SlideShare uma empresa Scribd logo
S
organização do
conhecimento e
representação de
documentos.
Tema de aula:
- Utilização de bases de dados manuais:
Catálogos internos e externos
- Catálogos automatizados
- Utilização de Bases de dados eletrônicas.
MÓDULO 2
Docente: Priscila R. Campos
priscilacampos0302@gmail.com
SApresentação de Catálogos:
Definição:
Catálogo é um meio de comunicação, que veicula
mensagens sobre os registros do conhecimento, de um
ou vários acervos, reais ou ciberspaciais, apresentando-
as com sintaxe e semântica próprias e reunindo os
registros do conhecimento por semelhanças, para os
usuários desse acervo. O catálogo explicita por meio
das mensagens, os atributos das entidades e os
relacionamentos entre elas.
(MEY; SILVEIRA, 2009)
SApresentação de Catálogos:
Para que serve um catálogo ?
• encontrar,
• identificar,
• selecionar e
• obter recursos bibliográficos e
• navegar um catálogo
(IFLA MEETINGS OF EXPERTS ON AN INTERNATIONAL CATALOGUING CODE, 2009)
SPara que serve ?
Mediação
entre ... autor – bibliotecário – documento – pesquisador –
usuário etc.
Administração
desde à aquisição ao atendimento do usuário – registro
patrimonial – capitação de recursos (humanos e financeiros) etc.
Memória
Ele estabelece a história da Instituição através de seu acervo,
mesmo com a retirada do item, seu registro permaneceria –
identificar, através do catálogo as questões políticas vivenciadas
em determinados contextos
Ao catálogos externos são os destinados ao público, são um produtos
dos catálogos internos ou auxiliares, àqueles destinados aos
profissionais, aos serviços bibliotecários.
Podem ser organizados:
Alfabeticamente: Como um todo (todos os tipos de acesso),
denominado catálogo-dicionário ou com as entradas separadas,
denominado catálogo dividido;
Sistematicamente: Com entradas de assuntos organizadas pelo
número de classificação.
Os Catálogos externos possuem três tipos de acesso:
*responsabilidade *título *assunto
SCatálogos Externos:
SCatálogos Internos:
• Catálogos manuais internos: são os catálogos para
acesso interno da biblioteca.
“Os catálogos internos ou auxiliares são os que dão
suporte as diferentes atividades dos catalogadores e
demais bibliotecários, são catálogos indispensáveis para o
controle dos cabeçalhos, da coleção e dos catálogos
externos, permitindo a continuidade e a padronização do
trabalho, mesmo que haja mudança dos responsáveis.”
(MEY, 1995)
SCatálogos Internos:
Catálogos manuais internos abrangem:
• Catálogos de identidade;
• Catálogos de assuntos;
• Catálogos de número de classificação;
• Catálogos de série e de títulos uniformes;
• Catálogo decisório,
• Catálogo topográfico;
• Catálogo oficial;
• Catálogo de registro.
SComo escolher o melhor catálogo
?
S Assim, a melhor escolha do tipo de catálogo vai depender:
> recursos disponíveis em cada biblioteca;
> tamanho de seu acervo;
> características do público que irá utilizá-lo.
Podem ser vinculados a somente um acervo como também a
vários ao mesmo tempo.
SCatálogos automatizados
• O uso de catálogo automatizado facilita e abranger a
disseminação da informação em maior alcance,
viabilizando a consulta dos itens do acervo através de
softwares.
Exemplos de programas:
Bib Livre, Sisbib, Aleph, Minerva, Sophia, PHL, Sofbib,
Caribe, TotsBib, Dedalus, Verum, Pergamum, Koha ...
Entre vários outros.
SCatálogos automatizados
SUtilização de bases de dados eletrônicas
A utilização das bases de dados eletrônicas é um agregador de
valor,uma ferramenta impressindivel junto a recuperação da
informação, informação esta que deve ser tratada rigorosamente
pelo processo de catalogação para que assim haja a recuperação
correta pelo usuário.
Cabe ao técnico saber ler e interpretar um estratégia de busca feita
pelo bibliotecário responsável, para auxiliar ao usuário neste
processo de recuperação.
Segue abaixo algumas bases de dados atualmente mais utilizadas:
SCIELO - PORTAL CAPES- LILAC’S – SCOPOS - ENTRE OUTRAS …
SUtilização de bases de dados eletrônicas
SUtilização de bases de dados eletrônicas
SApresentação de vídeo sobre a
importância da catalogação.
STarefas / avaliação
O Conteúdo desta aula será divido em 2 aulas de 4 horas cada,
algumas atividades abordarão estratégias pedagógicas e novas
metodologias:
• Propor um trabalho feito em sala (Tempestade Cerebral) para
realizar escolha de uma base de dados online e porque a escolha
daquela base e suas funcionalidades. Os alunos terão 20 minutos
para executar estratégias de buscas já estabelecidas e utilizar um
gerenciador de referencias online, Ex: ZOTERO ou EndNote.
• Será sugerido ao aluno para inserir em 3 catálogos automatizados,
diferentes 10 títulos de livros e periódicos, para avaliação de uso
das bases em cima disso será feita uma discussão em sala de aula.
STarefas / avaliação
Para retomada da aula na semana seguinte será sugerida uma
tarefa de pesquisa online para os alunos, sobre os itens:
• Catálogos de identidade;
• Catálogos de assuntos;
• Catálogos de número de classificação;
• Catálogos de série e de títulos uniformes;
• Catálogo decisório,
• Catálogo topográfico;
• Catálogo oficial;
• Catálogo de registro.
SReferências:
Bibliografia básica:
CRUZ, Anamaria da Costa da; MENDES, Maria Tereza Reis. A biblioteca: o técnico e suas
tarefas. 2. ed. Niterói: Intertexto, 2009.
ESTABEL, Lizandra Brasil; MORO; Eliane Lourdes da Silva. Biblioteca: conhecimentos e
práticas. Porto Alegre: Penso, 2014.
MEY, Eliane Serrão Alves; SILVEIRA, Naira Christofoletti. Catalogação no plural. Brasília, DF:
Briquet de Lemos, 2009.
MILANESI, Luís Augusto. O que é biblioteca?. São Paulo: Brasiliense, 1983.
RODRIGUES, Anielma Maria Marques; PRUDENCIO, Ricardo Bastos Cavalcante.
Automação: a inserção da biblioteca na tecnologia da informação. Biblionline, João
Pessoa, v. 5, n. 1/2, 2009.
SReferências:
SANTOS, Jussara Pereira. O técnico em biblioteconomia e sua inserção no mercado de
trabalho Brasileiro. Disponível em:
<http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/10278/000391096.pdf?sequence=1>
. Acesso em: 15 maio 2014.
SILVA, Divina Aparecida da; ARAÚJO, Iza Antunes. Auxiliar de bibliotecas: técnicas e
práticas para formação profissional. 6. ed. Brasília: Thesaurus, 2009.
Bibliografia Complementar:
PEREIRA, J. L. Tecnologia de bases de dados. 2. ed. Lisboa: FCA Editora de
Informática,1998.
SOUSA, Artur Afonso. Bases de dados Web e XML. Lisboa: FCA Editora de Informática,
2002.
SReferências:
IFLA MEETINGS OF EXPERTS ON AN INTERNATIONAL CATALOGUING CODE. Statement of
International Cataloguing Principles. 2009. Disponível em:
<http://www.ifla.org/en/publications/statement-of-international-cataloguing-principles>.
Acesso em: 18 jul. 2011. Tradução para o português, disponível em: <
http://www.ifla.org/files/cataloguing/icp/icp_2009-pt.pdf>. Acesso em: 18 jul. 2011.
SILVEIRA, Naira. Slides de apresentação: o catálogo como instrumento de mediação e
administração e memória. Pouso Alegre, 2014.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Glossário de Biblioteconomia
Glossário de BiblioteconomiaGlossário de Biblioteconomia
Glossário de Biblioteconomia
Rodrigo Rocha
 
Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)
Raquel Prado Leite de Sousa
 
estrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paperestrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paper
maiamoni
 
2 Desenvolvimento de coleções: política
2 Desenvolvimento de coleções: política2 Desenvolvimento de coleções: política
2 Desenvolvimento de coleções: política
Leticia Strehl
 
Classificações bibliográficas
Classificações bibliográficasClassificações bibliográficas
Classificações bibliográficas
Igor Falce
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
Marcelo Votto
 
Aula De Cdd
Aula De CddAula De Cdd
Aula De Cdd
Jonathas Carvalho
 
Slide sobre artigo cientifico
Slide sobre artigo cientificoSlide sobre artigo cientifico
Slide sobre artigo cientifico
Carlos Eugenio Lima Silva
 
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografiasHistórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
Natallie Alcantara
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
Célia Dias
 
1 Desenvolvimento de coleções: introducao
1 Desenvolvimento de coleções: introducao1 Desenvolvimento de coleções: introducao
1 Desenvolvimento de coleções: introducao
Leticia Strehl
 
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
Helen Günther
 
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Modelo de artigo científico com formatação
Modelo de artigo científico com formataçãoModelo de artigo científico com formatação
Modelo de artigo científico com formatação
Rosineia Oliveira dos Santos
 
Aula 04 metodologia de um tcc
Aula 04   metodologia de um tccAula 04   metodologia de um tcc
Aula 04 metodologia de um tcc
Hidematuda
 
Etapas de um projeto de pesquisa
Etapas de um projeto de pesquisaEtapas de um projeto de pesquisa
Etapas de um projeto de pesquisa
José Antonio Ferreira da Silva
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
Larissa Almada
 
Aula 6 - O Roteiro
Aula 6 - O RoteiroAula 6 - O Roteiro
Aula 6 - O Roteiro
Fernando
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
Sarah Kalley
 
Tipos de bibliotecas
Tipos de bibliotecas Tipos de bibliotecas
Tipos de bibliotecas
Ana Glenyr
 

Mais procurados (20)

Glossário de Biblioteconomia
Glossário de BiblioteconomiaGlossário de Biblioteconomia
Glossário de Biblioteconomia
 
Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)Classificação Decimal Universal (aula completa)
Classificação Decimal Universal (aula completa)
 
estrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paperestrutura-de-um-paper
estrutura-de-um-paper
 
2 Desenvolvimento de coleções: política
2 Desenvolvimento de coleções: política2 Desenvolvimento de coleções: política
2 Desenvolvimento de coleções: política
 
Classificações bibliográficas
Classificações bibliográficasClassificações bibliográficas
Classificações bibliográficas
 
RDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogaçãoRDA como novo código de catalogação
RDA como novo código de catalogação
 
Aula De Cdd
Aula De CddAula De Cdd
Aula De Cdd
 
Slide sobre artigo cientifico
Slide sobre artigo cientificoSlide sobre artigo cientifico
Slide sobre artigo cientifico
 
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografiasHistórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
Histórico da catalogação e da elaboração de bibliografias
 
Serviço processo referencia
Serviço processo referencia Serviço processo referencia
Serviço processo referencia
 
1 Desenvolvimento de coleções: introducao
1 Desenvolvimento de coleções: introducao1 Desenvolvimento de coleções: introducao
1 Desenvolvimento de coleções: introducao
 
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
O método da matriz: como organizar e ter acesso ao conteúdo relevante de sua ...
 
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
Análises Discurso e Conteúdo (Zezé)
 
Modelo de artigo científico com formatação
Modelo de artigo científico com formataçãoModelo de artigo científico com formatação
Modelo de artigo científico com formatação
 
Aula 04 metodologia de um tcc
Aula 04   metodologia de um tccAula 04   metodologia de um tcc
Aula 04 metodologia de um tcc
 
Etapas de um projeto de pesquisa
Etapas de um projeto de pesquisaEtapas de um projeto de pesquisa
Etapas de um projeto de pesquisa
 
Apresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científicoApresentação metodologia do trabalho científico
Apresentação metodologia do trabalho científico
 
Aula 6 - O Roteiro
Aula 6 - O RoteiroAula 6 - O Roteiro
Aula 6 - O Roteiro
 
Fichamento
FichamentoFichamento
Fichamento
 
Tipos de bibliotecas
Tipos de bibliotecas Tipos de bibliotecas
Tipos de bibliotecas
 

Destaque

A catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutosA catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutos
Ana Carolina Simionato
 
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do GragoatáAvaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
Igor Falce
 
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecas
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecasConceito, evolução e aspectos das bibliotecas
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecas
Esteban Arenillas
 
Arquitetura de Informação
Arquitetura de InformaçãoArquitetura de Informação
Arquitetura de Informação
Rodrigo Savazoni
 
Arquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
Arquitetura de Informação - Sistemas de NavegaçãoArquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
Arquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
pospipoca
 
Representação da informação
Representação da informaçãoRepresentação da informação
Representação da informação
Igor Falce
 
Isc aula 5 - estrutura e organização da informação
Isc   aula 5 - estrutura e organização da informaçãoIsc   aula 5 - estrutura e organização da informação
Isc aula 5 - estrutura e organização da informação
Fábio Andrade
 
RDA
RDARDA
RDA
UNESP
 
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Daniel Ribeiro dos Santos
 

Destaque (9)

A catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutosA catalogação em +/- 60 minutos
A catalogação em +/- 60 minutos
 
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do GragoatáAvaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
Avaliação de coleções - Biblioteca Central do Gragoatá
 
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecas
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecasConceito, evolução e aspectos das bibliotecas
Conceito, evolução e aspectos das bibliotecas
 
Arquitetura de Informação
Arquitetura de InformaçãoArquitetura de Informação
Arquitetura de Informação
 
Arquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
Arquitetura de Informação - Sistemas de NavegaçãoArquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
Arquitetura de Informação - Sistemas de Navegação
 
Representação da informação
Representação da informaçãoRepresentação da informação
Representação da informação
 
Isc aula 5 - estrutura e organização da informação
Isc   aula 5 - estrutura e organização da informaçãoIsc   aula 5 - estrutura e organização da informação
Isc aula 5 - estrutura e organização da informação
 
RDA
RDARDA
RDA
 
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
Sistemas de classificação bibliográfica [perspectivas da biblioteconomia cont...
 

Semelhante a Representação Descritiva - RD - Catálogos e Bases de dados

Serviço de Referência
Serviço de ReferênciaServiço de Referência
Serviço de Referência
ROSANGELAGOMES44
 
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documentalA indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
Luciana Piovezan
 
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
Anderson Santana
 
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
Ana Glenyr
 
7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt
OdeteMyraMesquita
 
Cap8 repositórios maio 2013
Cap8 repositórios maio 2013Cap8 repositórios maio 2013
Cap8 repositórios maio 2013
Anabela Mesquita
 
Ppt curso auxiliar de biblioteca
Ppt   curso auxiliar de bibliotecaPpt   curso auxiliar de biblioteca
Ppt curso auxiliar de biblioteca
Flavio Santana
 
Bibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
Bibliotecas (RBE) Eloy RodriguesBibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
Bibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
Luisa Lamas
 
A3 slide-auxiliar de biblioteca
A3  slide-auxiliar de bibliotecaA3  slide-auxiliar de biblioteca
A3 slide-auxiliar de biblioteca
LucianoLLC
 
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archivesCompetência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Rodrigo Moreira Garcia
 
Bibliotecas 2.0
Bibliotecas 2.0Bibliotecas 2.0
Bibliotecas 2.0
lerparaviver
 
SisBib - Library Control System - January 2005
SisBib - Library Control System - January 2005SisBib - Library Control System - January 2005
SisBib - Library Control System - January 2005
Michel Alves
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
Sistema de Bibliotecas da UEL
 
Cap8
Cap8Cap8
Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
Universidade de São Paulo
 
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
Giovana Soares Carneiro
 
Indexação De Livros
Indexação De LivrosIndexação De Livros
Indexação De Livros
Camila Ribeiro
 
Catalogacao aulas1
Catalogacao aulas1Catalogacao aulas1
Catalogacao aulas1
Fátima Costa
 
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
http://bvsalud.org/
 

Semelhante a Representação Descritiva - RD - Catálogos e Bases de dados (20)

Serviço de Referência
Serviço de ReferênciaServiço de Referência
Serviço de Referência
 
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documentalA indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
A indexação de livros por catalogadores com uso do modelo de leitura documental
 
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...Oficina 5   confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
Oficina 5 confoa 2013 - Boas práticas para a construção de repositórios ins...
 
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
Serviços de Descoberta [Artigo - SNBU 2014]
 
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
Dados, informação e conhecimento no contexto dos catálogos das bibliotecas un...
 
7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt7 AULA_SRI.ppt
7 AULA_SRI.ppt
 
Cap8 repositórios maio 2013
Cap8 repositórios maio 2013Cap8 repositórios maio 2013
Cap8 repositórios maio 2013
 
Ppt curso auxiliar de biblioteca
Ppt   curso auxiliar de bibliotecaPpt   curso auxiliar de biblioteca
Ppt curso auxiliar de biblioteca
 
Bibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
Bibliotecas (RBE) Eloy RodriguesBibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
Bibliotecas (RBE) Eloy Rodrigues
 
A3 slide-auxiliar de biblioteca
A3  slide-auxiliar de bibliotecaA3  slide-auxiliar de biblioteca
A3 slide-auxiliar de biblioteca
 
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archivesCompetência em informação para o auto-arquivamento em open archives
Competência em informação para o auto-arquivamento em open archives
 
Bibliotecas 2.0
Bibliotecas 2.0Bibliotecas 2.0
Bibliotecas 2.0
 
SisBib - Library Control System - January 2005
SisBib - Library Control System - January 2005SisBib - Library Control System - January 2005
SisBib - Library Control System - January 2005
 
Aula fontes de informação
Aula  fontes de informaçãoAula  fontes de informação
Aula fontes de informação
 
Cap8
Cap8Cap8
Cap8
 
Minicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDAMinicurso - Catalogação em RDA
Minicurso - Catalogação em RDA
 
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
A catalogacao-cooperativa-no-sistema-de-bibliotecas-da-UFRGS-relato-de-experi...
 
Indexação De Livros
Indexação De LivrosIndexação De Livros
Indexação De Livros
 
Catalogacao aulas1
Catalogacao aulas1Catalogacao aulas1
Catalogacao aulas1
 
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
Sessão 04 de 04 - Criação de Registros Bibliograficos de Monográficos e Docum...
 

Representação Descritiva - RD - Catálogos e Bases de dados

  • 1. S organização do conhecimento e representação de documentos. Tema de aula: - Utilização de bases de dados manuais: Catálogos internos e externos - Catálogos automatizados - Utilização de Bases de dados eletrônicas. MÓDULO 2 Docente: Priscila R. Campos priscilacampos0302@gmail.com
  • 2. SApresentação de Catálogos: Definição: Catálogo é um meio de comunicação, que veicula mensagens sobre os registros do conhecimento, de um ou vários acervos, reais ou ciberspaciais, apresentando- as com sintaxe e semântica próprias e reunindo os registros do conhecimento por semelhanças, para os usuários desse acervo. O catálogo explicita por meio das mensagens, os atributos das entidades e os relacionamentos entre elas. (MEY; SILVEIRA, 2009)
  • 3. SApresentação de Catálogos: Para que serve um catálogo ? • encontrar, • identificar, • selecionar e • obter recursos bibliográficos e • navegar um catálogo (IFLA MEETINGS OF EXPERTS ON AN INTERNATIONAL CATALOGUING CODE, 2009)
  • 4. SPara que serve ? Mediação entre ... autor – bibliotecário – documento – pesquisador – usuário etc. Administração desde à aquisição ao atendimento do usuário – registro patrimonial – capitação de recursos (humanos e financeiros) etc. Memória Ele estabelece a história da Instituição através de seu acervo, mesmo com a retirada do item, seu registro permaneceria – identificar, através do catálogo as questões políticas vivenciadas em determinados contextos
  • 5. Ao catálogos externos são os destinados ao público, são um produtos dos catálogos internos ou auxiliares, àqueles destinados aos profissionais, aos serviços bibliotecários. Podem ser organizados: Alfabeticamente: Como um todo (todos os tipos de acesso), denominado catálogo-dicionário ou com as entradas separadas, denominado catálogo dividido; Sistematicamente: Com entradas de assuntos organizadas pelo número de classificação. Os Catálogos externos possuem três tipos de acesso: *responsabilidade *título *assunto SCatálogos Externos:
  • 6. SCatálogos Internos: • Catálogos manuais internos: são os catálogos para acesso interno da biblioteca. “Os catálogos internos ou auxiliares são os que dão suporte as diferentes atividades dos catalogadores e demais bibliotecários, são catálogos indispensáveis para o controle dos cabeçalhos, da coleção e dos catálogos externos, permitindo a continuidade e a padronização do trabalho, mesmo que haja mudança dos responsáveis.” (MEY, 1995)
  • 7. SCatálogos Internos: Catálogos manuais internos abrangem: • Catálogos de identidade; • Catálogos de assuntos; • Catálogos de número de classificação; • Catálogos de série e de títulos uniformes; • Catálogo decisório, • Catálogo topográfico; • Catálogo oficial; • Catálogo de registro.
  • 8. SComo escolher o melhor catálogo ? S Assim, a melhor escolha do tipo de catálogo vai depender: > recursos disponíveis em cada biblioteca; > tamanho de seu acervo; > características do público que irá utilizá-lo. Podem ser vinculados a somente um acervo como também a vários ao mesmo tempo.
  • 9. SCatálogos automatizados • O uso de catálogo automatizado facilita e abranger a disseminação da informação em maior alcance, viabilizando a consulta dos itens do acervo através de softwares. Exemplos de programas: Bib Livre, Sisbib, Aleph, Minerva, Sophia, PHL, Sofbib, Caribe, TotsBib, Dedalus, Verum, Pergamum, Koha ... Entre vários outros.
  • 11. SUtilização de bases de dados eletrônicas A utilização das bases de dados eletrônicas é um agregador de valor,uma ferramenta impressindivel junto a recuperação da informação, informação esta que deve ser tratada rigorosamente pelo processo de catalogação para que assim haja a recuperação correta pelo usuário. Cabe ao técnico saber ler e interpretar um estratégia de busca feita pelo bibliotecário responsável, para auxiliar ao usuário neste processo de recuperação. Segue abaixo algumas bases de dados atualmente mais utilizadas: SCIELO - PORTAL CAPES- LILAC’S – SCOPOS - ENTRE OUTRAS …
  • 12. SUtilização de bases de dados eletrônicas
  • 13. SUtilização de bases de dados eletrônicas
  • 14. SApresentação de vídeo sobre a importância da catalogação.
  • 15. STarefas / avaliação O Conteúdo desta aula será divido em 2 aulas de 4 horas cada, algumas atividades abordarão estratégias pedagógicas e novas metodologias: • Propor um trabalho feito em sala (Tempestade Cerebral) para realizar escolha de uma base de dados online e porque a escolha daquela base e suas funcionalidades. Os alunos terão 20 minutos para executar estratégias de buscas já estabelecidas e utilizar um gerenciador de referencias online, Ex: ZOTERO ou EndNote. • Será sugerido ao aluno para inserir em 3 catálogos automatizados, diferentes 10 títulos de livros e periódicos, para avaliação de uso das bases em cima disso será feita uma discussão em sala de aula.
  • 16. STarefas / avaliação Para retomada da aula na semana seguinte será sugerida uma tarefa de pesquisa online para os alunos, sobre os itens: • Catálogos de identidade; • Catálogos de assuntos; • Catálogos de número de classificação; • Catálogos de série e de títulos uniformes; • Catálogo decisório, • Catálogo topográfico; • Catálogo oficial; • Catálogo de registro.
  • 17. SReferências: Bibliografia básica: CRUZ, Anamaria da Costa da; MENDES, Maria Tereza Reis. A biblioteca: o técnico e suas tarefas. 2. ed. Niterói: Intertexto, 2009. ESTABEL, Lizandra Brasil; MORO; Eliane Lourdes da Silva. Biblioteca: conhecimentos e práticas. Porto Alegre: Penso, 2014. MEY, Eliane Serrão Alves; SILVEIRA, Naira Christofoletti. Catalogação no plural. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2009. MILANESI, Luís Augusto. O que é biblioteca?. São Paulo: Brasiliense, 1983. RODRIGUES, Anielma Maria Marques; PRUDENCIO, Ricardo Bastos Cavalcante. Automação: a inserção da biblioteca na tecnologia da informação. Biblionline, João Pessoa, v. 5, n. 1/2, 2009.
  • 18. SReferências: SANTOS, Jussara Pereira. O técnico em biblioteconomia e sua inserção no mercado de trabalho Brasileiro. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/10278/000391096.pdf?sequence=1> . Acesso em: 15 maio 2014. SILVA, Divina Aparecida da; ARAÚJO, Iza Antunes. Auxiliar de bibliotecas: técnicas e práticas para formação profissional. 6. ed. Brasília: Thesaurus, 2009. Bibliografia Complementar: PEREIRA, J. L. Tecnologia de bases de dados. 2. ed. Lisboa: FCA Editora de Informática,1998. SOUSA, Artur Afonso. Bases de dados Web e XML. Lisboa: FCA Editora de Informática, 2002.
  • 19. SReferências: IFLA MEETINGS OF EXPERTS ON AN INTERNATIONAL CATALOGUING CODE. Statement of International Cataloguing Principles. 2009. Disponível em: <http://www.ifla.org/en/publications/statement-of-international-cataloguing-principles>. Acesso em: 18 jul. 2011. Tradução para o português, disponível em: < http://www.ifla.org/files/cataloguing/icp/icp_2009-pt.pdf>. Acesso em: 18 jul. 2011. SILVEIRA, Naira. Slides de apresentação: o catálogo como instrumento de mediação e administração e memória. Pouso Alegre, 2014.