SlideShare uma empresa Scribd logo
RECOMENDAÇÃO CONJUNTA TCE/MPCO/MPPE nº 01/2019
O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO – TCE/PE, o
MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO –
MPCO/PE e o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO – MPPE,
por intermédio de seus representantes legais abaixo-assinados, no uso de suas atribuições
institucionais, que lhe são conferidas pela Constituição Federal, com o detalhamento
constante da Lei Estadual nº 12.600/2004 – LOTCE/PE e alterações e da Lei Orgânica do
Ministério Público do Estado de Pernambuco, art. 10, inciso IV:
CONSIDERANDO que incumbe às Cortes de Contas, no exercício do controle externo da
Administração Pública, fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos, nos termos dos
arts. 70, caput, e 71 da Constituição Federal de 1988;
CONSIDERANDO que incumbe ao Ministério Público de Contas a defesa, perante o
Tribunal de Contas, da ordem jurídica e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, a
teor do disposto nos arts. 127 e 130 da Constituição Federal de 1988;
CONSIDERANDO que o Ministério Público do Estado é instituição permanente,
essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do
regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis;
CONSIDERANDO as recorrentes notícias de atrasos das folhas de pagamento em
municípios do Estado de Pernambuco, veiculadas na imprensa local e/ou denunciadas
diretamente aos órgãos de controle;
CONSIDERANDO que os servidores públicos, inclusive os comissionados e temporários,
têm garantidos direitos sociais previstos na Constituição Federal, uma vez que a natureza
precária do vínculo não afasta o direito à remuneração tempestiva, com base, dentre outros,
no princípio da dignidade da pessoa humana (art. 1º, III da CRFB/88);
CONSIDERANDO que, nos municípios com dificuldades financeiras que sofrem com a
carência de recursos públicos, impõe-se ao administrador o dever de otimizar a alocação de
tais recursos na satisfação das necessidades mais prementes da população, em sintonia com
o postulado da eficiência previsto no “caput” do art. 37 da Constituição Federal de 1988;
CONSIDERANDO que aos gestores públicos compete a proteção do chamado “mínimo
existencial”, assim compreendido como o núcleo essencial de direitos a permitirem uma
existência minimamente digna por parte dos servidores públicos;
CONSIDERANDO que, a despeito do mencionado cenário de inadimplência com as
folhas de pagamento, diversos municípios pernambucanos sinalizam a iminência de
realização de gastos com o São João, especialmente festas e shows;
CONSIDERANDO que a discricionariedade do administrador não é absoluta, pois as
políticas públicas se submetem a controle de constitucionalidade e legalidade, mormente
1
quando delas não decorrem benefícios para a população, diversos do entretenimento fugaz
e passageiro, tal como o propiciado pelos festejos juninos;
CONSIDERANDO que a realização de gastos com festividades na pendência de quitação
– parcial ou integral - dos salários dos servidores públicos tem o potencial de violar o
princípio constitucional da moralidade administrativa, que se impõe aos gestores públicos
de qualquer nível ou hierarquia, conforme art. 4º da Lei Federal nº 8.429/92;
CONSIDERANDO que o direcionamento de receitas públicas para o custeio de
festividades em detrimento do cumprimento das obrigações legais que recaem sobre os
gestores públicos, notadamente aquelas de cunho alimentar, como o pagamento de salários,
tem sido reiteradamente censurado por esta Corte de Contas, como bem ilustra o
precedente emanado do julgamento da Medida Cautelar TC nº 1726538-1, relativa à
Prefeitura de São Lourenço da Mata – fato já reconhecido, inclusive, pelo Egrégio Tribunal
de Justiça do Estado, ao ensejo do julgamento do Agravo de Instrumento nº 0423225-3,
conforme deliberação publicada na edição de 09.11.2017 do Diário da Justiça; e
CONSIDERANDO, por fim, que entre as competências institucionais do Tribunal de
Contas (art. 16 da Resolução TC nº 16/2017 c/c art. 59, §1º da LC nº 101/00), do
Ministério Público de Contas (art. 117 da Lei 12.600/2004) e do Ministério Público
Estadual (art. 5º, parágrafo único, inciso IV da Lei Complementar 12/94 e alterações).
figura a expedição de recomendações para que sejam cumpridas normas relativas a direitos
e deveres assegurados ou decorrentes do ordenamento jurídico brasileiro, de modo a evitar
a configuração de irregularidades, contribuindo pedagogicamente para o aperfeiçoamento
da gestão pública;
Resolvem expedir RECOMENDAÇÃO aos Senhores Prefeitos no sentido de evitar a
realização de despesas com festividades juninas, especialmente shows, quando a folha de
pessoal do Município estiver em atraso, inclusive nos casos em que a inadimplência esteja
atingindo apenas parcela dos servidores, mesmo que comissionados e temporários.
O descumprimento desta recomendação ensejará a atuação dos órgãos signatários, na
rápida responsabilização dos infratores, com a promoção das medidas cabíveis,
notadamente o apontamento da falta no âmbito da prestação de contas anual, para fins de
sua aquilatação ao ensejo da formação de juízo acerca das contas anuais dos gestores e
aplicação das sanções previstas em lei, e, ainda, a apuração da prática de atos de
improbidade administrativa, com o consequente ajuizamento da ação pertinente,
descabendo, portanto, alegar o desconhecimento das consequências jurídicas de seu
descumprimento em procedimentos administrativos e/ou judiciais futuros.
Encaminhe-se a presente recomendação à:
a) Assessoria Ministerial de Comunicação Social do MPPE para que adote as providências
necessárias a dar conhecimento desta Recomendação à população em geral, a fim de
possibilitar ao cidadão denunciar aos órgãos de fiscalização a respeito do descumprimento
desta Recomendação;
b) Subprocuradoria Geral em Assuntos Jurídicos da Procuradoria Geral de Justiça para
que, no âmbito de suas atribuições, previstas no art. 5º, inc. II, da Portaria POR-PGJ nº
2
505/2012, diligencie acompanhar o efetivo cumprimento desta Recomendação junto ao
Ministério Público de Contas e Tribunal de Contas do Estado;
c) à AMUPE (Associação Municipalista de Pernambuco) e a todos os Excelentíssimos
Senhores Prefeitos do Estado de Pernambuco, por ofício, dando-lhes conhecimento desta
Recomendação;
d) à UVP (União de Vereadores de Pernambuco), a fim de subsidiar o exercício de sua
função fiscalizadora da atividade administrativa;
Atenciosamente.
Recife, 07 de maio de 2019.
MARCOS COELHO LORETO
Presidente do Tribunal de Contas do Estado
GERMANA GALVÃO CAVALCANTI LAUREANO
Procuradora-Geral do Ministério Público de Contas
FRANCISCO DIRCEU BARROS
Procurador-Geral de Justiça
3

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Scan doc-2
Scan doc-2 Scan doc-2
Scan doc-2
Portal NE10
 
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
Tarcio Oliveira
 
Ronire reis
Ronire reisRonire reis
Ronire reis
Maze Rodrigues
 
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
Paulo Veras
 
Tce em Santa Cruz do Capibaribe
Tce em Santa Cruz do CapibaribeTce em Santa Cruz do Capibaribe
Tce em Santa Cruz do Capibaribe
Portal NE10
 
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
Paulo Veras
 
Acordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignonAcordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignon
Polibio Braga
 
Ines
InesInes
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminarProcesso judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Elielson Lima
 
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCEÁlvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
Paulo Veras
 
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 20102015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
Francisco Luz
 
Araripina processo
Araripina processoAraripina processo
Araripina processo
Jamildo Melo
 
Carlos Santana e o documento do TCE
Carlos Santana e o documento do TCECarlos Santana e o documento do TCE
Carlos Santana e o documento do TCE
Jamildo Melo
 
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
Consultor JRSantana
 
Pis cofins majoração combustíveis decisão
Pis cofins majoração combustíveis   decisãoPis cofins majoração combustíveis   decisão
Pis cofins majoração combustíveis decisão
Jornal do Commercio
 
O relatorio
O relatorioO relatorio
O relatorio
Jamildo Melo
 
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
Antônio Rosalvo Batista Neto
 
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de RondôniaPadre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
Rondoniadinamica Jornal Eletrônico
 
Mensagem veto 030_2015
Mensagem veto 030_2015 Mensagem veto 030_2015
Mensagem veto 030_2015
Claudio Figueiredo
 
Questões proposta orçamento_2018-1 MPF
Questões proposta orçamento_2018-1 MPFQuestões proposta orçamento_2018-1 MPF
Questões proposta orçamento_2018-1 MPF
Jornal do Commercio
 

Mais procurados (20)

Scan doc-2
Scan doc-2 Scan doc-2
Scan doc-2
 
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
Recomendação 008 2017. nepotismo (geral) - prefeito (demissões)
 
Ronire reis
Ronire reisRonire reis
Ronire reis
 
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Dirceu Rodolfo - Contas Eduardo Campos 2013
 
Tce em Santa Cruz do Capibaribe
Tce em Santa Cruz do CapibaribeTce em Santa Cruz do Capibaribe
Tce em Santa Cruz do Capibaribe
 
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
Voto Carlos Porto - Contas Eduardo Campos 2013
 
Acordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignonAcordao 2013 bordignon
Acordao 2013 bordignon
 
Ines
InesInes
Ines
 
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminarProcesso judicial eletrônico 1º grau - liminar
Processo judicial eletrônico 1º grau - liminar
 
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCEÁlvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
Álvaro Porto tem contas rejeitadas pelo TCE
 
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 20102015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
2015>Inquérito MP paracuru-ce-contas de gestão ordenador despesas 2010
 
Araripina processo
Araripina processoAraripina processo
Araripina processo
 
Carlos Santana e o documento do TCE
Carlos Santana e o documento do TCECarlos Santana e o documento do TCE
Carlos Santana e o documento do TCE
 
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
2032 - Mandado de Segurança Cc Liminar - Exclusão ICMS, PIS e COFINS
 
Pis cofins majoração combustíveis decisão
Pis cofins majoração combustíveis   decisãoPis cofins majoração combustíveis   decisão
Pis cofins majoração combustíveis decisão
 
O relatorio
O relatorioO relatorio
O relatorio
 
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
Parecer de Finanças, Constituição e Justiça ao Projeto de Lei No 27-2009 Bols...
 
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de RondôniaPadre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
Padre ex-prefeito de Cacoal é condenado mais uma vez pela Justiça de Rondônia
 
Mensagem veto 030_2015
Mensagem veto 030_2015 Mensagem veto 030_2015
Mensagem veto 030_2015
 
Questões proposta orçamento_2018-1 MPF
Questões proposta orçamento_2018-1 MPFQuestões proposta orçamento_2018-1 MPF
Questões proposta orçamento_2018-1 MPF
 

Semelhante a Recomendação - TCE, MPCO e MPPE.

REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
Jerbialdo
 
Aia silvio costa filho
Aia silvio costa filhoAia silvio costa filho
Aia silvio costa filho
chlima
 
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipalregras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
Luiz Oliveira
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
Portal NE10
 
Texto água em Petrolina
Texto água em PetrolinaTexto água em Petrolina
Texto água em Petrolina
Portal NE10
 
Impugnação CRECI 2015
Impugnação CRECI 2015Impugnação CRECI 2015
Impugnação CRECI 2015
Márcio Ely
 
Portaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
Portaria MPF - Suspensão PMCMV CatalãoPortaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
Portaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
Roberto Tavares
 
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
Leonardo Concon
 
Marquise itabuna lixo
Marquise itabuna lixoMarquise itabuna lixo
Marquise itabuna lixo
Emilio Gusmão
 
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
Francisco Luz
 
Stf solicita explicacoes ao gov e alepe
Stf solicita explicacoes ao gov e alepeStf solicita explicacoes ao gov e alepe
Stf solicita explicacoes ao gov e alepe
Jornal do Commercio
 
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazerAcao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
Sandra Dória
 
Acordao.pdf
Acordao.pdfAcordao.pdf
Acordao.pdf
BRUNOBRITO51040
 
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de IngazeiraBlog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
Jamildo Melo
 
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MP
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MPAção Hamílton-D.Leopoldo/MP
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MP
1962laura
 
19 res058 transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
19 res058  transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss19 res058  transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
19 res058 transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
Jornal do Commercio
 
MPF - Pedido de impugnação de candidato
MPF - Pedido de impugnação de candidatoMPF - Pedido de impugnação de candidato
MPF - Pedido de impugnação de candidato
timbaubaagora
 
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
Portal NE10
 
O pedido
O pedidoO pedido
O pedido
Jamildo Melo
 
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
Ipu Notícias
 

Semelhante a Recomendação - TCE, MPCO e MPPE. (20)

REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
REJEIÇÃO DAS CONTAS DO PREFEITO JOÃO CAETANO (Deliberação de Imputação de Déb...
 
Aia silvio costa filho
Aia silvio costa filhoAia silvio costa filho
Aia silvio costa filho
 
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipalregras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
regras-de-encerramento-e-transicao-de-mandato-municipal
 
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São LourençoMPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
MPPE pede novo afastamento do prefeito de São Lourenço
 
Texto água em Petrolina
Texto água em PetrolinaTexto água em Petrolina
Texto água em Petrolina
 
Impugnação CRECI 2015
Impugnação CRECI 2015Impugnação CRECI 2015
Impugnação CRECI 2015
 
Portaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
Portaria MPF - Suspensão PMCMV CatalãoPortaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
Portaria MPF - Suspensão PMCMV Catalão
 
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
Manifestação TCE-SP (Tomada de Preços 02-2022)
 
Marquise itabuna lixo
Marquise itabuna lixoMarquise itabuna lixo
Marquise itabuna lixo
 
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
TCM-CE INTIMA GESTOR DA DESPESA DO PARACURU--2011 PARA JUSTIFICAR OMISSÕES AP...
 
Stf solicita explicacoes ao gov e alepe
Stf solicita explicacoes ao gov e alepeStf solicita explicacoes ao gov e alepe
Stf solicita explicacoes ao gov e alepe
 
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazerAcao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
Acao de prestacao_contas-obrigacao_de_fazer
 
Acordao.pdf
Acordao.pdfAcordao.pdf
Acordao.pdf
 
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de IngazeiraBlog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
Blog de Jamildo - Sentença sobre Afogado de Ingazeira
 
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MP
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MPAção Hamílton-D.Leopoldo/MP
Ação Hamílton-D.Leopoldo/MP
 
19 res058 transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
19 res058  transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss19 res058  transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
19 res058 transparencia das organizacoes sociais de saude - os-ss
 
MPF - Pedido de impugnação de candidato
MPF - Pedido de impugnação de candidatoMPF - Pedido de impugnação de candidato
MPF - Pedido de impugnação de candidato
 
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
3g1n7pp6tc0hjupmf1lm7eq0jm
 
O pedido
O pedidoO pedido
O pedido
 
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
IPU – FUNDEB – PROC. 10294115
 

Mais de Jornal do Commercio

sorteados Reserva de vagas 2024.pdf
sorteados Reserva de vagas 2024.pdfsorteados Reserva de vagas 2024.pdf
sorteados Reserva de vagas 2024.pdf
Jornal do Commercio
 
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf
sorteados Livre Concorrência 2024.pdfsorteados Livre Concorrência 2024.pdf
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf
Jornal do Commercio
 
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdfCADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
Jornal do Commercio
 
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdfGabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
Jornal do Commercio
 
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdfGabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
Jornal do Commercio
 
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdfGabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
Jornal do Commercio
 
Programação do FIG 2023
Programação do FIG 2023Programação do FIG 2023
Programação do FIG 2023
Jornal do Commercio
 
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDFED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
Jornal do Commercio
 
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
Jornal do Commercio
 
Resultado homologação concurso professor Olinda
Resultado homologação concurso professor OlindaResultado homologação concurso professor Olinda
Resultado homologação concurso professor Olinda
Jornal do Commercio
 
Reajuste do piso dos professores.pdf
Reajuste do piso dos professores.pdfReajuste do piso dos professores.pdf
Reajuste do piso dos professores.pdf
Jornal do Commercio
 
analise-de-material-apreendido.pdf
analise-de-material-apreendido.pdfanalise-de-material-apreendido.pdf
analise-de-material-apreendido.pdf
Jornal do Commercio
 
Edital Prouni 2º semestre
Edital Prouni 2º semestreEdital Prouni 2º semestre
Edital Prouni 2º semestre
Jornal do Commercio
 
2023-05-22E.pdf
2023-05-22E.pdf2023-05-22E.pdf
2023-05-22E.pdf
Jornal do Commercio
 
Projeto Piso salarial Pernambuco
Projeto Piso salarial PernambucoProjeto Piso salarial Pernambuco
Projeto Piso salarial Pernambuco
Jornal do Commercio
 
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
Jornal do Commercio
 
Listão 2 convocação UFPE (Recife)
Listão 2 convocação UFPE (Recife)Listão 2 convocação UFPE (Recife)
Listão 2 convocação UFPE (Recife)
Jornal do Commercio
 
agreste.pdf
agreste.pdfagreste.pdf
agreste.pdf
Jornal do Commercio
 
vitoria.pdf
vitoria.pdfvitoria.pdf
vitoria.pdf
Jornal do Commercio
 
recife.pdf
recife.pdfrecife.pdf

Mais de Jornal do Commercio (20)

sorteados Reserva de vagas 2024.pdf
sorteados Reserva de vagas 2024.pdfsorteados Reserva de vagas 2024.pdf
sorteados Reserva de vagas 2024.pdf
 
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf
sorteados Livre Concorrência 2024.pdfsorteados Livre Concorrência 2024.pdf
sorteados Livre Concorrência 2024.pdf
 
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdfCADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
CADERNO DE PROVAS - SSA 3 1o DIA (1) (1).pdf
 
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdfGabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Azul e Branca segudo dia.pdf
 
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdfGabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
Gabarito Oficial Enem 2023 - Provas Amarela e Rosa segundo dia.pdf
 
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdfGabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
Gabarito Enem 2023 - Provas Rosa e Amarela.pdf
 
Programação do FIG 2023
Programação do FIG 2023Programação do FIG 2023
Programação do FIG 2023
 
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDFED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
ED_6_SEDUC_RECIFE_RES_FINAL_OBJETIVA_PROV_DISC_.PDF
 
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
ESPAÇO CIÊNCIA: PROGRAMAÇÃO FÉRIAS JULHO 2023
 
Resultado homologação concurso professor Olinda
Resultado homologação concurso professor OlindaResultado homologação concurso professor Olinda
Resultado homologação concurso professor Olinda
 
Reajuste do piso dos professores.pdf
Reajuste do piso dos professores.pdfReajuste do piso dos professores.pdf
Reajuste do piso dos professores.pdf
 
analise-de-material-apreendido.pdf
analise-de-material-apreendido.pdfanalise-de-material-apreendido.pdf
analise-de-material-apreendido.pdf
 
Edital Prouni 2º semestre
Edital Prouni 2º semestreEdital Prouni 2º semestre
Edital Prouni 2º semestre
 
2023-05-22E.pdf
2023-05-22E.pdf2023-05-22E.pdf
2023-05-22E.pdf
 
Projeto Piso salarial Pernambuco
Projeto Piso salarial PernambucoProjeto Piso salarial Pernambuco
Projeto Piso salarial Pernambuco
 
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
Listão 2 convocados UFPE (Caruaru)
 
Listão 2 convocação UFPE (Recife)
Listão 2 convocação UFPE (Recife)Listão 2 convocação UFPE (Recife)
Listão 2 convocação UFPE (Recife)
 
agreste.pdf
agreste.pdfagreste.pdf
agreste.pdf
 
vitoria.pdf
vitoria.pdfvitoria.pdf
vitoria.pdf
 
recife.pdf
recife.pdfrecife.pdf
recife.pdf
 

Recomendação - TCE, MPCO e MPPE.

  • 1. RECOMENDAÇÃO CONJUNTA TCE/MPCO/MPPE nº 01/2019 O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO – TCE/PE, o MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DO ESTADO DE PERNAMBUCO – MPCO/PE e o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO – MPPE, por intermédio de seus representantes legais abaixo-assinados, no uso de suas atribuições institucionais, que lhe são conferidas pela Constituição Federal, com o detalhamento constante da Lei Estadual nº 12.600/2004 – LOTCE/PE e alterações e da Lei Orgânica do Ministério Público do Estado de Pernambuco, art. 10, inciso IV: CONSIDERANDO que incumbe às Cortes de Contas, no exercício do controle externo da Administração Pública, fiscalizar a correta aplicação dos recursos públicos, nos termos dos arts. 70, caput, e 71 da Constituição Federal de 1988; CONSIDERANDO que incumbe ao Ministério Público de Contas a defesa, perante o Tribunal de Contas, da ordem jurídica e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, a teor do disposto nos arts. 127 e 130 da Constituição Federal de 1988; CONSIDERANDO que o Ministério Público do Estado é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis; CONSIDERANDO as recorrentes notícias de atrasos das folhas de pagamento em municípios do Estado de Pernambuco, veiculadas na imprensa local e/ou denunciadas diretamente aos órgãos de controle; CONSIDERANDO que os servidores públicos, inclusive os comissionados e temporários, têm garantidos direitos sociais previstos na Constituição Federal, uma vez que a natureza precária do vínculo não afasta o direito à remuneração tempestiva, com base, dentre outros, no princípio da dignidade da pessoa humana (art. 1º, III da CRFB/88); CONSIDERANDO que, nos municípios com dificuldades financeiras que sofrem com a carência de recursos públicos, impõe-se ao administrador o dever de otimizar a alocação de tais recursos na satisfação das necessidades mais prementes da população, em sintonia com o postulado da eficiência previsto no “caput” do art. 37 da Constituição Federal de 1988; CONSIDERANDO que aos gestores públicos compete a proteção do chamado “mínimo existencial”, assim compreendido como o núcleo essencial de direitos a permitirem uma existência minimamente digna por parte dos servidores públicos; CONSIDERANDO que, a despeito do mencionado cenário de inadimplência com as folhas de pagamento, diversos municípios pernambucanos sinalizam a iminência de realização de gastos com o São João, especialmente festas e shows; CONSIDERANDO que a discricionariedade do administrador não é absoluta, pois as políticas públicas se submetem a controle de constitucionalidade e legalidade, mormente 1
  • 2. quando delas não decorrem benefícios para a população, diversos do entretenimento fugaz e passageiro, tal como o propiciado pelos festejos juninos; CONSIDERANDO que a realização de gastos com festividades na pendência de quitação – parcial ou integral - dos salários dos servidores públicos tem o potencial de violar o princípio constitucional da moralidade administrativa, que se impõe aos gestores públicos de qualquer nível ou hierarquia, conforme art. 4º da Lei Federal nº 8.429/92; CONSIDERANDO que o direcionamento de receitas públicas para o custeio de festividades em detrimento do cumprimento das obrigações legais que recaem sobre os gestores públicos, notadamente aquelas de cunho alimentar, como o pagamento de salários, tem sido reiteradamente censurado por esta Corte de Contas, como bem ilustra o precedente emanado do julgamento da Medida Cautelar TC nº 1726538-1, relativa à Prefeitura de São Lourenço da Mata – fato já reconhecido, inclusive, pelo Egrégio Tribunal de Justiça do Estado, ao ensejo do julgamento do Agravo de Instrumento nº 0423225-3, conforme deliberação publicada na edição de 09.11.2017 do Diário da Justiça; e CONSIDERANDO, por fim, que entre as competências institucionais do Tribunal de Contas (art. 16 da Resolução TC nº 16/2017 c/c art. 59, §1º da LC nº 101/00), do Ministério Público de Contas (art. 117 da Lei 12.600/2004) e do Ministério Público Estadual (art. 5º, parágrafo único, inciso IV da Lei Complementar 12/94 e alterações). figura a expedição de recomendações para que sejam cumpridas normas relativas a direitos e deveres assegurados ou decorrentes do ordenamento jurídico brasileiro, de modo a evitar a configuração de irregularidades, contribuindo pedagogicamente para o aperfeiçoamento da gestão pública; Resolvem expedir RECOMENDAÇÃO aos Senhores Prefeitos no sentido de evitar a realização de despesas com festividades juninas, especialmente shows, quando a folha de pessoal do Município estiver em atraso, inclusive nos casos em que a inadimplência esteja atingindo apenas parcela dos servidores, mesmo que comissionados e temporários. O descumprimento desta recomendação ensejará a atuação dos órgãos signatários, na rápida responsabilização dos infratores, com a promoção das medidas cabíveis, notadamente o apontamento da falta no âmbito da prestação de contas anual, para fins de sua aquilatação ao ensejo da formação de juízo acerca das contas anuais dos gestores e aplicação das sanções previstas em lei, e, ainda, a apuração da prática de atos de improbidade administrativa, com o consequente ajuizamento da ação pertinente, descabendo, portanto, alegar o desconhecimento das consequências jurídicas de seu descumprimento em procedimentos administrativos e/ou judiciais futuros. Encaminhe-se a presente recomendação à: a) Assessoria Ministerial de Comunicação Social do MPPE para que adote as providências necessárias a dar conhecimento desta Recomendação à população em geral, a fim de possibilitar ao cidadão denunciar aos órgãos de fiscalização a respeito do descumprimento desta Recomendação; b) Subprocuradoria Geral em Assuntos Jurídicos da Procuradoria Geral de Justiça para que, no âmbito de suas atribuições, previstas no art. 5º, inc. II, da Portaria POR-PGJ nº 2
  • 3. 505/2012, diligencie acompanhar o efetivo cumprimento desta Recomendação junto ao Ministério Público de Contas e Tribunal de Contas do Estado; c) à AMUPE (Associação Municipalista de Pernambuco) e a todos os Excelentíssimos Senhores Prefeitos do Estado de Pernambuco, por ofício, dando-lhes conhecimento desta Recomendação; d) à UVP (União de Vereadores de Pernambuco), a fim de subsidiar o exercício de sua função fiscalizadora da atividade administrativa; Atenciosamente. Recife, 07 de maio de 2019. MARCOS COELHO LORETO Presidente do Tribunal de Contas do Estado GERMANA GALVÃO CAVALCANTI LAUREANO Procuradora-Geral do Ministério Público de Contas FRANCISCO DIRCEU BARROS Procurador-Geral de Justiça 3