SlideShare uma empresa Scribd logo
Rótulos e selos verdes Ferramentas para o consumo consciente Ricardo Voltolini 23 de junho de 2010
Quem já atendemos
O que você vai ler 1- Introdução sobre  dados  de  consumo consciente  e perfil de informação do consumidor brasileiro em relação aos atributos socioambientais. 2-  Histórico  dos selos verdes no Brasil e no mundo. 3- A  situação brasileira : ABNT 4-  Desafios  para mercados, empresas e consumidores. 5- Mapeamento de  tendências
Dados MRSC- 2009 e 2010 15,2%  recompensaram 10,2%  só pensaram mas não praticaram 8,2%  retaliaram 7,1%  premiaram e puniram MRSC-2009 Fonte: Market Analysis
Dados MRSC-2010
Alto índice de desinformação :  cenário pessimista para expansão   do conceito   (1) Quanto decorre de  baixo valor de importância  atribuído ao tema (desafio de natureza valorativa). (2) Quanto decorre de  escassez , dificuldade de  identificar  e  decodificar i nformação. Meio copo vazio
[object Object],Alto índice de desinformação Falta de indicadores socioambientais  específicos,  rótulos  explicativos e  campanhas de comunicação  de empresas baseadas nos atributos sociais e ambientais de seus produtos.
[object Object],[object Object],Informação faz diferença
A inércia cognitiva ,[object Object],[object Object]
Selos e rótulos Selos verdes são pistas fundamentais de informação para orientar consumidores  na  prática do consumo consciente. Pro isso crescem em todo o mundo!
Breve Histórico ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
O que diz o MRSC Etiqueta 36% Ação junto a ONGs 25% Certificação de governo 20% Publicação de Relatório 7% Qual a melhor forma  de uma empresa comunicar suas práticas socioambientais? Pesquisa Monitor de Responsabilidade Social Corporativa 2010 Market Analysis Em 2007, eram 27%
O que diz o MRSC O impacto da  etiqueta verde  na  embalagem  de um produto tende a ser mais elevado entre os  consumidores  menos  informados 42%  valorizam  o selo verde contra  36%  da população geral Fonte: MRSC/Market Analysis
A terceira parte ,[object Object],[object Object],Michale Conroy,  autor de  Branded- How Certification is Transforming Global Corporations
Os 9 princípios gerais da ISO 14020 1-  Devem ser  precisos, verificáveis, relevantes  e não enganosos 2- Procedimentos e requisitos não devem ser elaborados, adotados ou aplicados com intenção de, ou efeito de. criar  obstáculos  ao  comércio internacional. 3- Devem se basear em  metodologia científica  para dar suporte ás afirmações e que produza resultados precisos e verificáveis. 4- As  informações  referentes aos  procedimentos, metodologias e  quaisquer  critérios  usados devem estar disponíveis e ser fornecidas a  todas as partes interessadas . Sobre rótulos e certificações
Os 9 princípios gerais da ISO 14020 5- Considerar todos os aspectos relevantes do  ciclo de vida do produto. 6- Não devem inibir  inovações  que melhorem  o  desempenho ambiental. 7- Requisitos administrativos ou demandas de informações devem se limitar aos necessários para estabelecer a  conformidade  com os  critérios  e  normas . 8- O processo deve incluir uma  consulta participatória , aberta às partes interessadas, tentando chegar a um  consenso. 9- As  informações  sobre aspectos ambientais devem ser  disponibilizadas  aos compradores junto à  parte que faz o rótulo  ou  declaração ambiental .
A educação do consumidor “ Não adianta respondermos aqui no Brasil às exigências colocadas nos protocolos de comércio internacional feitas pelos países do Hemisfério Norte, se o mercado interno não começara valorizar rótulos verdes. Não havendo interesse em engajamento, poderemos chegar a um ponto de estagnação.” Guy Ladvocat Gerente técnico de certificação Da ABNT Comunicação e educação: apagão/2001/2002
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os Mercados ,[object Object]
Desafios para os consumidores Identificar, decodificar e valorizar os selos  e rótulos verdes, dando preferência à compra de produtos que os contêm.  O consumo consciente é um instrumento fundamental para produzir mudanças no modo como as empresas encaram aspectos socioambientais em seus processos e produtos
Desafios para os governos ,[object Object]
Desafios para os governos ,[object Object]
Desafios para os governos ,[object Object]
Desafios para os governos ,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
BeefPoint
 
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem AutomotivaACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
Fernando Jose Novaes
 
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
forumsustentar
 
Sustentabilidade GlobalCompass
Sustentabilidade GlobalCompassSustentabilidade GlobalCompass
Sustentabilidade GlobalCompass
Carlos Alberto Correa
 
Indústrias e meio ambiente novo
Indústrias e meio ambiente novoIndústrias e meio ambiente novo
Indústrias e meio ambiente novo
Atividades Diversas Cláudia
 
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografiaTópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
Atividades Diversas Cláudia
 
Marketing verde e Greenwash
Marketing verde e GreenwashMarketing verde e Greenwash
Marketing verde e Greenwash
espiral 3C
 
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
Atividades Diversas Cláudia
 
Marketing verde
Marketing verdeMarketing verde
Marketing verde
rayannebrigido
 
Greenwashing no brasil
Greenwashing no brasilGreenwashing no brasil
Greenwashing no brasil
Unomarketing
 
Cadeia de Suprimentos Sustentável
Cadeia de Suprimentos SustentávelCadeia de Suprimentos Sustentável
Cadeia de Suprimentos Sustentável
Daiane Lins
 
Marketing Verde Jonathas e Marcel
Marketing Verde Jonathas e MarcelMarketing Verde Jonathas e Marcel
Marketing Verde Jonathas e Marcel
Gustavo Sartori
 
Marketing verde
Marketing verdeMarketing verde
Marketing verde
Karen Krichana
 
Sustentabilidade nas pm es
Sustentabilidade nas pm esSustentabilidade nas pm es
Sustentabilidade nas pm es
fabiofm
 
Aula Mkt Verde
Aula Mkt VerdeAula Mkt Verde
Aula Mkt Verde
fpnidballa
 
Consumo sustentável
Consumo sustentávelConsumo sustentável
Consumo sustentável
Priscila Stuani
 

Mais procurados (16)

Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
Certificação sócio-ambiental como ferramenta para atingir o mercado consumido...
 
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem AutomotivaACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
ACV & Sustentabilidade uma Abordagem Automotiva
 
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
Empreendimentos e produtos sustentáveis. de que se trata nf
 
Sustentabilidade GlobalCompass
Sustentabilidade GlobalCompassSustentabilidade GlobalCompass
Sustentabilidade GlobalCompass
 
Indústrias e meio ambiente novo
Indústrias e meio ambiente novoIndústrias e meio ambiente novo
Indústrias e meio ambiente novo
 
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografiaTópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
Tópicos 17, 18, 19 e 20 geografia
 
Marketing verde e Greenwash
Marketing verde e GreenwashMarketing verde e Greenwash
Marketing verde e Greenwash
 
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
4º bimestre geografia 7º ano ensino fundamenta lqq
 
Marketing verde
Marketing verdeMarketing verde
Marketing verde
 
Greenwashing no brasil
Greenwashing no brasilGreenwashing no brasil
Greenwashing no brasil
 
Cadeia de Suprimentos Sustentável
Cadeia de Suprimentos SustentávelCadeia de Suprimentos Sustentável
Cadeia de Suprimentos Sustentável
 
Marketing Verde Jonathas e Marcel
Marketing Verde Jonathas e MarcelMarketing Verde Jonathas e Marcel
Marketing Verde Jonathas e Marcel
 
Marketing verde
Marketing verdeMarketing verde
Marketing verde
 
Sustentabilidade nas pm es
Sustentabilidade nas pm esSustentabilidade nas pm es
Sustentabilidade nas pm es
 
Aula Mkt Verde
Aula Mkt VerdeAula Mkt Verde
Aula Mkt Verde
 
Consumo sustentável
Consumo sustentávelConsumo sustentável
Consumo sustentável
 

Destaque

Apresentaçãophlife
ApresentaçãophlifeApresentaçãophlife
Apresentaçãophlife
rafaelmatos
 
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
Construção Sustentável
 
Apresentação logistica final
Apresentação logistica finalApresentação logistica final
Apresentação logistica final
aribeiro2013
 
10 pontos chave para o design de embalagem
10 pontos chave para o design de embalagem10 pontos chave para o design de embalagem
10 pontos chave para o design de embalagem
Nucleo de Estudos da Embalagem ESPM
 
Como Fazer Referências Bibliográficas
Como Fazer Referências BibliográficasComo Fazer Referências Bibliográficas
Como Fazer Referências Bibliográficas
bela610
 
Abnt referencias bibliograficas
Abnt   referencias bibliograficasAbnt   referencias bibliograficas
Abnt referencias bibliograficas
Manoela Fischer
 
Como colocar as referências segundo a abnt
Como colocar as referências segundo a abntComo colocar as referências segundo a abnt
Como colocar as referências segundo a abnt
itqturma201
 

Destaque (7)

Apresentaçãophlife
ApresentaçãophlifeApresentaçãophlife
Apresentaçãophlife
 
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
02 Rui Frazao Lneg 25 Mar 2010 Ics
 
Apresentação logistica final
Apresentação logistica finalApresentação logistica final
Apresentação logistica final
 
10 pontos chave para o design de embalagem
10 pontos chave para o design de embalagem10 pontos chave para o design de embalagem
10 pontos chave para o design de embalagem
 
Como Fazer Referências Bibliográficas
Como Fazer Referências BibliográficasComo Fazer Referências Bibliográficas
Como Fazer Referências Bibliográficas
 
Abnt referencias bibliograficas
Abnt   referencias bibliograficasAbnt   referencias bibliograficas
Abnt referencias bibliograficas
 
Como colocar as referências segundo a abnt
Como colocar as referências segundo a abntComo colocar as referências segundo a abnt
Como colocar as referências segundo a abnt
 

Mais de Unomarketing

Painel Wal-Mart
Painel Wal-MartPainel Wal-Mart
Painel Wal-Mart
Unomarketing
 
Mauricio Turra - espm - abap
Mauricio Turra - espm - abapMauricio Turra - espm - abap
Mauricio Turra - espm - abap
Unomarketing
 
Campanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
Campanha imprimir é dar vida - Case AbigrafCampanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
Campanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
Unomarketing
 
Nicolau Priante Filho - Coorimbatá
Nicolau Priante Filho - CoorimbatáNicolau Priante Filho - Coorimbatá
Nicolau Priante Filho - Coorimbatá
Unomarketing
 
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob ConsultA teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
Unomarketing
 
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - SantanderCriando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
Unomarketing
 
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
Unomarketing
 
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
Unomarketing
 
José carlos duarte ibm - painel 4
José carlos duarte   ibm - painel 4José carlos duarte   ibm - painel 4
José carlos duarte ibm - painel 4
Unomarketing
 
Rafael sampaio aba
Rafael sampaio   abaRafael sampaio   aba
Rafael sampaio aba
Unomarketing
 
Case emotivox - Market Analysis - case 1
Case emotivox - Market Analysis - case 1Case emotivox - Market Analysis - case 1
Case emotivox - Market Analysis - case 1
Unomarketing
 
Ismael Rocha - espm - abap
Ismael Rocha - espm - abapIsmael Rocha - espm - abap
Ismael Rocha - espm - abap
Unomarketing
 
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
Unomarketing
 
2º Dossiê Certificados e Rótulos
2º Dossiê Certificados e Rótulos2º Dossiê Certificados e Rótulos
2º Dossiê Certificados e Rótulos
Unomarketing
 
Luiz Bouabci 2º dossiê de certificados e rótulos
Luiz Bouabci  2º dossiê de certificados e rótulosLuiz Bouabci  2º dossiê de certificados e rótulos
Luiz Bouabci 2º dossiê de certificados e rótulos
Unomarketing
 
Guia Ambiental De Midia
Guia Ambiental De Midia Guia Ambiental De Midia
Guia Ambiental De Midia
Unomarketing
 
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo conscienteFabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
Unomarketing
 
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo conscienteRicardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
Unomarketing
 
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo conscienteLuiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
Unomarketing
 
1º Dossiê Consumo Consciente
1º Dossiê Consumo Consciente1º Dossiê Consumo Consciente
1º Dossiê Consumo Consciente
Unomarketing
 

Mais de Unomarketing (20)

Painel Wal-Mart
Painel Wal-MartPainel Wal-Mart
Painel Wal-Mart
 
Mauricio Turra - espm - abap
Mauricio Turra - espm - abapMauricio Turra - espm - abap
Mauricio Turra - espm - abap
 
Campanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
Campanha imprimir é dar vida - Case AbigrafCampanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
Campanha imprimir é dar vida - Case Abigraf
 
Nicolau Priante Filho - Coorimbatá
Nicolau Priante Filho - CoorimbatáNicolau Priante Filho - Coorimbatá
Nicolau Priante Filho - Coorimbatá
 
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob ConsultA teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
A teoria do centésimo macaco - Luiz Bouabci – Mob Consult
 
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - SantanderCriando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
Criando ideias - Maria Luiza Pinto - Santander
 
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
Miguel Dantas - Goodyear - painel 2
 
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
Koann Vikoren Skrzyniarz - Susteinable Life Media - painel 3
 
José carlos duarte ibm - painel 4
José carlos duarte   ibm - painel 4José carlos duarte   ibm - painel 4
José carlos duarte ibm - painel 4
 
Rafael sampaio aba
Rafael sampaio   abaRafael sampaio   aba
Rafael sampaio aba
 
Case emotivox - Market Analysis - case 1
Case emotivox - Market Analysis - case 1Case emotivox - Market Analysis - case 1
Case emotivox - Market Analysis - case 1
 
Ismael Rocha - espm - abap
Ismael Rocha - espm - abapIsmael Rocha - espm - abap
Ismael Rocha - espm - abap
 
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
Programação completa do Seminário Unomarketing 2010
 
2º Dossiê Certificados e Rótulos
2º Dossiê Certificados e Rótulos2º Dossiê Certificados e Rótulos
2º Dossiê Certificados e Rótulos
 
Luiz Bouabci 2º dossiê de certificados e rótulos
Luiz Bouabci  2º dossiê de certificados e rótulosLuiz Bouabci  2º dossiê de certificados e rótulos
Luiz Bouabci 2º dossiê de certificados e rótulos
 
Guia Ambiental De Midia
Guia Ambiental De Midia Guia Ambiental De Midia
Guia Ambiental De Midia
 
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo conscienteFabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
Fabian Echegaray - 1º Dossiê de consumo consciente
 
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo conscienteRicardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
Ricardo Voltolini - 1º Dossiê de consumo consciente
 
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo conscienteLuiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
Luiz Bouabci - 1º Dossiê de consumo consciente
 
1º Dossiê Consumo Consciente
1º Dossiê Consumo Consciente1º Dossiê Consumo Consciente
1º Dossiê Consumo Consciente
 

Ricardo Voltonili 2º dossiê de certificados e rótulos

  • 1. Rótulos e selos verdes Ferramentas para o consumo consciente Ricardo Voltolini 23 de junho de 2010
  • 3. O que você vai ler 1- Introdução sobre dados de consumo consciente e perfil de informação do consumidor brasileiro em relação aos atributos socioambientais. 2- Histórico dos selos verdes no Brasil e no mundo. 3- A situação brasileira : ABNT 4- Desafios para mercados, empresas e consumidores. 5- Mapeamento de tendências
  • 4. Dados MRSC- 2009 e 2010 15,2% recompensaram 10,2% só pensaram mas não praticaram 8,2% retaliaram 7,1% premiaram e puniram MRSC-2009 Fonte: Market Analysis
  • 6. Alto índice de desinformação : cenário pessimista para expansão do conceito (1) Quanto decorre de baixo valor de importância atribuído ao tema (desafio de natureza valorativa). (2) Quanto decorre de escassez , dificuldade de identificar e decodificar i nformação. Meio copo vazio
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10. Selos e rótulos Selos verdes são pistas fundamentais de informação para orientar consumidores na prática do consumo consciente. Pro isso crescem em todo o mundo!
  • 11.
  • 12. O que diz o MRSC Etiqueta 36% Ação junto a ONGs 25% Certificação de governo 20% Publicação de Relatório 7% Qual a melhor forma de uma empresa comunicar suas práticas socioambientais? Pesquisa Monitor de Responsabilidade Social Corporativa 2010 Market Analysis Em 2007, eram 27%
  • 13. O que diz o MRSC O impacto da etiqueta verde na embalagem de um produto tende a ser mais elevado entre os consumidores menos informados 42% valorizam o selo verde contra 36% da população geral Fonte: MRSC/Market Analysis
  • 14.
  • 15. Os 9 princípios gerais da ISO 14020 1- Devem ser precisos, verificáveis, relevantes e não enganosos 2- Procedimentos e requisitos não devem ser elaborados, adotados ou aplicados com intenção de, ou efeito de. criar obstáculos ao comércio internacional. 3- Devem se basear em metodologia científica para dar suporte ás afirmações e que produza resultados precisos e verificáveis. 4- As informações referentes aos procedimentos, metodologias e quaisquer critérios usados devem estar disponíveis e ser fornecidas a todas as partes interessadas . Sobre rótulos e certificações
  • 16. Os 9 princípios gerais da ISO 14020 5- Considerar todos os aspectos relevantes do ciclo de vida do produto. 6- Não devem inibir inovações que melhorem o desempenho ambiental. 7- Requisitos administrativos ou demandas de informações devem se limitar aos necessários para estabelecer a conformidade com os critérios e normas . 8- O processo deve incluir uma consulta participatória , aberta às partes interessadas, tentando chegar a um consenso. 9- As informações sobre aspectos ambientais devem ser disponibilizadas aos compradores junto à parte que faz o rótulo ou declaração ambiental .
  • 17. A educação do consumidor “ Não adianta respondermos aqui no Brasil às exigências colocadas nos protocolos de comércio internacional feitas pelos países do Hemisfério Norte, se o mercado interno não começara valorizar rótulos verdes. Não havendo interesse em engajamento, poderemos chegar a um ponto de estagnação.” Guy Ladvocat Gerente técnico de certificação Da ABNT Comunicação e educação: apagão/2001/2002
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. Desafios para os consumidores Identificar, decodificar e valorizar os selos e rótulos verdes, dando preferência à compra de produtos que os contêm. O consumo consciente é um instrumento fundamental para produzir mudanças no modo como as empresas encaram aspectos socioambientais em seus processos e produtos
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.