SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo.
CZAR NICOLAU II

1 - ANTECEDENTES:
• Absolutismo (Czar Nicolau II).
• País mais atrasado da Europa.
• Ausência de liberdades individuais.
• Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino e possuía privilégios.
• Concentração fundiária (boiardos = nobres proprietários).
• Camponeses (mujiques) explorados de forma quase feudal.
• Poucas indústrias (capital estrangeiro da BEL, FRA, ALE e ING).

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
A EXPLORAÇÃO DO ESTADO CZARISTA:

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Movimento oposicionista (desde fins do século XIX):
– Todos clandestinos.
– Niilistas (anarquistas) – prática de atentados.
– Populistas Narodiniques – socialismo com base na comunidade
rural camponesa (MIR).
– Partido Socialista-Revolucionário (1901) – composto por
camponeses e intelectuais.
– POSDR – Partido Operário Social Democrata Russo (1898)
– formado por intelectuais.
Dividido em 1903.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
MENCHEVIQUES (minoria) – Revolução liberal burguesa
aos moldes da Revolução Francesa. Líder: Martov.
BOLCHEVIQUES (maioria): Revolução socialista com
participação de operários e camponeses, liderada por partido
100% revolucionário e absolutamente disciplinado. Líder:
LÊNIN
LÊNIN.
CLONAGEM
HUMANA?
PROF. CAETANO

– KADET (1905) – Partido Constitucional Democrata, formado
pela burguesia. Politicamente fraco.
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
2 - A REVOLUÇÃO DE 1905: O ENSAIO GERAL
• RUS
X
JAP* (posse da Coréia e da Manchúria).
• Crise de abastecimento, inflação, greves
• “Domingo Sangrento” (jan/1905).
– Massacre de populares pela polícia czarista (OKHRANA).
• Insurreições em vários pontos do país (camponeses, outras
nacionalidades e militares – Encouraçado Potemkin).
• Repressão violenta do czar.
• Manifesto Czarista (outubro) – proposta de regime representativo
por meio da DUMA (parlamento).

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
O DOMINGO SANGRENTO E O ENSAIO GERAL:
1 e 2 - Fotos do
chamado
“Domingo
Sangrento”
(jan/1925)
2
3 3 - Cena do filme

“O Encouraçado
Potemkin”, de 1925.

1

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
– Outubristas – grupo que aceitou a proposta do czar, burgueses
em sua maioria.
– Anos mais tarde, o czar toma medidas restritivas à atuação do
parlamento.
• SOVIETES: conselhos de operários, camponeses e soldados.
3 - A RÚSSIA E A I GUERRA MUNDIAL:
• Muitos soldados.
• Táticas antigas.
DERROTAS CONSTANTES
• Comando ineficiente.
• Pouca aparelhagem.
• Abastecimento precário.
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Czar perde o controle sobre o país: incompetência,
burocracia dispendiosa e inoperante.
• Misticismo causa maior descrédito do czar sobre o
povo (Rasputin).
• Crise econômica.
• Mais de 5 milhões de mortos (guerra, fome,
doenças...).
• Czar é deposto (fev/1917).
RASPUTIN

4 - A REVOLUÇÃO DE FEVEREIRO (1917):
• Revolução menchevique.
• Fase liberal-burguesa.
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Governo de coalizão:
– DUMA (controlada pelo Kadet).
– Soviete de Petrogrado (controlado pelos Mencheviques e
Socialistas-Revolucionários).
• Liberdades individuais.
• Redução da jornada de trabalho (10 horas).
• Liberdade de imprensa.
• Anistia aos presos e exilados políticos.
• Fracassos militares.
• Kerênsky (menchevique) assume o controle da Duma.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Lênin retorna do exílio – TESES DE ABRIL
– “Paz, terra e pão”.
– “Todo o poder aos sovietes”.
• Formação da Guarda Vermelha (Trótsky). TRÓTSKY
• Out/1917 – Soviete de Petrogrado, liderado por Trótsky ataca o
Palácio de Inverno. Bocheviques tomam o poder.
TOMADA DO
PALÁCIO DE
INVERNO.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
5 - A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO (1917) E O GOVERNO DE
LÊNIN (1917 – 1924):
• Bolcheviques no poder.
• Lênin no comando do país.
• Acordo de paz com a ALE (Brest-Litovski) – RUS sai da guerra.
– RUS perde a POL, FIN, LIT, LET e EST.
• Reforma agrária.
• Nacionalização de empresas.
• Sovietes – controle das fábricas.
• Czar e sua família são fuzilados.
Propaganda Bolchevique

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Guerra civil (1917 – 1921):
– VERMELHOS (bolcheviques + sovietes + camponeses).*

X
– BRANCOS (mencheviques + latifundiários + Igreja Ortodoxa
+ czaristas + potências estrangeiras).
• Comunismo de Guerra: centralização da produção, requisição
agrícola forçada, eliminação da economia de mercado.
• Brancos são derrotados – potências estrangeiras impõe o chamado
“cordão sanitário” (isolamento) à RUS.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• NEP (Nova Política Econômica) – 1921 – 1928
– Lênin.
– Plano de recuperação da economia russa.
– Introdução de elementos capitalistas (provisórios e
parciais), conciliados com base socialista.
– “Um passo para trás para dar dois passos para frente”.
– Pequenas e médias empresas (até 20 funcionários).
• Comércio livre de produtos agrícolas.
• Recuperação parcial do país.
• 1922: país adota o nome de URSS (União das
Repúblicas Socialistas Soviéticas).
iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• A disputa de poder:
– 1924 – Lênin morre.
– TRÓTSKY – Revolução Permanente

X
– STÁLIN – Socialismo em um só país.*

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
6 - O STALINISMO (1924 – 1953):
• Ditadura totalitária.
• Eliminação da oposição.
• Expurgos, prisões e torturas.

iair@pop.com.br

TRÓTSKY: Assassinado a
mando de Stálin no México
em 1940.

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Burocratização estatal.
• Controle do ensino e comunicações.
• Culto ao líder (Stálin = “guia genial
dos povos”).
• Propaganda governamental.
• Russificação de outras
nacionalidades.

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
PROPAGANDA STALINISTA:
STÁLIN: Protetor dos povos

TRÓTSKY: inimigo do Estado

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Controle da arte (Realismo Socialista):
– Funções didáticas.
– Incentivo à submissão.
– Nacionalismo.
– Mensagens e linguagens populares de fácil assimilação.
• Cancelamento da NEP (1928).
• Planificação econômica.
• Coletivização agrícola.
• Prioridade industrial (base).

iair@pop.com.br

Prof. Iair
IDADE CONTEMPORÂNEA
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
• Planos Qüinqüenais (1928):
– Metas a cada 5 anos.
– Indústria de base (ênfase).

• SOCIALISMO REAL: modelo stalinista de socialismo baseado
na planificação econômica, burocratização e ultra-centralização,
adotado mundialmente.

iair@pop.com.br

Prof. Iair

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independênciaEdenilson Morais
 
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)Isaquel Silva
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoEdenilson Morais
 
Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)Norma Almeida
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Edenilson Morais
 
Brasil colonial as revoltas coloniais
Brasil colonial   as revoltas coloniaisBrasil colonial   as revoltas coloniais
Brasil colonial as revoltas coloniaisEdenilson Morais
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairTricia Carnevale
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerrasItalo Colares
 
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e Urbano
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e UrbanoAS Cruzadas e o Renascimento Comercial e Urbano
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e UrbanoFelipe de Souza
 
Brasil Império: Primeiro Reinado (1822-1831)
Brasil Império:   Primeiro Reinado (1822-1831)Brasil Império:   Primeiro Reinado (1822-1831)
Brasil Império: Primeiro Reinado (1822-1831)Edenilson Morais
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.Privada
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)Edenilson Morais
 
Descolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaDescolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaIsaquel Silva
 

Mais procurados (20)

Brasil colonial: O processo de independência
Brasil colonial:   O processo de independênciaBrasil colonial:   O processo de independência
Brasil colonial: O processo de independência
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colônia
 
INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
 
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)Brasil Império  - Período Regencial (1831-1840)
Brasil Império - Período Regencial (1831-1840)
 
Imperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e NeocolonialismoImperialismo e Neocolonialismo
Imperialismo e Neocolonialismo
 
Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)Revolucao inglesa (1)
Revolucao inglesa (1)
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917Revolução Russa de 1917
Revolução Russa de 1917
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
 
A Era Vargas
A Era Vargas A Era Vargas
A Era Vargas
 
Brasil colonial as revoltas coloniais
Brasil colonial   as revoltas coloniaisBrasil colonial   as revoltas coloniais
Brasil colonial as revoltas coloniais
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Baixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof IairBaixa Idade Media - Prof Iair
Baixa Idade Media - Prof Iair
 
Periodo entre guerras
Periodo entre guerrasPeriodo entre guerras
Periodo entre guerras
 
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e Urbano
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e UrbanoAS Cruzadas e o Renascimento Comercial e Urbano
AS Cruzadas e o Renascimento Comercial e Urbano
 
Brasil Império: Primeiro Reinado (1822-1831)
Brasil Império:   Primeiro Reinado (1822-1831)Brasil Império:   Primeiro Reinado (1822-1831)
Brasil Império: Primeiro Reinado (1822-1831)
 
E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.E.U.A no século XIX.
E.U.A no século XIX.
 
República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
 
Descolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásiaDescolonização da áfrica e ásia
Descolonização da áfrica e ásia
 
Roma
RomaRoma
Roma
 

Semelhante a Revolucao russa

Semelhante a Revolucao russa (20)

Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
aula03 revolucaorussa221-120510225442-phpapp02.ppt
aula03 revolucaorussa221-120510225442-phpapp02.pptaula03 revolucaorussa221-120510225442-phpapp02.ppt
aula03 revolucaorussa221-120510225442-phpapp02.ppt
 
A Revolução Russa (1917)
A Revolução Russa (1917)A Revolução Russa (1917)
A Revolução Russa (1917)
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa maria
Revolução russa mariaRevolução russa maria
Revolução russa maria
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
21.revolução russa
21.revolução russa21.revolução russa
21.revolução russa
 
100 anos da revolução russa
100 anos da revolução russa100 anos da revolução russa
100 anos da revolução russa
 
812734c7eb0944759c6451387424b198
812734c7eb0944759c6451387424b198812734c7eb0944759c6451387424b198
812734c7eb0944759c6451387424b198
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
21
2121
21
 
Revoluçao Russa
Revoluçao RussaRevoluçao Russa
Revoluçao Russa
 
Revolucão Russa
Revolucão RussaRevolucão Russa
Revolucão Russa
 
Revolucao russa22
Revolucao russa22Revolucao russa22
Revolucao russa22
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 

Mais de luizmourao23

Jovem de futuro tutor edital 2015
Jovem de futuro tutor    edital 2015 Jovem de futuro tutor    edital 2015
Jovem de futuro tutor edital 2015 luizmourao23
 
Jovem de futuro carta de recomendação
Jovem de futuro   carta de recomendaçãoJovem de futuro   carta de recomendação
Jovem de futuro carta de recomendaçãoluizmourao23
 
Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2luizmourao23
 
Edital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabEdital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabluizmourao23
 
Jovem de futuro resultado seleção
Jovem de futuro   resultado seleçãoJovem de futuro   resultado seleção
Jovem de futuro resultado seleçãoluizmourao23
 
Enem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosEnem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosluizmourao23
 
Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008luizmourao23
 
Revolucao francesa
Revolucao francesaRevolucao francesa
Revolucao francesaluizmourao23
 

Mais de luizmourao23 (20)

Jovem de futuro tutor edital 2015
Jovem de futuro tutor    edital 2015 Jovem de futuro tutor    edital 2015
Jovem de futuro tutor edital 2015
 
Jovem de futuro carta de recomendação
Jovem de futuro   carta de recomendaçãoJovem de futuro   carta de recomendação
Jovem de futuro carta de recomendação
 
Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2Edital cultura2014.2
Edital cultura2014.2
 
Edital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilabEdital especialização-ufal-unilab
Edital especialização-ufal-unilab
 
Jovem de futuro resultado seleção
Jovem de futuro   resultado seleçãoJovem de futuro   resultado seleção
Jovem de futuro resultado seleção
 
Enem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritosEnem2009 gabaritos
Enem2009 gabaritos
 
Enem2009 prova2
Enem2009 prova2Enem2009 prova2
Enem2009 prova2
 
Enem2009 prova1
Enem2009 prova1Enem2009 prova1
Enem2009 prova1
 
Gabarito 2004
Gabarito   2004Gabarito   2004
Gabarito 2004
 
Gabarito 2005
Gabarito   2005Gabarito   2005
Gabarito 2005
 
Gabarito 2003
Gabarito 2003Gabarito 2003
Gabarito 2003
 
Gabarito.2007
Gabarito.2007Gabarito.2007
Gabarito.2007
 
Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008Enem gabarito 2008
Enem gabarito 2008
 
EGP
EGPEGP
EGP
 
EditalisencaoUECE
EditalisencaoUECEEditalisencaoUECE
EditalisencaoUECE
 
Revolucao francesa
Revolucao francesaRevolucao francesa
Revolucao francesa
 
Rev liberais
Rev liberaisRev liberais
Rev liberais
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Reforma
ReformaReforma
Reforma
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
 

Último

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 

Último (20)

Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 

Revolucao russa

  • 1. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo. CZAR NICOLAU II 1 - ANTECEDENTES: • Absolutismo (Czar Nicolau II). • País mais atrasado da Europa. • Ausência de liberdades individuais. • Igreja Ortodoxa monopolizava o ensino e possuía privilégios. • Concentração fundiária (boiardos = nobres proprietários). • Camponeses (mujiques) explorados de forma quase feudal. • Poucas indústrias (capital estrangeiro da BEL, FRA, ALE e ING). iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 2. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) A EXPLORAÇÃO DO ESTADO CZARISTA: iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 3. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Movimento oposicionista (desde fins do século XIX): – Todos clandestinos. – Niilistas (anarquistas) – prática de atentados. – Populistas Narodiniques – socialismo com base na comunidade rural camponesa (MIR). – Partido Socialista-Revolucionário (1901) – composto por camponeses e intelectuais. – POSDR – Partido Operário Social Democrata Russo (1898) – formado por intelectuais. Dividido em 1903. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 4. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) MENCHEVIQUES (minoria) – Revolução liberal burguesa aos moldes da Revolução Francesa. Líder: Martov. BOLCHEVIQUES (maioria): Revolução socialista com participação de operários e camponeses, liderada por partido 100% revolucionário e absolutamente disciplinado. Líder: LÊNIN LÊNIN. CLONAGEM HUMANA? PROF. CAETANO – KADET (1905) – Partido Constitucional Democrata, formado pela burguesia. Politicamente fraco. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 5. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) 2 - A REVOLUÇÃO DE 1905: O ENSAIO GERAL • RUS X JAP* (posse da Coréia e da Manchúria). • Crise de abastecimento, inflação, greves • “Domingo Sangrento” (jan/1905). – Massacre de populares pela polícia czarista (OKHRANA). • Insurreições em vários pontos do país (camponeses, outras nacionalidades e militares – Encouraçado Potemkin). • Repressão violenta do czar. • Manifesto Czarista (outubro) – proposta de regime representativo por meio da DUMA (parlamento). iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 6. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) O DOMINGO SANGRENTO E O ENSAIO GERAL: 1 e 2 - Fotos do chamado “Domingo Sangrento” (jan/1925) 2 3 3 - Cena do filme “O Encouraçado Potemkin”, de 1925. 1 iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 7. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) – Outubristas – grupo que aceitou a proposta do czar, burgueses em sua maioria. – Anos mais tarde, o czar toma medidas restritivas à atuação do parlamento. • SOVIETES: conselhos de operários, camponeses e soldados. 3 - A RÚSSIA E A I GUERRA MUNDIAL: • Muitos soldados. • Táticas antigas. DERROTAS CONSTANTES • Comando ineficiente. • Pouca aparelhagem. • Abastecimento precário. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 8. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Czar perde o controle sobre o país: incompetência, burocracia dispendiosa e inoperante. • Misticismo causa maior descrédito do czar sobre o povo (Rasputin). • Crise econômica. • Mais de 5 milhões de mortos (guerra, fome, doenças...). • Czar é deposto (fev/1917). RASPUTIN 4 - A REVOLUÇÃO DE FEVEREIRO (1917): • Revolução menchevique. • Fase liberal-burguesa. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 9. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Governo de coalizão: – DUMA (controlada pelo Kadet). – Soviete de Petrogrado (controlado pelos Mencheviques e Socialistas-Revolucionários). • Liberdades individuais. • Redução da jornada de trabalho (10 horas). • Liberdade de imprensa. • Anistia aos presos e exilados políticos. • Fracassos militares. • Kerênsky (menchevique) assume o controle da Duma. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 10. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Lênin retorna do exílio – TESES DE ABRIL – “Paz, terra e pão”. – “Todo o poder aos sovietes”. • Formação da Guarda Vermelha (Trótsky). TRÓTSKY • Out/1917 – Soviete de Petrogrado, liderado por Trótsky ataca o Palácio de Inverno. Bocheviques tomam o poder. TOMADA DO PALÁCIO DE INVERNO. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 11. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) 5 - A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO (1917) E O GOVERNO DE LÊNIN (1917 – 1924): • Bolcheviques no poder. • Lênin no comando do país. • Acordo de paz com a ALE (Brest-Litovski) – RUS sai da guerra. – RUS perde a POL, FIN, LIT, LET e EST. • Reforma agrária. • Nacionalização de empresas. • Sovietes – controle das fábricas. • Czar e sua família são fuzilados. Propaganda Bolchevique iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 12. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Guerra civil (1917 – 1921): – VERMELHOS (bolcheviques + sovietes + camponeses).* X – BRANCOS (mencheviques + latifundiários + Igreja Ortodoxa + czaristas + potências estrangeiras). • Comunismo de Guerra: centralização da produção, requisição agrícola forçada, eliminação da economia de mercado. • Brancos são derrotados – potências estrangeiras impõe o chamado “cordão sanitário” (isolamento) à RUS. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 13. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • NEP (Nova Política Econômica) – 1921 – 1928 – Lênin. – Plano de recuperação da economia russa. – Introdução de elementos capitalistas (provisórios e parciais), conciliados com base socialista. – “Um passo para trás para dar dois passos para frente”. – Pequenas e médias empresas (até 20 funcionários). • Comércio livre de produtos agrícolas. • Recuperação parcial do país. • 1922: país adota o nome de URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas). iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 14. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • A disputa de poder: – 1924 – Lênin morre. – TRÓTSKY – Revolução Permanente X – STÁLIN – Socialismo em um só país.* iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 15. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) 6 - O STALINISMO (1924 – 1953): • Ditadura totalitária. • Eliminação da oposição. • Expurgos, prisões e torturas. iair@pop.com.br TRÓTSKY: Assassinado a mando de Stálin no México em 1940. Prof. Iair
  • 16. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Burocratização estatal. • Controle do ensino e comunicações. • Culto ao líder (Stálin = “guia genial dos povos”). • Propaganda governamental. • Russificação de outras nacionalidades. iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 17. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) PROPAGANDA STALINISTA: STÁLIN: Protetor dos povos TRÓTSKY: inimigo do Estado iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 18. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Controle da arte (Realismo Socialista): – Funções didáticas. – Incentivo à submissão. – Nacionalismo. – Mensagens e linguagens populares de fácil assimilação. • Cancelamento da NEP (1928). • Planificação econômica. • Coletivização agrícola. • Prioridade industrial (base). iair@pop.com.br Prof. Iair
  • 19. IDADE CONTEMPORÂNEA REVOLUÇÃO RUSSA (1917) • Planos Qüinqüenais (1928): – Metas a cada 5 anos. – Indústria de base (ênfase). • SOCIALISMO REAL: modelo stalinista de socialismo baseado na planificação econômica, burocratização e ultra-centralização, adotado mundialmente. iair@pop.com.br Prof. Iair