SlideShare uma empresa Scribd logo
Sexo e Temperamento
Margaret Meed
Vannucy
Leticia Pantoja
Margaret Mead (1901-1978), antropóloga estadunidense, foi um
dos expoentes da chamada escola culturalista norte-americana.
Nascida na Pensilvânia, estudou psicologia e posteriormente
antropologia na Universidade de Columbia (1923), momento em
que o departamento era dirigido por Franz Boas (1858-1942) e
Ruth Benedict (1887-1948), ambos engajados no estabelecimento
dos pressupostos teórico-metodológicos da disciplina nos
Estados Unidos, na cena político-social da época e no combate
ao racismo científico. Mead dedicou seus estudos ao
desenvolvimento de teorias sobre as relações entre cultura e
personalidade, a socialização de crianças, a sexualidade, aos
papéis diferenciais de gênero e às conexões entre cultura
coletiva e personalidade individual. Uma de suas muitas
contribuições aos estudos antropológicos foi demonstrar a
influência do aprendizado sociocultural sobre o comportamento
de homens e mulheres.
Publicação – 1935
Etnografia (observação participante) - em Papua Nova Guiné;
Estudou três povos diferentes
Lócus de pesquisa
"Nunca duvide que um pequeno grupo de cidadãos, prestativos e
responsáveis possa mudar o mundo. Na verdade, é assim que tem
acontecido sempre." (Margaret Mead)
Qual a discussão central do livro?
Por que estudar as sociedades
simples?
Diferenças de sexo e as construções
sociais.
Como se deu a escolha?
Características comportamentais deste povo
Canibais – caça-cabeças
Relações comerciais – a importância do FUMO
A figura da criança – sexo masculinoXfeminino
Artistas X cesteiras
Ritos funerários
Moradia e organização domésticas
Relação de irmandades
Corda e a Teoria da hostilidade natural
Intercâmbio irmã-e-irmão
O S M U N D U G U M U R
Odesenvolvimentodo
Mundugumor
Parentalidade / maternidade - estigmas, desafetos,
carga social
Gravidez e privação sexual - infanticídio
Disputas - conflitos entre membros do mesmo sexo
Mulher como objeto/sujeito de disputas
(conquista, guerra, rapto, conflito)
Individualismo e sexualidade agressiva
hostilidade intrasexual
CRIAÇÃODOSFILHOS
Maternidade - construção de vínculos




gravidez gemelar
Infanticídio
Adoção
nutrição - amamentação coletiva
lactação de restrição sexual
troca e comercialização
JuventudeeCasamento
Desenvolvimento heterogêneo
(especificidades familiares e nas relações parentais)
Experiências individuais no contexto familiar
Meninos costumam ajudar as mães
Meninas- inserção no casamento ou vigilância familiar
Aventuras amorosas - esperadas e aceitas, porém
indesejadas e inapropriadas, ocultadas e silenciadas
Incesto - tolerado e aceitável (?)
Tipologias
Casamento - aventuras amorosas - sentimento de posse sobre a
mulher/homem, arranjos para coabitação, acordos para legitimação da
relação resultantes de megociações, conflitos e tensões.
Casamento por fuga - quando há comprometimento entre os amantes com
outros parceiros prévios.
Casamento arranjado - ocorre, porém, indesejado (derivam de acordos de
paz entre famílias, vinculam irmãos e irmãs, transfere responsabildiades,
baseia-se na idéia de posse)
Homens e mulheres podem ter amantes, porém, oculta-se; se uma jovem se
casa não sendo mais virgem a tendência é que o marido não exponha
Osquedesviamdoideal
"Todos aqueles que não encontram uma
vasão congenital para seus talentos
especiais, que não encontram no curso da
vida um papel que lhes seja apropriado."
Conclusões
Não há
características
naturais e
universais em todos
os machos e
fêmeas.
Características de
gênero se relacionam
aos padrões culturais
de uma sociedade, os
quais são transmitidos
e mutáveis.
Comportamentos
masculinos e feminimos
são orientados pelos
padrões culturais
Características são
aprendidas e
apreeendidas de uma
geração para outra;
sendo a parentalidade
fundamental nesse
Referências:


FELIPPE, Mariana Boujikian & OLIVEIRA-MACEDO, Shisleni de. 2018. "Sexo e
temperamento em três sociedades primitivas". In: Enciclopédia de Antropologia. São
Paulo: Universidade de São Paulo, Departamento de Antropologia.
Disponível em: https://ea.fflch.usp.br/obra/sexo-e-temperamento-em-tres-sociedades-
primitivas
MEAD, Margaret. Sexo e Temperamento. Ed. Perspectiva, 2009.
PERLONGHER, Néstor. Antropologia das sociedades complexas: identidade,
territorialidade ou como estava vestida Margaret Mead.
Disponivel em: www.anpocs.com/images/stories/RBCS/22/rbcs22_08.pdf
Margaret Mead. Human Nature and the power of culture.
Disponivel em: https://www.loc.gov/exhibits/mead/mead-shaping.html
Margaret Mead | Enciclopédia de Antropologia (usp.br)
Em: https://ea.fflch.usp.br/autor/margaret-mead
Margaret Mead (E-aulas USP)
https://eaulas.usp.br/portal/video.action?idItem=20067
SANDEMBERG, Cecília M. B. Um possível diálogo entre Margaret Mead e Simone de Bou
Disponível em:
https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/6878/1/um%20possível%20diálogo%20entre%
20margaret%20mead%20e%20simone%20de%20beauvoir.pdf
Verbete Margaret Mead
Disponpivel em: https://www.britannica.com/biography/Margaret-Mead

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sociologia sociologia contemporanea
Sociologia   sociologia contemporaneaSociologia   sociologia contemporanea
Sociologia sociologia contemporanea
Daniele Rubim
 
INDIVÍDUO E SOCIEDADE
INDIVÍDUO E SOCIEDADEINDIVÍDUO E SOCIEDADE
Violência contra a mulher
Violência contra a mulherViolência contra a mulher
Violência contra a mulher
Mônica Alves Silva
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
homago
 
Sartre e o existencialismo
Sartre e o existencialismoSartre e o existencialismo
Sartre e o existencialismo
Bruno Carrasco
 
Émile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método SociológicoÉmile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método Sociológico
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
marcaocampos
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Saulo Lucena
 
Surgimento da Sociologia
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologia
roberto mosca junior
 
Fatos sociais
Fatos sociaisFatos sociais
Fatos sociais
Fabson Calixto
 
Relações de genero e divers sexual
Relações de genero e divers sexualRelações de genero e divers sexual
Relações de genero e divers sexual
Flávia Cunha Lima
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
Jhonata Andrade
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre ViolênciaSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Turma Olímpica
 
Etnografia e Observação
Etnografia e ObservaçãoEtnografia e Observação
Etnografia e Observação
Ge Homrich
 
Controvérsias Científicas e Sociedade
Controvérsias Científicas e SociedadeControvérsias Científicas e Sociedade
Controvérsias Científicas e Sociedade
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Durkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weberDurkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weber
Arinaldo Martins
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
Luci Bonini
 
Apresentação modernidade líquida
Apresentação modernidade líquidaApresentação modernidade líquida
Apresentação modernidade líquida
Rosaalicianc
 
Introdução ao Existencialismo
Introdução ao ExistencialismoIntrodução ao Existencialismo
Introdução ao Existencialismo
Bruno Carrasco
 
Os três domínios na obra de michel foucault 1
Os três domínios na obra de michel foucault 1Os três domínios na obra de michel foucault 1
Os três domínios na obra de michel foucault 1
Karla Saraiva
 

Mais procurados (20)

Sociologia sociologia contemporanea
Sociologia   sociologia contemporaneaSociologia   sociologia contemporanea
Sociologia sociologia contemporanea
 
INDIVÍDUO E SOCIEDADE
INDIVÍDUO E SOCIEDADEINDIVÍDUO E SOCIEDADE
INDIVÍDUO E SOCIEDADE
 
Violência contra a mulher
Violência contra a mulherViolência contra a mulher
Violência contra a mulher
 
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
1 ano sociologia as relações entre indivíduo e sociedade
 
Sartre e o existencialismo
Sartre e o existencialismoSartre e o existencialismo
Sartre e o existencialismo
 
Émile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método SociológicoÉmile Durkheim - Método Sociológico
Émile Durkheim - Método Sociológico
 
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader   as artimanhas da exclusaoSawaia, bader   as artimanhas da exclusao
Sawaia, bader as artimanhas da exclusao
 
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de SociologiaGenero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
Genero e sexualidade - Aula Completa de Sociologia
 
Surgimento da Sociologia
Surgimento da SociologiaSurgimento da Sociologia
Surgimento da Sociologia
 
Fatos sociais
Fatos sociaisFatos sociais
Fatos sociais
 
Relações de genero e divers sexual
Relações de genero e divers sexualRelações de genero e divers sexual
Relações de genero e divers sexual
 
Teoria das representações sociais
Teoria das representações sociaisTeoria das representações sociais
Teoria das representações sociais
 
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre ViolênciaSlides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
Slides da aula de Sociologia (Luciano) sobre Violência
 
Etnografia e Observação
Etnografia e ObservaçãoEtnografia e Observação
Etnografia e Observação
 
Controvérsias Científicas e Sociedade
Controvérsias Científicas e SociedadeControvérsias Científicas e Sociedade
Controvérsias Científicas e Sociedade
 
Durkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weberDurkheim, marx, weber
Durkheim, marx, weber
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
 
Apresentação modernidade líquida
Apresentação modernidade líquidaApresentação modernidade líquida
Apresentação modernidade líquida
 
Introdução ao Existencialismo
Introdução ao ExistencialismoIntrodução ao Existencialismo
Introdução ao Existencialismo
 
Os três domínios na obra de michel foucault 1
Os três domínios na obra de michel foucault 1Os três domínios na obra de michel foucault 1
Os três domínios na obra de michel foucault 1
 

Semelhante a Sexo e temperamento

A Bela e a Fera, Relacionamento Aberto.pdf
A Bela e a Fera,  Relacionamento Aberto.pdfA Bela e a Fera,  Relacionamento Aberto.pdf
A Bela e a Fera, Relacionamento Aberto.pdf
Pastor Robson Colaço
 
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOSMARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
M Mattos
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
Dhilma Freitas
 
Escola cultura e personalidade
Escola cultura e personalidadeEscola cultura e personalidade
Escola cultura e personalidade
ozgauche
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
pmarisa
 
10 março
10 março10 março
10 março
LugaraoAfecto
 
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e GêneroA sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
José Amaral
 
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
Profesonline
 
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalíticaDisfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
Wania Andrade
 
Parafilia - Fetichismo travestido
Parafilia - Fetichismo travestidoParafilia - Fetichismo travestido
Parafilia - Fetichismo travestido
Wania Andrade
 
Abaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
Abaixo à família monogâmica - Sérgio LessaAbaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
Abaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
Matheus Sampaio
 
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
Santos de Castro
 
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
Santos de Castro
 
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e InvisívelA Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
Phillipe Xavier
 
23288 97738-5-pb
23288 97738-5-pb23288 97738-5-pb
23288 97738-5-pb
Thiago Sarti
 
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
grizzdesign
 
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiarViolencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
tlvp
 
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃOMARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
Liliam Da Paixão
 
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
Deisiane Cazaroto
 
Aula 6 adolescência e relações de gênero
Aula 6   adolescência e relações de gêneroAula 6   adolescência e relações de gênero
Aula 6 adolescência e relações de gênero
ariadnemonitoria
 

Semelhante a Sexo e temperamento (20)

A Bela e a Fera, Relacionamento Aberto.pdf
A Bela e a Fera,  Relacionamento Aberto.pdfA Bela e a Fera,  Relacionamento Aberto.pdf
A Bela e a Fera, Relacionamento Aberto.pdf
 
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOSMARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
MARCIA MARIA PIMENTA MATTOS
 
Sexualidade infantil
Sexualidade infantil Sexualidade infantil
Sexualidade infantil
 
Escola cultura e personalidade
Escola cultura e personalidadeEscola cultura e personalidade
Escola cultura e personalidade
 
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
Unidade iii   sexualidade e questões de gêneroUnidade iii   sexualidade e questões de gênero
Unidade iii sexualidade e questões de gênero
 
10 março
10 março10 março
10 março
 
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e GêneroA sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
A sociologia e o senso comum - Sexo e Gênero
 
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
“As mulheres e a EJA” 18.03.2011
 
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalíticaDisfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
Disfunções Sexuais e Parafilias - uma abordagem psicanalítica
 
Parafilia - Fetichismo travestido
Parafilia - Fetichismo travestidoParafilia - Fetichismo travestido
Parafilia - Fetichismo travestido
 
Abaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
Abaixo à família monogâmica - Sérgio LessaAbaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
Abaixo à família monogâmica - Sérgio Lessa
 
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
 
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
A Sexualidade Do Ponto De Vista Social.Ppt1(1)1
 
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e InvisívelA Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
A Mulher na Teledramaturgia Mexicana: Representações no Visível e Invisível
 
23288 97738-5-pb
23288 97738-5-pb23288 97738-5-pb
23288 97738-5-pb
 
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
Um caso de codependência marcado pelo amor e violencia v3
 
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiarViolencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
Violencias sexuais, incesto, estupro e negligencia familiar
 
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃOMARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
MARGINALIDADE E SAÚDE MENTAL FAMÍLIA E EDUCAÇÃO
 
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
Sexualidade na velhice - Abordagem sócio-histórica
 
Aula 6 adolescência e relações de gênero
Aula 6   adolescência e relações de gêneroAula 6   adolescência e relações de gênero
Aula 6 adolescência e relações de gênero
 

Último

3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
dataprovider
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
MarcoAurlioResende
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
ALEXANDRODECASTRODOS
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Shakil Y. Rahim
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
eltinhorg
 

Último (20)

3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
 
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
6_201___6o_ano_aula_01_2024_RESUMO_1_5.pptx
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
 

Sexo e temperamento

  • 1. Sexo e Temperamento Margaret Meed Vannucy Leticia Pantoja
  • 2. Margaret Mead (1901-1978), antropóloga estadunidense, foi um dos expoentes da chamada escola culturalista norte-americana. Nascida na Pensilvânia, estudou psicologia e posteriormente antropologia na Universidade de Columbia (1923), momento em que o departamento era dirigido por Franz Boas (1858-1942) e Ruth Benedict (1887-1948), ambos engajados no estabelecimento dos pressupostos teórico-metodológicos da disciplina nos Estados Unidos, na cena político-social da época e no combate ao racismo científico. Mead dedicou seus estudos ao desenvolvimento de teorias sobre as relações entre cultura e personalidade, a socialização de crianças, a sexualidade, aos papéis diferenciais de gênero e às conexões entre cultura coletiva e personalidade individual. Uma de suas muitas contribuições aos estudos antropológicos foi demonstrar a influência do aprendizado sociocultural sobre o comportamento de homens e mulheres.
  • 3. Publicação – 1935 Etnografia (observação participante) - em Papua Nova Guiné; Estudou três povos diferentes
  • 5. "Nunca duvide que um pequeno grupo de cidadãos, prestativos e responsáveis possa mudar o mundo. Na verdade, é assim que tem acontecido sempre." (Margaret Mead) Qual a discussão central do livro? Por que estudar as sociedades simples? Diferenças de sexo e as construções sociais.
  • 6. Como se deu a escolha? Características comportamentais deste povo Canibais – caça-cabeças Relações comerciais – a importância do FUMO A figura da criança – sexo masculinoXfeminino Artistas X cesteiras Ritos funerários Moradia e organização domésticas Relação de irmandades Corda e a Teoria da hostilidade natural Intercâmbio irmã-e-irmão O S M U N D U G U M U R
  • 7. Odesenvolvimentodo Mundugumor Parentalidade / maternidade - estigmas, desafetos, carga social Gravidez e privação sexual - infanticídio Disputas - conflitos entre membros do mesmo sexo Mulher como objeto/sujeito de disputas (conquista, guerra, rapto, conflito) Individualismo e sexualidade agressiva hostilidade intrasexual
  • 8.
  • 9. CRIAÇÃODOSFILHOS Maternidade - construção de vínculos gravidez gemelar Infanticídio Adoção nutrição - amamentação coletiva lactação de restrição sexual troca e comercialização
  • 10. JuventudeeCasamento Desenvolvimento heterogêneo (especificidades familiares e nas relações parentais) Experiências individuais no contexto familiar Meninos costumam ajudar as mães Meninas- inserção no casamento ou vigilância familiar Aventuras amorosas - esperadas e aceitas, porém indesejadas e inapropriadas, ocultadas e silenciadas Incesto - tolerado e aceitável (?)
  • 11. Tipologias Casamento - aventuras amorosas - sentimento de posse sobre a mulher/homem, arranjos para coabitação, acordos para legitimação da relação resultantes de megociações, conflitos e tensões. Casamento por fuga - quando há comprometimento entre os amantes com outros parceiros prévios. Casamento arranjado - ocorre, porém, indesejado (derivam de acordos de paz entre famílias, vinculam irmãos e irmãs, transfere responsabildiades, baseia-se na idéia de posse) Homens e mulheres podem ter amantes, porém, oculta-se; se uma jovem se casa não sendo mais virgem a tendência é que o marido não exponha
  • 12.
  • 13. Osquedesviamdoideal "Todos aqueles que não encontram uma vasão congenital para seus talentos especiais, que não encontram no curso da vida um papel que lhes seja apropriado."
  • 14. Conclusões Não há características naturais e universais em todos os machos e fêmeas. Características de gênero se relacionam aos padrões culturais de uma sociedade, os quais são transmitidos e mutáveis. Comportamentos masculinos e feminimos são orientados pelos padrões culturais Características são aprendidas e apreeendidas de uma geração para outra; sendo a parentalidade fundamental nesse
  • 15. Referências: FELIPPE, Mariana Boujikian & OLIVEIRA-MACEDO, Shisleni de. 2018. "Sexo e temperamento em três sociedades primitivas". In: Enciclopédia de Antropologia. São Paulo: Universidade de São Paulo, Departamento de Antropologia. Disponível em: https://ea.fflch.usp.br/obra/sexo-e-temperamento-em-tres-sociedades- primitivas MEAD, Margaret. Sexo e Temperamento. Ed. Perspectiva, 2009. PERLONGHER, Néstor. Antropologia das sociedades complexas: identidade, territorialidade ou como estava vestida Margaret Mead. Disponivel em: www.anpocs.com/images/stories/RBCS/22/rbcs22_08.pdf
  • 16. Margaret Mead. Human Nature and the power of culture. Disponivel em: https://www.loc.gov/exhibits/mead/mead-shaping.html Margaret Mead | Enciclopédia de Antropologia (usp.br) Em: https://ea.fflch.usp.br/autor/margaret-mead Margaret Mead (E-aulas USP) https://eaulas.usp.br/portal/video.action?idItem=20067 SANDEMBERG, Cecília M. B. Um possível diálogo entre Margaret Mead e Simone de Bou Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/6878/1/um%20possível%20diálogo%20entre% 20margaret%20mead%20e%20simone%20de%20beauvoir.pdf Verbete Margaret Mead Disponpivel em: https://www.britannica.com/biography/Margaret-Mead