SlideShare uma empresa Scribd logo
RENASCIMENTORENASCIMENTO
O que foi oO que foi o
RENASCIMENTO?RENASCIMENTO?
* Movimento cultural que foi criado em Itália no
séc.XV e que foi-se espalhando pela Europa.
Tinha como função mudar as mentalidades:
->Novos valores e diferentes atitudes;
->Conceção nova do ser humano do Mundo e
da Vida;
* Devido aos conhecimentos obtidos pela
Expansão Marítima e o regresso aos valores e
aos modelos da Antiguidade Clássica.
* Fatores que permitiram o* Fatores que permitiram o
renascimento em Itália…renascimento em Itália…
-> a riqueza das cidades italianas e o
desenvolvimento da burguesia contribuíram,
através do seu apoio financeiro aos artistas
(mecenato), para o embelezamento das cidades e
o desenvolvimento cultural e artístico;
-> redescoberta de antiguidades romanas, que fez
emergir o gosto pelos modelos artísticos
clássicos.
* Caraterísticas:* Caraterísticas:
* Humanismo (individualismo) – valorizar o ser
humano e as suas capacidades, inspirando-se nos
modelos clássicos greco-latinos. Procuravam o
“Homem Ideal”.
* Antropocentrismo – o ser humano encontrava-se
no centro do universo, o seu bem-estar
constituía a principal preocupação, ao contrário
do teocentrismo.
* Classicismo - valorização da Antiguidade
Clássica como padrão por excelência do sentido
estético, que os classicistas pretenderam imitar.
A arte classicista procurou a pureza formal, o
equilíbrio e o rigor.
* Espírito Crítico (criticismo)– os humanistas
recusavam o dogmatismo e o saber livresco,
atribuindo um grande saber à razão.
* Experiencialismo – “A experiência é a mãe de
todas as coisas(“cousas”)”.
Alargamento da compreensãoAlargamento da compreensão
da Naturezada Natureza
* Ciências como a Geografia, a Botânica, a
Zoologia, a Matemática, a Medicina e a
Astronomia desenvolveram-se baseadas na:
-Observação;
-Experiência;
-Razão.
* Nova visão do mundo.
* Os humanistas tinham um grande
pensamento científico.
Principais Humanistas:Principais Humanistas:
Europeus
* Nicolau Maquiavel (Italiano)- Foi um
historiador, poeta, diplomata e músico.
É reconhecido como fundador do
pensamento e da ciência política.
* William Shakespeare (Inglês) – Foi
dramaturgo e poeta. É considerado por
muitos o mais importante autor da
língua inglesa. Ficou conhecido por a
obra “Romeu e Julieta”.
* Nicolau Copérnico (Polaco) - Foi um
astrónomo e matemático, cónego,
governador e administrador, jurista,
astrólogo e médico. Desenvolveu a teoria
Heliocêntrica .
* Leonardo Da Vinci (Italiano) - Foi um
pintor, escultor, arquiteto, engenheiro,
cientista e músico. É considerado um dos
maiores génios da história da
Humanidade.
* Vesálio (Belga) - Foi um médico.
Considerado o “pai da anatomia
moderna”.
* Servet (Espanhol) - Foi teólogo,
médico e filósofo. Homem de grande
cultura e conhecimento multi-
disciplinar, os campos nos quais mais se
destacou foram Teologia e Medicina.
Portugueses
* Luís de Camões - É considerado como o
maior poeta da língua portuguesa e dos
maiores da Humanidade. Das suas obras,
a epopeia Os Lusíadas é a mais
conhecida.
* Pedro Nunes - Foi um matemático.
Contribuiu decisivamente para o
desenvolvimento da navegação. Dedicou-
se ainda aos problemas matemáticos da
cartografia. Foi também o inventor de
vários aparelhos de medida.
FIMFIM
Trabalho elaborado por:Trabalho elaborado por:
Raquel Manhita nº17Raquel Manhita nº17
8ºC8ºC

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Itália do Renascimento
A Itália do RenascimentoA Itália do Renascimento
A Itália do Renascimento
Carlos Vieira
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
Samuel Henriques
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Marilia Pimentel
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
Felipe B. Vianna
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
PROFºWILTONREIS
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
PatriciaIsabelLeitoM
 
01 das revoluções à revolução blogue
01 das revoluções à revolução blogue01 das revoluções à revolução blogue
01 das revoluções à revolução blogue
Vítor Santos
 
Renascimento científico
Renascimento científicoRenascimento científico
Renascimento científico
Nelma Andrade
 
Renascimento.
Renascimento.Renascimento.
Renascimento.
BeahSilva
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Lua Soriano
 
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugalF3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
Vítor Santos
 
Exercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento CulturalExercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento Cultural
Elisângela Martins Rodrigues
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
VitoriaNunes
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
cattonia
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
Carla Teixeira
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
7 de Setembro
 
Renascimento Cultural Módulo
Renascimento Cultural Módulo Renascimento Cultural Módulo
Renascimento Cultural Módulo
CarlosNazar1
 

Mais procurados (20)

A Itália do Renascimento
A Itália do RenascimentoA Itália do Renascimento
A Itália do Renascimento
 
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
4040101 historia-geral-ppt-renascimento-ii
 
O Renascimento - 7º Ano (2016)
O Renascimento  - 7º Ano (2016)O Renascimento  - 7º Ano (2016)
O Renascimento - 7º Ano (2016)
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Trabalho - Renascimento
Trabalho - RenascimentoTrabalho - Renascimento
Trabalho - Renascimento
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
O renascimento
O renascimentoO renascimento
O renascimento
 
01 das revoluções à revolução blogue
01 das revoluções à revolução blogue01 das revoluções à revolução blogue
01 das revoluções à revolução blogue
 
Renascimento científico
Renascimento científicoRenascimento científico
Renascimento científico
 
Renascimento.
Renascimento.Renascimento.
Renascimento.
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugalF3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
 
Exercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento CulturalExercícios Renascimento Cultural
Exercícios Renascimento Cultural
 
Renascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntasRenascimento cultural perguntas
Renascimento cultural perguntas
 
Context a cultura do salão o rococó
Context a cultura do salão   o rococóContext a cultura do salão   o rococó
Context a cultura do salão o rococó
 
Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1Ficha de trabalho nº 1
Ficha de trabalho nº 1
 
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º anoRenascimento Artístico Cultural - 7º ano
Renascimento Artístico Cultural - 7º ano
 
Renascimento Cultural Módulo
Renascimento Cultural Módulo Renascimento Cultural Módulo
Renascimento Cultural Módulo
 

Destaque

Os novos caminhos das ciências físicas
Os novos caminhos das ciências físicasOs novos caminhos das ciências físicas
Os novos caminhos das ciências físicas
ceufaias
 
Portugal democrático
Portugal democráticoPortugal democrático
Portugal democrático
ceufaias
 
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e davidDo autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
ceufaias
 
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanestA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
Ana Paula Farinha
 
Egito rodrigo 7ºb
Egito  rodrigo 7ºbEgito  rodrigo 7ºb
Egito rodrigo 7ºb
ceufaias
 
O neolítico Andrei
 O neolítico  Andrei O neolítico  Andrei
O neolítico Andrei
ceufaias
 
Max weber joão santos
Max weber joão santosMax weber joão santos
Max weber joão santos
ceufaias
 
Sigmund freud
Sigmund freudSigmund freud
Sigmund freud
ceufaias
 
Os deuses egípcios mª luís
Os deuses egípcios mª luísOs deuses egípcios mª luís
Os deuses egípcios mª luís
ceufaias
 
O antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abrilO antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abril
ceufaias
 
O antigo regime na europa
O antigo regime na europaO antigo regime na europa
O antigo regime na europa
ceufaias
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
ceufaias
 
Arte renascentista joana severo
Arte renascentista  joana severoArte renascentista  joana severo
Arte renascentista joana severo
ceufaias
 
O Neolítico João Orelha
O Neolítico João OrelhaO Neolítico João Orelha
O Neolítico João Orelha
ceufaias
 
O Paleolítico Francisco 7ºa
 O Paleolítico Francisco 7ºa O Paleolítico Francisco 7ºa
O Paleolítico Francisco 7ºa
ceufaias
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
ceufaias
 
A revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquelA revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquel
ceufaias
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
ceufaias
 
A pintura e escultura.egito
A pintura e escultura.egitoA pintura e escultura.egito
A pintura e escultura.egito
ceufaias
 
A sociedade em roma
A sociedade em romaA sociedade em roma
A sociedade em roma
ceufaias
 

Destaque (20)

Os novos caminhos das ciências físicas
Os novos caminhos das ciências físicasOs novos caminhos das ciências físicas
Os novos caminhos das ciências físicas
 
Portugal democrático
Portugal democráticoPortugal democrático
Portugal democrático
 
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e davidDo autoritarismo à democracia   mónica, elisabete e david
Do autoritarismo à democracia mónica, elisabete e david
 
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanestA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
tA segunda guerra mundial acontecimentos marcanes
 
Egito rodrigo 7ºb
Egito  rodrigo 7ºbEgito  rodrigo 7ºb
Egito rodrigo 7ºb
 
O neolítico Andrei
 O neolítico  Andrei O neolítico  Andrei
O neolítico Andrei
 
Max weber joão santos
Max weber joão santosMax weber joão santos
Max weber joão santos
 
Sigmund freud
Sigmund freudSigmund freud
Sigmund freud
 
Os deuses egípcios mª luís
Os deuses egípcios mª luísOs deuses egípcios mª luís
Os deuses egípcios mª luís
 
O antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abrilO antes e o após 25 de abril
O antes e o após 25 de abril
 
O antigo regime na europa
O antigo regime na europaO antigo regime na europa
O antigo regime na europa
 
A vida no neolítico
A vida no neolíticoA vida no neolítico
A vida no neolítico
 
Arte renascentista joana severo
Arte renascentista  joana severoArte renascentista  joana severo
Arte renascentista joana severo
 
O Neolítico João Orelha
O Neolítico João OrelhaO Neolítico João Orelha
O Neolítico João Orelha
 
O Paleolítico Francisco 7ºa
 O Paleolítico Francisco 7ºa O Paleolítico Francisco 7ºa
O Paleolítico Francisco 7ºa
 
A grécia antiga
A grécia antigaA grécia antiga
A grécia antiga
 
A revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquelA revolução liberal portuguesa. raquel
A revolução liberal portuguesa. raquel
 
A arte grega
A arte gregaA arte grega
A arte grega
 
A pintura e escultura.egito
A pintura e escultura.egitoA pintura e escultura.egito
A pintura e escultura.egito
 
A sociedade em roma
A sociedade em romaA sociedade em roma
A sociedade em roma
 

Semelhante a Renascimento raquel manhita

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
Grazi Oliveira
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Ronaldocalho
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
3 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp023 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp02
Cibeli Soares Leite
 
camoes
camoescamoes
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
HCA_10I
 
O renascimento cultural 2014 artes plásticas
O renascimento cultural 2014   artes plásticasO renascimento cultural 2014   artes plásticas
O renascimento cultural 2014 artes plásticas
Nelia Salles Nantes
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
ednaegiulia
 
918
918918
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
Janaína Tavares
 
E2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogueE2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogue
Vítor Santos
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
greghouse48
 
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Bruno Marques
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
angelamoliveira
 
Renascimento parte1
Renascimento parte1Renascimento parte1
Renascimento parte1
Carla Teixeira
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
LuizAvanzi
 
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
MauricioFraga5
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
JosPedroSilva11
 
O Renascimento.pptx
O Renascimento.pptxO Renascimento.pptx
O Renascimento.pptx
MartaGomes312938
 

Semelhante a Renascimento raquel manhita (20)

Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
3 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp023 120731130823-phpapp02
3 120731130823-phpapp02
 
camoes
camoescamoes
camoes
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O renascimento cultural 2014 artes plásticas
O renascimento cultural 2014   artes plásticasO renascimento cultural 2014   artes plásticas
O renascimento cultural 2014 artes plásticas
 
RENASCIMENTO
RENASCIMENTORENASCIMENTO
RENASCIMENTO
 
918
918918
918
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
E2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogueE2 renascimento e reforma blogue
E2 renascimento e reforma blogue
 
Pré renascimento
 Pré renascimento Pré renascimento
Pré renascimento
 
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
Os Tempos Modernos (Renascimento e Reforma)
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 O Renascimento e a formação da mentalidade moderna. O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
O Renascimento e a formação da mentalidade moderna.
 
Renascimento parte1
Renascimento parte1Renascimento parte1
Renascimento parte1
 
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
O movimento renascentista nas artes. Uma visão geral.
 
Cultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.pptCultura renascentista.ppt
Cultura renascentista.ppt
 
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade modernaO renascimento e a formação da mentalidade moderna
O renascimento e a formação da mentalidade moderna
 
O Renascimento.pptx
O Renascimento.pptxO Renascimento.pptx
O Renascimento.pptx
 

Mais de ceufaias

D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
ceufaias
 
82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra
ceufaias
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
ceufaias
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
ceufaias
 
Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
ceufaias
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
ceufaias
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
ceufaias
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
ceufaias
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
ceufaias
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
ceufaias
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
ceufaias
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
ceufaias
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
ceufaias
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
ceufaias
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
ceufaias
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
ceufaias
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
ceufaias
 
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo CoelhoTrabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
ceufaias
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
ceufaias
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
ceufaias
 

Mais de ceufaias (20)

D. Duarte
D. DuarteD. Duarte
D. Duarte
 
82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra82095 transformacoes do_apos_guerra
82095 transformacoes do_apos_guerra
 
Os loucos anos 20
Os loucos anos 20Os loucos anos 20
Os loucos anos 20
 
Mário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de histMário de sá carneiro trabalho de hist
Mário de sá carneiro trabalho de hist
 
Henri matisse
Henri matisseHenri matisse
Henri matisse
 
Marie curie
Marie curieMarie curie
Marie curie
 
Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2Henri matisse, matilde 2
Henri matisse, matilde 2
 
O mundo saído da guerra
O mundo saído da guerraO mundo saído da guerra
O mundo saído da guerra
 
O mundo após a guerra
O mundo após a guerraO mundo após a guerra
O mundo após a guerra
 
Trabalho revolução francesa
Trabalho  revolução francesaTrabalho  revolução francesa
Trabalho revolução francesa
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
António Gaudí
António Gaudí  António Gaudí
António Gaudí
 
Powerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita PintorPowerpoint Santa Rita Pintor
Powerpoint Santa Rita Pintor
 
2° guerra mundial
2° guerra mundial2° guerra mundial
2° guerra mundial
 
2ª guerra mundial
2ª guerra mundial2ª guerra mundial
2ª guerra mundial
 
Alunos finalistas
Alunos finalistasAlunos finalistas
Alunos finalistas
 
Festa do futebol artur e rachel
Festa do futebol   artur e rachelFesta do futebol   artur e rachel
Festa do futebol artur e rachel
 
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações  Rodrigo CoelhoTrabalho sobre as Civilizações  Rodrigo Coelho
Trabalho sobre as Civilizações Rodrigo Coelho
 
Renascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidadeRenascimento e a nova mentalidade
Renascimento e a nova mentalidade
 
Descoberta do Brasil
Descoberta do BrasilDescoberta do Brasil
Descoberta do Brasil
 

Último

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 

Renascimento raquel manhita

  • 2. O que foi oO que foi o RENASCIMENTO?RENASCIMENTO?
  • 3. * Movimento cultural que foi criado em Itália no séc.XV e que foi-se espalhando pela Europa. Tinha como função mudar as mentalidades: ->Novos valores e diferentes atitudes; ->Conceção nova do ser humano do Mundo e da Vida; * Devido aos conhecimentos obtidos pela Expansão Marítima e o regresso aos valores e aos modelos da Antiguidade Clássica.
  • 4. * Fatores que permitiram o* Fatores que permitiram o renascimento em Itália…renascimento em Itália…
  • 5. -> a riqueza das cidades italianas e o desenvolvimento da burguesia contribuíram, através do seu apoio financeiro aos artistas (mecenato), para o embelezamento das cidades e o desenvolvimento cultural e artístico; -> redescoberta de antiguidades romanas, que fez emergir o gosto pelos modelos artísticos clássicos.
  • 7. * Humanismo (individualismo) – valorizar o ser humano e as suas capacidades, inspirando-se nos modelos clássicos greco-latinos. Procuravam o “Homem Ideal”.
  • 8. * Antropocentrismo – o ser humano encontrava-se no centro do universo, o seu bem-estar constituía a principal preocupação, ao contrário do teocentrismo.
  • 9. * Classicismo - valorização da Antiguidade Clássica como padrão por excelência do sentido estético, que os classicistas pretenderam imitar. A arte classicista procurou a pureza formal, o equilíbrio e o rigor.
  • 10. * Espírito Crítico (criticismo)– os humanistas recusavam o dogmatismo e o saber livresco, atribuindo um grande saber à razão.
  • 11. * Experiencialismo – “A experiência é a mãe de todas as coisas(“cousas”)”.
  • 12. Alargamento da compreensãoAlargamento da compreensão da Naturezada Natureza
  • 13. * Ciências como a Geografia, a Botânica, a Zoologia, a Matemática, a Medicina e a Astronomia desenvolveram-se baseadas na: -Observação; -Experiência; -Razão. * Nova visão do mundo. * Os humanistas tinham um grande pensamento científico.
  • 15. Europeus * Nicolau Maquiavel (Italiano)- Foi um historiador, poeta, diplomata e músico. É reconhecido como fundador do pensamento e da ciência política. * William Shakespeare (Inglês) – Foi dramaturgo e poeta. É considerado por muitos o mais importante autor da língua inglesa. Ficou conhecido por a obra “Romeu e Julieta”.
  • 16. * Nicolau Copérnico (Polaco) - Foi um astrónomo e matemático, cónego, governador e administrador, jurista, astrólogo e médico. Desenvolveu a teoria Heliocêntrica . * Leonardo Da Vinci (Italiano) - Foi um pintor, escultor, arquiteto, engenheiro, cientista e músico. É considerado um dos maiores génios da história da Humanidade.
  • 17. * Vesálio (Belga) - Foi um médico. Considerado o “pai da anatomia moderna”. * Servet (Espanhol) - Foi teólogo, médico e filósofo. Homem de grande cultura e conhecimento multi- disciplinar, os campos nos quais mais se destacou foram Teologia e Medicina.
  • 18. Portugueses * Luís de Camões - É considerado como o maior poeta da língua portuguesa e dos maiores da Humanidade. Das suas obras, a epopeia Os Lusíadas é a mais conhecida. * Pedro Nunes - Foi um matemático. Contribuiu decisivamente para o desenvolvimento da navegação. Dedicou- se ainda aos problemas matemáticos da cartografia. Foi também o inventor de vários aparelhos de medida.
  • 19. FIMFIM Trabalho elaborado por:Trabalho elaborado por: Raquel Manhita nº17Raquel Manhita nº17 8ºC8ºC