SlideShare uma empresa Scribd logo
Interpretação do hemograma
Questionário
LORENA LOBO DE FIGUEIREDO PONTES
2020
Questionário Hemograma 1
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo masculino, 32 anos, assintomático, equimoses ocasionais
Trombocitopenia – imune
Hematoscopia: SV e SB sem alterações morfológicas;
presença de megaplaquetas
VCM = 87
HCM = 29
PMO
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo masculino, 53 anos, portador de IRC dialítica
Anemia normocítica normocrômica
VCM = 80
HCM = 28
Questionário Hemograma 2
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo feminino, 72 anos, realizou hemograma de rotina
Leucocitose às custas de linfocitose
– leucemia linfoide crônica
Hematoscopia:
SV: discreta microcitose.
SB : predomínio de linfócitos de tamanho pequeno,
monomórficos, alta relação N/C, cromatina condensada e
citoplasma escasso. Presença de sombras nucleares no
esfregaço.
SP: sem alterações morfológicas.
Questionário Hemograma 3
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo feminino, 33 anos, astenia intensa e petéquias pelo corpo há 15 dias
Leucocitose às custas de linfoblastos
– leucemia linfoide aguda
Hematoscopia:
SV: anisocitose às custas de microcitose.
SB: predomínio de células blásticas exibindo relação N/C
elevada, núcleo com cromatina frouxa e 1-3 nucléolos
visíveis, citoplasma basofílico e agranular.
SP: plaquetas muito reduzidas em número no esfregaço.
Questionário Hemograma 4
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo masculino, 48 anos, encaminhado após IAM
Trombocitose
– reacional?
– Trombocitemia Essencial?
Hematoscopia: SV e SB sem alterações morfológicas;
presença de plaquetas em número aumentado
Questionário Hemograma 5
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Sexo feminino, 42 anos, com tonturas e prurido há 6 meses
Eritrocitose (+ trombocitose) - Policitemia primária (Vera)?
- Policitemia secundária ?
Questionário Hemograma 6
Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP
Questionário Hemograma 7
Sexo masculino, 30 anos, astenia leve e perda de peso de 10 Kg em 2 meses
Leucocitose às custas de neutrofilia com desvio à
esquerda – neoplasia mieloproliferativa
(Leucemia mieloide crônica)
Paciente do sexo feminino, 33 anos, foi encaminhada à Unidade de
Emergência do HCRP com queixas de astenia, tosse e febre há 1 semana. O
exame físico demonstrava palidez intensa, temperatura axilar de 390C,
estertores no terço inferior do hemitórax direito, equimoses em membros
inferiores e aumento das dimensões do baço, palpável a 6 cm do rebordo
costal esquerdo. O hemograma mostrava: Hb=5.6 g/dL; Ht=17.8%; VCM=85;
HCM=26; GB=22.500/μL (blastos=48%, neutrófilos segmentados=2%;
linfócitos=45%; eosinófilos=2%; monócitos=3%); plaquetas=15.000/μL.
Contagem de reticulócitos = 0.8% (30.000/μL).
Leucocitose às custas de mais de 20% de blastos –
(Leucemia aguda)
Questionário Hemograma 8
Interpretação do hemograma
Parâmetros do hemograma
Parâmetros diretos:
▪ contagem de hemácias (GV)
▪ contagem de glóbulos brancos (GB)
▪ contagem de plaquetas (PLQ)
▪ determinação do volume hemácias (VCM)
▪ dosagem de hemoglobina
Parâmetros indiretos:
▪ hematócrito
▪ concentração de hemoglobina (CHCM)
Outros:
▪ variação de volume de hemácias
▪ volume de plaquetas
Hematoscopia
Valores de referência
Variável Homens Mulheres
Hemoglobina (g/dL) 13.5 – 17.5 12.0 – 15.5
GV ( x 1012/L) 4.3 – 5.7 3.9 – 5.0
VCM (fL) 81.2 – 95.1 81.6 – 98.3
RDW (%) 11.8 – 15.6 11.9 – 15.5
Plaquetas (x 109/L) 150 - 450 150 - 450
GB (x 109/L) 3.5 – 10.5 3.5 – 10.5
Neutrófilos (x 109/L) 1.7 – 7.0 1.7 – 7.0
Linfócitos (x 109/L) 0.9 – 2.9 0.9 – 2.9
Monócitos 0.3 – 0.9 0.3 – 0.9
Eosinófilos 0.05 – 0.5 0.05 – 0.5
Basófilos 0 – 0.3 0 – 0.3
Valores de referência - Mayo Clinic Laboratories
Índices hematimétricos
VCM = volume corpuscular médio VCM = Ht/GV x 10 (fL)
HCM = Hb corpuscular média HCM = Hb/GV x 10 (pg)
CHCM = concentração de Hb
corpuscular média CHCM = Hb/Ht x 100 (g/dL)
Anormalidades da série vermelha
Microcítica Normocítica Macrocítica
↓ VCM
(< 80 fL)
↑ VCM
(> 100 fL)
VCM normal
(80-100 fL)
Primária Secundária
Policitemia Vera ↑ eritropoetina
Hemoglobina / Hematócrito  = anemia
Hemoglobina / Hematócrito  = eritrocitose
Anemias normocíticas
Contagem de reticulócitos 
ou normal
Contagem de reticulócitos 
▪ Deficiência de ferro precoce
▪ Anemias das doenças crônicas:
Doença autoimune
Doença renal
Doença hepática
Doença endócrina
Doenças infecciosas
▪ Defeitos da CTH:
Anemia aplástica
Aplasia pura de série vermelha
Síndrome mielodisplásica
▪ Infiltração da medula óssea:
Neoplasias hematopoéticas
Tumores sólidos metastáticos
Mielofibrose idiopática ou secundária
▪ Hemólise com desidratação
ou fragmentação de hemácias:
Esferocitose hereditária
Eliptocitose hereditária
Anemia Falciforme
Hemoglobinopatia C
AH microangiopática
▪ Variantes de AH leves sem
alteração das hemácias
▪ Hiperesplenismo
▪ Perda sanguínea aguda
Anemias microcíticas
▪ Anemia ferropriva
▪ Talassemias
▪ Anemia das doenças crônicas:
Doenças autoimunes
Doenças infecciosas
Linfoma de Hodgkin
▪ Anemias sideroblásticas
Hereditária
SMD com sideroblastos em anel
Intoxicação por chumbo
▪ Hemoglobinopatias (C, E, H)
▪ Piropoiquilocitose hereditária
▪ Mielofibrose idiopática
Anemia
ferropriva
Anemia das
doenças
crônicas
Talassemia
menor
Anemia
sideroblástica
Ferro ↓ ↓ Normal ↑
TIBC ↑ ↓ Normal Normal
Depósitos de
ferro
Ausente ou
↓
Presente Presente Presente
Ferritina ↓ Normal
ou ↑
Normal
ou ↑
↑
Principais causas de anemia microcítica
Anemias macrocíticas
Contagem de reticulócitos 
ou normal
Contagem de reticulócitos 
MO hipoplástica
▪ Anemia Aplástica Adquirida
▪ Aplasia pura de série vermelha
▪ Anemias aplásticas hereditárias
(Fanconi, Disceratose congênita, ...)
▪ Intoxicação alcoólica
MO displásica
▪ Intoxicação alcoólica
▪ Síndrome mielodisplásica
MO megaloblástica
▪ Deficiência vitamina B12
▪ Deficiência ácido fólico
▪ Síntese anormal de DNA
hereditária ou secundária à QT
▪ Hemólise sem desidratação ou
fragmentação de hemácias
Doenças enzimáticas
Estomatocitose hereditária
▪ Anemia hemolítica autoimune
▪ Hemoglobinúria Paroxística
Noturna
Causas de pancitopenia
Produção diminuída Destruição periférica Produção diminuída +
destruição periférica
Anemia aplástica congênita ou
adquirida
Pancitopenia hemolítica
autoimune
Hemoglobinúria paroxística
noturna
Síndromes mielodisplásicas Sequestro esplênico LES
Drogas
Infecções
Doenças que infiltram a MO
▪ Neoplasias hematopoéticas
▪ Neoplasias não hematopoéticas
▪ Mielofibrose primária ou
secundária
▪ Doenças granulomatosas
▪ Doenças metabólicas
Linfohistiocitose
hemofagocítica (LHH)
Deficiências nutricionais
▪ Def. de vitamina B12
▪ Def. ácido fólico
▪ Def. cobre
GVHD transfusional
Adaptado de: Gnanaraj J, et al. Blood Rev 2018 (32):361–367.
Anormalidades dos leucócitos
Leucócitos  = leucopenia
Pancitopenia? Leucopenia isolada?
Granulocitopenia? Linfopenia?
Leucócitos  = leucocitose
Leucocitose Isolada?
Outras séries?
Linfocitose?
Neutrofilia? Blastos?
Investigação de neutrofilia
Causas secundárias
Causas primárias
▪ Exercício físico rigoroso
▪ Infecções bacteriana agudas e crônicas
▪ Algumas infecções por vírus (varicela) e parasitas (amebíase)
▪ Inflamação aguda e crônica grave – doenças auto-imunes,
necrose tecidual, infarto do miocárdio
▪ Causas metabólicas – Sd. Cushing, tireotoxicose, cetoacidose diabética
▪ Drogas – corticosteróides, G-CSF, lítio, nicotina
▪ Hipersensibilidade a produtos químicos e envenenamentos
▪ Neoplasias mieloproliferativas
✓ Leucemia mieloide crônica
✓ Policitemia Vera
✓ Trombocitemia essencial
✓ Mielofibrose
Investigação de linfocitose
Causas secundárias
Causas primárias
▪ Infecções virais (sarampo, caxumba, rubéola, influenza, dengue...)
▪ Algumas infecções bacterianas (coqueluche, brucelose, sífilis)
▪ Algumas infecções por protozoários (toxoplasmose)
▪ Distributivas - estresse (adrenalina, exercício físico rigoroso, trauma)
▪ Miscelânea (tabagismo, reações alérgicas a drogas, pós-esplenectomia,
hipertireodismo)
▪ Neoplasias B ou T maduras leucemizadas
✓ Leucemia linfoide crônica
✓ Outros Linfomas Não Hodgkin
Células imaturas?  Leucemia aguda
Outras anormalidades dos leucócitos
Monocitose
Monocitopenia
▪ Neoplasias mieloproliferativas agudas e crônicas
▪ Infecções bacterianas, protozoários e vírus
▪ Doenças autoimunes (LES, AR)
▪ Doenças inflamatórias intestinais e doenças granulomatosas
▪ Miscelânea – pós-esplenectomia, recuperação de agranulocitose,
neoplasias, cirrose hepática, reações a drogas
▪ Uso de corticosteroides
▪ Tricoleucemia
Outras anormalidades dos leucócitos
Eosinofilia
Eosinopenia
▪ Primárias – Síndromes hipereosinofílicas, leucemia mieloide crônica
▪ Doenças alérgicas – asma, urticária, medicamentos
▪ Doenças fúngicas
▪ Hipersensibilidade a drogas
▪ Linfomas – Linfoma de Hodgkin, Linfomas T
▪ Doenças inflamatórias intestinais
▪ Doenças autoimunes
▪ Doenças granulomatosas
▪ Imunodeficiências
▪ Estresse
▪ Uso de glicocorticóides
Neutropenia
▪ Neutropenia crônica benigna
▪ Neutropenia cíclica
▪ Neutropenia congênita grave
▪ Neutropenia imune
▪ Neutropenia associada à leucemia LGL
▪ Neutropenia secundária à SMD
▪ Drogas
Drogas que podem causar neutropenia
Anticonvulsivantes
(carbamazepina, ácido valpróico, fenitoína)
Inibidores da tireoide
(metimazol, propiltiouracil)
Antibióticos (penicilinas, cefalosporinas, sulfas,
cloranfenicol, vancomicina)
Antipsicóticos (clozapina)
Antiarrítmicos (procainamida)
Antirreumáticos (cloroquina, penicilamina)
Antiinflamatórios não esteroidais
Linfopenia
▪ Imunossupressão (corticosteroides, anticorpos monoclonais anti-linfocitários)
▪ Infecções virais (HIV)
▪ Sepse grave
▪ Doenças autoimunes (LES, AR)
▪ Sarcoidose
▪ Tuberculose
▪ Imunodeficiências congênitas
Anormalidades das plaquetas
Plaquetas  = trombocitopenia
Falha de produção? Aumento da destruição?
Plaquetas  = trombocitose
Primária (NMP)?
Reacional?
Adaptado de: Lourenço DM. Trombocitopenias. Em: Zago, Falcão e Pasquini.
Hematologia – Fundamentos e Prática, 2004.
Aplasia
Leucemia
Infiltração
SMD
Trombocitopenia
Esfregaço de sangue periférico
Grumos
Investigação de trombocitopenia
Megaplaquetas Hemólise Alterações
da SV e SB
Checar
EDTA/citrato
Turnover
aumentado
Esquizócitos
presentes
Esquizócitos
ausentes
Alterações
da MO
Pseudotrombo-
citopenia
PTI
CIVD
PTT
SHU
Sd. Evans
HPN
Drogas
Investigação de trombocitose
Causas secundárias
Causas primárias
▪ Anemia ferropriva
▪ Esplenectomia
▪ Infecções crônicas
▪ Doenças inflamatórias crônicas
▪ Doenças neoplásicas
▪ Trombocitemia essencial
▪ Mielofibrose idiopática pré-fibrótica
▪ Leucemia Mieloide Crônica
▪ Síndromes mielodisplásicas
Leitura recomendada
Obrigada!
▪ Tefferi A. How to interpret and pursue an Abnormal Complete
Blood Cell Count in Adults. Mayo Clin Proc 2005; 80(7): 923-936.
▪ Comar, SR; Pasquini R. Bases Técnica do hemograma e suas
Aplicações. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia
Fundamentos e Prática 2004.
▪ Gualandro SM. Análise do Exame Hematológico. Alterações dos
eritrócitos. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia
Fundamentos e Prática 2004.
▪ Niero-Melo L; Ruiz e Rezende LS; Gaiolla RD. Leucocitoses e
leucopenias. Alterações sanguíneas em doenças não
hematológicas. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia
Fundamentos e Prática 2004.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exame físico do tórax
Exame físico do tóraxExame físico do tórax
Exame físico do tórax
pauloalambert
 
Aparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físicoAparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físico
Alinny Cunha
 
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.RenanCABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
pauloalambert
 
Exame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoçoExame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoço
pauloalambert
 
Pulmao
PulmaoPulmao
Pulmao
smblitz
 
Patologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioPatologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinário
Marília Gomes
 
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRioA Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
Secretaria Municipal da Cidade do Rio de Janeiro
 
Exame físico do abdome l
Exame físico do abdome lExame físico do abdome l
Exame físico do abdome l
pauloalambert
 
Aula de tosse
Aula de tosseAula de tosse
Aula de tosse
Flávia Salame
 
Febre
Febre Febre
Aula sobre DPOC
Aula sobre DPOCAula sobre DPOC
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias AéreasMecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
Thaline Eveli Martins
 
Aula de Inflamacao
Aula de InflamacaoAula de Inflamacao
Aula de Inflamacao
Raimundo Tostes
 
Exame físico do tórax
Exame físico do tórax Exame físico do tórax
Exame físico do tórax
Paulo Alambert
 
Dispnéia 2014
Dispnéia 2014Dispnéia 2014
Dispnéia 2014
pauloalambert
 
Fisiopatologia endócrina
Fisiopatologia endócrinaFisiopatologia endócrina
Fisiopatologia endócrina
adrianomedico
 
examinando o torax
examinando o toraxexaminando o torax
examinando o torax
Carla Taxini
 
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
Davyson Sampaio
 
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Gustavo Oliveira
 
Líquido cerebrospinal
Líquido cerebrospinal Líquido cerebrospinal
Líquido cerebrospinal
Faculdade Guaraí
 

Mais procurados (20)

Exame físico do tórax
Exame físico do tóraxExame físico do tórax
Exame físico do tórax
 
Aparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físicoAparelho geniturinário e exame físico
Aparelho geniturinário e exame físico
 
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.RenanCABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
CABEÇA E PESCOÇO-Semiologia-Prof.Renan
 
Exame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoçoExame fisico cabeça e pescoço
Exame fisico cabeça e pescoço
 
Pulmao
PulmaoPulmao
Pulmao
 
Patologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinárioPatologias do sistema urinário
Patologias do sistema urinário
 
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRioA Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
A Fisiologia Do Sistema RespiratóRio
 
Exame físico do abdome l
Exame físico do abdome lExame físico do abdome l
Exame físico do abdome l
 
Aula de tosse
Aula de tosseAula de tosse
Aula de tosse
 
Febre
Febre Febre
Febre
 
Aula sobre DPOC
Aula sobre DPOCAula sobre DPOC
Aula sobre DPOC
 
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias AéreasMecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
Mecanismo Defensivos: Reflexos das Vias Aéreas
 
Aula de Inflamacao
Aula de InflamacaoAula de Inflamacao
Aula de Inflamacao
 
Exame físico do tórax
Exame físico do tórax Exame físico do tórax
Exame físico do tórax
 
Dispnéia 2014
Dispnéia 2014Dispnéia 2014
Dispnéia 2014
 
Fisiopatologia endócrina
Fisiopatologia endócrinaFisiopatologia endócrina
Fisiopatologia endócrina
 
examinando o torax
examinando o toraxexaminando o torax
examinando o torax
 
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
Exame fsico do abdome (Davyson Sampaio Braga)
 
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
Semioliga - Aula Sistema Respiratório (Básica)
 
Líquido cerebrospinal
Líquido cerebrospinal Líquido cerebrospinal
Líquido cerebrospinal
 

Semelhante a Questionário de hemogramas - arquivo de revisão.pptx

2 anemias - visão geral
2  anemias - visão geral2  anemias - visão geral
2 anemias - visão geral
Francismar Prestes Leal
 
Exames complementares
Exames complementaresExames complementares
Exames complementares
Ramon Mendes
 
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptxEnfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
FranchescaPereira
 
2 Anemias - Visão Geral
2  Anemias - Visão Geral2  Anemias - Visão Geral
2 Anemias - Visão Geral
Francismar Prestes Leal
 
1 c
1  c1  c
Peculiaridades do hemograma - Inicial
Peculiaridades do hemograma  - InicialPeculiaridades do hemograma  - Inicial
Peculiaridades do hemograma - Inicial
Janderson Physios
 
Hemato
HematoHemato
Anemias lourdes2
Anemias lourdes2Anemias lourdes2
Anemias lourdes2
ERALDO DOS SANTOS
 
Leucemias ucb
Leucemias ucbLeucemias ucb
Leucemias ucb
Juliana Matheus
 
Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
 Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)  Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
Hospital de Câncer de Barretos
 
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagemExames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
Elys Regina
 
Anemia
AnemiaAnemia
Anemia
guest58bcdaa
 
Anemia
AnemiaAnemia
LMA slides com caso clínico e explicação
LMA slides com caso clínico e explicaçãoLMA slides com caso clínico e explicação
LMA slides com caso clínico e explicação
beautteclinic
 
Anemias abordagem clínica
Anemias abordagem clínicaAnemias abordagem clínica
Anemias abordagem clínica
ERALDO DOS SANTOS
 
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
fernandoalvescosta3
 
Hemograma
HemogramaHemograma
Hemograma
guest972db5
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
Eduardo Alves
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
Eduardo Alves
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
Eduardo Alves
 

Semelhante a Questionário de hemogramas - arquivo de revisão.pptx (20)

2 anemias - visão geral
2  anemias - visão geral2  anemias - visão geral
2 anemias - visão geral
 
Exames complementares
Exames complementaresExames complementares
Exames complementares
 
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptxEnfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
Enfermedad de Leucemia concepto y clasificacion.pptx
 
2 Anemias - Visão Geral
2  Anemias - Visão Geral2  Anemias - Visão Geral
2 Anemias - Visão Geral
 
1 c
1  c1  c
1 c
 
Peculiaridades do hemograma - Inicial
Peculiaridades do hemograma  - InicialPeculiaridades do hemograma  - Inicial
Peculiaridades do hemograma - Inicial
 
Hemato
HematoHemato
Hemato
 
Anemias lourdes2
Anemias lourdes2Anemias lourdes2
Anemias lourdes2
 
Leucemias ucb
Leucemias ucbLeucemias ucb
Leucemias ucb
 
Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
 Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)  Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
Aula 3: Dra. Neysimélia Villela (Coord. do Serv. de TMO)
 
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagemExames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
Exames laboratoriais e-intervencoes-de-enfermagem
 
Anemia
AnemiaAnemia
Anemia
 
Anemia
AnemiaAnemia
Anemia
 
LMA slides com caso clínico e explicação
LMA slides com caso clínico e explicaçãoLMA slides com caso clínico e explicação
LMA slides com caso clínico e explicação
 
Anemias abordagem clínica
Anemias abordagem clínicaAnemias abordagem clínica
Anemias abordagem clínica
 
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
Alguns dos utilizados para confirmar a anemia são: hemograma; esfregaço sangu...
 
Hemograma
HemogramaHemograma
Hemograma
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
 
Hemograma2
Hemograma2Hemograma2
Hemograma2
 

Questionário de hemogramas - arquivo de revisão.pptx

  • 1. Interpretação do hemograma Questionário LORENA LOBO DE FIGUEIREDO PONTES 2020
  • 2. Questionário Hemograma 1 Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo masculino, 32 anos, assintomático, equimoses ocasionais Trombocitopenia – imune Hematoscopia: SV e SB sem alterações morfológicas; presença de megaplaquetas VCM = 87 HCM = 29 PMO
  • 3. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo masculino, 53 anos, portador de IRC dialítica Anemia normocítica normocrômica VCM = 80 HCM = 28 Questionário Hemograma 2
  • 4. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo feminino, 72 anos, realizou hemograma de rotina Leucocitose às custas de linfocitose – leucemia linfoide crônica Hematoscopia: SV: discreta microcitose. SB : predomínio de linfócitos de tamanho pequeno, monomórficos, alta relação N/C, cromatina condensada e citoplasma escasso. Presença de sombras nucleares no esfregaço. SP: sem alterações morfológicas. Questionário Hemograma 3
  • 5. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo feminino, 33 anos, astenia intensa e petéquias pelo corpo há 15 dias Leucocitose às custas de linfoblastos – leucemia linfoide aguda Hematoscopia: SV: anisocitose às custas de microcitose. SB: predomínio de células blásticas exibindo relação N/C elevada, núcleo com cromatina frouxa e 1-3 nucléolos visíveis, citoplasma basofílico e agranular. SP: plaquetas muito reduzidas em número no esfregaço. Questionário Hemograma 4
  • 6. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo masculino, 48 anos, encaminhado após IAM Trombocitose – reacional? – Trombocitemia Essencial? Hematoscopia: SV e SB sem alterações morfológicas; presença de plaquetas em número aumentado Questionário Hemograma 5
  • 7. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Sexo feminino, 42 anos, com tonturas e prurido há 6 meses Eritrocitose (+ trombocitose) - Policitemia primária (Vera)? - Policitemia secundária ? Questionário Hemograma 6
  • 8. Fonte: Laboratório de Hematologia HCRP-USP Questionário Hemograma 7 Sexo masculino, 30 anos, astenia leve e perda de peso de 10 Kg em 2 meses Leucocitose às custas de neutrofilia com desvio à esquerda – neoplasia mieloproliferativa (Leucemia mieloide crônica)
  • 9. Paciente do sexo feminino, 33 anos, foi encaminhada à Unidade de Emergência do HCRP com queixas de astenia, tosse e febre há 1 semana. O exame físico demonstrava palidez intensa, temperatura axilar de 390C, estertores no terço inferior do hemitórax direito, equimoses em membros inferiores e aumento das dimensões do baço, palpável a 6 cm do rebordo costal esquerdo. O hemograma mostrava: Hb=5.6 g/dL; Ht=17.8%; VCM=85; HCM=26; GB=22.500/μL (blastos=48%, neutrófilos segmentados=2%; linfócitos=45%; eosinófilos=2%; monócitos=3%); plaquetas=15.000/μL. Contagem de reticulócitos = 0.8% (30.000/μL). Leucocitose às custas de mais de 20% de blastos – (Leucemia aguda) Questionário Hemograma 8
  • 11. Parâmetros do hemograma Parâmetros diretos: ▪ contagem de hemácias (GV) ▪ contagem de glóbulos brancos (GB) ▪ contagem de plaquetas (PLQ) ▪ determinação do volume hemácias (VCM) ▪ dosagem de hemoglobina Parâmetros indiretos: ▪ hematócrito ▪ concentração de hemoglobina (CHCM) Outros: ▪ variação de volume de hemácias ▪ volume de plaquetas Hematoscopia
  • 12. Valores de referência Variável Homens Mulheres Hemoglobina (g/dL) 13.5 – 17.5 12.0 – 15.5 GV ( x 1012/L) 4.3 – 5.7 3.9 – 5.0 VCM (fL) 81.2 – 95.1 81.6 – 98.3 RDW (%) 11.8 – 15.6 11.9 – 15.5 Plaquetas (x 109/L) 150 - 450 150 - 450 GB (x 109/L) 3.5 – 10.5 3.5 – 10.5 Neutrófilos (x 109/L) 1.7 – 7.0 1.7 – 7.0 Linfócitos (x 109/L) 0.9 – 2.9 0.9 – 2.9 Monócitos 0.3 – 0.9 0.3 – 0.9 Eosinófilos 0.05 – 0.5 0.05 – 0.5 Basófilos 0 – 0.3 0 – 0.3 Valores de referência - Mayo Clinic Laboratories
  • 13. Índices hematimétricos VCM = volume corpuscular médio VCM = Ht/GV x 10 (fL) HCM = Hb corpuscular média HCM = Hb/GV x 10 (pg) CHCM = concentração de Hb corpuscular média CHCM = Hb/Ht x 100 (g/dL)
  • 14. Anormalidades da série vermelha Microcítica Normocítica Macrocítica ↓ VCM (< 80 fL) ↑ VCM (> 100 fL) VCM normal (80-100 fL) Primária Secundária Policitemia Vera ↑ eritropoetina Hemoglobina / Hematócrito  = anemia Hemoglobina / Hematócrito  = eritrocitose
  • 15. Anemias normocíticas Contagem de reticulócitos  ou normal Contagem de reticulócitos  ▪ Deficiência de ferro precoce ▪ Anemias das doenças crônicas: Doença autoimune Doença renal Doença hepática Doença endócrina Doenças infecciosas ▪ Defeitos da CTH: Anemia aplástica Aplasia pura de série vermelha Síndrome mielodisplásica ▪ Infiltração da medula óssea: Neoplasias hematopoéticas Tumores sólidos metastáticos Mielofibrose idiopática ou secundária ▪ Hemólise com desidratação ou fragmentação de hemácias: Esferocitose hereditária Eliptocitose hereditária Anemia Falciforme Hemoglobinopatia C AH microangiopática ▪ Variantes de AH leves sem alteração das hemácias ▪ Hiperesplenismo ▪ Perda sanguínea aguda
  • 16. Anemias microcíticas ▪ Anemia ferropriva ▪ Talassemias ▪ Anemia das doenças crônicas: Doenças autoimunes Doenças infecciosas Linfoma de Hodgkin ▪ Anemias sideroblásticas Hereditária SMD com sideroblastos em anel Intoxicação por chumbo ▪ Hemoglobinopatias (C, E, H) ▪ Piropoiquilocitose hereditária ▪ Mielofibrose idiopática
  • 17. Anemia ferropriva Anemia das doenças crônicas Talassemia menor Anemia sideroblástica Ferro ↓ ↓ Normal ↑ TIBC ↑ ↓ Normal Normal Depósitos de ferro Ausente ou ↓ Presente Presente Presente Ferritina ↓ Normal ou ↑ Normal ou ↑ ↑ Principais causas de anemia microcítica
  • 18. Anemias macrocíticas Contagem de reticulócitos  ou normal Contagem de reticulócitos  MO hipoplástica ▪ Anemia Aplástica Adquirida ▪ Aplasia pura de série vermelha ▪ Anemias aplásticas hereditárias (Fanconi, Disceratose congênita, ...) ▪ Intoxicação alcoólica MO displásica ▪ Intoxicação alcoólica ▪ Síndrome mielodisplásica MO megaloblástica ▪ Deficiência vitamina B12 ▪ Deficiência ácido fólico ▪ Síntese anormal de DNA hereditária ou secundária à QT ▪ Hemólise sem desidratação ou fragmentação de hemácias Doenças enzimáticas Estomatocitose hereditária ▪ Anemia hemolítica autoimune ▪ Hemoglobinúria Paroxística Noturna
  • 19. Causas de pancitopenia Produção diminuída Destruição periférica Produção diminuída + destruição periférica Anemia aplástica congênita ou adquirida Pancitopenia hemolítica autoimune Hemoglobinúria paroxística noturna Síndromes mielodisplásicas Sequestro esplênico LES Drogas Infecções Doenças que infiltram a MO ▪ Neoplasias hematopoéticas ▪ Neoplasias não hematopoéticas ▪ Mielofibrose primária ou secundária ▪ Doenças granulomatosas ▪ Doenças metabólicas Linfohistiocitose hemofagocítica (LHH) Deficiências nutricionais ▪ Def. de vitamina B12 ▪ Def. ácido fólico ▪ Def. cobre GVHD transfusional Adaptado de: Gnanaraj J, et al. Blood Rev 2018 (32):361–367.
  • 20. Anormalidades dos leucócitos Leucócitos  = leucopenia Pancitopenia? Leucopenia isolada? Granulocitopenia? Linfopenia? Leucócitos  = leucocitose Leucocitose Isolada? Outras séries? Linfocitose? Neutrofilia? Blastos?
  • 21. Investigação de neutrofilia Causas secundárias Causas primárias ▪ Exercício físico rigoroso ▪ Infecções bacteriana agudas e crônicas ▪ Algumas infecções por vírus (varicela) e parasitas (amebíase) ▪ Inflamação aguda e crônica grave – doenças auto-imunes, necrose tecidual, infarto do miocárdio ▪ Causas metabólicas – Sd. Cushing, tireotoxicose, cetoacidose diabética ▪ Drogas – corticosteróides, G-CSF, lítio, nicotina ▪ Hipersensibilidade a produtos químicos e envenenamentos ▪ Neoplasias mieloproliferativas ✓ Leucemia mieloide crônica ✓ Policitemia Vera ✓ Trombocitemia essencial ✓ Mielofibrose
  • 22. Investigação de linfocitose Causas secundárias Causas primárias ▪ Infecções virais (sarampo, caxumba, rubéola, influenza, dengue...) ▪ Algumas infecções bacterianas (coqueluche, brucelose, sífilis) ▪ Algumas infecções por protozoários (toxoplasmose) ▪ Distributivas - estresse (adrenalina, exercício físico rigoroso, trauma) ▪ Miscelânea (tabagismo, reações alérgicas a drogas, pós-esplenectomia, hipertireodismo) ▪ Neoplasias B ou T maduras leucemizadas ✓ Leucemia linfoide crônica ✓ Outros Linfomas Não Hodgkin Células imaturas?  Leucemia aguda
  • 23. Outras anormalidades dos leucócitos Monocitose Monocitopenia ▪ Neoplasias mieloproliferativas agudas e crônicas ▪ Infecções bacterianas, protozoários e vírus ▪ Doenças autoimunes (LES, AR) ▪ Doenças inflamatórias intestinais e doenças granulomatosas ▪ Miscelânea – pós-esplenectomia, recuperação de agranulocitose, neoplasias, cirrose hepática, reações a drogas ▪ Uso de corticosteroides ▪ Tricoleucemia
  • 24. Outras anormalidades dos leucócitos Eosinofilia Eosinopenia ▪ Primárias – Síndromes hipereosinofílicas, leucemia mieloide crônica ▪ Doenças alérgicas – asma, urticária, medicamentos ▪ Doenças fúngicas ▪ Hipersensibilidade a drogas ▪ Linfomas – Linfoma de Hodgkin, Linfomas T ▪ Doenças inflamatórias intestinais ▪ Doenças autoimunes ▪ Doenças granulomatosas ▪ Imunodeficiências ▪ Estresse ▪ Uso de glicocorticóides
  • 25. Neutropenia ▪ Neutropenia crônica benigna ▪ Neutropenia cíclica ▪ Neutropenia congênita grave ▪ Neutropenia imune ▪ Neutropenia associada à leucemia LGL ▪ Neutropenia secundária à SMD ▪ Drogas Drogas que podem causar neutropenia Anticonvulsivantes (carbamazepina, ácido valpróico, fenitoína) Inibidores da tireoide (metimazol, propiltiouracil) Antibióticos (penicilinas, cefalosporinas, sulfas, cloranfenicol, vancomicina) Antipsicóticos (clozapina) Antiarrítmicos (procainamida) Antirreumáticos (cloroquina, penicilamina) Antiinflamatórios não esteroidais Linfopenia ▪ Imunossupressão (corticosteroides, anticorpos monoclonais anti-linfocitários) ▪ Infecções virais (HIV) ▪ Sepse grave ▪ Doenças autoimunes (LES, AR) ▪ Sarcoidose ▪ Tuberculose ▪ Imunodeficiências congênitas
  • 26. Anormalidades das plaquetas Plaquetas  = trombocitopenia Falha de produção? Aumento da destruição? Plaquetas  = trombocitose Primária (NMP)? Reacional?
  • 27. Adaptado de: Lourenço DM. Trombocitopenias. Em: Zago, Falcão e Pasquini. Hematologia – Fundamentos e Prática, 2004. Aplasia Leucemia Infiltração SMD Trombocitopenia Esfregaço de sangue periférico Grumos Investigação de trombocitopenia Megaplaquetas Hemólise Alterações da SV e SB Checar EDTA/citrato Turnover aumentado Esquizócitos presentes Esquizócitos ausentes Alterações da MO Pseudotrombo- citopenia PTI CIVD PTT SHU Sd. Evans HPN Drogas
  • 28. Investigação de trombocitose Causas secundárias Causas primárias ▪ Anemia ferropriva ▪ Esplenectomia ▪ Infecções crônicas ▪ Doenças inflamatórias crônicas ▪ Doenças neoplásicas ▪ Trombocitemia essencial ▪ Mielofibrose idiopática pré-fibrótica ▪ Leucemia Mieloide Crônica ▪ Síndromes mielodisplásicas
  • 29. Leitura recomendada Obrigada! ▪ Tefferi A. How to interpret and pursue an Abnormal Complete Blood Cell Count in Adults. Mayo Clin Proc 2005; 80(7): 923-936. ▪ Comar, SR; Pasquini R. Bases Técnica do hemograma e suas Aplicações. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia Fundamentos e Prática 2004. ▪ Gualandro SM. Análise do Exame Hematológico. Alterações dos eritrócitos. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia Fundamentos e Prática 2004. ▪ Niero-Melo L; Ruiz e Rezende LS; Gaiolla RD. Leucocitoses e leucopenias. Alterações sanguíneas em doenças não hematológicas. Em: Zago, Falcão e Pasquini - Hematologia Fundamentos e Prática 2004.

Notas do Editor

  1. O Sistema hemostático preserva a integridade vascular mantendo um equilíbrio entre os processos fisiológicos que mantém o sangue no estado fluido e, ao mesmo tempo, previne o sangramento excessivo. Didaticamente, podemos classificar o sistema hemostático de acordo com seus componentes da hemostasia primária (vasos, palquetas e FVW) w hemostasia secundária (fatores da coagulação), sob os quais atuam o sistema hemolítico e os anticoagulantes naturais para manter a homeostase da coagulação. A perturbação desse equilíbrio pode resultar em hemorragia ou trombose. Enquanto o controle do sangramento requer a rápida formação do coágulo de fibrina nos locais de injúria vascular, a preservação da fluidez do sangue depende da integridade do endotélio vascular e de uma série de vias regulatórias que mantém as plaquetas num estado quiescente e o sistema de coagulação sob controle.
  2. O Sistema hemostático preserva a integridade vascular mantendo um equilíbrio entre os processos fisiológicos que mantém o sangue no estado fluido e, ao mesmo tempo, previne o sangramento excessivo. Didaticamente, podemos classificar o sistema hemostático de acordo com seus componentes da hemostasia primária (vasos, palquetas e FVW) w hemostasia secundária (fatores da coagulação), sob os quais atuam o sistema hemolítico e os anticoagulantes naturais para manter a homeostase da coagulação. A perturbação desse equilíbrio pode resultar em hemorragia ou trombose. Enquanto o controle do sangramento requer a rápida formação do coágulo de fibrina nos locais de injúria vascular, a preservação da fluidez do sangue depende da integridade do endotélio vascular e de uma série de vias regulatórias que mantém as plaquetas num estado quiescente e o sistema de coagulação sob controle.