SlideShare uma empresa Scribd logo
Aventuras e Desventuras
  dos não-usuários de iPad
  na leitura de Quadrinhos
com o aplicativo Comixology
     Por Hélio Eduardo Lopes
         Arquiteto de Informação
Áreas de Pesquisa

   Arquitetura de Informação - O que é:

   “É a arte e a ciência de estruturar e organizar
   ambientes de informação para ajudar as
   pessoas a satisfazerem suas necessidades de
   informação de forma efetiva.”

                                             Toub, 2000
O Profissional

   Arquiteto de Informação - Quem é:

   “É quem organiza a informação de um website
   para que seus usuários possam encontrar coisas
   e alcançar seus objetivos.”
                                          Dijck, 2003
O dia-a-dia

   AI - Faz-se através de 4 sistemas:

   •Organização: Define a classificação do conteúdo.
   •Rotulação: representação e apresentação.
   •Navegação: movimentação pelo espaço
   informacional e hipertextual.
   •Busca: perguntas que o usuário pode fazer e o
   conjunto de respostas que irá obter.
Áreas de Pesquisa

   UX Design (Design de Experiência) - O que é:

   “Uma experiência ideal precisa oferecer o que o
   usuário deseja/procura de forma simples e
   direta. É criar produtos e serviços que sejam
   prazerosos de possuir e utilizar. Para isso várias
   áreas [engenharia, marketing, design
   gráfico, industrial e de interface] precisam
   trabalhar em conjunto e, somadas, apresentem
   a melhor solução.”
                             Donald Norman, década de 1990
O Profissional

   UX Designer - Quem é:

   “É quem busca entender a relação entre o
   usuário e a experiência vivida por ele, e trabalha
   para melhorá-la, a fim de que este possa
   alcançar seus objetivos.” de forma efetiva e
   prazerosa
                                                    3
O dia-a-dia

   UX Design - Faz-se através de 2 sistemas:

   •Observação e Estudos: busca-se analisar e
   entender o usuário no ato da experiência e
   através de benchmarking, entre outros, a fim de
   entender sua motivação, linhas de raciocínio, etc.
   •Integração: atua-se em equipe, buscando
   informações relevantes e talentos de cada
   membro.
Percepção

   Na Prática:

       Arquiteto de Informação = UX Designer

   •Conhecimentos semelhantes
   •Estudam o usuário
Objetivo Geral

   Verificar como se dá a experiência do usuário –
   principalmente no que se refere à
   learnability, findability e guessability no processo
   de leitura de uma HQ através do aplicativo
   Comixology por leitores de HQs impressas, que
   nunca viveram esta experiência de leitura digital.
Objetivo Geral

   •Guessability
   Realização de uma tarefa por parte do usuário
   em sua primeira tentativa.

   •Learnability
   Capacidade do usuário em aprender após o
   primeira experiência de uso.

   •Findability
   Capacidade de encontrar o desejado sem ajuda.
Problema da Pesquisa

   Analisar e entender, sob a ótica da usabilidade e
   da experiência do usuário, como se dá o
   processo de leitura de quadrinhos no aplicativo
   Comixology por leitores de HQs que não tiveram
   contato anterior com este aplicativo.
Justificativa da Pesquisa

   O atual momento do mercado de HQs está em
   processo de transição. A estrutura narrativa
   original impressa das HQs, apresentada pela
   visualização de páginas inteiras e duplas, sofre um
   processo de descaracterização por conta da leitura
   digital.
   É através da ampla adoção de boas práticas de
   usabilidade que o primeiro contato dos leitores de
   quadrinhos impressos com essa nova forma de
   leitura se tornará uma experiência
   prazerosa, fluida, intuitiva e includente.
O Comixology

   Aplicativo Comixoloxy
   Loja Online das principais editoras
   estadunidenses de Comics.
   Maneira das editoras entrarem comercialmente
   no mundo online
   Contra-ataque aos downloads ilegais
Processo de Leitura

   Horizontal ou vertical

   Página inteira ou Quadro a quadro
Processo de Leitura
                      Página inteira
Processo de Leitura
                      Zoom para
                      quadro
                      específico
Processo de Leitura
                      Zoom para
                      leitura de
                      balões
Quadro de Sistematização
Análise da Tarefa

    Eexperiência extremamente simplificada, por
    conta da não-familiaridade dos usuários com o
    iPad.




 Acessar My    Escolher a     Abrir a        Executar a
 Comics        revista Cap.   revista Cap.   leitura de 13
               America        America        páginas
Técnicas de Pesquisas Utilizadas

   • Avaliação Cooperativa

   • Focus Group (variação baseada em)
O Público-Alvo

    • Não-usuários de iPad;
    • Leitores de HQs.

Segmentação por                  Segmentação por Gênero
   Faixa Etária

                  de 19 a 29                         Sexo
                  anos (28,5%)                       Masculino
                  de 30 a 39                         (71%)
                  anos (57,3%)
                  de 40 a 49
                  anos (14,2%)
Resultados - Avaliação Cooperativa
                              Não-localização
                              de tutorial de
                              leitura
Resultados - Avaliação Cooperativa



                               Dificuldade na
                               localização:

                               - botão My
                               Comics
                               - barra superior
                               - barra inferior
Resultados – Focus Group

   Importância do conteúdo – há a percepção de que
   o importante é o conteúdo da HQ. A forma de ler é
   quase irrelevante. Poucas Interações

   Como fazer HQs – a forma de se fazer HQs pode
   mudar drasticamente, com a utilização inovadora
   de interações e ferramentas do meio digital.

   O Futuro das HQs –as HQs digitais serão o
   futuro, mas ainda preferem o papel.
Conclusões

  Sobre o Comixology
  • O aplicativo é uma forma de leitura impressa
  adaptada para o meio digital.
  • Deixa a desejar nos critérios de findability e
  guessability, principalmente para os não-usuários
  de dispositivos móveis.
Conclusões

  Desdobramentos futuros
   – posicionamento, tamanho e visual do botão
     My Comics,
   – local de inserção do tutorial na página da
     home,
   – como apresentar o conceito de quadrinhos
     digitais para o não usuário.
Conclusões

  Sobre o cenário dos quadrinhos e o meio digital
  • Leitura digital: é interessante, mas o conteúdo
  da HQ, e não o meio, continua sendo mais
  importante.
  • Leitores tradicionais continuam preferindo ler
  em papel.
  • Ainda não existe uma forma digital de se fazer
  quadrinhos.
Conclusões

  Desdobramentos Futuros
  • É importante transformar o público de leitores
  tradicionais em usuários de dispositivos móveis, a
  fim de não diminuir ainda mais o mercado
  consumidor.
  • Desenvolvimento efetivo do potencial real das
  ferramentas digitais para a geração de um novo
  conceito de HQs.
Obrigado.



                     FI
Contato:             M
Hélio Eduardo Lopes
Arquiteto de Informação
helio1972@gmail.com
@helio1972
(21) 8151.5727

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fotografia, linguagem e design
Fotografia, linguagem e designFotografia, linguagem e design
Fotografia, linguagem e design
Raphael Araujo
 
Visual Sensemaking | Ana Barroso
Visual Sensemaking | Ana BarrosoVisual Sensemaking | Ana Barroso
Visual Sensemaking | Ana Barroso
Ana Barroso
 
Design de mídias interativas (Aula 03)
Design de mídias interativas (Aula 03)Design de mídias interativas (Aula 03)
Design de mídias interativas (Aula 03)
Raphael Araujo
 
Facetas do Design de Interação
Facetas do Design de InteraçãoFacetas do Design de Interação
Facetas do Design de Interação
Rodrigo Freese Gonzatto
 
CEDUS - Abril 2009­
CEDUS - Abril 2009­CEDUS - Abril 2009­
Design para a Internet: projetando a experiência perfeita
Design para a Internet: projetando a experiência perfeitaDesign para a Internet: projetando a experiência perfeita
Design para a Internet: projetando a experiência perfeita
fmemoria
 

Mais procurados (6)

Fotografia, linguagem e design
Fotografia, linguagem e designFotografia, linguagem e design
Fotografia, linguagem e design
 
Visual Sensemaking | Ana Barroso
Visual Sensemaking | Ana BarrosoVisual Sensemaking | Ana Barroso
Visual Sensemaking | Ana Barroso
 
Design de mídias interativas (Aula 03)
Design de mídias interativas (Aula 03)Design de mídias interativas (Aula 03)
Design de mídias interativas (Aula 03)
 
Facetas do Design de Interação
Facetas do Design de InteraçãoFacetas do Design de Interação
Facetas do Design de Interação
 
CEDUS - Abril 2009­
CEDUS - Abril 2009­CEDUS - Abril 2009­
CEDUS - Abril 2009­
 
Design para a Internet: projetando a experiência perfeita
Design para a Internet: projetando a experiência perfeitaDesign para a Internet: projetando a experiência perfeita
Design para a Internet: projetando a experiência perfeita
 

Destaque

Rugby e snooker
Rugby e snookerRugby e snooker
Rugby e snooker
8acv
 
Duplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
Duplicação da BR- 101 - Dr. AluízioDuplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
Duplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
Aluizio Assessoria
 
Situações problema pra o portfólio de maio
Situações problema pra o portfólio de maioSituações problema pra o portfólio de maio
Situações problema pra o portfólio de maio
lyzandra de camargo
 
Slide pdf
Slide pdfSlide pdf
Slide pdf
malucoelho
 
Inversores
InversoresInversores
Inversores
guestdb8ea2b
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Material manutenção
Material manutençãoMaterial manutenção
Material manutenção
Carlos Martim
 
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
Sommelier Faustino Muñoz Soria
 
Por Que Roncan Los Hombres?
Por Que Roncan Los Hombres?Por Que Roncan Los Hombres?
Por Que Roncan Los Hombres?
omnipower
 
Projeto Bullying
Projeto BullyingProjeto Bullying
Distribuição da população agrupado
Distribuição da população agrupadoDistribuição da população agrupado
Distribuição da população agrupado
8acv
 
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicionalUm olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Alecris0505
 
Cuadro comparativo
Cuadro comparativoCuadro comparativo
Cuadro comparativo
patyjohn
 
Portafolio 2010
Portafolio 2010Portafolio 2010
Léelo y Síguelo con Fe
Léelo y Síguelo con FeLéelo y Síguelo con Fe
Léelo y Síguelo con Fe
MJSUruguay
 
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtk
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtkRencana pelaksanaan pembelajaran mtk
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtk
rahmadian1993
 
Orientação Sexual
Orientação SexualOrientação Sexual
Orientação Sexual
AndreiDiogo
 
Comodioscreoalamigo
ComodioscreoalamigoComodioscreoalamigo
Comodioscreoalamigo
guestfda77d
 
Joy of Giving
Joy of GivingJoy of Giving
Joy of Giving
Ednexa
 
Rui, diogo, leonardo
Rui, diogo, leonardoRui, diogo, leonardo
Rui, diogo, leonardo
8acv
 

Destaque (20)

Rugby e snooker
Rugby e snookerRugby e snooker
Rugby e snooker
 
Duplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
Duplicação da BR- 101 - Dr. AluízioDuplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
Duplicação da BR- 101 - Dr. Aluízio
 
Situações problema pra o portfólio de maio
Situações problema pra o portfólio de maioSituações problema pra o portfólio de maio
Situações problema pra o portfólio de maio
 
Slide pdf
Slide pdfSlide pdf
Slide pdf
 
Inversores
InversoresInversores
Inversores
 
Ortografia
OrtografiaOrtografia
Ortografia
 
Material manutenção
Material manutençãoMaterial manutenção
Material manutenção
 
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
MACAGUIFAMA COLMADO QUILEZ 2009
 
Por Que Roncan Los Hombres?
Por Que Roncan Los Hombres?Por Que Roncan Los Hombres?
Por Que Roncan Los Hombres?
 
Projeto Bullying
Projeto BullyingProjeto Bullying
Projeto Bullying
 
Distribuição da população agrupado
Distribuição da população agrupadoDistribuição da população agrupado
Distribuição da população agrupado
 
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicionalUm olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
Um olhar sobre a abordagem conservadora ou tradicional
 
Cuadro comparativo
Cuadro comparativoCuadro comparativo
Cuadro comparativo
 
Portafolio 2010
Portafolio 2010Portafolio 2010
Portafolio 2010
 
Léelo y Síguelo con Fe
Léelo y Síguelo con FeLéelo y Síguelo con Fe
Léelo y Síguelo con Fe
 
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtk
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtkRencana pelaksanaan pembelajaran mtk
Rencana pelaksanaan pembelajaran mtk
 
Orientação Sexual
Orientação SexualOrientação Sexual
Orientação Sexual
 
Comodioscreoalamigo
ComodioscreoalamigoComodioscreoalamigo
Comodioscreoalamigo
 
Joy of Giving
Joy of GivingJoy of Giving
Joy of Giving
 
Rui, diogo, leonardo
Rui, diogo, leonardoRui, diogo, leonardo
Rui, diogo, leonardo
 

Semelhante a Quadrinhos para quem nunca usou i pad - um estudo sobre UX Design voltado para HQs

Palestra UX - Interaction South America 2012
Palestra UX - Interaction South America 2012Palestra UX - Interaction South America 2012
Palestra UX - Interaction South America 2012
Luiz Agner
 
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
maumoreira
 
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
MBA em Marketing Digital e Gestão de Projetos Web
 
Quem manda é o usuário
Quem manda é o usuárioQuem manda é o usuário
Quem manda é o usuário
juliana.constantino
 
Inov Aula2
Inov Aula2Inov Aula2
Inov Aula2
Gustavo Fischer
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot Camp
UTFPR
 
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
Luiz Agner
 
Publicidade, Cubos Mágicos e Inovação
Publicidade, Cubos Mágicos e InovaçãoPublicidade, Cubos Mágicos e Inovação
Publicidade, Cubos Mágicos e Inovação
diversita
 
Web Standards
Web StandardsWeb Standards
Web Standards
Pedro Tavares
 
Seminario
SeminarioSeminario
Vacaciones interfaces
Vacaciones   interfacesVacaciones   interfaces
Vacaciones interfaces
elisa gijsen
 
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Renata Tonezi
 
Palestra Palácio do Planalto, Brasília
Palestra Palácio do Planalto, BrasíliaPalestra Palácio do Planalto, Brasília
Palestra Palácio do Planalto, Brasília
Luiz Agner
 
mkt serviços
mkt serviçosmkt serviços
mkt serviços
João Paulo Anzanello
 
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane FidelixAula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
Cris Fidelix
 
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAPUX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
Alexandre Tarifa
 
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
Anuska Rehn
 
Artigo luiz-agner-usihc-2012
Artigo luiz-agner-usihc-2012Artigo luiz-agner-usihc-2012
Artigo luiz-agner-usihc-2012
Rodrigo Almeida
 
Tablets
Tablets   Tablets
Tablets
Israel Orlandi
 
Design de mídias interativas (Aula 02)
Design de mídias interativas (Aula 02)Design de mídias interativas (Aula 02)
Design de mídias interativas (Aula 02)
Raphael Araujo
 

Semelhante a Quadrinhos para quem nunca usou i pad - um estudo sobre UX Design voltado para HQs (20)

Palestra UX - Interaction South America 2012
Palestra UX - Interaction South America 2012Palestra UX - Interaction South America 2012
Palestra UX - Interaction South America 2012
 
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
12° Encontro de WebDesign (usabilidade)
 
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
Técnicas de produção e estratégias de conteúdo digital - aula 01 - 08 e 09-07...
 
Quem manda é o usuário
Quem manda é o usuárioQuem manda é o usuário
Quem manda é o usuário
 
Inov Aula2
Inov Aula2Inov Aula2
Inov Aula2
 
User Experience Boot Camp
User Experience Boot CampUser Experience Boot Camp
User Experience Boot Camp
 
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
Jornalismo para plataformas móveis: uma avaliação interdisciplinar de comunic...
 
Publicidade, Cubos Mágicos e Inovação
Publicidade, Cubos Mágicos e InovaçãoPublicidade, Cubos Mágicos e Inovação
Publicidade, Cubos Mágicos e Inovação
 
Web Standards
Web StandardsWeb Standards
Web Standards
 
Seminario
SeminarioSeminario
Seminario
 
Vacaciones interfaces
Vacaciones   interfacesVacaciones   interfaces
Vacaciones interfaces
 
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
Chatbots e UX: Como os chatbots podem ajudar a entender o que as pessoas real...
 
Palestra Palácio do Planalto, Brasília
Palestra Palácio do Planalto, BrasíliaPalestra Palácio do Planalto, Brasília
Palestra Palácio do Planalto, Brasília
 
mkt serviços
mkt serviçosmkt serviços
mkt serviços
 
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane FidelixAula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
Aula 01 - Conceitos de IHC - Prof.ª Cristiane Fidelix
 
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAPUX: Creating Killer Experiences - FIAP
UX: Creating Killer Experiences - FIAP
 
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
Nuki's Brechó: Sistema Colaborativo em um Cenário de Moda Sustentável - Anusk...
 
Artigo luiz-agner-usihc-2012
Artigo luiz-agner-usihc-2012Artigo luiz-agner-usihc-2012
Artigo luiz-agner-usihc-2012
 
Tablets
Tablets   Tablets
Tablets
 
Design de mídias interativas (Aula 02)
Design de mídias interativas (Aula 02)Design de mídias interativas (Aula 02)
Design de mídias interativas (Aula 02)
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdfConstrução Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
Falcão Brasil
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Falcão Brasil
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
MariaJooSilva58
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
adequacaocontabil
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdfConstrução Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
Construção Aeronáutica no Brasil. Embraer.pdf
 
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdfCorreio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
Correio Aéreo Nacional (CAN) e Aviação de Transporte na FAB.pdf
 
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdfDesafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
Desafios Contemporâneos para o Exército Brasileiro (EB).pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptxQualidade do Ar interior nas escolas.pptx
Qualidade do Ar interior nas escolas.pptx
 
reforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresssreforma trabalhista - direto e deveresss
reforma trabalhista - direto e deveresss
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 

Quadrinhos para quem nunca usou i pad - um estudo sobre UX Design voltado para HQs

  • 1. Aventuras e Desventuras dos não-usuários de iPad na leitura de Quadrinhos com o aplicativo Comixology Por Hélio Eduardo Lopes Arquiteto de Informação
  • 2. Áreas de Pesquisa Arquitetura de Informação - O que é: “É a arte e a ciência de estruturar e organizar ambientes de informação para ajudar as pessoas a satisfazerem suas necessidades de informação de forma efetiva.” Toub, 2000
  • 3. O Profissional Arquiteto de Informação - Quem é: “É quem organiza a informação de um website para que seus usuários possam encontrar coisas e alcançar seus objetivos.” Dijck, 2003
  • 4. O dia-a-dia AI - Faz-se através de 4 sistemas: •Organização: Define a classificação do conteúdo. •Rotulação: representação e apresentação. •Navegação: movimentação pelo espaço informacional e hipertextual. •Busca: perguntas que o usuário pode fazer e o conjunto de respostas que irá obter.
  • 5. Áreas de Pesquisa UX Design (Design de Experiência) - O que é: “Uma experiência ideal precisa oferecer o que o usuário deseja/procura de forma simples e direta. É criar produtos e serviços que sejam prazerosos de possuir e utilizar. Para isso várias áreas [engenharia, marketing, design gráfico, industrial e de interface] precisam trabalhar em conjunto e, somadas, apresentem a melhor solução.” Donald Norman, década de 1990
  • 6. O Profissional UX Designer - Quem é: “É quem busca entender a relação entre o usuário e a experiência vivida por ele, e trabalha para melhorá-la, a fim de que este possa alcançar seus objetivos.” de forma efetiva e prazerosa 3
  • 7. O dia-a-dia UX Design - Faz-se através de 2 sistemas: •Observação e Estudos: busca-se analisar e entender o usuário no ato da experiência e através de benchmarking, entre outros, a fim de entender sua motivação, linhas de raciocínio, etc. •Integração: atua-se em equipe, buscando informações relevantes e talentos de cada membro.
  • 8. Percepção Na Prática: Arquiteto de Informação = UX Designer •Conhecimentos semelhantes •Estudam o usuário
  • 9. Objetivo Geral Verificar como se dá a experiência do usuário – principalmente no que se refere à learnability, findability e guessability no processo de leitura de uma HQ através do aplicativo Comixology por leitores de HQs impressas, que nunca viveram esta experiência de leitura digital.
  • 10. Objetivo Geral •Guessability Realização de uma tarefa por parte do usuário em sua primeira tentativa. •Learnability Capacidade do usuário em aprender após o primeira experiência de uso. •Findability Capacidade de encontrar o desejado sem ajuda.
  • 11. Problema da Pesquisa Analisar e entender, sob a ótica da usabilidade e da experiência do usuário, como se dá o processo de leitura de quadrinhos no aplicativo Comixology por leitores de HQs que não tiveram contato anterior com este aplicativo.
  • 12. Justificativa da Pesquisa O atual momento do mercado de HQs está em processo de transição. A estrutura narrativa original impressa das HQs, apresentada pela visualização de páginas inteiras e duplas, sofre um processo de descaracterização por conta da leitura digital. É através da ampla adoção de boas práticas de usabilidade que o primeiro contato dos leitores de quadrinhos impressos com essa nova forma de leitura se tornará uma experiência prazerosa, fluida, intuitiva e includente.
  • 13. O Comixology Aplicativo Comixoloxy Loja Online das principais editoras estadunidenses de Comics. Maneira das editoras entrarem comercialmente no mundo online Contra-ataque aos downloads ilegais
  • 14. Processo de Leitura Horizontal ou vertical Página inteira ou Quadro a quadro
  • 15. Processo de Leitura Página inteira
  • 16. Processo de Leitura Zoom para quadro específico
  • 17. Processo de Leitura Zoom para leitura de balões
  • 19. Análise da Tarefa Eexperiência extremamente simplificada, por conta da não-familiaridade dos usuários com o iPad. Acessar My Escolher a Abrir a Executar a Comics revista Cap. revista Cap. leitura de 13 America America páginas
  • 20. Técnicas de Pesquisas Utilizadas • Avaliação Cooperativa • Focus Group (variação baseada em)
  • 21. O Público-Alvo • Não-usuários de iPad; • Leitores de HQs. Segmentação por Segmentação por Gênero Faixa Etária de 19 a 29 Sexo anos (28,5%) Masculino de 30 a 39 (71%) anos (57,3%) de 40 a 49 anos (14,2%)
  • 22. Resultados - Avaliação Cooperativa Não-localização de tutorial de leitura
  • 23. Resultados - Avaliação Cooperativa Dificuldade na localização: - botão My Comics - barra superior - barra inferior
  • 24. Resultados – Focus Group Importância do conteúdo – há a percepção de que o importante é o conteúdo da HQ. A forma de ler é quase irrelevante. Poucas Interações Como fazer HQs – a forma de se fazer HQs pode mudar drasticamente, com a utilização inovadora de interações e ferramentas do meio digital. O Futuro das HQs –as HQs digitais serão o futuro, mas ainda preferem o papel.
  • 25. Conclusões Sobre o Comixology • O aplicativo é uma forma de leitura impressa adaptada para o meio digital. • Deixa a desejar nos critérios de findability e guessability, principalmente para os não-usuários de dispositivos móveis.
  • 26. Conclusões Desdobramentos futuros – posicionamento, tamanho e visual do botão My Comics, – local de inserção do tutorial na página da home, – como apresentar o conceito de quadrinhos digitais para o não usuário.
  • 27. Conclusões Sobre o cenário dos quadrinhos e o meio digital • Leitura digital: é interessante, mas o conteúdo da HQ, e não o meio, continua sendo mais importante. • Leitores tradicionais continuam preferindo ler em papel. • Ainda não existe uma forma digital de se fazer quadrinhos.
  • 28. Conclusões Desdobramentos Futuros • É importante transformar o público de leitores tradicionais em usuários de dispositivos móveis, a fim de não diminuir ainda mais o mercado consumidor. • Desenvolvimento efetivo do potencial real das ferramentas digitais para a geração de um novo conceito de HQs.
  • 29. Obrigado. FI Contato: M Hélio Eduardo Lopes Arquiteto de Informação helio1972@gmail.com @helio1972 (21) 8151.5727