam suas vibrações.  Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Médium Desencarnado Desencarnado
SINTONIA Todas elas emitindo suas Nesta figura abaixo vemos um médium cercado por duas entidades. ondas mentais. A antena psíquica do médium, como a do rádio, vai captar todas as duas emissões. Quanto a reproduzi-las dependerá de sua capacidade ressonante, ou, capacidade de igualar suas vibrações às do emitente. Dentro desse princípio que é regido por lei quântica, pois só os iguais se entendem, o médium só conseguirá reproduzir as ondas mentais das entidades que lhe são afins. Incontáveis ondas mentais existem em torno de todos os médiuns, como de resto, em torno de todas as pessoas, mas alguns, pelo despreparo, só conseguem reproduzir uma ou no máximo duas dessas ondas. Essa é a razão porque alguns médiuns não saem da repetitividade. Faltam-lhes treino e versatilidade. Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Médium Desencarnado Desencarnado
Uma vez estabelecida a sintonia....
Como pudemos perceber, os pensamentos elevados correspondem às altas frequências enquanto os pensamentos inferiores correspondem às baixas. É importante frisar que o pensamento será elevado ou inferior, nunca neutro. Nossa mente, assim, funciona como um radiotransmissor, enviando e recebendo na mesma frequência os pensamentos.  Quando nossas ondas mentais entram em contato com outras ondas de mesma frequência ocorre a sintonia e, por conseguinte, a influência.
SINTONIA As antenas psíquicas do médium são os seus chacras, principalmente o Coronário e o Frontal, cujos vértices terminam nas glândulas epífise e pituitária, respectivamente. Este conjunto estamos mostrando na figura abaixo. A glândula pineal é a transdutora (1) as ondas mentais recebidas.  Comparada ao rádio, ela vem a ser o circuito ressonante que permite selecionar  as ondas mentais e convertê-las para o nível das sensações físicas. . Diante  dessa complexidade que  nela se encerra podemos dizer que ela é o elo ainda incompreendido entre encarnados e desencarnados. Chacra Coronário A figura representa o circuito   ressonante do SER encarnado.  Ai está o conjunto seletor e tradutor de ondas mentais.  Por  conseguinte, a trilha por onde escoa a radiação fenomênica chamada de mediunidade. Glândula Pineal ou Epífise Chacra Frontal Glândula Pituitária ou Hipófise (1) Transdutora = transmite traduzindo
SINTONIA Sabendo que para que ocorra perfeita sincronia de trabalho entre dois distintos dispositivos seja necessário, e indispensável, que ambos estejam funcionando a contento, deduzimos que manter o controle emocional, é que resultará nesta sintonia mental. Logo, conclui-se, ainda mais, que tudo depende da vontade pessoal daquele que a isso vier a se dedicar. Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Desencarnado Desencarnado Médium
 Na Construçãoda sintonia...
É Importante...
Pois, isso  trará para sua vida...
Capítulo 5. Operações Seletivas. “(...) Cada mente vive na companhia que elege.  Semelhante princípio prevalece para quem respira no corpo denso ou fora dele.” (...)
“Vós podeis fazer o que eu faço e muito mais .” João, 14:12.
Muito obrigada! Muita paz a todos!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Concentração Aura e Irradiação
Concentração Aura e IrradiaçãoConcentração Aura e Irradiação
Concentração Aura e Irradiação
Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Mediunidade efeitos físicos e intelectuais
Mediunidade efeitos físicos e intelectuaisMediunidade efeitos físicos e intelectuais
Mediunidade efeitos físicos e intelectuais
 
Evangeliza - Passe
Evangeliza - PasseEvangeliza - Passe
Evangeliza - Passe
 
2.1.4 perispirito
2.1.4   perispirito2.1.4   perispirito
2.1.4 perispirito
 
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
15   o passe-conceito, tipos e mecanismos15   o passe-conceito, tipos e mecanismos
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
 
Centros de Força
Centros de ForçaCentros de Força
Centros de Força
 
Transe mediúnico
Transe mediúnicoTranse mediúnico
Transe mediúnico
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!
 
Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel Laboratorio do mundo invisivel
Laboratorio do mundo invisivel
 
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade  - SintoniaMecanismo das comunicações - Afinidade  - Sintonia
Mecanismo das comunicações - Afinidade - Sintonia
 
Concentração Aura e Irradiação
Concentração Aura e IrradiaçãoConcentração Aura e Irradiação
Concentração Aura e Irradiação
 
A comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_wA comunicacao mediunica-eduardo_w
A comunicacao mediunica-eduardo_w
 
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1Mediunidade   aula 08 - efeitos inteligentes 1
Mediunidade aula 08 - efeitos inteligentes 1
 
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade   aula 15 - reunioes mediunicasMediunidade   aula 15 - reunioes mediunicas
Mediunidade aula 15 - reunioes mediunicas
 
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
Seminário Memórias de Um Suicida - Última Apresentação - Projeto Espiritual -...
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
04 A categoria de médiuns de efeitos físicos
04   A categoria de médiuns de efeitos físicos04   A categoria de médiuns de efeitos físicos
04 A categoria de médiuns de efeitos físicos
 
Nos domínios da mediunidade aula15
Nos domínios da mediunidade aula15Nos domínios da mediunidade aula15
Nos domínios da mediunidade aula15
 
Centros de força.pptx
Centros de força.pptxCentros de força.pptx
Centros de força.pptx
 
O médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnicoO médium e o exercício mediúnico
O médium e o exercício mediúnico
 
Animismo e Mediunidade
Animismo e MediunidadeAnimismo e Mediunidade
Animismo e Mediunidade
 

Semelhante a Sintonia e pensamento

Tecnica da mediunidade seminario (2)
Tecnica da mediunidade  seminario (2)Tecnica da mediunidade  seminario (2)
Tecnica da mediunidade seminario (2)
Marcelo Rosa Paulo
 
Aula 5 AudiçãO E Tato 1seg
Aula 5 AudiçãO E Tato  1segAula 5 AudiçãO E Tato  1seg
Aula 5 AudiçãO E Tato 1seg
guestca70cc
 
Aula detectores do ambiente
Aula detectores do ambiente Aula detectores do ambiente
Aula detectores do ambiente
Nathalia Fuga
 
Espiritismo e mediunidade - 10 - conexões
Espiritismo e mediunidade -  10 - conexõesEspiritismo e mediunidade -  10 - conexões
Espiritismo e mediunidade - 10 - conexões
Leonardo Pereira
 

Semelhante a Sintonia e pensamento (20)

Tecnica da-mediunidade-2
Tecnica da-mediunidade-2Tecnica da-mediunidade-2
Tecnica da-mediunidade-2
 
Tecnica da mediunidade seminario (2)
Tecnica da mediunidade  seminario (2)Tecnica da mediunidade  seminario (2)
Tecnica da mediunidade seminario (2)
 
Biofisica da visão e audição.pptx
Biofisica da visão e audição.pptxBiofisica da visão e audição.pptx
Biofisica da visão e audição.pptx
 
O segredo subconsciente reprogramação mental
O segredo subconsciente   reprogramação mentalO segredo subconsciente   reprogramação mental
O segredo subconsciente reprogramação mental
 
1 o-segredo-subconsciente-reprogramação-mental-i
1 o-segredo-subconsciente-reprogramação-mental-i1 o-segredo-subconsciente-reprogramação-mental-i
1 o-segredo-subconsciente-reprogramação-mental-i
 
Os segredos do subconsciente - A reprogramacão mental
Os segredos do subconsciente - A reprogramacão mentalOs segredos do subconsciente - A reprogramacão mental
Os segredos do subconsciente - A reprogramacão mental
 
O Segredo Subconsciente Reprogramação Mental
O Segredo Subconsciente  Reprogramação Mental O Segredo Subconsciente  Reprogramação Mental
O Segredo Subconsciente Reprogramação Mental
 
Órgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidosÓrgãos dos sentidos
Órgãos dos sentidos
 
Aula 5 AudiçãO E Tato 1seg
Aula 5 AudiçãO E Tato  1segAula 5 AudiçãO E Tato  1seg
Aula 5 AudiçãO E Tato 1seg
 
Aula detectores do ambiente
Aula detectores do ambiente Aula detectores do ambiente
Aula detectores do ambiente
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
ProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.pptProcessosPsicBasicos.ppt
ProcessosPsicBasicos.ppt
 
Cérebro - psicologia 12ºano AR
Cérebro - psicologia 12ºano ARCérebro - psicologia 12ºano AR
Cérebro - psicologia 12ºano AR
 
Fluidos energias ondas
Fluidos energias ondasFluidos energias ondas
Fluidos energias ondas
 
Espiritismo e mediunidade - 10 - conexões
Espiritismo e mediunidade -  10 - conexõesEspiritismo e mediunidade -  10 - conexões
Espiritismo e mediunidade - 10 - conexões
 
Curso de som
Curso de somCurso de som
Curso de som
 
fisiologia nervosa
fisiologia nervosafisiologia nervosa
fisiologia nervosa
 
Apostila de sonoplastia-2016_miqueas_almeida
Apostila de sonoplastia-2016_miqueas_almeidaApostila de sonoplastia-2016_miqueas_almeida
Apostila de sonoplastia-2016_miqueas_almeida
 
Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 1 - Neurociê...
Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 1 - Neurociê...Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 1 - Neurociê...
Neurociência do consumo: Entendendo o que é Neuromarketing. Aula 1 - Neurociê...
 
Aula PPB - SENSACAO
Aula PPB - SENSACAOAula PPB - SENSACAO
Aula PPB - SENSACAO
 

Mais de Ana Cláudia Leal Felgueiras

Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao SobrenaturalLivro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 

Mais de Ana Cláudia Leal Felgueiras (20)

O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
O Livro dos Espíritos perg. 128 a 131 Anjos e Demônios.
 
Espiritismo no mundo
Espiritismo no mundoEspiritismo no mundo
Espiritismo no mundo
 
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para MocidadeMediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
 
Gratidão
GratidãoGratidão
Gratidão
 
Parábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos LugaresParábola do Últimos Lugares
Parábola do Últimos Lugares
 
Parábola das Bodas
Parábola das BodasParábola das Bodas
Parábola das Bodas
 
Ovelha Perdida
Ovelha PerdidaOvelha Perdida
Ovelha Perdida
 
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de JaneiroCongresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
Congresso das Mocidades Espíritas do estado do Rio de Janeiro
 
Sexo e obsessão
Sexo e obsessãoSexo e obsessão
Sexo e obsessão
 
Lei de reprodução
Lei de reproduçãoLei de reprodução
Lei de reprodução
 
Simpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenasSimpatias e antipatias terrenas
Simpatias e antipatias terrenas
 
Resposta sexo
Resposta sexoResposta sexo
Resposta sexo
 
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
 
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao SobrenaturalLivro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
Livro do médiuns - Do maravilhoso ao Sobrenatural
 
História do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no BrasilHistória do espiritismo no Brasil
História do espiritismo no Brasil
 
Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?Senhor que queres que eu faça?
Senhor que queres que eu faça?
 
Pluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitadosPluralidade dos mundos habitados
Pluralidade dos mundos habitados
 
Ananias e Saulo
Ananias e SauloAnanias e Saulo
Ananias e Saulo
 
Se quisesse
Se quisesseSe quisesse
Se quisesse
 
Tipos de mediunidade
Tipos de mediunidadeTipos de mediunidade
Tipos de mediunidade
 

Sintonia e pensamento

  • 1. Projeto DEM – 2011 Mediunidade para o Futuro Construção da Sintonia Ana Cláudia Leal
  • 2. A Sintonia e o Pensamento. LEGO
  • 3. SINTONIA É o entendimento, harmonia, compreensão, ressonância ou equivalência. Sintonia é, portanto, um fenômeno de harmonia psíquica, funcionando naturalmente, a base de vibrações. Pode ser: Percepção grosseira, apropriada para contatos apenas com entidades menos evoluídas; Percepção refinada, que permite relacionar-se com seres mais sublimados. Duas pessoas sintonizadas estarão, evidentemente, com as mentes perfeitamente entrosadas, havendo, entre elas, uma ponte magnética a vinculá-las, imantando-as profundamente. Sintonia é a identidade ou harmonia vibratória, isto é, o grau de semelhança das emissões ou radiações mentais de dois ou mais espíritos, encarnados ou desencarnados, ou seja, afinidade moral.
  • 4. Pensamento É um fluxo energético do campo espiritual. A vibração é um movimento de vaivém, chama-se movimento vibratório. Sabemos que o pensamento é um fluxo fluídico, é matéria sutil do corpo espiritual, logo é concreto e, às vezes muito visível, podendo perdurar longamente em dadas circunstâncias. Portanto o padrão vibratório é uma maneira de definir o padrão moral do espírito. Atraímos as mentes que possuem o mesmo padrão vibratório nosso, que estão no mesmo nível moral.
  • 5. ONDAS CEREBRAIS As ondas cerebrais são o meio de comunicação entre nosso cérebro, mente e corpo em forma de vibração elétrica, de frequência vibracional. Estes impulsos elétricos, gerados pelas células nervosas do cérebro, flutuam rítmica e ininterruptamente. As ondas podem ser medidas com aparelhos eletrônicos como o eletroencefalógrafo ; e suas frequências, em ciclos por segundo ou HZ(Hertz) e também outros aparelhos Com base na atividade elétrica dos neurônios e, também relacionadas com mudanças de estados de consciência: concentração, relaxamento, meditação, emoções e/ou pensamentos, há uma alteração nessas frequências cerebrais. Cada um de nós possui a sua própria característica de atividade das ondas cerebrais,que têm um padrão e um ritmo.
  • 6. SINTONIA Todas as ondas de rádio, dentro do alcance das emissoras, estão propagando-se pela camada atmosférica da Terra. Para não se misturarem, cada uma delas possui uma característica que as individualiza. 2 Todavia, apesar dessa individualidade de cada onda, a antena receptora de Rádio não distingue essas diferenças e, igualmente capta todas as ondas que chegam até ela. 1 5 3 Na figura do rádio vemos que as ondas 1 – 2 – 3 – 4 – 5, igualmente, tocam a antena. 4 Para que o aparelho receptor possa reproduzir com clareza o programa da emissora que se deseja ouvir, existe nele um dispositivo que seleciona dentre todas as ondas captadas, aquela a ser transformada em som.
  • 7. SINTONIA Esse dispositivo de seleção que tecnicamente se chama circuito de ressonância, tem, como indicador, o “ponteirinho” (Dial). À medida que o ouvinte faz mover o “dial”, aciona, também, o mecanismo do circuito ressonante que, altera sua capacidade de sintonizar as várias ondas. Digamos assim, altera a “abertura”, (lembrem-se dos chacras), que permitirá a passagem de uma onda mais larga ou de uma onda mais curta. Digamos que o ouvinte queira sintonizar a emissora na freqüência 780 kHz (2). 2 Façamos um exemplo para melhor compreensão. 1 Em seu rádio ele posicionará o ponteiro na marca de 780 kHz (2). Mas se quiser ouvir outra emissora de freqüência, 997 kHz (4), por exemplo, deverá levar o ponteiro até a marca de 997 kHz (4). 5 3 4 4 Dial 2 Fazendo essas variações o ouvinte passa por todas as ondas que estiverem tocando na antena de seu rádio. Entretanto, só ouvirá uma por vez.
  • 8. SINTONIA Esse dispositivo selecionador é, na realidade, um freio de ondas. Sua função, além de selecionar as ondas é, também, de convertê-las de radiofônicas em ondas audíveis ao ouvido humano. Assim, pois, todas as ondas locais tocarão a antena, mas o aparelho só converterá em som audível a onda que seu circuito ressonante selecionar. No exemplo de nossa figura, a onda escolhida foi a “2”. As demais continuam tocando a antena mas não são, dada a escolha feita, reproduzidas no alto-falante. Esse é o processo chamado de sintonia radiofônica, ou, escolha radiofônica. 1 2 5 3 4 “Imaginemos um rádio mal sintonizado; Com volume todo aberto, continuamente. É fácil prever que, em pouco tempo, ninguém por perto agüentará o ruído. O portador de mediunidade desequilibrada comporta-se da mesma forma. Com o tempo, a vibração desarmônica abala seu equilíbrio nervoso, tornando-o psicótico.” Espírito/Matéria - J. Lacerda 2
  • 9. SINTONIA A mediunidade tem tudo em semelhança com o funcionamento do rádio. Por isso, nos servindo do exemplo comentado acima, podemos dizer que o médium é um aparelho receptor de ondas. Não de ondas radiofônicas, mas de ondas mentais, cujo princípio emissor e receptor têm absoluta similaridade com os do rádio. Aliás, a recepção de ondas de qualquer espécie só se torna possível quando o emitente e o receptor igualam suas vibrações. Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Médium Desencarnado Desencarnado
  • 10. SINTONIA Todas elas emitindo suas Nesta figura abaixo vemos um médium cercado por duas entidades. ondas mentais. A antena psíquica do médium, como a do rádio, vai captar todas as duas emissões. Quanto a reproduzi-las dependerá de sua capacidade ressonante, ou, capacidade de igualar suas vibrações às do emitente. Dentro desse princípio que é regido por lei quântica, pois só os iguais se entendem, o médium só conseguirá reproduzir as ondas mentais das entidades que lhe são afins. Incontáveis ondas mentais existem em torno de todos os médiuns, como de resto, em torno de todas as pessoas, mas alguns, pelo despreparo, só conseguem reproduzir uma ou no máximo duas dessas ondas. Essa é a razão porque alguns médiuns não saem da repetitividade. Faltam-lhes treino e versatilidade. Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Médium Desencarnado Desencarnado
  • 11.
  • 12.
  • 13. Uma vez estabelecida a sintonia....
  • 14. Como pudemos perceber, os pensamentos elevados correspondem às altas frequências enquanto os pensamentos inferiores correspondem às baixas. É importante frisar que o pensamento será elevado ou inferior, nunca neutro. Nossa mente, assim, funciona como um radiotransmissor, enviando e recebendo na mesma frequência os pensamentos. Quando nossas ondas mentais entram em contato com outras ondas de mesma frequência ocorre a sintonia e, por conseguinte, a influência.
  • 15. SINTONIA As antenas psíquicas do médium são os seus chacras, principalmente o Coronário e o Frontal, cujos vértices terminam nas glândulas epífise e pituitária, respectivamente. Este conjunto estamos mostrando na figura abaixo. A glândula pineal é a transdutora (1) as ondas mentais recebidas. Comparada ao rádio, ela vem a ser o circuito ressonante que permite selecionar as ondas mentais e convertê-las para o nível das sensações físicas. . Diante dessa complexidade que nela se encerra podemos dizer que ela é o elo ainda incompreendido entre encarnados e desencarnados. Chacra Coronário A figura representa o circuito ressonante do SER encarnado. Ai está o conjunto seletor e tradutor de ondas mentais. Por conseguinte, a trilha por onde escoa a radiação fenomênica chamada de mediunidade. Glândula Pineal ou Epífise Chacra Frontal Glândula Pituitária ou Hipófise (1) Transdutora = transmite traduzindo
  • 16. SINTONIA Sabendo que para que ocorra perfeita sincronia de trabalho entre dois distintos dispositivos seja necessário, e indispensável, que ambos estejam funcionando a contento, deduzimos que manter o controle emocional, é que resultará nesta sintonia mental. Logo, conclui-se, ainda mais, que tudo depende da vontade pessoal daquele que a isso vier a se dedicar. Ondas Mentais Ondas Mentais LEGO Desencarnado Desencarnado Médium
  • 17. Na Construçãoda sintonia...
  • 19. Pois, isso trará para sua vida...
  • 20. Capítulo 5. Operações Seletivas. “(...) Cada mente vive na companhia que elege. Semelhante princípio prevalece para quem respira no corpo denso ou fora dele.” (...)
  • 21. “Vós podeis fazer o que eu faço e muito mais .” João, 14:12.
  • 22. Muito obrigada! Muita paz a todos!