SlideShare uma empresa Scribd logo
Técnicas histológicas
 Precisa passar a peça na parafina antes de colocar no micrótomo porque se não
perde a estrutura da célula, deixando ela mole e não obtendo um corte ideal
(bem fino).
DETALHES MICROSCÓPIO ÓPTICO MICROSCÓPIO
ELETRÔNICO
FONTE Luz Elétrons
LENTE Vidro Eletromagnéticas
LENTE DE AUMENTO Objetivas e oculares Eletromagnéticas
LIMITE DE RESOLUÇÃO 0,2u 0,0002u
FORMAÇÃO DE IMAGEM Transparência e coloração Variações de densidade e
contraste
 Micrótomo comum: aparelho que corta tecidos em partes muito finas após
passados em parafina ou plástico.
 Micrótomo de congelamento: aparelho que permite que após resfriamento os
tecidos fiquem com uma textura dura e permita o corte preciso e fino.
Tecido epitelial
Características gerais:
 Células poliédricas, justa postas, fortemente aderidas.
 Possuem pouca substância intercelular.
 Células sempre próximas umas das outras.
 Nutrido pelo tecido conjuntivo.
 Podem ser de revestimento ou glandular.
Estruturas epiteliais:
1) Glicocálice: rico em glicoproteína e auxilia na absorção e proteção das células.
2) Lâmina basal: separa o tecido epitelial do conjuntivo, permite a troca de
substâncias entre os tecidos e é constituído por colágeno, lamininas e
proteoglicanas.
3) Estruturas de adesão entre as células: unem e permitem a passagem de
substâncias entre as células. Temos seis tipos:
a. Proteínas transmembrana
b. Zônula de eclusão
c. Zônula de adesão
d. Junção comunicante
e. Desmossomo
f. Interdigitações
4) Polarização da célula: as células epiteliais possuem substâncias que se
acumulam em uma ou outra região celular.
5) Estruturas de aumento de superfície:
a. Microvilas: projeções citoplasmáticas para aumento de superfície de absorção.
b. Estereocílios: estruturas imóveis presentes no epidídimo e canal deferente que
aumentam a superfície dos canais.
c. Cílios e flagelos: estruturas de locomoção. CÍLIOS – pequenos e numerosos;
FLAGELOS – grandes e poucos.
Tecido epitelial de revestimento
Características gerais:
 Células se dispõem em camadas para revestir superfícies e cavidades.
 O tecido fica apoiado no tecido conjuntivo que o nutre pela lâmina basal.
Classificação:
1) Quanto ao nº de camadas
Simples (1 camada):
a. Pavimentoso: células todas iguais e bem quadradinhas. Ex: endotélio de vasos.
b. Cúbico: células todas iguais e cúbicas (mais altura do que largura). Ex:
revestimento do ovário.
c. Prismáticos: muito altas e pouco largas. Ex: intestino delgado.
d. Pseudo-estratificado: núcleos em diferentes alturas dão a impressão de haver
várias camadas. Ex: traqueia.
Estratificado (2 ou +):
a. Pavimentoso: as células são mais achadas na superfície. Ex: pele.
b. Prismático
c. De transição: células superficiais globosas (bolas). Ex: revestimento interno da
bexiga.
MUCOSA - Epitélio + tecido conjuntivo
- Reveste cavidades úmidas. Ex: boca,
vagina.
NEUROEPITÉLIOS - Epitélio com função sensorial. Ex:
cóclea, osso.
Tecido epitelial glandular
Características gerais:
 Produz secreção.
 Formam glândulas.
 Recebem suprimentes sanguíneos.
Classificação:
1) Quanto ao nº de células
a. Unicelular: As células secretadas aparecem isoladas.
b. Pluricelular: Elas se formam a partir do tecido epitelial superficial, com invasão
do tecido conjuntivo.
2) Quanto a forma de secretar
a. Merócrina: só é liberado o resultado da secreção. Ex: glândulas salivares.
b. Helócrinas: a célula é liberada junto com a secreção. Ex: glândulas sebáceas.
c. Apócrina: a secreção é liberada com partes do citoplasma. Ex: glândulas
sudoríparas.
3) Quanto ao destino da secreção
1) Exócrina: possui ductos para secreção externa ao corpo.
POSSUEM DUAS PARTES - Porção secretada e ductos
O DUCTO PODE SER - Simples ou composto
A PORÇÃO SECRETORA PODE SER - Tubulosa ou acinosa (alvéolos)
2) Endócrina: não possui ductos e a secreção é liberada somente dentro do corpo.
PODEM SER - Vesicular (bolas em formato de bolsas)
ou cordonais (bolinhas).
3) Mistas: tem função exócrina e endócrina.
FÍGADO - Bile (exócrina)
- Secreção metabólica (endócrina)
PÂNCREAS - Insulina e glucagon (endócrina)
- Suco pancreático (exócrina)
Tecido conjuntivo
Características gerais:
 Tem muita substância extracelular (fibras, matriz)
 Função: sustentação, armazenamento, transporte sanguíneo, defesa e
reparação.
1) Fibras:
COLÁGENO (C. TIPO 1) RETICULARES (C. TIPO 2) ELASTINA
Resistente a tração Faz manutenção de tecidos
delicados e expansíveis
Mais delgada
Brancas quando frescas Fibras delicadas Sem estrias longitudinais
Moléculas longas e paralelas Sustentam células de órgãos
hematopoiéticos.
Cedem facilmente
Formam feixes Sustentam células
musculares e tecidos que
mudam de volume e
extensão
Retornam a forma original
Ex: tendões, derme, osso. Ex: útero, fígado. Ex: útero, bexiga e estômago
2) Células do tecido conjuntivo:
FIBROBLASTO FIBRÓCITO MACRÓFAGOS MASTÓCITO PLASMÓCITO
Célula jovem Célula
morrendo
Movimento
ameboide
Célula redonda Célula ovoides
Produz colágeno Produz actina e
miosina (auxilia
no processo de
cicatrização)
Faz fagocitose
(defesa e
limpeza)
Núcleo redondo
e bem no centro
Núcleo de
cromatina e fora
do centro
Núcleo grande e
pouco denso
Núcleo
pequeno e
denso
Núcleo ovoide ou
em formato de
rim
Rico em
grânulos
mediadores da
inflamação
(histamina)
São linfócitos B
ativados
Rico em
R.E.Rugoso e
Complexo Golgi
R.E.Rugoso e
Complexo Golgi
pouco
presentes
Podem se fundir
e formar
gigantes
multinucleadas
Histamina fica
dentro de
vesículas no
citoplasma
Produzem
anticorpos
Citoplasma com
prolongamentos
Produz as fibras
do tecido
3) Tipos de tecidos conjuntivos:
T.C.P.D. FROUXO T.C.P.D. DENSO
Sustenta estruturas sujeitas a pressão
e atrito
Parecido com o T.C.P.D. Frouxo
Preenchimento Tem mais fibra colágena
Nutre células epiteliais Menos flexível que o frouxo
Nele há fibroblastos e macrófagos Resistente a tração
Tem fibras colágenas e elásticas Pode ser modelado (feixes de colágeno
paralelo; especializado em 1 só
sentido; ex: tendões)
Delicado, flexível e pouco resistente a
tração
Pode ser não modelado (feixes de
colágeno tridimensional; resistente a
tração em vários sentidos; ex: derme)
Ex: Pele, mucosas e glândulas.
T.C.P.D. ELÁSTICO TECIDO RETICULAR
Fibras elásticas paralelas Fibras reticulares (redes)
Cor amarelada Formam arcabouço das células
hematopoiéticas na medula óssea
Fibroblastos achatados
Ex: ligamentos amarelos da coluna
vertebral
Provadia30/03

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorioAula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorio
Luciano Quadros
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
André Garrido
 
histologia cardiovascular.pptx
histologia cardiovascular.pptxhistologia cardiovascular.pptx
histologia cardiovascular.pptx
Nilberto Nascimento
 
Apostila Sistema Articular - Junturas
Apostila  Sistema Articular - JunturasApostila  Sistema Articular - Junturas
Apostila Sistema Articular - Junturas
Dan Moreyra
 
Sangue
SangueSangue
Sistema esquelético
Sistema esqueléticoSistema esquelético
Sistema esquelético
Patricia de Castilhos
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema. locomotor e muscular
Sistema. locomotor e muscularSistema. locomotor e muscular
Sistema. locomotor e muscular
Tia Fátima Assis Lepesqueur
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
César Milani
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
gracielabtonin
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_Antônio
Marcia Regina
 
Mapa mental-embriologia-le a
Mapa mental-embriologia-le aMapa mental-embriologia-le a
Mapa mental-embriologia-le a
myllenagranja1
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
Claudia Leite
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
Cláudia Moura
 
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologiaAula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Hamilton Nobrega
 
Ossos e músculos
Ossos e músculosOssos e músculos
Ossos e músculos
Vandei Oliveira
 
Tecido sanguineo
Tecido sanguineoTecido sanguineo
Tecido sanguineo
Marcia Bantim
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
Marcos Anicio
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esquelético
Maxsuell Lopes
 
Osteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humanaOsteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humana
Marília Gomes
 

Mais procurados (20)

Aula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorioAula sistema circulatorio
Aula sistema circulatorio
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
histologia cardiovascular.pptx
histologia cardiovascular.pptxhistologia cardiovascular.pptx
histologia cardiovascular.pptx
 
Apostila Sistema Articular - Junturas
Apostila  Sistema Articular - JunturasApostila  Sistema Articular - Junturas
Apostila Sistema Articular - Junturas
 
Sangue
SangueSangue
Sangue
 
Sistema esquelético
Sistema esqueléticoSistema esquelético
Sistema esquelético
 
Sistema muscular
Sistema muscularSistema muscular
Sistema muscular
 
Sistema. locomotor e muscular
Sistema. locomotor e muscularSistema. locomotor e muscular
Sistema. locomotor e muscular
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
 
Sistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_AntônioSistema linfático e imune_Antônio
Sistema linfático e imune_Antônio
 
Mapa mental-embriologia-le a
Mapa mental-embriologia-le aMapa mental-embriologia-le a
Mapa mental-embriologia-le a
 
Reprodução humana
Reprodução humanaReprodução humana
Reprodução humana
 
Sistema urinário
Sistema urinárioSistema urinário
Sistema urinário
 
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologiaAula 12   sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
Aula 12 sistema reprodutor masculino e feminino - anatomia e fisiologia
 
Ossos e músculos
Ossos e músculosOssos e músculos
Ossos e músculos
 
Tecido sanguineo
Tecido sanguineoTecido sanguineo
Tecido sanguineo
 
Sistema tegumentar
Sistema tegumentarSistema tegumentar
Sistema tegumentar
 
02 sistema esquelético
02   sistema esquelético02   sistema esquelético
02 sistema esquelético
 
Osteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humanaOsteologia humana - anatomia humana
Osteologia humana - anatomia humana
 

Semelhante a RESUMÃO HISTOLOGIA - Microscopia, tecido epitelial e conjuntivo

Histo 1 e 2 tec. epitelial e conjuntivo
Histo 1 e 2   tec. epitelial e conjuntivo Histo 1 e 2   tec. epitelial e conjuntivo
Histo 1 e 2 tec. epitelial e conjuntivo
Servinjg
 
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptxaula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
joelmamoura12
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
César Milani
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
flaviolimaenfermeiro
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
flaviolimaenfermeiro
 
Plano v adailton
Plano v adailtonPlano v adailton
Plano v adailton
familiaestagio
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
Hamilton F Nobrega
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
Roberta Lemos
 
Tecido epitelial nath (1)
Tecido epitelial nath (1)Tecido epitelial nath (1)
Tecido epitelial nath (1)
Faculdade Cathedral
 
Anatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidosAnatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidos
Nathanael Amparo
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
emanuel
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
Nathalia Fuga
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
César Milani
 
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIOHistologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Josy Grossklaus
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
emanuel
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
ManoelaLorentzen
 
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdfAula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
LeandroMoscardi2
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
Adrianne Mendonça
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
Gabriel de Oliveira
 
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.pptAula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
RaquelDinizRufino
 

Semelhante a RESUMÃO HISTOLOGIA - Microscopia, tecido epitelial e conjuntivo (20)

Histo 1 e 2 tec. epitelial e conjuntivo
Histo 1 e 2   tec. epitelial e conjuntivo Histo 1 e 2   tec. epitelial e conjuntivo
Histo 1 e 2 tec. epitelial e conjuntivo
 
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptxaula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
aula sobre Histologia animal ensino fundamental.pptx
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
 
Plano v adailton
Plano v adailtonPlano v adailton
Plano v adailton
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
 
Tecido epitelial nath (1)
Tecido epitelial nath (1)Tecido epitelial nath (1)
Tecido epitelial nath (1)
 
Anatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidosAnatomia e histologia dos tecidos
Anatomia e histologia dos tecidos
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIOHistologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
Histologia TECIDO EPITELIAL ENSINO MEDIO
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
 
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdfAula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.pptAula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
Aula 1 Tecido Epitelial de Revestimento.ppt
 

Último

mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
Anderson1783
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 

Último (7)

mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
 
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 

RESUMÃO HISTOLOGIA - Microscopia, tecido epitelial e conjuntivo

  • 1. Técnicas histológicas  Precisa passar a peça na parafina antes de colocar no micrótomo porque se não perde a estrutura da célula, deixando ela mole e não obtendo um corte ideal (bem fino). DETALHES MICROSCÓPIO ÓPTICO MICROSCÓPIO ELETRÔNICO FONTE Luz Elétrons LENTE Vidro Eletromagnéticas LENTE DE AUMENTO Objetivas e oculares Eletromagnéticas LIMITE DE RESOLUÇÃO 0,2u 0,0002u FORMAÇÃO DE IMAGEM Transparência e coloração Variações de densidade e contraste  Micrótomo comum: aparelho que corta tecidos em partes muito finas após passados em parafina ou plástico.  Micrótomo de congelamento: aparelho que permite que após resfriamento os tecidos fiquem com uma textura dura e permita o corte preciso e fino. Tecido epitelial Características gerais:  Células poliédricas, justa postas, fortemente aderidas.  Possuem pouca substância intercelular.  Células sempre próximas umas das outras.  Nutrido pelo tecido conjuntivo.  Podem ser de revestimento ou glandular. Estruturas epiteliais: 1) Glicocálice: rico em glicoproteína e auxilia na absorção e proteção das células. 2) Lâmina basal: separa o tecido epitelial do conjuntivo, permite a troca de substâncias entre os tecidos e é constituído por colágeno, lamininas e proteoglicanas. 3) Estruturas de adesão entre as células: unem e permitem a passagem de substâncias entre as células. Temos seis tipos: a. Proteínas transmembrana b. Zônula de eclusão c. Zônula de adesão d. Junção comunicante
  • 2. e. Desmossomo f. Interdigitações 4) Polarização da célula: as células epiteliais possuem substâncias que se acumulam em uma ou outra região celular. 5) Estruturas de aumento de superfície: a. Microvilas: projeções citoplasmáticas para aumento de superfície de absorção. b. Estereocílios: estruturas imóveis presentes no epidídimo e canal deferente que aumentam a superfície dos canais. c. Cílios e flagelos: estruturas de locomoção. CÍLIOS – pequenos e numerosos; FLAGELOS – grandes e poucos. Tecido epitelial de revestimento Características gerais:  Células se dispõem em camadas para revestir superfícies e cavidades.  O tecido fica apoiado no tecido conjuntivo que o nutre pela lâmina basal. Classificação: 1) Quanto ao nº de camadas Simples (1 camada): a. Pavimentoso: células todas iguais e bem quadradinhas. Ex: endotélio de vasos. b. Cúbico: células todas iguais e cúbicas (mais altura do que largura). Ex: revestimento do ovário. c. Prismáticos: muito altas e pouco largas. Ex: intestino delgado. d. Pseudo-estratificado: núcleos em diferentes alturas dão a impressão de haver várias camadas. Ex: traqueia. Estratificado (2 ou +): a. Pavimentoso: as células são mais achadas na superfície. Ex: pele. b. Prismático c. De transição: células superficiais globosas (bolas). Ex: revestimento interno da bexiga.
  • 3. MUCOSA - Epitélio + tecido conjuntivo - Reveste cavidades úmidas. Ex: boca, vagina. NEUROEPITÉLIOS - Epitélio com função sensorial. Ex: cóclea, osso. Tecido epitelial glandular Características gerais:  Produz secreção.  Formam glândulas.  Recebem suprimentes sanguíneos. Classificação: 1) Quanto ao nº de células a. Unicelular: As células secretadas aparecem isoladas. b. Pluricelular: Elas se formam a partir do tecido epitelial superficial, com invasão do tecido conjuntivo. 2) Quanto a forma de secretar a. Merócrina: só é liberado o resultado da secreção. Ex: glândulas salivares. b. Helócrinas: a célula é liberada junto com a secreção. Ex: glândulas sebáceas. c. Apócrina: a secreção é liberada com partes do citoplasma. Ex: glândulas sudoríparas. 3) Quanto ao destino da secreção 1) Exócrina: possui ductos para secreção externa ao corpo. POSSUEM DUAS PARTES - Porção secretada e ductos O DUCTO PODE SER - Simples ou composto A PORÇÃO SECRETORA PODE SER - Tubulosa ou acinosa (alvéolos) 2) Endócrina: não possui ductos e a secreção é liberada somente dentro do corpo. PODEM SER - Vesicular (bolas em formato de bolsas) ou cordonais (bolinhas). 3) Mistas: tem função exócrina e endócrina. FÍGADO - Bile (exócrina) - Secreção metabólica (endócrina) PÂNCREAS - Insulina e glucagon (endócrina) - Suco pancreático (exócrina)
  • 4. Tecido conjuntivo Características gerais:  Tem muita substância extracelular (fibras, matriz)  Função: sustentação, armazenamento, transporte sanguíneo, defesa e reparação. 1) Fibras: COLÁGENO (C. TIPO 1) RETICULARES (C. TIPO 2) ELASTINA Resistente a tração Faz manutenção de tecidos delicados e expansíveis Mais delgada Brancas quando frescas Fibras delicadas Sem estrias longitudinais Moléculas longas e paralelas Sustentam células de órgãos hematopoiéticos. Cedem facilmente Formam feixes Sustentam células musculares e tecidos que mudam de volume e extensão Retornam a forma original Ex: tendões, derme, osso. Ex: útero, fígado. Ex: útero, bexiga e estômago 2) Células do tecido conjuntivo: FIBROBLASTO FIBRÓCITO MACRÓFAGOS MASTÓCITO PLASMÓCITO Célula jovem Célula morrendo Movimento ameboide Célula redonda Célula ovoides Produz colágeno Produz actina e miosina (auxilia no processo de cicatrização) Faz fagocitose (defesa e limpeza) Núcleo redondo e bem no centro Núcleo de cromatina e fora do centro Núcleo grande e pouco denso Núcleo pequeno e denso Núcleo ovoide ou em formato de rim Rico em grânulos mediadores da inflamação (histamina) São linfócitos B ativados Rico em R.E.Rugoso e Complexo Golgi R.E.Rugoso e Complexo Golgi pouco presentes Podem se fundir e formar gigantes multinucleadas Histamina fica dentro de vesículas no citoplasma Produzem anticorpos Citoplasma com prolongamentos Produz as fibras do tecido
  • 5. 3) Tipos de tecidos conjuntivos: T.C.P.D. FROUXO T.C.P.D. DENSO Sustenta estruturas sujeitas a pressão e atrito Parecido com o T.C.P.D. Frouxo Preenchimento Tem mais fibra colágena Nutre células epiteliais Menos flexível que o frouxo Nele há fibroblastos e macrófagos Resistente a tração Tem fibras colágenas e elásticas Pode ser modelado (feixes de colágeno paralelo; especializado em 1 só sentido; ex: tendões) Delicado, flexível e pouco resistente a tração Pode ser não modelado (feixes de colágeno tridimensional; resistente a tração em vários sentidos; ex: derme) Ex: Pele, mucosas e glândulas. T.C.P.D. ELÁSTICO TECIDO RETICULAR Fibras elásticas paralelas Fibras reticulares (redes) Cor amarelada Formam arcabouço das células hematopoiéticas na medula óssea Fibroblastos achatados Ex: ligamentos amarelos da coluna vertebral Provadia30/03