SlideShare uma empresa Scribd logo
APRESENTAÇÕES *  E.S.L.F.B. Maio de 2010 *  Fábrica da Pólvora, de 21 de Maio  a 11 de Junho de 2010
 
Um novo decreto de um Governo Progressista  restaurou o concelho de Oeiras.  Norte : Loures e Sintra Sul : Foz do Tejo Ocidente : Cascais Oriente : Lisboa Perde a Amadora  (novo município)  O concelho de Oeiras  foi suprimido por decreto de  João Franco  (Governo Regenerador) e a s suas freguesias ficaram distribuídas pelos concelhos de Cascais e de Sintra .   1898 1979 1895
 

Recomendado para você

Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo

Teófilo Braga foi o primeiro presidente da República Portuguesa após a implantação da República em 1910. Manuel de Arriaga foi o segundo presidente, sucedendo a Braga. Bernardino Machado foi o terceiro presidente e também ocupou novamente o cargo como oitavo presidente.

Iconografia Da RepúBlica Beatriz
Iconografia Da RepúBlica   BeatrizIconografia Da RepúBlica   Beatriz
Iconografia Da RepúBlica Beatriz

O documento descreve vários aspectos da história de Portugal durante a 1a República, incluindo a proclamação da República em 1910, as expedições portuguesas na África no século XIX, a Conferência de Berlim que dividiu o continente africano, os presidentes da República entre 1911 e 1926, e as reformas educativas e sociais implementadas durante este período.

Biografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlicaBiografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlica

Este documento resume as principais personalidades políticas e militares associadas à Primeira República Portuguesa como o Marquês de Soveral, João Franco, Manuel de Arriaga e Sidónio Pais. Também discute figuras como Afonso Costa, Gomes da Costa e António José de Almeida. Além disso, menciona outras personalidades notáveis durante este período como Sacadura Cabral, Gago Coutinho e Aquilino Ribeiro.

Fonte Reuniões da Câmara Municipal de Oeiras, Livro de Actas,  Nº28, ff.2, 8 e 9 Citado  por Eleições, Eleitores e Elites Políticas de Oeiras  (1908 – 1926) Um contributo para o seu estudo , Tese de mestrado, Ana Paula Teixeira Torres   A 1ª Câmara Executiva da C.M.O. muda o nome das ruas Freguesias Monarquia República   Barcarena Largo  de  S. Pedro  Rua  de  S. Sebastião  Travessa  de  S. António Travessa  de  S. Sebastião Rua  do  Cemitério Travessa  do  Rio Largo  5  de  Outubro Rua  Heliodoro  Salgado  Travessa  do  1º  de  Maio  Travessa  31  de  Janeiro  Rua  Elias  Garcia Rua  dos  Revoltosos Oeiras Parque  D. Manuel Avenida  D. Carlos Rua  D. Amélia  Parque da República Avenida  Miguel Bombarda Rua Cândido dos Reis
Rua  dos  Revoltosos Travessa  31  de  Janeiro  Parque da República Largo  5  de  Outubro
Algés Barcarena Carnaxide Rua Dr. António Granjo Rua  Guerra Junqueiro Rua Aquilino Ribeiro Rua Teófilo Braga Rua Manuel Teixeira Gomes Rua Nuno Simões
Cruz Quebrada-Dafundo Linda-a-Velha Oeiras e S. Julião da Barra Rua Henrique  Lopes de Mendonça Rua Alfredo Keil Avenida da República Rua João Chagas Rua  General  Norton  de Matos Rua António José de  Almeida Rua António Passaporte Rua António Sérgio Rua Azeredo Perdigão Rua Brito Camacho Rua Cândido dos Reis Rua Sidónio Pais Rua Tomé de B. Queirós

Recomendado para você

Poetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores RepublicanosPoetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores Republicanos

Este documento fornece resumos biográficos de vários poetas, escritores e políticos republicanos portugueses, incluindo Anselmo Braamcamp Freire, Aquilino Ribeiro, Eça de Queiroz, Egas Moniz, Henrique Lopes de Mendonça, Manuel Brito Camacho, Manuel Teixeira Gomes, Miguel Augusto Bombarda e Sebastião de Magalhães Lima.

rea projectoeb 2 3 lus de sttau monteiro5 outubro
A implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de OutubroA implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de Outubro

A revolução republicana de 1910 no Portugal levou à queda da monarquia e à implantação da Primeira República Portuguesa. A revolta começou em 5 de outubro de 1910 em Lisboa e foi liderada por militares e membros da classe média e operários apoiados pelo Partido Republicano Português. Após a vitória, foi proclamada a república no País.

Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 ABiografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A

Este documento fornece um resumo de algumas das principais personalidades políticas e militares que marcaram a 1a República Portuguesa, como o Marquês de Soveral, João Franco, Manuel de Arriaga e Sidónio Pais, bem como figuras nas áreas da aviação, medicina e literatura como Sacadura Cabral, Egas Moniz e Aquilino Ribeiro.

Paço de Arcos Porto Salvo Queijas Avenida Voluntários da República Rua Afonso Costa Rua Fialho de Almeida Praça da República Rua António Sardinha Rua Júlio Dantas Rua Veiga Beirão Rua Bernardino Machado Rua José Relvas
 
Henrique Lopes de Mendonça nasceu a 12 de Fevereiro de 1856, em Lisboa,  e faleceu a 24 de Agosto de 1931. Devido ao Ultimato Inglês de 1890, escreveu para a música de Alfredo Keil, a marcha “ A Portuguesa ”  que, em 1910, a República adoptou como Hino Nacional.
 

Recomendado para você

teste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matrizteste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matriz

O documento fornece uma matriz para um teste de avaliação de conhecimentos sobre a história e geografia de Portugal. A primeira seção pede para caracterizar a vida quotidiana nas cidades portuguesas do século XVIII, incluindo as classes sociais, profissões, alimentação e lazer. A segunda seção trata da queda da monarquia e implantação da primeira república portuguesa no século XX, listando perguntas sobre os motivos da queda da monarquia, revolução republicana e medidas tomadas pelo novo regime.

Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 BBiografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B

Manuel Teixeira Gomes (1860-1941) foi um escritor e político português. Frequentou a Faculdade de Medicina em Coimbra, mas abandonou os estudos para se dedicar à literatura. Tornou-se republicano e apoiou a implantação da República em 1910. Trabalhou como embaixador em Londres e Madrid. Foi presidente da República Portuguesa entre 1923-1925, mas renunciou devido à instabilidade política. Exilou-se na Argélia, onde veio a falecer.

Tiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino MachadoTiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino Machado

Bernardino Machado foi um político português da Primeira República. Nasceu no Rio de Janeiro em 1851 e tornou-se doutor em Matemática e Filosofia. Foi deputado, ministro e primeiro-ministro antes de ser eleito Presidente da República em 1915 e novamente em 1925. Sua presidência foi marcada por agitação social e revoluções que levaram ao fim da Primeira República em 1926.

Alfredo Cristiano Keil, nasceu em Lisboa a 3 de Julho de 1850. Compôs a música “ A Portuguesa ” em 1890, que foi aprovada como Hino Nacional, em 1911, após a proclamação da República. Faleceu em Hamburgo a 4 de Outubro de 1907, exactamente três anos antes do primeiro dia da Revolução.
 
Carlos Cândido dos Reis nasceu, em Lisboa, a 16 de Janeiro de 1852 e faleceu, em Lisboa, a 4 de Outubro de 1910. Fez parte da Marinha e pertenceu à  Carbonária . Foi o organizador militar da revolta de 5 de Outubro de 1910.  Com a morte de um chefe civil, Miguel Bombarda, interpretada como assassinato político, muitas das unidades militares foram comprometidas . Cândido dos Reis, julgando que a tentativa de implantação da República tinha falhado, suicidou-se.
A  Maçonaria  foi uma organização secreta, com rituais próprios, defensora da fraternidade e liberdade. Era constituída predominantemente por elementos da burguesia.  A  Carbonária  foi também uma organização secreta, com algumas ligações à Maçonaria, embora independente dela. Integrava membros das classes populares. A Carbonária defendia a queda da Monarquia, considerando legítimos todos os meios, incluindo os mais violentos.

Recomendado para você

Pesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantesPesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantes

O documento discute a história da imigração para o Brasil de vários grupos desde o século XIX, incluindo suíços, italianos, armênios, holandeses, árabes-libaneses e japoneses. Detalha as razões pelas quais esses grupos imigraram, suas contribuições culturais e econômicas, e importantes datas relacionadas à imigração desses grupos.

Teste hgp 4 república
Teste hgp 4 repúblicaTeste hgp 4 república
Teste hgp 4 república

O documento fornece instruções para responder a um questionário sobre a implantação da República Portuguesa em 1910. Deve-se ler com atenção antes de responder. O questionário inclui afirmações sobre acontecimentos do século XIX e inícios do século XX relacionados com a expansão portuguesa em África e a queda da Monarquia em Portugal.

A revolução repúblicana
A revolução repúblicanaA revolução repúblicana
A revolução repúblicana

Nas últimas décadas do século XIX, os portugueses viviam com grandes dificuldades e descontentamento com a monarquia. Em 1910, uma revolução republicana derrubou a monarquia e estabeleceu a primeira república portuguesa, com um governo provisório liderado por Teófilo Braga. A nova constituição de 1911 definiu Portugal como uma república presidencialista com eleições a cada 3 anos.

historiarevoluçao
 
José de Mascarenhas Relvas  nasceu a 5 de Março de 1858, na Golegã, e morreu a 31 de Outubro de 1929, em Alpiarça. Foi um politico bastante importante na época da Primeira República Portuguesa. Desempenhou elevados cargos, entre eles, deputado constituinte e senador, ministro, embaixador em Madrid e  chefe de Governo. José  Relvas  proclamou a República  na varanda da Câmara de Lisboa 11h  5 Outubro de 1910
 
Joaquim  Teófilo  Fernandes  Braga  nasceu  a  24 de Fevereiro de 1843,  em Ponta Delgada, e faleceu a 28 de Janeiro de 1924, em Lisboa. Foi um político e escritor. A 28 de Agosto de 1910, foi eleito deputado  republicano de Lisboa, e, em Outubro do mesmo ano tornou-se Presidente do Governo Provisório. Voltou a ser Presidente da República em 1915.

Recomendado para você

9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar

Este documento resume a história de Portugal da queda da monarquia até a instauração da ditadura militar em 1926. Detalha a implantação da Primeira República em 1910 e suas realizações nas áreas social e educacional, mas também os desafios de instabilidade política e oposição do clero. Finalmente, explica como a crise econômica e social levou a um golpe militar que estabeleceu uma ditadura.

portugal da primeira república à ditadura milita9º ano
Manuel da silva passos comemorações 2013
Manuel da silva passos   comemorações 2013Manuel da silva passos   comemorações 2013
Manuel da silva passos comemorações 2013

Este documento descreve a vida e carreira política de Manuel da Silva Passos, um influente político liberal português do século XIX. Ele nasceu em uma família de classe média e estudou na Universidade de Coimbra, onde se tornou um ardente defensor da Revolução Liberal de 1820. Passos publicou panfletos políticos enquanto esteve exilado na França após a vitória do absolutismo em Portugal. Ele foi eleito para o parlamento em 1834 e estabeleceu-se como um líder da oposição radical. Passos def

HistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª RepublicaHistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª Republica

O documento descreve a transição de Portugal da monarquia para a Primeira República, incluindo a crise econômica da década de 1890 que levou ao descontentamento popular, a proclamação da República em 5 de outubro de 1910 após a revolução republicana, e as realizações e desafios dos governos republicanos até a ditadura militar de 1926.

 
Afonso Augusto da Costa, nasceu em Seia, a 6 de Março de 1817. Foi um advogado de renome e um dos políticos mais marcantes da 1ª República. Foi Ministro da Justiça no Governo Provisório, e, posteriormente, Ministro das Finanças. Foi também Chefe de vários Governos constitucionais. Foi fundador do  Partido Democrático , um dos partidos em que se dividiu o Partido Republicano. Faleceu exilado, em Paris, a 11 de Maio de 1937.
 
Manuel de Brito Camacho nasceu a 12 de Fevereiro de 1862, em Aljustrel, e faleceu a  19 de Setembro de 1934, em Lisboa. Foi um médico militar, escritor, publicista e político. Exerceu as funções de Ministro do Fomento (1910-1911) e de Alto-comissário da República em Moçambique (1921 a 1923). Fundou e liderou o  Partido Unionista . Em consequência da Revolução de 28 de Maio de 1926, foi obrigado a abandonar a actividade política, retirando-se para a vida privada.

Recomendado para você

Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)

Este documento resume poetas, escritores e filósofos republicanos portugueses importantes do século XX, incluindo Florbela Espanca, António Sérgio, Teófilo Braga e Sidónio Pais. Dividido em seções sobre cada categoria, fornece breves biografias de figuras literárias e intelectuais que contribuíram para a cultura e pensamento republicanos em Portugal.

rea projectoeb 2 3 lus de sttau monteiro5 outubro
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo

Teófilo Braga foi o primeiro presidente da República Portuguesa após a implantação da República em 1910. Manuel de Arriaga foi o segundo presidente, sucedendo a Braga. Bernardino Machado foi o terceiro presidente e também ocupou o cargo pela segunda vez como oitavo presidente.

Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo

Teófilo Braga foi o primeiro presidente da República Portuguesa após a implantação da República em 1910. Manuel de Arriaga foi o segundo presidente, sucedendo a Braga. Bernardino Machado foi o terceiro presidente e também ocupou novamente o cargo como oitavo presidente.

 
António José de Almeida nasceu, em Vale da Vinha, Penacova, a 27 de Julho de 1866 e faleceu, em Lisboa, a 31 de Outubro de 1929.  Foi um político republicano português. Foi um republicano histórico do P.R.P.. Em 1912, fundou e liderou o  Partido Evolucionista . Ocupou o cargo de Presidente da República Portuguesa (sexto), de 1919 a 1923.
 
João Chagas nasceu a  1 de Setembro de 1863, no Rio de Janeiro, e faleceu a 28 de Maio de 1925 no Estoril. Foi político e um dos mais activos oponentes da ditadura de João Franco. Veio a ser o Presidente do primeiro governo constitucional da I República de Portugal.

Recomendado para você

Roteiros Alexandre
Roteiros   AlexandreRoteiros   Alexandre
Roteiros Alexandre

Este documento lista ruas em Oeiras e fornece breves biografias de figuras históricas portuguesas. A lista inclui ruas nomeadas após Manuel de Arriaga, o primeiro presidente de Portugal, Bernardino Machado, o terceiro e oitavo presidente, Almirante Carlos Reis, militar e conspirador, e António Granjo, advogado e político republicano.

Roteiros TâNia
Roteiros   TâNiaRoteiros   TâNia
Roteiros TâNia

Este documento descreve aspectos da primeira República Portuguesa, incluindo ruas relacionadas e figuras públicas como Sidónio Pais, Teófilo Braga, António José de Almeida e João do Canto e Castro. Fornece detalhes biográficos sobre essas figuras e seu papel na implantação da república em 1910.

A Primeira República
A Primeira República   A Primeira República
A Primeira República

A Primeira República Portuguesa durou de 1910 a 1926 e foi marcada por instabilidade política com 7 parlamentos, 8 presidentes e 45 governos. A revolução de 5 de Outubro de 1910 pôs fim à monarquia e instaurou a república. Os principais presidentes foram Manuel de Arriaga, Teófilo Braga, Bernardino Machado e Sidónio Pais, que tentou estabelecer uma "República Nova" mais autoritária.

primeira republica portuguesahistoria de portugal
 
Nasceu a 28 de 1851 de  Março, no Rio de Janeiro,  e faleceu a  29 de Abril de 1944, no Porto. Exerceu  cargos políticos em governos monárquicos, aderindo depois à ideologia republicana.  Foi eleito Presidente da República em 1915. Em 1917, foi destituído do cargo, substituído por Sidónio Pais.  Foi uma figura importante nas negociações que levaram ao Tratado de Versalhes.
 
António Joaquim Granjo nasceu a 27 de Dezembro de 1881, em Chaves, e faleceu a 20 de Outubro de 1921 em Lisboa (assassinado).  Foi advogado e político, Ministro da Justiça e foi Chefe do Governo por dois breves mandatos, de 19 de Julho a 20 de Novembro de 1920 e de 30 de Agosto a 19 de Outubro de 1921. António Granjo foi cruelmente assassinado na noite de 19 para 20 de Outubro de 1921, conhecida por  Noite Sangrenta .

Recomendado para você

Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república

1) O documento descreve os presidentes da Primeira República Portuguesa e do Estado Novo, desde 1911 até 2006. 2) Manuel de Arriaga foi o primeiro presidente da República, eleito em 1911, mas teve que renunciar em 1915 devido à instabilidade política. 3) Teófilo Braga foi presidente interino entre 1915-1915. 4) Bernardino Machado foi presidente de 1915 a 1917, mas foi deposto após um golpe militar liderado por Sidónio Pais.

Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república

Este documento descreve brevemente as biografias e mandatos presidenciais de vários presidentes portugueses, desde o início da Primeira República em 1911 até 1918. Detalha os desafios políticos e sociais que enfrentaram, incluindo divisões partidárias, greves, e a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial.

A República está na rua
A República está na ruaA República está na rua
A República está na rua

Este documento apresenta resumos biográficos de seis figuras republicanas portuguesas: António José de Almeida, José Falcão, Bernardino Machado, Teófilo Braga, Pinheiro Chagas e Afonso Costa. Todos desempenharam papéis importantes na implantação e consolidação da República Portuguesa no início do século XX.

Noite Sangrenta  é a designação pela qual ficou conhecida a revolta radical que ocorreu em Lisboa, a 19 de Outubro de 1921, no decurso da qual foram assassinados, entre outros,  António   Granjo , então Presidente do Ministério,  Machado   Santos  e  José Carlos da Maia , dois dos históricos da República Portuguesa, No enterro de António Granjo, Cunha Leal proclamou essa verdade:  «O sangue correu pela inconsciência da turba - a fera que todos nós, e eu, açulámos, que anda solta, matando porque é preciso matar. Todos nós temos a culpa! É esta maldita política que nos envergonha e me salpica de lama».
 
Tomé de Barros Queirós nasceu a 2 de Fevereiro de 1872 , em Ílhavo, e faleceu a 5 de Maio de 1925 em Lisboa. Foi membro da  Maçonaria . Foi Presidente do Governo da República Portuguesa, no período entre 24 de Maio e 30 de Agosto de 1921.
 

Recomendado para você

Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd impCópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp

Este documento apresenta resumos biográficos de seis figuras republicanas portuguesas: António José de Almeida, José Falcão, Bernardino Machado, Teófilo Braga, Pinheiro Chagas e Afonso Costa. Todos desempenharam papéis importantes na implantação e consolidação da República Portuguesa no início do século XX.

Trabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo ATrabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo A

O documento apresenta informações sobre os primeiros presidentes da 1a República Portuguesa, incluindo Manuel de Arriaga, o primeiro presidente, Teófilo Braga que assumiu interinamente após Arriaga, e Bernardino Machado que foi presidente por duas vezes.

presidentes da 1ª república
Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida

1) António José de Almeida foi o único presidente português a cumprir um mandato de 4 anos sem interrupções entre 1919-1923. 2) Foi médico e político, envolvido na implantação da República em Portugal em 1910. 3) Durante a sua presidência, Portugal enfrentou momentos difíceis como revoltas em 1921 e o assassinato de membros do governo, mas também recebeu visitas de reis estrangeiros.

Manuel Teixeira Gomes nasceu a 27 de Maio de 1860, em Vila Nova de Portimão, e faleceu a 18 de Outubro de 1941, na Argélia. Foi o sétimo presidente da Primeira República Portuguesa de 6 de Outubro de 1923 a 11 de Dezembro a 1925.
 
Nuno Simões  nasceu em Vila Nova de Famalicão a 30 de Janeiro de 1894 e faleceu a  27 de Julho de 197. Figura ímpar do republicanismo português, foi Governador Civil de Vila Real, Membro do Supremo Tribunal Administrativo, deputado e Ministro do Comércio e das Comunicações em três governos da 1ª Republica (entre 1921 e 1925).
 

Recomendado para você

Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida

1) António José de Almeida foi o único presidente português a cumprir um mandato de 4 anos sem interrupções entre 1919-1923. 2) Foi médico e político, envolvido na implantação da República em Portugal em 1910. 3) Durante a sua presidência, Portugal enfrentou momentos difíceis como revoltas em 1921 e o assassinato de membros do governo, mas também recebeu visitas de reis estrangeiros.

João e marina
João e marinaJoão e marina
João e marina

O documento descreve brevemente as biografias de dois presidentes de Portugal: Sidónio Pais, que foi presidente de 1918 a 1918, e José Mendes Cabeçadas Júnior, que foi presidente brevemente em 1926 após um golpe militar e opositor do regime autoritário posterior. Também fornece detalhes básicos sobre suas vidas e carreiras políticas.

 
por P0D
Trabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de almeTrabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de alme

António José de Almeida (1866-1929) foi o sexto Presidente de Portugal, tendo exercido o cargo de 1919 a 1923. Foi médico e exerceu em Angola e São Tomé e Príncipe antes de se envolver na política. Foi ministro do Interior e das Colónias antes de ser eleito Presidente da República.

presidentes da republica
Abílio Manuel Guerra Junqueiro nasceu a 17 de Setembro de 1850, em Lisboa, e faleceu a 7 de Julho de 1923. Foi o poeta mais popular da sua época e o mais típico representante da chamada "Escola Nova". A sua poesia ajudou a criar o ambiente revolucionário que conduziu à implantação da República.
 
José Valentim Fialho de Almeida nasceu, em Vila de Frades, a  7 de Maio de 1857  e faleceu, em Cuba,  a 4 de Março de 1911. Foi  médico e escritor. Dedicou-se, sobretudo, à literatura e jornalismo chegando a escrever inúmeros artigos importantes relacionados com a I República.
 

Recomendado para você

Os cem anos da república
Os cem anos da repúblicaOs cem anos da república
Os cem anos da república

Este documento descreve a história da Primeira República Portuguesa entre 1910 e 1926, incluindo: - A cronologia de eventos importantes durante este período; - Os presidentes e primeiros-ministros da República; - Algumas das principais conquistas e ideais da República, como os direitos das mulheres; - Os símbolos nacionais da República, como a bandeira e o hino.

5 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 19105 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 1910

A revolução republicana de 5 de Outubro de 1910 em Portugal derrubou a monarquia e estabeleceu a república. Militares e republicanos liderados por Teófilo Braga e José Relvas iniciaram um golpe que levou ao exílio do rei Manuel II e à proclamação da república. A nova república trouxe reformas como a separação entre igreja e estado, educação pública obrigatória e a nova bandeira e hino nacional portugueses.

republica1910outubro
Amarante e a república
Amarante e a repúblicaAmarante e a república
Amarante e a república

O documento descreve a implantação da República em Portugal e em Amarante em particular. Resume os principais valores republicanos e figuras importantes como Almirante Cândido dos Reis, Dr. Miguel Bombarda e Tenente Machado dos Santos. Também detalha as mudanças de nomes de ruas em Amarante após a proclamação da República em 1910, incluindo a homenagem a figuras como Lago Cerqueira.

repblica amarante
Aquilino Gomes Ribeiro nasceu a 13 de Setembro de 1885, em Tabosa do Carregal,  e faleceu a  27 de Maio de 1963, em Lisboa. Foi um escritor português da I República Portuguesa. A sua obra teve grande êxito junto do público e da crítica.
 
Júlio Dantas nasceu, em Lagos, a 19 de Maio de 1876 e faleceu, em Lisboa, a 25 de Maio de 1962. Foi deputado, Ministro da Instrução Pública e Ministro dos Negócios Estrangeiros durante a I República. Terminou a sua carreira pública como embaixador de Portugal no Brasil (1941- 1949).
 

Recomendado para você

C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]

Em 31 de Janeiro de 1891, republicanos liderados por Augusto Alves da Veiga realizaram uma revolta no Porto para proclamar a República, hastearam a bandeira vermelha e verde na Câmara Municipal. A revolta foi rapidamente reprimida pelas tropas leais à monarquia, levando à prisão de centenas de republicanos.

repblica31 de janeiro de 1891
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar

António de Oliveira Salazar foi um estadista e professor português que governou Portugal como ditador entre 1932 e 1968 através do Estado Novo. Ele saneou as finanças públicas portuguesas e implementou políticas nacionalistas e autoritárias, mantendo Portugal neutro durante a Segunda Guerra Mundial. No final de seu governo, Portugal enfrentou uma guerra colonial e Salazar sofreu um acidente que levou à sua remoção do poder.

Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar

O documento descreve a história de Portugal da Primeira República até a Ditadura Militar, incluindo a queda da monarquia em 1910 e a implantação do regime republicano. Aborda as dificuldades econômicas da época, a participação de Portugal na Primeira Guerra Mundial e a crise política e social da Primeira República.

António Sérgio de Sousa nasceu a 3 de Setembro de 1883, em Damão, e faleceu  a 24 de Janeiro de 1969 em Lisboa. Durante a I República e nos anos que se seguiram desenvolveu um movimento associativo favorável à instrução primária e popular, que teve uma grande importância na  Educação em Portugal.
 
Sidónio Pais nasceu, em Caminha, a 1 de Maio de 1872 e morreu assassinado em Lisboa, no Rossio, a 14 de Dezembro de 1918. Foi militar e político e, entre outras funções, exerceu os cargos de deputado, de Ministro do Fomento, de Ministro das Finanças, de embaixador de Portugal em Berlim e de Presidente da República Portuguesa.
 

Recomendado para você

A imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeirasA imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeiras

Este documento descreve a imprensa regional no concelho de Oeiras nos últimos anos da Monarquia e primeiros anos da República. Vários jornais foram fundados nesse período com diferentes orientações políticas, como jornais monárquicos, republicanos e socialistas. A imprensa regional desempenhou um papel importante no debate político local e nacional.

Roteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras iRoteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras i

1) O documento descreve a história do município de Oeiras, incluindo sua criação e extinção no século XIX. 2) Detalha as figuras importantes e os acontecimentos políticos da Primeira República Portuguesa, como a proclamação da república em 1910. 3) Fornece informações biográficas sobre políticos, escritores e outros atores que desempenharam papéis significativos no período da Primeira República.

Iconografia da i república
Iconografia da i repúblicaIconografia da i república
Iconografia da i república

O documento descreve os principais acontecimentos que levaram à implantação da República em Portugal em 1910, incluindo a crescente oposição à monarquia, o assassinato do rei D. Carlos em 1908, os combates entre republicanos e monárquicos em Lisboa em outubro de 1910, e a proclamação da República na Praça do Município em 5 de outubro de 1910.

José Maria Mendes Ribeiro Norton de Matos  nasceu em Ponte de Lima, a 23 de Março de 1867 e faleceu a 3 de Janeiro de 1955. Norton de Matos foi um general e político português. Durante a I República,  foi Governador-Geral de Angola e ocupou o cargo de Ministro das Colónias. Foi eleito Grão-Mestre da Maçonaria em 1929.
 
António Passaporte nasceu a 24 de Fevereiro de 1901 em Évora e faleceu a 1983. Foi um fotógrafo da 1ª República, tendo captado, com a sua câmara, imagens importantes dos acontecimentos registados durante o regime republicano.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Henrique_Lopes_de_Mendon%C3%A7a http://www.heroisdomar.com/aportuguesa_com_partitura.gif http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfredo_Keil http://www.centenariodarepublica.org/centenario/wp-content/uploads/2009/03/cr_alfredo_keil.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_C%C3%A2ndido_dos_Reis http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_de_Mascarenhas_Relvas http://3.bp.blogspot.com/_y41yqpai8Gc/SsoEb6ijROI/AAAAAAAABaM/_AxSieGKPTM/s400/0367+Jose_Relvas_5_Outubro.JPG http://pt.wikipedia.org/wiki/Te%C3%B3filo_Braga http://revelarlx.cm-lisboa.pt/fotos/gca/1137783325teofilo_braga.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A9_Jos%C3%A9_de_Barros_Queir%C3%B3s http://3.bp.blogspot.com/_csva7PFVgLg/RcvIUEC56OI/AAAAAAAAADo/_JGz6IBjZvs/s320/Tome+de+Barros+Queiros.JPG http://www.centenariodarepublica.org/centenario/wp-content/uploads/2008/10/05-afonso-costa.jpg http://www.laicidade.org/documentacao/historia/figuras-da-primeira-republica-afonso-costa http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_de_Brito_Camacho http://www.drealentejo.pt/intranet/deposito/205196/Bcamac1.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Jos%C3%A9_de_Almeida http://motg.blogs.sapo.pt/arquivo/ph_ajalmeida2.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Pinheiro_Chagas http://1.bp.blogspot.com/_xG5SdRrUprU/SqZ3dIb8TsI/AAAAAAAAAmY/RMddXOFij9s/s320/Jo%C3%A3o+Chagas.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_Teixeira_Gomes

Recomendado para você

Implantação da república um olhar 100 anos depois
Implantação da república   um olhar 100 anos depoisImplantação da república   um olhar 100 anos depois
Implantação da república um olhar 100 anos depois

Este documento descreve os eventos que levaram à implantação da República em Portugal em 1910, incluindo a insatisfação com a monarquia constitucional, o crescimento do Partido Republicano Português, e os acontecimentos revolucionários de outubro de 1910 que resultaram na proclamação da República em Lisboa. O documento também discute a recepção favorável da República no concelho de Oeiras.

O fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugalO fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugal

Trabalho final apresentado na Fábrica da Pólvora a 21 de Maio de 2010 e em exposição até 11 de Junho.

Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio

Alunos da Escola Secundária Luís de Freitas Branco apresentarão trabalhos realizados no dia 21 de Maio na Fábrica da Pólvora como parte das comemorações do Centenário da República, esperando receber visitantes entre 21 de Maio e 11 de Junho.

http://1.bp.blogspot.com/_csva7PFVgLg/RfdKIlBdGcI/AAAAAAAAANM/xzbWihf1THs/s320/Antonio_Granjo3.JPG http://www.mundodacultura.com/historiaportugal/presidentes/ph_bernardino.jpg http://bibfam.no.sapo.pt/espaco%20crianca/personalidades.htm http://en.wikivisual.com/images/f/f3/Bernardino_Machado.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_Ant%C3%B3nio_da_Veiga_Beir%C3%A3o http://3.bp.blogspot.com/_xEHafvZvvFA/SwGBZjH5PZI/AAAAAAAAEmQ/ACiOB6yL7Sw/s640/Ab%C3%ADlio_Manuel_Guerra_Junqueiro.jpg http://centenario-republica.blogspot.com/2010/04/fialho-de-almeida-um-exemplo.html http://ternaeanoite.blogs.sapo.pt/arquivo/Aquilino%20Ribeiro.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAlio_Dantas http://1.bp.blogspot.com/_wshc3NXFuZg/SXupgyg8x8I/AAAAAAAAAhE/auFaM2e5Ei8/s400/Ant%C3%B3nio+S%C3%A9rgio+%2B+24.01.09.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Sardinha http://www.vidaslusofonas.pt/sidonio_pais1.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Norton_de_Matos Torres, Ana Paula Teixeira  Eleições, Eleitores e Elites Políticas de Oeiras  (1908 – 1926). Um contributo para o seu  estudo , Tese de mestrado
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica   Catarina FreireIconografia Da RepúBlica   Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Escola Luis de Freitas Branco
 
Roteiros republicanos do concelho de oeiras ii
Roteiros republicanos do concelho de oeiras iiRoteiros republicanos do concelho de oeiras ii
Roteiros republicanos do concelho de oeiras ii
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Membros da Revolução do 5 de Outubro
Membros da Revolução do 5 de OutubroMembros da Revolução do 5 de Outubro
Membros da Revolução do 5 de Outubro
anapaulaoliveira
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Escola Luis Freitas Branco
 
Iconografia Da RepúBlica Beatriz
Iconografia Da RepúBlica   BeatrizIconografia Da RepúBlica   Beatriz
Iconografia Da RepúBlica Beatriz
Escola Luis de Freitas Branco
 
Biografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlicaBiografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlica
ricardocostacruz
 
Poetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores RepublicanosPoetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores Republicanos
Michele Pó
 
A implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de OutubroA implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de Outubro
André Santos
 
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 ABiografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
ricardocostacruz
 
teste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matrizteste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matriz
Ana Sêco
 
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 BBiografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
ricardocostacruz
 
Tiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino MachadoTiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino Machado
Diabinho Mata
 
Pesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantesPesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantes
Solange Ferreira
 
Teste hgp 4 república
Teste hgp 4 repúblicaTeste hgp 4 república
Teste hgp 4 república
Ana Pereira
 
A revolução repúblicana
A revolução repúblicanaA revolução repúblicana
A revolução repúblicana
Joao Soares
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
Vítor Santos
 
Manuel da silva passos comemorações 2013
Manuel da silva passos   comemorações 2013Manuel da silva passos   comemorações 2013
Manuel da silva passos comemorações 2013
CREM
 
HistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª RepublicaHistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª Republica
crie_historia9
 
Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)
Michele Pó
 

Mais procurados (19)

Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica   Catarina FreireIconografia Da RepúBlica   Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
 
Roteiros republicanos do concelho de oeiras ii
Roteiros republicanos do concelho de oeiras iiRoteiros republicanos do concelho de oeiras ii
Roteiros republicanos do concelho de oeiras ii
 
Membros da Revolução do 5 de Outubro
Membros da Revolução do 5 de OutubroMembros da Revolução do 5 de Outubro
Membros da Revolução do 5 de Outubro
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
 
Iconografia Da RepúBlica Beatriz
Iconografia Da RepúBlica   BeatrizIconografia Da RepúBlica   Beatriz
Iconografia Da RepúBlica Beatriz
 
Biografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlicaBiografia Personalidades RepúBlica
Biografia Personalidades RepúBlica
 
Poetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores RepublicanosPoetas e Escritores Republicanos
Poetas e Escritores Republicanos
 
A implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de OutubroA implantação da república- 5 de Outubro
A implantação da república- 5 de Outubro
 
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 ABiografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
Biografia Personalidades RepúBlica NéLia Machado 6 A
 
teste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matrizteste de avaliação 6º ano a matriz
teste de avaliação 6º ano a matriz
 
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 BBiografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
Biografia Manuel T Gomes Ana Rita Pedro 6 B
 
Tiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino MachadoTiago - Bernadino Machado
Tiago - Bernadino Machado
 
Pesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantesPesquisa profª débora c. páises imigrantes
Pesquisa profª débora c. páises imigrantes
 
Teste hgp 4 república
Teste hgp 4 repúblicaTeste hgp 4 república
Teste hgp 4 república
 
A revolução repúblicana
A revolução repúblicanaA revolução repúblicana
A revolução repúblicana
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
 
Manuel da silva passos comemorações 2013
Manuel da silva passos   comemorações 2013Manuel da silva passos   comemorações 2013
Manuel da silva passos comemorações 2013
 
HistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª RepublicaHistóRia 1ª Republica
HistóRia 1ª Republica
 
Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)Poetas E Escritores Republicanos (2)
Poetas E Escritores Republicanos (2)
 

Semelhante a Roteiros republicanos do concelho de oeiras i

Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Roteiros Alexandre
Roteiros   AlexandreRoteiros   Alexandre
Roteiros TâNia
Roteiros   TâNiaRoteiros   TâNia
A Primeira República
A Primeira República   A Primeira República
A Primeira República
anapaulaoliveira
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
eb23ja
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
eb23ja
 
A República está na rua
A República está na ruaA República está na rua
A República está na rua
bibliomag
 
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd impCópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
bibliomag
 
Trabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo ATrabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo A
mariasrt4
 
Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida
ricardocostacruz
 
Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida
ricardocostacruz
 
João e marina
João e marinaJoão e marina
João e marina
P0D
 
Trabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de almeTrabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de alme
20014
 
Os cem anos da república
Os cem anos da repúblicaOs cem anos da república
Os cem anos da república
caltzeitao
 
5 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 19105 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 1910
Jorge Almeida
 
Amarante e a república
Amarante e a repúblicaAmarante e a república
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
António Luís Catarino
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
andreaires
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Beatriz Alexandra
 

Semelhante a Roteiros republicanos do concelho de oeiras i (20)

Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
 
Iconografia Da RepúBlica Hugo
Iconografia Da RepúBlica   HugoIconografia Da RepúBlica   Hugo
Iconografia Da RepúBlica Hugo
 
Roteiros Alexandre
Roteiros   AlexandreRoteiros   Alexandre
Roteiros Alexandre
 
Roteiros TâNia
Roteiros   TâNiaRoteiros   TâNia
Roteiros TâNia
 
A Primeira República
A Primeira República   A Primeira República
A Primeira República
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
 
A República está na rua
A República está na ruaA República está na rua
A República está na rua
 
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd impCópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
Cópia (2) de centenario da republicao versao para dvd imp
 
Trabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo ATrabalhos Alunos Grupo A
Trabalhos Alunos Grupo A
 
Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida
 
Biografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De AlmeidaBiografia AntóNio José De Almeida
Biografia AntóNio José De Almeida
 
João e marina
João e marinaJoão e marina
João e marina
 
Trabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de almeTrabalho antónio josé de alme
Trabalho antónio josé de alme
 
Os cem anos da república
Os cem anos da repúblicaOs cem anos da república
Os cem anos da república
 
5 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 19105 de Outubro de 1910
5 de Outubro de 1910
 
Amarante e a república
Amarante e a repúblicaAmarante e a república
Amarante e a república
 
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
C:\Users\Convidado\Documents\31 De Janeiro De 1891[1]
 
António de oliveira salazar
António de oliveira salazarAntónio de oliveira salazar
António de oliveira salazar
 
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
Portugal da 1º Republica á Ditadura Militar
 

Mais de Escola Secundaria luis de freitas Branco

A imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeirasA imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeiras
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Roteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras iRoteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras i
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Iconografia da i república
Iconografia da i repúblicaIconografia da i república
Iconografia da i república
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Implantação da república um olhar 100 anos depois
Implantação da república   um olhar 100 anos depoisImplantação da república   um olhar 100 anos depois
Implantação da república um olhar 100 anos depois
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
O fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugalO fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugal
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De MaioVenha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de MaioVenha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
12º revolução do 25 de abril
12º   revolução do 25 de abril12º   revolução do 25 de abril
12º revolução do 25 de abril
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
O 25 de abril relato dos acontecimentos
O 25 de abril   relato dos acontecimentosO 25 de abril   relato dos acontecimentos
O 25 de abril relato dos acontecimentos
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
O 25 de abril relato dos acontecimentos
O 25 de abril   relato dos acontecimentosO 25 de abril   relato dos acontecimentos
O 25 de abril relato dos acontecimentos
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlvesConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlvesConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Roteiros Nuno
Roteiros   NunoRoteiros   Nuno
Roteiros Nuno
Roteiros   NunoRoteiros   Nuno
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica   JoãO MansoIconografia Da RepúBlica   JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica   JoãO MansoIconografia Da RepúBlica   JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Escola Secundaria luis de freitas Branco
 

Mais de Escola Secundaria luis de freitas Branco (20)

A imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeirasA imprensa do concelho de oeiras
A imprensa do concelho de oeiras
 
Roteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras iRoteiros republicanos do concelho de oeiras i
Roteiros republicanos do concelho de oeiras i
 
Iconografia da i república
Iconografia da i repúblicaIconografia da i república
Iconografia da i república
 
Implantação da república um olhar 100 anos depois
Implantação da república   um olhar 100 anos depoisImplantação da república   um olhar 100 anos depois
Implantação da república um olhar 100 anos depois
 
O fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugalO fim da monarquia em portugal
O fim da monarquia em portugal
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
 
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De MaioVenha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
Venha à FáBrica Da PóLvora Dia 21 De Maio
 
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maioVenha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
Venha à fábrica da pólvora dia 21 de maio
 
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de MaioVenha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
Venha à Fábrica da Pólvora dia 21 de Maio
 
12º revolução do 25 de abril
12º   revolução do 25 de abril12º   revolução do 25 de abril
12º revolução do 25 de abril
 
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
Foi há 36 anos: a revolução do 25 de Abril de 1974
 
O 25 de abril relato dos acontecimentos
O 25 de abril   relato dos acontecimentosO 25 de abril   relato dos acontecimentos
O 25 de abril relato dos acontecimentos
 
O 25 de abril relato dos acontecimentos
O 25 de abril   relato dos acontecimentosO 25 de abril   relato dos acontecimentos
O 25 de abril relato dos acontecimentos
 
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlvesConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
 
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlvesConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica   Nuno GonçAlves
ConheçA Ilda Pulga, A Fonte Inspiradora Do Busto Da RepúBlica Nuno GonçAlves
 
Roteiros Nuno
Roteiros   NunoRoteiros   Nuno
Roteiros Nuno
 
Roteiros Nuno
Roteiros   NunoRoteiros   Nuno
Roteiros Nuno
 
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica   JoãO MansoIconografia Da RepúBlica   JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
 
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica   JoãO MansoIconografia Da RepúBlica   JoãO Manso
Iconografia Da RepúBlica JoãO Manso
 

Roteiros republicanos do concelho de oeiras i

  • 1. APRESENTAÇÕES * E.S.L.F.B. Maio de 2010 * Fábrica da Pólvora, de 21 de Maio a 11 de Junho de 2010
  • 2.  
  • 3. Um novo decreto de um Governo Progressista restaurou o concelho de Oeiras. Norte : Loures e Sintra Sul : Foz do Tejo Ocidente : Cascais Oriente : Lisboa Perde a Amadora (novo município) O concelho de Oeiras foi suprimido por decreto de João Franco (Governo Regenerador) e a s suas freguesias ficaram distribuídas pelos concelhos de Cascais e de Sintra . 1898 1979 1895
  • 4.  
  • 5. Fonte Reuniões da Câmara Municipal de Oeiras, Livro de Actas, Nº28, ff.2, 8 e 9 Citado por Eleições, Eleitores e Elites Políticas de Oeiras (1908 – 1926) Um contributo para o seu estudo , Tese de mestrado, Ana Paula Teixeira Torres   A 1ª Câmara Executiva da C.M.O. muda o nome das ruas Freguesias Monarquia República   Barcarena Largo de S. Pedro Rua de S. Sebastião Travessa de S. António Travessa de S. Sebastião Rua do Cemitério Travessa do Rio Largo 5 de Outubro Rua Heliodoro Salgado Travessa do 1º de Maio Travessa 31 de Janeiro Rua Elias Garcia Rua dos Revoltosos Oeiras Parque D. Manuel Avenida D. Carlos Rua D. Amélia Parque da República Avenida Miguel Bombarda Rua Cândido dos Reis
  • 6. Rua dos Revoltosos Travessa 31 de Janeiro Parque da República Largo 5 de Outubro
  • 7. Algés Barcarena Carnaxide Rua Dr. António Granjo Rua Guerra Junqueiro Rua Aquilino Ribeiro Rua Teófilo Braga Rua Manuel Teixeira Gomes Rua Nuno Simões
  • 8. Cruz Quebrada-Dafundo Linda-a-Velha Oeiras e S. Julião da Barra Rua Henrique Lopes de Mendonça Rua Alfredo Keil Avenida da República Rua João Chagas Rua General Norton de Matos Rua António José de Almeida Rua António Passaporte Rua António Sérgio Rua Azeredo Perdigão Rua Brito Camacho Rua Cândido dos Reis Rua Sidónio Pais Rua Tomé de B. Queirós
  • 9. Paço de Arcos Porto Salvo Queijas Avenida Voluntários da República Rua Afonso Costa Rua Fialho de Almeida Praça da República Rua António Sardinha Rua Júlio Dantas Rua Veiga Beirão Rua Bernardino Machado Rua José Relvas
  • 10.  
  • 11. Henrique Lopes de Mendonça nasceu a 12 de Fevereiro de 1856, em Lisboa, e faleceu a 24 de Agosto de 1931. Devido ao Ultimato Inglês de 1890, escreveu para a música de Alfredo Keil, a marcha “ A Portuguesa ” que, em 1910, a República adoptou como Hino Nacional.
  • 12.  
  • 13. Alfredo Cristiano Keil, nasceu em Lisboa a 3 de Julho de 1850. Compôs a música “ A Portuguesa ” em 1890, que foi aprovada como Hino Nacional, em 1911, após a proclamação da República. Faleceu em Hamburgo a 4 de Outubro de 1907, exactamente três anos antes do primeiro dia da Revolução.
  • 14.  
  • 15. Carlos Cândido dos Reis nasceu, em Lisboa, a 16 de Janeiro de 1852 e faleceu, em Lisboa, a 4 de Outubro de 1910. Fez parte da Marinha e pertenceu à Carbonária . Foi o organizador militar da revolta de 5 de Outubro de 1910. Com a morte de um chefe civil, Miguel Bombarda, interpretada como assassinato político, muitas das unidades militares foram comprometidas . Cândido dos Reis, julgando que a tentativa de implantação da República tinha falhado, suicidou-se.
  • 16. A Maçonaria foi uma organização secreta, com rituais próprios, defensora da fraternidade e liberdade. Era constituída predominantemente por elementos da burguesia. A Carbonária foi também uma organização secreta, com algumas ligações à Maçonaria, embora independente dela. Integrava membros das classes populares. A Carbonária defendia a queda da Monarquia, considerando legítimos todos os meios, incluindo os mais violentos.
  • 17.  
  • 18. José de Mascarenhas Relvas nasceu a 5 de Março de 1858, na Golegã, e morreu a 31 de Outubro de 1929, em Alpiarça. Foi um politico bastante importante na época da Primeira República Portuguesa. Desempenhou elevados cargos, entre eles, deputado constituinte e senador, ministro, embaixador em Madrid e chefe de Governo. José Relvas proclamou a República na varanda da Câmara de Lisboa 11h 5 Outubro de 1910
  • 19.  
  • 20. Joaquim Teófilo Fernandes Braga nasceu a 24 de Fevereiro de 1843, em Ponta Delgada, e faleceu a 28 de Janeiro de 1924, em Lisboa. Foi um político e escritor. A 28 de Agosto de 1910, foi eleito deputado republicano de Lisboa, e, em Outubro do mesmo ano tornou-se Presidente do Governo Provisório. Voltou a ser Presidente da República em 1915.
  • 21.  
  • 22. Afonso Augusto da Costa, nasceu em Seia, a 6 de Março de 1817. Foi um advogado de renome e um dos políticos mais marcantes da 1ª República. Foi Ministro da Justiça no Governo Provisório, e, posteriormente, Ministro das Finanças. Foi também Chefe de vários Governos constitucionais. Foi fundador do Partido Democrático , um dos partidos em que se dividiu o Partido Republicano. Faleceu exilado, em Paris, a 11 de Maio de 1937.
  • 23.  
  • 24. Manuel de Brito Camacho nasceu a 12 de Fevereiro de 1862, em Aljustrel, e faleceu a 19 de Setembro de 1934, em Lisboa. Foi um médico militar, escritor, publicista e político. Exerceu as funções de Ministro do Fomento (1910-1911) e de Alto-comissário da República em Moçambique (1921 a 1923). Fundou e liderou o Partido Unionista . Em consequência da Revolução de 28 de Maio de 1926, foi obrigado a abandonar a actividade política, retirando-se para a vida privada.
  • 25.  
  • 26. António José de Almeida nasceu, em Vale da Vinha, Penacova, a 27 de Julho de 1866 e faleceu, em Lisboa, a 31 de Outubro de 1929. Foi um político republicano português. Foi um republicano histórico do P.R.P.. Em 1912, fundou e liderou o Partido Evolucionista . Ocupou o cargo de Presidente da República Portuguesa (sexto), de 1919 a 1923.
  • 27.  
  • 28. João Chagas nasceu a 1 de Setembro de 1863, no Rio de Janeiro, e faleceu a 28 de Maio de 1925 no Estoril. Foi político e um dos mais activos oponentes da ditadura de João Franco. Veio a ser o Presidente do primeiro governo constitucional da I República de Portugal.
  • 29.  
  • 30. Nasceu a 28 de 1851 de Março, no Rio de Janeiro, e faleceu a 29 de Abril de 1944, no Porto. Exerceu cargos políticos em governos monárquicos, aderindo depois à ideologia republicana.  Foi eleito Presidente da República em 1915. Em 1917, foi destituído do cargo, substituído por Sidónio Pais. Foi uma figura importante nas negociações que levaram ao Tratado de Versalhes.
  • 31.  
  • 32. António Joaquim Granjo nasceu a 27 de Dezembro de 1881, em Chaves, e faleceu a 20 de Outubro de 1921 em Lisboa (assassinado). Foi advogado e político, Ministro da Justiça e foi Chefe do Governo por dois breves mandatos, de 19 de Julho a 20 de Novembro de 1920 e de 30 de Agosto a 19 de Outubro de 1921. António Granjo foi cruelmente assassinado na noite de 19 para 20 de Outubro de 1921, conhecida por Noite Sangrenta .
  • 33. Noite Sangrenta é a designação pela qual ficou conhecida a revolta radical que ocorreu em Lisboa, a 19 de Outubro de 1921, no decurso da qual foram assassinados, entre outros, António Granjo , então Presidente do Ministério, Machado Santos e José Carlos da Maia , dois dos históricos da República Portuguesa, No enterro de António Granjo, Cunha Leal proclamou essa verdade: «O sangue correu pela inconsciência da turba - a fera que todos nós, e eu, açulámos, que anda solta, matando porque é preciso matar. Todos nós temos a culpa! É esta maldita política que nos envergonha e me salpica de lama».
  • 34.  
  • 35. Tomé de Barros Queirós nasceu a 2 de Fevereiro de 1872 , em Ílhavo, e faleceu a 5 de Maio de 1925 em Lisboa. Foi membro da Maçonaria . Foi Presidente do Governo da República Portuguesa, no período entre 24 de Maio e 30 de Agosto de 1921.
  • 36.  
  • 37. Manuel Teixeira Gomes nasceu a 27 de Maio de 1860, em Vila Nova de Portimão, e faleceu a 18 de Outubro de 1941, na Argélia. Foi o sétimo presidente da Primeira República Portuguesa de 6 de Outubro de 1923 a 11 de Dezembro a 1925.
  • 38.  
  • 39. Nuno Simões nasceu em Vila Nova de Famalicão a 30 de Janeiro de 1894 e faleceu a 27 de Julho de 197. Figura ímpar do republicanismo português, foi Governador Civil de Vila Real, Membro do Supremo Tribunal Administrativo, deputado e Ministro do Comércio e das Comunicações em três governos da 1ª Republica (entre 1921 e 1925).
  • 40.  
  • 41. Abílio Manuel Guerra Junqueiro nasceu a 17 de Setembro de 1850, em Lisboa, e faleceu a 7 de Julho de 1923. Foi o poeta mais popular da sua época e o mais típico representante da chamada "Escola Nova". A sua poesia ajudou a criar o ambiente revolucionário que conduziu à implantação da República.
  • 42.  
  • 43. José Valentim Fialho de Almeida nasceu, em Vila de Frades, a 7 de Maio de 1857 e faleceu, em Cuba, a 4 de Março de 1911. Foi médico e escritor. Dedicou-se, sobretudo, à literatura e jornalismo chegando a escrever inúmeros artigos importantes relacionados com a I República.
  • 44.  
  • 45. Aquilino Gomes Ribeiro nasceu a 13 de Setembro de 1885, em Tabosa do Carregal, e faleceu a 27 de Maio de 1963, em Lisboa. Foi um escritor português da I República Portuguesa. A sua obra teve grande êxito junto do público e da crítica.
  • 46.  
  • 47. Júlio Dantas nasceu, em Lagos, a 19 de Maio de 1876 e faleceu, em Lisboa, a 25 de Maio de 1962. Foi deputado, Ministro da Instrução Pública e Ministro dos Negócios Estrangeiros durante a I República. Terminou a sua carreira pública como embaixador de Portugal no Brasil (1941- 1949).
  • 48.  
  • 49. António Sérgio de Sousa nasceu a 3 de Setembro de 1883, em Damão, e faleceu a 24 de Janeiro de 1969 em Lisboa. Durante a I República e nos anos que se seguiram desenvolveu um movimento associativo favorável à instrução primária e popular, que teve uma grande importância na Educação em Portugal.
  • 50.  
  • 51. Sidónio Pais nasceu, em Caminha, a 1 de Maio de 1872 e morreu assassinado em Lisboa, no Rossio, a 14 de Dezembro de 1918. Foi militar e político e, entre outras funções, exerceu os cargos de deputado, de Ministro do Fomento, de Ministro das Finanças, de embaixador de Portugal em Berlim e de Presidente da República Portuguesa.
  • 52.  
  • 53. José Maria Mendes Ribeiro Norton de Matos nasceu em Ponte de Lima, a 23 de Março de 1867 e faleceu a 3 de Janeiro de 1955. Norton de Matos foi um general e político português. Durante a I República, foi Governador-Geral de Angola e ocupou o cargo de Ministro das Colónias. Foi eleito Grão-Mestre da Maçonaria em 1929.
  • 54.  
  • 55. António Passaporte nasceu a 24 de Fevereiro de 1901 em Évora e faleceu a 1983. Foi um fotógrafo da 1ª República, tendo captado, com a sua câmara, imagens importantes dos acontecimentos registados durante o regime republicano.
  • 56. http://pt.wikipedia.org/wiki/Henrique_Lopes_de_Mendon%C3%A7a http://www.heroisdomar.com/aportuguesa_com_partitura.gif http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfredo_Keil http://www.centenariodarepublica.org/centenario/wp-content/uploads/2009/03/cr_alfredo_keil.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_C%C3%A2ndido_dos_Reis http://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_de_Mascarenhas_Relvas http://3.bp.blogspot.com/_y41yqpai8Gc/SsoEb6ijROI/AAAAAAAABaM/_AxSieGKPTM/s400/0367+Jose_Relvas_5_Outubro.JPG http://pt.wikipedia.org/wiki/Te%C3%B3filo_Braga http://revelarlx.cm-lisboa.pt/fotos/gca/1137783325teofilo_braga.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom%C3%A9_Jos%C3%A9_de_Barros_Queir%C3%B3s http://3.bp.blogspot.com/_csva7PFVgLg/RcvIUEC56OI/AAAAAAAAADo/_JGz6IBjZvs/s320/Tome+de+Barros+Queiros.JPG http://www.centenariodarepublica.org/centenario/wp-content/uploads/2008/10/05-afonso-costa.jpg http://www.laicidade.org/documentacao/historia/figuras-da-primeira-republica-afonso-costa http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_de_Brito_Camacho http://www.drealentejo.pt/intranet/deposito/205196/Bcamac1.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Jos%C3%A9_de_Almeida http://motg.blogs.sapo.pt/arquivo/ph_ajalmeida2.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Pinheiro_Chagas http://1.bp.blogspot.com/_xG5SdRrUprU/SqZ3dIb8TsI/AAAAAAAAAmY/RMddXOFij9s/s320/Jo%C3%A3o+Chagas.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_Teixeira_Gomes
  • 57. http://1.bp.blogspot.com/_csva7PFVgLg/RfdKIlBdGcI/AAAAAAAAANM/xzbWihf1THs/s320/Antonio_Granjo3.JPG http://www.mundodacultura.com/historiaportugal/presidentes/ph_bernardino.jpg http://bibfam.no.sapo.pt/espaco%20crianca/personalidades.htm http://en.wikivisual.com/images/f/f3/Bernardino_Machado.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Francisco_Ant%C3%B3nio_da_Veiga_Beir%C3%A3o http://3.bp.blogspot.com/_xEHafvZvvFA/SwGBZjH5PZI/AAAAAAAAEmQ/ACiOB6yL7Sw/s640/Ab%C3%ADlio_Manuel_Guerra_Junqueiro.jpg http://centenario-republica.blogspot.com/2010/04/fialho-de-almeida-um-exemplo.html http://ternaeanoite.blogs.sapo.pt/arquivo/Aquilino%20Ribeiro.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/J%C3%BAlio_Dantas http://1.bp.blogspot.com/_wshc3NXFuZg/SXupgyg8x8I/AAAAAAAAAhE/auFaM2e5Ei8/s400/Ant%C3%B3nio+S%C3%A9rgio+%2B+24.01.09.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Sardinha http://www.vidaslusofonas.pt/sidonio_pais1.jpg http://pt.wikipedia.org/wiki/Norton_de_Matos Torres, Ana Paula Teixeira Eleições, Eleitores e Elites Políticas de Oeiras (1908 – 1926). Um contributo para o seu estudo , Tese de mestrado
  • 58.