SlideShare uma empresa Scribd logo
O Senhor é meu
Pastor e Hospedeiro
Rev. Paulo Dias Nogueira
SERMÃO
TEXTO
Salmo 23
1 O SENHOR é o meu
pastor; nada me faltará.
2 Ele me faz repousar em
pastos verdejantes.
Leva-me para junto das
águas de descanso;
3 refrigera-me a alma.
Guia-me pelas veredas
da justiça por amor do
seu nome.
4 Ainda que eu ande pelo
vale da sombra da
morte, não temerei mal
nenhum, porque Tu
estás comigo; o teu
bordão e o teu cajado
me consolam.
5 Preparas-me uma mesa
na presença dos meus
adversários, unges-me
a cabeça com óleo; o
meu cálice transborda.
6 Bondade e
misericórdia certamente
me seguirão todos os
dias da minha vida; e
habitarei na Casa do
SENHOR para todo o
sempre
CONTEXTO
Salmo 23
Provavelmente um dos textos
mais conhecidos da Bíblia...
... mesmo por pessoas que não
são muito religiosas.
Calendário
E-mail
Oração
Estudo
SouvenirsSermão
TIPO DO SALMO
Confiança
e
Ação de Graças
Apresenta Deus como:
PASTOR
HOSPEDEIRO
E
Portanto, o Salmo está dividido
em 2 partes:
1a Parte
Versículos 1-4 (PASTOR)
... verdes pastos, águas tranqüilas,
veredas da justiça, bordão, cajado e
vale da sombra da morte.
Todos símbolos pastoris
... mesa posta, unção da cabeça com
óleo perfumado, cálice que
transborda e casa do SENHOR .
Lembrando o ato de hospedar.
2a Parte
Versículos 5-6 (HOSPEDEIRO)
Os dos símbolos-eixo do
salmo
comunicam a mesma
mensagem:
PASTOR
HOSPEDEIRO
e
Em Deus encontramos
segurança e proteção...
... como quem esta sob os
cuidados e a condução de um
pastor ...
... ou, na perseguição, como
salvos e acolhidos por um
hospedeiro generoso.
Em ambas as situações a
mensagem principal é:
“TU ESTÁS COMIGO”
Deus está conosco em toda e
qualquer situação... Ele é
nosso PASTOR e
HOSPEDEIRO
MENSAGEM
Salmo 23
DEUS COMO PASTOR
Antigamente, como hoje, haviam
beduínos seminômades que
circulavam pela estepe do deserto com
seus rebanhos à procura de pastagem.
DEUS COMO PASTOR
Haviam dois períodos no ano, em que os
rebanhos eram levados para pastar em
altas montanhas (transumância). Na
primavera e no verão.
DEUS COMO PASTOR
O Salmo tem como referência a
transmigração da primavera. .Estamos
em pleno deserto. O pastor é tudo para
as ovelhas.
DEUS COMO PASTOR
GUIA: Conhece os caminhos. Sabe as
distâncias até um oásis ou uma fonte.
Sabe o tempo necessário para chegar
lá.
DEUS COMO PASTOR
COMPANHEIRO DE DESTINO: Passa as
mesmas necessidades que as ovelhas
(fome, sede e perigos).
Arrisca a própria vida.
DEUS COMO PASTOR
Ele cuida das ovelhas:
das prenhes que caminham devagar
das doentes que se retardam
dos filhotes que podem se extraviar
daquelas que se desviam
Acompanha a cada uma conforme seu
rítimo e necessidade.
DEUS COMO HOSPEDEIRO
A hospitalidade é uma virtude central em todo
o Oriente Médio e na tradição dos filhos de
Abraão: judeus, árabes, cristãos e
muçulmanos.
Especialmente forte era e é a hospitalidade
entre os nômades e seminômades do
deserto, por onde perambulavam os
pastores.
DEUS COMO HOSPEDEIRO
DEUS COMO HOSPEDEIRO
Antigamente existiam locais de refúgio: os
templos e algumas cidades, escolhidas para
este fim.
Se alguém fosse perseguido, por qualquer
pessoa e razão, tinha certeza de
hospitalidade e segurança contra seus
inimigos nestes lugares .
DEUS COMO HOSPEDEIRO
DEUS COMO HOSPEDEIRO
A praxe com o hospede era:
Oferecer-lhe água para beber e se lavar
Ungir-lhe a cabeça com óleo perfumado
Preparar uma mesa para a refeição
Não deixar que o copo de vinho ficasse vazio
Este salmo parece apresentar a história
de alguém que fugindo de seus
inimigos, encontra tudo isso junto a
um hospedeiro.
DEUS COMO HOSPEDEIRO
Os inimigos por mais que queiram
capturá-lo, não podem transgredir a
LEI. Frustrados vão embora.
comunicam a mesma
mensagem:
PASTOR
HOSPEDEIRO
e
APLICAÇÃO PASTORAL
Em Deus encontramos
segurança e proteção...
... como quem esta sob os
cuidados e a condução de um
pastor ...
... ou, na perseguição, como
salvos e acolhidos por um
hospedeiro generoso.
A mensagem principal é:
“TU ESTÁS COMIGO”
Deus está conosco em toda e
qualquer situação... Ele é
nosso PASTOR e
HOSPEDEIRO
APLICAÇÃO PASTORAL
APLICAÇÃO PASTORAL
Estamos celebrando a
PÁSCOA...
50 dias de festa
relembrando o sacrifício
de Jesus na cruz do Calvário e
sua vitória sobre a morte.
Ele não só discursou sobre ser o BOM
PASTOR que dá a vida pelas ovelhas... Ele
levou isso às últimas conseqüências...
MORRENDO NUMA CRUZ
APLICAÇÃO PASTORAL
Aquele sofrimento era nosso
Aqueles cravos eram nosso
Aquela coroa era nossa
Aquela humilhação era nossa
Aquela cruz era nossa
Aquela morte era nossa
MAS, Jesus o BOM PASTOR, por
amor, se sacrificou por nós
Para obedecer, basta seguí-lo.
“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas
ovelhas, e elas me conhecem a mim”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
JNR
 
Jeitodiferente Salmo23
Jeitodiferente Salmo23Jeitodiferente Salmo23
Jeitodiferente Salmo23
QSEJAETERNO
 
Show sal 23
Show sal 23Show sal 23
Show sal 23
Jose Costa
 
Show
ShowShow
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
Web Master
 
Um jeito diferente de olhar
Um jeito diferente de olhar Um jeito diferente de olhar
Um jeito diferente de olhar
Amadeu Wolff
 
Salmo 23 - jeito diferente
Salmo 23 - jeito diferenteSalmo 23 - jeito diferente
Salmo 23 - jeito diferente
Luiza Goes
 
Show
ShowShow
Show
JNR
 
Salmo 23 Meditado
Salmo 23 MeditadoSalmo 23 Meditado
Salmo 23 Meditado
Carmen María Pérez
 
Show salmo23
Show salmo23Show salmo23
Show salmo23
Sonia Costa
 
SALMO 23
SALMO 23SALMO 23
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
Paulo Porfirio
 
Show
ShowShow
Salmo 23*
Salmo 23*Salmo 23*
Palavras Sábias
Palavras SábiasPalavras Sábias
Palavras Sábias
guest027f80f9
 
Show
ShowShow
Show
ShowShow
Show
regins
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
monicavitolo
 
Show
ShowShow
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
Salmos 23
isaiasdsh
 

Mais procurados (20)

Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Jeitodiferente Salmo23
Jeitodiferente Salmo23Jeitodiferente Salmo23
Jeitodiferente Salmo23
 
Show sal 23
Show sal 23Show sal 23
Show sal 23
 
Show
ShowShow
Show
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Um jeito diferente de olhar
Um jeito diferente de olhar Um jeito diferente de olhar
Um jeito diferente de olhar
 
Salmo 23 - jeito diferente
Salmo 23 - jeito diferenteSalmo 23 - jeito diferente
Salmo 23 - jeito diferente
 
Show
ShowShow
Show
 
Salmo 23 Meditado
Salmo 23 MeditadoSalmo 23 Meditado
Salmo 23 Meditado
 
Show salmo23
Show salmo23Show salmo23
Show salmo23
 
SALMO 23
SALMO 23SALMO 23
SALMO 23
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Show
ShowShow
Show
 
Salmo 23*
Salmo 23*Salmo 23*
Salmo 23*
 
Palavras Sábias
Palavras SábiasPalavras Sábias
Palavras Sábias
 
Show
ShowShow
Show
 
Show
ShowShow
Show
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Show
ShowShow
Show
 
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
Salmos 23
 

Destaque

SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
Paulo Dias Nogueira
 
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Paulo Dias Nogueira
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
Paulo Dias Nogueira
 
Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Paulo Dias Nogueira
 
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexãoJesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Paulo Dias Nogueira
 
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Paulo Dias Nogueira
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Paulo Dias Nogueira
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Paulo Dias Nogueira
 
Gaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarteGaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarte
Paulo Dias Nogueira
 
Gaivota 183
Gaivota 183Gaivota 183
Gaivota 183
Paulo Dias Nogueira
 
Ministério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannahMinistério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannah
Paulo Dias Nogueira
 
Ao povo metodista john wesley
Ao povo metodista   john wesleyAo povo metodista   john wesley
Ao povo metodista john wesley
Paulo Dias Nogueira
 
Pregadores leigos
Pregadores leigosPregadores leigos
Pregadores leigos
Paulo Dias Nogueira
 

Destaque (20)

SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjosSERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
SERMÃO - Natal: as mensagens dos anjos
 
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016Boletim Mensageiro - 05 06 2016
Boletim Mensageiro - 05 06 2016
 
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjosSERMÃO: Natal  - as mensagens dos anjos
SERMÃO: Natal - as mensagens dos anjos
 
Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015Apresentação do pov 2015
Apresentação do pov 2015
 
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermãoSermão   ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
Sermão ouvir a deus ou aos homens - 2 cr 18 1-27 - sermão
 
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)Sermão   conversão dos olhos mãos e pés -  atos 3 1-10 (sem texto)
Sermão conversão dos olhos mãos e pés - atos 3 1-10 (sem texto)
 
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
Sermão - O maior Mandamento - Mt 22 34-40
 
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexãoJesus nos chama ao compromisso   lucas 14 25-33 - reflexão
Jesus nos chama ao compromisso lucas 14 25-33 - reflexão
 
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)Jesus o bom pastor   joão 10 11-18 (2012)
Jesus o bom pastor joão 10 11-18 (2012)
 
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão   pedro - um homem em busca de compromissoSermão   pedro - um homem em busca de compromisso
Sermão pedro - um homem em busca de compromisso
 
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)Sermão   jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
Sermão jesus o bom pastor - joão 10 11-18 (2012)
 
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33 Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
Sermão - Não Temais... Sou Eu - Mt 14:22-33
 
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexãoSermão   jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
Sermão jesus nos chama ao compromisso - lucas 14 25-33 - reflexão
 
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17Sermão   eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
Sermão eliseu e a mulher sunamita - 2 reis 4 8-17
 
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemploPlano de Ação Pastoral - aula e exemplo
Plano de Ação Pastoral - aula e exemplo
 
Gaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarteGaivota 183 encarte
Gaivota 183 encarte
 
Gaivota 183
Gaivota 183Gaivota 183
Gaivota 183
 
Ministério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannahMinistério de wesley na savannah
Ministério de wesley na savannah
 
Ao povo metodista john wesley
Ao povo metodista   john wesleyAo povo metodista   john wesley
Ao povo metodista john wesley
 
Pregadores leigos
Pregadores leigosPregadores leigos
Pregadores leigos
 

Semelhante a Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)

Lição 3 - O supremo Bom Pastor
Lição 3 - O supremo Bom PastorLição 3 - O supremo Bom Pastor
Lição 3 - O supremo Bom Pastor
Éder Tomé
 
Estudos bíblicos Salmo 23
Estudos bíblicos Salmo 23Estudos bíblicos Salmo 23
Estudos bíblicos Salmo 23
Contos e Estudos Bíblicos
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Jesus, o pastor incomparavel
Jesus, o pastor incomparavelJesus, o pastor incomparavel
Jesus, o pastor incomparavel
Fernanda Rezende
 
Salmo 23 um show
Salmo 23   um showSalmo 23   um show
Salmo 23 um show
Jussara Carmo Vieira
 
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
salmo 23, um olhar diferente
salmo 23, um olhar diferentesalmo 23, um olhar diferente
salmo 23, um olhar diferente
José Izanildo Gonçalves da Silva
 
Salmo23
Salmo23Salmo23
Salmo23
imelriocasca
 
Salmo23 Show
Salmo23 ShowSalmo23 Show
Salmo23 Show
Dennia
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
Waltersierpin
 
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
Salmos 23
G. Gomes
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
Portal HOSANAS
 
Salmo23 Show
Salmo23 ShowSalmo23 Show
Salmo23 Show
Hideraldo Luis
 

Semelhante a Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012) (14)

Lição 3 - O supremo Bom Pastor
Lição 3 - O supremo Bom PastorLição 3 - O supremo Bom Pastor
Lição 3 - O supremo Bom Pastor
 
Estudos bíblicos Salmo 23
Estudos bíblicos Salmo 23Estudos bíblicos Salmo 23
Estudos bíblicos Salmo 23
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Jesus, o pastor incomparavel
Jesus, o pastor incomparavelJesus, o pastor incomparavel
Jesus, o pastor incomparavel
 
Salmo 23 um show
Salmo 23   um showSalmo 23   um show
Salmo 23 um show
 
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
Salmos 23
 
salmo 23, um olhar diferente
salmo 23, um olhar diferentesalmo 23, um olhar diferente
salmo 23, um olhar diferente
 
Salmo23
Salmo23Salmo23
Salmo23
 
Salmo23 Show
Salmo23 ShowSalmo23 Show
Salmo23 Show
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Salmos 23
Salmos 23Salmos 23
Salmos 23
 
Salmo 23
Salmo 23Salmo 23
Salmo 23
 
Salmo23 Show
Salmo23 ShowSalmo23 Show
Salmo23 Show
 

Mais de Paulo Dias Nogueira

Em Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraemEm Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraem
Paulo Dias Nogueira
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Paulo Dias Nogueira
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
Paulo Dias Nogueira
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Paulo Dias Nogueira
 
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermãoOuvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Paulo Dias Nogueira
 
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Paulo Dias Nogueira
 
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Pps 18   por que utilizamos o termo pastorPps 18   por que utilizamos o termo pastor
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Paulo Dias Nogueira
 
Apresentação ministério pastoral
Apresentação   ministério pastoralApresentação   ministério pastoral
Apresentação ministério pastoral
Paulo Dias Nogueira
 
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Paulo Dias Nogueira
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
Paulo Dias Nogueira
 
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasilUma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Paulo Dias Nogueira
 

Mais de Paulo Dias Nogueira (11)

Em Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraemEm Jesus os opostos se atraem
Em Jesus os opostos se atraem
 
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa CristãLiturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
Liturgia - Da Páscoa Judaica à Páscoa Cristã
 
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAMPOV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
POV 2016 - Carta de orientação e ficha da CLAM
 
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
Liturgia - da páscoa judaica à páscoa cristã - grupo de comunhão do campos el...
 
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermãoOuvir a deus ou aos homens   2 cr 18 1-27 - sermão
Ouvir a deus ou aos homens 2 cr 18 1-27 - sermão
 
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)Conversão dos olhos mãos e pés    atos 3 1-10 (sem texto)
Conversão dos olhos mãos e pés atos 3 1-10 (sem texto)
 
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
Pps 18   por que utilizamos o termo pastorPps 18   por que utilizamos o termo pastor
Pps 18 por que utilizamos o termo pastor
 
Apresentação ministério pastoral
Apresentação   ministério pastoralApresentação   ministério pastoral
Apresentação ministério pastoral
 
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015Carta de orientação e ficha da CLAM   POV 2015
Carta de orientação e ficha da CLAM POV 2015
 
História das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aulaHistória das Missões - ppt da aula
História das Missões - ppt da aula
 
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasilUma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
Uma breve análise da inserção do protestantismo no brasil
 

Sermão o senhor é meu pastor e hospedeiro - salmo 23 (2012)

  • 1. O Senhor é meu Pastor e Hospedeiro Rev. Paulo Dias Nogueira SERMÃO
  • 3. 1 O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
  • 4. 2 Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso;
  • 5. 3 refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
  • 6. 4 Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque Tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.
  • 7. 5 Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.
  • 8. 6 Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre
  • 10. Provavelmente um dos textos mais conhecidos da Bíblia... ... mesmo por pessoas que não são muito religiosas. Calendário E-mail Oração Estudo SouvenirsSermão
  • 12. Apresenta Deus como: PASTOR HOSPEDEIRO E Portanto, o Salmo está dividido em 2 partes:
  • 13. 1a Parte Versículos 1-4 (PASTOR) ... verdes pastos, águas tranqüilas, veredas da justiça, bordão, cajado e vale da sombra da morte. Todos símbolos pastoris
  • 14. ... mesa posta, unção da cabeça com óleo perfumado, cálice que transborda e casa do SENHOR . Lembrando o ato de hospedar. 2a Parte Versículos 5-6 (HOSPEDEIRO)
  • 15. Os dos símbolos-eixo do salmo comunicam a mesma mensagem: PASTOR HOSPEDEIRO e
  • 16. Em Deus encontramos segurança e proteção... ... como quem esta sob os cuidados e a condução de um pastor ... ... ou, na perseguição, como salvos e acolhidos por um hospedeiro generoso.
  • 17. Em ambas as situações a mensagem principal é: “TU ESTÁS COMIGO” Deus está conosco em toda e qualquer situação... Ele é nosso PASTOR e HOSPEDEIRO
  • 19. DEUS COMO PASTOR Antigamente, como hoje, haviam beduínos seminômades que circulavam pela estepe do deserto com seus rebanhos à procura de pastagem.
  • 20. DEUS COMO PASTOR Haviam dois períodos no ano, em que os rebanhos eram levados para pastar em altas montanhas (transumância). Na primavera e no verão.
  • 21. DEUS COMO PASTOR O Salmo tem como referência a transmigração da primavera. .Estamos em pleno deserto. O pastor é tudo para as ovelhas.
  • 22. DEUS COMO PASTOR GUIA: Conhece os caminhos. Sabe as distâncias até um oásis ou uma fonte. Sabe o tempo necessário para chegar lá.
  • 23. DEUS COMO PASTOR COMPANHEIRO DE DESTINO: Passa as mesmas necessidades que as ovelhas (fome, sede e perigos). Arrisca a própria vida.
  • 24. DEUS COMO PASTOR Ele cuida das ovelhas: das prenhes que caminham devagar das doentes que se retardam dos filhotes que podem se extraviar daquelas que se desviam Acompanha a cada uma conforme seu rítimo e necessidade.
  • 25. DEUS COMO HOSPEDEIRO A hospitalidade é uma virtude central em todo o Oriente Médio e na tradição dos filhos de Abraão: judeus, árabes, cristãos e muçulmanos.
  • 26. Especialmente forte era e é a hospitalidade entre os nômades e seminômades do deserto, por onde perambulavam os pastores. DEUS COMO HOSPEDEIRO
  • 27. DEUS COMO HOSPEDEIRO Antigamente existiam locais de refúgio: os templos e algumas cidades, escolhidas para este fim.
  • 28. Se alguém fosse perseguido, por qualquer pessoa e razão, tinha certeza de hospitalidade e segurança contra seus inimigos nestes lugares . DEUS COMO HOSPEDEIRO
  • 29. DEUS COMO HOSPEDEIRO A praxe com o hospede era: Oferecer-lhe água para beber e se lavar Ungir-lhe a cabeça com óleo perfumado Preparar uma mesa para a refeição Não deixar que o copo de vinho ficasse vazio
  • 30. Este salmo parece apresentar a história de alguém que fugindo de seus inimigos, encontra tudo isso junto a um hospedeiro. DEUS COMO HOSPEDEIRO Os inimigos por mais que queiram capturá-lo, não podem transgredir a LEI. Frustrados vão embora.
  • 32. Em Deus encontramos segurança e proteção... ... como quem esta sob os cuidados e a condução de um pastor ... ... ou, na perseguição, como salvos e acolhidos por um hospedeiro generoso.
  • 33. A mensagem principal é: “TU ESTÁS COMIGO” Deus está conosco em toda e qualquer situação... Ele é nosso PASTOR e HOSPEDEIRO APLICAÇÃO PASTORAL
  • 34. APLICAÇÃO PASTORAL Estamos celebrando a PÁSCOA... 50 dias de festa relembrando o sacrifício de Jesus na cruz do Calvário e sua vitória sobre a morte.
  • 35. Ele não só discursou sobre ser o BOM PASTOR que dá a vida pelas ovelhas... Ele levou isso às últimas conseqüências... MORRENDO NUMA CRUZ APLICAÇÃO PASTORAL
  • 42. MAS, Jesus o BOM PASTOR, por amor, se sacrificou por nós
  • 43. Para obedecer, basta seguí-lo. “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim”