SlideShare uma empresa Scribd logo
Simulador SIACC
Cecília Dias Flores UFCSPA dflores@ufcspa.edu.br
Marta R. Bez FEEVALE martabez@gmail.com
Paulo R. M. Barros FEEVALE pbarros1979@gmail.com
Regis Sebastiani FEEVALE regisls@gmail.com
Acesso à Oficina
• http://200.18.67.61/Oficina/
O que são simuladores no ensino de medicina?
“Um programa que contém um modelo de um sistema
(natural ou artificial) ou um processo” (Jong e Joolingen,
1998)
“A técnica que imita o ambiente assim como uma situação
ou processo (na área econômica, militar, mecânica, etc)
pelo meio de analogia com situações ou aparelhos,
especialmente com o propósito de estudo ou treinamento
recebe o nome de simulação”. (OED, 2012)
Vantagens no uso de simuladores no ensino médico
• Auxilia o aluno a compreender as relações complexas;
• Aplicação de conhecimentos científicos e técnicos de
forma integrada e simultânea;
• Busca de novos métodos e estratégias para a solução
de um mesmo caso do estudo;
• Fornece ambiente próximo da realidade;
• Reduz o risco em situações autênticas.
• Reduz a interferência indesejada de fatores externos é
reduzida;
• A retenção e precisão são aumentados;
• Transferência da sala de aula para uma situação real é
reforçada;
Casos Clínicos na Web
• SIACC – Sistema Interdisciplinar de Análise de
Casos Clínicos
• SimDeCS – Simulação de Tomadas de Decisão
em Cuidados de Saúde
SIACC
Ferramenta de autoria de casos clínicos em diversos
cursos da saúde como Medicina, Enfermagem, Farmácia e
Odontologia.
Público alvo:
•Professores universitários que tem interesse em
desenvolver casos clínicos interativos sobre assuntos
ligados a saúde, que possam ser utilizados como apoio
aos tradicionais métodos de aprendizagem já
consagrados.
•Alunos que queiram complementar seus estudos de
forma interativa, unindo a tecnologia às diversas áreas do
conhecimento de forma interessante e desafiadora
Aluno executando um caso
Aluno executando um caso
Resumo final do caso
Módulo de desenvolvimento de casos clínicos
Padrões do Sistema
Como montar um caso clínico
A criação dos casos clínicos do SIACC é basicamente dividida em
duas etapas:
• Cadastro das informações
• Montagem do caso.
Além das informações do caso clínico, existem também
informações adicionais que devem ser inseridas no sistema de
forma paralela ao caso. Isto ocorre porque o sistema conta com um
banco de especificação de exames médicos e também com um
banco de exercícios.
É possível configurar também níveis de dificuldade, áreas de
conhecimento e classes de pergunta.
Montagem do Caso Clínico
AnamneseAnamnese
Exame físicoExame físico
Hipóteses diagnósticasHipóteses diagnósticas
Opções de examesOpções de exames
Resultados de examesResultados de exames
Opções de diagnósticosOpções de diagnósticos
Escolha do tratamentoEscolha do tratamento
DesfechoDesfecho
Apresentação
do caso
Apresentação
do caso
Opções de
exames
Opções de
exames
Resultados de
exames
Resultados de
exames
Opções de
diagnósticos
Opções de
diagnósticos
Opções de
diagnósticos
Opções de
diagnósticos
ExercícioExercício
ExercícioExercício
Opções de
exames
Opções de
exames
Resultados de
exames
Resultados de
exames
Resultados de
exames
Resultados de
exames
DesfechoDesfecho
Escolha do
tratamento
Escolha do
tratamento
DesfechoDesfecho DesfechoDesfecho
Como montar um caso clínico
Configurações do caso clínico
Colaboradores
Objetivos
Anamnese
Conteúdos Extras
Exames Físicos
Hipóteses Diagnósticas
Exames Complementares
Detalhes dos exames
Exames Complementares
Detalhes dos exames
Exames Complementares
Detalhes dos exames
Exames Complementares
Detalhes dos exames
Diagnósticos
1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão
Diagnósticos, simbolizado pela imagem do monitor com a cruz verde
por cima.
2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar.
3. Digite as informações nos campos Descrição, Justificativa e
Informações complementares e selecione se o item está correto ou
não.
4. Clique no botão Salvar.
5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de
diagnósticos será atualizada.
Tratamento
1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão
Tratamento, simbolizado pela imagem do frasco de remédio
branco.
2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar.
3. Digite as informações nos campos Título, Descrição,
Justificativa e Informações complementares e selecione se o
item está correto ou não.
4. Clique no botão Salvar.
5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de
tratamentos será atualizada.
Desfechos
1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão
Desfecho, simbolizado pela imagem do prédio de hospital.
2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar.
3. Digite as informações nos campos Título e Descrição.
4. Clique no botão Salvar.
5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de
tratamentos será atualizada.
Exercícios
Exercícios Vincular um exercício cadastrado ao caso clínico
1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão
Exercícios representado pela imagem do livro aberto.
2. O sistema apresentará uma tela com os exercícios
cadastrados.
3. Marque a caixa de seleção correspondente aos exercícios e
aos grupos de exercícios que deseja vincular ao caso
clínico.
4. Clique em salvar.
5. Aguarde a mensagem de confirmação e após clique no
botão.
6. Voltar para retornar a tela de configurações do caso clínico.
Exercícios Criar agrupamentos de perguntas
1. Acesse o menu Casos de estudo > Exercícios > Agrupadores
2. Na tela que aparece é exibida a listam de agrupadores já
cadastrados no sistema com informações sobre os mesmos.
3. Clique no botão Novo no topo da tela.
4. Digite a descrição do agrupador de exercícios e uma explicação
para o mesmo. O campo Código é gerado automaticamente.
5. Clique em Salvar. Neste momento o sistema volta a exibir a
lista atualizada de agrupadores incluindo o que foi cadastrado.
6. Clique no ícone Subitens (veja Tabela 1).
7. Selecione os exercícios desejados clicando na caixa de seleção
a esquerda da descrição dos mesmos.
8. Clique em Salvar no topo da tela.
Conteúdos extras
Conteúdos extras
Montagem do Caso Clínico
Montagem do Caso Clínico
Clique sobre o item Caso de estudo na região da “Árvore do
caso clínico”. Ao fazer isto ele ficará destacado com a cor azul
ou marrom (azul é o item com o foco e marrom é o item ativo).
No “menu de conteúdos”, clique sobre o item que deseja adicionar
Ao clicar sobre o item desejado repare que o
sistema cria um ícone em forma de seta ao
lado do item selecionado da árvore do caso
clínico. Clique neste ícone para expandi-lo e
visualizar seu conteúdo
Adicionar mais itens na sequência do item “Exame físico”
Montagem do Caso Clínico
Para adicionar conteúdos ao item, de um clique duplo sobre o agrupador (no exemplo,
“Opções de exames”). Isso fará com que apareça a tela de seleção de conteúdos
apresentada na figura abaixo. Nela só são listados os conteúdos realmente associáveis
com o agrupador em questão. Repare que o item clicado na árvore permanece na cor azul
e a tela de seleção de conteúdos pode ser movida e redimencionada.
Selecione as caixas de seleção localizados a esquerda dos conteúdos e clique em OK. Isso
fará com que os conteúdos sejam adicionados ao agrupador correspondente. A tela de
seleção de conteúdo será fechada e uma nova seta ao lado do agrupador selecionado
será criada. Clique na seta para visualizar os novos conteúdos adicionados
Montagem do Caso Clínico
Criar hierarquias de conteúdos pois, a ordem de apresentação dos mesmos seguirá essa
hierarquia. No exemplo da próxima imagem, é possível visualizar que o agrupador
Imagem está dentro de Opções de exame. Ele será apresentado logo após os exames. Já o
áudio da ausculta cardíaca será apresentado somente após a visualização da imagem
“Blastomicose Cerebral 1.2”.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Simulador SIACC

Amostragem(aula 2 2017)
Amostragem(aula 2 2017)Amostragem(aula 2 2017)
Amostragem(aula 2 2017)
Psicologia_2015
 
Diagnósticos de enfermagem aula.pptx
Diagnósticos de enfermagem aula.pptxDiagnósticos de enfermagem aula.pptx
Diagnósticos de enfermagem aula.pptx
JessiellyGuimares
 
Atualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimentoAtualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimento
Joao P. Dubas
 
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIASISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
Diego Felipe Maia
 
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
design4socialinnovation
 
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE (2) (1).pdf
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE  (2) (1).pdfAula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE  (2) (1).pdf
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE (2) (1).pdf
LarissaMachado97
 
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCUCurso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
Estratégia Concursos
 
Como analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de casoComo analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de caso
Jheine Bessa
 
Como analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de casoComo analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de caso
Rosane Domingues
 
Avaliacao gestao de riscos.pdf
Avaliacao gestao de riscos.pdfAvaliacao gestao de riscos.pdf
Avaliacao gestao de riscos.pdf
Fernando V. Ennes
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
Anderson Alberto Ramos
 

Semelhante a Simulador SIACC (12)

Amostragem(aula 2 2017)
Amostragem(aula 2 2017)Amostragem(aula 2 2017)
Amostragem(aula 2 2017)
 
Diagnósticos de enfermagem aula.pptx
Diagnósticos de enfermagem aula.pptxDiagnósticos de enfermagem aula.pptx
Diagnósticos de enfermagem aula.pptx
 
Atualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimentoAtualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimento
 
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIASISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
SISTEMA INFORMATIZADO PARA OTIMIZAÇÃO DOS PROCESSOS EM CLÍNICAS DE FISIOTERAPIA
 
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
Contribuições da integração do Design baseado em Evidências e Experiências pa...
 
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE (2) (1).pdf
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE  (2) (1).pdfAula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE  (2) (1).pdf
Aula 3 Sistematização da Assistência de Enfermagem – SAE (2) (1).pdf
 
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCUCurso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
Curso Raciocínio Analítico p/ Concurso TCU
 
Como analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de casoComo analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de caso
 
Como analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de casoComo analisar um estudo de caso
Como analisar um estudo de caso
 
Avaliacao gestao de riscos.pdf
Avaliacao gestao de riscos.pdfAvaliacao gestao de riscos.pdf
Avaliacao gestao de riscos.pdf
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
Abordagem sobre a usabilidade de equipamento eletro-médico utilizando a avali...
 

Mais de Edson Felix Dos Santos

Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
Edson Felix Dos Santos
 
Apresentação I Simpósio intenacional
Apresentação I Simpósio intenacional Apresentação I Simpósio intenacional
Apresentação I Simpósio intenacional
Edson Felix Dos Santos
 
Unasus - simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
Unasus -   simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPAUnasus -   simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
Unasus - simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
Edson Felix Dos Santos
 
Educação popular em saúde
Educação popular em saúdeEducação popular em saúde
Educação popular em saúde
Edson Felix Dos Santos
 
Experiências da Educação Popular na Formação Profissional
Experiências da Educação Popular na Formação ProfissionalExperiências da Educação Popular na Formação Profissional
Experiências da Educação Popular na Formação Profissional
Edson Felix Dos Santos
 
Simulador SimDeCS
Simulador SimDeCSSimulador SimDeCS
Simulador SimDeCS
Edson Felix Dos Santos
 
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart menninAprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
Edson Felix Dos Santos
 
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
Edson Felix Dos Santos
 
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº HelderTeaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
Edson Felix Dos Santos
 

Mais de Edson Felix Dos Santos (9)

Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
Síndrome de Burnout: Reflexiones en Estudiantes y Profesionales de la Salud.
 
Apresentação I Simpósio intenacional
Apresentação I Simpósio intenacional Apresentação I Simpósio intenacional
Apresentação I Simpósio intenacional
 
Unasus - simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
Unasus -   simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPAUnasus -   simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
Unasus - simpósio internacional de ensino na saúde UFCSPA
 
Educação popular em saúde
Educação popular em saúdeEducação popular em saúde
Educação popular em saúde
 
Experiências da Educação Popular na Formação Profissional
Experiências da Educação Popular na Formação ProfissionalExperiências da Educação Popular na Formação Profissional
Experiências da Educação Popular na Formação Profissional
 
Simulador SimDeCS
Simulador SimDeCSSimulador SimDeCS
Simulador SimDeCS
 
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart menninAprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
Aprendizagem Ativa. Profº Stewart mennin
 
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
A RACIONALIDADE PRÁTICO REFLEXIVA -DESCOBRIR A NATUREZA DO CONHECIMENTO EM EN...
 
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº HelderTeaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
Teaching and Learning with Simulation Environments - Profº Helder
 

Último

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Pastor Robson Colaço
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 

Último (20)

Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdfNorma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
Norma de Gênero - Mulheres Heterossexuais, Homossexuais e Bissexuais.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 

Simulador SIACC

  • 1. Simulador SIACC Cecília Dias Flores UFCSPA dflores@ufcspa.edu.br Marta R. Bez FEEVALE martabez@gmail.com Paulo R. M. Barros FEEVALE pbarros1979@gmail.com Regis Sebastiani FEEVALE regisls@gmail.com
  • 2. Acesso à Oficina • http://200.18.67.61/Oficina/
  • 3. O que são simuladores no ensino de medicina? “Um programa que contém um modelo de um sistema (natural ou artificial) ou um processo” (Jong e Joolingen, 1998) “A técnica que imita o ambiente assim como uma situação ou processo (na área econômica, militar, mecânica, etc) pelo meio de analogia com situações ou aparelhos, especialmente com o propósito de estudo ou treinamento recebe o nome de simulação”. (OED, 2012)
  • 4. Vantagens no uso de simuladores no ensino médico • Auxilia o aluno a compreender as relações complexas; • Aplicação de conhecimentos científicos e técnicos de forma integrada e simultânea; • Busca de novos métodos e estratégias para a solução de um mesmo caso do estudo; • Fornece ambiente próximo da realidade; • Reduz o risco em situações autênticas. • Reduz a interferência indesejada de fatores externos é reduzida; • A retenção e precisão são aumentados; • Transferência da sala de aula para uma situação real é reforçada;
  • 5. Casos Clínicos na Web • SIACC – Sistema Interdisciplinar de Análise de Casos Clínicos • SimDeCS – Simulação de Tomadas de Decisão em Cuidados de Saúde
  • 6. SIACC Ferramenta de autoria de casos clínicos em diversos cursos da saúde como Medicina, Enfermagem, Farmácia e Odontologia. Público alvo: •Professores universitários que tem interesse em desenvolver casos clínicos interativos sobre assuntos ligados a saúde, que possam ser utilizados como apoio aos tradicionais métodos de aprendizagem já consagrados. •Alunos que queiram complementar seus estudos de forma interativa, unindo a tecnologia às diversas áreas do conhecimento de forma interessante e desafiadora
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 21. Módulo de desenvolvimento de casos clínicos Padrões do Sistema
  • 22. Como montar um caso clínico A criação dos casos clínicos do SIACC é basicamente dividida em duas etapas: • Cadastro das informações • Montagem do caso. Além das informações do caso clínico, existem também informações adicionais que devem ser inseridas no sistema de forma paralela ao caso. Isto ocorre porque o sistema conta com um banco de especificação de exames médicos e também com um banco de exercícios. É possível configurar também níveis de dificuldade, áreas de conhecimento e classes de pergunta.
  • 23. Montagem do Caso Clínico AnamneseAnamnese Exame físicoExame físico Hipóteses diagnósticasHipóteses diagnósticas Opções de examesOpções de exames Resultados de examesResultados de exames Opções de diagnósticosOpções de diagnósticos Escolha do tratamentoEscolha do tratamento DesfechoDesfecho Apresentação do caso Apresentação do caso Opções de exames Opções de exames Resultados de exames Resultados de exames Opções de diagnósticos Opções de diagnósticos Opções de diagnósticos Opções de diagnósticos ExercícioExercício ExercícioExercício Opções de exames Opções de exames Resultados de exames Resultados de exames Resultados de exames Resultados de exames DesfechoDesfecho Escolha do tratamento Escolha do tratamento DesfechoDesfecho DesfechoDesfecho
  • 24. Como montar um caso clínico
  • 25.
  • 36. Diagnósticos 1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão Diagnósticos, simbolizado pela imagem do monitor com a cruz verde por cima. 2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar. 3. Digite as informações nos campos Descrição, Justificativa e Informações complementares e selecione se o item está correto ou não. 4. Clique no botão Salvar. 5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de diagnósticos será atualizada.
  • 37. Tratamento 1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão Tratamento, simbolizado pela imagem do frasco de remédio branco. 2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar. 3. Digite as informações nos campos Título, Descrição, Justificativa e Informações complementares e selecione se o item está correto ou não. 4. Clique no botão Salvar. 5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de tratamentos será atualizada.
  • 38. Desfechos 1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão Desfecho, simbolizado pela imagem do prédio de hospital. 2. Na tela que é apresentada, clique no botão Adicionar. 3. Digite as informações nos campos Título e Descrição. 4. Clique no botão Salvar. 5. A tela “Adicionar/editar registro” será fechada e a lista de tratamentos será atualizada.
  • 40. Exercícios Vincular um exercício cadastrado ao caso clínico 1. Na tela de configurações do caso clínico, clique no botão Exercícios representado pela imagem do livro aberto. 2. O sistema apresentará uma tela com os exercícios cadastrados. 3. Marque a caixa de seleção correspondente aos exercícios e aos grupos de exercícios que deseja vincular ao caso clínico. 4. Clique em salvar. 5. Aguarde a mensagem de confirmação e após clique no botão. 6. Voltar para retornar a tela de configurações do caso clínico.
  • 41. Exercícios Criar agrupamentos de perguntas 1. Acesse o menu Casos de estudo > Exercícios > Agrupadores 2. Na tela que aparece é exibida a listam de agrupadores já cadastrados no sistema com informações sobre os mesmos. 3. Clique no botão Novo no topo da tela. 4. Digite a descrição do agrupador de exercícios e uma explicação para o mesmo. O campo Código é gerado automaticamente. 5. Clique em Salvar. Neste momento o sistema volta a exibir a lista atualizada de agrupadores incluindo o que foi cadastrado. 6. Clique no ícone Subitens (veja Tabela 1). 7. Selecione os exercícios desejados clicando na caixa de seleção a esquerda da descrição dos mesmos. 8. Clique em Salvar no topo da tela.
  • 44. Montagem do Caso Clínico
  • 45. Montagem do Caso Clínico Clique sobre o item Caso de estudo na região da “Árvore do caso clínico”. Ao fazer isto ele ficará destacado com a cor azul ou marrom (azul é o item com o foco e marrom é o item ativo). No “menu de conteúdos”, clique sobre o item que deseja adicionar Ao clicar sobre o item desejado repare que o sistema cria um ícone em forma de seta ao lado do item selecionado da árvore do caso clínico. Clique neste ícone para expandi-lo e visualizar seu conteúdo Adicionar mais itens na sequência do item “Exame físico”
  • 46. Montagem do Caso Clínico Para adicionar conteúdos ao item, de um clique duplo sobre o agrupador (no exemplo, “Opções de exames”). Isso fará com que apareça a tela de seleção de conteúdos apresentada na figura abaixo. Nela só são listados os conteúdos realmente associáveis com o agrupador em questão. Repare que o item clicado na árvore permanece na cor azul e a tela de seleção de conteúdos pode ser movida e redimencionada. Selecione as caixas de seleção localizados a esquerda dos conteúdos e clique em OK. Isso fará com que os conteúdos sejam adicionados ao agrupador correspondente. A tela de seleção de conteúdo será fechada e uma nova seta ao lado do agrupador selecionado será criada. Clique na seta para visualizar os novos conteúdos adicionados
  • 47. Montagem do Caso Clínico Criar hierarquias de conteúdos pois, a ordem de apresentação dos mesmos seguirá essa hierarquia. No exemplo da próxima imagem, é possível visualizar que o agrupador Imagem está dentro de Opções de exame. Ele será apresentado logo após os exames. Já o áudio da ausculta cardíaca será apresentado somente após a visualização da imagem “Blastomicose Cerebral 1.2”.