SlideShare uma empresa Scribd logo
PASTORAL DA JUVENTUDE                                                                                  Data : 30/06/07
                                                                                 Roteiro de Reunião

       DIOCESE DE MOGI DAS CRUZES                                                     Grupos de Base      Página 1 de 2

             Pastoral da Juventude Diocese de Mogi das Cruzes – www.pjmogi.com.br – pjmogi@yahoo.com.br




                                                 A AMIZADE

                               Se tu vens às quatro da tarde,
                        Desde as três começarei a ser feliz. (Exupéry)



OBJETIVO

       Permitir que os jovens partilhem vivências de amizade no grupo e fora dele.



MATERIAL PARA A REUNIÃO

       Bíblia, textos do Livro “O Pequeno Príncipe” para todos os participantes, papel
para cartaz, tinta ou giz de cera, caixa de sapato vazia, um espelho do tamanho da
caixa, som.

ACOLHIDA/ORAÇÃO

        O animador acolhe a todos com a música “Canção da América”, de Milton
Nascimento, ou outra que fale da amizade. Enquanto isso, motiva os participantes a
cumprimentarem-se desejando uma boa reunião e uma boa semana.
        Em seguida, uma cópia do texto abaixo, fragmento do livro “O Pequeno
Príncipe”, será entregue para cada participante. Organiza-se duplas para fazer a
leitura, um lendo para o outro.
        “Se tu vens às quatro da tarde, desde as três começarei a ser feliz. Quanto
mais a hora for passando, mais me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei
inquieto(a) e agitado(a): descobrirei o preço da felicidade. Agora, se tu vens a
qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração. É preciso ter ritos.”
(Exupéry)
        Enquanto fazem a leitura, o animador deve providenciar um clima aconchegante
com música suave.

REFLETINDO JUNTOS

       Geralmente não temos muitos amigos. Apesar de conhecermos muitas pessoas,
as amizades verdadeiras são difíceis. Isso porque uma amizade exige tempo, é
vagarosa, cheia de silêncios e de espera. E, sobretudo, exige de nós um voltarmo-nos
para nós mesmos.
       O animador coloca no quadro uma ficha com a frase:
                    “Conhecer é a base para amar a si e ao outro”.
       Dois a dois cochicham o que entenderam da frase, falam dos sentimentos que
surgiram.
       O animador ilustra o que acabaram de fazer, com o texto:
       “Quando compartilho meus sentimentos, eu lhe dou a oportunidade de

conhecer-me de uma nova maneira e de mudarmos através desse conhecimento”.
PASTORAL DA JUVENTUDE                                                                                 Data : 30/06/07
                                                                                Roteiro de Reunião

      DIOCESE DE MOGI DAS CRUZES                                                     Grupos de Base      Página 2 de 2

            Pastoral da Juventude Diocese de Mogi das Cruzes – www.pjmogi.com.br – pjmogi@yahoo.com.br


      Técnica “Vendo-se no espelho”
       O animador passa para o grupo uma caixa de sapatos com um espelho dentro.
Um por um, todos devem abrir a caixa em silêncio, observar e passar para a pessoa do
lado até que todos tenham feito a experiência. No final da técnica, o animador chama
o grupo a falar dos sentimentos ao verem a si mesmos no espelho.
       Algumas questões para discussão:
       • Como tenho me mostrado diante das pessoas que eu gosto?
       • Tenho mostrado somente uma “casca” ou tenho conseguido me colocar
          transparente e verdadeiro?
       • O que uma amizade exige de mim?
       • Tenho cativado amigos no meu grupo?
       • Como vai a amizade no grupo?


VIVENDO A PALAVRA DE DEUS

       Ler todos juntos o versículo e partilhar os sentimentos de amizade dentro do
grupo. “Um amigo era em qualquer tempo...” (Pv 17,17)


CELEBRAR É COMPROMETER-SE

       Nesse momento, o animador pede para que todos se sentem no chão, formando
um círculo. Entrega uma cor de tinta ou um giz de cera para cada participante,
juntamente com um papel algo que simbolize a amizade para ele. Antes de terminar o
desenho, pede para cada um passar o papel para a pessoa da direita e essa deverá
continuar o desenho do outro. De 20 em 20 segundos, o animador repete o comando
até que o desenho volte para o seu dono.
       Partilhar:
       • Gostei mais do meu desenho depois que passou por todas as mãos?
       • Quais os sentimentos ao rever o que comecei a fazer?
   Amarrar a discussão tentando descobrir se todos tiveram a preocupação de
   completar o desenho do próximo, se tiveram responsabilidade e respeito para com
   os sentimentos expressos no papel.
       Não somos todos iguais. Pelo contrário, somo pessoas diferentes em busca,
muitas vezes, de sonhos diferentes. Mas isso não impede que sejamos amigos. Melhor
que isso: é aqui que a amizade se revela. Completamo-nos uns aos outros. Ajudamo-
nos nesse descobrimento de nós mesmos e da vida. Essa é a responsabilidade de uma
amigo.


                                                                        Elaboração: Deire Carlos Assis

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Culto E AdoraçãO Para Jovens
Culto E AdoraçãO Para JovensCulto E AdoraçãO Para Jovens
Culto E AdoraçãO Para Jovens
Clube de Lideres Online
 
Revista Juvenil "Kambas da Paz"
Revista Juvenil "Kambas da Paz"Revista Juvenil "Kambas da Paz"
Revista Juvenil "Kambas da Paz"
Helder Mequima
 
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E KleilmaDinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
DIALOGO CONJUGAL DE UBERLANDIA
 
Voz da-esperanca-40 CNSE
Voz da-esperanca-40 CNSEVoz da-esperanca-40 CNSE
Voz da-esperanca-40 CNSE
Alexandre Panerai
 
O método de Cristo
O método de CristoO método de Cristo
O método de Cristo
Flávio Conca
 
Resenha espirita on line 147
Resenha espirita on line 147Resenha espirita on line 147
Resenha espirita on line 147
MRS
 
Mc52-artefinal
Mc52-artefinalMc52-artefinal
Mc52-artefinal
Helen Fernandes
 
Alianca_marco_2012
Alianca_marco_2012Alianca_marco_2012
Alianca_marco_2012
Movimento de Casais MCJ
 
Apocalipse 16 de dezembro de 2012
Apocalipse 16 de dezembro de 2012Apocalipse 16 de dezembro de 2012
Apocalipse 16 de dezembro de 2012
Paróquia Bom Pastor
 
Beume julho16 pdf
Beume julho16 pdfBeume julho16 pdf
Beume julho16 pdf
Ume Maria
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
trabalho como autonomo
 
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
Igreja Metodista
 
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
Convívios Fraternos Leiria-Fátima
 
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
mcj2013
 
100+brincadeiras
100+brincadeiras100+brincadeiras
100+brincadeiras
Evandro Felipe
 
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
João Paulo Gomes Rodrigues
 
Aula m2 20121108 - auto-estima
Aula m2   20121108 -  auto-estimaAula m2   20121108 -  auto-estima
Aula m2 20121108 - auto-estima
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Sacamento da reconciliação
Sacamento da reconciliaçãoSacamento da reconciliação
Sacamento da reconciliação
conceicaoborges
 
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
Tales Godinho
 
Boletim Jovem Março 2012
Boletim Jovem Março 2012Boletim Jovem Março 2012
Boletim Jovem Março 2012
willams
 

Mais procurados (20)

Culto E AdoraçãO Para Jovens
Culto E AdoraçãO Para JovensCulto E AdoraçãO Para Jovens
Culto E AdoraçãO Para Jovens
 
Revista Juvenil "Kambas da Paz"
Revista Juvenil "Kambas da Paz"Revista Juvenil "Kambas da Paz"
Revista Juvenil "Kambas da Paz"
 
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E KleilmaDinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
Dinamica Do Perfume Jose Eduardo E Kleilma
 
Voz da-esperanca-40 CNSE
Voz da-esperanca-40 CNSEVoz da-esperanca-40 CNSE
Voz da-esperanca-40 CNSE
 
O método de Cristo
O método de CristoO método de Cristo
O método de Cristo
 
Resenha espirita on line 147
Resenha espirita on line 147Resenha espirita on line 147
Resenha espirita on line 147
 
Mc52-artefinal
Mc52-artefinalMc52-artefinal
Mc52-artefinal
 
Alianca_marco_2012
Alianca_marco_2012Alianca_marco_2012
Alianca_marco_2012
 
Apocalipse 16 de dezembro de 2012
Apocalipse 16 de dezembro de 2012Apocalipse 16 de dezembro de 2012
Apocalipse 16 de dezembro de 2012
 
Beume julho16 pdf
Beume julho16 pdfBeume julho16 pdf
Beume julho16 pdf
 
Jormi - jornal missionário n° 60
Jormi -  jornal missionário n° 60Jormi -  jornal missionário n° 60
Jormi - jornal missionário n° 60
 
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
Unidade 2 - CONVERSÃO - aula 5
 
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
Balada uniao ABRIL/MAIO/JUNHO 2014
 
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
Jornal Aliança nº 178 Agosto 2014
 
100+brincadeiras
100+brincadeiras100+brincadeiras
100+brincadeiras
 
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
7387773 manual-de-realizacao-do-encontro
 
Aula m2 20121108 - auto-estima
Aula m2   20121108 -  auto-estimaAula m2   20121108 -  auto-estima
Aula m2 20121108 - auto-estima
 
Sacamento da reconciliação
Sacamento da reconciliaçãoSacamento da reconciliação
Sacamento da reconciliação
 
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
Subsídio Celebrativo para os Jovens 2015
 
Boletim Jovem Março 2012
Boletim Jovem Março 2012Boletim Jovem Março 2012
Boletim Jovem Março 2012
 

Destaque

A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJCA Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
Grupo de Jovens AJC
 
Campanha da Fraternidade 2011
Campanha da Fraternidade 2011Campanha da Fraternidade 2011
Campanha da Fraternidade 2011
marquione ban
 
Marketing pastoral
Marketing pastoralMarketing pastoral
Marketing pastoral
marquione ban
 
Obesidade digital
Obesidade digitalObesidade digital
Obesidade digital
marquione ban
 
Memes O Anunciador
Memes O AnunciadorMemes O Anunciador
Memes O Anunciador
marquione ban
 
Compromissos Da Pj 2009
Compromissos Da Pj   2009Compromissos Da Pj   2009
Compromissos Da Pj 2009
Pastoral da Juventude
 
CalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
CalendáRio Da Pj do Regional AriquemesCalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
CalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
Pastoral da Juventude
 
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo online
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo onlineCampanha da Fraternidade 2014 - estudo online
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo online
marquione ban
 
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJCO que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
Grupo de Jovens AJC
 
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
marquione ban
 
Tessalônica nos dias de Paulo
Tessalônica nos dias de PauloTessalônica nos dias de Paulo
Tessalônica nos dias de Paulo
Gerson G. Ramos
 
contexto historico de tessalonicenses.pps
contexto historico de tessalonicenses.ppscontexto historico de tessalonicenses.pps
contexto historico de tessalonicenses.pps
Herbert de Carvalho
 
1 Tessalonicenses (Estudo 3)
1 Tessalonicenses (Estudo 3)1 Tessalonicenses (Estudo 3)
1 Tessalonicenses (Estudo 3)
Daniel Junior
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
marquione ban
 
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa. Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
marquione ban
 
Os mandamentos da Igreja
Os mandamentos da IgrejaOs mandamentos da Igreja
Os mandamentos da Igreja
marquione ban
 
Estudo sobre a Carta aos Gálatas
Estudo sobre a Carta aos Gálatas Estudo sobre a Carta aos Gálatas
Estudo sobre a Carta aos Gálatas
marquione ban
 
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJCQuaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
Grupo de Jovens AJC
 
Quem Sou Eu
Quem Sou EuQuem Sou Eu
Significado da quaresma
Significado da quaresmaSignificado da quaresma
Significado da quaresma
Panzini Canavieiras
 

Destaque (20)

A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJCA Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
A Virtude da Pureza - 4ª Reunião AJC
 
Campanha da Fraternidade 2011
Campanha da Fraternidade 2011Campanha da Fraternidade 2011
Campanha da Fraternidade 2011
 
Marketing pastoral
Marketing pastoralMarketing pastoral
Marketing pastoral
 
Obesidade digital
Obesidade digitalObesidade digital
Obesidade digital
 
Memes O Anunciador
Memes O AnunciadorMemes O Anunciador
Memes O Anunciador
 
Compromissos Da Pj 2009
Compromissos Da Pj   2009Compromissos Da Pj   2009
Compromissos Da Pj 2009
 
CalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
CalendáRio Da Pj do Regional AriquemesCalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
CalendáRio Da Pj do Regional Ariquemes
 
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo online
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo onlineCampanha da Fraternidade 2014 - estudo online
Campanha da Fraternidade 2014 - estudo online
 
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJCO que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
O que é a Festa da Páscoa? - 2ª Reunião AJC
 
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
Campanha da Fraternidade 2013 - breve estudo
 
Tessalônica nos dias de Paulo
Tessalônica nos dias de PauloTessalônica nos dias de Paulo
Tessalônica nos dias de Paulo
 
contexto historico de tessalonicenses.pps
contexto historico de tessalonicenses.ppscontexto historico de tessalonicenses.pps
contexto historico de tessalonicenses.pps
 
1 Tessalonicenses (Estudo 3)
1 Tessalonicenses (Estudo 3)1 Tessalonicenses (Estudo 3)
1 Tessalonicenses (Estudo 3)
 
Estudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhosEstudo sobre os evangelhos
Estudo sobre os evangelhos
 
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa. Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
Estudo sobre Maria, mãe de Deus e nossa.
 
Os mandamentos da Igreja
Os mandamentos da IgrejaOs mandamentos da Igreja
Os mandamentos da Igreja
 
Estudo sobre a Carta aos Gálatas
Estudo sobre a Carta aos Gálatas Estudo sobre a Carta aos Gálatas
Estudo sobre a Carta aos Gálatas
 
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJCQuaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
Quaresma e Semana Santa - 1ª Reunião AJC
 
Quem Sou Eu
Quem Sou EuQuem Sou Eu
Quem Sou Eu
 
Significado da quaresma
Significado da quaresmaSignificado da quaresma
Significado da quaresma
 

Semelhante a Roteiro Grupo 02

Boletim informativo dez2015
Boletim informativo dez2015Boletim informativo dez2015
Boletim informativo dez2015
fespiritacrista
 
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
LOCIMAR MASSALAI
 
Jornal Mente Ativa 10
Jornal Mente Ativa 10Jornal Mente Ativa 10
Jornal Mente Ativa 10
Jeane Bordignon
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Geizi Gabriel
 
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
Ana Cristina Freitas
 
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micasApostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Susana Godinho
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Andréia Sousa
 
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptxCurso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
JULIOKATSUHIKOYOSHIN
 
Destino de cada um
Destino de cada um  Destino de cada um
Destino de cada um
Irene Aguiar
 
Destino de cada um
Destino de cada umDestino de cada um
Destino de cada um
Orlei Almeida
 
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
Gazeta Santa Cândida
 
Evangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
Evangelização - Fraternidade - O Bom SamaritanoEvangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
Evangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
Antonino Silva
 
Acaso
AcasoAcaso
Destino de cada_um
Destino de cada_umDestino de cada_um
Destino de cada_um
bilibiowebsite
 
Destino de cada um
Destino de cada umDestino de cada um
Destino de cada um
Mensagens Virtuais
 
Destino
DestinoDestino
Destino
DestinoDestino
Destino
IARA FAGUNDES
 
DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020
IsabelPereira2010
 
Subsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionaisSubsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionais
Antonia Santos
 
Destino 27 09
Destino 27 09Destino 27 09
Destino 27 09
AndySans 2008
 

Semelhante a Roteiro Grupo 02 (20)

Boletim informativo dez2015
Boletim informativo dez2015Boletim informativo dez2015
Boletim informativo dez2015
 
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
Palestra de Relações Humanas para Jovens coordenadores e assessores da Pastor...
 
Jornal Mente Ativa 10
Jornal Mente Ativa 10Jornal Mente Ativa 10
Jornal Mente Ativa 10
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
 
DinâMicas Diversas
DinâMicas DiversasDinâMicas Diversas
DinâMicas Diversas
 
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micasApostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
Apostila%20de%20 dinamicas%2097%20din%e2micas
 
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicasApostila de dinamicas 97 dinâmicas
Apostila de dinamicas 97 dinâmicas
 
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptxCurso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
Curso de Conselheiros aventureiros APAC.pptx
 
Destino de cada um
Destino de cada um  Destino de cada um
Destino de cada um
 
Destino de cada um
Destino de cada umDestino de cada um
Destino de cada um
 
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
GAZETA DO SANTA CANDIDA, EDIÇÃO MARÇO 2024
 
Evangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
Evangelização - Fraternidade - O Bom SamaritanoEvangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
Evangelização - Fraternidade - O Bom Samaritano
 
Acaso
AcasoAcaso
Acaso
 
Destino de cada_um
Destino de cada_umDestino de cada_um
Destino de cada_um
 
Destino de cada um
Destino de cada umDestino de cada um
Destino de cada um
 
Destino
DestinoDestino
Destino
 
Destino
DestinoDestino
Destino
 
DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020DeClara nº31 março 2020
DeClara nº31 março 2020
 
Subsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionaisSubsídios para 31 dias vocacionais
Subsídios para 31 dias vocacionais
 
Destino 27 09
Destino 27 09Destino 27 09
Destino 27 09
 

Último

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (16)

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

Roteiro Grupo 02

  • 1. PASTORAL DA JUVENTUDE Data : 30/06/07 Roteiro de Reunião DIOCESE DE MOGI DAS CRUZES Grupos de Base Página 1 de 2 Pastoral da Juventude Diocese de Mogi das Cruzes – www.pjmogi.com.br – pjmogi@yahoo.com.br A AMIZADE Se tu vens às quatro da tarde, Desde as três começarei a ser feliz. (Exupéry) OBJETIVO Permitir que os jovens partilhem vivências de amizade no grupo e fora dele. MATERIAL PARA A REUNIÃO Bíblia, textos do Livro “O Pequeno Príncipe” para todos os participantes, papel para cartaz, tinta ou giz de cera, caixa de sapato vazia, um espelho do tamanho da caixa, som. ACOLHIDA/ORAÇÃO O animador acolhe a todos com a música “Canção da América”, de Milton Nascimento, ou outra que fale da amizade. Enquanto isso, motiva os participantes a cumprimentarem-se desejando uma boa reunião e uma boa semana. Em seguida, uma cópia do texto abaixo, fragmento do livro “O Pequeno Príncipe”, será entregue para cada participante. Organiza-se duplas para fazer a leitura, um lendo para o outro. “Se tu vens às quatro da tarde, desde as três começarei a ser feliz. Quanto mais a hora for passando, mais me sentirei feliz. Às quatro horas, então, estarei inquieto(a) e agitado(a): descobrirei o preço da felicidade. Agora, se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de preparar o coração. É preciso ter ritos.” (Exupéry) Enquanto fazem a leitura, o animador deve providenciar um clima aconchegante com música suave. REFLETINDO JUNTOS Geralmente não temos muitos amigos. Apesar de conhecermos muitas pessoas, as amizades verdadeiras são difíceis. Isso porque uma amizade exige tempo, é vagarosa, cheia de silêncios e de espera. E, sobretudo, exige de nós um voltarmo-nos para nós mesmos. O animador coloca no quadro uma ficha com a frase: “Conhecer é a base para amar a si e ao outro”. Dois a dois cochicham o que entenderam da frase, falam dos sentimentos que surgiram. O animador ilustra o que acabaram de fazer, com o texto: “Quando compartilho meus sentimentos, eu lhe dou a oportunidade de conhecer-me de uma nova maneira e de mudarmos através desse conhecimento”.
  • 2. PASTORAL DA JUVENTUDE Data : 30/06/07 Roteiro de Reunião DIOCESE DE MOGI DAS CRUZES Grupos de Base Página 2 de 2 Pastoral da Juventude Diocese de Mogi das Cruzes – www.pjmogi.com.br – pjmogi@yahoo.com.br Técnica “Vendo-se no espelho” O animador passa para o grupo uma caixa de sapatos com um espelho dentro. Um por um, todos devem abrir a caixa em silêncio, observar e passar para a pessoa do lado até que todos tenham feito a experiência. No final da técnica, o animador chama o grupo a falar dos sentimentos ao verem a si mesmos no espelho. Algumas questões para discussão: • Como tenho me mostrado diante das pessoas que eu gosto? • Tenho mostrado somente uma “casca” ou tenho conseguido me colocar transparente e verdadeiro? • O que uma amizade exige de mim? • Tenho cativado amigos no meu grupo? • Como vai a amizade no grupo? VIVENDO A PALAVRA DE DEUS Ler todos juntos o versículo e partilhar os sentimentos de amizade dentro do grupo. “Um amigo era em qualquer tempo...” (Pv 17,17) CELEBRAR É COMPROMETER-SE Nesse momento, o animador pede para que todos se sentem no chão, formando um círculo. Entrega uma cor de tinta ou um giz de cera para cada participante, juntamente com um papel algo que simbolize a amizade para ele. Antes de terminar o desenho, pede para cada um passar o papel para a pessoa da direita e essa deverá continuar o desenho do outro. De 20 em 20 segundos, o animador repete o comando até que o desenho volte para o seu dono. Partilhar: • Gostei mais do meu desenho depois que passou por todas as mãos? • Quais os sentimentos ao rever o que comecei a fazer? Amarrar a discussão tentando descobrir se todos tiveram a preocupação de completar o desenho do próximo, se tiveram responsabilidade e respeito para com os sentimentos expressos no papel. Não somos todos iguais. Pelo contrário, somo pessoas diferentes em busca, muitas vezes, de sonhos diferentes. Mas isso não impede que sejamos amigos. Melhor que isso: é aqui que a amizade se revela. Completamo-nos uns aos outros. Ajudamo- nos nesse descobrimento de nós mesmos e da vida. Essa é a responsabilidade de uma amigo. Elaboração: Deire Carlos Assis