SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Secundária de Albufeira
Ano Letivo 2012/2013

Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial

Prova de Aptidão Profissional

Aluna: Andreia Nogueira
Orientadora: Professora
Emília Oliveira
Para esta prova escolhi o tema EMPREENDEDORISMO
• A razão desta escolha tem a ver com o facto de ter feito uma pesquisa
aprofundada sobre este e ter verificado que é bastante importante.
• Vou abordar principalmente o empreendedorismo nas crianças, visto que durante
a minha pesquisa eu notei que o mesmo é necessário ser estimulado desde a
infância.
• Com base numa entrevista que fiz a uma educadora da Creche Infantário Quinta
dos Pardais verifiquei que muitas crianças não estão a ser educadas pelas famílias
a serem empreendedoras.
• Penso, por isso criar uma ideia de intervenção, para crianças dos 4 aos 6 anos.
O trabalho encontra-se dividido em 3 partes:
Fundamentação
teórica

Diagnóstico

Projeto de
intervenção
Na 1ª fase – Fundamentação teórica - considerei
importante recolher informação sobre:
5

Atitudes recomendadas ao
empreendedor

6

Ser empreendedor: uma herança
genética?

3

Caraterísticas de um
empreendedor de sucesso

7

Promover o empreendedorismo nas
crianças: o papel da Escola e da
Família

4

Competências a desenvolver
pelo empreendedor

8

Caraterísticas das crianças dos 4
aos 6 anos

1

Conceito de empreendedorismo

2

O perfil do empreendedor
2ª fase - Diagnóstico
Com vista a tentar perceber a problemática em questão construi um inquérito por
questionário de resposta fechada e uma entrevista.
O respetivo inquérito foi aplicado a um universo de crianças (dos 4 aos 6 anos) da
Creche Infantário Quinta dos Pardais. O referido questionário é constituído por 11
questões.
Optei por esta técnica por considerar que ela me permitia identificar se a
problemática existia ou não.
1 - Gostas de brincar com os
teus amigos?
25
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que todas as crianças da sala 4/5/6 anos da
Creche Infantário Quinta dos Pardais gostam de brincar com os amigos, ou sejam,
são sociáveis.
2 - Quando queres alguma
coisa, fazes tudo para tê-la?
25
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir a maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da
Creche Infantário Quinta dos Pardais quando querem alguma coisa, fazem tudo
para a ter, ou seja, são persistentes.
3 - O que costumas fazer para
conseguires o que queres?
10
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
a)faço birras

b)converso com
os meus pais e
explico que é
importante

c)recorro á
ajuda dos meus
avós

d)outro,qual?

Com este gráfico pode-se concluir que a maior parte das crianças da sala
4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais, para conseguirem o que
querem geralmente conversam com os pais e explicam-lhes que é
importante e também o que alguns fazem muito são birras.
4 - Sentes-te bem junto de
adultos que não conheces?
16
14
12
10
8
6
4
2
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais, sentem-se bem perto de
adultos que não conhecem e alguns têm vergonha.
5 - Quando te mandam fazer
alguma coisa fazes?
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais é obediente, pois fazem o que
lhes mandam. Apesar de algumas por vezes, não o fazerem ou o fazerem
contrariados, mas acabam sempre por fazer.
6 - Costumas ter as tuas coisas
bem arrumadas?
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais são organizadas, costumam ter
as suas coisas bem arrumadas.
7 - E és tu que as arrumas?
25
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais arrumam as suas coisas, mas
muitos não o fazem por vontade própria, são os pais/educadores que o
mandam, mas arrumam sem “discutir”.
8 - Quando perdes em algum
jogo ficas triste?
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais não ficam tristes quando
perdem nos jogos, podem talvez ficar um pouco mas não ficam a “pensar”
muito no assunto, segundo a educadora.
9 - Quando perdes jogas outra
vez até ganhares?
25
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais quando perdem em algum jogo,
jogam outra e outra vez até ganharem, ou seja, maior parte delas não são
desistentes.
10 - Tomas decisões
sozinho(a)?
20
15
10
5
0
a)Sim

b)Ás vezes

c)Não

Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6
anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais tomam as suas decisões
sozinhas.
11 - Que tipo de decisões?
9
8
7
6
5
4
3
2
1
0
a)Os
b)A minha c)O que vou d)Como
brinquedos
roupa
comer
vou passar
que vou
o meu
comprar
tempo livre

e)Outro

f)Todos

Com este gráfico pode-se concluir que o que as crianças mais decidem
sozinhas é como vão passar o tempo livre.
• Com base nos questionários que apliquei às crianças, conclui que a maioria delas
apresenta competências empreendedoras, mas como são crianças, penso que
muitas das respostas ou parte não correspondem à/ao “verdade/real”.
• A educadora, durante a realização da entrevista e enquanto ia fazendo os
questionários às crianças, disse-me que na instituição as crianças são estimuladas
a desenvolverem características empreendedoras, mas que, por outro lado, em
casa, passa-se o contrário, pois as famílias não estimulam a autonomia (ao
fazerem-lhes tudo, por exemplo tomarem decisões por elas, …), característica
essencial de um empreendedor.
• Conclui que na Creche Infantário Quinta dos Pardais as crianças são
motivadas a serem empreendedoras, pois são criadas atividades que
desenvolvem umas ou mais caraterísticas de um empreendedor. Porém,
em casa, as crianças são pouco ou nada estimuladas a serem
empreendedores.
Concluindo, segundo a educação que os pais lhes dão, vão-se tornar
jovens gastadores e consumistas, sem pensar em poupar!
3ª fase – Planificação do projeto:
“Empreender com materiais reutilizáveis”

Recursos:
Imagem ilustrativa de um
projeto parecido

Materiais
• Materiais
reutilizáveis ;
• Tesouras;
• Cartolinas;
• Cola / fita-cola;
•…

Humanos
• Educadora;
• Auxiliar
• Crianças dos 4 aos
6 anos
• Descrição:
A reutilização de materiais recicláveis pode e faz parte do
empreendedorismo. O projeto consiste em reutilizar materiais recicláveis
para construir e criar brinquedos, os quais seriam, posteriormente, vendidos
pelas crianças, à comunidade escolar. O produto da venda será utilizado
para uma finalidade social a decidir pelas crianças, após proposta das
mesmas e discussão em grupo.

• Gerais:
Desenvolver um conjunto de
aprendizagens ativas e criativas
que contribuam para a promoção
da autonomia, da iniciativa, do
risco, da inovação, da criatividade,
do trabalho em equipa, da
responsabilidade e do sentido
cívico.

OBJETIVOS

• Específicos:
- levar as crianças a atingir
objetivos
- levá-las a refletir sobre
problemas que afetem a
sociedade e/ou as pessoas
- ensiná-las a partilhar opiniões e a
saber ouvir.
A avaliação
A avaliação seria feita pela educadora, que preencheria os quadrados abaixo de
acordo com aquilo que veria e sentiria durante a atividade, e pelas crianças, que no
fim, teriam que dizer uma frase sobre a atividade (por exemplo: “Eu gostei da
atividade porque me diverti com os meus amigos”).

Modelo de avaliação para a educadora de infância:
Avalie a atividade e a aluna que a desenvolveu (assinale com uma cruz, de acordo com aquilo
que viu e sentiu durante a atividade).
1.

Caraterísticas da atividade
1. Duração da atividade
1. Organização/Estrutura
1. Importância das
aprendizagens

Sugestões:

NS

S

SM

EX

1.

Da aluna: Andreia Nogueira
1. Com conhecimento
adequado
1. Informação clara
1. Disponível para perguntas
1. Linguagem adequada á faixa
etária das crianças
Sugestões:

NS

S

SM

EX
Reflexão
• Em termos pessoais, este trabalho possibilitou-me a compreensão e
importância deste tema no desenvolvimento das crianças e na sua integração
com a sociedade. Bem como na minha própria atitude face ao meu futuro.
• Não senti dificuldades significativas na realização do trabalho.
• Assim que o comecei a desenvolver fiquei de imediato com interesse sobre
este tema, pois não conhecia muito bem o conceito “empreendedorismo” e
também foi desenvolvido com base na minha faixa etária de preferência, as
crianças!
• Espero que os pais que não educam os filhos para serem empreendedores,
ganhem consciência da importância do empreendedorismo nos dias de hoje e
que ao em vez de lhes darem tudo de “mão beijada”, façam com que elas
criem algo para obter o que querem.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Prova de aptidão profissional apresentação - mariana
Prova de aptidão profissional   apresentação - marianaProva de aptidão profissional   apresentação - mariana
Prova de aptidão profissional apresentação - mariana
Mariana Martins
 
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
muskarya
 
Relatório final pap leandro
Relatório final pap   leandroRelatório final pap   leandro
Relatório final pap leandro
Leandro Pacheco
 
Interdependência e globalização
Interdependência e globalizaçãoInterdependência e globalização
Interdependência e globalização
Soraya Filipa
 
Casos notaveis
Casos notaveisCasos notaveis
Casos notaveis
marilia65
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Biblioteca Escolar Ourique
 
UFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
UFCD 4269 - Oficina de Expressão PlásticaUFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
UFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
Manualis
 
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAPSER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
Andreia Nogueira
 
Mentes perigosas pt
Mentes perigosas ptMentes perigosas pt
Mentes perigosas pt
Anabela Barreira
 
C.v europass português
C.v europass portuguêsC.v europass português
C.v europass português
evoraruth
 
Influência da internet na vida dos jovens
Influência da internet na vida dos jovensInfluência da internet na vida dos jovens
Influência da internet na vida dos jovens
ariirodriguees
 
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIOPAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
isap6661
 
Bullying apresentação
Bullying apresentaçãoBullying apresentação
Bullying apresentação
-
 
E consumidor - parte I
E consumidor - parte IE consumidor - parte I
E consumidor - parte I
Joana Ferreira Simões
 
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventosTrabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
sweetmaniapartydesign
 
Apresentação PAP
Apresentação PAPApresentação PAP
Apresentação PAP
GForest7
 
Apresentação da minha PAP
Apresentação da minha PAPApresentação da minha PAP
Apresentação da minha PAP
Ruben Alves
 
Publicidade ll
Publicidade llPublicidade ll
Publicidade ll
Dragodragons
 
Slide redes sociais
Slide redes sociaisSlide redes sociais
Slide redes sociais
rolimjana
 
Livro de reclamação apresentação
Livro de reclamação apresentaçãoLivro de reclamação apresentação
Livro de reclamação apresentação
sandra_anselmo
 

Mais procurados (20)

Prova de aptidão profissional apresentação - mariana
Prova de aptidão profissional   apresentação - marianaProva de aptidão profissional   apresentação - mariana
Prova de aptidão profissional apresentação - mariana
 
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
Apresentação PAP (prova de aptidão profissional) Técnico de analises laborato...
 
Relatório final pap leandro
Relatório final pap   leandroRelatório final pap   leandro
Relatório final pap leandro
 
Interdependência e globalização
Interdependência e globalizaçãoInterdependência e globalização
Interdependência e globalização
 
Casos notaveis
Casos notaveisCasos notaveis
Casos notaveis
 
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escritoComo redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
Como redigir a introdução e a conclusão de um trabalho escrito
 
UFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
UFCD 4269 - Oficina de Expressão PlásticaUFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
UFCD 4269 - Oficina de Expressão Plástica
 
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAPSER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
SER EMPREENDEDOR É-prova de aptidão profissional PAP
 
Mentes perigosas pt
Mentes perigosas ptMentes perigosas pt
Mentes perigosas pt
 
C.v europass português
C.v europass portuguêsC.v europass português
C.v europass português
 
Influência da internet na vida dos jovens
Influência da internet na vida dos jovensInfluência da internet na vida dos jovens
Influência da internet na vida dos jovens
 
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIOPAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
PAP - TÉCNICO DE COMÉRCIO
 
Bullying apresentação
Bullying apresentaçãoBullying apresentação
Bullying apresentação
 
E consumidor - parte I
E consumidor - parte IE consumidor - parte I
E consumidor - parte I
 
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventosTrabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
Trabalho de pesquisa empresas de criação de eventos
 
Apresentação PAP
Apresentação PAPApresentação PAP
Apresentação PAP
 
Apresentação da minha PAP
Apresentação da minha PAPApresentação da minha PAP
Apresentação da minha PAP
 
Publicidade ll
Publicidade llPublicidade ll
Publicidade ll
 
Slide redes sociais
Slide redes sociaisSlide redes sociais
Slide redes sociais
 
Livro de reclamação apresentação
Livro de reclamação apresentaçãoLivro de reclamação apresentação
Livro de reclamação apresentação
 

Destaque

Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
José Marques Pereira Junior
 
Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2
siqueiralc
 
Jovens Empreendedores
Jovens EmpreendedoresJovens Empreendedores
Jovens Empreendedores
Ana Maria Magni Coelho
 
EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMOEMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO
mat_empreendedora
 
Empreendedorismo para crianças e adolecentes
Empreendedorismo para crianças e adolecentesEmpreendedorismo para crianças e adolecentes
Empreendedorismo para crianças e adolecentes
Interlecto Consultoria
 
Educação empreendedora
Educação empreendedoraEducação empreendedora
Educação empreendedora
Lucas Gasperin Funchal
 
Manual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
Manual para jovens sonhadores - EmpreendedorismoManual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
Manual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
Nuno Maneta
 
Educação Empreendedora
Educação EmpreendedoraEducação Empreendedora
Educação Empreendedora
Ana Maria Magni Coelho
 
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
Conspiração Mineira pela Educação
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
NJS Consultoria
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
cattonia
 
Projetos Empreendedores
Projetos EmpreendedoresProjetos Empreendedores
Projetos Empreendedores
Marcelo Henrique
 
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
Teresa Oliveira
 
Técnico Apoio Psicossocial
Técnico Apoio PsicossocialTécnico Apoio Psicossocial
Técnico Apoio Psicossocial
eb23sroque
 
Psicossocial_actividades
Psicossocial_actividadesPsicossocial_actividades
Psicossocial_actividades
paulocarrega
 
Empreendedorismo e Plano de Negócios
Empreendedorismo e Plano de NegóciosEmpreendedorismo e Plano de Negócios
Empreendedorismo e Plano de Negócios
Kenneth Corrêa
 
Apresentacao_pap
Apresentacao_papApresentacao_pap
Apresentacao_pap
Moacyr Teixeira
 
Power point pap
Power point papPower point pap
Power point pap
Catarina Rodrigues
 
Curso
CursoCurso
Prova de aptidão tecnológica
Prova de aptidão tecnológicaProva de aptidão tecnológica
Prova de aptidão tecnológica
Ruben Glória
 

Destaque (20)

Aula empreendedorismo
Aula empreendedorismoAula empreendedorismo
Aula empreendedorismo
 
Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2Empreendedorismo 1 e 2
Empreendedorismo 1 e 2
 
Jovens Empreendedores
Jovens EmpreendedoresJovens Empreendedores
Jovens Empreendedores
 
EMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMOEMPREENDEDORISMO
EMPREENDEDORISMO
 
Empreendedorismo para crianças e adolecentes
Empreendedorismo para crianças e adolecentesEmpreendedorismo para crianças e adolecentes
Empreendedorismo para crianças e adolecentes
 
Educação empreendedora
Educação empreendedoraEducação empreendedora
Educação empreendedora
 
Manual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
Manual para jovens sonhadores - EmpreendedorismoManual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
Manual para jovens sonhadores - Empreendedorismo
 
Educação Empreendedora
Educação EmpreendedoraEducação Empreendedora
Educação Empreendedora
 
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
Apresentação Programa cultura empreendedora nas instituições de ensino modulo...
 
Aula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismoAula 01 empreendedorismo
Aula 01 empreendedorismo
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Projetos Empreendedores
Projetos EmpreendedoresProjetos Empreendedores
Projetos Empreendedores
 
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
Projeto de Empreendedorismo "Viver o Verde" - 0708
 
Técnico Apoio Psicossocial
Técnico Apoio PsicossocialTécnico Apoio Psicossocial
Técnico Apoio Psicossocial
 
Psicossocial_actividades
Psicossocial_actividadesPsicossocial_actividades
Psicossocial_actividades
 
Empreendedorismo e Plano de Negócios
Empreendedorismo e Plano de NegóciosEmpreendedorismo e Plano de Negócios
Empreendedorismo e Plano de Negócios
 
Apresentacao_pap
Apresentacao_papApresentacao_pap
Apresentacao_pap
 
Power point pap
Power point papPower point pap
Power point pap
 
Curso
CursoCurso
Curso
 
Prova de aptidão tecnológica
Prova de aptidão tecnológicaProva de aptidão tecnológica
Prova de aptidão tecnológica
 

Semelhante a Ser empreendedor é-PowerPoint PAP

Agenda da reunião pais 2012 1
Agenda da reunião pais 2012 1Agenda da reunião pais 2012 1
Agenda da reunião pais 2012 1
Netto Paes
 
Livro4
Livro4Livro4
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdfReunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
Edinaldo Rodrigues Oliveira
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
Tania Garrido
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
Rosane de Carvalho
 
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmmebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
Abdamides Carvalho
 
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!""Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
Myzer
 
Comunicação Efetiva com a Escola
Comunicação Efetiva com a EscolaComunicação Efetiva com a Escola
Comunicação Efetiva com a Escola
Federation for Children with Special Needs
 
Foldem encontro de pais
Foldem encontro de paisFoldem encontro de pais
Foldem encontro de pais
Andreia Pessôa de Oliveira
 
Cantos de atividades
Cantos de atividades Cantos de atividades
Cantos de atividades
vivianelima
 
Apresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito paisApresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito pais
Ana Barroca
 
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
Dores Pinto
 
Webquest terezinha
Webquest terezinhaWebquest terezinha
Webquest terezinha
TerezinhaSoraia
 
Webquest terezinha
Webquest terezinhaWebquest terezinha
Webquest terezinha
TerezinhaSoraia
 
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Escola Estadual Francisco Prisco
 
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
Leandro Rodrigues
 
População Sénior ("avós")
População Sénior ("avós")População Sénior ("avós")
População Sénior ("avós")
kidsandgrannies
 
Reunião de Pais - 5º ano
Reunião de Pais - 5º anoReunião de Pais - 5º ano
Reunião de Pais - 5º ano
Myzer
 
Entrevistas Avós
Entrevistas AvósEntrevistas Avós
Entrevistas Avós
kidsandgrannies
 
Transição escolar
Transição escolarTransição escolar
Transição escolar
beaescd
 

Semelhante a Ser empreendedor é-PowerPoint PAP (20)

Agenda da reunião pais 2012 1
Agenda da reunião pais 2012 1Agenda da reunião pais 2012 1
Agenda da reunião pais 2012 1
 
Livro4
Livro4Livro4
Livro4
 
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdfReunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
Reunião de planejamento_20240212_093338_0000.pdf
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
 
Ajudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprenderAjudando seu filho a aprender
Ajudando seu filho a aprender
 
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmmebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
ebook-pais-educacao-escolar dos filhos mmm
 
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!""Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
 
Comunicação Efetiva com a Escola
Comunicação Efetiva com a EscolaComunicação Efetiva com a Escola
Comunicação Efetiva com a Escola
 
Foldem encontro de pais
Foldem encontro de paisFoldem encontro de pais
Foldem encontro de pais
 
Cantos de atividades
Cantos de atividades Cantos de atividades
Cantos de atividades
 
Apresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito paisApresentação blogue inquerito pais
Apresentação blogue inquerito pais
 
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
Entrepalavras- jornal do Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, Idanh...
 
Webquest terezinha
Webquest terezinhaWebquest terezinha
Webquest terezinha
 
Webquest terezinha
Webquest terezinhaWebquest terezinha
Webquest terezinha
 
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco PriscoDia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
Dia-a-dia da Educação- Revista da Escola Estadual Francisco Prisco
 
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
40 maneiras de estimular o desenvolvimento do seu filho
 
População Sénior ("avós")
População Sénior ("avós")População Sénior ("avós")
População Sénior ("avós")
 
Reunião de Pais - 5º ano
Reunião de Pais - 5º anoReunião de Pais - 5º ano
Reunião de Pais - 5º ano
 
Entrevistas Avós
Entrevistas AvósEntrevistas Avós
Entrevistas Avós
 
Transição escolar
Transição escolarTransição escolar
Transição escolar
 

Ser empreendedor é-PowerPoint PAP

  • 1. Escola Secundária de Albufeira Ano Letivo 2012/2013 Curso Profissional de Técnico de Apoio Psicossocial Prova de Aptidão Profissional Aluna: Andreia Nogueira Orientadora: Professora Emília Oliveira
  • 2. Para esta prova escolhi o tema EMPREENDEDORISMO • A razão desta escolha tem a ver com o facto de ter feito uma pesquisa aprofundada sobre este e ter verificado que é bastante importante. • Vou abordar principalmente o empreendedorismo nas crianças, visto que durante a minha pesquisa eu notei que o mesmo é necessário ser estimulado desde a infância. • Com base numa entrevista que fiz a uma educadora da Creche Infantário Quinta dos Pardais verifiquei que muitas crianças não estão a ser educadas pelas famílias a serem empreendedoras. • Penso, por isso criar uma ideia de intervenção, para crianças dos 4 aos 6 anos.
  • 3. O trabalho encontra-se dividido em 3 partes: Fundamentação teórica Diagnóstico Projeto de intervenção
  • 4. Na 1ª fase – Fundamentação teórica - considerei importante recolher informação sobre: 5 Atitudes recomendadas ao empreendedor 6 Ser empreendedor: uma herança genética? 3 Caraterísticas de um empreendedor de sucesso 7 Promover o empreendedorismo nas crianças: o papel da Escola e da Família 4 Competências a desenvolver pelo empreendedor 8 Caraterísticas das crianças dos 4 aos 6 anos 1 Conceito de empreendedorismo 2 O perfil do empreendedor
  • 5. 2ª fase - Diagnóstico Com vista a tentar perceber a problemática em questão construi um inquérito por questionário de resposta fechada e uma entrevista. O respetivo inquérito foi aplicado a um universo de crianças (dos 4 aos 6 anos) da Creche Infantário Quinta dos Pardais. O referido questionário é constituído por 11 questões. Optei por esta técnica por considerar que ela me permitia identificar se a problemática existia ou não.
  • 6.
  • 7. 1 - Gostas de brincar com os teus amigos? 25 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que todas as crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais gostam de brincar com os amigos, ou sejam, são sociáveis.
  • 8. 2 - Quando queres alguma coisa, fazes tudo para tê-la? 25 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir a maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais quando querem alguma coisa, fazem tudo para a ter, ou seja, são persistentes.
  • 9. 3 - O que costumas fazer para conseguires o que queres? 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 a)faço birras b)converso com os meus pais e explico que é importante c)recorro á ajuda dos meus avós d)outro,qual? Com este gráfico pode-se concluir que a maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais, para conseguirem o que querem geralmente conversam com os pais e explicam-lhes que é importante e também o que alguns fazem muito são birras.
  • 10. 4 - Sentes-te bem junto de adultos que não conheces? 16 14 12 10 8 6 4 2 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais, sentem-se bem perto de adultos que não conhecem e alguns têm vergonha.
  • 11. 5 - Quando te mandam fazer alguma coisa fazes? 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais é obediente, pois fazem o que lhes mandam. Apesar de algumas por vezes, não o fazerem ou o fazerem contrariados, mas acabam sempre por fazer.
  • 12. 6 - Costumas ter as tuas coisas bem arrumadas? 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais são organizadas, costumam ter as suas coisas bem arrumadas.
  • 13. 7 - E és tu que as arrumas? 25 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais arrumam as suas coisas, mas muitos não o fazem por vontade própria, são os pais/educadores que o mandam, mas arrumam sem “discutir”.
  • 14. 8 - Quando perdes em algum jogo ficas triste? 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais não ficam tristes quando perdem nos jogos, podem talvez ficar um pouco mas não ficam a “pensar” muito no assunto, segundo a educadora.
  • 15. 9 - Quando perdes jogas outra vez até ganhares? 25 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais quando perdem em algum jogo, jogam outra e outra vez até ganharem, ou seja, maior parte delas não são desistentes.
  • 16. 10 - Tomas decisões sozinho(a)? 20 15 10 5 0 a)Sim b)Ás vezes c)Não Com este gráfico pode-se concluir que maior parte das crianças da sala 4/5/6 anos da Creche Infantário Quinta dos Pardais tomam as suas decisões sozinhas.
  • 17. 11 - Que tipo de decisões? 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0 a)Os b)A minha c)O que vou d)Como brinquedos roupa comer vou passar que vou o meu comprar tempo livre e)Outro f)Todos Com este gráfico pode-se concluir que o que as crianças mais decidem sozinhas é como vão passar o tempo livre.
  • 18.
  • 19. • Com base nos questionários que apliquei às crianças, conclui que a maioria delas apresenta competências empreendedoras, mas como são crianças, penso que muitas das respostas ou parte não correspondem à/ao “verdade/real”. • A educadora, durante a realização da entrevista e enquanto ia fazendo os questionários às crianças, disse-me que na instituição as crianças são estimuladas a desenvolverem características empreendedoras, mas que, por outro lado, em casa, passa-se o contrário, pois as famílias não estimulam a autonomia (ao fazerem-lhes tudo, por exemplo tomarem decisões por elas, …), característica essencial de um empreendedor.
  • 20.
  • 21. • Conclui que na Creche Infantário Quinta dos Pardais as crianças são motivadas a serem empreendedoras, pois são criadas atividades que desenvolvem umas ou mais caraterísticas de um empreendedor. Porém, em casa, as crianças são pouco ou nada estimuladas a serem empreendedores. Concluindo, segundo a educação que os pais lhes dão, vão-se tornar jovens gastadores e consumistas, sem pensar em poupar!
  • 22. 3ª fase – Planificação do projeto: “Empreender com materiais reutilizáveis” Recursos: Imagem ilustrativa de um projeto parecido Materiais • Materiais reutilizáveis ; • Tesouras; • Cartolinas; • Cola / fita-cola; •… Humanos • Educadora; • Auxiliar • Crianças dos 4 aos 6 anos
  • 23. • Descrição: A reutilização de materiais recicláveis pode e faz parte do empreendedorismo. O projeto consiste em reutilizar materiais recicláveis para construir e criar brinquedos, os quais seriam, posteriormente, vendidos pelas crianças, à comunidade escolar. O produto da venda será utilizado para uma finalidade social a decidir pelas crianças, após proposta das mesmas e discussão em grupo. • Gerais: Desenvolver um conjunto de aprendizagens ativas e criativas que contribuam para a promoção da autonomia, da iniciativa, do risco, da inovação, da criatividade, do trabalho em equipa, da responsabilidade e do sentido cívico. OBJETIVOS • Específicos: - levar as crianças a atingir objetivos - levá-las a refletir sobre problemas que afetem a sociedade e/ou as pessoas - ensiná-las a partilhar opiniões e a saber ouvir.
  • 24. A avaliação A avaliação seria feita pela educadora, que preencheria os quadrados abaixo de acordo com aquilo que veria e sentiria durante a atividade, e pelas crianças, que no fim, teriam que dizer uma frase sobre a atividade (por exemplo: “Eu gostei da atividade porque me diverti com os meus amigos”). Modelo de avaliação para a educadora de infância: Avalie a atividade e a aluna que a desenvolveu (assinale com uma cruz, de acordo com aquilo que viu e sentiu durante a atividade). 1. Caraterísticas da atividade 1. Duração da atividade 1. Organização/Estrutura 1. Importância das aprendizagens Sugestões: NS S SM EX 1. Da aluna: Andreia Nogueira 1. Com conhecimento adequado 1. Informação clara 1. Disponível para perguntas 1. Linguagem adequada á faixa etária das crianças Sugestões: NS S SM EX
  • 25. Reflexão • Em termos pessoais, este trabalho possibilitou-me a compreensão e importância deste tema no desenvolvimento das crianças e na sua integração com a sociedade. Bem como na minha própria atitude face ao meu futuro. • Não senti dificuldades significativas na realização do trabalho. • Assim que o comecei a desenvolver fiquei de imediato com interesse sobre este tema, pois não conhecia muito bem o conceito “empreendedorismo” e também foi desenvolvido com base na minha faixa etária de preferência, as crianças! • Espero que os pais que não educam os filhos para serem empreendedores, ganhem consciência da importância do empreendedorismo nos dias de hoje e que ao em vez de lhes darem tudo de “mão beijada”, façam com que elas criem algo para obter o que querem.