SlideShare uma empresa Scribd logo
Primeira Infância para o
desenvolvimento da comunidade
Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade
Mary Eming Young, MD, DrPH
Diretora, Center for Child Development, China Development Research Foundation
Consultor Sênior, Center for Developing Child, Harvard University
Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade
Fortaleza, Ceará | 30-31 de março, 2017
O Alicerce de uma Sociedade Bem-Sucedida é
construído na Primeira Infância
O desenvolvimento saudável nos primeiros anos fornece os
elementos básicos para o êxito educacional, produtividade
econômica, cidadania responsável, saúde para a vida toda,
comunidades fortes e a criação bem-sucedida da próxima
geração.
Avanços na neurociência, biologia molecular, genômica e as
ciências comportamentais e sociais poderiam ser alavancadas
para catalisar políticas e práticas inovadoras entre os setores,
afim de fortalecer os impactos.
Razões para se investir no desenvolvimento
da primeira infância
• Lógica da economia enxuta – retornos altos por investir em
crianças
• Mais ainda, além de razões puramente econômicas,
relaciona-se a vínculos sociais- capacidades de conviver com
outros, participar em atividades sociais e evitar desastres
sociais (C. Sen.), isto é, desenvolvimento que melhora as
vidas das pessoas por meio da melhoria de suas habilidades.
Políticos difíceis de investir em crianças
Se o investimento público na Primeira Infância é uma ideia tão
boa, por que não tê-lo mais?
– O custo de programas são imediatos e evidentes; os
benefícios vêm mais tarde, com menos certeza.
– Questões técnicas: O que fazer, o que é mais econômico,
qual é a mescla correta de subsídios e em quais condições
– Falta de voz política ou suporte
Returnos para uma Unidade Real Investida
Fonte: Heckman (2008).
1 ano
de Pré-escola
1 ano
de Pré-escola
=
Brasil ― Economia do DPI
Filhos de Pais com 4 Anos de Escolaridade
Renda
Adicionada
Potencial
Ganho de 04 anos
Na Escolaridade
Ganho de 04 anos
Na Escolaridade

5,0%

5,0%

2,0%

2,0%

7,0%

7,0%

12,5%

12,5%

6,5%

6,5%

6,0%

6,0%
1 ano
de Pré-escola
1 ano
de Pré-escola
Ganho de 06 anos
Na Escolaridade
Ganho de 06 anos
Na Escolaridade
=
Brasil ― Economia do DPI
Capacidade de Aumento de Ganho Futuro para Crianças
Cujos Pais São Analfabetos
Renda
Adicionada
Potencial
8
Fatores que Moldam o
Desenvolvimento
Genes e Ambiente
• Os genes especificam as propriedades do desenvolvimento cerebral da
infância.
• Porém, a experiência esculpe cada cérebro de modo diferente, razão pela
qual não há dois cérebros iguais.
As experiências “afetam igualmente os dois lados”
• Experiências saudáveis facilitam o desenvolvimento saudável do cérebro, e
ao contrário….
• Experiências adversas podem impactar negativamente o desenvolvimento do
cérebro. E...
• Ser privado de experiências presumíveis/comuns também pode afetar o
desenvolvimento cerebral.
Fonte: Charles Nelson, 2016 Harvard University
O Momento Tem Importância
Experiências adversas podem ter efeitos diferentes
dependendo do
momento e duração de sua exposição
 Períodos críticos referem-se a momentos no
desenvolvimento em que o cérebro é particularmente
responsivo à experiência; se uma criança for exposta a
eventos adversos durante um período crítico OU se passar
por ele sem se expor a eventos de “experiência presumível
(comum)”, o desenvolvimento pode dar errado.
 Domínios diferentes (ex.: linguagem, desenvolvimento sócio
emocional) são regulados por períodos críticos diferentes
• Porém, a maioria dos períodos críticos se dá nos primeiros anos de
vida
Logo, as experiências da infância têm importância.
4
Fonte: Charles Nelson, Harvard U.
Motora /
Linguagem
Cognição mais
Elevada
Sensorial
Nasci
ment
o
Ambiente
Período críticogenes comportament
No útero adulto
Crédito: Takao
Hensch
As Janelas de Experiência da Infância
Moldam a Função Cerebral
5
Fonte: Charles Nelson, Harvard U.
Crédito: Charles Nelson, Harvard
U.
Tractografia do Cérebro Todo
Bebê
representando o
crescimento
atrofiado
(nanismo)
Bebê nunca
representando o
crescimento
atrofiado
(nanismo)
Experiências adversas da infância
Fonte: Adverse Childhood Experiences (ACE) Study
Shonkoff, J. P., et al. (2012). Uma estrutura cientifica integrada para a sobrevivência infantil e desenvolvimento da primeira infância. Pediatrics, 129, e460-e472.
A biologia da adversidade e resiliência demonstra que estressadores importantes, iniciando no
útero e continuando na primeira infância, podem produzir impactos duradouros na arquitetura e
função do cérebro, e afetar a saúde, aprendizado e comportamento pela vida toda.
.
Violência e negligência desestruturam a função do cérebro
2a
Década 3a
/4a
Décadas
5a
/6a
Décadas
3ª idade
• Falha na Escola
• Gravidez na
Adolescência
• Criminalidade
•Abuso de substância
•Transtornos de
Ansiedade
• Obesidade
• Pressão Arterial
Elevada
• Depressão
• Doença Arterial
Coronária
• Diabetes
•Doença renal
•Artrite
• Envelhecimento
precoce
• Perda de
memória
Problemas Posteriores de Saúde
Relacionados ao Início da Vida
De Hertzman
PREVENÇÃO, NÃO REMEDIAÇÃO
De que modo isso deveria influenciar a
política?
• A política é importante, mas
• Precisa de uma mudança de paradigma na política
social – uma estratégia unificada em
desenvolvimento humano
– Replaneje as políticas para evitar problemas (via pré-
distribuição) em vez de remediar problemas depois que
eles surgem (redistribuição)
– Aumente o foco na parte inicial da vida quando o impacto
na saúde/aprendizado/comportamento for mais intenso e
o desenvolvimento do cérebro for mais estético
Como e onde investir
• Em grande parte, o desenvolvimento na primeira
infância é resultado da qualidade das interações que
as crianças têm com os adultos que as rodeiam:
– Carinho
– Afeto
– Estímulo desde cedo
• Essas interações se dão em três domínios
– A família
– Creches (para crianças que frequentam)
– Pré-escolas
Implicações da política
• A dimensão mais importante da qualidade dos
serviços na primeira infância é a qualidade das
interações entre crianças e os adultos que as
rodeiam
Criação Responsiva Ensino Responsivo
(Em casa) (Creche e escolas)
Fonte: Norbert Shady, 2015
0 1 2 3 4 5 6
orientado aos
pais
orientado à criança
Oportunidades ...
Programas DPI
Idade
Componentes do Desenvolvimento da Primeira
infância e Centros de Criação:
Sistemas DPI & cuidado (de pais e não-pais)
Aprendizado com base no lúdico
Suporte pré-natal e pós-natal
Programas de nutrição
Fonte: Founders’ Network
Cuidado na criação e formação
• O cuidado na formação abrange todos
os elementos essenciais para uma
criança crescer física, mental e
socialmente:
 Nutrição
 Cuidado com a saúde
 Proteção e segurança
 Cuidado responsivo
 Oportunidades para aprender
 Reduz efeitos danosos da desvantagem
na estrutura e função do cérebro
Como estamos indo?
• A Série Lancet 2007 sobre Desenvolvimento Infantil descobriu
que mais de 200 milhões de crianças menores de 5 anos em
países de renda baixa e média não atingem seu potencial de
desenvolvimento
• A série Lancet 2011 analisou nova evidência sobre causas da
desigualdade de desenvolvimento além de nanismo, deficiência
de iodo, deficiência de ferro– IUGR (Restrição de Crescimento
Intrauterino), Malária, exposição ao chumbo, infecção por HIV,
depressão materna, institucionalização, toxinas no ambiente—
todas podem aumentar o número de crianças afetadas.
• A Série Lancet 2016 atualizou para 249 milhões o número de
crianças menores de 5 anos em risco
Advancing Early Childhood Development: from Science to Scale
Prevalência da exposição ao risco em 2010
60% ou mais
40-59%
20-39%
Menos de 20%
Faltando ou excluído
ASS: 66%
23Fonte: Lancet 2016
Gravidade da deficiência de Vitamina A
A “Janela de Oportunidade” para melhorar a Nutrição é
muito pequena …pré-gravidez até 18-24 meses de idade
Fonte: Shrimpton et al (2001)
A capacidade de impactar o desenvolvimento cerebral diminui com o tempo
Fonte: Levitt (2009)
Como as Outras Nações Estão Melhorando
os Resultados de Suas Crianças?
Programas de DPI baseados na comunidade sendo
implementados em todo o mundo
MENA: Iêmen
África: Quênia, Uganda, Eritréia,
Guiné Bissau, Senegal, Malaui, Gana,
…
LAC: Cuba Peru, Bolívia,
Colômbia, Chile, Equador,
Panamá, Nicarágua, Chile,
Brasil, Equador, Guatemala,
Jamaica, Honduras
ECA: Kosovo, Macedônia, Albânia, Turquia, Bulgária, …
Oriente/Sudeste Asiático: Índia,
Filipinas, Indonésia, China, Nepal,
Bangladesh, Vietnam
Programa de Desenvolvimento da Criança em Singapura
Comitê Interministerial
Saúde, Educação, Desenvolvimento Comunitário, Juventude e Esportes
Direcionamentos e Provimento de Fundos Gerais da política, orientações dos
serviços & Coordenação, e padrões Profissionais
Diretor, Programa de Desenvolvimento da Criança
Ministério da Saúde
Unidade de Desenvolvimento
da Criança
Grupo de Saúde Nacional
Unidade de Desenvolvimento
da Criança
Serviços de Saúde de
Singapura
Programas DPI de Cuba: Elo Inicial
Instituições Nacionais fortes
Setor formal
Capacidade Local
Setor Informal
Gravidez Centros de cuidado Infantil Programas Pré-escolares
Programas para Pais
(0 anos) (0 a 5 anos) (5 a 6 anos)
Sistema DPI Francês
• Ênfase em cada criança pequena
• Pré-escola gratuita, voluntária
• Mais para os que têm menos (Áreas de Prioridade
Educacional (ZEP)
• Integração de todas as crianças
• Padrões de qualidade e prestação de contas
• Professores altamente treinados e bem remunerados
• Provimento de fundos seguro e infraestrutura
Parcerias Públicas e Privadas
Nova Zelândia
• Os centros devem cumprir com padrões mínimos
de licenciamento.
• Provimento de Fundos em massa: Provimento de
Fundos por criança, com base em uma escala
móvel.
• Financiamento visando a demanda:
financiamento inicial para desenvolver serviços
por meio de contribuições, oferecer empréstimos
para professores do DPI, e complementar rendas
para pagar as taxas de DPI.
Austrália do Sul – Políticas Coordenadas
da Primeira Infância
• Reforma legislativa para integrar as Leis da Educação e as Leis
de Serviços para Crianças
• Criar um Sistema de Desenvolvimento da Infância e Educação
desde o nascimento até os 17 anos
• Governo coleta dados do resultado do desenvolvimento
infantil (EDI) no Estado a cada três anos
Suécia – Escala de Serviços do Nascimento
da Criança até os 7 anos
Nasci
ment
o
1 52 43 6
anos
Licença
paterna Programas pré-escolares
Pré-escola
Aula
Creche pós-escola
DPI Integrado
Desenvolvimento Humano
Crescimento
econômico
Educação Saúde
Capital
Social
Equidade
Van der Gaag, World Bank
Resumo
De uma maior ênfase em proteção, defesa e prevenção a uma
crescente ênfase em oportunidades, condições para aproveitar
oportunidades, informação, orientação, estímulos e incentivos.
Fonte: Ricardo Paes de Barro, 2013
Mensagens para os Criadores de
Políticas
• Comecem cedo – comecem no nascimento ou
antes, com programas eficazes de qualidade e
intensidade e continuem com o currículo pré-
escolar alinhado com o currículo do ensino
fundamental
• Assegurem a qualidade oferecendo
desenvolvimento profissional de educadores e
pessoal de apoio do DPI.
• Para tanto, é necessário líderes que estejam em
posição de poder para entender a importância de
investir em crianças pequenas.
Conclusão
• Criadores de políticas que trabalham com líderes de DPI e
especialistas em ONGs e sociedade civil, com famílias e
comunidades, trabalhadores da área de educação e saúde,
além de proteções sociais, podem fazer avanços no DPI:
– Ligando o conhecimento existente acerca da ciência do
desenvolvimento precoce do cérebro a fim de construir
sistemas de DPI que incorporem a entrega de creche,
educação e saúde em pacotes completos, do tipo
interssilos, de serviços para famílias e crianças
– Investindo em desenvolvimento de competências de
líderes, e também profissionais em todos os setores

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan MirandaSeminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
Seminário Internacional Mais Infância: Rita AlmeidaSeminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
Seminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar SoaresSeminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba culturaSeminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia CastroSeminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
Governo do Estado do Ceará
 
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina BezerraSeminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
Governo do Estado do Ceará
 
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira InfânciaGuia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
Karenina Oliveira
 
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése SerpaAtendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Apresentação Mais Infância Ceará 2021
Apresentação Mais Infância Ceará 2021Apresentação Mais Infância Ceará 2021
Apresentação Mais Infância Ceará 2021
Governo do Estado do Ceará
 
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção BásicaReunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef
Onésimo Remígio
 
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Rosemary Batista
 
Apresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pseApresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pse
Rosalva Raimundo da Silva
 
Chamada boas práticas
Chamada boas práticasChamada boas práticas
Chamada boas práticas
Amencar
 
Pse 2013
Pse 2013Pse 2013
Apresntação selo unicef
Apresntação selo unicefApresntação selo unicef
Apresntação selo unicef
Alinebrauna Brauna
 
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pseApresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Rosemary Batista
 

Mais procurados (20)

Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
Seminário Internacional Mais Infância: Márcio Brito
 
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan MirandaSeminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
Seminário Internacional Mais Infância: Lucivan Miranda
 
Seminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
Seminário Internacional Mais Infância: Rita AlmeidaSeminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
Seminário Internacional Mais Infância: Rita Almeida
 
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar SoaresSeminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
Seminário Internacional Mais Infância: Dagmar Soares
 
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba culturaSeminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
Seminário Mais Infância Ceará: Fabiano piúba cultura
 
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia CastroSeminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
Seminário Internacional Mais Infância Ceará - Márcia Castro
 
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina BezerraSeminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
Seminário Internacional Mais Infância: Carolina Bezerra
 
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
DESENVOLVIMENTO INFANTIL - promoção na primeira infância: Síntese de evidênci...
 
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira InfânciaGuia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
Guia para a Elaboração de Planos Municipais pela Primeira Infância
 
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése SerpaAtendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
Atendimento domiciliar e desenvolvimento infantil - Liése Serpa
 
Apresentação Mais Infância Ceará 2021
Apresentação Mais Infância Ceará 2021Apresentação Mais Infância Ceará 2021
Apresentação Mais Infância Ceará 2021
 
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção BásicaReunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
Reunião sobre Primeira Infância: Departamento de Ações em Saúde-Atenção Básica
 
20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef20. metodologia selo unicef
20. metodologia selo unicef
 
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
Reunião sobre Primeira Infância: Instituto da Infância (IFAN) - PARTE 2
 
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
 
Apresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pseApresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pse
 
Chamada boas práticas
Chamada boas práticasChamada boas práticas
Chamada boas práticas
 
Pse 2013
Pse 2013Pse 2013
Pse 2013
 
Apresntação selo unicef
Apresntação selo unicefApresntação selo unicef
Apresntação selo unicef
 
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pseApresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
 

Semelhante a Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Mary young

Janelas de Oportunidades
Janelas de OportunidadesJanelas de Oportunidades
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro LeiteSeminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Governo do Estado do Ceará
 
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
assistentesocial1234
 
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
bibliotecasaude
 
Slide.
Slide. Slide.
Slide.
Ped55
 
Gravidez na adolescência - Apresentação.
Gravidez na adolescência - Apresentação.Gravidez na adolescência - Apresentação.
Gravidez na adolescência - Apresentação.
FrancisFrancis68
 
Zero a seis curitiba - xl reuniao sbp
Zero a seis   curitiba - xl reuniao sbpZero a seis   curitiba - xl reuniao sbp
Zero a seis curitiba - xl reuniao sbp
figueiro2040
 
Fundamentos para Priorização da Primeira Infância
Fundamentos para Priorização da Primeira InfânciaFundamentos para Priorização da Primeira Infância
Fundamentos para Priorização da Primeira Infância
Centro de Desenvolvimento, Ensino e Pesquisa em Saúde - CEDEPS
 
Saude bucal
Saude bucalSaude bucal
Saude bucal
AndersonLima649132
 
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdf
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdfApresentacao_PSE_Tykanori.pdf
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdf
MargareteArioza1
 
Atencao a saude_infantil
Atencao a saude_infantilAtencao a saude_infantil
Atencao a saude_infantil
4444444444ada
 
09
0909
Desenvolvimento infantil psic
Desenvolvimento infantil psic Desenvolvimento infantil psic
Desenvolvimento infantil psic
Bruno Machado
 
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
Pim Das Ses
 
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptxcad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
MiltonFernandes41
 
Apresentação ELIATB
Apresentação ELIATBApresentação ELIATB
Apresentação ELIATB
Maria Babo
 
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
Van Der Häägen Brazil
 
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da CriançaReunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
SAE - Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
 
Gravidez_na_adolescência
Gravidez_na_adolescênciaGravidez_na_adolescência
Gravidez_na_adolescência
Mayjö .
 

Semelhante a Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Mary young (20)

Janelas de Oportunidades
Janelas de OportunidadesJanelas de Oportunidades
Janelas de Oportunidades
 
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro LeiteSeminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
Seminário Internacional - Palestra de Álvaro Madeiro Leite
 
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
2_A_IMPORTANCIA_DA_PRIMEIRA_INFANCIA.pdf
 
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
Cuidados para o desenvolvimento na primeira infância: Plano de vinculação dos...
 
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
2626-L - Normas de atenção à saúde integral do adolescente - Vol. II
 
Slide.
Slide. Slide.
Slide.
 
Gravidez na adolescência - Apresentação.
Gravidez na adolescência - Apresentação.Gravidez na adolescência - Apresentação.
Gravidez na adolescência - Apresentação.
 
Zero a seis curitiba - xl reuniao sbp
Zero a seis   curitiba - xl reuniao sbpZero a seis   curitiba - xl reuniao sbp
Zero a seis curitiba - xl reuniao sbp
 
Fundamentos para Priorização da Primeira Infância
Fundamentos para Priorização da Primeira InfânciaFundamentos para Priorização da Primeira Infância
Fundamentos para Priorização da Primeira Infância
 
Saude bucal
Saude bucalSaude bucal
Saude bucal
 
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdf
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdfApresentacao_PSE_Tykanori.pdf
Apresentacao_PSE_Tykanori.pdf
 
Atencao a saude_infantil
Atencao a saude_infantilAtencao a saude_infantil
Atencao a saude_infantil
 
09
0909
09
 
Desenvolvimento infantil psic
Desenvolvimento infantil psic Desenvolvimento infantil psic
Desenvolvimento infantil psic
 
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
PIM - Apresentação Geral - Site (2017)
 
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptxcad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
cad-6-PPT 1 - abordando o desenvolvimento infantil.pptx
 
Apresentação ELIATB
Apresentação ELIATBApresentação ELIATB
Apresentação ELIATB
 
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
Altura baixa estigma que pode comprometer a qualidade de vida de infantil até...
 
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da CriançaReunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
Reunião sobre Primeira Infância: Pastoral da Criança
 
Gravidez_na_adolescência
Gravidez_na_adolescênciaGravidez_na_adolescência
Gravidez_na_adolescência
 

Mais de Governo do Estado do Ceará

Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to BrazilCeará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
Governo do Estado do Ceará
 
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do BrasilCeará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
Governo do Estado do Ceará
 
Programação: Mês do Trabalhador
Programação: Mês do TrabalhadorProgramação: Mês do Trabalhador
Programação: Mês do Trabalhador
Governo do Estado do Ceará
 
Complexo Industrial e Portuário do Pecém
Complexo Industrial e Portuário do PecémComplexo Industrial e Portuário do Pecém
Complexo Industrial e Portuário do Pecém
Governo do Estado do Ceará
 
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
Governo do Estado do Ceará
 
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
Governo do Estado do Ceará
 
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
Governo do Estado do Ceará
 
NESP: New Public Safety Strategy 2021
NESP: New Public Safety Strategy 2021NESP: New Public Safety Strategy 2021
NESP: New Public Safety Strategy 2021
Governo do Estado do Ceará
 
Ceara: A pact for quality (2021)
Ceara: A pact for quality (2021)Ceara: A pact for quality (2021)
Ceara: A pact for quality (2021)
Governo do Estado do Ceará
 
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
Governo do Estado do Ceará
 
Plataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da Saúde Plataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da Saúde
Governo do Estado do Ceará
 
Ceara: High Speed Development
Ceara: High Speed DevelopmentCeara: High Speed Development
Ceara: High Speed Development
Governo do Estado do Ceará
 
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
Governo do Estado do Ceará
 
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do CearáPrograma Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
Governo do Estado do Ceará
 
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
Governo do Estado do Ceará
 
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentaisRetomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
Governo do Estado do Ceará
 
Ações de combate ao novo coronavírus
Ações de combate ao novo coronavírusAções de combate ao novo coronavírus
Ações de combate ao novo coronavírus
Governo do Estado do Ceará
 
Programacao agricultura
Programacao agriculturaProgramacao agricultura
Programacao agricultura
Governo do Estado do Ceará
 
Programacao inovacao
Programacao inovacaoProgramacao inovacao
Programacao inovacao
Governo do Estado do Ceará
 
I Conferência China/América Latina
I Conferência China/América LatinaI Conferência China/América Latina
I Conferência China/América Latina
Governo do Estado do Ceará
 

Mais de Governo do Estado do Ceará (20)

Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to BrazilCeará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
Ceará - Edge of the atlantic. Gateway to Brazil
 
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do BrasilCeará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
Ceará - Esquina do Atlântico. Porta de entrada do Brasil
 
Programação: Mês do Trabalhador
Programação: Mês do TrabalhadorProgramação: Mês do Trabalhador
Programação: Mês do Trabalhador
 
Complexo Industrial e Portuário do Pecém
Complexo Industrial e Portuário do PecémComplexo Industrial e Portuário do Pecém
Complexo Industrial e Portuário do Pecém
 
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
Mensagem Governamental à Assembleia Legislativa 2022
 
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
Ceará Veloz (EN-US - Oct/2021)
 
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
Apresentação Ceará Veloz (out 2021)
 
NESP: New Public Safety Strategy 2021
NESP: New Public Safety Strategy 2021NESP: New Public Safety Strategy 2021
NESP: New Public Safety Strategy 2021
 
Ceara: A pact for quality (2021)
Ceara: A pact for quality (2021)Ceara: A pact for quality (2021)
Ceara: A pact for quality (2021)
 
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
Ceará: Um Pacto pela Qualidade (2021)
 
Plataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da Saúde Plataforma de Modernização da Saúde
Plataforma de Modernização da Saúde
 
Ceara: High Speed Development
Ceara: High Speed DevelopmentCeara: High Speed Development
Ceara: High Speed Development
 
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
NESP: Nova estratégia de Segurança Pública 2021
 
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do CearáPrograma Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência PReVio - Estado do Ceará
 
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
Condutas Vedadas aos agentes públicos durante o Período Eleitoral 2020
 
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentaisRetomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
Retomada responsável das atividades econômicas e comportamentais
 
Ações de combate ao novo coronavírus
Ações de combate ao novo coronavírusAções de combate ao novo coronavírus
Ações de combate ao novo coronavírus
 
Programacao agricultura
Programacao agriculturaProgramacao agricultura
Programacao agricultura
 
Programacao inovacao
Programacao inovacaoProgramacao inovacao
Programacao inovacao
 
I Conferência China/América Latina
I Conferência China/América LatinaI Conferência China/América Latina
I Conferência China/América Latina
 

Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Mary young

  • 1. Primeira Infância para o desenvolvimento da comunidade Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade Mary Eming Young, MD, DrPH Diretora, Center for Child Development, China Development Research Foundation Consultor Sênior, Center for Developing Child, Harvard University Seminário Internacional Mais Infância Ceará: Criança é Prioridade Fortaleza, Ceará | 30-31 de março, 2017
  • 2. O Alicerce de uma Sociedade Bem-Sucedida é construído na Primeira Infância O desenvolvimento saudável nos primeiros anos fornece os elementos básicos para o êxito educacional, produtividade econômica, cidadania responsável, saúde para a vida toda, comunidades fortes e a criação bem-sucedida da próxima geração. Avanços na neurociência, biologia molecular, genômica e as ciências comportamentais e sociais poderiam ser alavancadas para catalisar políticas e práticas inovadoras entre os setores, afim de fortalecer os impactos.
  • 3. Razões para se investir no desenvolvimento da primeira infância • Lógica da economia enxuta – retornos altos por investir em crianças • Mais ainda, além de razões puramente econômicas, relaciona-se a vínculos sociais- capacidades de conviver com outros, participar em atividades sociais e evitar desastres sociais (C. Sen.), isto é, desenvolvimento que melhora as vidas das pessoas por meio da melhoria de suas habilidades.
  • 4. Políticos difíceis de investir em crianças Se o investimento público na Primeira Infância é uma ideia tão boa, por que não tê-lo mais? – O custo de programas são imediatos e evidentes; os benefícios vêm mais tarde, com menos certeza. – Questões técnicas: O que fazer, o que é mais econômico, qual é a mescla correta de subsídios e em quais condições – Falta de voz política ou suporte
  • 5. Returnos para uma Unidade Real Investida Fonte: Heckman (2008).
  • 6. 1 ano de Pré-escola 1 ano de Pré-escola = Brasil ― Economia do DPI Filhos de Pais com 4 Anos de Escolaridade Renda Adicionada Potencial Ganho de 04 anos Na Escolaridade Ganho de 04 anos Na Escolaridade  5,0%  5,0%  2,0%  2,0%  7,0%  7,0%
  • 7.  12,5%  12,5%  6,5%  6,5%  6,0%  6,0% 1 ano de Pré-escola 1 ano de Pré-escola Ganho de 06 anos Na Escolaridade Ganho de 06 anos Na Escolaridade = Brasil ― Economia do DPI Capacidade de Aumento de Ganho Futuro para Crianças Cujos Pais São Analfabetos Renda Adicionada Potencial
  • 8. 8 Fatores que Moldam o Desenvolvimento Genes e Ambiente • Os genes especificam as propriedades do desenvolvimento cerebral da infância. • Porém, a experiência esculpe cada cérebro de modo diferente, razão pela qual não há dois cérebros iguais. As experiências “afetam igualmente os dois lados” • Experiências saudáveis facilitam o desenvolvimento saudável do cérebro, e ao contrário…. • Experiências adversas podem impactar negativamente o desenvolvimento do cérebro. E... • Ser privado de experiências presumíveis/comuns também pode afetar o desenvolvimento cerebral. Fonte: Charles Nelson, 2016 Harvard University
  • 9. O Momento Tem Importância Experiências adversas podem ter efeitos diferentes dependendo do momento e duração de sua exposição  Períodos críticos referem-se a momentos no desenvolvimento em que o cérebro é particularmente responsivo à experiência; se uma criança for exposta a eventos adversos durante um período crítico OU se passar por ele sem se expor a eventos de “experiência presumível (comum)”, o desenvolvimento pode dar errado.  Domínios diferentes (ex.: linguagem, desenvolvimento sócio emocional) são regulados por períodos críticos diferentes • Porém, a maioria dos períodos críticos se dá nos primeiros anos de vida Logo, as experiências da infância têm importância. 4 Fonte: Charles Nelson, Harvard U.
  • 10. Motora / Linguagem Cognição mais Elevada Sensorial Nasci ment o Ambiente Período críticogenes comportament No útero adulto Crédito: Takao Hensch As Janelas de Experiência da Infância Moldam a Função Cerebral 5 Fonte: Charles Nelson, Harvard U.
  • 11. Crédito: Charles Nelson, Harvard U. Tractografia do Cérebro Todo Bebê representando o crescimento atrofiado (nanismo) Bebê nunca representando o crescimento atrofiado (nanismo)
  • 12. Experiências adversas da infância Fonte: Adverse Childhood Experiences (ACE) Study Shonkoff, J. P., et al. (2012). Uma estrutura cientifica integrada para a sobrevivência infantil e desenvolvimento da primeira infância. Pediatrics, 129, e460-e472. A biologia da adversidade e resiliência demonstra que estressadores importantes, iniciando no útero e continuando na primeira infância, podem produzir impactos duradouros na arquitetura e função do cérebro, e afetar a saúde, aprendizado e comportamento pela vida toda. .
  • 13. Violência e negligência desestruturam a função do cérebro
  • 14. 2a Década 3a /4a Décadas 5a /6a Décadas 3ª idade • Falha na Escola • Gravidez na Adolescência • Criminalidade •Abuso de substância •Transtornos de Ansiedade • Obesidade • Pressão Arterial Elevada • Depressão • Doença Arterial Coronária • Diabetes •Doença renal •Artrite • Envelhecimento precoce • Perda de memória Problemas Posteriores de Saúde Relacionados ao Início da Vida De Hertzman
  • 16. De que modo isso deveria influenciar a política? • A política é importante, mas • Precisa de uma mudança de paradigma na política social – uma estratégia unificada em desenvolvimento humano – Replaneje as políticas para evitar problemas (via pré- distribuição) em vez de remediar problemas depois que eles surgem (redistribuição) – Aumente o foco na parte inicial da vida quando o impacto na saúde/aprendizado/comportamento for mais intenso e o desenvolvimento do cérebro for mais estético
  • 17. Como e onde investir • Em grande parte, o desenvolvimento na primeira infância é resultado da qualidade das interações que as crianças têm com os adultos que as rodeiam: – Carinho – Afeto – Estímulo desde cedo • Essas interações se dão em três domínios – A família – Creches (para crianças que frequentam) – Pré-escolas
  • 18. Implicações da política • A dimensão mais importante da qualidade dos serviços na primeira infância é a qualidade das interações entre crianças e os adultos que as rodeiam Criação Responsiva Ensino Responsivo (Em casa) (Creche e escolas) Fonte: Norbert Shady, 2015
  • 19. 0 1 2 3 4 5 6 orientado aos pais orientado à criança Oportunidades ... Programas DPI Idade Componentes do Desenvolvimento da Primeira infância e Centros de Criação: Sistemas DPI & cuidado (de pais e não-pais) Aprendizado com base no lúdico Suporte pré-natal e pós-natal Programas de nutrição Fonte: Founders’ Network
  • 20. Cuidado na criação e formação • O cuidado na formação abrange todos os elementos essenciais para uma criança crescer física, mental e socialmente:  Nutrição  Cuidado com a saúde  Proteção e segurança  Cuidado responsivo  Oportunidades para aprender  Reduz efeitos danosos da desvantagem na estrutura e função do cérebro
  • 21.
  • 22. Como estamos indo? • A Série Lancet 2007 sobre Desenvolvimento Infantil descobriu que mais de 200 milhões de crianças menores de 5 anos em países de renda baixa e média não atingem seu potencial de desenvolvimento • A série Lancet 2011 analisou nova evidência sobre causas da desigualdade de desenvolvimento além de nanismo, deficiência de iodo, deficiência de ferro– IUGR (Restrição de Crescimento Intrauterino), Malária, exposição ao chumbo, infecção por HIV, depressão materna, institucionalização, toxinas no ambiente— todas podem aumentar o número de crianças afetadas. • A Série Lancet 2016 atualizou para 249 milhões o número de crianças menores de 5 anos em risco
  • 23. Advancing Early Childhood Development: from Science to Scale Prevalência da exposição ao risco em 2010 60% ou mais 40-59% 20-39% Menos de 20% Faltando ou excluído ASS: 66% 23Fonte: Lancet 2016
  • 24.
  • 25. Gravidade da deficiência de Vitamina A
  • 26. A “Janela de Oportunidade” para melhorar a Nutrição é muito pequena …pré-gravidez até 18-24 meses de idade Fonte: Shrimpton et al (2001)
  • 27. A capacidade de impactar o desenvolvimento cerebral diminui com o tempo Fonte: Levitt (2009)
  • 28. Como as Outras Nações Estão Melhorando os Resultados de Suas Crianças?
  • 29. Programas de DPI baseados na comunidade sendo implementados em todo o mundo MENA: Iêmen África: Quênia, Uganda, Eritréia, Guiné Bissau, Senegal, Malaui, Gana, … LAC: Cuba Peru, Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Panamá, Nicarágua, Chile, Brasil, Equador, Guatemala, Jamaica, Honduras ECA: Kosovo, Macedônia, Albânia, Turquia, Bulgária, … Oriente/Sudeste Asiático: Índia, Filipinas, Indonésia, China, Nepal, Bangladesh, Vietnam
  • 30. Programa de Desenvolvimento da Criança em Singapura Comitê Interministerial Saúde, Educação, Desenvolvimento Comunitário, Juventude e Esportes Direcionamentos e Provimento de Fundos Gerais da política, orientações dos serviços & Coordenação, e padrões Profissionais Diretor, Programa de Desenvolvimento da Criança Ministério da Saúde Unidade de Desenvolvimento da Criança Grupo de Saúde Nacional Unidade de Desenvolvimento da Criança Serviços de Saúde de Singapura
  • 31. Programas DPI de Cuba: Elo Inicial Instituições Nacionais fortes Setor formal Capacidade Local Setor Informal Gravidez Centros de cuidado Infantil Programas Pré-escolares Programas para Pais (0 anos) (0 a 5 anos) (5 a 6 anos)
  • 32. Sistema DPI Francês • Ênfase em cada criança pequena • Pré-escola gratuita, voluntária • Mais para os que têm menos (Áreas de Prioridade Educacional (ZEP) • Integração de todas as crianças • Padrões de qualidade e prestação de contas • Professores altamente treinados e bem remunerados • Provimento de fundos seguro e infraestrutura
  • 33. Parcerias Públicas e Privadas Nova Zelândia • Os centros devem cumprir com padrões mínimos de licenciamento. • Provimento de Fundos em massa: Provimento de Fundos por criança, com base em uma escala móvel. • Financiamento visando a demanda: financiamento inicial para desenvolver serviços por meio de contribuições, oferecer empréstimos para professores do DPI, e complementar rendas para pagar as taxas de DPI.
  • 34. Austrália do Sul – Políticas Coordenadas da Primeira Infância • Reforma legislativa para integrar as Leis da Educação e as Leis de Serviços para Crianças • Criar um Sistema de Desenvolvimento da Infância e Educação desde o nascimento até os 17 anos • Governo coleta dados do resultado do desenvolvimento infantil (EDI) no Estado a cada três anos
  • 35. Suécia – Escala de Serviços do Nascimento da Criança até os 7 anos Nasci ment o 1 52 43 6 anos Licença paterna Programas pré-escolares Pré-escola Aula Creche pós-escola
  • 36. DPI Integrado Desenvolvimento Humano Crescimento econômico Educação Saúde Capital Social Equidade Van der Gaag, World Bank
  • 38. De uma maior ênfase em proteção, defesa e prevenção a uma crescente ênfase em oportunidades, condições para aproveitar oportunidades, informação, orientação, estímulos e incentivos. Fonte: Ricardo Paes de Barro, 2013
  • 39. Mensagens para os Criadores de Políticas • Comecem cedo – comecem no nascimento ou antes, com programas eficazes de qualidade e intensidade e continuem com o currículo pré- escolar alinhado com o currículo do ensino fundamental • Assegurem a qualidade oferecendo desenvolvimento profissional de educadores e pessoal de apoio do DPI. • Para tanto, é necessário líderes que estejam em posição de poder para entender a importância de investir em crianças pequenas.
  • 40. Conclusão • Criadores de políticas que trabalham com líderes de DPI e especialistas em ONGs e sociedade civil, com famílias e comunidades, trabalhadores da área de educação e saúde, além de proteções sociais, podem fazer avanços no DPI: – Ligando o conhecimento existente acerca da ciência do desenvolvimento precoce do cérebro a fim de construir sistemas de DPI que incorporem a entrega de creche, educação e saúde em pacotes completos, do tipo interssilos, de serviços para famílias e crianças – Investindo em desenvolvimento de competências de líderes, e também profissionais em todos os setores