SlideShare uma empresa Scribd logo
Revisão Sistemática
da Literatura (SLR)

I Capacitação em Metodologia da
       Pesquisa Científica

  Prof. Miguel Isoni Filho
        João Pessoa
        Outubro 2012
Roteiro da aula
   Introdução
   Métodos de SLR
       (1) Narrative Review
       (2) Descriptive Review
       (3) Vote Counting
       (4) Meta-analysis

   Mapping Studies
   Procedimentos extras
       (1) Avaliação da qualidade
       (2) Análise de redes sociais (ARS)

   Exemplo de SLR: limitação digital
   Resumo e sugestões.

                I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Revisão Sistemática da Literatura (SLR)
Introdução

Revisão sistemática de literatura (systematic literature review – SLR) é
        o pilar da prática baseada em evidências de literatura
               especializada (DYBÅ; DINGSØYR, 2008)

   Diante da literatura em crescimento, cujo conhecimento encontra-se
    inexplorado, a SLR merece maior prioridade que a adição de um
    novo experimento ou survey (Glass, 1976)
                Destaca-se que uma tendência recente na revisão de
                literatura é integrar e caracterizar um conjunto de
                definições, diferenças e relações entre conceitos, resultando
                em um modelo de referência para implicações em
                investigações acadêmico-científica ou implicações práticas.




                   I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Introdução
                                             [FATOS]
     Há estudos em Sistema de Informação (SI), em torno de 7%, que já
      utilizam SLR como a metodologia de pesquisa (KING; HE, 2005).

          A SLR segue como um método importante em SI, especialmente
    devido aos inúmeros estudos que vem sido desenvolvidos nos últimos
    anos     sobre      o    modelo   de    aceitação   de   tecnologia  –
    (Technology Acceptance Model – TAM), em prol da investigação da
    inter/multidisciplinaridade de uma determinada área do conhecimento.




No entanto, a investigação em SI (assim como ocorre em outros campos)
       apresenta uma situação que merece análise: conclusões
 aparentemente conflitantes sobre o mesmo questionamento de pesquisa.


                    I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
         O acúmulo de conhecimentos depende cada vez mais da
       integração entre estudos anteriores e a descoberta empíricas
                            (KING; HE, 2005).

          Pesquisadores podem usar uma série de técnicas para fazer
     sentido a uma literatura, com o propósito de lançar resultados
     atuais de pesquisa sobre contextos e explicações contraditórias
     sobre a mesma temática (RUMRILL; FITZGERALD, 2001)


    Há uma gama de estudos que dicotomizam
     os métodos de SLR entre as abordagens
           quantitativas e qualitativas.




                    I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Protocolo da SLR

                   Para estabelecer as etapas da SLR, necessita-se
                   definir um protocolo que especifique os
                   procedimentos a serem utilizados durante a revisão.


Protocolo:
Reduz a possibilidade de ocorrer viés na pesquisa;
Evita a seleção e análise dos estudos primários de forma parcial.


          Segundo Cook et al. (1997), os procedimentos
 metodológicos, presentes no protocolo, representam as “forças” da
 SLR, permitindo tanto avaliar o estado atual dos conhecimentos da
 área, como manter a atualização de pesquisas em base avançada.


                 I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Resumo




                                                               (Kitchenham, 2004)

         I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR




       Esta abordagem pode ser excessivamente simplista pelo fato
       das técnicas variarem no grau de revisão sistemática de um corpo
       literatura existente, que vai desde puramente qualitativa a
       moderadamente quantitativa para puramente quantitativo.


             I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Narrative Review

   Apresentam descrições verbais sobre estudos publicados, a partir da
    junção de teorias, modelos e seus fatores elementares
    (preditor, moderador ou mediador), além de resultados de pesquisa.

   OBJETIVO: Postular ou avançar novas teorias e modelos (olhar
    exploratório), além analisar temas importante e/ou controversos.


             Pela falta do rigor metodológico, com base em um protocolo de
             pesquisa, ao realizar uma revisão narrativa, os pesquisadores
             tendem a consciente ou inconscientemente fazer julgamentos
             que suportam seu próprio plano de fundo.



                  I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Descriptive Review
   A revisão descritiva segue a finalidade de introduzir certa quantificação da
    literatura investigada, vezes guinada por uma análise de distribuição de
    frequência de um corpo de categorias de análise (KING; HE, 2005).


   Objetivo: descobrir em que medida a literatura existente suporta uma
    proposição teórica ou revela algo relativo à configuração da pesquisa.

                        teoria fundamentada


                        metodologia de pesquisa
CATEGORIAS
 DE ANÁLISE             abordagem principal

                        resultados simbólicos de pesquisa


                       I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Vote Counting

   Pesquisadores classificam esse método como sendo uma
    revisão moderadamente quantitativo, pelo fato de não se
    preocupar em analisar o efeito e a confiabilidade dos estudos

   Uso simples e conveniente.

   Objetivo: fazer inferências qualitativas sobre o foco dos
    estudos revisados (ex. interpretar as magnitudes das
    correlações) por intermédio da análise comparativa e analítica
    entre os estudos.

                             Este método faz uso de resultados, especialmente,
                              providos da significância dos testes de hipóteses,
                                proporcionados a partir da análise do p-valor.



                   I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Meta-analysis
[“Análise das análises”]

   Tendência mais recente nas SLR em SI.

   Mais comumente método utilizado na síntese quantitativa de
    pesquisas nas ciências sociais e comportamentais.

   Objetivo: fornecer uma oportunidade alternativa de melhor
    visualização do contexto de pesquisa em questão, combinando e
    analisando resultados quantitativos de estudos empíricos
    (GLASS, 1976), a fim de dar sentido à literatura em rápida evolução.




                   I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
              Nos últimos anos, meta-análise adiquiriu certa
   reputação, especialmente nos campos das ciências ciências sociais e
                     comportamentais (FIELD, 2001).

     Exemplo: Alguns journals revisaram suas políticas editoriais de
    publicação a fim de incentivar o uso de meta-análise - Academy of
                    Management Journal, desde 2002.



Características gerais da meta-análise
 Menos sujeito a críticas por parte de avaliadores
 Menos subjetivo comparado aos outros métodos de revisão.
 Configurado como sendo de confirmação da natureza.
 Sintonizado fortemente com a tradição positivista.
 Concentração em dados, operacionalização de variáveis.
 Resultado global mais preciso e confiável.


                  I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Preocupações com a meta-análise

        Mesmo sendo potencialmente eficaz, em muitas áreas do
    conhecimento, no entanto, este método é extremamente subutilizado
          (Hwang, 1996), sendo suas práticas conceitualmente e
              metodologicamente falhas (KING; HE, 2005).

   Viés de amostragem para estudos empíricos
    Reflete efeitos de tamanho, visto que os tipos de pesquisas que
    podem fornecer dados são: survey, experimento, estudos de campo.

   Garbage In Garbage Out (GIGO)
    Pelo fato de diferenciar os estudos via critérios de qualidade, esse
    método pode ser influenciado negativamente pela inclusão de
    resultados falhos, acarretando em conclusões infundamentadas.




                   I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Métodos de SLR
Preocupações com a meta-análise

   Viés de publicação
    Conhecido como o “file-drawer problem” (problema gaveta), o viés
    de publicação refere-se à seleção de estudos que fornecem
    resultados unicamente significativos, enquanto resultados não
    significativos tendem a ser relegados em gavetas.

   Maçãs e laranjas
    Uma meta-análise com resultados derivados de estudos com
    objetivos, medidas e procedimentos incomensuráveis.

   Pequeno tamanho da amostra
    Se o campo de pesquisa for dificilmente envolvido por estudos
    empíricos suficientes, seu uso não trará resultados conclusivos.


                  I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Mapping Studies
   Estudos de mapeamento

    Estudos que visam encontrar e classificar os estudos primários em
    uma área temática específica de interesse da pesquisa.

Questão de pesquisa: O que sabemos sobre o tema X?

    De acordo com Kitchenham (2010), os estudos de mapeamento
    podem ser utilizados​​ para identificar na literatura a “discussão
    sobre o tema X”, antes de iniciar as SLRs convencionais.




         Alguns estudos de mapeamentos estão preocupados
            em sintetizar de que forma os acadêmicos e as
               instituições realizam pesquisas sobre X.

                   I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Procedimentos EXTRAS
Avaliação da qualidade


Uma vez selecionados os estudos primários adequados, necessita-se
   estabelecer uma avaliação da qualidade dos mesmos, dado por
        meio da utilização de um “instrumento da qualidade”
     específico, contendo uma lista de critérios que precisam ser
                            analisados.


                    Objetivo: limitar distorções na condução da
                    revisão, permitir a obtenção de insights sobre
                    possíveis comparações entre os diferentes
                    estudos, e fornecer informações que orientem no
                    procedimento de extração e síntese dos dados.



                I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Procedimentos EXTRAS
Avaliação da qualidade

Obs. prevenir viéses no desenrolar da revisão.




                 I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Procedimentos EXTRAS
Análise de Redes Sociais (SNA)

   social network analysis (SNA) (WELLMAN, 1988)

    Objetivo:    conduzir   implicações     para    a    ciência   que
    abrange, fundamentalmente, a proposição e validação preliminar de
    uma rede de colaboração científica para a caracterização do estágio
    atual de desenvolvimento de pesquisas.

         Contribui para a ampliação do conhecimento a respeito da rede de
        colaboração investigada, formada pelos autores que desenvolveram
        produção acadêmica do tema em questão, ou seja, quais seriam as
     principais instituições, grupos e pesquisadores que estão desenvolvendo
          estudos sobre o fenômeno, bem como as regiões geográficas e
                sociopolíticas que propõem soluções para o mesmo.


                    I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Procedimentos EXTRAS
Análise de Redes Sociais (SNA)


  Sugere-se, para tanto, a aplicação de certas ferramentas analíticas de
   redes sociais, construídas a partir do método ARS, a fim de identificar
  as conexões (laços relacionais ou elos) e pontos (nós ou atores) dentro
          de um sistema determinado (rede pessoal/institucional).

  Apoiado pelos softwares Ucinet 6.109 e Netdraw 2.28.

  Ucinet 6.109: cria matrizes para a análise dos dados da rede.
  Netdraw 2.28: constrói       gráficos da rede investigada, podendo
  observar os laços relacionais (conexões) existentes entre os diferentes
  atores (nós) da rede, assim como analisar se tais laços são definidos
  por díades, tríades ou grupos.

                 I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Exemplo de SLR




             Limitações Digitais
       Revisão Sistemática da Literatura

                [WORKING PAPER/2012]

           Dr. Carlo Gabriel Porto Bellini
            Miguel Mauricio Isoni Filho



          I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Exemplo de SLR: limitação digital

         Modelo Tridimensional de Limitações Digitais




                                               (Bellini et al., 2010)
I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Exemplo de SLR: limitação digital
Sobre o método

 Por meio de uma SLR, discute-se a identificação e a síntese, de
 forma sistemática e auditável, de uma amostra de estudos relevantes
 publicados entre 2006 e 2011 nas áreas de TI, CI, comunicação e
 sociologia que abordam temáticas do campo da exclusão digital.

     Procedimentos do Protocolo
     1.  justificativa
     2.  questão de pesquisa
     3.  seleção das fontes primárias (periódicos);
     4.  estratégia de busca e seleção dos estudos primários;
     5.  extração dos dados;
     6.  síntese dos dados extraídos.
Exemplo de SLR: limitação digital
     Etapa 1: Justificativa

     Segue-se uma série de pontos para justificar sua aplicação:

1.    caracterizar um conjunto essencial de definições, diferenças e
      relações entre tipos de limitação digital;
2.    identificar lacunas nas pesquisas atuais, a fim de determinar se
      uma investigação mais aprofundada seria necessária;
3.    para fins futuros, examinar em que medida uma dada hipótese é
      suportada ou refutada pela evidência empírica disponível.

     Etapa 2: Questão de pesquisa:

              A literatura reconhece e discute as três formas de
              limitações digitais (acesso, cognição e comportamento)?

                    I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Etapa 3: Seleção das fontes primárias
Exemplo de SLR: limitação digital
     Etapa 4: Estratégia de busca e seleção dos estudos primários




1.   Período 2006-2010.
2.   No máximo três estudos
3.   Mais recentes.




     Uma estratégia de busca bem-estruturada permite a integridade da
     pesquisa, visto que a extensão da pesquisa pode ser realizada para
       confirmar e refutar hipóteses, ou auxiliar na geração de novas.

                              I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Exemplo de SLR: limitação digital
    Etapa 5: Extração dos dados

 Leitura completa de cada um dos estudos selecionados;
 Estudos foram avaliados e sintetizados [2x];
 Perspectiva de pesquisa do tipo top-down.

Após selecionar, avaliar e sintetizar 31 ESTUDOS, foram extraídos os
dados com base nas seguintes categorias organizadas previamente:

               1.   FORMA DE LIMITAÇÃO DIGITAL
    TOP-DOWN




               2.   ESCOPO (ESC.)
               3.   MÉTODO (MÉT.)
               4.   EXTENSÃO (EXT.)
               5.   CONTEXTO
               6.   IMPLICAÇÃO (“Por quê?”)           Etapa 6: síntese dos
               7.   CAUSAS E SOLUÇÕES                     dados extraídos
Exemplo de SLR: limitação digital
Discussão dos resultados

      Apenas o estudo de Donat et al. (2009) considera essa três
        possibilidades entre 2006 e 2011 nas fontes adotadas.


Entre os 31 estudos primários (artigos):
Predominam aqueles que abordam apenas LA, totalizando 13 artigos (42%); e,
LA junto com LI e LC, eleva-se este total para 22 artigos (71%).


Considerando apenas os 27 estudos que apresentam resultados empíricos:
17 estudos (63%) se concentram no escopo “sociedade” e nenhum em “indivíduo”

No que se refere ao método das pesquisas:
19 artigos (70%) aplicam survey ou análise de dados primários; e,
19 artigos (70%) apresentam extensão transversal.
Exemplo de SLR: limitação digital
Em suma...

 Percebe-se a necessidade de pesquisas que investiguem o fenômeno
     das limitações digitais de modo mais completo, considerando as
           potenciais dimensões de análise (acesso, cognição e
     comportamento) e as interdependências entre elas, de modo
   que ações individuais, comunitárias e governamentais surtam efeito
         no que se relaciona à adoção e ao uso efetivo das TICs.

       A isto, propõe-se ampla aplicação e validação do modelo
     tridimensional de limitações digitais de Bellini et al. (2010), que
         pode se beneficiar das evidências encontradas na revisão
          sistemática da literatura parcialmente apresentada aqui.
Exemplo de SLR: limitação digital
Conclusões do estudo

Esta pesquisa fornece resultados para fins conceituais e práticos
previstos para o campo de estudos sobre limitação digital.

Em especial, entende-se que esta pesquisa apresenta benefícios ao
cobrir fontes internacionais qualificadas sobre a temática e fatores que
descrevem parte dessa literatura e identificar as variáveis que
descrevem parte da variância do fenômeno de interesse.

     Por fim, destaca-se que a aplicação de princípios de SLR permite
       alguma segurança ao leitor no que diz respeito à confiabilidade
         dos resultados, especialmente quanto às áreas consideradas
      (tecnologia da informação, ciência da informação, comunicação e
             sociologia), às categorias de análise e ao período do
                          levantamento (2006 a 2011).
Resumo




                                                               (Kitchenham, 2004)

         I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Considerações finais

          A SLR mudou o curso das pesquisas em diversas áreas.
     Por intermédio do uso desse método é possível acompanhar as
     mudanças que ocorrem constantemente nos objetos de estudo em
       SI, área que, pelo fato de ter uma natureza dinâmica, requer
                  avaliações precisas e em tempo hábil.

   Ao sintentizar estudos teóricos/empirícos, a SLR pode servir como
    uma eficiente ferramenta para satisfazer as necessidades de
    conclusões gerais sobre um determinado fenômeno de interesse.

               Espero que cada um de VOCÊS também se
               beneficie de forma significativa para realizar
                  revisões sistemáticas da literatura

                  I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Referências
BELLINI, C.G.P.; GIEBELEN, E.; CASALI, R.R.B. Limitações digitais. Informação & Sociedade, v.
   20, n. 2, 2010, p. 25-35.
COOK, D.J.; MULROW, C.D.; HAYNES, R.B. Systematic reviews: Synthesis of best evidence for
   clinical decisions. Annals of Internal Medicine, v. 126, n. 5, 1997, p. 376-380.
DONAT, E.; BRANDTWEINER, R.; KERSCHBAUM, J. Attitudes and the digital divide: Attitude
   measurement as instrument to predict Internet usage. Informing Science, v. 12, 2009, p. 37-56.
DYBÅ, T.; DINGSØYR, T. Empirical studies of agile software development: A systematic review.
   Information & Software Technology, v. 50, n. 9, 2008, p. 178-187.
FIELD, A.P. Meta-Analysis of Correlation Coefficients: A Monte Carlo Comparison of Fixed- and
   Random-Effects Methods, Psychological Methods, v. 6, n. 2, 2011.
GLASS, G.V. Primary, secondary, and meta-analysis of research. Review of Research in
   Education, v. 5, n. 10, 1976.
GUZZO, R.A., S.E.; JACKSON, R.A.; KATZELL Meta-Analysis Analysis”, Research in
   Organizational Behavior, v. 9, 1987.
KING, W. R.; HE, J. Understanding the role and methods of meta-analysis in IS research.
   Communications of the AIS, v. 15, 2005.
KITCHENHAM, B. Procedures for performing systematic reviews. Technical Report TR/SE-0401.
   Keele: Keele University, 2004.
RUMRILL, P.D. JR.; FITZGERALD, S.M. Using Narrative Literature Reviews To Build A Scientific
   Knowledge Base, Work: A Journal of Prevention, Assessment and Rehabilitation, v. 16. v.
   2, 2011.
WELLMAN, B. Network analysis: From method and metaphor to theory and substance. In:
   Wellman, B., Berkowit, D. (Eds.). Social structures: A network approach. New York: Cambridge
   University, 1988.


                        I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
Revisão Sistemática
da Literatura (SLR)

Muito obrigado!
         Miguel Isoni Filho
               isonifilho@gmail.com




 I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa Bibliografica
Leticia Strehl
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
Felipe Silva
 
Técnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dadosTécnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dados
Raquel Stela de Sá
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Rodrigo Abreu
 
Revisão Sistemática - Protocolo
Revisão Sistemática - ProtocoloRevisão Sistemática - Protocolo
Revisão Sistemática - Protocolo
Elizabete Munzlinger
 
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Fabiano Souza
 
Aula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisaAula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisa
Tereza Carneiro
 
Aula 02 - Tipos de Pesquisas
Aula 02 - Tipos de PesquisasAula 02 - Tipos de Pesquisas
Aula 02 - Tipos de Pesquisas
Ghiordanno Bruno
 
Análise de Dados
Análise de DadosAnálise de Dados
Análise de Dados
Lucila Pesce
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
Joao Mattar
 
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Flavio Oliveira Alencar
 
Revisão bibliográfica
Revisão bibliográficaRevisão bibliográfica
Estudo de caso em pesquisa. pdf
Estudo de caso em pesquisa. pdfEstudo de caso em pesquisa. pdf
Estudo de caso em pesquisa. pdf
Marta Elini Borges
 
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Cleide Magáli dos Santos
 
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de CasoMétodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
João Uchôa
 
VOSVIEWER: manual para iniciantes
VOSVIEWER: manual para iniciantesVOSVIEWER: manual para iniciantes
VOSVIEWER: manual para iniciantes
Alessandra Trindade
 
Escrita científica
Escrita científica Escrita científica
Escrita científica
Idalina Jorge
 
Introdução à pesquisa científica
Introdução à pesquisa científicaIntrodução à pesquisa científica
Introdução à pesquisa científica
Paulo Silva
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
Larissa Almada
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
Maria José Rodrigues
 

Mais procurados (20)

Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa Bibliografica
 
Estudo de Caso
Estudo de CasoEstudo de Caso
Estudo de Caso
 
Técnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dadosTécnicas para a coleta de dados
Técnicas para a coleta de dados
 
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
Aula 2   elaboração trabalhos científicosAula 2   elaboração trabalhos científicos
Aula 2 elaboração trabalhos científicos
 
Revisão Sistemática - Protocolo
Revisão Sistemática - ProtocoloRevisão Sistemática - Protocolo
Revisão Sistemática - Protocolo
 
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
Critérios Prisma para Revisoes Sistematicas - melhor transparência nas public...
 
Aula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisaAula o que é pesquisa
Aula o que é pesquisa
 
Aula 02 - Tipos de Pesquisas
Aula 02 - Tipos de PesquisasAula 02 - Tipos de Pesquisas
Aula 02 - Tipos de Pesquisas
 
Análise de Dados
Análise de DadosAnálise de Dados
Análise de Dados
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
 
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
Metodologia pesquisa cientifica 24 03 2009
 
Revisão bibliográfica
Revisão bibliográficaRevisão bibliográfica
Revisão bibliográfica
 
Estudo de caso em pesquisa. pdf
Estudo de caso em pesquisa. pdfEstudo de caso em pesquisa. pdf
Estudo de caso em pesquisa. pdf
 
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
Aula - Metodologia, Método e Técnicas (conceitos básicos)
 
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de CasoMétodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
Métodos e Técnicas de Pesquisa: O Estudo de Caso
 
VOSVIEWER: manual para iniciantes
VOSVIEWER: manual para iniciantesVOSVIEWER: manual para iniciantes
VOSVIEWER: manual para iniciantes
 
Escrita científica
Escrita científica Escrita científica
Escrita científica
 
Introdução à pesquisa científica
Introdução à pesquisa científicaIntrodução à pesquisa científica
Introdução à pesquisa científica
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
 
Estudo de caso
Estudo de casoEstudo de caso
Estudo de caso
 

Destaque

Revisão sistemática
Revisão sistemáticaRevisão sistemática
Revisão sistemática
Wallace Ugulino
 
Revisão Sistemática
Revisão SistemáticaRevisão Sistemática
Revisão Sistemática
Elizabete Munzlinger
 
Introdução à Revisão Sistemática
Introdução à Revisão SistemáticaIntrodução à Revisão Sistemática
Introdução à Revisão Sistemática
Rafael Vivian
 
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Erivan de Sena Ramos
 
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
Robson de Negreiros
 
Guía rápida Base de datos Embase
Guía rápida  Base de datos Embase Guía rápida  Base de datos Embase
Guía rápida Base de datos Embase
Sistema Bibliotecas UNAB
 
Revisão sistemática e meta análise
Revisão sistemática e meta análiseRevisão sistemática e meta análise
Revisão sistemática e meta análise
Paulo Tsuneta
 
Dissertação thais teles de souza
Dissertação thais teles de souzaDissertação thais teles de souza
Dissertação thais teles de souza
LASCES UFPR
 
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
REBRATSoficial
 
Mapa Sistemico
Mapa SistemicoMapa Sistemico
Mapa Sistemico
leonardorfm
 
Tese andréia sanches
Tese andréia sanchesTese andréia sanches
Tese andréia sanches
LASCES UFPR
 
Curso rs e ma
Curso rs e maCurso rs e ma
Curso rs e ma
Arquivo-FClinico
 
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
Fernando Neves Hugo
 
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISEAPRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
Marcella Canto
 
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdosBiblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
Universidade de São Paulo
 
Tutorial CINAHL
Tutorial CINAHLTutorial CINAHL
Tutorial CINAHL
Juliana Takahashi
 
Fator impacto de revistas de enfermagem - 2015
Fator impacto  de revistas de enfermagem - 2015Fator impacto  de revistas de enfermagem - 2015
Fator impacto de revistas de enfermagem - 2015
Universidade de São Paulo
 
Como calcular Índice-H no Google My Citations
Como calcular Índice-H no Google My CitationsComo calcular Índice-H no Google My Citations
Como calcular Índice-H no Google My Citations
Universidade de São Paulo
 
Metanálise
MetanáliseMetanálise
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançadoAprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
Universidade de São Paulo
 

Destaque (20)

Revisão sistemática
Revisão sistemáticaRevisão sistemática
Revisão sistemática
 
Revisão Sistemática
Revisão SistemáticaRevisão Sistemática
Revisão Sistemática
 
Introdução à Revisão Sistemática
Introdução à Revisão SistemáticaIntrodução à Revisão Sistemática
Introdução à Revisão Sistemática
 
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
 
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
Um estudo de mapeamento sistemático sobre o processo de desenvolvimento de so...
 
Guía rápida Base de datos Embase
Guía rápida  Base de datos Embase Guía rápida  Base de datos Embase
Guía rápida Base de datos Embase
 
Revisão sistemática e meta análise
Revisão sistemática e meta análiseRevisão sistemática e meta análise
Revisão sistemática e meta análise
 
Dissertação thais teles de souza
Dissertação thais teles de souzaDissertação thais teles de souza
Dissertação thais teles de souza
 
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
Intervenções educacionais para aumentar o controle da pressão arterial em pac...
 
Mapa Sistemico
Mapa SistemicoMapa Sistemico
Mapa Sistemico
 
Tese andréia sanches
Tese andréia sanchesTese andréia sanches
Tese andréia sanches
 
Curso rs e ma
Curso rs e maCurso rs e ma
Curso rs e ma
 
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
Revisões Sistemáticas e Meta-análise FOP-UNICAMP 2009
 
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISEAPRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
APRESENTAÇÃO: EXEMPLO DE META-ANALISE
 
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdosBiblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
Biblioteca Cochrane: acesse seus conteúdos
 
Tutorial CINAHL
Tutorial CINAHLTutorial CINAHL
Tutorial CINAHL
 
Fator impacto de revistas de enfermagem - 2015
Fator impacto  de revistas de enfermagem - 2015Fator impacto  de revistas de enfermagem - 2015
Fator impacto de revistas de enfermagem - 2015
 
Como calcular Índice-H no Google My Citations
Como calcular Índice-H no Google My CitationsComo calcular Índice-H no Google My Citations
Como calcular Índice-H no Google My Citations
 
Metanálise
MetanáliseMetanálise
Metanálise
 
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançadoAprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
Aprenda a pesquisar no Portal BVS - módulo avançado
 

Semelhante a Revisão Sistemática da Literatura (SLR)

Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário   métodos qualitativos 2 _ corrigidoSeminário   métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
Procambiental
 
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptxA INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
ssuser51efd7
 
Roteiro para revisão bibliográfica
Roteiro para revisão bibliográficaRoteiro para revisão bibliográfica
Roteiro para revisão bibliográfica
Carlos Alberto Monteiro
 
Estudo de caso planejamento e método
Estudo de caso  planejamento e métodoEstudo de caso  planejamento e método
Estudo de caso planejamento e método
Rosane Domingues
 
Dialogos - Estudos de Revisão
Dialogos - Estudos de RevisãoDialogos - Estudos de Revisão
Dialogos - Estudos de Revisão
Carlos Alberto Monteiro
 
Pesquisa em educação
Pesquisa em educaçãoPesquisa em educação
Pesquisa em educação
sahmaronirodrigues2
 
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptxMétodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
ThaisAndreadeOliveir
 
Metodologia Científica
Metodologia CientíficaMetodologia Científica
Metodologia Científica
CEPPAD/UFPR
 
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptxSLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
FABOLASOARESDOSREIS
 
Revisão Sistemática e Bases de Pesquisa
Revisão Sistemática e Bases de PesquisaRevisão Sistemática e Bases de Pesquisa
Revisão Sistemática e Bases de Pesquisa
Edson Oliveira Junior
 
Tecnicas de pesquisa em administracao
Tecnicas de pesquisa em administracaoTecnicas de pesquisa em administracao
Tecnicas de pesquisa em administracao
Universidade Pedagogica
 
Mapping Study
Mapping StudyMapping Study
Mapping Study
Alexandre Duarte
 
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidadeMetodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
Felipe Marques
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
Marta Gomes
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
mauricio aquino
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
mauricio aquino
 
tut_artigo.pdf
tut_artigo.pdftut_artigo.pdf
tut_artigo.pdf
SuelmaAlvesdeCarvalh1
 
Modalidades pesquisa
Modalidades pesquisaModalidades pesquisa
Modalidades pesquisa
Lílian B F Duarte
 
1 seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
1  seminário - como orientar um trabalho de fim de curso1  seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
1 seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
Zoraya Gonçalves Araujo
 
Estudo de caso na engenharia de ´rodução
Estudo de caso na engenharia de ´roduçãoEstudo de caso na engenharia de ´rodução
Estudo de caso na engenharia de ´rodução
CARLOS NASCIMENTO
 

Semelhante a Revisão Sistemática da Literatura (SLR) (20)

Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário   métodos qualitativos 2 _ corrigidoSeminário   métodos qualitativos 2 _ corrigido
Seminário métodos qualitativos 2 _ corrigido
 
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptxA INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
A INTRODUÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA NO MESTRADO.pptx
 
Roteiro para revisão bibliográfica
Roteiro para revisão bibliográficaRoteiro para revisão bibliográfica
Roteiro para revisão bibliográfica
 
Estudo de caso planejamento e método
Estudo de caso  planejamento e métodoEstudo de caso  planejamento e método
Estudo de caso planejamento e método
 
Dialogos - Estudos de Revisão
Dialogos - Estudos de RevisãoDialogos - Estudos de Revisão
Dialogos - Estudos de Revisão
 
Pesquisa em educação
Pesquisa em educaçãoPesquisa em educação
Pesquisa em educação
 
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptxMétodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
Métodos de síntese de conhecimento_FPS.pptx
 
Metodologia Científica
Metodologia CientíficaMetodologia Científica
Metodologia Científica
 
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptxSLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
SLIDE METODOLOGIA DE PESQUISA USP (1).pptx
 
Revisão Sistemática e Bases de Pesquisa
Revisão Sistemática e Bases de PesquisaRevisão Sistemática e Bases de Pesquisa
Revisão Sistemática e Bases de Pesquisa
 
Tecnicas de pesquisa em administracao
Tecnicas de pesquisa em administracaoTecnicas de pesquisa em administracao
Tecnicas de pesquisa em administracao
 
Mapping Study
Mapping StudyMapping Study
Mapping Study
 
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidadeMetodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
Metodologia da pesquisa aplicável à contabilidade
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
 
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De PesquisaComo Elaborar Um Projeto De Pesquisa
Como Elaborar Um Projeto De Pesquisa
 
tut_artigo.pdf
tut_artigo.pdftut_artigo.pdf
tut_artigo.pdf
 
Modalidades pesquisa
Modalidades pesquisaModalidades pesquisa
Modalidades pesquisa
 
1 seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
1  seminário - como orientar um trabalho de fim de curso1  seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
1 seminário - como orientar um trabalho de fim de curso
 
Estudo de caso na engenharia de ´rodução
Estudo de caso na engenharia de ´roduçãoEstudo de caso na engenharia de ´rodução
Estudo de caso na engenharia de ´rodução
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 

Revisão Sistemática da Literatura (SLR)

  • 1. Revisão Sistemática da Literatura (SLR) I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica Prof. Miguel Isoni Filho João Pessoa Outubro 2012
  • 2. Roteiro da aula  Introdução  Métodos de SLR (1) Narrative Review (2) Descriptive Review (3) Vote Counting (4) Meta-analysis  Mapping Studies  Procedimentos extras (1) Avaliação da qualidade (2) Análise de redes sociais (ARS)  Exemplo de SLR: limitação digital  Resumo e sugestões. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 4. Introdução Revisão sistemática de literatura (systematic literature review – SLR) é o pilar da prática baseada em evidências de literatura especializada (DYBÅ; DINGSØYR, 2008)  Diante da literatura em crescimento, cujo conhecimento encontra-se inexplorado, a SLR merece maior prioridade que a adição de um novo experimento ou survey (Glass, 1976) Destaca-se que uma tendência recente na revisão de literatura é integrar e caracterizar um conjunto de definições, diferenças e relações entre conceitos, resultando em um modelo de referência para implicações em investigações acadêmico-científica ou implicações práticas. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 5. Introdução [FATOS] Há estudos em Sistema de Informação (SI), em torno de 7%, que já utilizam SLR como a metodologia de pesquisa (KING; HE, 2005).  A SLR segue como um método importante em SI, especialmente devido aos inúmeros estudos que vem sido desenvolvidos nos últimos anos sobre o modelo de aceitação de tecnologia – (Technology Acceptance Model – TAM), em prol da investigação da inter/multidisciplinaridade de uma determinada área do conhecimento. No entanto, a investigação em SI (assim como ocorre em outros campos) apresenta uma situação que merece análise: conclusões aparentemente conflitantes sobre o mesmo questionamento de pesquisa. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 6. Métodos de SLR O acúmulo de conhecimentos depende cada vez mais da integração entre estudos anteriores e a descoberta empíricas (KING; HE, 2005).  Pesquisadores podem usar uma série de técnicas para fazer sentido a uma literatura, com o propósito de lançar resultados atuais de pesquisa sobre contextos e explicações contraditórias sobre a mesma temática (RUMRILL; FITZGERALD, 2001) Há uma gama de estudos que dicotomizam os métodos de SLR entre as abordagens quantitativas e qualitativas. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 7. Métodos de SLR Protocolo da SLR Para estabelecer as etapas da SLR, necessita-se definir um protocolo que especifique os procedimentos a serem utilizados durante a revisão. Protocolo: Reduz a possibilidade de ocorrer viés na pesquisa; Evita a seleção e análise dos estudos primários de forma parcial. Segundo Cook et al. (1997), os procedimentos metodológicos, presentes no protocolo, representam as “forças” da SLR, permitindo tanto avaliar o estado atual dos conhecimentos da área, como manter a atualização de pesquisas em base avançada. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 8. Resumo (Kitchenham, 2004) I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 9. Métodos de SLR Esta abordagem pode ser excessivamente simplista pelo fato das técnicas variarem no grau de revisão sistemática de um corpo literatura existente, que vai desde puramente qualitativa a moderadamente quantitativa para puramente quantitativo. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 10. Métodos de SLR Narrative Review  Apresentam descrições verbais sobre estudos publicados, a partir da junção de teorias, modelos e seus fatores elementares (preditor, moderador ou mediador), além de resultados de pesquisa.  OBJETIVO: Postular ou avançar novas teorias e modelos (olhar exploratório), além analisar temas importante e/ou controversos. Pela falta do rigor metodológico, com base em um protocolo de pesquisa, ao realizar uma revisão narrativa, os pesquisadores tendem a consciente ou inconscientemente fazer julgamentos que suportam seu próprio plano de fundo. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 11. Métodos de SLR Descriptive Review  A revisão descritiva segue a finalidade de introduzir certa quantificação da literatura investigada, vezes guinada por uma análise de distribuição de frequência de um corpo de categorias de análise (KING; HE, 2005).  Objetivo: descobrir em que medida a literatura existente suporta uma proposição teórica ou revela algo relativo à configuração da pesquisa. teoria fundamentada metodologia de pesquisa CATEGORIAS DE ANÁLISE abordagem principal resultados simbólicos de pesquisa I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 12. Métodos de SLR Vote Counting  Pesquisadores classificam esse método como sendo uma revisão moderadamente quantitativo, pelo fato de não se preocupar em analisar o efeito e a confiabilidade dos estudos  Uso simples e conveniente.  Objetivo: fazer inferências qualitativas sobre o foco dos estudos revisados (ex. interpretar as magnitudes das correlações) por intermédio da análise comparativa e analítica entre os estudos. Este método faz uso de resultados, especialmente, providos da significância dos testes de hipóteses, proporcionados a partir da análise do p-valor. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 13. Métodos de SLR Meta-analysis [“Análise das análises”]  Tendência mais recente nas SLR em SI.  Mais comumente método utilizado na síntese quantitativa de pesquisas nas ciências sociais e comportamentais.  Objetivo: fornecer uma oportunidade alternativa de melhor visualização do contexto de pesquisa em questão, combinando e analisando resultados quantitativos de estudos empíricos (GLASS, 1976), a fim de dar sentido à literatura em rápida evolução. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 14. Métodos de SLR Nos últimos anos, meta-análise adiquiriu certa reputação, especialmente nos campos das ciências ciências sociais e comportamentais (FIELD, 2001). Exemplo: Alguns journals revisaram suas políticas editoriais de publicação a fim de incentivar o uso de meta-análise - Academy of Management Journal, desde 2002. Características gerais da meta-análise  Menos sujeito a críticas por parte de avaliadores  Menos subjetivo comparado aos outros métodos de revisão.  Configurado como sendo de confirmação da natureza.  Sintonizado fortemente com a tradição positivista.  Concentração em dados, operacionalização de variáveis.  Resultado global mais preciso e confiável. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 15. Métodos de SLR Preocupações com a meta-análise Mesmo sendo potencialmente eficaz, em muitas áreas do conhecimento, no entanto, este método é extremamente subutilizado (Hwang, 1996), sendo suas práticas conceitualmente e metodologicamente falhas (KING; HE, 2005).  Viés de amostragem para estudos empíricos Reflete efeitos de tamanho, visto que os tipos de pesquisas que podem fornecer dados são: survey, experimento, estudos de campo.  Garbage In Garbage Out (GIGO) Pelo fato de diferenciar os estudos via critérios de qualidade, esse método pode ser influenciado negativamente pela inclusão de resultados falhos, acarretando em conclusões infundamentadas. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 16. Métodos de SLR Preocupações com a meta-análise  Viés de publicação Conhecido como o “file-drawer problem” (problema gaveta), o viés de publicação refere-se à seleção de estudos que fornecem resultados unicamente significativos, enquanto resultados não significativos tendem a ser relegados em gavetas.  Maçãs e laranjas Uma meta-análise com resultados derivados de estudos com objetivos, medidas e procedimentos incomensuráveis.  Pequeno tamanho da amostra Se o campo de pesquisa for dificilmente envolvido por estudos empíricos suficientes, seu uso não trará resultados conclusivos. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 17. Mapping Studies  Estudos de mapeamento Estudos que visam encontrar e classificar os estudos primários em uma área temática específica de interesse da pesquisa. Questão de pesquisa: O que sabemos sobre o tema X? De acordo com Kitchenham (2010), os estudos de mapeamento podem ser utilizados​​ para identificar na literatura a “discussão sobre o tema X”, antes de iniciar as SLRs convencionais. Alguns estudos de mapeamentos estão preocupados em sintetizar de que forma os acadêmicos e as instituições realizam pesquisas sobre X. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 18. Procedimentos EXTRAS Avaliação da qualidade Uma vez selecionados os estudos primários adequados, necessita-se estabelecer uma avaliação da qualidade dos mesmos, dado por meio da utilização de um “instrumento da qualidade” específico, contendo uma lista de critérios que precisam ser analisados. Objetivo: limitar distorções na condução da revisão, permitir a obtenção de insights sobre possíveis comparações entre os diferentes estudos, e fornecer informações que orientem no procedimento de extração e síntese dos dados. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 19. Procedimentos EXTRAS Avaliação da qualidade Obs. prevenir viéses no desenrolar da revisão. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 20. Procedimentos EXTRAS Análise de Redes Sociais (SNA)  social network analysis (SNA) (WELLMAN, 1988) Objetivo: conduzir implicações para a ciência que abrange, fundamentalmente, a proposição e validação preliminar de uma rede de colaboração científica para a caracterização do estágio atual de desenvolvimento de pesquisas. Contribui para a ampliação do conhecimento a respeito da rede de colaboração investigada, formada pelos autores que desenvolveram produção acadêmica do tema em questão, ou seja, quais seriam as principais instituições, grupos e pesquisadores que estão desenvolvendo estudos sobre o fenômeno, bem como as regiões geográficas e sociopolíticas que propõem soluções para o mesmo. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 21. Procedimentos EXTRAS Análise de Redes Sociais (SNA) Sugere-se, para tanto, a aplicação de certas ferramentas analíticas de redes sociais, construídas a partir do método ARS, a fim de identificar as conexões (laços relacionais ou elos) e pontos (nós ou atores) dentro de um sistema determinado (rede pessoal/institucional). Apoiado pelos softwares Ucinet 6.109 e Netdraw 2.28. Ucinet 6.109: cria matrizes para a análise dos dados da rede. Netdraw 2.28: constrói gráficos da rede investigada, podendo observar os laços relacionais (conexões) existentes entre os diferentes atores (nós) da rede, assim como analisar se tais laços são definidos por díades, tríades ou grupos. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 22. Exemplo de SLR Limitações Digitais Revisão Sistemática da Literatura [WORKING PAPER/2012] Dr. Carlo Gabriel Porto Bellini Miguel Mauricio Isoni Filho I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 23. Exemplo de SLR: limitação digital Modelo Tridimensional de Limitações Digitais (Bellini et al., 2010)
  • 24. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 25. Exemplo de SLR: limitação digital Sobre o método Por meio de uma SLR, discute-se a identificação e a síntese, de forma sistemática e auditável, de uma amostra de estudos relevantes publicados entre 2006 e 2011 nas áreas de TI, CI, comunicação e sociologia que abordam temáticas do campo da exclusão digital. Procedimentos do Protocolo 1. justificativa 2. questão de pesquisa 3. seleção das fontes primárias (periódicos); 4. estratégia de busca e seleção dos estudos primários; 5. extração dos dados; 6. síntese dos dados extraídos.
  • 26. Exemplo de SLR: limitação digital Etapa 1: Justificativa Segue-se uma série de pontos para justificar sua aplicação: 1. caracterizar um conjunto essencial de definições, diferenças e relações entre tipos de limitação digital; 2. identificar lacunas nas pesquisas atuais, a fim de determinar se uma investigação mais aprofundada seria necessária; 3. para fins futuros, examinar em que medida uma dada hipótese é suportada ou refutada pela evidência empírica disponível. Etapa 2: Questão de pesquisa: A literatura reconhece e discute as três formas de limitações digitais (acesso, cognição e comportamento)? I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 27. Etapa 3: Seleção das fontes primárias
  • 28. Exemplo de SLR: limitação digital Etapa 4: Estratégia de busca e seleção dos estudos primários 1. Período 2006-2010. 2. No máximo três estudos 3. Mais recentes. Uma estratégia de busca bem-estruturada permite a integridade da pesquisa, visto que a extensão da pesquisa pode ser realizada para confirmar e refutar hipóteses, ou auxiliar na geração de novas. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 29. Exemplo de SLR: limitação digital Etapa 5: Extração dos dados  Leitura completa de cada um dos estudos selecionados;  Estudos foram avaliados e sintetizados [2x];  Perspectiva de pesquisa do tipo top-down. Após selecionar, avaliar e sintetizar 31 ESTUDOS, foram extraídos os dados com base nas seguintes categorias organizadas previamente: 1. FORMA DE LIMITAÇÃO DIGITAL TOP-DOWN 2. ESCOPO (ESC.) 3. MÉTODO (MÉT.) 4. EXTENSÃO (EXT.) 5. CONTEXTO 6. IMPLICAÇÃO (“Por quê?”) Etapa 6: síntese dos 7. CAUSAS E SOLUÇÕES dados extraídos
  • 30. Exemplo de SLR: limitação digital Discussão dos resultados  Apenas o estudo de Donat et al. (2009) considera essa três possibilidades entre 2006 e 2011 nas fontes adotadas. Entre os 31 estudos primários (artigos): Predominam aqueles que abordam apenas LA, totalizando 13 artigos (42%); e, LA junto com LI e LC, eleva-se este total para 22 artigos (71%). Considerando apenas os 27 estudos que apresentam resultados empíricos: 17 estudos (63%) se concentram no escopo “sociedade” e nenhum em “indivíduo” No que se refere ao método das pesquisas: 19 artigos (70%) aplicam survey ou análise de dados primários; e, 19 artigos (70%) apresentam extensão transversal.
  • 31. Exemplo de SLR: limitação digital Em suma... Percebe-se a necessidade de pesquisas que investiguem o fenômeno das limitações digitais de modo mais completo, considerando as potenciais dimensões de análise (acesso, cognição e comportamento) e as interdependências entre elas, de modo que ações individuais, comunitárias e governamentais surtam efeito no que se relaciona à adoção e ao uso efetivo das TICs. A isto, propõe-se ampla aplicação e validação do modelo tridimensional de limitações digitais de Bellini et al. (2010), que pode se beneficiar das evidências encontradas na revisão sistemática da literatura parcialmente apresentada aqui.
  • 32. Exemplo de SLR: limitação digital Conclusões do estudo Esta pesquisa fornece resultados para fins conceituais e práticos previstos para o campo de estudos sobre limitação digital. Em especial, entende-se que esta pesquisa apresenta benefícios ao cobrir fontes internacionais qualificadas sobre a temática e fatores que descrevem parte dessa literatura e identificar as variáveis que descrevem parte da variância do fenômeno de interesse. Por fim, destaca-se que a aplicação de princípios de SLR permite alguma segurança ao leitor no que diz respeito à confiabilidade dos resultados, especialmente quanto às áreas consideradas (tecnologia da informação, ciência da informação, comunicação e sociologia), às categorias de análise e ao período do levantamento (2006 a 2011).
  • 33. Resumo (Kitchenham, 2004) I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 34. Considerações finais A SLR mudou o curso das pesquisas em diversas áreas. Por intermédio do uso desse método é possível acompanhar as mudanças que ocorrem constantemente nos objetos de estudo em SI, área que, pelo fato de ter uma natureza dinâmica, requer avaliações precisas e em tempo hábil.  Ao sintentizar estudos teóricos/empirícos, a SLR pode servir como uma eficiente ferramenta para satisfazer as necessidades de conclusões gerais sobre um determinado fenômeno de interesse. Espero que cada um de VOCÊS também se beneficie de forma significativa para realizar revisões sistemáticas da literatura I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 35. Referências BELLINI, C.G.P.; GIEBELEN, E.; CASALI, R.R.B. Limitações digitais. Informação & Sociedade, v. 20, n. 2, 2010, p. 25-35. COOK, D.J.; MULROW, C.D.; HAYNES, R.B. Systematic reviews: Synthesis of best evidence for clinical decisions. Annals of Internal Medicine, v. 126, n. 5, 1997, p. 376-380. DONAT, E.; BRANDTWEINER, R.; KERSCHBAUM, J. Attitudes and the digital divide: Attitude measurement as instrument to predict Internet usage. Informing Science, v. 12, 2009, p. 37-56. DYBÅ, T.; DINGSØYR, T. Empirical studies of agile software development: A systematic review. Information & Software Technology, v. 50, n. 9, 2008, p. 178-187. FIELD, A.P. Meta-Analysis of Correlation Coefficients: A Monte Carlo Comparison of Fixed- and Random-Effects Methods, Psychological Methods, v. 6, n. 2, 2011. GLASS, G.V. Primary, secondary, and meta-analysis of research. Review of Research in Education, v. 5, n. 10, 1976. GUZZO, R.A., S.E.; JACKSON, R.A.; KATZELL Meta-Analysis Analysis”, Research in Organizational Behavior, v. 9, 1987. KING, W. R.; HE, J. Understanding the role and methods of meta-analysis in IS research. Communications of the AIS, v. 15, 2005. KITCHENHAM, B. Procedures for performing systematic reviews. Technical Report TR/SE-0401. Keele: Keele University, 2004. RUMRILL, P.D. JR.; FITZGERALD, S.M. Using Narrative Literature Reviews To Build A Scientific Knowledge Base, Work: A Journal of Prevention, Assessment and Rehabilitation, v. 16. v. 2, 2011. WELLMAN, B. Network analysis: From method and metaphor to theory and substance. In: Wellman, B., Berkowit, D. (Eds.). Social structures: A network approach. New York: Cambridge University, 1988. I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica
  • 36. Revisão Sistemática da Literatura (SLR) Muito obrigado! Miguel Isoni Filho isonifilho@gmail.com I Capacitação em Metodologia da Pesquisa Científica