SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO DECURSO DE
NRNR 1111
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
 Introdução
 Política de Segurança e Saúde no Trabalho
 Objetivo do Treinamento
 Conhecendo a legislação sobre a atividade - NR 11
 Percepção dos riscos
 Responsabilidades Civil e Criminal
 Incidentes, Acidentes, Atos e Condições Insegura
 Como operar o equipamento
 Dicas de Segurança na operação
 Acidentes com empilhadeira
 Ato inseguro com empilhadeira
 Considerações finais
OBJETIVO DO CURSO
 Reciclar operadores para que possam neutralizar ao
máximo a ocorrência de acidentes de maneira eficiente
e segura.
 Conhecer o equipamento, cargas e características do
local de trabalho.
 Adquirir cultura prevencionista, utilizando
as normas de segurança na operação de
equipamentos de movimentação.
INTRODUÇÃOINTRODUÇÃO
Conhecimento, habilidade e confiança
são as ferramentas essenciais de um
operador profissional de empilhadeira. O
conhecimento de que seu equipamento
está em condições seguras de operação
e a habilidade que vem da prática de
técnicas de trabalho seguras produzirão
a confiança que você precisa para fazer
o trabalho bem feito.
POLÍTICAPOLÍTICA DE GESTÃO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHODE GESTÃO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO
RESPONSABILIDADE:
Cada colaborador dentro de seu campo de atividade, é responsável
direto pela sua segurança e a de seus colegas de trabalho.
PREVENÇÃO:
Todos os acidentes podem e devem ser evitados. Para tanto é
fundamental a motivação de todos os colaboradores em preveni-los,
antes de sua ocorrência.
COMPROMETIMENTO:
O compromisso de nossos colaboradores será
observado através da aplicação da legislação, das
normas e regulamentos de segurança internas de
nossa empresa e do cliente.
O que é Segurança do Trabalho ?O que é Segurança do Trabalho ?
Segurança do trabalho é o conjunto de medidas que são adotadas
visando minimizar os acidentes de trabalho, doenças ocupacionais, bem
como proteger a integridade do trabalhador e sua capacidade de
trabalho.
SEGURANÇA DO TRABALHOSEGURANÇA DO TRABALHO
RESPONSABILIDADE CIVIL
 Artigo 159 do Código Civil:
"Aquele que por ação ou omissão voluntária,
negligência, imprudência ou imperícia, causar
dano a outra pessoa, obriga-se a indenizar o
prejuízo."
RESPONSABILIDADE CRIMINAL
 É doloso quando o autor quis o resultado ou
assumiu o risco de produzi-lo.
 É culposo quando o autor, sem querer o resultado,
deu-lhe causa por imprudência, negligência ou
imperícia.
INCIDENTE
Acontecimento não desejável
ou não programado,relacionada
ao exercício do trabalho que não
tenha provocado nenhuma
lesão ao trabalhador ou dano
material. É também denominado
de “quase acidente”.
ACIDENTE
Ocorrência imprevista
e indesejável,
relacionada com o
exercício do trabalho
que provoca lesão
pessoal (acidente
típico) ou dano
material (acidente de
material).
QUEM PERDE COM OS
ACIDENTES???
Perigo: Uma fonte ou situação com potencial para
provocar danos em termos de lesão, doença dano a
propriedade, dano ao meio ambiente ou uma
combinação destes.
Risco é a aproximação das pessoas destas fontes
ou situações com potencial para provocar danos.
Qual a diferença entre o PERIGO e o RISCO?
O transito é um PERIGO, atravessar a rua é um RISCO
CONCEITO DE ATO INSEGURO
ATO INSEGURO:
São atitudes, atos, ações ou
comportamentos do trabalhador
contrários às normas de segurança.
 Desligar dispositivos de proteção coletiva de máquinas e/ou equipamentos.
Carregar peso superior ao recomendado ou de modo a dificultar visão.
Exemplos:
 Deixar materiais espalhados pelo corredor.
 Operar máquinas e equipamentos sem habilitação.
 Distrair-se ou realizar brincadeiras durante o trabalho.
Trabalhar sob efeito de álcool e/ou drogas.
CONCEITO DE CONDIÇÃO INSEGURA
CONDIÇÕES INSEGURAS:
São deficiências, defeitos ou
irregularidades técnicas nas
instalações físicas, máquinas e
equipamentos que presentes no
ambiente podem causar acidentes de
trabalho.
Exemplos:
 Falta de guarda-corpo em patamares.
 Arranjos inadequados.
 Piso irregular.
 Escadas inadequadas.
 Falta de sinalização.
 Falta de proteção em partes móveis.
 Ferramentas defeituosas.
 Falta de treinamento.
NR = Norma Regulamentadora 11
 TRANSPORTE MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E
MANUSEIO DE MATERIAIS
NR – 11 Itens importantes
 11.1 Normas de segurança para operação de elevadores,
guindastes, transportadores industriais e máquinas
transportadoras.
 11.1.5 Nos equipamentos de transporte, com força motriz
própria, o operador deverá receber treinamento
específico, dado pela empresa, que o habilitará nessa
função.
 11.1.8 Todos os transportadores industriais
serão permanentemente inspecionados
e as peças defeituosas, ou que apresentem
deficiências, deverão ser imediatamente
substituídas.
PERCEPÇÃO DE RISCOS
 A percepção é o ato de tomar conhecimento de
algo, através dos sentidos (audição, visão,
olfato, tato) e formar idéias a partir disso!
É ser capaz de identificar perigos e reconhecer
seus riscos.
INSPEÇÃO ANTES DO USOINSPEÇÃO ANTES DO USO
A condição física operacional de uma empilhadeira se
modificará ao longo de cada dia e entre os turnos de
trabalho. Uma inspeção antes do uso identifica os riscos
potenciais que você poderá encontrar em uma empilhadeira
danificada.
Antes de você começar o trabalho:
- Inspecione o mastro. Veja se existem pontos de solda
quebrados ou trincados e qualquer outro dano visível.
- Certifique-se de que as pistas dos roletes estejam
engraxadas e se as correntes se movimentam livremente.
- Verifique se os garfos estão igualmente espaçados e sem
trincas ao longo das lâminas e nos tacões.
- Confira os níveis dos fluídos hidráulicos.
- Confira cada tubo de óleo hidráulico e suas conexões;
veja se há desgaste excessivo ou partes dobradas ou
esmagadas.
INSPEÇÃO ANTES DO USOINSPEÇÃO ANTES DO USO
- Olhe, nos cilindros de elevação e de inclinação, se há
algum dano ou vazamento de óleo hidráulico.
- Inspecione as ferramentas de montagem dos cilindros e
confira se tudo está bem seguro.
- Verifique se os pneus estão excessivamente gastos,
partidos, com fendas ou se estão faltando pedaços deles.
- Se você estiver operando máquina com pneus com
pressão de ar, verifique se a pressão está correta, como
indicada no pneu.
Obs.: As empilhadeiras são acionadas por motor elétrico
(baterias), motor a propano ou motor diesel. Se você
encontrar algum problema, nunca tente resolvê-lo você
mesmo. Reporte quaisquer problemas para o seu supervisor
e deixe que um mecânico especializado resolva o problema.
PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR
Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma
empilhadeira:
- Inspeção antes do uso:
*sempre inspecione a empilhadeira antes de você começar o
trabalho.
- Inspeção da fonte de energia:
*não fume - os gases são extremamente inflamáveis.
*inspecione o tanque quanto a trincas, pontos de solda
quebrados e outros danos.
*sempre manuseie os tanques do lado de fora, longe de
chamas ou trabalho a quente.
*tenha sempre a mão um extintor de incêndio.
*informe todos os problemas ao seu supervisor.
PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR
Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma
empilhadeira:
- Como descobrir a capacidade nominal:
*verifique a placa de identificação do fabricante a capacidade
nominal.
- Manuseio e movimentação de cargas:
*para apanhar uma carga: máquina perpendicular à carga,
aproxima-se devagar até que a carga encoste no descanso
do garfo, levante a carga para passar sobre os obstáculos.
Olhe sobre ambos os ombros, recue e incline o mastro para
estabilizar a carga. *para abaixar uma carga: máquina
perpendicular à área de carga, entre para frente até o meio
do caminho, pare, nivele os garfos, entre o restante e abaixe
a carga no piso. Incline os garfos para frente, olhe sobre
ambos os ombros, recue reto para fora.
PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR
Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma
empilhadeira:
- Como empilhar cargas:
*remoção da pilha: similar ao levantamento de carga do
chão, só que mais alto.
*empilhamento: aproxime-se devagar e na perpendicular,
levante a carga para passar sobre a pilha, vá para frente até
que a carga se alinhe com a pilha, nivele os garfos, abaixe a
carga na pilha. Olhe sobre ambos os ombros e recue reto,
devagar.
- Dicas de segurança:
*nunca levante a carga enquanto estiver em movimento.
*pare antes de levantar o mastro.
*tenha certeza de que a carga está bem alinhada e apoiada
na pilha, ou ela poderá tombar.
PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR
Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma
empilhadeira:
- Movimentando-se com uma carga:
*movimente-se sempre com a carga inclinada ligeiramente
para trás, mantenha a carga na altura correta. Dirija
devagar. Se você não puder ver à frente, dirija em marcha
ré.
- Movimentando-se com segurança:
*dirija devagar; diminua nas curvas; fique no centro quando
entrar em corredores
COMO OPERAR O EQUIPAMENTO
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
Somente o pessoal qualificado e treinado deve ser autorizado a
operar as empilhadeiras.
•É importante o uso do EPI e roupas adequadas.
•Faça uma inspeção antes de operar qualquer empilhadeira.
•Inspecione sempre toda a área ao redor da empilhadeira antes de
movimentá-la e lembre-se de que as partidas e paradas devem ser
feitas de forma vagarosa e suave.
•Não deixe ferramentas ou outros equipamentos sobre as
empilhadeiras. Mantenha desobstruído o acesso para os pedais e,
para maior segurança, nunca a opere com os pés e mãos molhados
ou sujos de óleo ou graxa.
•Mantenha os garfos a cerca de 20cm do solo e a torre inclinada
para trás, quando a empilhadeira estiver em movimento. Nunca
levante ou abaixe a carga enquanto a empilhadeira estiver em
movimento.
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
•Nunca faça acrobacias, corridas ou brincadeiras enquanto estiver
operando as empilhadeiras.
•Não transporte pessoal sobre a carga ou a empilhadeira.
• Nunca exceda os limites de peso especificados na placa de
identificação da empilhadeira.
•Para manter o equilíbrio, a carga deve estar centralizada no
“pallet”, e os garfos, junto às extremidades laterais do mesmo.
•Não ultrapasse a capacidade de carga da empilhadeira.
•Cuidado ao elevar ou manobrar cargas de grande largura.
•Não permita a permanência ou passagem de pessoas sob ou sobre
os garfos ou qualquer outro acessório instalado na torre de elevação
da empilhadeira.
•Não eleve pessoas. Em caso de necessidade, use uma plataforma
adequada, segura e presa firmemente aos garfos.
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
•Esteja sempre certo de que a carga está bem empilhada e
balanceada entre os dois garfos. Nunca tente levantar cargas com
apenas um dos garfos.
•Diminua a velocidade nas curvas, nas rampas, nos cruzamentos,
nas superfícies molhadas ou escorregadias. Não tente fazer curvas
nas rampas ou terrenos inclinados.
•Conserve a cabeça, os braços, as mãos, as pernas e os pés dentro
dos limites do compartimento do operador. Olhe sempre para o
lugar para onde a empilhadeira se desloca, evite distrações.
•Observe sempre os limites de carga do piso onde a máquina está
trabalhando.
•Não fume, não acenda fósforos e desligue o motor quando
abastecer ou carregar a bateria. Limpe o excesso de combustível
antes de ligar novamente o motor.
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
•Tenha bastante cuidado quando empilhar materiais ou
passar próximo ou sob canos d’água, “sprinklers”, fiações
elétricas, encanamentos de
vapor e outros.
•Ao estacionar, em área apropriada, incline a torre de
elevação para frente; abaixe os garfos até o solo; aplique o
freio de estacionamento; retire a chave do contato e calce as
rodas quando em declives.
•Transite de marcha ré quando transportar cargas volumosas
que lhe obstruam a visão ou para descer rampas.
•Não transporte cargas sobrepostas. Elas se tornam instáveis
e difíceis de controlar.
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
•Não ultrapasse outros veículos quando em cruzamento, em locais
que ofereçam perigo, ou se estiver com a visão obstruída. Pare e
buzine em todas as esquinas, entradas, saídas ou diante da
aproximação de pedestres.
•Mantenha uma distância razoável do veículo a sua frente (mais ou
menos três comprimentos da empilhadeira) de modo a frear com
segurança, caso haja necessidade.
•Não use os garfos para empurrar. Empurrar cargas com a
empilhadeira
pode danificar a carga ou a máquina.
•Cuidado ao abaixar os garfos. Pode haver algo embaixo.
•Quando deixar a empilhadeira, desligue o motor, engate uma
marcha, abaixe completamente os garfos e puxe o freio de mão.
•Calce as rodas quando estacionar numa rampa e sempre que
estiver fazendo reparo na empilhadeira.
REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO
•Atenção para a altura das portas, e de instalações
suspensas.
•Nunca use sua empilhadeira para empurrar ou rebocar
outra. Não permita também que ela seja empurrada ou
rebocada por qualquer outra. Se a máquina, por qualquer
razão, parar de funcionar repentinamente e precisar ser
deslocada, avise imediatamente a pessoa encarregada pela
sua manutenção.
•Calce seguramente o veículo que estiver sendo carregado ou
descarregado.
ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
ACIDENTES COM EMPILHADEIRA
ACIDENTES COM EMPILHADEIRA
ACIDENTES COM EMPILHADEIRA
TESTE
TESTE
TESTE
CONSIDERAÇÕES FINAIS
OPERADOR, o seu sucesso e o bem
estar de sua família dependem de você.
Tenha atitude e faça a coisa certa.
PARABÉNSPARABÉNS
VOCÊ CONCLUIU O CURSOVOCÊ CONCLUIU O CURSO
ProfessorProfessor
SERGIO ROBERTO DA SILVASERGIO ROBERTO DA SILVA
TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHOTÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO
REG. MTE: SP/008753.0REG. MTE: SP/008753.0
Técnico de Segurança do Trabalho – 15 anos de experiênciaTécnico de Segurança do Trabalho – 15 anos de experiência
Tecnólogo em Gestão Ambiental – Gestor AmbientalTecnólogo em Gestão Ambiental – Gestor Ambiental
tecnolsergio@gmail.comtecnolsergio@gmail.com / profsergiorobertosilva.blogspot.com.br/ profsergiorobertosilva.blogspot.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

56115622 nr-11
56115622 nr-1156115622 nr-11
56115622 nr-11
Mauricio Vieira Santos
 
Apostila máquinas tratores
Apostila máquinas tratoresApostila máquinas tratores
Apostila máquinas tratores
João Junior
 
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptxTreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
rafaelrustiqueli
 
Ponte rolante-power-point
Ponte rolante-power-pointPonte rolante-power-point
Ponte rolante-power-point
Alex Gonzalez
 
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdfTreinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
AndrerlSiqueira
 
Nr – 11
Nr – 11Nr – 11
Treinamento pta
Treinamento ptaTreinamento pta
Treinamento pta
RogrioTorresTorres
 
Treinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletricaTreinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletrica
João Junior
 
Treinamento operador de empilhadeira
Treinamento operador de empilhadeiraTreinamento operador de empilhadeira
Treinamento operador de empilhadeira
Jailton Cavallini
 
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeiraDocslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
STT Segurança do Trabalho e Treinamentos
 
pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2
Wellington Araújo
 
Seguranca em talhas[1]
Seguranca em talhas[1]Seguranca em talhas[1]
Seguranca em talhas[1]
Paulo H Bueno
 
Pta
PtaPta
NR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
NR-11 Ponte Rolante / Puente GruaNR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
NR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
Claudio Cesar Pontes ن
 
Treinamento NR-12
Treinamento NR-12Treinamento NR-12
Treinamento NR-12
Kaiton Andrade
 
Segurança com pontes rolantes
Segurança com pontes rolantesSegurança com pontes rolantes
Segurança com pontes rolantes
João Junior
 
Seguranca caminhao-betoneira
Seguranca caminhao-betoneiraSeguranca caminhao-betoneira
Seguranca caminhao-betoneira
Levy Antonio da Silveira
 
nr 11
nr 11nr 11
Movimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
Movimentação de Materiais - Cuidados de RotinaMovimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
Movimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
Bruno Ferreira
 
Treinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdfTreinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdf
FelipeSouza493606
 

Mais procurados (20)

56115622 nr-11
56115622 nr-1156115622 nr-11
56115622 nr-11
 
Apostila máquinas tratores
Apostila máquinas tratoresApostila máquinas tratores
Apostila máquinas tratores
 
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptxTreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
TreinamentoNR 11 - Transpaleteira (revisado)(1).pptx
 
Ponte rolante-power-point
Ponte rolante-power-pointPonte rolante-power-point
Ponte rolante-power-point
 
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdfTreinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
Treinamento de NR 11 para Movimentação de Cargas.pdf (1).pdf
 
Nr – 11
Nr – 11Nr – 11
Nr – 11
 
Treinamento pta
Treinamento ptaTreinamento pta
Treinamento pta
 
Treinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletricaTreinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletrica
 
Treinamento operador de empilhadeira
Treinamento operador de empilhadeiraTreinamento operador de empilhadeira
Treinamento operador de empilhadeira
 
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeiraDocslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
Docslide.com.br 3 treinamento-nr-11-pa-carregadeira
 
pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2
 
Seguranca em talhas[1]
Seguranca em talhas[1]Seguranca em talhas[1]
Seguranca em talhas[1]
 
Pta
PtaPta
Pta
 
NR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
NR-11 Ponte Rolante / Puente GruaNR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
NR-11 Ponte Rolante / Puente Grua
 
Treinamento NR-12
Treinamento NR-12Treinamento NR-12
Treinamento NR-12
 
Segurança com pontes rolantes
Segurança com pontes rolantesSegurança com pontes rolantes
Segurança com pontes rolantes
 
Seguranca caminhao-betoneira
Seguranca caminhao-betoneiraSeguranca caminhao-betoneira
Seguranca caminhao-betoneira
 
nr 11
nr 11nr 11
nr 11
 
Movimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
Movimentação de Materiais - Cuidados de RotinaMovimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
Movimentação de Materiais - Cuidados de Rotina
 
Treinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdfTreinamento Caminhão Munck.pdf
Treinamento Caminhão Munck.pdf
 

Destaque

Empilhadeira
Empilhadeira Empilhadeira
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKEREMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
INCATEP - Instituto de Capacitação Profissional.
 
Cracha de operador de empilhadeira
Cracha de operador de empilhadeiraCracha de operador de empilhadeira
Cracha de operador de empilhadeira
Sergio Roberto Silva
 
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeiraApt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
Eliane Damião Alves
 
Segurança no trabalho para gestores
Segurança no trabalho para gestoresSegurança no trabalho para gestores
Segurança no trabalho para gestores
Sergio Roberto Silva
 
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicosSegurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Sergio Roberto Silva
 
Segurança e saúde no trabalho para auditores
Segurança e saúde no trabalho para auditoresSegurança e saúde no trabalho para auditores
Segurança e saúde no trabalho para auditores
Sergio Roberto Silva
 
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhadorEspaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Sergio Roberto Silva
 
Curso de CIPA Mash 2016
Curso de CIPA Mash 2016Curso de CIPA Mash 2016
Curso de CIPA Mash 2016
Sérgio Roberto Silva
 
Curso NR20 Intermediário
Curso NR20 IntermediárioCurso NR20 Intermediário
Curso NR20 Intermediário
Sérgio Roberto Silva
 
Curso nr20 curso avançado
Curso nr20   curso avançadoCurso nr20   curso avançado
Curso nr20 curso avançado
Sergio Roberto Silva
 
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHOPen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
Mauricio Zago
 
Treinamento de Brigada de Emergência 2011
Treinamento de Brigada de Emergência 2011Treinamento de Brigada de Emergência 2011
Treinamento de Brigada de Emergência 2011
Sergio Silva
 
Curso direção defensiva nr11
Curso direção defensiva   nr11Curso direção defensiva   nr11
Curso direção defensiva nr11
Sergio Roberto Silva
 
Curso nr10 básico
Curso nr10 básicoCurso nr10 básico
Curso nr10 básico
Sergio Roberto Silva
 

Destaque (15)

Empilhadeira
Empilhadeira Empilhadeira
Empilhadeira
 
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKEREMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
EMPILHADEIRA DE LANÇA / REACH STACKER
 
Cracha de operador de empilhadeira
Cracha de operador de empilhadeiraCracha de operador de empilhadeira
Cracha de operador de empilhadeira
 
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeiraApt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
Apt industrial-37-trabalho-com-empilhadeira
 
Segurança no trabalho para gestores
Segurança no trabalho para gestoresSegurança no trabalho para gestores
Segurança no trabalho para gestores
 
Segurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicosSegurança no manuseio de produtos quimicos
Segurança no manuseio de produtos quimicos
 
Segurança e saúde no trabalho para auditores
Segurança e saúde no trabalho para auditoresSegurança e saúde no trabalho para auditores
Segurança e saúde no trabalho para auditores
 
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhadorEspaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
Espaco confinado- NR33 -guia-trabalhador
 
Curso de CIPA Mash 2016
Curso de CIPA Mash 2016Curso de CIPA Mash 2016
Curso de CIPA Mash 2016
 
Curso NR20 Intermediário
Curso NR20 IntermediárioCurso NR20 Intermediário
Curso NR20 Intermediário
 
Curso nr20 curso avançado
Curso nr20   curso avançadoCurso nr20   curso avançado
Curso nr20 curso avançado
 
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHOPen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
Pen drive SEGURANÇA DO TRABALHO
 
Treinamento de Brigada de Emergência 2011
Treinamento de Brigada de Emergência 2011Treinamento de Brigada de Emergência 2011
Treinamento de Brigada de Emergência 2011
 
Curso direção defensiva nr11
Curso direção defensiva   nr11Curso direção defensiva   nr11
Curso direção defensiva nr11
 
Curso nr10 básico
Curso nr10 básicoCurso nr10 básico
Curso nr10 básico
 

Semelhante a Segurança na operação da empilhadeira

01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
TerezinhaAmorim7
 
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptxTreinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
SabrinaSilva256022
 
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptxTreinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
fabiosuporte2015
 
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.pptTreinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
AndreLuiz726882
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
BelarminoFelix
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
Andre Lavor Lavor
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
IsabellaElias2
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
RenanVasconcelos14
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
joseleandrocustodio
 
O.S Ordem de Serviço - NR1
O.S   Ordem de Serviço - NR1O.S   Ordem de Serviço - NR1
O.S Ordem de Serviço - NR1
Sergio Roberto Silva
 
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
TalismaConsultoriaeT
 
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
CaiqueFernando3
 
0002
00020002
treinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppttreinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppt
JOSERUCKSTADTER1
 
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.pptTreinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
JniorCirqueira
 
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptxSegurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
sesmtkapazi
 
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptxTrein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
HudsonOliveira50
 
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptxNorma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
Weelton1
 
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptxManual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
HudsonOliveira50
 
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptxApresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
HudsonOliveira50
 

Semelhante a Segurança na operação da empilhadeira (20)

01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
01 - Treinamento - Op. de Empilhadeira.ppt
 
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptxTreinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira.pptx
 
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptxTreinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
Treinamento NR 11 - Empilhadeira - 1.pptx
 
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.pptTreinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
Treinamento de Segurança em Empilhadeiras.ppt
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
O.S Ordem de Serviço - NR1
O.S   Ordem de Serviço - NR1O.S   Ordem de Serviço - NR1
O.S Ordem de Serviço - NR1
 
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
272740018-Curso-de-Operacao-de-PALETEIRA.ppt
 
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
1-Curso - Empilhadeiras -.ppt curso mara
 
0002
00020002
0002
 
treinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppttreinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppt
 
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.pptTreinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
Treinamento Comportamento Seguro Operador Empilhadeira_SEGSEMPRE.ppt
 
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptxSegurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
Segurança do Trabalho NR 11 Empilhadeira.pptx123.pptx
 
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptxTrein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
 
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptxNorma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
Norma Regulamentador n°12Treinamento Empilhadeira 2024.pptx
 
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptxManual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
 
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptxApresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
Apresentação - Programa Risco Zero.pptx [Salvo automaticamente].pptx
 

Mais de Sergio Roberto Silva

Modelo de PCMAT
Modelo de PCMATModelo de PCMAT
Modelo de PCMAT
Sergio Roberto Silva
 
Análise ergonômica do trabalho
Análise ergonômica do trabalhoAnálise ergonômica do trabalho
Análise ergonômica do trabalho
Sergio Roberto Silva
 
Protuario das instalações eletricas
Protuario das instalações eletricasProtuario das instalações eletricas
Protuario das instalações eletricas
Sergio Roberto Silva
 
Modelo PPRA
Modelo PPRAModelo PPRA
Modelo PCMSO
Modelo PCMSOModelo PCMSO
Modelo PCMSO
Sergio Roberto Silva
 
Curso da CIPA
Curso da CIPACurso da CIPA
Curso da CIPA
Sergio Roberto Silva
 
Registro do SESMT
Registro do SESMTRegistro do SESMT
Registro do SESMT
Sergio Roberto Silva
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
Sergio Roberto Silva
 
CIPA - Saiba o que fazer
CIPA - Saiba o que fazerCIPA - Saiba o que fazer
CIPA - Saiba o que fazer
Sergio Roberto Silva
 
Relatório do mapa de riscos
Relatório do mapa de riscosRelatório do mapa de riscos
Relatório do mapa de riscos
Sergio Roberto Silva
 
Curso trabalho em altura nr35
Curso trabalho em altura   nr35Curso trabalho em altura   nr35
Curso trabalho em altura nr35
Sergio Roberto Silva
 

Mais de Sergio Roberto Silva (11)

Modelo de PCMAT
Modelo de PCMATModelo de PCMAT
Modelo de PCMAT
 
Análise ergonômica do trabalho
Análise ergonômica do trabalhoAnálise ergonômica do trabalho
Análise ergonômica do trabalho
 
Protuario das instalações eletricas
Protuario das instalações eletricasProtuario das instalações eletricas
Protuario das instalações eletricas
 
Modelo PPRA
Modelo PPRAModelo PPRA
Modelo PPRA
 
Modelo PCMSO
Modelo PCMSOModelo PCMSO
Modelo PCMSO
 
Curso da CIPA
Curso da CIPACurso da CIPA
Curso da CIPA
 
Registro do SESMT
Registro do SESMTRegistro do SESMT
Registro do SESMT
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
 
CIPA - Saiba o que fazer
CIPA - Saiba o que fazerCIPA - Saiba o que fazer
CIPA - Saiba o que fazer
 
Relatório do mapa de riscos
Relatório do mapa de riscosRelatório do mapa de riscos
Relatório do mapa de riscos
 
Curso trabalho em altura nr35
Curso trabalho em altura   nr35Curso trabalho em altura   nr35
Curso trabalho em altura nr35
 

Último

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 

Último (20)

Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 

Segurança na operação da empilhadeira

  • 2. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO  Introdução  Política de Segurança e Saúde no Trabalho  Objetivo do Treinamento  Conhecendo a legislação sobre a atividade - NR 11  Percepção dos riscos  Responsabilidades Civil e Criminal  Incidentes, Acidentes, Atos e Condições Insegura  Como operar o equipamento  Dicas de Segurança na operação  Acidentes com empilhadeira  Ato inseguro com empilhadeira  Considerações finais
  • 3. OBJETIVO DO CURSO  Reciclar operadores para que possam neutralizar ao máximo a ocorrência de acidentes de maneira eficiente e segura.  Conhecer o equipamento, cargas e características do local de trabalho.  Adquirir cultura prevencionista, utilizando as normas de segurança na operação de equipamentos de movimentação.
  • 4. INTRODUÇÃOINTRODUÇÃO Conhecimento, habilidade e confiança são as ferramentas essenciais de um operador profissional de empilhadeira. O conhecimento de que seu equipamento está em condições seguras de operação e a habilidade que vem da prática de técnicas de trabalho seguras produzirão a confiança que você precisa para fazer o trabalho bem feito.
  • 5. POLÍTICAPOLÍTICA DE GESTÃO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHODE GESTÃO SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO RESPONSABILIDADE: Cada colaborador dentro de seu campo de atividade, é responsável direto pela sua segurança e a de seus colegas de trabalho. PREVENÇÃO: Todos os acidentes podem e devem ser evitados. Para tanto é fundamental a motivação de todos os colaboradores em preveni-los, antes de sua ocorrência. COMPROMETIMENTO: O compromisso de nossos colaboradores será observado através da aplicação da legislação, das normas e regulamentos de segurança internas de nossa empresa e do cliente.
  • 6. O que é Segurança do Trabalho ?O que é Segurança do Trabalho ? Segurança do trabalho é o conjunto de medidas que são adotadas visando minimizar os acidentes de trabalho, doenças ocupacionais, bem como proteger a integridade do trabalhador e sua capacidade de trabalho. SEGURANÇA DO TRABALHOSEGURANÇA DO TRABALHO
  • 7. RESPONSABILIDADE CIVIL  Artigo 159 do Código Civil: "Aquele que por ação ou omissão voluntária, negligência, imprudência ou imperícia, causar dano a outra pessoa, obriga-se a indenizar o prejuízo."
  • 8. RESPONSABILIDADE CRIMINAL  É doloso quando o autor quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo.  É culposo quando o autor, sem querer o resultado, deu-lhe causa por imprudência, negligência ou imperícia.
  • 9. INCIDENTE Acontecimento não desejável ou não programado,relacionada ao exercício do trabalho que não tenha provocado nenhuma lesão ao trabalhador ou dano material. É também denominado de “quase acidente”.
  • 10. ACIDENTE Ocorrência imprevista e indesejável, relacionada com o exercício do trabalho que provoca lesão pessoal (acidente típico) ou dano material (acidente de material).
  • 11. QUEM PERDE COM OS ACIDENTES???
  • 12. Perigo: Uma fonte ou situação com potencial para provocar danos em termos de lesão, doença dano a propriedade, dano ao meio ambiente ou uma combinação destes. Risco é a aproximação das pessoas destas fontes ou situações com potencial para provocar danos. Qual a diferença entre o PERIGO e o RISCO?
  • 13. O transito é um PERIGO, atravessar a rua é um RISCO
  • 14. CONCEITO DE ATO INSEGURO ATO INSEGURO: São atitudes, atos, ações ou comportamentos do trabalhador contrários às normas de segurança.  Desligar dispositivos de proteção coletiva de máquinas e/ou equipamentos. Carregar peso superior ao recomendado ou de modo a dificultar visão. Exemplos:  Deixar materiais espalhados pelo corredor.  Operar máquinas e equipamentos sem habilitação.  Distrair-se ou realizar brincadeiras durante o trabalho. Trabalhar sob efeito de álcool e/ou drogas.
  • 15. CONCEITO DE CONDIÇÃO INSEGURA CONDIÇÕES INSEGURAS: São deficiências, defeitos ou irregularidades técnicas nas instalações físicas, máquinas e equipamentos que presentes no ambiente podem causar acidentes de trabalho. Exemplos:  Falta de guarda-corpo em patamares.  Arranjos inadequados.  Piso irregular.  Escadas inadequadas.  Falta de sinalização.  Falta de proteção em partes móveis.  Ferramentas defeituosas.  Falta de treinamento.
  • 16. NR = Norma Regulamentadora 11  TRANSPORTE MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS
  • 17. NR – 11 Itens importantes  11.1 Normas de segurança para operação de elevadores, guindastes, transportadores industriais e máquinas transportadoras.  11.1.5 Nos equipamentos de transporte, com força motriz própria, o operador deverá receber treinamento específico, dado pela empresa, que o habilitará nessa função.  11.1.8 Todos os transportadores industriais serão permanentemente inspecionados e as peças defeituosas, ou que apresentem deficiências, deverão ser imediatamente substituídas.
  • 18. PERCEPÇÃO DE RISCOS  A percepção é o ato de tomar conhecimento de algo, através dos sentidos (audição, visão, olfato, tato) e formar idéias a partir disso! É ser capaz de identificar perigos e reconhecer seus riscos.
  • 19. INSPEÇÃO ANTES DO USOINSPEÇÃO ANTES DO USO A condição física operacional de uma empilhadeira se modificará ao longo de cada dia e entre os turnos de trabalho. Uma inspeção antes do uso identifica os riscos potenciais que você poderá encontrar em uma empilhadeira danificada. Antes de você começar o trabalho: - Inspecione o mastro. Veja se existem pontos de solda quebrados ou trincados e qualquer outro dano visível. - Certifique-se de que as pistas dos roletes estejam engraxadas e se as correntes se movimentam livremente. - Verifique se os garfos estão igualmente espaçados e sem trincas ao longo das lâminas e nos tacões. - Confira os níveis dos fluídos hidráulicos. - Confira cada tubo de óleo hidráulico e suas conexões; veja se há desgaste excessivo ou partes dobradas ou esmagadas.
  • 20. INSPEÇÃO ANTES DO USOINSPEÇÃO ANTES DO USO - Olhe, nos cilindros de elevação e de inclinação, se há algum dano ou vazamento de óleo hidráulico. - Inspecione as ferramentas de montagem dos cilindros e confira se tudo está bem seguro. - Verifique se os pneus estão excessivamente gastos, partidos, com fendas ou se estão faltando pedaços deles. - Se você estiver operando máquina com pneus com pressão de ar, verifique se a pressão está correta, como indicada no pneu. Obs.: As empilhadeiras são acionadas por motor elétrico (baterias), motor a propano ou motor diesel. Se você encontrar algum problema, nunca tente resolvê-lo você mesmo. Reporte quaisquer problemas para o seu supervisor e deixe que um mecânico especializado resolva o problema.
  • 21. PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma empilhadeira: - Inspeção antes do uso: *sempre inspecione a empilhadeira antes de você começar o trabalho. - Inspeção da fonte de energia: *não fume - os gases são extremamente inflamáveis. *inspecione o tanque quanto a trincas, pontos de solda quebrados e outros danos. *sempre manuseie os tanques do lado de fora, longe de chamas ou trabalho a quente. *tenha sempre a mão um extintor de incêndio. *informe todos os problemas ao seu supervisor.
  • 22. PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma empilhadeira: - Como descobrir a capacidade nominal: *verifique a placa de identificação do fabricante a capacidade nominal. - Manuseio e movimentação de cargas: *para apanhar uma carga: máquina perpendicular à carga, aproxima-se devagar até que a carga encoste no descanso do garfo, levante a carga para passar sobre os obstáculos. Olhe sobre ambos os ombros, recue e incline o mastro para estabilizar a carga. *para abaixar uma carga: máquina perpendicular à área de carga, entre para frente até o meio do caminho, pare, nivele os garfos, entre o restante e abaixe a carga no piso. Incline os garfos para frente, olhe sobre ambos os ombros, recue reto para fora.
  • 23. PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma empilhadeira: - Como empilhar cargas: *remoção da pilha: similar ao levantamento de carga do chão, só que mais alto. *empilhamento: aproxime-se devagar e na perpendicular, levante a carga para passar sobre a pilha, vá para frente até que a carga se alinhe com a pilha, nivele os garfos, abaixe a carga na pilha. Olhe sobre ambos os ombros e recue reto, devagar. - Dicas de segurança: *nunca levante a carga enquanto estiver em movimento. *pare antes de levantar o mastro. *tenha certeza de que a carga está bem alinhada e apoiada na pilha, ou ela poderá tombar.
  • 24. PONTOS A LEMBRARPONTOS A LEMBRAR Pontos a lembrar na inspeção e na operação de uma empilhadeira: - Movimentando-se com uma carga: *movimente-se sempre com a carga inclinada ligeiramente para trás, mantenha a carga na altura correta. Dirija devagar. Se você não puder ver à frente, dirija em marcha ré. - Movimentando-se com segurança: *dirija devagar; diminua nas curvas; fique no centro quando entrar em corredores
  • 25. COMO OPERAR O EQUIPAMENTO
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO Somente o pessoal qualificado e treinado deve ser autorizado a operar as empilhadeiras. •É importante o uso do EPI e roupas adequadas. •Faça uma inspeção antes de operar qualquer empilhadeira. •Inspecione sempre toda a área ao redor da empilhadeira antes de movimentá-la e lembre-se de que as partidas e paradas devem ser feitas de forma vagarosa e suave. •Não deixe ferramentas ou outros equipamentos sobre as empilhadeiras. Mantenha desobstruído o acesso para os pedais e, para maior segurança, nunca a opere com os pés e mãos molhados ou sujos de óleo ou graxa. •Mantenha os garfos a cerca de 20cm do solo e a torre inclinada para trás, quando a empilhadeira estiver em movimento. Nunca levante ou abaixe a carga enquanto a empilhadeira estiver em movimento.
  • 43. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO •Nunca faça acrobacias, corridas ou brincadeiras enquanto estiver operando as empilhadeiras. •Não transporte pessoal sobre a carga ou a empilhadeira. • Nunca exceda os limites de peso especificados na placa de identificação da empilhadeira. •Para manter o equilíbrio, a carga deve estar centralizada no “pallet”, e os garfos, junto às extremidades laterais do mesmo. •Não ultrapasse a capacidade de carga da empilhadeira. •Cuidado ao elevar ou manobrar cargas de grande largura. •Não permita a permanência ou passagem de pessoas sob ou sobre os garfos ou qualquer outro acessório instalado na torre de elevação da empilhadeira. •Não eleve pessoas. Em caso de necessidade, use uma plataforma adequada, segura e presa firmemente aos garfos.
  • 44. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO •Esteja sempre certo de que a carga está bem empilhada e balanceada entre os dois garfos. Nunca tente levantar cargas com apenas um dos garfos. •Diminua a velocidade nas curvas, nas rampas, nos cruzamentos, nas superfícies molhadas ou escorregadias. Não tente fazer curvas nas rampas ou terrenos inclinados. •Conserve a cabeça, os braços, as mãos, as pernas e os pés dentro dos limites do compartimento do operador. Olhe sempre para o lugar para onde a empilhadeira se desloca, evite distrações. •Observe sempre os limites de carga do piso onde a máquina está trabalhando. •Não fume, não acenda fósforos e desligue o motor quando abastecer ou carregar a bateria. Limpe o excesso de combustível antes de ligar novamente o motor.
  • 45. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO •Tenha bastante cuidado quando empilhar materiais ou passar próximo ou sob canos d’água, “sprinklers”, fiações elétricas, encanamentos de vapor e outros. •Ao estacionar, em área apropriada, incline a torre de elevação para frente; abaixe os garfos até o solo; aplique o freio de estacionamento; retire a chave do contato e calce as rodas quando em declives. •Transite de marcha ré quando transportar cargas volumosas que lhe obstruam a visão ou para descer rampas. •Não transporte cargas sobrepostas. Elas se tornam instáveis e difíceis de controlar.
  • 46. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO •Não ultrapasse outros veículos quando em cruzamento, em locais que ofereçam perigo, ou se estiver com a visão obstruída. Pare e buzine em todas as esquinas, entradas, saídas ou diante da aproximação de pedestres. •Mantenha uma distância razoável do veículo a sua frente (mais ou menos três comprimentos da empilhadeira) de modo a frear com segurança, caso haja necessidade. •Não use os garfos para empurrar. Empurrar cargas com a empilhadeira pode danificar a carga ou a máquina. •Cuidado ao abaixar os garfos. Pode haver algo embaixo. •Quando deixar a empilhadeira, desligue o motor, engate uma marcha, abaixe completamente os garfos e puxe o freio de mão. •Calce as rodas quando estacionar numa rampa e sempre que estiver fazendo reparo na empilhadeira.
  • 47. REGRAS DE SEGURANÇA NA OPERAÇÃO •Atenção para a altura das portas, e de instalações suspensas. •Nunca use sua empilhadeira para empurrar ou rebocar outra. Não permita também que ela seja empurrada ou rebocada por qualquer outra. Se a máquina, por qualquer razão, parar de funcionar repentinamente e precisar ser deslocada, avise imediatamente a pessoa encarregada pela sua manutenção. •Calce seguramente o veículo que estiver sendo carregado ou descarregado.
  • 48. ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
  • 49. ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
  • 50. ATOS INSEGUROS COM EMPILHADEIRA
  • 54. TESTE
  • 55. TESTE
  • 56. TESTE
  • 57. CONSIDERAÇÕES FINAIS OPERADOR, o seu sucesso e o bem estar de sua família dependem de você. Tenha atitude e faça a coisa certa.
  • 58. PARABÉNSPARABÉNS VOCÊ CONCLUIU O CURSOVOCÊ CONCLUIU O CURSO ProfessorProfessor SERGIO ROBERTO DA SILVASERGIO ROBERTO DA SILVA TÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHOTÉCNICO DE SEGURANÇA DO TRABALHO REG. MTE: SP/008753.0REG. MTE: SP/008753.0 Técnico de Segurança do Trabalho – 15 anos de experiênciaTécnico de Segurança do Trabalho – 15 anos de experiência Tecnólogo em Gestão Ambiental – Gestor AmbientalTecnólogo em Gestão Ambiental – Gestor Ambiental tecnolsergio@gmail.comtecnolsergio@gmail.com / profsergiorobertosilva.blogspot.com.br/ profsergiorobertosilva.blogspot.com.br