SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
INOVAÇÃO E
ESTRATÉGIA EM
UMA FUNDAÇÃO
EMPRESARIAL
2000 – 2004 2005 – 2011
Evolução da Fundação Telefônica Vivo
Criada em 1999 no início das operações no Brasil:
• Estratégia Global – contribuir com as sociedades onde o Grupo desenvolve suas atividades
• Opção por “Fundação” para gerar credibilidade e compromisso com o País
• Atuação em apoio a projetos sociais e culturais
Planejamento Global:
• Estratégia global com projetos
locais
• Modelo de operação focado em
Educação, Cultura e Tecnologia
Desenvolvimento de Projetos
Próprios:
• Formação técnica para a
realização de seus projetos
próprios
• Ações de advocacy
• Início das publicações e seminários
2011 – 2015
Fusão Telefônica Vivo:
• Conservar o melhor das duas
instituições
• Criação da Visão, Missão e Valores
• Foco em Conhecimento,
Tecnologia e Inovação
• Atuação em colaboração com o
negócio
DISCOVER, DISRUPT, DELIVER
GOVERNANÇA Fundação Telefônica Vivo_
• FT Espanha – responsável pela estratégia
• Conselho da Fundação no Brasil - responsável pela aprovação do
plano Brasil
• Conselho Fiscal – aprovação das contas e suporte contábil
• Junta Diretiva – define a estratégia de execução no Brasil
• Gerentes - gestão dos programas e projetos
• Equipe – execução dos projetos
Somos uma Fundação 3.0_
Apoio a projetos
socialmente
relevantes
Fundação 1.0_
Usa as tecnologias
da empresa e a força
do negócio para
maximizar o impacto dos
projetos sociais
Fundação 2.0_
Estuda as tendências
de inovação e
tecnologias para
influenciar as ações do
presente visando um
futuro melhor
Fundação 3.0_
Fundação 1.0_
Planejamento baseado no passado e para dentro
Utilizamos as aprendizagens dos projetos – erros e
acertos
Muito Entrópico
Equipe com baixa capacidade de análise de dados
externos
Recebe solicitações de apoio a projetos de acordo
somente como as organizações sociais imaginam
ser importantes
Fundação 2.0_
Nos tornarmos uma Fundação de Inovação
conectada com o negócio
Necessidade de mudanças no modo como
planejávamos
Tentamos diferentes modelos de planejamento
Produção de estudos sobre os impactos das
tecnologias na sociedade
Adaptamos metodologias de gestão
O negócio também pode influenciar a demanda da
sociedade e não somente de organizações sociais
Criamos um posicionamiento que é a base de nossa atuação
Posicionamento Estratégico_
Fundação 3.0_
Começamos a olhar o passado + sinais do presente
e a desenhar caminhos de futuro
Unidade de Inteligência – Rockfeller Foundation
Nosso negócio é conhecer a sociedade
Equipe mais conectada, mudanças reais nas
atitudes das pessoas
Contribuição para o setor social – Social Big Data
As tendências podem estimular o negócio a olhar o
que virá como demanda
Antecipamos tendências, investindo em educação para:
Plano Estratégico_
Competências do Século XXI
Cidadania
Empreendedorismo
REPUTAÇÃO_ IMPACTO_
DISCOVER, DISRUPT, DELIVER
Com base nestes pilares estabelecemos premissas de atuação_
Comunicação
Sinergia
com o Negócio
Excelência em Gestão Uma Fundação integrada
Uma Fundação
socialmente relevante e
reconhecida pelos
empregados do Grupo
Atuação em todas os
escritórios regionais,
aproveitando a força da
Empresa para impulsionar o
impacto social dos projetos
Controle sistêmico de tudo o
que fazemos
Todos os projetos a serviço de
uma mesma missão, visão e
valores
Com essa
“bússola”
nos guiamos
Premissas Estratégicas_
“O problema com o
futuro é que ele é
diferente. Se você não é
capaz de pensar de
maneira diferente, o
futuro sempre chegará
de surpresa.”_
Gary Hamel
PROCESSO - VISÕES DE FUTURO +15 (2015) _
ETAPA 0
Planejamento
ETAPA 1
Mapeamento
ETAPA 2
Prospeção
de tendências
ETAPA 3
Análise
de implicações
ETAPA 4
Geração de insights
para o planejamento
estratégico
SCANNING SEARCH
MAPA DE TENDÊNCIAS:
WEB CRAWLING,
PESQUISA SECUNDÁRIA
E DIÁLOGOS COM
ESPECIALISTAS
STREAMS DE TRABALHO
ROADMAP
OPORTUNIDADES
INSIGHTS PARA
A ESTRATÉGIA
E PORTFOLIO
DE PROJETOS
PLANEJAMENTO
DE PESQUISA EIXOS DE PESQUISAPRODUTOS
Etapa 5
DIVULGAÇÃO PARA INSPIRAR E INFLUENCIAR ONGS, FUNDAÇÕES/ INSTITUTOS
EMPRESARIAIS E EMPREENDEDORES SOCIAIS
PLATAFORMA - VISÕES DE FUTURO +15 (2015) _
15 pessoas
entrevistadas
+500.000
evidências
webcrawling
290
sinais
http://sobrado.in/projftv/sinais/
TRABALHO CONJUNTO: SYMNETICS + MOB
15 temas/
tendências
60
sub-temas
4
dataviz
6
cenários
15 TEMAS_
15TEMAS_
FTV +15
• Governo Eletrônico
• Brand Advocacy &
Branded Government
• Ativismo autoral
e engajamento
• Curadoria coletiva
• Good deeds
• Transparência
e participação
Ativismo &
Representação
Social
• Novas escolas
• Homescooling
• Novas Pedagogias
(Game / SOLE)
• Experience learning
• Crowdlearning
• Open University
Autoformação
& Novas Formas
de Aprendizagem
• Bioética
• Direito das
Minorias
• Direito
Digital
Novas
Fronteiras
Legais
• Food Science
• Alongamento
tempo de vida
• Medicina digital
• Quarta idade
• Biohacking
Life
Tracking
• Indivíduos
multidimensionais
• Nova configuração
familiar
• Choque de
cultura
Pluralidade/
Diversidade
• Self/Food Tracking
• Vida equilibrada
• Nutrição e novos
tipos de alimentação
• Consumo livre
de culpa
Consciência e
Bem Estar
• Holocracia
• Empreendedorismo
• “Intergeracionalidade”
• Cooperação
e colaboração
• Intraempreendedorismo
Novas Formas
de Trabalho e
Carreira
• Omni Channel
• “One line”
• Internet
das coisas
• Fast Flow
Hiperconexão
• Smart cities
• Mobilidade
• Urbaneering
Reconfiguração
das Cidades
• Big data
• Micro
sensores
Inteligência
Artificial
• Prosumer
• Impressão 3D
• Customização
massificada
Produção
Descentralizada
• Cibernética
• Biônica
• Biotecnologia
• Nanotecnologia
Convergência
Tecnológica
• Impacto
ambiental
• Tecnologias
de baixo
impacto
• Eficiência
energética
Economia de
Recursos
• Open source
• Crowdfunding
• Coworking
Sharing
• Moedas
alternativas
Consumo
Compartilhado
• Impact
Investing
• Novos Mod.
Financiamento
• B Corp
• Social Big Data
• Social Business
Novos
Modelos de
Investimento
Social
CASOS_
VOLUNTARIADO_
Quando escutamos a palavra, pensamos em:
Voluntariado_
Pintar paredes
Doar alimentos, roupas e
sangue
Contar histórias para crianças
Mas, cresce a participação cidadã_
• Conhecemos necessidades de diferentes partes do mundo.
• Temos maior consciência das desigualdades.
• Somos convidados a pensar e atuar para mudar realidades.
Jóvens crêem que
podem fazer a
diferença local e global.
Fonte: Millennials Telefônica
EUA
América
Latina
67
48
Brasil
39
50
25
72 71
51
Europa
Local Global Local Global Local Global Local Global
Para 52% dos jóvens, a internet
aumenta a participação social.
Fonte: Juventude Conectada
Um novo jeito de nos relacionarmos_
• Macro-tendências mapeadas pela Fundação:
• Autoformação e novas formas de aprendizagem
• Alteração das estruturas familiares
• Ativismos e representação social
• Choque de culturas
• Regulamentação e direitos na web
• Novos modelos econômicos
• Compartilhamento de recursos
• Modelos de trabalho e carreira
• Cidades inteligentes
• Inteligência artificial
Numa sociedade multiconectada as estruturas e as relações estão em constante mudança…
Voluntariado digital
Voluntariado on-line
Enred
Virtual
Intermediado
por la internet
A distancia
Hacktivistas
Online
MicrovoluntariadoE-volunteering
Cibervoluntariado
Clickativistas
Ciberativistas
2005 2011 2012 2014 2015
Fusão com o Instituto
Vivo
Redesenho do modelo
do Programa – nosso
desafio: como as
tecnologias podem
ampliar nossa ação
Piloto daSemana de
Voluntariado Digital –
de 37 cidades para 64
Estudo sobre
Voluntariado Digital
Primeira experiência
piloto con
Voluntariado On-Line
Implantação do nosso
Programa de
Voluntariado
Ações tradicionais
Game do Bem
EDUCAÇÃO_
Cenário da Educação_
Mudança:
De - Investimento nas necessidades dos governos
Para - Investimento em experimentos com outros parceiros
Investimento de Fundações em Educação com
Tecnologias
Agenda da empresa
Sair do conceito de formação de professores e
trabalhar com Secretarias de Governo
Plataformas para os alunos, a estratégia é ser mais
lúdica
Tendências | Sinais_
AUTOFORMAÇÃO
& NOVAS FORMAS
DE APRENDIZAGEM _
TENDÊNCIA #1 #gamification
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes
para os mais experientes), continuado, acessando
conteúdo ilimitado e multicultural
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
• Afroes cria aplicativos para celulares e ferramentas para agências
de desenvolvimento social e empresas corporativas, dedicados
a difundir mensagens educativas em todo o continente africano.
Sua missão é inspirar as conversas e as escolhas dos jovens africanos
através de mídias digitais e campanhas de responsabilidade social
• Afroes propõe mudar a mentalidade de apatia e de impotência
de jovens africanos através do desenvolvimento de liderança
e habilidades para resolver problemas através de jogos digitais
inovadores e envolventes
http://www.afroes.com/
AFROES
TENDÊNCIA #1 #novaspedagogias
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, rático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes para
os mais experientes), continuado, acessando conteúdo
ilimitado e multicultural.
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
Centro de pesquisas da Universidade de Oxford que estuda os fatores
psicológicos e biológicos nos processos de aprendizagem, desempenho
cognitivo, cognição numérica, sinestesia, e percepção do tempo.
O estudo se concentra em entender as arquiteturas cognitivas
e mecanismos neurais, bem como as habilidades humanas
de perceber, representar, aprender e manipular informação
matemática. Investiga-se os fatores cognitivos e biológicos que
determinam realizações matemáticas e se explora a estimulação
cerebral não invasiva, que pode ter impacto nos sistemas
e mecanismos de aprendizagem.
http://www.bbc.com/news/health-27343047
COHEN KADOSH LAB – ESTIMULAÇÃO NEURAL
TENDÊNCIA #1 #crowdlearning
Plataforma de crowdlearning baseada na ideia que todo conhecimento é
útil e que todo mundo tem algo para compartilhar. Nasceu para
promover encontros entre pessoas cheias de vontade de dividir seus
conhecimentos, habilidades e experiências. Desde uma aula de finanças
até um bate papo sobre futebol, passando por um workshop de culinária.
Acreditam em um aprendizado livre, coletivo e acessível.
+ de 1000 encontros realizados
+ de 10000 usuários cadastrados
www.cinese.me
CINESE
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, rático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes para
os mais experientes), continuado, acessando conteúdo
ilimitado e multicultural.
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
TENDÊNCIA #1 #experiencelearning
Com sedes em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília
e Belo Horizonte, além de um projeto em São Francisco, nos EUA, a
escola busca representar o mundo contemporâneo. A tecnologia de
educação da escola é totalmente baseada na experiência, as aulas se
dão em espaços poucos convencionais e se estimula a criação de
relações e projetos no ambiente da escola. Oferece consultoria para
empresas e para o instituições de ensino.
http://www.perestroika.com.br/
https://vimeo.com/74955168
https://vimeo.com/122428851
PERESTROIKA
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes
para os mais experientes), continuado, acessando
conteúdo ilimitado e multicultural
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
TENDÊNCIA #1 #openuniversity
Plataforma de cursos pela internet de Harvard e do MIT oferece cursos
de diversas disciplinas gratuitamente, em parcerias com as melhores
universidades do mundo.
Já reuniu 850 mil alunos de 192 países e agora se prepara para seu
próximo passo: liberar gratuitamente o código da plataforma para que
qualquer instituição, empresa, grupo ou indivíduo possa usar a estrutura
e oferecer seus próprios cursos pela internet.
https://www.edx.org/
https://www.youtube.com/watch?v=B-EFayAA5_0
EdX
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes
para os mais experientes), continuado, acessando
conteúdo ilimitado e multicultural
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
TENDÊNCIA #1 #novasescolas
Em funcionamento desde 1995, o Projeto Âncora foi fundado originalmente como
uma ong para desenvolver projetos com crianças de baixa renda no contraturno das
escolas. Em 2011, o educador e idealizador da Escola da Ponte de Portugal, José
Pacheco, chegou ao projeto para auxiliá-lo a tornar-se uma escola da educação
básica. O projeto é desenvolvido com base em roteiros de estudo, e não por
apostilas ou livros didáticos. Todos os dias, ao chegarem, os estudantes se
encontram com o tutor, com quem elaboram o planejamento das atividades que irão
realizar ao longo do dia, assim como quais horários vão destinar às disciplinas e
quais serão os momentos de brincar, andar de skate, conversar com os amigos ou
mesmo descansar.
http://www.projetoancora.org.br/
Projeto Âncora
AUTOFORMAÇÃO & NOVAS
FORMAS DE APRENDIZAGEM
Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam
o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental,
dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar),
não hierárquico: de professor->aluno para horizontal
(entre pares) ou reverso (dos menos experientes
para os mais experientes), continuado, acessando
conteúdo ilimitado e multicultural
CONTROVÉRSIAS
• Caráter experimental de novas metologias
• Gerações mais novas acessam conhecimento
exponencial e desafiam gerações mais velhas
• Mercantilização da educação
NOSSO PORTFOLIO_
Escolas Rurais CONECTADAS_
Formação
on line_
30 cursos em 2015
• Cursos auto-instrucionais
• Cursos moderados
10 mil participantes
Certificação da Universidade Estadual do
Rio Grande do Sul
• Plataforma de busca que
reúne objetos e recursos
digitais dedicados ao apoio
dos processos de ensino e
aprendizagem dentro e fora
de classe
• Facilita o acesso de
educadores a conteúdos para
enriquecer suas práticas
pedagógicas
• Repositório organizado nas
diretrizes curriculares
nacionais
• Base para o Curriculum da
Secretaria de Educação do
Governo do Estado de SP
• Plataforma gratuita de
jogos digitais em redes
sociais, lúdica e de
aprendizagem
• Para alunos do 4º ao 7º
ciclo do Ensino
Fundamental para
formação em
habilidades e
competências en Língua
Portuguesa e
Matemática
• Fomentar o papel das
crianças para que sejan
autores de seus
próprios processos de
aprendizagem
ProgramaÊ_
• Movimento para levar a linguagem das máquinas aos jovens.
• Hub agregador de cursos de programação que desenvolve habilidades para o século XXI como
criatividade, raciocínio lógico e solução de problemas de maneira prática e lúdica.
+15
VISÕES DE
FUTURO
Americo Teixeira Mattar
Diretor Presidente da Fundação Telefônica
amattar@telefonica.com

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Destaque (8)

InterCon 2012 - Metricas - Data Visualization
InterCon 2012 - Metricas - Data VisualizationInterCon 2012 - Metricas - Data Visualization
InterCon 2012 - Metricas - Data Visualization
 
Daniela Kutschat Hanns - Por que visualizar dados?/ Why do we need dataviz?
Daniela Kutschat Hanns - Por que visualizar dados?/ Why do we need dataviz?Daniela Kutschat Hanns - Por que visualizar dados?/ Why do we need dataviz?
Daniela Kutschat Hanns - Por que visualizar dados?/ Why do we need dataviz?
 
DataViz NYC #4
DataViz NYC #4DataViz NYC #4
DataViz NYC #4
 
Data Visualization: Teoria, Técnicas e Práticas
Data Visualization: Teoria, Técnicas e PráticasData Visualization: Teoria, Técnicas e Práticas
Data Visualization: Teoria, Técnicas e Práticas
 
Scaling Business Intelligence: from infrastruture to visualization (pt-br)
Scaling Business Intelligence: from infrastruture to visualization (pt-br)Scaling Business Intelligence: from infrastruture to visualization (pt-br)
Scaling Business Intelligence: from infrastruture to visualization (pt-br)
 
Do and don't de la dataviz
Do and don't de la datavizDo and don't de la dataviz
Do and don't de la dataviz
 
Técnicas básicas de dataviz
Técnicas básicas de datavizTécnicas básicas de dataviz
Técnicas básicas de dataviz
 
Dataviz com Julie Teixeira
Dataviz com Julie TeixeiraDataviz com Julie Teixeira
Dataviz com Julie Teixeira
 

Semelhante a Seminário Social Good Brasil 2015 | Américo Mattar

Empreendedorismo social
Empreendedorismo socialEmpreendedorismo social
Empreendedorismo social
Tânia Lucas
 
Unomarketing Apresentação
Unomarketing ApresentaçãoUnomarketing Apresentação
Unomarketing Apresentação
Unomarketing
 
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.pptComunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
GuillermoZLossio
 

Semelhante a Seminário Social Good Brasil 2015 | Américo Mattar (20)

O que as organizações sociais inovadoras ensinam aos profissionais de comunic...
O que as organizações sociais inovadoras ensinam aos profissionais de comunic...O que as organizações sociais inovadoras ensinam aos profissionais de comunic...
O que as organizações sociais inovadoras ensinam aos profissionais de comunic...
 
Festival 2014 - Fundação Telefonica Vivo
Festival 2014 - Fundação Telefonica VivoFestival 2014 - Fundação Telefonica Vivo
Festival 2014 - Fundação Telefonica Vivo
 
Apresentação FEGESPI - Fundação Escola de Gestão Pública de Itaboraí
Apresentação FEGESPI - Fundação Escola de Gestão Pública de ItaboraíApresentação FEGESPI - Fundação Escola de Gestão Pública de Itaboraí
Apresentação FEGESPI - Fundação Escola de Gestão Pública de Itaboraí
 
EEI2011 blog1
EEI2011 blog1EEI2011 blog1
EEI2011 blog1
 
Artemisia
ArtemisiaArtemisia
Artemisia
 
Jornada Empreendedora
Jornada EmpreendedoraJornada Empreendedora
Jornada Empreendedora
 
Empreendedorismo e a WEB - Oportunidades e Desafios - Unicongres
Empreendedorismo e a WEB - Oportunidades e Desafios - Unicongres Empreendedorismo e a WEB - Oportunidades e Desafios - Unicongres
Empreendedorismo e a WEB - Oportunidades e Desafios - Unicongres
 
Gestão da inovacao com sustentabilidade e conectividade
Gestão da inovacao com sustentabilidade e conectividadeGestão da inovacao com sustentabilidade e conectividade
Gestão da inovacao com sustentabilidade e conectividade
 
Empreendedorismo social
Empreendedorismo socialEmpreendedorismo social
Empreendedorismo social
 
Unomarketing Apresentação
Unomarketing ApresentaçãoUnomarketing Apresentação
Unomarketing Apresentação
 
Super Case DIG 4 :: Instituto Souza Cruz
Super Case DIG 4 :: Instituto Souza CruzSuper Case DIG 4 :: Instituto Souza Cruz
Super Case DIG 4 :: Instituto Souza Cruz
 
Supercase - Instituto Souza Cruz
Supercase - Instituto Souza CruzSupercase - Instituto Souza Cruz
Supercase - Instituto Souza Cruz
 
Empreendedorismo Social
Empreendedorismo SocialEmpreendedorismo Social
Empreendedorismo Social
 
Comunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de CriseComunicação Interna em Tempos de Crise
Comunicação Interna em Tempos de Crise
 
Apresentacao unifil
Apresentacao unifilApresentacao unifil
Apresentacao unifil
 
Gestão da Inovação com Sustentabilidade e Conectividade
Gestão da Inovação com Sustentabilidade e ConectividadeGestão da Inovação com Sustentabilidade e Conectividade
Gestão da Inovação com Sustentabilidade e Conectividade
 
Inova - Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento da UEMA
Inova - Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento da UEMAInova - Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento da UEMA
Inova - Inovação, Empreendedorismo e Desenvolvimento da UEMA
 
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.pptComunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
Comunidad PotencializadabrasilportuguesRJ.ppt
 
PALESTRA Cultura e Transformação Organizacional - Flávia Lemes
PALESTRA Cultura e Transformação Organizacional - Flávia LemesPALESTRA Cultura e Transformação Organizacional - Flávia Lemes
PALESTRA Cultura e Transformação Organizacional - Flávia Lemes
 
Cenários e Tendências da Indústria de Eventos e Turismo - Palestra olhando ...
Cenários e Tendências da Indústria de Eventos e Turismo - Palestra   olhando ...Cenários e Tendências da Indústria de Eventos e Turismo - Palestra   olhando ...
Cenários e Tendências da Indústria de Eventos e Turismo - Palestra olhando ...
 

Mais de Social Good Brasil

Mais de Social Good Brasil (20)

Relatório SGB 2017 - edição de 5 anos
 Relatório SGB 2017 - edição de 5 anos  Relatório SGB 2017 - edição de 5 anos
Relatório SGB 2017 - edição de 5 anos
 
Dados abertos e melhoria na saúde
Dados abertos e melhoria na saúdeDados abertos e melhoria na saúde
Dados abertos e melhoria na saúde
 
Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis
Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento SustentáveisInovação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis
Inovação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis
 
Relatório Social Good Brasil 2016
Relatório Social Good Brasil 2016 Relatório Social Good Brasil 2016
Relatório Social Good Brasil 2016
 
Apresentação Hangout Fellow SGB
Apresentação Hangout Fellow SGBApresentação Hangout Fellow SGB
Apresentação Hangout Fellow SGB
 
SGB Lab 2016: apresentação Webinário pré-selecionados
SGB Lab 2016: apresentação Webinário pré-selecionados SGB Lab 2016: apresentação Webinário pré-selecionados
SGB Lab 2016: apresentação Webinário pré-selecionados
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Edgard Gouveia Júnior
Seminário Social Good Brasil 2015 | Edgard Gouveia JúniorSeminário Social Good Brasil 2015 | Edgard Gouveia Júnior
Seminário Social Good Brasil 2015 | Edgard Gouveia Júnior
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Anna Penido
Seminário Social Good Brasil 2015 | Anna PenidoSeminário Social Good Brasil 2015 | Anna Penido
Seminário Social Good Brasil 2015 | Anna Penido
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Leonardo Aguiar
Seminário Social Good Brasil 2015 | Leonardo AguiarSeminário Social Good Brasil 2015 | Leonardo Aguiar
Seminário Social Good Brasil 2015 | Leonardo Aguiar
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Luis Fernando Guggenberger
Seminário Social Good Brasil 2015 | Luis Fernando GuggenbergerSeminário Social Good Brasil 2015 | Luis Fernando Guggenberger
Seminário Social Good Brasil 2015 | Luis Fernando Guggenberger
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Kathleen Bennett
Seminário Social Good Brasil 2015 | Kathleen Bennett Seminário Social Good Brasil 2015 | Kathleen Bennett
Seminário Social Good Brasil 2015 | Kathleen Bennett
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Haroldo Machado Filho
Seminário Social Good Brasil 2015 | Haroldo Machado FilhoSeminário Social Good Brasil 2015 | Haroldo Machado Filho
Seminário Social Good Brasil 2015 | Haroldo Machado Filho
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Alexa Clay
Seminário Social Good Brasil 2015 | Alexa Clay Seminário Social Good Brasil 2015 | Alexa Clay
Seminário Social Good Brasil 2015 | Alexa Clay
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Joana Castello Branco
Seminário Social Good Brasil 2015 | Joana Castello BrancoSeminário Social Good Brasil 2015 | Joana Castello Branco
Seminário Social Good Brasil 2015 | Joana Castello Branco
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Cida Franco
Seminário Social Good Brasil 2015 | Cida FrancoSeminário Social Good Brasil 2015 | Cida Franco
Seminário Social Good Brasil 2015 | Cida Franco
 
Seminário Social Good Brasil 2015 | Maria Julia Kurth de Azambuja
Seminário Social Good Brasil 2015 | Maria Julia Kurth de Azambuja Seminário Social Good Brasil 2015 | Maria Julia Kurth de Azambuja
Seminário Social Good Brasil 2015 | Maria Julia Kurth de Azambuja
 
Social Good Brazil - Institucional
Social Good Brazil - InstitucionalSocial Good Brazil - Institucional
Social Good Brazil - Institucional
 
Lab 2015 - selecionados para webinário
Lab 2015 - selecionados para webinárioLab 2015 - selecionados para webinário
Lab 2015 - selecionados para webinário
 
Informe Social Good Brasil 2014
Informe Social Good Brasil 2014Informe Social Good Brasil 2014
Informe Social Good Brasil 2014
 
Social Good Brazil 2014 Report
Social Good Brazil 2014 Report Social Good Brazil 2014 Report
Social Good Brazil 2014 Report
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Dirceu Resende
 

Último (7)

Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
Apostila e caderno de exercicios de WORD
Apostila e caderno de exercicios de  WORDApostila e caderno de exercicios de  WORD
Apostila e caderno de exercicios de WORD
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 

Seminário Social Good Brasil 2015 | Américo Mattar

  • 1. INOVAÇÃO E ESTRATÉGIA EM UMA FUNDAÇÃO EMPRESARIAL
  • 2. 2000 – 2004 2005 – 2011 Evolução da Fundação Telefônica Vivo Criada em 1999 no início das operações no Brasil: • Estratégia Global – contribuir com as sociedades onde o Grupo desenvolve suas atividades • Opção por “Fundação” para gerar credibilidade e compromisso com o País • Atuação em apoio a projetos sociais e culturais Planejamento Global: • Estratégia global com projetos locais • Modelo de operação focado em Educação, Cultura e Tecnologia Desenvolvimento de Projetos Próprios: • Formação técnica para a realização de seus projetos próprios • Ações de advocacy • Início das publicações e seminários 2011 – 2015 Fusão Telefônica Vivo: • Conservar o melhor das duas instituições • Criação da Visão, Missão e Valores • Foco em Conhecimento, Tecnologia e Inovação • Atuação em colaboração com o negócio
  • 3. DISCOVER, DISRUPT, DELIVER GOVERNANÇA Fundação Telefônica Vivo_ • FT Espanha – responsável pela estratégia • Conselho da Fundação no Brasil - responsável pela aprovação do plano Brasil • Conselho Fiscal – aprovação das contas e suporte contábil • Junta Diretiva – define a estratégia de execução no Brasil • Gerentes - gestão dos programas e projetos • Equipe – execução dos projetos
  • 4. Somos uma Fundação 3.0_ Apoio a projetos socialmente relevantes Fundação 1.0_ Usa as tecnologias da empresa e a força do negócio para maximizar o impacto dos projetos sociais Fundação 2.0_ Estuda as tendências de inovação e tecnologias para influenciar as ações do presente visando um futuro melhor Fundação 3.0_
  • 5. Fundação 1.0_ Planejamento baseado no passado e para dentro Utilizamos as aprendizagens dos projetos – erros e acertos Muito Entrópico Equipe com baixa capacidade de análise de dados externos Recebe solicitações de apoio a projetos de acordo somente como as organizações sociais imaginam ser importantes
  • 6. Fundação 2.0_ Nos tornarmos uma Fundação de Inovação conectada com o negócio Necessidade de mudanças no modo como planejávamos Tentamos diferentes modelos de planejamento Produção de estudos sobre os impactos das tecnologias na sociedade Adaptamos metodologias de gestão O negócio também pode influenciar a demanda da sociedade e não somente de organizações sociais
  • 7. Criamos um posicionamiento que é a base de nossa atuação Posicionamento Estratégico_
  • 8. Fundação 3.0_ Começamos a olhar o passado + sinais do presente e a desenhar caminhos de futuro Unidade de Inteligência – Rockfeller Foundation Nosso negócio é conhecer a sociedade Equipe mais conectada, mudanças reais nas atitudes das pessoas Contribuição para o setor social – Social Big Data As tendências podem estimular o negócio a olhar o que virá como demanda
  • 9. Antecipamos tendências, investindo em educação para: Plano Estratégico_ Competências do Século XXI Cidadania Empreendedorismo REPUTAÇÃO_ IMPACTO_
  • 10. DISCOVER, DISRUPT, DELIVER Com base nestes pilares estabelecemos premissas de atuação_ Comunicação Sinergia com o Negócio Excelência em Gestão Uma Fundação integrada Uma Fundação socialmente relevante e reconhecida pelos empregados do Grupo Atuação em todas os escritórios regionais, aproveitando a força da Empresa para impulsionar o impacto social dos projetos Controle sistêmico de tudo o que fazemos Todos os projetos a serviço de uma mesma missão, visão e valores Com essa “bússola” nos guiamos Premissas Estratégicas_
  • 11. “O problema com o futuro é que ele é diferente. Se você não é capaz de pensar de maneira diferente, o futuro sempre chegará de surpresa.”_ Gary Hamel
  • 12. PROCESSO - VISÕES DE FUTURO +15 (2015) _ ETAPA 0 Planejamento ETAPA 1 Mapeamento ETAPA 2 Prospeção de tendências ETAPA 3 Análise de implicações ETAPA 4 Geração de insights para o planejamento estratégico SCANNING SEARCH MAPA DE TENDÊNCIAS: WEB CRAWLING, PESQUISA SECUNDÁRIA E DIÁLOGOS COM ESPECIALISTAS STREAMS DE TRABALHO ROADMAP OPORTUNIDADES INSIGHTS PARA A ESTRATÉGIA E PORTFOLIO DE PROJETOS PLANEJAMENTO DE PESQUISA EIXOS DE PESQUISAPRODUTOS Etapa 5 DIVULGAÇÃO PARA INSPIRAR E INFLUENCIAR ONGS, FUNDAÇÕES/ INSTITUTOS EMPRESARIAIS E EMPREENDEDORES SOCIAIS
  • 13. PLATAFORMA - VISÕES DE FUTURO +15 (2015) _ 15 pessoas entrevistadas +500.000 evidências webcrawling 290 sinais http://sobrado.in/projftv/sinais/ TRABALHO CONJUNTO: SYMNETICS + MOB 15 temas/ tendências 60 sub-temas 4 dataviz 6 cenários
  • 15. 15TEMAS_ FTV +15 • Governo Eletrônico • Brand Advocacy & Branded Government • Ativismo autoral e engajamento • Curadoria coletiva • Good deeds • Transparência e participação Ativismo & Representação Social • Novas escolas • Homescooling • Novas Pedagogias (Game / SOLE) • Experience learning • Crowdlearning • Open University Autoformação & Novas Formas de Aprendizagem • Bioética • Direito das Minorias • Direito Digital Novas Fronteiras Legais • Food Science • Alongamento tempo de vida • Medicina digital • Quarta idade • Biohacking Life Tracking • Indivíduos multidimensionais • Nova configuração familiar • Choque de cultura Pluralidade/ Diversidade • Self/Food Tracking • Vida equilibrada • Nutrição e novos tipos de alimentação • Consumo livre de culpa Consciência e Bem Estar • Holocracia • Empreendedorismo • “Intergeracionalidade” • Cooperação e colaboração • Intraempreendedorismo Novas Formas de Trabalho e Carreira • Omni Channel • “One line” • Internet das coisas • Fast Flow Hiperconexão • Smart cities • Mobilidade • Urbaneering Reconfiguração das Cidades • Big data • Micro sensores Inteligência Artificial • Prosumer • Impressão 3D • Customização massificada Produção Descentralizada • Cibernética • Biônica • Biotecnologia • Nanotecnologia Convergência Tecnológica • Impacto ambiental • Tecnologias de baixo impacto • Eficiência energética Economia de Recursos • Open source • Crowdfunding • Coworking Sharing • Moedas alternativas Consumo Compartilhado • Impact Investing • Novos Mod. Financiamento • B Corp • Social Big Data • Social Business Novos Modelos de Investimento Social
  • 18. Quando escutamos a palavra, pensamos em: Voluntariado_ Pintar paredes Doar alimentos, roupas e sangue Contar histórias para crianças
  • 19. Mas, cresce a participação cidadã_ • Conhecemos necessidades de diferentes partes do mundo. • Temos maior consciência das desigualdades. • Somos convidados a pensar e atuar para mudar realidades. Jóvens crêem que podem fazer a diferença local e global. Fonte: Millennials Telefônica EUA América Latina 67 48 Brasil 39 50 25 72 71 51 Europa Local Global Local Global Local Global Local Global Para 52% dos jóvens, a internet aumenta a participação social. Fonte: Juventude Conectada
  • 20. Um novo jeito de nos relacionarmos_ • Macro-tendências mapeadas pela Fundação: • Autoformação e novas formas de aprendizagem • Alteração das estruturas familiares • Ativismos e representação social • Choque de culturas • Regulamentação e direitos na web • Novos modelos econômicos • Compartilhamento de recursos • Modelos de trabalho e carreira • Cidades inteligentes • Inteligência artificial Numa sociedade multiconectada as estruturas e as relações estão em constante mudança…
  • 21. Voluntariado digital Voluntariado on-line Enred Virtual Intermediado por la internet A distancia Hacktivistas Online MicrovoluntariadoE-volunteering Cibervoluntariado Clickativistas Ciberativistas
  • 22.
  • 23.
  • 24. 2005 2011 2012 2014 2015 Fusão com o Instituto Vivo Redesenho do modelo do Programa – nosso desafio: como as tecnologias podem ampliar nossa ação Piloto daSemana de Voluntariado Digital – de 37 cidades para 64 Estudo sobre Voluntariado Digital Primeira experiência piloto con Voluntariado On-Line Implantação do nosso Programa de Voluntariado Ações tradicionais Game do Bem
  • 26. Cenário da Educação_ Mudança: De - Investimento nas necessidades dos governos Para - Investimento em experimentos com outros parceiros Investimento de Fundações em Educação com Tecnologias Agenda da empresa Sair do conceito de formação de professores e trabalhar com Secretarias de Governo Plataformas para os alunos, a estratégia é ser mais lúdica
  • 27. Tendências | Sinais_ AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM _
  • 28. TENDÊNCIA #1 #gamification AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação • Afroes cria aplicativos para celulares e ferramentas para agências de desenvolvimento social e empresas corporativas, dedicados a difundir mensagens educativas em todo o continente africano. Sua missão é inspirar as conversas e as escolhas dos jovens africanos através de mídias digitais e campanhas de responsabilidade social • Afroes propõe mudar a mentalidade de apatia e de impotência de jovens africanos através do desenvolvimento de liderança e habilidades para resolver problemas através de jogos digitais inovadores e envolventes http://www.afroes.com/ AFROES
  • 29. TENDÊNCIA #1 #novaspedagogias AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, rático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural. CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação Centro de pesquisas da Universidade de Oxford que estuda os fatores psicológicos e biológicos nos processos de aprendizagem, desempenho cognitivo, cognição numérica, sinestesia, e percepção do tempo. O estudo se concentra em entender as arquiteturas cognitivas e mecanismos neurais, bem como as habilidades humanas de perceber, representar, aprender e manipular informação matemática. Investiga-se os fatores cognitivos e biológicos que determinam realizações matemáticas e se explora a estimulação cerebral não invasiva, que pode ter impacto nos sistemas e mecanismos de aprendizagem. http://www.bbc.com/news/health-27343047 COHEN KADOSH LAB – ESTIMULAÇÃO NEURAL
  • 30. TENDÊNCIA #1 #crowdlearning Plataforma de crowdlearning baseada na ideia que todo conhecimento é útil e que todo mundo tem algo para compartilhar. Nasceu para promover encontros entre pessoas cheias de vontade de dividir seus conhecimentos, habilidades e experiências. Desde uma aula de finanças até um bate papo sobre futebol, passando por um workshop de culinária. Acreditam em um aprendizado livre, coletivo e acessível. + de 1000 encontros realizados + de 10000 usuários cadastrados www.cinese.me CINESE AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, rático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural. CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação
  • 31. TENDÊNCIA #1 #experiencelearning Com sedes em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Brasília e Belo Horizonte, além de um projeto em São Francisco, nos EUA, a escola busca representar o mundo contemporâneo. A tecnologia de educação da escola é totalmente baseada na experiência, as aulas se dão em espaços poucos convencionais e se estimula a criação de relações e projetos no ambiente da escola. Oferece consultoria para empresas e para o instituições de ensino. http://www.perestroika.com.br/ https://vimeo.com/74955168 https://vimeo.com/122428851 PERESTROIKA AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação
  • 32. TENDÊNCIA #1 #openuniversity Plataforma de cursos pela internet de Harvard e do MIT oferece cursos de diversas disciplinas gratuitamente, em parcerias com as melhores universidades do mundo. Já reuniu 850 mil alunos de 192 países e agora se prepara para seu próximo passo: liberar gratuitamente o código da plataforma para que qualquer instituição, empresa, grupo ou indivíduo possa usar a estrutura e oferecer seus próprios cursos pela internet. https://www.edx.org/ https://www.youtube.com/watch?v=B-EFayAA5_0 EdX AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação
  • 33. TENDÊNCIA #1 #novasescolas Em funcionamento desde 1995, o Projeto Âncora foi fundado originalmente como uma ong para desenvolver projetos com crianças de baixa renda no contraturno das escolas. Em 2011, o educador e idealizador da Escola da Ponte de Portugal, José Pacheco, chegou ao projeto para auxiliá-lo a tornar-se uma escola da educação básica. O projeto é desenvolvido com base em roteiros de estudo, e não por apostilas ou livros didáticos. Todos os dias, ao chegarem, os estudantes se encontram com o tutor, com quem elaboram o planejamento das atividades que irão realizar ao longo do dia, assim como quais horários vão destinar às disciplinas e quais serão os momentos de brincar, andar de skate, conversar com os amigos ou mesmo descansar. http://www.projetoancora.org.br/ Projeto Âncora AUTOFORMAÇÃO & NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM Novos modelos educacionais e tecnologias que facilitam o desenvolvimento transdisciplinar, prático/experimental, dinâmico, virtual, gamificado, informal (não curriculuar), não hierárquico: de professor->aluno para horizontal (entre pares) ou reverso (dos menos experientes para os mais experientes), continuado, acessando conteúdo ilimitado e multicultural CONTROVÉRSIAS • Caráter experimental de novas metologias • Gerações mais novas acessam conhecimento exponencial e desafiam gerações mais velhas • Mercantilização da educação
  • 35. Escolas Rurais CONECTADAS_ Formação on line_ 30 cursos em 2015 • Cursos auto-instrucionais • Cursos moderados 10 mil participantes Certificação da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
  • 36. • Plataforma de busca que reúne objetos e recursos digitais dedicados ao apoio dos processos de ensino e aprendizagem dentro e fora de classe • Facilita o acesso de educadores a conteúdos para enriquecer suas práticas pedagógicas • Repositório organizado nas diretrizes curriculares nacionais • Base para o Curriculum da Secretaria de Educação do Governo do Estado de SP
  • 37. • Plataforma gratuita de jogos digitais em redes sociais, lúdica e de aprendizagem • Para alunos do 4º ao 7º ciclo do Ensino Fundamental para formação em habilidades e competências en Língua Portuguesa e Matemática • Fomentar o papel das crianças para que sejan autores de seus próprios processos de aprendizagem
  • 38. ProgramaÊ_ • Movimento para levar a linguagem das máquinas aos jovens. • Hub agregador de cursos de programação que desenvolve habilidades para o século XXI como criatividade, raciocínio lógico e solução de problemas de maneira prática e lúdica.
  • 39. +15 VISÕES DE FUTURO Americo Teixeira Mattar Diretor Presidente da Fundação Telefônica amattar@telefonica.com

Notas do Editor

  1. 15 entrevistas + 500.000 evidências webcrawling 290 sinais - desk research 15 temas/tendências 40 subtemas/tags para busca 6 cenários 4 dataviz