SlideShare uma empresa Scribd logo
Seja a diferença - texto para reuniões
pedagógicas.
Paulo trabalhava em uma empresa há dois anos. Sempre foi um funcionário sério,
dedicado e cumpridor de suas obrigações. Nunca chegava atrasado. Por isso mesmo
já estava há dois anos na empresa, sem ter recebido uma única reclamação. Certo
dia, ele foi até o diretor para fazer uma reclamação:
- Sr. Gustavo, tenho trabalhado durante estes dois anos em sua empresa com toda a
dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. Fiquei sabendo que o Fernando,
que tem o mesmo cargo que eu e está na empresa há somente seis meses já será
promovido?!?...
Gustavo, fingindo não ouvi-lo disse:
- Foi bom você vir aqui. Tenho um problema para resolver e você poderá me ajudar.
Estou querendo oferecer frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço de
hoje. Aqui na esquina tem uma barraca de frutas. Por favor, vá até lá e verifique se
eles têm abacaxi.
Paulo, sem entender direito, saiu da sala e foi cumprir a missão. Em cinco minutos
estava de volta.
E aí Paulo? - Perguntou Gustavo.
- Verifiquei como o senhor pediu e eles tem abacaxi sim...
- Quanto custa?
- Ah, Isso eu não perguntei...
- Eles têm abacaxi suficiente para atender a todo nosso pessoal?
- Quis saber Gustavo.
- Também não perguntei isso...
- Há alguma fruta que possa substituir o abacaxi?
-Não sei...
- Muito bem Paulo. Sente-se ali naquela cadeira e aguarde um pouco.
O diretor pegou o telefone e mandou chamar o novato Fernando. Deu a ele a
mesma orientação que dera ao Paulo.
Em dez minutos, Fernando voltou.
- E então???
- Indagou Gustavo.
- Eles têm abacaxi sim, seu Gustavo. E é o suficiente para todo nosso pessoal e, se o
senhor preferir, têm também laranja, banana, melão e mamão. O abacaxi custa R$
1,50 cada; a banana e o mamão custam R$ 1,00 o quilo; o melão custa R$ 1,20 cada
e a laranja custa R$ 20,00 o cento, já descascada. Mas como eu disse que a compra
seria em grande quantidade, eles nos concederão um desconto de 15%. Deixei
reservado. Conforme o senhor decidir,volto lá e confirmo o pedido.
- Explicou Fernando.
Agradecendo pelas informações, o patrão dispensou-o. Voltou-se para Paulo, que
permanecia sentado e perguntou-lhe:
- Paulo, o que foi que você estava me dizendo?
- Nada, patrão. Esqueça. Com licença...
E Paulo deixou a sala...
"Se não nos esforçarmos em fazer o melhor, mesmo em tarefas que possam parecer
simples, jamais nos serão confiadas tarefas de maior importância."
"Todas as vezes que fazemos o uso correto e amplo da informação, críamos a
oportunidade de imprimir a nossa marca pessoal."
"Você pode e deve se destacar, até nas coisas mais simples, como Fernando".
VIVA A DIFERENÇA!!! SEJA A DIFERENÇA!!!
(Autor Desconhecido)
Mensagem para Reunião
A dificuldade de agradar a todos
....................................................
Muitas pessoas se comportam da forma que imaginam que agradará a todos.
Esta metáfora nos fala da impossibilidade de realizar este objetivo e sobre a
necessidade de confiarmos em nosso julgamento interno.
♥♥♥
Em pleno calor do dia um pai andava pelas poeirentas ruas de Keshan junto com seu
filho e um jumento. O pai estava sentado no animal, enquanto o filho o conduzia,
puxando a montaria com uma corda.
- "Pobre criança!", exclamou um passante, "suas perninhas curtas precisam esforçar-se
para não ficar para trás do jumento. Como pode aquele homem ficar ali sentado tão
calmamente sobre a montaria, ao ver que o menino está virando um farrapo de tanto
correr?
O pai tomou a sério esta observação, desmontou do jumento na esquina seguinte e
colocou o rapaz sobre a sela. Porém não passou muito tempo até que outro passante
erguesse a voz para dizer:
- Que desgraça! O pequeno fedelho lá vai sentado como um sultão, enquanto seu velho
pai corre ao lado.
Esse comentário muito magoou o rapaz, e ele pediu ao pai que montasse também no
burro, às suas costas.
- Já se viu coisa como essa?, resmungou uma mulher usando véu. Tamanha crueldade
para com os animais! O lombo do pobre jumento está vergado, e aquele velho que para
nada serve e seu filho abancaram-se como seu o animal fosse um divã. Pobre criatura!
Os dois alvos dessa amarga crítica entreolharam-se e, sem dizer palavra,
desmontaram. Entretanto mal tinham andado alguns passos quando outro estranho
fez troça deles ao dizer:
- Graças a Deus que eu não sou tão bobo assim! Por que vocês dois conduzem esse
jumento se ele não lhes presta serviço algum, se ele nem mesmo serve de montaria
para um de vocês?
O pai colocou um punhado de palha na boca do jumento e pôs a mão sobre o ombro do
filho.
- "Independente do que fazemos, disse, sempre há alguém que discorda de nossa ação.
Acho que nós mesmos precisamos determinar o que é correto".
O CEGO E A PAREDE- texto para reuniões
Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de
hospital. Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as
tardes, para que os fluidos circulassem nos pulmões. Sua cama estava junto
da única janela do quarto. O outro homem tinha de ficar sempre deitado de
costas.
Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres e famílias,
das suas casas, dos seus empregos, onde tinham passado as férias... E todas
as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava a
descrever ao seu companheiro todas as coisas que conseguia ver do lado de
fora.
O homem da cama do lado vivia à espera desses períodos de uma hora, pois o
seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cores do mundo de
fora da janela, a qual dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes
chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus
barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as
flores de todas as cores do arco-íris. Árvores velhas e enormes acariciavam a
paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vista no
horizonte. Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo
com extraordinários pormenores, o homem no outro lado do quarto fechava
os olhos e imaginava a pitoresca cena.
Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que por ali passava.
Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e
ouvi-la na sua mente, enquanto o outro a retratava através de palavras
bastante descritivas.
Dias e semanas se passaram. Uma manhã, a enfermeira chegou ao quarto
trazendo água para o banho dos dois e encontrou sem vida o corpo do homem
perto da janela, que falecera calmamente enquanto dormia. Ela ficou muito
triste e chamou os funcionários do hospital para levarem o corpo.
Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser
colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse que sim, e fez a troca.
Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira
deixou o quarto. Lentamente, e cheio de dores, o pobre homem então ergueu-
se, apoiado nos cotovelos, e olhou para o lado de fora da janela... que dava,
afinal, para uma enorme parede de tijolo!
Então o homem perguntou à enfermeira:
- O que teria levado o meu falecido companheiro a descrever-me coisas tão
maravilhosas do lado de fora, se tudo o que ele via eram tijolos?
A enfermeira respondeu:
- Meu bom homem, nem sequer tijolos ele via. Ele era cego. Talvez estivesse
apenas querendo infundir-lhe coragem...
Primeira Lição:
Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra enorme no meio de uma
estrada. Então, ele se escondeu e ficou observando para ver se alguém tiraria a
imensa rocha do caminho.
Alguns mercadores e homens muito ricos do reino passaram por ali e simplesmente
deram a volta pela pedra.Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não
mantinha as estradas limpas, mas, nenhum deles tentou sequer mover a pedra dali.
De repente, passa um camponês com uma boa carga de vegetais. Ao se aproximar
da imensa rocha, ele pôs de lado a sua carga e tentou remover a rocha dali.
Após muita força e suor, ele finalmente conseguiu mover a pedra para o lado da
estrada. Ele, então, voltou a pegar a sua carga de vegetais mas notou que havia uma
bolsa no local onde estava a pedra.
A bolsa continha muitas moedas de ouro e uma nota escrita pelo rei que dizia que o
ouro era para a pessoa que tivesse removido a pedra do caminho.
O camponês aprendeu o que muitos de nós nunca entendeu:
"Todo obstáculo contém uma oportunidade para melhorarmos nossa condição".

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Silvânia Silveira
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
Mara Sueli
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Iolanda Sá
 
Mensagem aos pais
Mensagem aos paisMensagem aos pais
Mensagem aos pais
Stella Santana
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
flaviacrm
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividades_rótulos
Atividades_rótulosAtividades_rótulos
Atividades_rótulos
Isa ...
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
Eleúzia Lins Silva
 
Sequência didática poema
Sequência didática   poemaSequência didática   poema
Sequência didática poema
Analú Lúcia
 
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdfDINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
KarinaReimberg2
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
Elisângela Chaves
 
Caderno de simulados de preparação para o PROALFA
Caderno de simulados de preparação para o PROALFACaderno de simulados de preparação para o PROALFA
Caderno de simulados de preparação para o PROALFA
Elisangela Terra
 
Planeta Água.pdf
Planeta Água.pdfPlaneta Água.pdf
Planeta Água.pdf
wellington feitosa
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
Paulo David
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
Cirlei Santos
 
Simulado de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
Simulado  de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB Simulado  de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
Simulado de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
Mary Alvarenga
 
Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano
Mara Sueli
 

Mais procurados (20)

Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de AlfabetizaçãoApostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
Apostila da Educação Infantil Nível I e II e Ciclo de Alfabetização
 
Mensagem aos pais
Mensagem aos paisMensagem aos pais
Mensagem aos pais
 
Reunião de pais 3º bimestre
Reunião de pais   3º bimestreReunião de pais   3º bimestre
Reunião de pais 3º bimestre
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. Warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. Warles)
 
Atividades_rótulos
Atividades_rótulosAtividades_rótulos
Atividades_rótulos
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Sequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDASequência Didática PARLENDA
Sequência Didática PARLENDA
 
Sequência didática poema
Sequência didática   poemaSequência didática   poema
Sequência didática poema
 
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdfDINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
DINAMICAS PARA REUNIÕES PEDAGÓGICAS.pdf
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
 
Roteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classeRoteiro para o conselho de classe
Roteiro para o conselho de classe
 
Caderno de simulados de preparação para o PROALFA
Caderno de simulados de preparação para o PROALFACaderno de simulados de preparação para o PROALFA
Caderno de simulados de preparação para o PROALFA
 
Planeta Água.pdf
Planeta Água.pdfPlaneta Água.pdf
Planeta Água.pdf
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)
 
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇASPROJETO DIA DAS CRIANÇAS
PROJETO DIA DAS CRIANÇAS
 
Projeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a LeituraProjeto de Incentivo a Leitura
Projeto de Incentivo a Leitura
 
Simulado de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
Simulado  de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB Simulado  de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
Simulado de Língua Portuguesa - Revisão prova SAEB
 
Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano Simulado prova-brasil- 2º ano
Simulado prova-brasil- 2º ano
 

Semelhante a Seja a diferença mensagem

Moraldahistoria
MoraldahistoriaMoraldahistoria
Moraldahistoria
Cris Araújo
 
Moral Da HistÓRia
Moral Da HistÓRiaMoral Da HistÓRia
Moral Da HistÓRia
cab3032
 
Moral Da .
Moral Da .Moral Da .
Moral Da .
Marilia Brasil
 
Moral da história
Moral da históriaMoral da história
Moral da história
guest816f68
 
Moral Da HistóRia1
Moral Da HistóRia1Moral Da HistóRia1
Moral Da HistóRia1
JNR
 
Moral da historia
Moral da historiaMoral da historia
Moral da historia
Mensagens Virtuais
 
Moral Da HistóRia
Moral Da HistóRiaMoral Da HistóRia
O homem da nuvem escura
O homem da nuvem escuraO homem da nuvem escura
O homem da nuvem escura
AELPB
 
Pedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
Pedro das Malasartes - EB1 de ArnelasPedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
Pedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
Virgínia Ferreira
 
Boa sorte
Boa sorteBoa sorte
Boa Sorte
Boa SorteBoa Sorte
Pedro das malasartes picoto ppt
Pedro das malasartes   picoto pptPedro das malasartes   picoto ppt
Pedro das malasartes picoto ppt
Virgínia Ferreira
 
Cinco Coisas
Cinco CoisasCinco Coisas
Cinco Coisas
Armin Caldas
 
Cinco coisas
Cinco coisasCinco coisas
Cinco coisas
jmpcard
 
Cinco coisas
Cinco coisasCinco coisas
Moraldahi[1]
Moraldahi[1]Moraldahi[1]
Moraldahi[1]
cstzny2
 
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo AlvoPedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
Virgínia Ferreira
 
A janela do hospital
A janela do hospital A janela do hospital
A janela do hospital
Irene Aguiar
 
Contos pechosos
Contos pechososContos pechosos
Contos pechosos
CondadoLiterata
 
Mensagens para Refletir
Mensagens para RefletirMensagens para Refletir
Mensagens para Refletir
veronikdigital
 

Semelhante a Seja a diferença mensagem (20)

Moraldahistoria
MoraldahistoriaMoraldahistoria
Moraldahistoria
 
Moral Da HistÓRia
Moral Da HistÓRiaMoral Da HistÓRia
Moral Da HistÓRia
 
Moral Da .
Moral Da .Moral Da .
Moral Da .
 
Moral da história
Moral da históriaMoral da história
Moral da história
 
Moral Da HistóRia1
Moral Da HistóRia1Moral Da HistóRia1
Moral Da HistóRia1
 
Moral da historia
Moral da historiaMoral da historia
Moral da historia
 
Moral Da HistóRia
Moral Da HistóRiaMoral Da HistóRia
Moral Da HistóRia
 
O homem da nuvem escura
O homem da nuvem escuraO homem da nuvem escura
O homem da nuvem escura
 
Pedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
Pedro das Malasartes - EB1 de ArnelasPedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
Pedro das Malasartes - EB1 de Arnelas
 
Boa sorte
Boa sorteBoa sorte
Boa sorte
 
Boa Sorte
Boa SorteBoa Sorte
Boa Sorte
 
Pedro das malasartes picoto ppt
Pedro das malasartes   picoto pptPedro das malasartes   picoto ppt
Pedro das malasartes picoto ppt
 
Cinco Coisas
Cinco CoisasCinco Coisas
Cinco Coisas
 
Cinco coisas
Cinco coisasCinco coisas
Cinco coisas
 
Cinco coisas
Cinco coisasCinco coisas
Cinco coisas
 
Moraldahi[1]
Moraldahi[1]Moraldahi[1]
Moraldahi[1]
 
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo AlvoPedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
Pedro das Malasartes - EB1 de Seixo Alvo
 
A janela do hospital
A janela do hospital A janela do hospital
A janela do hospital
 
Contos pechosos
Contos pechososContos pechosos
Contos pechosos
 
Mensagens para Refletir
Mensagens para RefletirMensagens para Refletir
Mensagens para Refletir
 

Mais de josihy

BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIALBOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
josihy
 
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONALSlides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
josihy
 
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
josihy
 
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptxEncontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
josihy
 
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERESEncontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
josihy
 
Mensagem equipe
Mensagem equipeMensagem equipe
Mensagem equipe
josihy
 
Evidências ppp
Evidências    pppEvidências    ppp
Evidências ppp
josihy
 
Contrato pedagógico
Contrato pedagógicoContrato pedagógico
Contrato pedagógico
josihy
 
Ata livro
Ata livroAta livro
Ata livro
josihy
 
Projeto enp. eescj
Projeto enp. eescjProjeto enp. eescj
Projeto enp. eescj
josihy
 
Cronogrma peenz
Cronogrma peenzCronogrma peenz
Cronogrma peenz
josihy
 
Informativo aulas
Informativo aulasInformativo aulas
Informativo aulas
josihy
 
Reunião de pais 21 09-21
Reunião de pais 21 09-21Reunião de pais 21 09-21
Reunião de pais 21 09-21
josihy
 
Regimento escolar 2017.
Regimento escolar 2017.Regimento escolar 2017.
Regimento escolar 2017.
josihy
 
Texto base
Texto baseTexto base
Texto base
josihy
 
Comunicado 02 19-02-18
Comunicado  02   19-02-18Comunicado  02   19-02-18
Comunicado 02 19-02-18
josihy
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervenção
josihy
 
Comunicado mais educação
Comunicado mais educaçãoComunicado mais educação
Comunicado mais educação
josihy
 
Obfep2010 nivel a
Obfep2010 nivel aObfep2010 nivel a
Obfep2010 nivel a
josihy
 

Mais de josihy (19)

BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIALBOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
BOAS VINDAS.ppt - FORMAÇÃO PAUTA PRESENCIAL
 
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONALSlides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
Slides.ppt FORMAÇÃO TÉCNICA PROFISSIONAL
 
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas  Diretores Escolares...
APRESENTAÇÃO Implementação da Proposta Pedagógica Palmas Diretores Escolares...
 
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptxEncontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
Encontro de Lideres - IDEB MAIS - 28_07_2023.pptx
 
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERESEncontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
Encontro de Líderes.pptx REUNIÃO DE LIDERES
 
Mensagem equipe
Mensagem equipeMensagem equipe
Mensagem equipe
 
Evidências ppp
Evidências    pppEvidências    ppp
Evidências ppp
 
Contrato pedagógico
Contrato pedagógicoContrato pedagógico
Contrato pedagógico
 
Ata livro
Ata livroAta livro
Ata livro
 
Projeto enp. eescj
Projeto enp. eescjProjeto enp. eescj
Projeto enp. eescj
 
Cronogrma peenz
Cronogrma peenzCronogrma peenz
Cronogrma peenz
 
Informativo aulas
Informativo aulasInformativo aulas
Informativo aulas
 
Reunião de pais 21 09-21
Reunião de pais 21 09-21Reunião de pais 21 09-21
Reunião de pais 21 09-21
 
Regimento escolar 2017.
Regimento escolar 2017.Regimento escolar 2017.
Regimento escolar 2017.
 
Texto base
Texto baseTexto base
Texto base
 
Comunicado 02 19-02-18
Comunicado  02   19-02-18Comunicado  02   19-02-18
Comunicado 02 19-02-18
 
Plano intervenção
Plano intervençãoPlano intervenção
Plano intervenção
 
Comunicado mais educação
Comunicado mais educaçãoComunicado mais educação
Comunicado mais educação
 
Obfep2010 nivel a
Obfep2010 nivel aObfep2010 nivel a
Obfep2010 nivel a
 

Último

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 

Seja a diferença mensagem

  • 1. Seja a diferença - texto para reuniões pedagógicas. Paulo trabalhava em uma empresa há dois anos. Sempre foi um funcionário sério, dedicado e cumpridor de suas obrigações. Nunca chegava atrasado. Por isso mesmo já estava há dois anos na empresa, sem ter recebido uma única reclamação. Certo dia, ele foi até o diretor para fazer uma reclamação: - Sr. Gustavo, tenho trabalhado durante estes dois anos em sua empresa com toda a dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. Fiquei sabendo que o Fernando, que tem o mesmo cargo que eu e está na empresa há somente seis meses já será promovido?!?... Gustavo, fingindo não ouvi-lo disse: - Foi bom você vir aqui. Tenho um problema para resolver e você poderá me ajudar. Estou querendo oferecer frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço de hoje. Aqui na esquina tem uma barraca de frutas. Por favor, vá até lá e verifique se eles têm abacaxi. Paulo, sem entender direito, saiu da sala e foi cumprir a missão. Em cinco minutos estava de volta. E aí Paulo? - Perguntou Gustavo. - Verifiquei como o senhor pediu e eles tem abacaxi sim... - Quanto custa? - Ah, Isso eu não perguntei... - Eles têm abacaxi suficiente para atender a todo nosso pessoal? - Quis saber Gustavo. - Também não perguntei isso... - Há alguma fruta que possa substituir o abacaxi? -Não sei... - Muito bem Paulo. Sente-se ali naquela cadeira e aguarde um pouco. O diretor pegou o telefone e mandou chamar o novato Fernando. Deu a ele a mesma orientação que dera ao Paulo. Em dez minutos, Fernando voltou. - E então??? - Indagou Gustavo. - Eles têm abacaxi sim, seu Gustavo. E é o suficiente para todo nosso pessoal e, se o senhor preferir, têm também laranja, banana, melão e mamão. O abacaxi custa R$ 1,50 cada; a banana e o mamão custam R$ 1,00 o quilo; o melão custa R$ 1,20 cada e a laranja custa R$ 20,00 o cento, já descascada. Mas como eu disse que a compra seria em grande quantidade, eles nos concederão um desconto de 15%. Deixei reservado. Conforme o senhor decidir,volto lá e confirmo o pedido. - Explicou Fernando. Agradecendo pelas informações, o patrão dispensou-o. Voltou-se para Paulo, que permanecia sentado e perguntou-lhe: - Paulo, o que foi que você estava me dizendo? - Nada, patrão. Esqueça. Com licença... E Paulo deixou a sala... "Se não nos esforçarmos em fazer o melhor, mesmo em tarefas que possam parecer simples, jamais nos serão confiadas tarefas de maior importância." "Todas as vezes que fazemos o uso correto e amplo da informação, críamos a oportunidade de imprimir a nossa marca pessoal."
  • 2. "Você pode e deve se destacar, até nas coisas mais simples, como Fernando". VIVA A DIFERENÇA!!! SEJA A DIFERENÇA!!! (Autor Desconhecido) Mensagem para Reunião A dificuldade de agradar a todos .................................................... Muitas pessoas se comportam da forma que imaginam que agradará a todos. Esta metáfora nos fala da impossibilidade de realizar este objetivo e sobre a necessidade de confiarmos em nosso julgamento interno. ♥♥♥ Em pleno calor do dia um pai andava pelas poeirentas ruas de Keshan junto com seu filho e um jumento. O pai estava sentado no animal, enquanto o filho o conduzia, puxando a montaria com uma corda. - "Pobre criança!", exclamou um passante, "suas perninhas curtas precisam esforçar-se para não ficar para trás do jumento. Como pode aquele homem ficar ali sentado tão calmamente sobre a montaria, ao ver que o menino está virando um farrapo de tanto correr? O pai tomou a sério esta observação, desmontou do jumento na esquina seguinte e colocou o rapaz sobre a sela. Porém não passou muito tempo até que outro passante erguesse a voz para dizer: - Que desgraça! O pequeno fedelho lá vai sentado como um sultão, enquanto seu velho pai corre ao lado. Esse comentário muito magoou o rapaz, e ele pediu ao pai que montasse também no burro, às suas costas. - Já se viu coisa como essa?, resmungou uma mulher usando véu. Tamanha crueldade para com os animais! O lombo do pobre jumento está vergado, e aquele velho que para nada serve e seu filho abancaram-se como seu o animal fosse um divã. Pobre criatura! Os dois alvos dessa amarga crítica entreolharam-se e, sem dizer palavra, desmontaram. Entretanto mal tinham andado alguns passos quando outro estranho fez troça deles ao dizer: - Graças a Deus que eu não sou tão bobo assim! Por que vocês dois conduzem esse jumento se ele não lhes presta serviço algum, se ele nem mesmo serve de montaria para um de vocês? O pai colocou um punhado de palha na boca do jumento e pôs a mão sobre o ombro do filho. - "Independente do que fazemos, disse, sempre há alguém que discorda de nossa ação. Acho que nós mesmos precisamos determinar o que é correto".
  • 3. O CEGO E A PAREDE- texto para reuniões Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital. Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos pulmões. Sua cama estava junto da única janela do quarto. O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas. Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres e famílias, das suas casas, dos seus empregos, onde tinham passado as férias... E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava, passava a descrever ao seu companheiro todas as coisas que conseguia ver do lado de fora. O homem da cama do lado vivia à espera desses períodos de uma hora, pois o seu mundo era alargado e animado por toda a atividade e cores do mundo de fora da janela, a qual dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por entre as flores de todas as cores do arco-íris. Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vista no horizonte. Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinários pormenores, o homem no outro lado do quarto fechava os olhos e imaginava a pitoresca cena. Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que por ali passava. Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro a retratava através de palavras bastante descritivas. Dias e semanas se passaram. Uma manhã, a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para o banho dos dois e encontrou sem vida o corpo do homem perto da janela, que falecera calmamente enquanto dormia. Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para levarem o corpo. Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse que sim, e fez a troca. Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto. Lentamente, e cheio de dores, o pobre homem então ergueu- se, apoiado nos cotovelos, e olhou para o lado de fora da janela... que dava, afinal, para uma enorme parede de tijolo! Então o homem perguntou à enfermeira: - O que teria levado o meu falecido companheiro a descrever-me coisas tão maravilhosas do lado de fora, se tudo o que ele via eram tijolos? A enfermeira respondeu: - Meu bom homem, nem sequer tijolos ele via. Ele era cego. Talvez estivesse apenas querendo infundir-lhe coragem... Primeira Lição: Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra enorme no meio de uma estrada. Então, ele se escondeu e ficou observando para ver se alguém tiraria a imensa rocha do caminho. Alguns mercadores e homens muito ricos do reino passaram por ali e simplesmente deram a volta pela pedra.Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não
  • 4. mantinha as estradas limpas, mas, nenhum deles tentou sequer mover a pedra dali. De repente, passa um camponês com uma boa carga de vegetais. Ao se aproximar da imensa rocha, ele pôs de lado a sua carga e tentou remover a rocha dali. Após muita força e suor, ele finalmente conseguiu mover a pedra para o lado da estrada. Ele, então, voltou a pegar a sua carga de vegetais mas notou que havia uma bolsa no local onde estava a pedra. A bolsa continha muitas moedas de ouro e uma nota escrita pelo rei que dizia que o ouro era para a pessoa que tivesse removido a pedra do caminho. O camponês aprendeu o que muitos de nós nunca entendeu: "Todo obstáculo contém uma oportunidade para melhorarmos nossa condição".