SlideShare uma empresa Scribd logo
e a  Crise  Mundial Rafael Sabbagh Marcos Garrido Scrum Por que Scrum é a melhor opção para projetos em tempos de crise
Palestrantes Rafael Sabbagh Certified ScrumMaster (CSM) Sete anos de experiência em Gerência de Projetos de TI e Liderança de Equipes de Desenvolvimento  Engenheiro de Computação pela PUC-Rio Mestrando em Administração pela PUC-Rio MBA em Gestão Empresarial pela PUC-Rio Marcos Garrido Certified Scrum Product Owner (CSPO) Seis anos de experiência em Gerência de Projetos de TI e Liderança de Equipes de Desenvolvimento  Tecnólogo em Processamento de Dados pela PUC-Rio Mestrando em Administração pela PUC-Rio MBA em Gestão Empresarial pela PUC-Rio
Parte I A Crise
O mundo está em crise... ADDICTED TO RISK
...e a crise é grave! “ É a pior crise desde 1929!” Fundo Monetário Internacional (FMI) “ Os países desenvolvidos enfrentarão uma recessão generalizada.” Pamela Cox, vice-Presidente do Banco Mundial AmLat/Caribe “ É uma situação muito, muito séria!” Henrique Meireles, Presidente do Banco Central do Brasil “ A crise põe em perigo o próprio futuro da humanidade!” Nicolas Sarkosy, Presidente da França
...e a crise é grave! Quem acha que o pior da crise já passou? … e quem acha que ainda vai piorar?
A recuperação será difícil... 17/4/2009 – Jornal Valor Econômico   FMI: economia mundial vai  demorar para sair da recessão  e sua recuperação será menos vigorosa do que em crises do passado A  extensão global  da crise contribui para  prolongar a recessão Países emergentes  verão  êxodo de capitais  nos próximos anos 22 e 23/4/2009 – Jornal Valor Econômico   FMI: Brasil deve  encolher 1,3%  em 2009 FMI: Mundo sofrerá uma  contração de 1,3%  em 2009 e só poderá voltar a crescer em 2010
E a área de tecnologia sofre... Prejuízo de US$ 2.5bi Corte de 3,9 mil empregos Demissão de 10% dos funcionários Queda nas ações Lucros despencam 90% Corte de 3 mil empregos Queda de 80% nas vendas Demissões e redução no lucro
E a área de tecnologia sofre... Prejuízo de US$ 2.5bi Corte de 3,9 mil empregos Demissão de 10% dos funcionários Queda nas ações Lucros despencam 90% Corte de 3 mil empregos Queda de 80% nas vendas Demissões e redução no lucro
...já que o investimento diminui.
A nova realidade é difícil! Redução da demanda por projetos Processo decisório mais longo Acesso limitado a crédito Pressão por menores margens Clientes com problemas financeiros Ambiente de incerteza Mudanças constantes Racionalização do uso de recursos
Parte II Como sobreviver?
Como sobreviver? O mercado exige que as organizações mudem sua  forma de trabalhar  para conseguirem atravessar esses tempos turbulentos Uma verdadeira QUEBRA DE PARADIGMA
Como sobreviver? Essa nova  forma de trabalhar  deverá: Funcionar bem em ambientes que  mudam rapidamente , permitindo  replanejamento frequente Focar-se em  maximizar o ROI  do cliente Ajudar a  reduzir tempo  de entrada em produção ou tempo de lançamento no mercado
Como sobreviver? Essa nova  forma de trabalhar  deverá: Evitar  desperdício  de esforço e tempo com subprodutos e funcionalidades que nunca serão utilizados Sempre  entregar valor  para o cliente, mesmo que o projeto deva ser interrompido Priorizar a  comunicação  e  feedback  entre as pessoas do projeto, para que saibam o que deve ser feito e o que está sendo feito
Como sobreviver? Que  framework  para desenvolvimento de projetos é focado em todas estas questões? Scrum
Como sobreviver? Scrum  é a melhor opção para projetos em tempos de crise! E a  crise  é uma excelente oportunidade para se disseminar o Scrum!
Parte III Use Scrum
Personagens da crise... Uma organização  prestadora de serviços  em projetos que deve aumentar sua  competitividade  para não perder clientes Um  diretor ou gerente  precisando reduzir custos operacionais - melhorando seus processos - para sua organização  sobreviver Um  cliente  que precisa contratar determinados projetos, mas tem que  reduzir custos  para torná-los viáveis Por que eles devem escolher Scrum?
NÃO  ao desperdício! Metodologias não-ágeis afirmam que devem ser gerados  inúmeros documentos  para o sucesso do projeto Termo de Abertura Declaração Preliminar de Escopo Plano de Gerenciamento do Projeto Pedidos de Mudança Relatório de Progresso Relatório de Desempenho Relatório de Aceite Relatório de Encerramento Cronograma Detalhado Análise de Earned Value Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração Diagrama de Estados Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Pacotes Diagrama de Atividades ...algo mais?
NÃO  ao desperdício! Metodologias não-ágeis afirmam que devem ser gerados  inúmeros documentos  para o sucesso do projeto Termo de Abertura Declaração Preliminar de Escopo Plano de Gerenciamento do Projeto Pedidos de Mudança Relatório de Progresso Relatório de Desempenho Relatório de Aceite Relatório de Encerramento Cronograma Detalhado Análise de Earned Value Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração Diagrama de Estados Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Pacotes Diagrama de Atividades ...algo mais? O  custo  de produção e manutenção destes documentos compensa?  Quantos destes documentos se manterão  atualizados  e quantos serão realmente  úteis  para o desenvolvimento do projeto?
NÃO  ao desperdício! Em projetos típicos,  50%  do tempo é gasto com requisitos, arquitetura e especificação Análise de Requisitos Implementação Testes Manutenção e isso tudo é feito antes de se construir qualquer funcionalidade! Especificação / Arquitetura
NÃO  ao desperdício! 35%  dos requisitos  mudam 65%  das funcionalidades  nunca ou raramente serão utilizadas Em projetos típicos,  50%  do tempo é gasto com requisitos, arquitetura e especificação Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção e para piorar...
NÃO  ao desperdício! Em tempos de  crise , podemos nos permitir este  desperdício  de tempo e esforço?
NÃO  ao desperdício! Afinal, o objetivo do projeto é o  produto , e não a documentação! Com  Scrum,  o projeto deve ter somente a  documentação suficiente e necessária . Ou seja, adote  somente o que será usado .
NÃO  ao desperdício! Com  Scrum,  o Product Backlog é  dinâmico , pois ele deve sempre acompanhar as necessidades do cliente, que  mudam ao longo do projeto . Assim, o que for entregue, deverá ser usado pelo cliente. Sempre serão feitas as funcionalidades que são de maior importância para o cliente no momento anterior ao início de cada sprint.
Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto  não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto  não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...ou aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto  não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...ou mesmo aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
Se o projeto for suspenso? Em um projeto com  Scrum  é diferente... VALOR  é entregue em cada iteração!
Se o projeto for suspenso? Um projeto com  Scrum  sempre produz um incremento ao produto  potencialmente entregável  ao final de cada  sprint . Assim, se o projeto é suspenso em qualquer momento, o cliente pode utilizar o que foi gerado em sprints anteriores,  reduzindo o risco do cliente . Em um projeto  não-ágil , o cliente dificilmente recebe algo utilizável,  não obtendo retorno  algum do investimento feito.
Se o projeto for suspenso? Em um  ambiente de incerteza , reduzir o  risco  do seu cliente é uma  vantagem competitiva !
Maior valor primeiro! Em  metodologias não-ágeis , o cliente só percebe retorno ao investimento no  final do projeto . Fonte:  Site da IBM Entrega
Maior valor primeiro! No  Scrum , O Product Owner deve sempre alimentar e reordenar o  Product Backlog , priorizando os itens de maior valor para o cliente. Assim, Scrum garante que os  itens de maior valor   sejam entregues primeiro,  gerando ROI  para o cliente frequentemente.
Maior valor primeiro! Em tempos de  crise , as organizações precisam se manter  competitivas . A priorização do Product Backlog pelo maior valor permite à organização: entregar resultados para seu cliente  mais rápido   que a concorrência colocar em produção funcionalidades que agregam  maior valor   a seu negócio  mais rapidamente lançar produtos  e novas versões no mercado mais rapidamente
Que venham as mudanças! Com a crise, vêm grandes e frequentes  transformações Mudanças na legislação e regulamentação Mudanças nas regras de negócios Oportunidades de novos negócios Players  importantes deixando o mercado Prejuízos e indisponibilidade de verbas Fusões, aquisições e intervenções do governo
Que venham as mudanças! Como as metodologias tradicionais lidam com a  mudança ? Mudança é indesejada! Mudança é arriscada! Mudança é cara! Mudança deve ser negociada! Como quase todo o planejamento é feito no começo do projeto,  há pouquíssimo espaço para mudanças !
Que venham as mudanças! Como as metodologias tradicionais lidam com a  mudança ? O  contrato  com  escopo  amarrado deve nos  defender ! O cliente vai querer mudar tudo! Cada mudança deve ser negociada com o cliente! Seu  impacto  deve ser quantificado! Cada mudança deve ser  revista ,  aprovada ,  planejada ,  documentada  e  gerenciada !
Que venham as mudanças! Gerenciamento da mudança é  fonte de estresse   em projetos que utilizam metodologias não-ágeis. Estresse no  relacionamento de longo prazo  com o cliente. Estresse no  dia-a-dia da equipe  de desenvolvimento.
Que venham as mudanças! Como o  Scrum  lida com a  mudança ? Scrum encara a mudança como parte  natural  do processo de desenvolvimento Manifesto ágil:  “ responder às mudanças  mais que seguir um plano” O Product Backlog é  constantemente atualizado  pelo Product Owner
Que venham as mudanças! Como o  Scrum  lida com a  mudança ? Mudanças já podem ser introduzidas no produto  no sprint seguinte ! A resposta rápida à mudança se transforma em  vantagem competitiva ... ...e, assim, a crise pode se transformar em  oportunidade !
Quem não se comunica... Em um projeto  waterfall , quando o cliente é encorajado a participar? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Manutenção Testes
Quem não se comunica... Testes O  c liente percebe o projeto como uma grande  caixa preta , cujo conteúdo será revelado apenas no final do processo Em um projeto  waterfall , quando o cliente é encorajado a participar? Especificação / Arquitetura Implementação Manutenção Testes de Aceitação Análise de Requisitos
Quem não se comunica… Assim, ao final do projeto, o resultado  dificilmente atenderá  às necessidades do cliente naquele momento!
Quem não se comunica... Como o  Scrum  lida com a  comunicação ? O Product Owner está em frequente  contato com o cliente  para levantar suas necessidades... ...e assim manter o Product Backlog  constantemente atualizado e priorizado .
Quem não se comunica... Como o  Scrum  lida com a  comunicação ? O cliente recebe frequentemente  novas versões ... ...e assim pode mais rapidamente dar  feedback  para a equipe, via Product Owner.
Quem não se comunica... Como o  Scrum  lida com a  comunicação ? Desta forma, o cliente se sente  envolvido  em todo o processo... ... compartilhando  com a equipe a responsabilidade sobre o projeto... ...aumentando seu grau de  confiança  na equipe e no processo.
Quem não se comunica... A  relação com o cliente  deixa de ser   meramente comercial , e passa a contemplar: Parceria Cumplicidade Satisfação Fidelidade E assim, cria-se uma  relação de longo prazo  com o cliente – muitas vezes capaz de  superar  períodos de  crise .
Quem não se comunica... Em metodologias  não-ágeis , como se promove a  visibilidade  no projeto para seus  stakeholders ? Principalmente através de  documentação ... ...que dá muito trabalho ...que não é eficiente ...que não se mantém atualizada ...que acaba deixada de lado Relatório de Progresso Relatório de Encerramento Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração  Pedidos de Mudança Cronograma Detalhado Diagrama de Estados Project Charter Declaração Prelminar de Escopo Plano de Gerenciamento de Projeto Acceptance Report Análise de Earned Value Diagrama de Pacotes Relatório de Desempenho Diagramas de Atividade Diagrama de Casos de Uso
Quem não se comunica... No  Scrum , a visibilidade no projeto é constantemente promovida! Reuniões diárias Kanban Equipe em um mesmo ambiente Envolvimento do cliente Gráficos de Burndown Entregas   frequentes Reunião de Revisão Retros- pectiva ...são alguns exemplos.
Quem não se comunica... Manter  comunicação aberta   entre os  stakeholders   do projeto é a melhor forma de garantir que todos saibam o que  deve ser feito  e o que  está sendo feito . Isso gera  aumento de produtividade , essencial para sobreviver à  crise .
Fazendo valer o investimento Diferentemente de outras metodologias,  Scrum   prioriza  explicitamente  o Retorno do Investimento ( ROI ) do cliente O Product Owner deve  garantir o ROI  do cliente, buscando sempre  maximizá-lo  através da  atualização frequente  do Product Backlog e priorização dos itens de maior valor
Se tiver que reduzir a equipe? Em projetos  waterfall , os papéis dentro da equipe são muito bem definidos O que acontece em projetos  waterfall ? Em um projeto de TI, por exemplo, o programador programa, o testador testa... A crise atingiu a organização e é necessário dispensar ou realocar membros da equipe!
Se tiver que reduzir a equipe? Se o designer sai do projeto... ...as telas novas ficam sem design! Se o testador sai do projeto... ...o projeto fica sem testes! Se o DBA sai do projeto... ...quem cuidará do banco de dados? Se o gerente de projeto sai do projeto... ...o projeto fica desgovernado!
Se tiver que reduzir a equipe? Se o designer sai do projeto... ...as telas novas ficam sem design! Se o testador sai do projeto... ...o projeto fica sem testes! Se o DBA sai do projeto... ...quem cuidará do banco de dados? Assim, o sucesso de todo o projeto fica  ameaçado ! Se o gerente de projeto sai do projeto... ...o projeto fica desgovernado!
Se tiver que reduzir a equipe? Com  Scrum , a responsabilidade pela entrega é de toda a equipe, independente de papéis E o que acontece em projetos com  Scrum ? Embora haja uma especialização natural, as pessoas são  estimuladas  a desenvolverem e utilizarem suas  habilidades secundárias ... ...e, em geral, farão todo o possível para  compensar  a falta de membros da equipe
Se tiver que reduzir a equipe? Com  Scrum , a responsabilidade pela entrega é de toda a equipe, independente de papéis E o que acontece em projetos com  Scrum ? Embora haja uma especialização natural, as pessoas são  estimuladas  a desenvolverem e utilizarem suas  habilidades secundárias ... ...e, em geral, farão todo o possível para  compensar  a falta de membros da equipe Assim, mesmo que com uma capacidade menor, a equipe deverá  continuar garantindo as entregas
Se tiver que reduzir a equipe? Alerta : demitir membros da equipe  nunca deve ser a primeira alternativa Ao diminuir a equipe, estará sendo  reduzida  a capacidade de entrega de  valor  da equipe Assim, se estará  reduzindo a satisfação  do cliente, que procurará outros fornecedores... ...piorando a situação da organização, criando um  ciclo vicioso  de  perde-perde
Parte IV Conclusões
Conclusões Nesta apresentação, mostramos que Scrum é a melhor opção para projetos nesses tempos de crise
Conclusões Oferecemos diversos argumentos para que pessoas com poder de influência ou decisão possam  ajudar a decidir pelo uso de Scrum
Conclusões Uma vez superada a crise , as organizações que tiverem adotado Scrum estarão mais  próximas do cliente ,  focadas em resultado ,  enxutas ,  objetivas  e  transparentes
Conclusões Assim, para estas organizações, a crise terá funcionado como  mola propulsora  em um mercado em recuperação
Parte V Bibliografia
Bibliografia
Contatos http://www.scrumability.net Rafael Sabbagh [email_address] Marcos Garrido [email_address]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Scrum na Prática
Scrum na PráticaScrum na Prática
Scrum na Prática
Alexandre Amorim
 
Requisitos Ágeis
Requisitos ÁgeisRequisitos Ágeis
Requisitos Ágeis
André Faria Gomes
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
codebits
 
Metricas (e previsões) acionáveis de projeto
Metricas (e previsões) acionáveis de projetoMetricas (e previsões) acionáveis de projeto
Metricas (e previsões) acionáveis de projeto
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Aula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xpAula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xp
Joaquim Lopes Júnior
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horas
Wise Systems
 
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e QualidadeFundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Scrum experience bo tutorial scrum v15
Scrum experience bo tutorial scrum v15Scrum experience bo tutorial scrum v15
Scrum experience bo tutorial scrum v15
claudioluciodovallopes
 
Automação de testes - uma introdução sobre estratégias
Automação de testes - uma introdução sobre estratégiasAutomação de testes - uma introdução sobre estratégias
Automação de testes - uma introdução sobre estratégias
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
MBA em projetos - Gestao Ágil
MBA em projetos - Gestao ÁgilMBA em projetos - Gestao Ágil
MBA em projetos - Gestao Ágil
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional ScrumPapeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
7 passos-gestao-de-projeto
7 passos-gestao-de-projeto7 passos-gestao-de-projeto
7 passos-gestao-de-projeto
Carlos M. M. Fernandes
 
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
TargetTrust
 
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisScrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Ideia Ágil
 
Scrum - Uma rapida visão
Scrum - Uma rapida visãoScrum - Uma rapida visão
Scrum - Uma rapida visão
Rafael Vinicius Kuhn Toebe
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Noaldo Sales
 
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
Leandro Faria
 
Teste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizenTeste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizen
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Modelagem com historias bem além dos requisitos
Modelagem com historias bem além dos requisitosModelagem com historias bem além dos requisitos
Modelagem com historias bem além dos requisitos
Kleitor Franklint Correa Araujo
 

Mais procurados (19)

Scrum na Prática
Scrum na PráticaScrum na Prática
Scrum na Prática
 
Requisitos Ágeis
Requisitos ÁgeisRequisitos Ágeis
Requisitos Ágeis
 
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
Desenvolvimento Ágil de Software com SCRUM
 
Metricas (e previsões) acionáveis de projeto
Metricas (e previsões) acionáveis de projetoMetricas (e previsões) acionáveis de projeto
Metricas (e previsões) acionáveis de projeto
 
Aula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xpAula03 04 agile_scrum_xp
Aula03 04 agile_scrum_xp
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horas
 
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e QualidadeFundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
 
Scrum experience bo tutorial scrum v15
Scrum experience bo tutorial scrum v15Scrum experience bo tutorial scrum v15
Scrum experience bo tutorial scrum v15
 
Automação de testes - uma introdução sobre estratégias
Automação de testes - uma introdução sobre estratégiasAutomação de testes - uma introdução sobre estratégias
Automação de testes - uma introdução sobre estratégias
 
MBA em projetos - Gestao Ágil
MBA em projetos - Gestao ÁgilMBA em projetos - Gestao Ágil
MBA em projetos - Gestao Ágil
 
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional ScrumPapeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
Papeis Ágeis - uma proposta operacional Scrum
 
7 passos-gestao-de-projeto
7 passos-gestao-de-projeto7 passos-gestao-de-projeto
7 passos-gestao-de-projeto
 
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
[Webinar] Scrum - Você está fazendo do jeito certo?
 
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos ÁgeisScrum - Gerenciando Projetos Ágeis
Scrum - Gerenciando Projetos Ágeis
 
Scrum - Uma rapida visão
Scrum - Uma rapida visãoScrum - Uma rapida visão
Scrum - Uma rapida visão
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
Scrum of Scrums, utilizando práticas ágeis em grandes projetos
 
Teste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizenTeste de software gestao e kaizen
Teste de software gestao e kaizen
 
Modelagem com historias bem além dos requisitos
Modelagem com historias bem além dos requisitosModelagem com historias bem além dos requisitos
Modelagem com historias bem além dos requisitos
 

Destaque

Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoriaUsando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
flaviobcarvalho
 
Metodologias Ágeis + PMBok
Metodologias Ágeis + PMBokMetodologias Ágeis + PMBok
Metodologias Ágeis + PMBok
Rafael Zanini
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Marcos Garrido
 
Estimativas em projetos de software
Estimativas em projetos de softwareEstimativas em projetos de software
Estimativas em projetos de software
Synergia - Engenharia de Software e Sistemas
 
Métodos Ágeis e o PMBOK
Métodos Ágeis e o PMBOKMétodos Ágeis e o PMBOK
Métodos Ágeis e o PMBOK
Felipe Plets
 
PMBOK and Scrum: Best of both worlds
PMBOK and Scrum: Best of both worldsPMBOK and Scrum: Best of both worlds
PMBOK and Scrum: Best of both worlds
Silvana Wasitova, Scrum & Agile Coach
 
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do ScrumApostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
MindMasterBrasil
 

Destaque (7)

Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoriaUsando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
Usando PMBOK e SCRUM para maximizar o desempenho em Projetos de consultoria
 
Metodologias Ágeis + PMBok
Metodologias Ágeis + PMBokMetodologias Ágeis + PMBok
Metodologias Ágeis + PMBok
 
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com ScrumGestão Ágil de Projetos com Scrum
Gestão Ágil de Projetos com Scrum
 
Estimativas em projetos de software
Estimativas em projetos de softwareEstimativas em projetos de software
Estimativas em projetos de software
 
Métodos Ágeis e o PMBOK
Métodos Ágeis e o PMBOKMétodos Ágeis e o PMBOK
Métodos Ágeis e o PMBOK
 
PMBOK and Scrum: Best of both worlds
PMBOK and Scrum: Best of both worldsPMBOK and Scrum: Best of both worlds
PMBOK and Scrum: Best of both worlds
 
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do ScrumApostila Scrum: Fundamentos do Scrum
Apostila Scrum: Fundamentos do Scrum
 

Semelhante a Scrum e a Crise Mundial

[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
Giuliano Sposito
 
He 2015-03 - mkt adm
He 2015-03 - mkt  admHe 2015-03 - mkt  adm
He 2015-03 - mkt adm
FlavioCLima
 
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridosWeb aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
Projetos e TI
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
Mariana Zaparolli Martins
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
Maicon Carlos Pereira
 
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
Fabiano Milani
 
SCRUM.pptx
SCRUM.pptxSCRUM.pptx
SCRUM.pptx
Ricardo Santos
 
Curso Scrum - Turma Visie
Curso Scrum - Turma VisieCurso Scrum - Turma Visie
Curso Scrum - Turma Visie
Ricardo P. Silva
 
PDP FINAL.ppt
PDP  FINAL.pptPDP  FINAL.ppt
PDP FINAL.ppt
BrunoBoer3
 
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshellGerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Dextra
 
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | WorkshopPMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
CompanyWeb
 
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUMWorkshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
Elumini Outdoing IT
 
Aula 01 qs - 6 sigma
Aula 01   qs - 6 sigmaAula 01   qs - 6 sigma
Aula 01 qs - 6 sigma
Junior Gomes
 
Scrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspectiveScrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspective
Marcos Alves
 
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
Fábio Aguiar
 
Agile Economics
Agile EconomicsAgile Economics
Agile Economics
Jose Papo, MSc
 
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
Debora Modesto
 
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
Rosa Sampaio
 
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para QA | Desenvolvedores | e para o...
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para  QA | Desenvolvedores  | e para o...Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para  QA | Desenvolvedores  | e para o...
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para QA | Desenvolvedores | e para o...
Rosa Sampaio
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ)
 

Semelhante a Scrum e a Crise Mundial (20)

[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
[AgileBr] GP & AN - As Disciplinas Renegadas do Ágil - Legendado
 
He 2015-03 - mkt adm
He 2015-03 - mkt  admHe 2015-03 - mkt  adm
He 2015-03 - mkt adm
 
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridosWeb aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
Web aula: ágil x tradicional - projetos híbridos
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
 
Entregando Software com Valor
Entregando Software com ValorEntregando Software com Valor
Entregando Software com Valor
 
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
EDTED Aprenda, ensine e melhores os resultados com seus clientes. Requisito d...
 
SCRUM.pptx
SCRUM.pptxSCRUM.pptx
SCRUM.pptx
 
Curso Scrum - Turma Visie
Curso Scrum - Turma VisieCurso Scrum - Turma Visie
Curso Scrum - Turma Visie
 
PDP FINAL.ppt
PDP  FINAL.pptPDP  FINAL.ppt
PDP FINAL.ppt
 
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshellGerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
Gerando Resultados com Scrum: Scrum in a nutshell
 
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | WorkshopPMO - Escritório de Projetos | Workshop
PMO - Escritório de Projetos | Workshop
 
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUMWorkshop Agilizando Projetos com SCRUM
Workshop Agilizando Projetos com SCRUM
 
Aula 01 qs - 6 sigma
Aula 01   qs - 6 sigmaAula 01   qs - 6 sigma
Aula 01 qs - 6 sigma
 
Scrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspectiveScrum in a nutshell - business perspective
Scrum in a nutshell - business perspective
 
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
Gestão de Produtos com Scrum e algo mais...
 
Agile Economics
Agile EconomicsAgile Economics
Agile Economics
 
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do ÓbvioUNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
UNIFESO 2019 - Gestão de Projetos Além do Óbvio
 
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
Scrum | Estimativas Ágil Consciente | Apresentação para Empresa Desenvolvedor...
 
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para QA | Desenvolvedores | e para o...
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para  QA | Desenvolvedores  | e para o...Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para  QA | Desenvolvedores  | e para o...
Scrum | Estimativa ágil | Apresentação para QA | Desenvolvedores | e para o...
 
Gerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TIGerenciamento de projetos de TI
Gerenciamento de projetos de TI
 

Scrum e a Crise Mundial

  • 1. e a Crise Mundial Rafael Sabbagh Marcos Garrido Scrum Por que Scrum é a melhor opção para projetos em tempos de crise
  • 2. Palestrantes Rafael Sabbagh Certified ScrumMaster (CSM) Sete anos de experiência em Gerência de Projetos de TI e Liderança de Equipes de Desenvolvimento Engenheiro de Computação pela PUC-Rio Mestrando em Administração pela PUC-Rio MBA em Gestão Empresarial pela PUC-Rio Marcos Garrido Certified Scrum Product Owner (CSPO) Seis anos de experiência em Gerência de Projetos de TI e Liderança de Equipes de Desenvolvimento Tecnólogo em Processamento de Dados pela PUC-Rio Mestrando em Administração pela PUC-Rio MBA em Gestão Empresarial pela PUC-Rio
  • 3. Parte I A Crise
  • 4. O mundo está em crise... ADDICTED TO RISK
  • 5. ...e a crise é grave! “ É a pior crise desde 1929!” Fundo Monetário Internacional (FMI) “ Os países desenvolvidos enfrentarão uma recessão generalizada.” Pamela Cox, vice-Presidente do Banco Mundial AmLat/Caribe “ É uma situação muito, muito séria!” Henrique Meireles, Presidente do Banco Central do Brasil “ A crise põe em perigo o próprio futuro da humanidade!” Nicolas Sarkosy, Presidente da França
  • 6. ...e a crise é grave! Quem acha que o pior da crise já passou? … e quem acha que ainda vai piorar?
  • 7. A recuperação será difícil... 17/4/2009 – Jornal Valor Econômico FMI: economia mundial vai demorar para sair da recessão e sua recuperação será menos vigorosa do que em crises do passado A extensão global da crise contribui para prolongar a recessão Países emergentes verão êxodo de capitais nos próximos anos 22 e 23/4/2009 – Jornal Valor Econômico FMI: Brasil deve encolher 1,3% em 2009 FMI: Mundo sofrerá uma contração de 1,3% em 2009 e só poderá voltar a crescer em 2010
  • 8. E a área de tecnologia sofre... Prejuízo de US$ 2.5bi Corte de 3,9 mil empregos Demissão de 10% dos funcionários Queda nas ações Lucros despencam 90% Corte de 3 mil empregos Queda de 80% nas vendas Demissões e redução no lucro
  • 9. E a área de tecnologia sofre... Prejuízo de US$ 2.5bi Corte de 3,9 mil empregos Demissão de 10% dos funcionários Queda nas ações Lucros despencam 90% Corte de 3 mil empregos Queda de 80% nas vendas Demissões e redução no lucro
  • 10. ...já que o investimento diminui.
  • 11. A nova realidade é difícil! Redução da demanda por projetos Processo decisório mais longo Acesso limitado a crédito Pressão por menores margens Clientes com problemas financeiros Ambiente de incerteza Mudanças constantes Racionalização do uso de recursos
  • 12. Parte II Como sobreviver?
  • 13. Como sobreviver? O mercado exige que as organizações mudem sua forma de trabalhar para conseguirem atravessar esses tempos turbulentos Uma verdadeira QUEBRA DE PARADIGMA
  • 14. Como sobreviver? Essa nova forma de trabalhar deverá: Funcionar bem em ambientes que mudam rapidamente , permitindo replanejamento frequente Focar-se em maximizar o ROI do cliente Ajudar a reduzir tempo de entrada em produção ou tempo de lançamento no mercado
  • 15. Como sobreviver? Essa nova forma de trabalhar deverá: Evitar desperdício de esforço e tempo com subprodutos e funcionalidades que nunca serão utilizados Sempre entregar valor para o cliente, mesmo que o projeto deva ser interrompido Priorizar a comunicação e feedback entre as pessoas do projeto, para que saibam o que deve ser feito e o que está sendo feito
  • 16. Como sobreviver? Que framework para desenvolvimento de projetos é focado em todas estas questões? Scrum
  • 17. Como sobreviver? Scrum é a melhor opção para projetos em tempos de crise! E a crise é uma excelente oportunidade para se disseminar o Scrum!
  • 18. Parte III Use Scrum
  • 19. Personagens da crise... Uma organização prestadora de serviços em projetos que deve aumentar sua competitividade para não perder clientes Um diretor ou gerente precisando reduzir custos operacionais - melhorando seus processos - para sua organização sobreviver Um cliente que precisa contratar determinados projetos, mas tem que reduzir custos para torná-los viáveis Por que eles devem escolher Scrum?
  • 20. NÃO ao desperdício! Metodologias não-ágeis afirmam que devem ser gerados inúmeros documentos para o sucesso do projeto Termo de Abertura Declaração Preliminar de Escopo Plano de Gerenciamento do Projeto Pedidos de Mudança Relatório de Progresso Relatório de Desempenho Relatório de Aceite Relatório de Encerramento Cronograma Detalhado Análise de Earned Value Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração Diagrama de Estados Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Pacotes Diagrama de Atividades ...algo mais?
  • 21. NÃO ao desperdício! Metodologias não-ágeis afirmam que devem ser gerados inúmeros documentos para o sucesso do projeto Termo de Abertura Declaração Preliminar de Escopo Plano de Gerenciamento do Projeto Pedidos de Mudança Relatório de Progresso Relatório de Desempenho Relatório de Aceite Relatório de Encerramento Cronograma Detalhado Análise de Earned Value Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração Diagrama de Estados Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Pacotes Diagrama de Atividades ...algo mais? O custo de produção e manutenção destes documentos compensa? Quantos destes documentos se manterão atualizados e quantos serão realmente úteis para o desenvolvimento do projeto?
  • 22. NÃO ao desperdício! Em projetos típicos, 50% do tempo é gasto com requisitos, arquitetura e especificação Análise de Requisitos Implementação Testes Manutenção e isso tudo é feito antes de se construir qualquer funcionalidade! Especificação / Arquitetura
  • 23. NÃO ao desperdício! 35% dos requisitos mudam 65% das funcionalidades nunca ou raramente serão utilizadas Em projetos típicos, 50% do tempo é gasto com requisitos, arquitetura e especificação Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção e para piorar...
  • 24. NÃO ao desperdício! Em tempos de crise , podemos nos permitir este desperdício de tempo e esforço?
  • 25. NÃO ao desperdício! Afinal, o objetivo do projeto é o produto , e não a documentação! Com Scrum, o projeto deve ter somente a documentação suficiente e necessária . Ou seja, adote somente o que será usado .
  • 26. NÃO ao desperdício! Com Scrum, o Product Backlog é dinâmico , pois ele deve sempre acompanhar as necessidades do cliente, que mudam ao longo do projeto . Assim, o que for entregue, deverá ser usado pelo cliente. Sempre serão feitas as funcionalidades que são de maior importância para o cliente no momento anterior ao início de cada sprint.
  • 27. Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
  • 28. Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...ou aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
  • 29. Se o projeto for suspenso? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Testes Manutenção Em um projeto não-ágil , o que o cliente recebe se o projeto for suspenso... ...ou mesmo aqui? Incepção Elaboração Construção Transição
  • 30. Se o projeto for suspenso? Em um projeto com Scrum é diferente... VALOR é entregue em cada iteração!
  • 31. Se o projeto for suspenso? Um projeto com Scrum sempre produz um incremento ao produto potencialmente entregável ao final de cada sprint . Assim, se o projeto é suspenso em qualquer momento, o cliente pode utilizar o que foi gerado em sprints anteriores, reduzindo o risco do cliente . Em um projeto não-ágil , o cliente dificilmente recebe algo utilizável, não obtendo retorno algum do investimento feito.
  • 32. Se o projeto for suspenso? Em um ambiente de incerteza , reduzir o risco do seu cliente é uma vantagem competitiva !
  • 33. Maior valor primeiro! Em metodologias não-ágeis , o cliente só percebe retorno ao investimento no final do projeto . Fonte: Site da IBM Entrega
  • 34. Maior valor primeiro! No Scrum , O Product Owner deve sempre alimentar e reordenar o Product Backlog , priorizando os itens de maior valor para o cliente. Assim, Scrum garante que os itens de maior valor sejam entregues primeiro, gerando ROI para o cliente frequentemente.
  • 35. Maior valor primeiro! Em tempos de crise , as organizações precisam se manter competitivas . A priorização do Product Backlog pelo maior valor permite à organização: entregar resultados para seu cliente mais rápido que a concorrência colocar em produção funcionalidades que agregam maior valor a seu negócio mais rapidamente lançar produtos e novas versões no mercado mais rapidamente
  • 36. Que venham as mudanças! Com a crise, vêm grandes e frequentes transformações Mudanças na legislação e regulamentação Mudanças nas regras de negócios Oportunidades de novos negócios Players importantes deixando o mercado Prejuízos e indisponibilidade de verbas Fusões, aquisições e intervenções do governo
  • 37. Que venham as mudanças! Como as metodologias tradicionais lidam com a mudança ? Mudança é indesejada! Mudança é arriscada! Mudança é cara! Mudança deve ser negociada! Como quase todo o planejamento é feito no começo do projeto, há pouquíssimo espaço para mudanças !
  • 38. Que venham as mudanças! Como as metodologias tradicionais lidam com a mudança ? O contrato com escopo amarrado deve nos defender ! O cliente vai querer mudar tudo! Cada mudança deve ser negociada com o cliente! Seu impacto deve ser quantificado! Cada mudança deve ser revista , aprovada , planejada , documentada e gerenciada !
  • 39. Que venham as mudanças! Gerenciamento da mudança é fonte de estresse em projetos que utilizam metodologias não-ágeis. Estresse no relacionamento de longo prazo com o cliente. Estresse no dia-a-dia da equipe de desenvolvimento.
  • 40. Que venham as mudanças! Como o Scrum lida com a mudança ? Scrum encara a mudança como parte natural do processo de desenvolvimento Manifesto ágil: “ responder às mudanças mais que seguir um plano” O Product Backlog é constantemente atualizado pelo Product Owner
  • 41. Que venham as mudanças! Como o Scrum lida com a mudança ? Mudanças já podem ser introduzidas no produto no sprint seguinte ! A resposta rápida à mudança se transforma em vantagem competitiva ... ...e, assim, a crise pode se transformar em oportunidade !
  • 42. Quem não se comunica... Em um projeto waterfall , quando o cliente é encorajado a participar? Análise de Requisitos Especificação / Arquitetura Implementação Manutenção Testes
  • 43. Quem não se comunica... Testes O c liente percebe o projeto como uma grande caixa preta , cujo conteúdo será revelado apenas no final do processo Em um projeto waterfall , quando o cliente é encorajado a participar? Especificação / Arquitetura Implementação Manutenção Testes de Aceitação Análise de Requisitos
  • 44. Quem não se comunica… Assim, ao final do projeto, o resultado dificilmente atenderá às necessidades do cliente naquele momento!
  • 45. Quem não se comunica... Como o Scrum lida com a comunicação ? O Product Owner está em frequente contato com o cliente para levantar suas necessidades... ...e assim manter o Product Backlog constantemente atualizado e priorizado .
  • 46. Quem não se comunica... Como o Scrum lida com a comunicação ? O cliente recebe frequentemente novas versões ... ...e assim pode mais rapidamente dar feedback para a equipe, via Product Owner.
  • 47. Quem não se comunica... Como o Scrum lida com a comunicação ? Desta forma, o cliente se sente envolvido em todo o processo... ... compartilhando com a equipe a responsabilidade sobre o projeto... ...aumentando seu grau de confiança na equipe e no processo.
  • 48. Quem não se comunica... A relação com o cliente deixa de ser meramente comercial , e passa a contemplar: Parceria Cumplicidade Satisfação Fidelidade E assim, cria-se uma relação de longo prazo com o cliente – muitas vezes capaz de superar períodos de crise .
  • 49. Quem não se comunica... Em metodologias não-ágeis , como se promove a visibilidade no projeto para seus stakeholders ? Principalmente através de documentação ... ...que dá muito trabalho ...que não é eficiente ...que não se mantém atualizada ...que acaba deixada de lado Relatório de Progresso Relatório de Encerramento Documento de Lições Aprendidas Diagramas de Sequência Diagrama de Componentes Diagrama de Colaboração Pedidos de Mudança Cronograma Detalhado Diagrama de Estados Project Charter Declaração Prelminar de Escopo Plano de Gerenciamento de Projeto Acceptance Report Análise de Earned Value Diagrama de Pacotes Relatório de Desempenho Diagramas de Atividade Diagrama de Casos de Uso
  • 50. Quem não se comunica... No Scrum , a visibilidade no projeto é constantemente promovida! Reuniões diárias Kanban Equipe em um mesmo ambiente Envolvimento do cliente Gráficos de Burndown Entregas frequentes Reunião de Revisão Retros- pectiva ...são alguns exemplos.
  • 51. Quem não se comunica... Manter comunicação aberta entre os stakeholders do projeto é a melhor forma de garantir que todos saibam o que deve ser feito e o que está sendo feito . Isso gera aumento de produtividade , essencial para sobreviver à crise .
  • 52. Fazendo valer o investimento Diferentemente de outras metodologias, Scrum prioriza explicitamente o Retorno do Investimento ( ROI ) do cliente O Product Owner deve garantir o ROI do cliente, buscando sempre maximizá-lo através da atualização frequente do Product Backlog e priorização dos itens de maior valor
  • 53. Se tiver que reduzir a equipe? Em projetos waterfall , os papéis dentro da equipe são muito bem definidos O que acontece em projetos waterfall ? Em um projeto de TI, por exemplo, o programador programa, o testador testa... A crise atingiu a organização e é necessário dispensar ou realocar membros da equipe!
  • 54. Se tiver que reduzir a equipe? Se o designer sai do projeto... ...as telas novas ficam sem design! Se o testador sai do projeto... ...o projeto fica sem testes! Se o DBA sai do projeto... ...quem cuidará do banco de dados? Se o gerente de projeto sai do projeto... ...o projeto fica desgovernado!
  • 55. Se tiver que reduzir a equipe? Se o designer sai do projeto... ...as telas novas ficam sem design! Se o testador sai do projeto... ...o projeto fica sem testes! Se o DBA sai do projeto... ...quem cuidará do banco de dados? Assim, o sucesso de todo o projeto fica ameaçado ! Se o gerente de projeto sai do projeto... ...o projeto fica desgovernado!
  • 56. Se tiver que reduzir a equipe? Com Scrum , a responsabilidade pela entrega é de toda a equipe, independente de papéis E o que acontece em projetos com Scrum ? Embora haja uma especialização natural, as pessoas são estimuladas a desenvolverem e utilizarem suas habilidades secundárias ... ...e, em geral, farão todo o possível para compensar a falta de membros da equipe
  • 57. Se tiver que reduzir a equipe? Com Scrum , a responsabilidade pela entrega é de toda a equipe, independente de papéis E o que acontece em projetos com Scrum ? Embora haja uma especialização natural, as pessoas são estimuladas a desenvolverem e utilizarem suas habilidades secundárias ... ...e, em geral, farão todo o possível para compensar a falta de membros da equipe Assim, mesmo que com uma capacidade menor, a equipe deverá continuar garantindo as entregas
  • 58. Se tiver que reduzir a equipe? Alerta : demitir membros da equipe nunca deve ser a primeira alternativa Ao diminuir a equipe, estará sendo reduzida a capacidade de entrega de valor da equipe Assim, se estará reduzindo a satisfação do cliente, que procurará outros fornecedores... ...piorando a situação da organização, criando um ciclo vicioso de perde-perde
  • 60. Conclusões Nesta apresentação, mostramos que Scrum é a melhor opção para projetos nesses tempos de crise
  • 61. Conclusões Oferecemos diversos argumentos para que pessoas com poder de influência ou decisão possam ajudar a decidir pelo uso de Scrum
  • 62. Conclusões Uma vez superada a crise , as organizações que tiverem adotado Scrum estarão mais próximas do cliente , focadas em resultado , enxutas , objetivas e transparentes
  • 63. Conclusões Assim, para estas organizações, a crise terá funcionado como mola propulsora em um mercado em recuperação
  • 66. Contatos http://www.scrumability.net Rafael Sabbagh [email_address] Marcos Garrido [email_address]