SlideShare uma empresa Scribd logo
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E 
PROBLEMOTECA 
PNAIC – MATEMÁTICA 
SME/CAMPINAS – 24/09/2014 
Slides elaborados por Adriana Correia 
Coordenação geral: Elisabete Pimentel 
Colaboradores: Cristina Pauluci, Eliana Boscolo, Idelvandre 
Vilas Boas, Ítala Rizzo, Isnary Araújo, Kelly Arduíno, Laís 
Alendes e Patrícia Infanger.
Definição de problema 
“Um problema é uma situação que um 
indivíduo tem que enfrentar (resolver) por 
necessidade ou desejo, mas que apresenta 
algum nível de obstáculo que impede que 
possa ser resolvido de imediato ou 
mecanicamente.” (Caderno 8. p. 12.)
Cenários para explorar a resolução de 
problemas 
Explorar situações realistas possibilita que as 
crianças possam imaginar e se colocar no cenário do 
problema. Isso fica claro quando elas são 
estimuladas a representar o enunciado, a estratégia 
e a solução por meio de desenhos, esquemas, 
modelos manipuláveis e até por meio de histórias 
que as crianças podem ouvir, ler ou dramatizar. Veja 
alguns casos comentados.
A Importância do trabalho com a resolução 
de problemas 
•Possibilidade de contato com diferentes tipos de textos. 
•Avanços nas capacidades de leitura e análise crítica 
(busca de diferentes formas de lidar com os dados e 
analisá-los, descartando, por exemplo, aquilo que for 
supérfluo). 
•Melhor compreensão do texto à medida em que o aluno 
planeja o que fazer, como fazer, encontrando uma 
resposta e testando verificar se ela faz sentido (atitude 
ativa frente a resolução de problemas). 
•Conhecimento de diferentes resoluções para uma dada 
situação.
A resolução de problemas 
Um barco precisa carregar 76 pessoas de 
uma margem a outra de um rio. O barco só 
pode carregar 12 pessoas de cada vez. 
Quantas viagens o barco terá que fazer para 
transportar essas pessoas? 
Vídeo: Resolução de problemas (14’) 
https://www.youtube.com/watch?v=ptgvwKdAp7Y
Prática Pedagógica da Profª. Elaine 
Teresinha Mattioli 
https://www.youtube.com/watch?v=YNaEeYD__hE#t=72
A importância do trabalho com problemas 
não convencionais 
 Possibilidade de contato com diferentes tipos 
de textos. 
 Avanços nas capacidades de leitura e análise 
crítica (busca de diferentes formas de lidar com 
os dados e analisá-los, descartando, por 
exemplo, aquilo que for supérfluo). 
 Melhor compreensão do texto à medida que o 
aluno planeja o que fazer, como fazer, 
encontrando uma resposta e testando 
verificar se ela faz sentido (atitude ativa frente 
a resolução de problemas).
Problemas sem solução: Rompe com a concepção 
de que os dados apresentados devem ser usados 
para uma resolução e de que todo problema tem 
solução (capacidade de questionar, duvidar). 
“Num barco estão 26 ovelhas e 10 cabras. Qual é a 
idade do capitão?” 
“Num barco estão 26 ovelhas e 10 cabras. Qual é a 
idade do capitão?”
Problemas com mais de uma solução: 
Possibilita a discussão de diferentes formas de 
se resolver um problema. O aluno percebe 
que resolver problemas é um processo de 
investigação.
 Problemas com Excesso de Dados: Nem todas as 
informações disponíveis no texto são usadas em 
sua resolução. Propicia a análise crítica para 
selecionar os dados relevantes para a 
resolução de um problema. 
Victor foi ao supermercado comprar refrigerantes, 
comprou 7 garrafas de • Coca Cola, 5 de Fanta, 8 
de Guaraná e pagou no caixa de número 6. 
Quantas garrafas comprou?
Problemas de Lógica: 
Geralmente tem solução não numérica. Exigência 
de raciocínio dedutivo e que propiciam uma 
experiência rica para o desenvolvimento de 
operações de pensamento como previsão e 
checagem, levantamento de hipóteses, busca de 
suposições, análise e classificação.
Problemas de 
estratégias: 
a solução 
depende de 
combinar as 
informações 
do texto de 
forma 
adequada.
Um problema muitas possibilidades 
Quantas crianças você acha que estão atrás da cerca? 
Esta é uma atividade simples que parte de um cenário que é a imagem 
das mãos levantadas atrás da cerca. O professor pode ir fazendo as 
perguntas à medida que os alunos vão falando sobre a situação e 
colocando suas ideias e explicações. No primeiro momento, os alunos 
tendem a contar as mãos e responder 17. Porém num ambiente 
interativo em que os alunos discutem entre si sobre os problemas e 
suas ideias matemáticas, é bastante provável que algum aluno levante 
a possibilidade de alguém estar com as duas mãos levantadas. 
Colocada essa hipótese, o que parecia ser um mero exercício de 
contagem e sem desafios, transforma-se num autêntico problema em 
que os alunos têm que colocar fatos e ideias em relação, testar 
possibilidades e buscar estratégias de solução.
PROBLEMOTECA
A importância de uma problemoteca 
A problemoteca é uma coleção organizada de 
problemas colocada em uma caixa ou 
fichário, com fichas numeradas que contêm 
um problema e que podem trazer a resposta 
no seu verso, pois isso possibilita a 
autocorreção e favorece o trabalho 
independente.
 Deve conter vários tipos de problemas, 
principalmente os não-convencionais. 
 O acervo de problemas deve ser atualizado. 
 É interessante propor aos alunos que 
resolvam os problemas em duplas ou trios 
e, em um primeiro momento, sem a 
intervenção do professor, para que possam 
criar suas próprias estratégias de 
resolução.
Resolução de problemas e problemoteca

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinar
Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinarAta reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinar
Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinarDomi Calixto
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
Marina da Costa Lima
 
Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)
Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
 
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º AnoDescritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Prof Barbosa
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
fatimacris123
 
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
Aprender com prazer
 
Plano aula modelo gasparim genero textual
Plano aula modelo gasparim  genero textualPlano aula modelo gasparim  genero textual
Plano aula modelo gasparim genero textual
Luis Carlos Santos
 
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
Eefg Tj
 
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _  História em QuadrinhosProjeto de Leitura _  História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
Patrícia Fernanda da Costa Santos
 
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacionalSequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
Adriana Melo
 
Conselho de classe para que
Conselho de classe para queConselho de classe para que
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola LêProjeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
Cirlei Santos
 
Apostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAICApostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAIC
Eleúzia Lins Silva
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Naysa Taboada
 
Atividade cuisenaire
Atividade cuisenaireAtividade cuisenaire
Atividade cuisenaire
Rosemary Batista
 
Estratégias de leitura 5 ano
Estratégias de leitura 5 anoEstratégias de leitura 5 ano
Estratégias de leitura 5 ano
pedagogicosjdelrei
 
Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão
Mary Alvarenga
 
Multiplicação divertida
Multiplicação divertida Multiplicação divertida
Multiplicação divertida
Mary Alvarenga
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
GERALDOGOMESDEBARROS
 
Cyberbullying
CyberbullyingCyberbullying
Cyberbullying
KAROLINEPRETTILEALSI
 

Mais procurados (20)

Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinar
Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinarAta reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinar
Ata reunião pais aluno alisson de lima comissão disciplinar
 
Aulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil efAulas de protagonismo juvenil ef
Aulas de protagonismo juvenil ef
 
Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)Projeto Malala (propostas de atividades)
Projeto Malala (propostas de atividades)
 
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º AnoDescritores de Língua Portuguesa 5º Ano
Descritores de Língua Portuguesa 5º Ano
 
A parábola do lápis
A parábola do lápisA parábola do lápis
A parábola do lápis
 
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal   caderno 3
Jogos na aprendizagem do sistema de numeração decimal caderno 3
 
Plano aula modelo gasparim genero textual
Plano aula modelo gasparim  genero textualPlano aula modelo gasparim  genero textual
Plano aula modelo gasparim genero textual
 
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
Desfile Cívico em comemoração ao 7 de setembro de 2014.
 
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _  História em QuadrinhosProjeto de Leitura _  História em Quadrinhos
Projeto de Leitura _ História em Quadrinhos
 
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacionalSequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
Sequência de atividades despertar da cidadania_hino nacional
 
Conselho de classe para que
Conselho de classe para queConselho de classe para que
Conselho de classe para que
 
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola LêProjeto de Leitura: Minha Escola Lê
Projeto de Leitura: Minha Escola Lê
 
Apostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAICApostila de Jogos do PNAIC
Apostila de Jogos do PNAIC
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
 
Atividade cuisenaire
Atividade cuisenaireAtividade cuisenaire
Atividade cuisenaire
 
Estratégias de leitura 5 ano
Estratégias de leitura 5 anoEstratégias de leitura 5 ano
Estratégias de leitura 5 ano
 
Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão Cruzadinha divisão
Cruzadinha divisão
 
Multiplicação divertida
Multiplicação divertida Multiplicação divertida
Multiplicação divertida
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Cyberbullying
CyberbullyingCyberbullying
Cyberbullying
 

Destaque

Problemoteca
ProblemotecaProblemoteca
Problemoteca
Joelma Santos
 
Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smole
Joelma Santos
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smole
Joelma Santos
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smole
Joelma Santos
 
Problemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smoleProblemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smole
Joelma Santos
 
Como Brincar com Blocos Lógicos
Como Brincar com Blocos LógicosComo Brincar com Blocos Lógicos
Como Brincar com Blocos Lógicos
Joelma Santos
 
Problemas em tiras
Problemas em tirasProblemas em tiras
Problemas em tiras
Roseli Aparecida Tavares
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smole
Joelma Santos
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Joelma Santos
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smole
Joelma Santos
 
Poemas problemas
Poemas problemasPoemas problemas
Poemas problemas
Dário Reis
 
Molde Tangram
Molde TangramMolde Tangram
Molde Tangram
Joelma Santos
 
Brincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulosBrincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulos
Joelma Santos
 
Geometria parte i_tangram
Geometria parte i_tangramGeometria parte i_tangram
Geometria parte i_tangram
Joelma Santos
 
Os sólidos geométricos
Os sólidos geométricosOs sólidos geométricos
Os sólidos geométricos
Joelma Santos
 
Geometria parte ii
Geometria parte iiGeometria parte ii
Geometria parte ii
Joelma Santos
 
Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?
Joelma Santos
 
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino FundamentalTangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Joelma Santos
 
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidasSugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Joelma Santos
 
Tangram (coração)
Tangram (coração)Tangram (coração)
Tangram (coração)
Joelma Santos
 

Destaque (20)

Problemoteca
ProblemotecaProblemoteca
Problemoteca
 
Problemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smoleProblemoteca 2 smole
Problemoteca 2 smole
 
Problemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smoleProblemoteca 4 smole
Problemoteca 4 smole
 
Problemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smoleProblemoteca 3 smole
Problemoteca 3 smole
 
Problemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smoleProblemoteca 1 smole
Problemoteca 1 smole
 
Como Brincar com Blocos Lógicos
Como Brincar com Blocos LógicosComo Brincar com Blocos Lógicos
Como Brincar com Blocos Lógicos
 
Problemas em tiras
Problemas em tirasProblemas em tiras
Problemas em tiras
 
Problemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smoleProblemoteca 5 smole
Problemoteca 5 smole
 
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal PosicionalCircuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
Circuito de Atividades: Sistema Decimal Posicional
 
Problemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smoleProblemoteca 6 smole
Problemoteca 6 smole
 
Poemas problemas
Poemas problemasPoemas problemas
Poemas problemas
 
Molde Tangram
Molde TangramMolde Tangram
Molde Tangram
 
Brincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulosBrincadeira de triângulos
Brincadeira de triângulos
 
Geometria parte i_tangram
Geometria parte i_tangramGeometria parte i_tangram
Geometria parte i_tangram
 
Os sólidos geométricos
Os sólidos geométricosOs sólidos geométricos
Os sólidos geométricos
 
Geometria parte ii
Geometria parte iiGeometria parte ii
Geometria parte ii
 
Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?Quem vai ficar com o pêssego?
Quem vai ficar com o pêssego?
 
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino FundamentalTangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
Tangram: Diferentes formatos, montagens e atividades para o Ensino Fundamental
 
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidasSugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
Sugestões de atividades para trabalho com grandezas e medidas
 
Tangram (coração)
Tangram (coração)Tangram (coração)
Tangram (coração)
 

Semelhante a Resolução de problemas e problemoteca

Caderno 8
Caderno 8Caderno 8
Caderno 8
weleslima
 
situações problema
situações problemasituações problema
situações problema
Raquel Caparroz
 
pnaic formação
pnaic formaçãopnaic formação
pnaic formação
Raquel Caparroz
 
10 09 presencial
10 09 presencial10 09 presencial
10 09 presencial
Raquel Caparroz
 
Oficina 16 desafios
Oficina 16 desafiosOficina 16 desafios
Oficina 16 desafios
Professora Cida
 
Conexões matemáticas situações problema
Conexões matemáticas   situações problemaConexões matemáticas   situações problema
Conexões matemáticas situações problema
Aprender com prazer
 
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA -  CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA -  CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
Lucineia De Sá
 
Powerpoint unid 4 etel
Powerpoint unid 4 etelPowerpoint unid 4 etel
Powerpoint unid 4 etel
Escola estadual Luiz Moschetti
 
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC MatemáticaMatemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
Aline Manzini
 
Resolução de problemas
Resolução de problemasResolução de problemas
Resolução de problemas
Aline Manzini
 
Resolução de problemas
Resolução de problemasResolução de problemas
Resolução de problemas
Glaucia_Vieira
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Geraldo PROFESSOR
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Geraldo PROFESSOR
 
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
slucarz
 
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
Amanda Nolasco
 
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e FabianaPNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
Fabiana Esteves
 
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de ProblemasPNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
Felipe Silva
 
Slides encontro 16 ago claudia e fabiana 2014
Slides encontro  16 ago claudia e fabiana 2014Slides encontro  16 ago claudia e fabiana 2014
Slides encontro 16 ago claudia e fabiana 2014
Fabiana Esteves
 
7º encontro pnaic 2014 vânia ok
7º encontro pnaic 2014 vânia ok   7º encontro pnaic 2014 vânia ok
7º encontro pnaic 2014 vânia ok
Wanya Castro
 
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
AbnerJunior5
 

Semelhante a Resolução de problemas e problemoteca (20)

Caderno 8
Caderno 8Caderno 8
Caderno 8
 
situações problema
situações problemasituações problema
situações problema
 
pnaic formação
pnaic formaçãopnaic formação
pnaic formação
 
10 09 presencial
10 09 presencial10 09 presencial
10 09 presencial
 
Oficina 16 desafios
Oficina 16 desafiosOficina 16 desafios
Oficina 16 desafios
 
Conexões matemáticas situações problema
Conexões matemáticas   situações problemaConexões matemáticas   situações problema
Conexões matemáticas situações problema
 
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA -  CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA -  CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - CADERNO 8 SABERES MATEMÁT...
 
Powerpoint unid 4 etel
Powerpoint unid 4 etelPowerpoint unid 4 etel
Powerpoint unid 4 etel
 
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC MatemáticaMatemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
Matemática realística - Resumo dos cadernos do PNAIC Matemática
 
Resolução de problemas
Resolução de problemasResolução de problemas
Resolução de problemas
 
Resolução de problemas
Resolução de problemasResolução de problemas
Resolução de problemas
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
O conceito de professor reflexivo e suas possibilidades para o ensino de mate...
 
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
PNAIC - Operações na resolução de problema – Caderno/ unidade 4
 
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e FabianaPNAIC  9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
PNAIC 9º encontro 27 de novembro - Claudia e Fabiana
 
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de ProblemasPNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8  Parte -  2 Resolução de Problemas
PNAIC - MATEMÁTICA - 2014 Caderno 8 Parte - 2 Resolução de Problemas
 
Slides encontro 16 ago claudia e fabiana 2014
Slides encontro  16 ago claudia e fabiana 2014Slides encontro  16 ago claudia e fabiana 2014
Slides encontro 16 ago claudia e fabiana 2014
 
7º encontro pnaic 2014 vânia ok
7º encontro pnaic 2014 vânia ok   7º encontro pnaic 2014 vânia ok
7º encontro pnaic 2014 vânia ok
 
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
Green and Yellow Simple and Basic Problem Solving Math Creative Presentation ...
 

Mais de Joelma Santos

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Joelma Santos
 
Pobremas VI Enigmas
Pobremas VI EnigmasPobremas VI Enigmas
Pobremas VI Enigmas
Joelma Santos
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
Joelma Santos
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Joelma Santos
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numérico
Joelma Santos
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Joelma Santos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Joelma Santos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
Joelma Santos
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Joelma Santos
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Joelma Santos
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contar
Joelma Santos
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Joelma Santos
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato Bueno
Joelma Santos
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escola
Joelma Santos
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiro
Joelma Santos
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Joelma Santos
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Joelma Santos
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Joelma Santos
 
Fichas sobrepostas
Fichas sobrepostasFichas sobrepostas
Fichas sobrepostas
Joelma Santos
 
Diferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricosDiferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricos
Joelma Santos
 

Mais de Joelma Santos (20)

Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunosObjetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
Objetivos de aprendizagem, contexto e saberes dos alunos
 
Pobremas VI Enigmas
Pobremas VI EnigmasPobremas VI Enigmas
Pobremas VI Enigmas
 
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacialO pensamento infantil: senso numérico e espacial
O pensamento infantil: senso numérico e espacial
 
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
Reflexões sobre percepções de crianças do 1º ano do E. F. sobre o conceito de...
 
Trabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numéricoTrabalhando com o senso numérico
Trabalhando com o senso numérico
 
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais BásicosNúmero Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
Número Operatório e os 7 Princípios Mentais Básicos
 
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais BásicosApostila: 7 Princípios Mentais Básicos
Apostila: 7 Princípios Mentais Básicos
 
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)A professora e a maleta (Leitura Deleite)
A professora e a maleta (Leitura Deleite)
 
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemáticaPlanejamento e rotinas nas aulas de matemática
Planejamento e rotinas nas aulas de matemática
 
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de MatemáticaOrientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
Orientações para a elaboração da Sequência Didática de Matemática
 
E eles queriam contar
E eles queriam contarE eles queriam contar
E eles queriam contar
 
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte IContagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
Contagem com o Sistema Decimal Posicional - Parte I
 
Poemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato BuenoPoemas Problemas - Renato Bueno
Poemas Problemas - Renato Bueno
 
Texto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escolaTexto calculo mental revista nova escola
Texto calculo mental revista nova escola
 
Cubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiroCubra descubra tabuleiro
Cubra descubra tabuleiro
 
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair NacaratoEu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
Eu trabalho primeiro no concreto - Adair Nacarato
 
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte IIContando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
Contando com o Sistema Decimal Posicional - Parte II
 
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal PosicionalPrincípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
Princípios Básicos do Sistema Decimal Posicional
 
Fichas sobrepostas
Fichas sobrepostasFichas sobrepostas
Fichas sobrepostas
 
Diferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricosDiferentes sólidos geométricos
Diferentes sólidos geométricos
 

Último

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Luana Neres
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
Escola Municipal Jesus Cristo
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Ana Da Silva Ponce
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
MariaFatima425285
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
WelidaFreitas1
 

Último (20)

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdflivro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
livro da EJA - 2a ETAPA - 4o e 5o ano. para análise do professorpdf
 
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
Aula 3- 6º HIS - As origens da humanidade, seus deslocamentos e os processos ...
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdfEJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
EJA -livro para professor -dos anos iniciais letramento e alfabetização.pdf
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdfBiologia - Jogos da memória genetico.pdf
Biologia - Jogos da memória genetico.pdf
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptxFato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
Fato X Opinião (Língua Portuguesa 9º Ano).pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptxLIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
LIÇÃO 9 - ORDENANÇAS PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO.pptx
 

Resolução de problemas e problemoteca

  • 1. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS E PROBLEMOTECA PNAIC – MATEMÁTICA SME/CAMPINAS – 24/09/2014 Slides elaborados por Adriana Correia Coordenação geral: Elisabete Pimentel Colaboradores: Cristina Pauluci, Eliana Boscolo, Idelvandre Vilas Boas, Ítala Rizzo, Isnary Araújo, Kelly Arduíno, Laís Alendes e Patrícia Infanger.
  • 2. Definição de problema “Um problema é uma situação que um indivíduo tem que enfrentar (resolver) por necessidade ou desejo, mas que apresenta algum nível de obstáculo que impede que possa ser resolvido de imediato ou mecanicamente.” (Caderno 8. p. 12.)
  • 3. Cenários para explorar a resolução de problemas Explorar situações realistas possibilita que as crianças possam imaginar e se colocar no cenário do problema. Isso fica claro quando elas são estimuladas a representar o enunciado, a estratégia e a solução por meio de desenhos, esquemas, modelos manipuláveis e até por meio de histórias que as crianças podem ouvir, ler ou dramatizar. Veja alguns casos comentados.
  • 4. A Importância do trabalho com a resolução de problemas •Possibilidade de contato com diferentes tipos de textos. •Avanços nas capacidades de leitura e análise crítica (busca de diferentes formas de lidar com os dados e analisá-los, descartando, por exemplo, aquilo que for supérfluo). •Melhor compreensão do texto à medida em que o aluno planeja o que fazer, como fazer, encontrando uma resposta e testando verificar se ela faz sentido (atitude ativa frente a resolução de problemas). •Conhecimento de diferentes resoluções para uma dada situação.
  • 5. A resolução de problemas Um barco precisa carregar 76 pessoas de uma margem a outra de um rio. O barco só pode carregar 12 pessoas de cada vez. Quantas viagens o barco terá que fazer para transportar essas pessoas? Vídeo: Resolução de problemas (14’) https://www.youtube.com/watch?v=ptgvwKdAp7Y
  • 6. Prática Pedagógica da Profª. Elaine Teresinha Mattioli https://www.youtube.com/watch?v=YNaEeYD__hE#t=72
  • 7. A importância do trabalho com problemas não convencionais  Possibilidade de contato com diferentes tipos de textos.  Avanços nas capacidades de leitura e análise crítica (busca de diferentes formas de lidar com os dados e analisá-los, descartando, por exemplo, aquilo que for supérfluo).  Melhor compreensão do texto à medida que o aluno planeja o que fazer, como fazer, encontrando uma resposta e testando verificar se ela faz sentido (atitude ativa frente a resolução de problemas).
  • 8. Problemas sem solução: Rompe com a concepção de que os dados apresentados devem ser usados para uma resolução e de que todo problema tem solução (capacidade de questionar, duvidar). “Num barco estão 26 ovelhas e 10 cabras. Qual é a idade do capitão?” “Num barco estão 26 ovelhas e 10 cabras. Qual é a idade do capitão?”
  • 9. Problemas com mais de uma solução: Possibilita a discussão de diferentes formas de se resolver um problema. O aluno percebe que resolver problemas é um processo de investigação.
  • 10.  Problemas com Excesso de Dados: Nem todas as informações disponíveis no texto são usadas em sua resolução. Propicia a análise crítica para selecionar os dados relevantes para a resolução de um problema. Victor foi ao supermercado comprar refrigerantes, comprou 7 garrafas de • Coca Cola, 5 de Fanta, 8 de Guaraná e pagou no caixa de número 6. Quantas garrafas comprou?
  • 11. Problemas de Lógica: Geralmente tem solução não numérica. Exigência de raciocínio dedutivo e que propiciam uma experiência rica para o desenvolvimento de operações de pensamento como previsão e checagem, levantamento de hipóteses, busca de suposições, análise e classificação.
  • 12.
  • 13. Problemas de estratégias: a solução depende de combinar as informações do texto de forma adequada.
  • 14. Um problema muitas possibilidades Quantas crianças você acha que estão atrás da cerca? Esta é uma atividade simples que parte de um cenário que é a imagem das mãos levantadas atrás da cerca. O professor pode ir fazendo as perguntas à medida que os alunos vão falando sobre a situação e colocando suas ideias e explicações. No primeiro momento, os alunos tendem a contar as mãos e responder 17. Porém num ambiente interativo em que os alunos discutem entre si sobre os problemas e suas ideias matemáticas, é bastante provável que algum aluno levante a possibilidade de alguém estar com as duas mãos levantadas. Colocada essa hipótese, o que parecia ser um mero exercício de contagem e sem desafios, transforma-se num autêntico problema em que os alunos têm que colocar fatos e ideias em relação, testar possibilidades e buscar estratégias de solução.
  • 16. A importância de uma problemoteca A problemoteca é uma coleção organizada de problemas colocada em uma caixa ou fichário, com fichas numeradas que contêm um problema e que podem trazer a resposta no seu verso, pois isso possibilita a autocorreção e favorece o trabalho independente.
  • 17.  Deve conter vários tipos de problemas, principalmente os não-convencionais.  O acervo de problemas deve ser atualizado.  É interessante propor aos alunos que resolvam os problemas em duplas ou trios e, em um primeiro momento, sem a intervenção do professor, para que possam criar suas próprias estratégias de resolução.