SlideShare uma empresa Scribd logo
Pessoa Física                         Pessoa Jurídica




Classificação das Pessoas Jurídicas   Nome Empresarial


                                      Moreira, Franco & Peixoto Ltda.
                                       Antonio Moreira & Cia. Ltda.
                                       Moreira, Franco & Cia. Ltda.
                                         A. Moreira & Cia. Ltda.
                                                  Razão
                                                  Social




                                                                        Denominação
                                                                           Social




                                                                                      1
Formação do Capital Social                                                   Responsabilidade dos Sócios na Ltda.
                                                                                                                      • Não tem bens
                                                                                                                      particulares
                                                                                                                      • Tem     condições
                                                                                                                      para pagar 50%
         Subscrição                        Integralização
      • promessa do sócio                 • é o cumprimento,                                                   Sócio       Sócio        Sócio
        de conferir                         pelo sócio, da                                                       A           B            C
        determinado                         promessa de                       Valor Subscrito (em R$)            100         100          100
        montante de fundos                  entrega do
        para a formação                     montante com o                    Valor Integralizado (em R$)        100           0            50
        do capital social,                  qual se
        em dinheiro ou
        bens
                                            comprometeu para
                                            a formação do
                                                                              Valor a Integralizar (em R$)        0         100           50
                                            capital social
                                                                                                         • Bens particulares       • Não tem bens
                                                                                                         de $$$ elevado            particulares
                                                                                                         • Forte capacidade        • Não tem condições
                                                                                                         de pagamento              de pagamento




Sociedade Ltda. × Sociedade Anônima                                          Órgãos da Sociedade Anônima

  Características                 Ltda.                         SA
    Mínimo de
                                    2                           2
   Proprietários
                                                                                            Assembléia        Conselho de
    Documento                Contrato Social            Estatuto Social                       Geral          Administração

                             Razão Social ou
 Nome Comercial                                          Denominação
                              Denominação
    Limite da                Total do Capital           Total do Capital
 Responsabilidade                 Social              Subscrito pelo Sócio                                     Conselho
                                                                                             Diretoria
                                                                                                                Fiscal
  Impessoalidade                  Não                         Sim

 Divisão do Capital              Quotas                       Ações

   Proprietários                 Sócios                    Acionistas




Principais Títulos Emitidos pelas S/A                                        Microempresa e Empresa de Pequeno Porte



                                                   Ações                                          Microempresa (ME): Receita Bruta
                                                 Ordinárias                                                   Anual até R$ 240.000,00

                                                   Ações
                   Títulos
                                                Preferenciais

                                                                                  Empresa de Pequeno Porte (EPP):
                                                Debêntures                      Receita Bruta Anual superior a R$
                                                                                240.000,00 até R$ 2.400.000,00




                                                                                                                                                         2
Definir Contabilidade...                   Função da Contabilidade


    Ciência Social
                                                Fatos Contábeis
      Patrimônio

         Informações                            Processamento


           Usuários
                                                    Relatórios
                                                    Contábeis
             Tomada de Decisão




Usuários da Contabilidade × Necessidades




Patrimônio                                 Representação Gráfica do Patrimônio


                                                     ATIVO           PASSIVO


                                                      BENS         OBRIGAÇÕES
               Bens        Direitos                     +
                                                    DIREITOS

                                                 (Lado Esquerdo)   (Lado Direito)
                 Obrigações

                                                       +                 –




                                                                                    3
Balanço Patrimonial                                Patrimônio × Patrimônio Líquido


            ATIVO                   PASSIVO

                              OBRIGAÇÕES
                             Passivo Exigível                      Qual a diferença
         BENS               Capital de Terceiros                  entre Patrimônio e
           +                                                          Patrimônio
       DIREITOS               PATRIMÔNIO                               Líquido?
                                LÍQUIDO
                           Passivo não Exigível
                             Capital Próprio




                                                   Receita × Despesa

                                                   Receita corresponde às vendas de
                                                   produtos, mercadorias ou prestação de
                                                   serviços.




                                                                                  Despesa é todo sacrifício
                                                                                  ou esforço da empresa
                                                                                  para obter a Receitas.




Regime de Caixa                                    Regime de Competência


  Receita     • Efetivo Recebimento
                                                                    • Entrega da Mercadoria ou Prestação
                                                      Receita         do Serviço Vendido, independente
                                                                      do recebimento
 Despesa      • Efetivo Pagamento

                                                                    • No momento do consumo de
                                                      Despesa         bens/serviços independente do
                                                                      pagamento




                                                                                                              4
Regime de Caixa × Regime de Competência                           Exemplo de Reconhecimento de Receita


                                                                           30/01/X8           15/02/X8       03/03/X8
                                                                                             Prestação do
                                                                         Venda do Bilhete     Serviço de     Recebimento
                                                                                              Transporte
                        Qual o melhor
                          Regime?
                          (Caixa ou
                        Competência)
                                                                                             Regime de       Regime de
                                                                                            Competência        Caixa




Exemplo de Reconhecimento de Receita                              Exemplo de Reconhecimento de Receita

                                                                  Em Janeiro, a Revista Época vendeu novas assinaturas
            31/01/X3                       01/04/X3               anuais no valor total de R$ 2.400,00, a serem recebidas
   Recebe Encomenda do Cliente e
                                                                  em 4 parcelas mensais, a partir de Fevereiro. A entrega
                                    Entrega Produto ao Cliente
      Adiantamento da Venda                                       iniciou em Janeiro.

                                                                                     Jan     Fev     Mar    Abr      Mai   Jun
                                                                         Caixa
                                                                                      0      600      600   600      600    0

          Regime de                       Regime de
            Caixa                        Competência                                 Jan     Fev     Mar    Abr      Mai   Jun
                                                                      Competência
                                                                                     200     200      200   200      200   200




Exemplo de Reconhecimento de Receita                              Exemplo de Reconhecimento de Despesa

Em Janeiro, a Cia. Porto Seguro vendeu uma apólice
anual de seguro de veículo no valor de R$ 3.600,00. O                       Janeiro          Fevereiro            Março
recebimento será em Fevereiro.
                                                                           Aquisição           Consumo
                                                                                                             Pagamento
                                                                           do Material        do Material

                   Jan
                   J       Fev
                           F       Mar
                                   M      Abr
                                          Ab       Mai
                                                   M i     Jun
                                                           J
       Caixa
                    0     3.600     0      0        0        0
                                                                                            Regime de       Regime de
                                                                                            Competência       Caixa
                   Jan     Fev     Mar    Abr      Mai     Jun
    Competência
                   300     300     300    300      300      300




                                                                                                                                 5
Compra e Venda de Mercadorias à Vista                              Venda de Mercadorias a Prazo

                 ATIVO                         PASSIVO                             ATIVO                        PASSIVO
    BENS                            OBRIGAÇÕES                         BENS                          OBRIGAÇÕES
      Caixa (Dinheiro)     10.000    Empréstimos          70.000        Caixa (Dinheiro)    10.000    Empréstimos          70.000
      Imóvel              200.000                                        Mercadorias        60.000
      Móveis               50.000                                       Imóvel             200.000
    DIREITOS                        PATRIMÔNIO LÍQUIDO                  Móveis              50.000
                                                                                            50 000
      Bancos              110.000    Capital Social      300.000       DIREITOS                      PATRIMÔNIO LÍQUIDO
    Total do Ativo        370.000 Total do Passivo       370.000         Bancos             50.000    Capital Social      300.000
                                                                       Total do Ativo      370.000 Total do Passivo       370.000

• Compra de 2 máquinas por $ 40.000 e $ 60.000 em cheque
• Venda de 1 máquina por $ 90.000 à vista (em dinheiro). A          • Venda de mercadorias por $ 80.000 a prazo (adquirida por

máquina vendida custou $ 40.000.                                    $ 60.000)




Despesa à Vista                                                    Despesa a Pagar

                 ATIVO                         PASSIVO                             ATIVO                        PASSIVO
    BENS                            OBRIGAÇÕES                         BENS                          OBRIGAÇÕES
      Caixa (Dinheiro)     10.000    Empréstimos          70.000        Caixa (Dinheiro)    10.000    Empréstimos          70.000
      Imóvel              200.000                                       Imóvel             200.000
      Móveis               50.000                                       Móveis              50.000
    DIREITOS                        PATRIMÔNIO LÍQUIDO                 DIREITOS                      PATRIMÔNIO LÍQUIDO
      Bancos              110.000    Capital Social      300.000         Bancos            110.000    Capital Social      300.000
    Total do Ativo        370.000 Total do Passivo       370.000       Total do Ativo      370.000 Total do Passivo       370.000


• Em 30/03/2010 reconheceu e pagou despesa de Salários             • Em 30/03/2010 reconheceu despesa de Salários do mês de
do mês de março/2010, no valor de R$ 40.000,00 através de          março/2010, no valor de R$ 40.000,00, a serem pagos no
transferência bancária.                                            mês seguinte (abril/2010).




Pagamento de Salários a Pagar

                 ATIVO                         PASSIVO
    BENS                            OBRIGAÇÕES
      Caixa (Dinheiro)     10.000    Empréstimos          70.000
      Imóvel              200.000    Salários a Pagar     40.000
      Móveis               50.000
    DIREITOS                        PATRIMÔNIO LÍQUIDO
      Bancos              110.000    Capital Social      300.000
    Total do Ativo        370.000 Total do Passivo       370.000


• Em 05/04/2010 pagou salários a pagar, referentes ao mês
anterior (março/2010), no valor de R$ 40.000,00, através de
transferência bancária.




                                                                                                                                    6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relevância da politica de dividendos
Relevância da politica de dividendosRelevância da politica de dividendos
Relevância da politica de dividendos
Universidade Pedagogica
 
Aula 3 -Benefícios2
Aula 3 -Benefícios2Aula 3 -Benefícios2
Aula 3 -Benefícios2
Angelo Peres
 
Ag0227 b02
Ag0227 b02Ag0227 b02
Ag0227 b02
cellesouza
 
Apresentação mister colibri group international
Apresentação mister colibri group internationalApresentação mister colibri group international
Apresentação mister colibri group international
Fernando Mendes
 
Matéria LTDA x S.A
Matéria LTDA x S.AMatéria LTDA x S.A
Matéria LTDA x S.A
Marcelo Paiva
 
Deco guia fiscal-2011
Deco guia fiscal-2011Deco guia fiscal-2011
Deco guia fiscal-2011
pedroribeiro1973
 
Joao Ramalho, Jr.
Joao Ramalho, Jr.Joao Ramalho, Jr.
Joao Ramalho, Jr.
ramalhojr
 
Politica de dividendos
Politica de dividendosPolitica de dividendos
Politica de dividendos
Milton Henrique do Couto Neto
 
Apresentação 1º Sul em Ações
Apresentação 1º Sul em AçõesApresentação 1º Sul em Ações
Apresentação 1º Sul em Ações
Paraná Banco
 
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tendaApresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
Gafisa RI !
 

Mais procurados (10)

Relevância da politica de dividendos
Relevância da politica de dividendosRelevância da politica de dividendos
Relevância da politica de dividendos
 
Aula 3 -Benefícios2
Aula 3 -Benefícios2Aula 3 -Benefícios2
Aula 3 -Benefícios2
 
Ag0227 b02
Ag0227 b02Ag0227 b02
Ag0227 b02
 
Apresentação mister colibri group international
Apresentação mister colibri group internationalApresentação mister colibri group international
Apresentação mister colibri group international
 
Matéria LTDA x S.A
Matéria LTDA x S.AMatéria LTDA x S.A
Matéria LTDA x S.A
 
Deco guia fiscal-2011
Deco guia fiscal-2011Deco guia fiscal-2011
Deco guia fiscal-2011
 
Joao Ramalho, Jr.
Joao Ramalho, Jr.Joao Ramalho, Jr.
Joao Ramalho, Jr.
 
Politica de dividendos
Politica de dividendosPolitica de dividendos
Politica de dividendos
 
Apresentação 1º Sul em Ações
Apresentação 1º Sul em AçõesApresentação 1º Sul em Ações
Apresentação 1º Sul em Ações
 
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tendaApresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
Apresentação sobre a integração societária de fit residencial e tenda
 

Destaque

Normativa infrarroja internacional
Normativa infrarroja internacionalNormativa infrarroja internacional
Normativa infrarroja internacional
Gustaff09 C G
 
Poema. v de morais
Poema. v de moraisPoema. v de morais
Poema. v de morais
martabum1
 
Sevilla Con Filtro
Sevilla Con FiltroSevilla Con Filtro
Sevilla Con Filtro
Juan Jesús Sánchez Gómez
 
Joshua bell vioolspeler_t_2
Joshua bell vioolspeler_t_2Joshua bell vioolspeler_t_2
Joshua bell vioolspeler_t_2
smallafref
 
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
belalelaine
 
Judy Baca y Carmen Lomas Garza
Judy Baca y Carmen Lomas GarzaJudy Baca y Carmen Lomas Garza
Judy Baca y Carmen Lomas Garza
catalinavivlamore
 
Orchideas de-vietnam
Orchideas de-vietnamOrchideas de-vietnam
Orchideas de-vietnam
martabum1
 
Modos de aprendizaje1
Modos de aprendizaje1Modos de aprendizaje1
Modos de aprendizaje1
jeronimo udea
 
Te presento a La Rosa
Te presento a La RosaTe presento a La Rosa
Te presento a La Rosa
Adriana Ochoa
 
Músicos/Bandas del siglo XX.
Músicos/Bandas del siglo XX.Músicos/Bandas del siglo XX.
Músicos/Bandas del siglo XX.
María Iglesias
 
Inf basica modulo1
Inf basica modulo1Inf basica modulo1
Inf basica modulo1
Maria Guilherme
 
Carta Aberta à Sociedade Conquistense
Carta Aberta à Sociedade ConquistenseCarta Aberta à Sociedade Conquistense
Carta Aberta à Sociedade Conquistense
Marcelo Guerra
 
Expo nidia y katherinne
Expo nidia y katherinneExpo nidia y katherinne
Expo nidia y katherinne
Nelson Angulo
 
M A R I O B E N E D E T T I
M A R I O B E N E D E T T IM A R I O B E N E D E T T I
M A R I O B E N E D E T T I
Juan Jesús Sánchez Gómez
 
Cataluña y barcelona
Cataluña y barcelonaCataluña y barcelona
Cataluña y barcelona
catalinavivlamore
 
Barcos realidad y_fantasia-37757
Barcos realidad y_fantasia-37757Barcos realidad y_fantasia-37757
Barcos realidad y_fantasia-37757
martabum1
 
Manejo de materiale de sustancias peligrosas
Manejo de materiale de sustancias peligrosasManejo de materiale de sustancias peligrosas
Manejo de materiale de sustancias peligrosas
Fabio Sé Valdez
 
PUNKETOS
PUNKETOSPUNKETOS
PUNKETOS
cristyrdz
 
La celestina
La celestinaLa celestina
Retoca tus fotos como un profesional
Retoca tus fotos como un profesionalRetoca tus fotos como un profesional
Retoca tus fotos como un profesional
Ximena Martinez
 

Destaque (20)

Normativa infrarroja internacional
Normativa infrarroja internacionalNormativa infrarroja internacional
Normativa infrarroja internacional
 
Poema. v de morais
Poema. v de moraisPoema. v de morais
Poema. v de morais
 
Sevilla Con Filtro
Sevilla Con FiltroSevilla Con Filtro
Sevilla Con Filtro
 
Joshua bell vioolspeler_t_2
Joshua bell vioolspeler_t_2Joshua bell vioolspeler_t_2
Joshua bell vioolspeler_t_2
 
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
Studing teacher education (prefácio por elaine de cássia)
 
Judy Baca y Carmen Lomas Garza
Judy Baca y Carmen Lomas GarzaJudy Baca y Carmen Lomas Garza
Judy Baca y Carmen Lomas Garza
 
Orchideas de-vietnam
Orchideas de-vietnamOrchideas de-vietnam
Orchideas de-vietnam
 
Modos de aprendizaje1
Modos de aprendizaje1Modos de aprendizaje1
Modos de aprendizaje1
 
Te presento a La Rosa
Te presento a La RosaTe presento a La Rosa
Te presento a La Rosa
 
Músicos/Bandas del siglo XX.
Músicos/Bandas del siglo XX.Músicos/Bandas del siglo XX.
Músicos/Bandas del siglo XX.
 
Inf basica modulo1
Inf basica modulo1Inf basica modulo1
Inf basica modulo1
 
Carta Aberta à Sociedade Conquistense
Carta Aberta à Sociedade ConquistenseCarta Aberta à Sociedade Conquistense
Carta Aberta à Sociedade Conquistense
 
Expo nidia y katherinne
Expo nidia y katherinneExpo nidia y katherinne
Expo nidia y katherinne
 
M A R I O B E N E D E T T I
M A R I O B E N E D E T T IM A R I O B E N E D E T T I
M A R I O B E N E D E T T I
 
Cataluña y barcelona
Cataluña y barcelonaCataluña y barcelona
Cataluña y barcelona
 
Barcos realidad y_fantasia-37757
Barcos realidad y_fantasia-37757Barcos realidad y_fantasia-37757
Barcos realidad y_fantasia-37757
 
Manejo de materiale de sustancias peligrosas
Manejo de materiale de sustancias peligrosasManejo de materiale de sustancias peligrosas
Manejo de materiale de sustancias peligrosas
 
PUNKETOS
PUNKETOSPUNKETOS
PUNKETOS
 
La celestina
La celestinaLa celestina
La celestina
 
Retoca tus fotos como un profesional
Retoca tus fotos como un profesionalRetoca tus fotos como un profesional
Retoca tus fotos como un profesional
 

Semelhante a Revis o cg_-_aluno

Contabilidade geral i cap 02 slides - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02   slides - nocoes preliminaresContabilidade geral i cap 02   slides - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02 slides - nocoes preliminares
gabaritocontabil
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
apostilacontabil
 
Contabilidade Comercial - Transparências
Contabilidade Comercial - TransparênciasContabilidade Comercial - Transparências
Contabilidade Comercial - Transparências
Contábeis 2011
 
Patrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumoPatrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumo
apostilacontabil
 
Apostila adm financ curto prazo
Apostila adm financ curto prazoApostila adm financ curto prazo
Apostila adm financ curto prazo
razonetecontabil
 
Fundos próprios
Fundos própriosFundos próprios
Fundos próprios
Universidade Pedagogica
 
Formalizando e Escalando o Negócio
Formalizando e Escalando o NegócioFormalizando e Escalando o Negócio
Formalizando e Escalando o Negócio
Felipe Pereira
 
Contabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
Contabilidade para executivos por Sami KuperchmitContabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
Contabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
Sami Kuperchmit
 
Teoria da contabilidade slides aula 06
Teoria da contabilidade slides aula 06Teoria da contabilidade slides aula 06
Teoria da contabilidade slides aula 06
gabaritocontabil
 
Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011
tati_lrv
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
Fábio Rodrigues
 
Apresentação sociedade
Apresentação sociedadeApresentação sociedade
Apresentação sociedade
Agatha Soares
 
O capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedadesO capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedades
Universidade Pedagogica
 
Trabalho de grupo sociedade unipessoal
Trabalho de grupo   sociedade unipessoalTrabalho de grupo   sociedade unipessoal
Trabalho de grupo sociedade unipessoal
figo
 
Formas de remuneração dos sócios template sevilha
Formas de remuneração dos sócios template sevilhaFormas de remuneração dos sócios template sevilha
Formas de remuneração dos sócios template sevilha
Sevilha Contabilidade Ltda
 
Material complementar 2
Material complementar 2Material complementar 2
Material complementar 2
brazuk
 
Contabilidade geral i cap 02 gabarito - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02   gabarito - nocoes preliminaresContabilidade geral i cap 02   gabarito - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02 gabarito - nocoes preliminares
gabaritocontabil
 
Balancetes e razonetes cap 02
Balancetes e razonetes cap 02Balancetes e razonetes cap 02
Balancetes e razonetes cap 02
zeramento contabil
 
A empresa
A empresa A empresa
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização empresarial - Parte 1
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização  empresarial - Parte 1Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização  empresarial - Parte 1
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização empresarial - Parte 1
MestredaContabilidade
 

Semelhante a Revis o cg_-_aluno (20)

Contabilidade geral i cap 02 slides - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02   slides - nocoes preliminaresContabilidade geral i cap 02   slides - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02 slides - nocoes preliminares
 
Demonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeisDemonstracoes contabeis
Demonstracoes contabeis
 
Contabilidade Comercial - Transparências
Contabilidade Comercial - TransparênciasContabilidade Comercial - Transparências
Contabilidade Comercial - Transparências
 
Patrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumoPatrimonio liquido resumo
Patrimonio liquido resumo
 
Apostila adm financ curto prazo
Apostila adm financ curto prazoApostila adm financ curto prazo
Apostila adm financ curto prazo
 
Fundos próprios
Fundos própriosFundos próprios
Fundos próprios
 
Formalizando e Escalando o Negócio
Formalizando e Escalando o NegócioFormalizando e Escalando o Negócio
Formalizando e Escalando o Negócio
 
Contabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
Contabilidade para executivos por Sami KuperchmitContabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
Contabilidade para executivos por Sami Kuperchmit
 
Teoria da contabilidade slides aula 06
Teoria da contabilidade slides aula 06Teoria da contabilidade slides aula 06
Teoria da contabilidade slides aula 06
 
Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011Le lis blanc_2010_2011
Le lis blanc_2010_2011
 
Contabilidade comercial
Contabilidade comercialContabilidade comercial
Contabilidade comercial
 
Apresentação sociedade
Apresentação sociedadeApresentação sociedade
Apresentação sociedade
 
O capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedadesO capital e as reservas das sociedades
O capital e as reservas das sociedades
 
Trabalho de grupo sociedade unipessoal
Trabalho de grupo   sociedade unipessoalTrabalho de grupo   sociedade unipessoal
Trabalho de grupo sociedade unipessoal
 
Formas de remuneração dos sócios template sevilha
Formas de remuneração dos sócios template sevilhaFormas de remuneração dos sócios template sevilha
Formas de remuneração dos sócios template sevilha
 
Material complementar 2
Material complementar 2Material complementar 2
Material complementar 2
 
Contabilidade geral i cap 02 gabarito - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02   gabarito - nocoes preliminaresContabilidade geral i cap 02   gabarito - nocoes preliminares
Contabilidade geral i cap 02 gabarito - nocoes preliminares
 
Balancetes e razonetes cap 02
Balancetes e razonetes cap 02Balancetes e razonetes cap 02
Balancetes e razonetes cap 02
 
A empresa
A empresa A empresa
A empresa
 
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização empresarial - Parte 1
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização  empresarial - Parte 1Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização  empresarial - Parte 1
Aula 2 - Financeira Patrimônio - Formas de organização empresarial - Parte 1
 

Mais de capitulocontabil

Contabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracaoContabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracao
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custosContabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipiContabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icmsContabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_esContabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analiseContabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analise
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacaoContabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
capitulocontabil
 
Contabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf areContabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf are
capitulocontabil
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
capitulocontabil
 
Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05
capitulocontabil
 
Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracaoContabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracao
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custosContabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipiContabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icmsContabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_esContabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoquesContabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
capitulocontabil
 
Contabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analiseContabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analise
capitulocontabil
 
Contabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf areContabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf are
capitulocontabil
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
capitulocontabil
 

Mais de capitulocontabil (20)

Contabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracaoContabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracao
 
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custosContabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
 
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipiContabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
 
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icmsContabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
 
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_esContabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
 
Contabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analiseContabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analise
 
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacaoContabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
Contabilidade geral ii exercicios cap 1_depreciacao
 
Contabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf areContabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf are
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
 
Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05
 
Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05Contabilidade geral slides cap 05
Contabilidade geral slides cap 05
 
Contabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracaoContabilidade geral ii slides escrituracao
Contabilidade geral ii slides escrituracao
 
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custosContabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
Contabilidade geral ii slides cap 14_-_c_lculo_custos
 
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipiContabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
Contabilidade geral ii slides cap 10_-_ipi
 
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icmsContabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
Contabilidade geral ii slides cap 09_-_icms
 
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_esContabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
Contabilidade geral ii slides cap 05_6_e_7_-_demonstra_es
 
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoquesContabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
Contabilidade geral ii slides cap 02_-_estoques
 
Contabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analiseContabilidade geral ii slides analise
Contabilidade geral ii slides analise
 
Contabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf areContabilidade geral cap 15 cf are
Contabilidade geral cap 15 cf are
 
Contabilidade geral slides aula inaugural
Contabilidade geral  slides aula inauguralContabilidade geral  slides aula inaugural
Contabilidade geral slides aula inaugural
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 

Revis o cg_-_aluno

  • 1. Pessoa Física Pessoa Jurídica Classificação das Pessoas Jurídicas Nome Empresarial Moreira, Franco & Peixoto Ltda. Antonio Moreira & Cia. Ltda. Moreira, Franco & Cia. Ltda. A. Moreira & Cia. Ltda. Razão Social Denominação Social 1
  • 2. Formação do Capital Social Responsabilidade dos Sócios na Ltda. • Não tem bens particulares • Tem condições para pagar 50% Subscrição Integralização • promessa do sócio • é o cumprimento, Sócio Sócio Sócio de conferir pelo sócio, da A B C determinado promessa de Valor Subscrito (em R$) 100 100 100 montante de fundos entrega do para a formação montante com o Valor Integralizado (em R$) 100 0 50 do capital social, qual se em dinheiro ou bens comprometeu para a formação do Valor a Integralizar (em R$) 0 100 50 capital social • Bens particulares • Não tem bens de $$$ elevado particulares • Forte capacidade • Não tem condições de pagamento de pagamento Sociedade Ltda. × Sociedade Anônima Órgãos da Sociedade Anônima Características Ltda. SA Mínimo de 2 2 Proprietários Assembléia Conselho de Documento Contrato Social Estatuto Social Geral Administração Razão Social ou Nome Comercial Denominação Denominação Limite da Total do Capital Total do Capital Responsabilidade Social Subscrito pelo Sócio Conselho Diretoria Fiscal Impessoalidade Não Sim Divisão do Capital Quotas Ações Proprietários Sócios Acionistas Principais Títulos Emitidos pelas S/A Microempresa e Empresa de Pequeno Porte Ações Microempresa (ME): Receita Bruta Ordinárias Anual até R$ 240.000,00 Ações Títulos Preferenciais Empresa de Pequeno Porte (EPP): Debêntures Receita Bruta Anual superior a R$ 240.000,00 até R$ 2.400.000,00 2
  • 3. Definir Contabilidade... Função da Contabilidade Ciência Social Fatos Contábeis Patrimônio Informações Processamento Usuários Relatórios Contábeis Tomada de Decisão Usuários da Contabilidade × Necessidades Patrimônio Representação Gráfica do Patrimônio ATIVO PASSIVO BENS OBRIGAÇÕES Bens Direitos + DIREITOS (Lado Esquerdo) (Lado Direito) Obrigações + – 3
  • 4. Balanço Patrimonial Patrimônio × Patrimônio Líquido ATIVO PASSIVO OBRIGAÇÕES Passivo Exigível Qual a diferença BENS Capital de Terceiros entre Patrimônio e + Patrimônio DIREITOS PATRIMÔNIO Líquido? LÍQUIDO Passivo não Exigível Capital Próprio Receita × Despesa Receita corresponde às vendas de produtos, mercadorias ou prestação de serviços. Despesa é todo sacrifício ou esforço da empresa para obter a Receitas. Regime de Caixa Regime de Competência Receita • Efetivo Recebimento • Entrega da Mercadoria ou Prestação Receita do Serviço Vendido, independente do recebimento Despesa • Efetivo Pagamento • No momento do consumo de Despesa bens/serviços independente do pagamento 4
  • 5. Regime de Caixa × Regime de Competência Exemplo de Reconhecimento de Receita 30/01/X8 15/02/X8 03/03/X8 Prestação do Venda do Bilhete Serviço de Recebimento Transporte Qual o melhor Regime? (Caixa ou Competência) Regime de Regime de Competência Caixa Exemplo de Reconhecimento de Receita Exemplo de Reconhecimento de Receita Em Janeiro, a Revista Época vendeu novas assinaturas 31/01/X3 01/04/X3 anuais no valor total de R$ 2.400,00, a serem recebidas Recebe Encomenda do Cliente e em 4 parcelas mensais, a partir de Fevereiro. A entrega Entrega Produto ao Cliente Adiantamento da Venda iniciou em Janeiro. Jan Fev Mar Abr Mai Jun Caixa 0 600 600 600 600 0 Regime de Regime de Caixa Competência Jan Fev Mar Abr Mai Jun Competência 200 200 200 200 200 200 Exemplo de Reconhecimento de Receita Exemplo de Reconhecimento de Despesa Em Janeiro, a Cia. Porto Seguro vendeu uma apólice anual de seguro de veículo no valor de R$ 3.600,00. O Janeiro Fevereiro Março recebimento será em Fevereiro. Aquisição Consumo Pagamento do Material do Material Jan J Fev F Mar M Abr Ab Mai M i Jun J Caixa 0 3.600 0 0 0 0 Regime de Regime de Competência Caixa Jan Fev Mar Abr Mai Jun Competência 300 300 300 300 300 300 5
  • 6. Compra e Venda de Mercadorias à Vista Venda de Mercadorias a Prazo ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO BENS OBRIGAÇÕES BENS OBRIGAÇÕES Caixa (Dinheiro) 10.000 Empréstimos 70.000 Caixa (Dinheiro) 10.000 Empréstimos 70.000 Imóvel 200.000 Mercadorias 60.000 Móveis 50.000 Imóvel 200.000 DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO Móveis 50.000 50 000 Bancos 110.000 Capital Social 300.000 DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO Total do Ativo 370.000 Total do Passivo 370.000 Bancos 50.000 Capital Social 300.000 Total do Ativo 370.000 Total do Passivo 370.000 • Compra de 2 máquinas por $ 40.000 e $ 60.000 em cheque • Venda de 1 máquina por $ 90.000 à vista (em dinheiro). A • Venda de mercadorias por $ 80.000 a prazo (adquirida por máquina vendida custou $ 40.000. $ 60.000) Despesa à Vista Despesa a Pagar ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO BENS OBRIGAÇÕES BENS OBRIGAÇÕES Caixa (Dinheiro) 10.000 Empréstimos 70.000 Caixa (Dinheiro) 10.000 Empréstimos 70.000 Imóvel 200.000 Imóvel 200.000 Móveis 50.000 Móveis 50.000 DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO Bancos 110.000 Capital Social 300.000 Bancos 110.000 Capital Social 300.000 Total do Ativo 370.000 Total do Passivo 370.000 Total do Ativo 370.000 Total do Passivo 370.000 • Em 30/03/2010 reconheceu e pagou despesa de Salários • Em 30/03/2010 reconheceu despesa de Salários do mês de do mês de março/2010, no valor de R$ 40.000,00 através de março/2010, no valor de R$ 40.000,00, a serem pagos no transferência bancária. mês seguinte (abril/2010). Pagamento de Salários a Pagar ATIVO PASSIVO BENS OBRIGAÇÕES Caixa (Dinheiro) 10.000 Empréstimos 70.000 Imóvel 200.000 Salários a Pagar 40.000 Móveis 50.000 DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO Bancos 110.000 Capital Social 300.000 Total do Ativo 370.000 Total do Passivo 370.000 • Em 05/04/2010 pagou salários a pagar, referentes ao mês anterior (março/2010), no valor de R$ 40.000,00, através de transferência bancária. 6