SlideShare uma empresa Scribd logo
A palavra declara, de formaAgricultura
simplificada, nosso foco originário e prioritário.
Com consagramos nossa atuaçãoAlimentos
neste mercado, iniciada em 2007. Com a palavra
Energia, afirmamos nosso ingresso efetivo no
mercadodosbiocombustíveis.
MERCADOS DE ATUAÇÃO
AGRICULTURA
Estamos presente em cada etapa de cadeia de
produção. Desde o fomento do plan o e o
acompanhamento das lavouras até a colheita dos
grãos. E é nas Casas Camera que a empresa possui sua
referênciadecontato.
Cada Casa Camera é uma filial de varejo e
armazenagem de grãos. Juntas, contribuem para o
o b j e v o m a i o r d a c o m p a n h i a , q u e é a
sustentabilidade em um modelo de negócios com
commodi es de baixo custo (eficiência operacional e
rateio de custos fixos) + escala (de captação de grãos e
devendadeprodutosdevarejo).
AS 42 CASAS CAMERA,
ESPALHADAS PELO INTERIOR DO RIO
GRANDE DO SUL, SÃO O PONTO DE
APOIO E RELACIONAMENTO COM OS
AGRICULTORES. É ONDE OCORRE A
ENTREGA AOS NOSSOS CLIENTES
DAS SOLUÇÕES PARA A PRODUÇÃO
VEGETAL E ANIMAL DE SUAS
PROPRIEDADES.
São mais de 40 anos em que a Camera exerce um papel
fundamentalnodesenvolvimentosustentáveldaagricultura.
É nas Casas Camera que encontramos nossas origens, que
externalizamos nossa sa sfação em bem servir e estar ao lado do
produtor,nashorasboasounosmomentosdemaiordificuldade.
Estamos juntos porque nossa realização é diretamente
proporcional ao sucesso das inicia vas de nossos clientes e
parceiros.
As 42 Casas Camera, distribuídas por quase todas as regiões
gaúchas, traduzem o nosso grande esforço e vocação em buscar
equilíbrio entre o desenvolvimento socioeconômico das regiões
em que estamos inseridos, com harmonia entre as pessoas e
perfeitau lizaçãodosrecursosnaturais.
É um trabalho executado por centenas de pessoas, trabalhadores
que estão perfeitamente alinhados à missão e aos valores da
Companhia, comprome das com um único obje vo: estar entre os
principais agentes em prol da realização e felicidade das
comunidades.
ALIMENTOS
Desde 1971, cumprimos nossa missão primeira de estar
efe vamente presente em cada uma das etapas da Cadeia da
Agricultura.
São quatro décadas par cipando do dia a dia de mais de 28 mil
agricultores. Com orgulho e responsabilidade, assumimos o nobre
compromisso de diversificar e agregar valor sustentável à produção
agrícola primária – o sagrado o cio daquelas pessoas que dedicam suas
vidasaocul vodaterra.
Através de empreendedorismo, gestão, melhoria con nua e
relacionamentos de longo prazo, além de muito respeito ao trabalho de
cada um de nossos parceiros, elevamos nosso olhar para o futuro e
renovamosacrençadenossofundador,Sr.OrestesCamera:
POLÍTICA DE QUALIDADE
OBJETIVOS
Soluções de qualidade para as necessidades dos clientes, obje vando a melhoria
con nua do sistema de gestão da qualidade como diferencial compe vo para o
protagonismonafabricaçãodeprodutodeconsumohumanoedenutriçãoanimal.
1‐ Compromisso com a segurança dos alimentos, respeitando referências de classe
mundial.
2‐ Inovação inspirada na busca de eficiência operacional, como garan a de
compe vidadeaolongodotempo.
3‐ Clima organizacional de incen vo ao aprendizado e valorização da experiência,
criandooportunidadesparaaspessoasprosperarem.
Fé na terra como celebração da vida!
ArrozCamera
O Arroz Camera, fruto do
trabalho realizado em conjunto
c o m p r o d u t o r e s r u r a i s
parceiros, é oferecido em três
pos: o Parbolizado e o Branco,
em embalagens de 1kg, 2kg e
5 k g , e o G r a n R e s e r v a .
Recentemente lançado no
mercado, o Arroz Gran Reserva é
originado da seleção dos mais
nobres grãos de cada safra.
Encontra‐se disponível nas
embalagensde1Kge5kg.
PRODUTOS DE CONSUMO
FeijãoCamera
O feijão, mais novo integrante
daFamíliadeAlimentosCamera,
é fiel à proposta de chegar à
mesa do consumidor sempre
saboroso e fresquinho. A
Camera comercializa feijão de
Classe Preto, po 1, em
embalagensde1Kg.
A Unidade de Negócios Produtos de Consumo é
responsável pelo gerenciamento comercial e
logís co da Família de Alimentos Camera,
composta por arroz branco e parboilizado, feijão,
óleodesojaecanola.
Nossa equipe, formada por analistas,
especialistas em vendas, gerentes comerciais e
representantes, é preparada e empenhada em
fazer com que o alimento colhido pelo agricultor
passe por um rigoroso processo de produção e
chegue fresquinho e saboroso à mesa do
consumidor. Dois centros de distribuição,
localizados estrategicamente nas cidades de
Santa Rosa e Estrela, são responsáveis pelo
atendimentoeentregaágildospedidos.
A Unidade de Negócios Produtos de Consumo é
comprome da com o bom atendimento aos
clientes, garan ndo a qualidade dos produtos
Camera e o respeito ao consumidor. Hoje, os
alimentos Camera são parte integrante dos itens
básicosdeconsumodafamíliabrasileira.
ÓleosCamera
Ideais para o preparo de todos
os pos de pratos, do mais
simples ao mais requintado, os
óleos Camera são ricos em
vitaminas e possuem 0% de
gorduras trans, contribuindo
para uma alimentação mais
saudável. Estão disponíveis em
dois pos:SojaeCanola.
NUTRIÇÃO ANIMAL
A Unidade de Negócios Produção Animal comercializa
produtosdealtovalorbiológico,paraclientescadavezmais
exigentes em relação à performance e à qualidade das
dietasparanutriçãoanimal.
Nossos produtos são formulados com base em conceitos
nutricionaisquevisamaaumentaraeficiênciaalimentarna
pecuária gaúcha e reduzir o impacto ambiental gerado pela
a vidade. Os mais modernos adi vos e processos de
produção são empregados na fabricação dos produtos
Camera. Para assegurar que os conceitos de produção e de
nutrição estejam presentes em cada quilo de nossos
produtos, a Camera adota as melhores prá cas de
fabricação e incen va em seus profissionais o espírito feed
for food, o que nos dá a certeza de produzir itens que se
transformarão em alimentos para a sociedade. Este é o
grandediferencialdaCamera.
Atuamos em pra camente todas as regiões do Rio Grande
do Sul e no Oeste catarinense, proporcionando
atendimento qualificado, realizado por pessoas
devidamente capacitadas. As entregas são feitas 100% com
frota própria, o que favorece a qualidade da entrega dos
nossosprodutos.
RAÇÕES E CONCENTRADOS
A linha de rações e concentrados é formada por um
por ólio de produtos e por programas de criação que
atendem as necessidades nutricionais de todas as espécies
e para todas as fases de produção animal. A linha de
especialidades Camera é formada por produtos
zootecnicamente corretos, formulados segundo aspectos
relacionados à vida dos animais, tais como necessidades
nutricionais por fase, conforto térmico, densidade
populacional,desafiosanitárioebem‐estaranimal.
LINHA DE SUPLEMENTOS MINERAIS
Não basta mineralizar. É preciso u lizar macro e
micronutrientes das melhores fontes. Os resultados são
comprovadamente superiores. A suplementação mineral é
uma das principais tecnologias adotadas nas
propriedades rurais, independente do sistema de
produção de leite adotado, visto que os solos brasileiros
apresentam deficiências minerais dos mais variados
elementos. A suplementação é uma das maneiras mais
econômicas e racionais de gerenciar as deficiências
minerais, contribuindo para que a a vidade de produção
leiteirasejamaisprodu vaemaisrentável.
Os produtos Primelac são elaborados e formulados com
matérias‐primas de alta qualidade e biodisponibilidade
nutricional, para atender a todos os requisitos nutricionais
dos animais criados nos diferentes sistemas de produção
leiteira.
PROTEÍNAS VEGETAIS
Produzido com os conceitos de segurança alimentar
Camera, o Farelo de Soja Pro‐46 Camera é um produto
cons tuído por proteínas vegetais de excelente valor
nutricional, alto valor proteico e energé co, alta
diges bilidade, excelente palatabilidade, elevados níveis
de lisina e de vitaminas do complexo B, caracterís cas estas
que o tornam um excelente e necessário ingrediente para
nutrição animal e o classificam como um ingrediente
funcional, pois permite ao produtor rural mais agilidade,
segurançaeversa lidadeemformulaçõesderação.
O consumo constante deste ingrediente potencializa o
metabolismo animal em função do elevado teor de
proteína by‐pass, promove maior desempenho e bem‐
estar dos animais, reduz os riscos de problemas
metabólicos,aumentaaresistênciaeasaúdedosanimais.
Relatório - Parte 2
Com nosso trabalho, transformamos a matéria‐
prima, originada diretamente dos agricultores,
emfontedeenergiaalterna va:obiodiesel.
Energia renovável, capaz de suprir as necessidades do
mundo e reduzir a emissão de gases de efeito estufa
provenientesdoscombus veisfósseis.
Energia para movimentar estruturas produ vas e
propiciar o crescimento econômico, contribuindo para
agregaçãodevalornaproduçãoprimária.
O sol: fonte primária de energia.
A energia solar é responsável por
pra camente todos os processos
naturais observáveis no planeta Terra.
Da energia eólica associada a furacões
à energia térmica no solo dos desertos
ardentes, da energia ciné ca nas
águas de um rio caudaloso à energia
potencial presente no vapor de água
nas nuvens,
da energia elétrica em uma
tempestade de raios à energia
hidrelétrica, da energia fóssil à
renovável,
da energia que as plantas usam para
crescer até a que usamos para viver,
todas têm por fonte primária a energia
solar.
ENERGIA
CERTIFICAÇÃO DE BIODIESEL
ACameramantémemseuParqueIndustrialdeEstrela
o mais completo laboratório de cer ficação de
biodiesel do Estado, cer ficado e autorizado pela
Agência Nacional do Petróleo (ANP), e que atende a
demandas de análise internas e externas. O
laboratório obedece ao escopo da Resolução 14 da
ANP, sendo 24 análises realizadas por laudo, entre
elas a de teor de glicerol, teor de metais, teor de
fósforoeteordeenxofre.
No momento a Companhia se prepara para buscar a
acreditação junto ao Inmetro, o que aumentará ainda
maisaqualidadedosnossosserviços.
O compromisso com a sustentabilidade está presente no dia a dia
da companhia. E é através da inovação que a construímos e
fortalecemos. A nova marca de biocombus veis foi concebida no
obje vo maior de contribuir para a qualificação da agricultura
brasileiracomofontedeenergiaverde.
Para nós, o termo qualidade transcende seu significado estrito.
Neste jovem mercado de combus veis renováveis, devemos
compreenderaqualidadenoseusen doamplo,pleno,global.
Somos ver calizados. Cuidamos da qualidade desde a formação
da lavoura pelo agricultor, passando pelo processamento da
matéria‐prima, a produção na usina até a distribuição ao
consumidor.
Estamos conectados. Nossos mes de profissionais de agricultura,
de indústria, de logís ca e de relacionamento comercial
acompanham e respondem pela operação em todo o seu
contexto.
O desafio é surpreender, é entregar aquilo que o campo tem de
melhor. Assim nasceu o conceito CameraQ+ Qualidade desde a
origem.
Nasce a CameraQ+
Qualidade desde a origem
QUALIDADE na originação direta das
m a t é r i a s ‐ p r i m a s d e n o s s o
biocombus vel, primando pela
inclusão social e diversificação de
culturas.Cadaumadaslavourasdesoja,
canola e girassol de cada um dos
m i l h a re s d e a g r i c u l to re s s ã o
a c o m p a n h a d a s p e l o s n o s s o s
especialistas na produção primária. Ao
lado destas famílias, plantamos
sementesecolhemosfuturo.
O PLANETA AGRADECE
QUALIDADE adquirida pela atuação
em toda a cadeia produ va. Desde o
plan o das sementes, a colheita e
processamento dos grãos, a produção e
distribuição do biocombus vel,
estamos à frente dos processos,
monitorandocadaetapa.
QUALIDADE de atendimento, presença
e solução para nossos clientes. Todos os
dias e em todas as horas. Para
conquistarmos a máxima eficiência
operacional e surpreendermos cada um
de nossos clientes com um padrão de
relacionamento diferenciado.
Compar lhamos informações e
experiências, somos abertos,
integrados.Somostodosconectados.
QUALIDADE que vem do compromisso
de quem há 41 anos coloca em tudo o
que faz sua marca maior. Ser social e
ambientalmente responsável, para
fortalecer e perpetuara organização e
sua sociedade. Saber experimentar,
renovar e reinventar. Almejar
protagonismo através da inovação. Ser
verde...eazul!Sersustentável!
APOIO AO ANÚNCIO DA CAMPANHA B20
METROPOLITANO NO TRANSPORTE COLETIVO
URBANO
O evento, paralelo a RIO+20, aconteceu no dia 19 de junho
de2012,noEspaçoAreninha HSBC.
A Global Bioenergy Partnership (GBEP) organizou um fórum
de diálogo para contribuir com a elaboração de polí cas
públicas voltadas à u lização sustentável da bioenergia. No
encontro, a União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene
(Ubrabio), com o apoio da Camera, anunciou a campanha de
incen vo ao uso de 20% de biodiesel ao diesel fóssil – o B20
MetropolitanonoTransporteCole voUrbano.
Com a campanha, a Ubrabio pretende chamar atenção da
sociedade para a melhoria da qualidade do ar nas cidades, a
exemplo do projeto Biodiesel Metropolitano de São Paulo,
atravésdaEcoFrota,emque1.800ônibusrodamcom20%de
biodiesel ao diesel mineral, e que a CameraQ+ é fornecedora
exclusivadesdefevereirode2011.
Es ma‐se que segundo a NTU – Associação Nacional das
Empresas de Transportes Urbanos, somente a frota de
ônibus urbanos brasileira seja de 105 mil ônibus, que se
aplicados o mesmo consumo da EcoFrota de São Paulo,
pode‐se es mar um consumo nacional de mais de 1,35
bilhões de litros anuais, caso estes u lizarem B20.
Atualmente a mistura de 5% de Biodiesel no óleo diesel
representa uma demanda de 2,7 bilhões de litros anuais de
biodiesel.
CONFIRA O QUE NOSSOS PARCEIROS E
CLIENTES TÊM A DIZER:
Em 2013 a Camera inaugura sua fábrica de me lato de sódio, a
primeira do Sul do Brasil, localizada no Parque Industrial de
Estrela. Com tecnologia fornecida pela empresa parceira DuPont,
a produção vai subs tuir as importações deste catalisador, que
hojerespondempor80%doconsumobrasileirototal.
PRIMEIRA FÁBRICA DE METILATO
DE SÓDIO DO SUL DO BRASIL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório anual 2012 versão em português
Relatório anual 2012 versão em português Relatório anual 2012 versão em português
Relatório anual 2012 versão em português
AgroTalento
 
F95 a3f16
F95 a3f16F95 a3f16
F95 a3f16
Igor Bulhões
 
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corteComposição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Ulisses Nilo Landi
 
Actividades económicas
Actividades económicasActividades económicas
Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1
MalinkaNav
 
Atividades económicas
Atividades económicasAtividades económicas
Atividades económicas
Joao Paulo Curto
 
Informativo Wolf 07
Informativo Wolf 07Informativo Wolf 07
Informativo Wolf 07
Pablo Henrique Batista Souza
 

Mais procurados (7)

Relatório anual 2012 versão em português
Relatório anual 2012 versão em português Relatório anual 2012 versão em português
Relatório anual 2012 versão em português
 
F95 a3f16
F95 a3f16F95 a3f16
F95 a3f16
 
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corteComposição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
Composição dos alimentos e exigências nutricionais de bovinos de corte
 
Actividades económicas
Actividades económicasActividades económicas
Actividades económicas
 
Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1
 
Atividades económicas
Atividades económicasAtividades económicas
Atividades económicas
 
Informativo Wolf 07
Informativo Wolf 07Informativo Wolf 07
Informativo Wolf 07
 

Destaque

Evaluación 5to Bachillerato CICT
Evaluación 5to Bachillerato CICTEvaluación 5to Bachillerato CICT
Evaluación 5to Bachillerato CICT
Edison Velasquez
 
21 jumpn street anaysis
21 jumpn street anaysis21 jumpn street anaysis
21 jumpn street anaysis
meddystarmaker
 
Tbs white-paper-2013
Tbs white-paper-2013Tbs white-paper-2013
Tbs white-paper-2013
Joseph Shivell
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
sneayder
 
Accounting payroll outsourcing services 2013
Accounting payroll outsourcing services   2013Accounting payroll outsourcing services   2013
Accounting payroll outsourcing services 2013
Rahul Bhan (CA, CIA, MBA)
 
how to become a lawyer
how to become a lawyerhow to become a lawyer
how to become a lawyer
cocoakendo74
 
Ranking atletas 2012
Ranking atletas 2012Ranking atletas 2012
Ranking atletas 2012
Tábata Machado
 
Rock art and IFRAO color card
Rock art and IFRAO color cardRock art and IFRAO color card
Rock art and IFRAO color card
Victor Reijs
 
Printing to rocky
Printing to rockyPrinting to rocky
Printing to rocky
jamesboothby
 
Visualisation of astronomical alignments
Visualisation of astronomical alignmentsVisualisation of astronomical alignments
Visualisation of astronomical alignments
Victor Reijs
 
Reproduction.ppt2013
Reproduction.ppt2013Reproduction.ppt2013
Reproduction.ppt2013
Kelley Nelson
 
Brugman chronological experience1.2
Brugman chronological experience1.2Brugman chronological experience1.2
Brugman chronological experience1.2
Mike Brugman
 
La Resurrección Gabriel Luna
La Resurrección Gabriel LunaLa Resurrección Gabriel Luna
La Resurrección Gabriel Luna
Con tinta Sangre
 
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 клFamous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
Victorushka
 
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboardMapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
Mapa International Limited
 
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar ElviraAsesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
UPF Barcelona School of Management
 
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
Ali Benmoussa
 
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escolaPdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
natielemesquita
 

Destaque (18)

Evaluación 5to Bachillerato CICT
Evaluación 5to Bachillerato CICTEvaluación 5to Bachillerato CICT
Evaluación 5to Bachillerato CICT
 
21 jumpn street anaysis
21 jumpn street anaysis21 jumpn street anaysis
21 jumpn street anaysis
 
Tbs white-paper-2013
Tbs white-paper-2013Tbs white-paper-2013
Tbs white-paper-2013
 
Presentación1
Presentación1Presentación1
Presentación1
 
Accounting payroll outsourcing services 2013
Accounting payroll outsourcing services   2013Accounting payroll outsourcing services   2013
Accounting payroll outsourcing services 2013
 
how to become a lawyer
how to become a lawyerhow to become a lawyer
how to become a lawyer
 
Ranking atletas 2012
Ranking atletas 2012Ranking atletas 2012
Ranking atletas 2012
 
Rock art and IFRAO color card
Rock art and IFRAO color cardRock art and IFRAO color card
Rock art and IFRAO color card
 
Printing to rocky
Printing to rockyPrinting to rocky
Printing to rocky
 
Visualisation of astronomical alignments
Visualisation of astronomical alignmentsVisualisation of astronomical alignments
Visualisation of astronomical alignments
 
Reproduction.ppt2013
Reproduction.ppt2013Reproduction.ppt2013
Reproduction.ppt2013
 
Brugman chronological experience1.2
Brugman chronological experience1.2Brugman chronological experience1.2
Brugman chronological experience1.2
 
La Resurrección Gabriel Luna
La Resurrección Gabriel LunaLa Resurrección Gabriel Luna
La Resurrección Gabriel Luna
 
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 клFamous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
Famous composers bach минейчева алена , жибатенко анастасия 10 кл
 
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboardMapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
Mapa research brochure-swe-fundtrading-dashboard
 
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar ElviraAsesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
Asesoramiento financiero: Aspectos que valora el cliente, por Òscar Elvira
 
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
Dossier sponsoring course 2013 fès v1.3
 
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escolaPdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
Pdf do livro_a_tematica_indigena_na_escola
 

Semelhante a Relatório - Parte 2

Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo RoullierFolheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Groupe Roullier
 
Senar produção de leite conforme in 62
Senar   produção de leite conforme in 62Senar   produção de leite conforme in 62
Senar produção de leite conforme in 62
Jane Domingues
 
MegaMatte Green Rio
MegaMatte Green RioMegaMatte Green Rio
MegaMatte Green Rio
megamatte
 
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo TrevisanConferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
institutoethos
 
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas TransportadasProjeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
Vinicius Sousa
 
Nutricao Animal
Nutricao AnimalNutricao Animal
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagres
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagresProjeto o leite da fazenda sítio dos milagres
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagres
Liliam Da Paixão
 
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
AgroTalento
 
Produção animal a.d.r. - 12ºc
Produção animal   a.d.r. - 12ºcProdução animal   a.d.r. - 12ºc
Produção animal a.d.r. - 12ºc
luis reis
 
Apostila tpoa
Apostila tpoaApostila tpoa
Apostila tpoa
Marco Antonio
 
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
Rural Pecuária
 
Infográfico.pdf
Infográfico.pdfInfográfico.pdf
Infográfico.pdf
DomanUltracongelados
 
Encontro líderes.leituras
Encontro líderes.leiturasEncontro líderes.leituras
Encontro líderes.leituras
Karlla Costa
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
mvezzone
 
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
André Oliveira
 
Projeto coleção cartilhas boi a pasto
Projeto coleção cartilhas boi a pastoProjeto coleção cartilhas boi a pasto
Projeto coleção cartilhas boi a pasto
boiapasto
 
Unidade I - Tecnologia de Alimentos.pdf
Unidade I  - Tecnologia de Alimentos.pdfUnidade I  - Tecnologia de Alimentos.pdf
Unidade I - Tecnologia de Alimentos.pdf
Kellenscopel1
 
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTANEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
mkt_refrisat
 
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
xSonia B.Operatório)
 
PRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
PRÁTICAS AGRÍCOLAS SustentávelPRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
PRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
ProfDamio
 

Semelhante a Relatório - Parte 2 (20)

Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo RoullierFolheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
 
Senar produção de leite conforme in 62
Senar   produção de leite conforme in 62Senar   produção de leite conforme in 62
Senar produção de leite conforme in 62
 
MegaMatte Green Rio
MegaMatte Green RioMegaMatte Green Rio
MegaMatte Green Rio
 
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo TrevisanConferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
 
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas TransportadasProjeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
Projeto Empresarial: Carioka Refeiçoes Executivas Transportadas
 
Nutricao Animal
Nutricao AnimalNutricao Animal
Nutricao Animal
 
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagres
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagresProjeto o leite da fazenda sítio dos milagres
Projeto o leite da fazenda sítio dos milagres
 
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
[BeefSummit Sul] Renato Galindo: Como o Marfrig vende suas melhores marcas de...
 
Produção animal a.d.r. - 12ºc
Produção animal   a.d.r. - 12ºcProdução animal   a.d.r. - 12ºc
Produção animal a.d.r. - 12ºc
 
Apostila tpoa
Apostila tpoaApostila tpoa
Apostila tpoa
 
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
Qual índice mostra a fertilidade dos touros e nos ajuda nos períodos de maior...
 
Infográfico.pdf
Infográfico.pdfInfográfico.pdf
Infográfico.pdf
 
Encontro líderes.leituras
Encontro líderes.leiturasEncontro líderes.leituras
Encontro líderes.leituras
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
 
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
Queijo artesanal x queijo industrializado existe mesmo esta disputa?
 
Projeto coleção cartilhas boi a pasto
Projeto coleção cartilhas boi a pastoProjeto coleção cartilhas boi a pasto
Projeto coleção cartilhas boi a pasto
 
Unidade I - Tecnologia de Alimentos.pdf
Unidade I  - Tecnologia de Alimentos.pdfUnidade I  - Tecnologia de Alimentos.pdf
Unidade I - Tecnologia de Alimentos.pdf
 
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTANEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
NEWS 246 - DORI ALIMENTOS, BENEFICIÊNCIA NIPO BRASILEIRA E POLIJUTA
 
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
Lr catalogo-saude-beleza-julho-2020
 
PRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
PRÁTICAS AGRÍCOLAS SustentávelPRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
PRÁTICAS AGRÍCOLAS Sustentável
 

Último

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 

Último (8)

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 

Relatório - Parte 2

  • 1. A palavra declara, de formaAgricultura simplificada, nosso foco originário e prioritário. Com consagramos nossa atuaçãoAlimentos neste mercado, iniciada em 2007. Com a palavra Energia, afirmamos nosso ingresso efetivo no mercadodosbiocombustíveis.
  • 3. AGRICULTURA Estamos presente em cada etapa de cadeia de produção. Desde o fomento do plan o e o acompanhamento das lavouras até a colheita dos grãos. E é nas Casas Camera que a empresa possui sua referênciadecontato. Cada Casa Camera é uma filial de varejo e armazenagem de grãos. Juntas, contribuem para o o b j e v o m a i o r d a c o m p a n h i a , q u e é a sustentabilidade em um modelo de negócios com commodi es de baixo custo (eficiência operacional e rateio de custos fixos) + escala (de captação de grãos e devendadeprodutosdevarejo). AS 42 CASAS CAMERA, ESPALHADAS PELO INTERIOR DO RIO GRANDE DO SUL, SÃO O PONTO DE APOIO E RELACIONAMENTO COM OS AGRICULTORES. É ONDE OCORRE A ENTREGA AOS NOSSOS CLIENTES DAS SOLUÇÕES PARA A PRODUÇÃO VEGETAL E ANIMAL DE SUAS PROPRIEDADES.
  • 4. São mais de 40 anos em que a Camera exerce um papel fundamentalnodesenvolvimentosustentáveldaagricultura. É nas Casas Camera que encontramos nossas origens, que externalizamos nossa sa sfação em bem servir e estar ao lado do produtor,nashorasboasounosmomentosdemaiordificuldade. Estamos juntos porque nossa realização é diretamente proporcional ao sucesso das inicia vas de nossos clientes e parceiros. As 42 Casas Camera, distribuídas por quase todas as regiões gaúchas, traduzem o nosso grande esforço e vocação em buscar equilíbrio entre o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que estamos inseridos, com harmonia entre as pessoas e perfeitau lizaçãodosrecursosnaturais. É um trabalho executado por centenas de pessoas, trabalhadores que estão perfeitamente alinhados à missão e aos valores da Companhia, comprome das com um único obje vo: estar entre os principais agentes em prol da realização e felicidade das comunidades.
  • 5. ALIMENTOS Desde 1971, cumprimos nossa missão primeira de estar efe vamente presente em cada uma das etapas da Cadeia da Agricultura. São quatro décadas par cipando do dia a dia de mais de 28 mil agricultores. Com orgulho e responsabilidade, assumimos o nobre compromisso de diversificar e agregar valor sustentável à produção agrícola primária – o sagrado o cio daquelas pessoas que dedicam suas vidasaocul vodaterra. Através de empreendedorismo, gestão, melhoria con nua e relacionamentos de longo prazo, além de muito respeito ao trabalho de cada um de nossos parceiros, elevamos nosso olhar para o futuro e renovamosacrençadenossofundador,Sr.OrestesCamera: POLÍTICA DE QUALIDADE OBJETIVOS Soluções de qualidade para as necessidades dos clientes, obje vando a melhoria con nua do sistema de gestão da qualidade como diferencial compe vo para o protagonismonafabricaçãodeprodutodeconsumohumanoedenutriçãoanimal. 1‐ Compromisso com a segurança dos alimentos, respeitando referências de classe mundial. 2‐ Inovação inspirada na busca de eficiência operacional, como garan a de compe vidadeaolongodotempo. 3‐ Clima organizacional de incen vo ao aprendizado e valorização da experiência, criandooportunidadesparaaspessoasprosperarem. Fé na terra como celebração da vida!
  • 6. ArrozCamera O Arroz Camera, fruto do trabalho realizado em conjunto c o m p r o d u t o r e s r u r a i s parceiros, é oferecido em três pos: o Parbolizado e o Branco, em embalagens de 1kg, 2kg e 5 k g , e o G r a n R e s e r v a . Recentemente lançado no mercado, o Arroz Gran Reserva é originado da seleção dos mais nobres grãos de cada safra. Encontra‐se disponível nas embalagensde1Kge5kg. PRODUTOS DE CONSUMO FeijãoCamera O feijão, mais novo integrante daFamíliadeAlimentosCamera, é fiel à proposta de chegar à mesa do consumidor sempre saboroso e fresquinho. A Camera comercializa feijão de Classe Preto, po 1, em embalagensde1Kg. A Unidade de Negócios Produtos de Consumo é responsável pelo gerenciamento comercial e logís co da Família de Alimentos Camera, composta por arroz branco e parboilizado, feijão, óleodesojaecanola. Nossa equipe, formada por analistas, especialistas em vendas, gerentes comerciais e representantes, é preparada e empenhada em fazer com que o alimento colhido pelo agricultor passe por um rigoroso processo de produção e chegue fresquinho e saboroso à mesa do consumidor. Dois centros de distribuição, localizados estrategicamente nas cidades de Santa Rosa e Estrela, são responsáveis pelo atendimentoeentregaágildospedidos. A Unidade de Negócios Produtos de Consumo é comprome da com o bom atendimento aos clientes, garan ndo a qualidade dos produtos Camera e o respeito ao consumidor. Hoje, os alimentos Camera são parte integrante dos itens básicosdeconsumodafamíliabrasileira. ÓleosCamera Ideais para o preparo de todos os pos de pratos, do mais simples ao mais requintado, os óleos Camera são ricos em vitaminas e possuem 0% de gorduras trans, contribuindo para uma alimentação mais saudável. Estão disponíveis em dois pos:SojaeCanola.
  • 7. NUTRIÇÃO ANIMAL A Unidade de Negócios Produção Animal comercializa produtosdealtovalorbiológico,paraclientescadavezmais exigentes em relação à performance e à qualidade das dietasparanutriçãoanimal. Nossos produtos são formulados com base em conceitos nutricionaisquevisamaaumentaraeficiênciaalimentarna pecuária gaúcha e reduzir o impacto ambiental gerado pela a vidade. Os mais modernos adi vos e processos de produção são empregados na fabricação dos produtos Camera. Para assegurar que os conceitos de produção e de nutrição estejam presentes em cada quilo de nossos produtos, a Camera adota as melhores prá cas de fabricação e incen va em seus profissionais o espírito feed for food, o que nos dá a certeza de produzir itens que se transformarão em alimentos para a sociedade. Este é o grandediferencialdaCamera. Atuamos em pra camente todas as regiões do Rio Grande do Sul e no Oeste catarinense, proporcionando atendimento qualificado, realizado por pessoas devidamente capacitadas. As entregas são feitas 100% com frota própria, o que favorece a qualidade da entrega dos nossosprodutos. RAÇÕES E CONCENTRADOS A linha de rações e concentrados é formada por um por ólio de produtos e por programas de criação que atendem as necessidades nutricionais de todas as espécies e para todas as fases de produção animal. A linha de especialidades Camera é formada por produtos zootecnicamente corretos, formulados segundo aspectos relacionados à vida dos animais, tais como necessidades nutricionais por fase, conforto térmico, densidade populacional,desafiosanitárioebem‐estaranimal. LINHA DE SUPLEMENTOS MINERAIS Não basta mineralizar. É preciso u lizar macro e micronutrientes das melhores fontes. Os resultados são comprovadamente superiores. A suplementação mineral é uma das principais tecnologias adotadas nas propriedades rurais, independente do sistema de produção de leite adotado, visto que os solos brasileiros apresentam deficiências minerais dos mais variados elementos. A suplementação é uma das maneiras mais econômicas e racionais de gerenciar as deficiências minerais, contribuindo para que a a vidade de produção leiteirasejamaisprodu vaemaisrentável. Os produtos Primelac são elaborados e formulados com matérias‐primas de alta qualidade e biodisponibilidade nutricional, para atender a todos os requisitos nutricionais dos animais criados nos diferentes sistemas de produção leiteira. PROTEÍNAS VEGETAIS Produzido com os conceitos de segurança alimentar Camera, o Farelo de Soja Pro‐46 Camera é um produto cons tuído por proteínas vegetais de excelente valor nutricional, alto valor proteico e energé co, alta diges bilidade, excelente palatabilidade, elevados níveis de lisina e de vitaminas do complexo B, caracterís cas estas que o tornam um excelente e necessário ingrediente para nutrição animal e o classificam como um ingrediente funcional, pois permite ao produtor rural mais agilidade, segurançaeversa lidadeemformulaçõesderação. O consumo constante deste ingrediente potencializa o metabolismo animal em função do elevado teor de proteína by‐pass, promove maior desempenho e bem‐ estar dos animais, reduz os riscos de problemas metabólicos,aumentaaresistênciaeasaúdedosanimais.
  • 9. Com nosso trabalho, transformamos a matéria‐ prima, originada diretamente dos agricultores, emfontedeenergiaalterna va:obiodiesel. Energia renovável, capaz de suprir as necessidades do mundo e reduzir a emissão de gases de efeito estufa provenientesdoscombus veisfósseis. Energia para movimentar estruturas produ vas e propiciar o crescimento econômico, contribuindo para agregaçãodevalornaproduçãoprimária. O sol: fonte primária de energia. A energia solar é responsável por pra camente todos os processos naturais observáveis no planeta Terra. Da energia eólica associada a furacões à energia térmica no solo dos desertos ardentes, da energia ciné ca nas águas de um rio caudaloso à energia potencial presente no vapor de água nas nuvens, da energia elétrica em uma tempestade de raios à energia hidrelétrica, da energia fóssil à renovável, da energia que as plantas usam para crescer até a que usamos para viver, todas têm por fonte primária a energia solar. ENERGIA
  • 10. CERTIFICAÇÃO DE BIODIESEL ACameramantémemseuParqueIndustrialdeEstrela o mais completo laboratório de cer ficação de biodiesel do Estado, cer ficado e autorizado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), e que atende a demandas de análise internas e externas. O laboratório obedece ao escopo da Resolução 14 da ANP, sendo 24 análises realizadas por laudo, entre elas a de teor de glicerol, teor de metais, teor de fósforoeteordeenxofre. No momento a Companhia se prepara para buscar a acreditação junto ao Inmetro, o que aumentará ainda maisaqualidadedosnossosserviços.
  • 11. O compromisso com a sustentabilidade está presente no dia a dia da companhia. E é através da inovação que a construímos e fortalecemos. A nova marca de biocombus veis foi concebida no obje vo maior de contribuir para a qualificação da agricultura brasileiracomofontedeenergiaverde. Para nós, o termo qualidade transcende seu significado estrito. Neste jovem mercado de combus veis renováveis, devemos compreenderaqualidadenoseusen doamplo,pleno,global. Somos ver calizados. Cuidamos da qualidade desde a formação da lavoura pelo agricultor, passando pelo processamento da matéria‐prima, a produção na usina até a distribuição ao consumidor. Estamos conectados. Nossos mes de profissionais de agricultura, de indústria, de logís ca e de relacionamento comercial acompanham e respondem pela operação em todo o seu contexto. O desafio é surpreender, é entregar aquilo que o campo tem de melhor. Assim nasceu o conceito CameraQ+ Qualidade desde a origem. Nasce a CameraQ+ Qualidade desde a origem
  • 12. QUALIDADE na originação direta das m a t é r i a s ‐ p r i m a s d e n o s s o biocombus vel, primando pela inclusão social e diversificação de culturas.Cadaumadaslavourasdesoja, canola e girassol de cada um dos m i l h a re s d e a g r i c u l to re s s ã o a c o m p a n h a d a s p e l o s n o s s o s especialistas na produção primária. Ao lado destas famílias, plantamos sementesecolhemosfuturo. O PLANETA AGRADECE QUALIDADE adquirida pela atuação em toda a cadeia produ va. Desde o plan o das sementes, a colheita e processamento dos grãos, a produção e distribuição do biocombus vel, estamos à frente dos processos, monitorandocadaetapa. QUALIDADE de atendimento, presença e solução para nossos clientes. Todos os dias e em todas as horas. Para conquistarmos a máxima eficiência operacional e surpreendermos cada um de nossos clientes com um padrão de relacionamento diferenciado. Compar lhamos informações e experiências, somos abertos, integrados.Somostodosconectados. QUALIDADE que vem do compromisso de quem há 41 anos coloca em tudo o que faz sua marca maior. Ser social e ambientalmente responsável, para fortalecer e perpetuara organização e sua sociedade. Saber experimentar, renovar e reinventar. Almejar protagonismo através da inovação. Ser verde...eazul!Sersustentável!
  • 13. APOIO AO ANÚNCIO DA CAMPANHA B20 METROPOLITANO NO TRANSPORTE COLETIVO URBANO O evento, paralelo a RIO+20, aconteceu no dia 19 de junho de2012,noEspaçoAreninha HSBC. A Global Bioenergy Partnership (GBEP) organizou um fórum de diálogo para contribuir com a elaboração de polí cas públicas voltadas à u lização sustentável da bioenergia. No encontro, a União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), com o apoio da Camera, anunciou a campanha de incen vo ao uso de 20% de biodiesel ao diesel fóssil – o B20 MetropolitanonoTransporteCole voUrbano. Com a campanha, a Ubrabio pretende chamar atenção da sociedade para a melhoria da qualidade do ar nas cidades, a exemplo do projeto Biodiesel Metropolitano de São Paulo, atravésdaEcoFrota,emque1.800ônibusrodamcom20%de biodiesel ao diesel mineral, e que a CameraQ+ é fornecedora exclusivadesdefevereirode2011. Es ma‐se que segundo a NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, somente a frota de ônibus urbanos brasileira seja de 105 mil ônibus, que se aplicados o mesmo consumo da EcoFrota de São Paulo, pode‐se es mar um consumo nacional de mais de 1,35 bilhões de litros anuais, caso estes u lizarem B20. Atualmente a mistura de 5% de Biodiesel no óleo diesel representa uma demanda de 2,7 bilhões de litros anuais de biodiesel. CONFIRA O QUE NOSSOS PARCEIROS E CLIENTES TÊM A DIZER:
  • 14. Em 2013 a Camera inaugura sua fábrica de me lato de sódio, a primeira do Sul do Brasil, localizada no Parque Industrial de Estrela. Com tecnologia fornecida pela empresa parceira DuPont, a produção vai subs tuir as importações deste catalisador, que hojerespondempor80%doconsumobrasileirototal. PRIMEIRA FÁBRICA DE METILATO DE SÓDIO DO SUL DO BRASIL