SlideShare uma empresa Scribd logo
LEIA ATENTAMENTE AS QUESTÕES E RESPONDA EM SEU GABARITO A ALTERNATIVA QUE LHE RESPONDE: 
1. O Humanismo foi um movimento que NÃO pode ser definido por: 
A) Ser um movimento diretamente ligado ao Renascimento, por suas características antropocentristas e individuais. 
B) Ter uma visão do mundo antropocentrista. 
C) Ter valorizado o misticismo, o geocentrismo e as realizações culturais medievais. 
D) Centrar-se no homem, em oposição ao teocentrismo. 
E) Romper os limites religiosos impostos pela Igreja até este período literário. 
2. Marque a alternativa INCORRETA a respeito do Humanismo: 
A) Época de transição entre a Idade Média e o Renascimento. 
B) O teocentrismo cede lugar ao antropocentrismo. 
C) Fernão Lopes é o grande cronista da época. 
D) Garcia de Resende coletou as poesias da época, publicadas em 1516 com o nome de Cancioneiro Geral. 
E) A Farsa de Inês Pereira é a obra de Gil Vicente cujo assunto é religioso, desprovida de crítica social. 
3. Em Farsa de Inês Pereira (1523), Gil Vicente apresenta uma donzela casadoura que se lamenta das canseiras do 
trabalho doméstico e imagina casar-se com um homem discreto e elegante. O trecho a seguir é a fala de Latão, um 
dos judeus que foi em busca do marido ideal para Inês, dirigindo-se a ela: “Foi a coisa de maneira, tal frieza e tal 
canseira, que trago as tripas surradas; assim me predizem boas fadas que me soltou caganeira... para vossa mercê ver 
o que nos encomendou”. Sobre este trecho é correto afirmar: 
A) Privilegia a visão da razão e da realidade por Gil Vicente, empregada pelo autor para atender as necessidades do 
homem do Classicismo. 
B) É escrito com perfeição formal e clareza de raciocínio pelas quais Gil Vicente é considerado um mestre 
renascentista. 
C) Retrata uma cena grotesca em que se notam traços da cultura popular, o que não invalida a inclus ão de Gil 
Vicente entre os autores do Humanismo. 
D) Sua linguagem é característica do Trovadorismo. 
E) Revela em Gil Vicente uma visão positiva do homem de fé que se liberta da doença por clamar a Deus. 
4. Diabo, Companheiro do Diabo, Anjo, Fidalgo, Onzeneiro, Par vo, Sapateiro, Frade, Brísida Vaz, Judeu, Corregedor, 
Procurador, Enforcado e Quatro Cavaleiros são personagens do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Assinale 
a alternativa INCORRETA em relação às características da personagem citada: 
A) O Onzeneiro idolatra o dinheiro, é agiota. De tudo que juntara, não leva nada para a morte. 
B) O frade representa o clero decadente e é subjugado por ter amante e nenhuma vocação para o sacerdócio. 
C) O Diabo, capitão da Barca do Inferno, é quem apressa o embarque dos condena dos; é dissimulado e irônico. 
D) O Anjo, capitão da Barca do Céu, é quem elogia a morte pela fé; é austero e inflexível. 
E) O Corregedor representa a justiça e luta pela aplicação íntegra e exata das leis. 
5. Assinale a frase correta em relação ao uso dos “porquês ”: 
A) Por que motivo preferiu vim aqui, do que me esperar na rua? 
B) Por que motivo você preferiu vir aqui a me esperar na rua? 
C) Por que você preferiu vim aqui, do que me esperar na rua? 
D) Porque você preferiu mais vir aqui que me esperar na rua? 
E) Porque motivo você preferiu vir aqui, antes que me esperar na rua?
GABARITO: 1C, 2E, 3C, 4E, 5B 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5 
PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 
1 2 3 4 5
Prova 1  bim - ENSINO MÉDIO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercicios de crase
Exercicios de crase Exercicios de crase
Exercicios de crase
Elaine Rabelo
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
Péricles Penuel
 
Atividades sujeito e predicado
Atividades sujeito e predicadoAtividades sujeito e predicado
Atividades sujeito e predicado
Nivea Neves
 
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Tipos de sujeito e predicado-   exercícios Tipos de sujeito e predicado-   exercícios
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Escola Estadual Joaquim Abarca -
 
Interpretação de textos
Interpretação de textosInterpretação de textos
Interpretação de textos
Juliana Oliveira
 
Texto lacunado:As duas moscas 9º Ano
Texto lacunado:As duas moscas 9º AnoTexto lacunado:As duas moscas 9º Ano
Texto lacunado:As duas moscas 9º Ano
Adriana Lima Cruz
 
Crase sensacional
Crase sensacionalCrase sensacional
Crase sensacional
portuguessensacional
 
Acentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exerciciosAcentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exercicios
Emerson Assis
 
Adjetivo e suas classificações exercícios básicos 1
Adjetivo e suas classificações   exercícios básicos 1Adjetivo e suas classificações   exercícios básicos 1
Adjetivo e suas classificações exercícios básicos 1
Nivea Neves
 
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPESimulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
Marcia Oliveira
 
Lista de exercicios_ Classes gramaticais
Lista de exercicios_ Classes gramaticaisLista de exercicios_ Classes gramaticais
Lista de exercicios_ Classes gramaticais
Rose Tavares
 
Exercicios português
Exercicios portuguêsExercicios português
Exercicios português
Fabiana Araujo
 
Cruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docxCruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docx
FelipeFreitas599696
 
Atividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propagandaAtividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propaganda
Atividades Diversas Cláudia
 
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
Geija Fortunato
 
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
maria edineuma marreira
 
Simulado 7º ano
Simulado 7º anoSimulado 7º ano
Simulado 7º ano
ALDEMAR OLIVEIRA SOUSA
 
Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito
Dhay Lima
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
blogdoalunocefa
 
Atividade adjetivo - 6 ano
Atividade   adjetivo - 6 anoAtividade   adjetivo - 6 ano
Atividade adjetivo - 6 ano
Fabiola Cerqueira
 

Mais procurados (20)

Exercicios de crase
Exercicios de crase Exercicios de crase
Exercicios de crase
 
Aula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuaçãoAula sinais de pontuação
Aula sinais de pontuação
 
Atividades sujeito e predicado
Atividades sujeito e predicadoAtividades sujeito e predicado
Atividades sujeito e predicado
 
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
Tipos de sujeito e predicado-   exercícios Tipos de sujeito e predicado-   exercícios
Tipos de sujeito e predicado- exercícios
 
Interpretação de textos
Interpretação de textosInterpretação de textos
Interpretação de textos
 
Texto lacunado:As duas moscas 9º Ano
Texto lacunado:As duas moscas 9º AnoTexto lacunado:As duas moscas 9º Ano
Texto lacunado:As duas moscas 9º Ano
 
Crase sensacional
Crase sensacionalCrase sensacional
Crase sensacional
 
Acentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exerciciosAcentuacao grafica exercicios
Acentuacao grafica exercicios
 
Adjetivo e suas classificações exercícios básicos 1
Adjetivo e suas classificações   exercícios básicos 1Adjetivo e suas classificações   exercícios básicos 1
Adjetivo e suas classificações exercícios básicos 1
 
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPESimulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
Simulado língua portuguesa 9º ano - SAEPE
 
Lista de exercicios_ Classes gramaticais
Lista de exercicios_ Classes gramaticaisLista de exercicios_ Classes gramaticais
Lista de exercicios_ Classes gramaticais
 
Exercicios português
Exercicios portuguêsExercicios português
Exercicios português
 
Cruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docxCruzadinha substantivos.docx
Cruzadinha substantivos.docx
 
Atividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propagandaAtividades de por análise de propaganda
Atividades de por análise de propaganda
 
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
63020665 vozes-verbais-exercicios-com-gabarito
 
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
100 EXERCÍCIOS DE REGÊNCIA NOMINAL E VERBAL
 
Simulado 7º ano
Simulado 7º anoSimulado 7º ano
Simulado 7º ano
 
Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito Exercicio de Sintaxe com gabarito
Exercicio de Sintaxe com gabarito
 
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médioOrações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
Orações subordinadas adjetivas exercícios 2º ano médio
 
Atividade adjetivo - 6 ano
Atividade   adjetivo - 6 anoAtividade   adjetivo - 6 ano
Atividade adjetivo - 6 ano
 

Destaque

Interpretaçao portugues portu
Interpretaçao portugues portuInterpretaçao portugues portu
Interpretaçao portugues portu
Atividades Diversas Cláudia
 
Texto Retrato de Velho
Texto Retrato de VelhoTexto Retrato de Velho
Texto Retrato de Velho
Jomari
 
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao Barroco
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao  Barroco Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao  Barroco
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao Barroco
Nivaldo Marques
 
Interpretaçao retrato portugues
Interpretaçao retrato portuguesInterpretaçao retrato portugues
Interpretaçao retrato portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
Samiures
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
Aniela Condak
 
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de AzevedoPORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
BlogSJuniinho
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Adriano Sarges
 
Trovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismoTrovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismo
BriefCase
 
Roteiro para texto narrativo
Roteiro para texto narrativoRoteiro para texto narrativo
Roteiro para texto narrativo
JOSEETE
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
Cláudia Heloísa
 
Literatura aula 02 - humanismo
Literatura   aula 02 - humanismoLiteratura   aula 02 - humanismo
Literatura aula 02 - humanismo
mfmpafatima
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
Fabio Lemes
 
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Literatura   aula 20 - vanguarda européiaLiteratura   aula 20 - vanguarda européia
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Juliana Oliveira
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Priscila Barbosa
 
O Cortiço..
O Cortiço..O Cortiço..
O Cortiço..
Gabriel Leal
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Prof Palmito Rocha
 
Literatura aula 01 - introdução e trovadorismo
Literatura   aula 01 - introdução e trovadorismoLiteratura   aula 01 - introdução e trovadorismo
Literatura aula 01 - introdução e trovadorismo
mfmpafatima
 
palavras cruzadas sobre trovadorismo
palavras cruzadas sobre trovadorismopalavras cruzadas sobre trovadorismo
palavras cruzadas sobre trovadorismo
Dilmara Faria
 

Destaque (20)

Interpretaçao portugues portu
Interpretaçao portugues portuInterpretaçao portugues portu
Interpretaçao portugues portu
 
Texto Retrato de Velho
Texto Retrato de VelhoTexto Retrato de Velho
Texto Retrato de Velho
 
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao Barroco
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao  Barroco Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao  Barroco
Aula de Literatura: Do Trovadorismo ao Barroco
 
Interpretaçao retrato portugues
Interpretaçao retrato portuguesInterpretaçao retrato portugues
Interpretaçao retrato portugues
 
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
30095592 exercicios-trovadorismo-humanismo-classicismo-quinhentismo-e-barroco...
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
 
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de AzevedoPORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
PORTUGUÊS: O cortiço, Aluísio de Azevedo
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Trovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismoTrovadorismo e humanismo
Trovadorismo e humanismo
 
Roteiro para texto narrativo
Roteiro para texto narrativoRoteiro para texto narrativo
Roteiro para texto narrativo
 
Revisão – literatura II
Revisão – literatura IIRevisão – literatura II
Revisão – literatura II
 
O cortiço
O cortiçoO cortiço
O cortiço
 
Literatura aula 02 - humanismo
Literatura   aula 02 - humanismoLiteratura   aula 02 - humanismo
Literatura aula 02 - humanismo
 
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
"O Cortiço" - Aluísio de Azevedo
 
Literatura aula 20 - vanguarda européia
Literatura   aula 20 - vanguarda européiaLiteratura   aula 20 - vanguarda européia
Literatura aula 20 - vanguarda européia
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila 9º A e B 1ºB
 
O Cortiço..
O Cortiço..O Cortiço..
O Cortiço..
 
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-ClassicismoEstudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
Estudo dirigido Trovadorismo-Classicismo
 
Literatura aula 01 - introdução e trovadorismo
Literatura   aula 01 - introdução e trovadorismoLiteratura   aula 01 - introdução e trovadorismo
Literatura aula 01 - introdução e trovadorismo
 
palavras cruzadas sobre trovadorismo
palavras cruzadas sobre trovadorismopalavras cruzadas sobre trovadorismo
palavras cruzadas sobre trovadorismo
 

Semelhante a Prova 1 bim - ENSINO MÉDIO

Projetovestibular
ProjetovestibularProjetovestibular
Projetovestibular
Rodrigo Pereira
 
Simulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 okSimulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 ok
Shislaine Mary Carvalho
 
Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006
Lucas Ferreira
 
Exercícios período simples-aluno
Exercícios período simples-alunoExercícios período simples-aluno
Exercícios período simples-aluno
Mírian Fiúza
 
Linguagensrevisão
LinguagensrevisãoLinguagensrevisão
Linguagensrevisão
Kênia Machado
 
1 ano prof karol
1 ano prof karol1 ano prof karol
1 ano prof karol
Karol Pretti
 
Historia historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificilHistoria historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificil
Cecília Tura
 
Prova de validação para o 3º ano
Prova de validação para o 3º anoProva de validação para o 3º ano
Prova de validação para o 3º ano
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ
 
Filosofia ensino médio
Filosofia   ensino médioFilosofia   ensino médio
Filosofia ensino médio
Atividades Diversas Cláudia
 
Lingua Portuguesa
Lingua PortuguesaLingua Portuguesa
Lingua Portuguesa
otsciepalexandrecarvalho
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
otsciepalexandrecarvalho
 
Análise literária
Análise literáriaAnálise literária
Análise literária
Elton Pitagoras
 
Teste de Português
Teste de PortuguêsTeste de Português
Teste de Português
Maria Gomes
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
Natália Moura
 
Questoes de filosofia com descritores ensino médio (1)
Questoes de filosofia  com descritores   ensino médio (1)Questoes de filosofia  com descritores   ensino médio (1)
Questoes de filosofia com descritores ensino médio (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
linguagens para o enem n 3
   linguagens para o  enem n  3   linguagens para o  enem n  3
linguagens para o enem n 3
PATRICIA VIANA
 
Trovadorismo humanismo e classicismo
Trovadorismo  humanismo e classicismoTrovadorismo  humanismo e classicismo
Trovadorismo humanismo e classicismo
NaraSomerhalder
 
Teoria da historia
Teoria da historiaTeoria da historia
Teoria da historia
Marcio Cicchelli
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Adjetivo numeral artigo
Adjetivo numeral artigoAdjetivo numeral artigo
Adjetivo numeral artigo
Kathia Canizares
 

Semelhante a Prova 1 bim - ENSINO MÉDIO (20)

Projetovestibular
ProjetovestibularProjetovestibular
Projetovestibular
 
Simulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 okSimulado lit-prise 1 ok
Simulado lit-prise 1 ok
 
Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006Prova internet-pssi-2006
Prova internet-pssi-2006
 
Exercícios período simples-aluno
Exercícios período simples-alunoExercícios período simples-aluno
Exercícios período simples-aluno
 
Linguagensrevisão
LinguagensrevisãoLinguagensrevisão
Linguagensrevisão
 
1 ano prof karol
1 ano prof karol1 ano prof karol
1 ano prof karol
 
Historia historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificilHistoria historia da_arte_dificil
Historia historia da_arte_dificil
 
Prova de validação para o 3º ano
Prova de validação para o 3º anoProva de validação para o 3º ano
Prova de validação para o 3º ano
 
Filosofia ensino médio
Filosofia   ensino médioFilosofia   ensino médio
Filosofia ensino médio
 
Lingua Portuguesa
Lingua PortuguesaLingua Portuguesa
Lingua Portuguesa
 
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesaBanco de questões e soluções de língua portuguesa
Banco de questões e soluções de língua portuguesa
 
Análise literária
Análise literáriaAnálise literária
Análise literária
 
Teste de Português
Teste de PortuguêsTeste de Português
Teste de Português
 
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdfFICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
FICHA - TIPOLOGIAS TEXTUAIS - Gabarito.pdf
 
Questoes de filosofia com descritores ensino médio (1)
Questoes de filosofia  com descritores   ensino médio (1)Questoes de filosofia  com descritores   ensino médio (1)
Questoes de filosofia com descritores ensino médio (1)
 
linguagens para o enem n 3
   linguagens para o  enem n  3   linguagens para o  enem n  3
linguagens para o enem n 3
 
Trovadorismo humanismo e classicismo
Trovadorismo  humanismo e classicismoTrovadorismo  humanismo e classicismo
Trovadorismo humanismo e classicismo
 
Teoria da historia
Teoria da historiaTeoria da historia
Teoria da historia
 
Humanismo
HumanismoHumanismo
Humanismo
 
Adjetivo numeral artigo
Adjetivo numeral artigoAdjetivo numeral artigo
Adjetivo numeral artigo
 

Mais de Jomari

O Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
O Jovem e o seu Direito de AprendizagemO Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
O Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
Jomari
 
Período Literário Romantismo Português
Período Literário Romantismo PortuguêsPeríodo Literário Romantismo Português
Período Literário Romantismo Português
Jomari
 
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino MédioConteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Jomari
 
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino MédioConteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Jomari
 
Slide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual NotíciaSlide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual Notícia
Jomari
 
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2  bim - ENSINO MÉDIOProva 2  bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Jomari
 
Estrutura das Palavras
Estrutura das PalavrasEstrutura das Palavras
Estrutura das Palavras
Jomari
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Jomari
 
Atividades de Revisão de Ortografia
Atividades de Revisão de OrtografiaAtividades de Revisão de Ortografia
Atividades de Revisão de Ortografia
Jomari
 
Aula Gênero Textual Lenda
Aula Gênero Textual LendaAula Gênero Textual Lenda
Aula Gênero Textual Lenda
Jomari
 
Slide Genero Textual Estatuto
Slide Genero Textual EstatutoSlide Genero Textual Estatuto
Slide Genero Textual Estatuto
Jomari
 
Prova frase oração período
Prova frase oração períodoProva frase oração período
Prova frase oração período
Jomari
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Jomari
 
Literatura Portuguesa Trovadorismo
Literatura Portuguesa TrovadorismoLiteratura Portuguesa Trovadorismo
Literatura Portuguesa Trovadorismo
Jomari
 
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa eQuadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
Jomari
 
Slide os gêneros literários
Slide os gêneros literáriosSlide os gêneros literários
Slide os gêneros literários
Jomari
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
Jomari
 
Como Escrever um Artigo
Como Escrever um ArtigoComo Escrever um Artigo
Como Escrever um Artigo
Jomari
 
Intertextualidade e Paráfrase
Intertextualidade e ParáfraseIntertextualidade e Paráfrase
Intertextualidade e Paráfrase
Jomari
 
Prova Orações Subordinadas
Prova Orações SubordinadasProva Orações Subordinadas
Prova Orações Subordinadas
Jomari
 

Mais de Jomari (20)

O Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
O Jovem e o seu Direito de AprendizagemO Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
O Jovem e o seu Direito de Aprendizagem
 
Período Literário Romantismo Português
Período Literário Romantismo PortuguêsPeríodo Literário Romantismo Português
Período Literário Romantismo Português
 
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino MédioConteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 2º ano do Ensino Médio
 
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino MédioConteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
Conteúdos Programáticos 1o. Ano Ensino Médio
 
Slide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual NotíciaSlide Gênero Textual Notícia
Slide Gênero Textual Notícia
 
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2  bim - ENSINO MÉDIOProva 2  bim - ENSINO MÉDIO
Prova 2 bim - ENSINO MÉDIO
 
Estrutura das Palavras
Estrutura das PalavrasEstrutura das Palavras
Estrutura das Palavras
 
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua PortuguesaSlide Regras Acentuação Língua Portuguesa
Slide Regras Acentuação Língua Portuguesa
 
Atividades de Revisão de Ortografia
Atividades de Revisão de OrtografiaAtividades de Revisão de Ortografia
Atividades de Revisão de Ortografia
 
Aula Gênero Textual Lenda
Aula Gênero Textual LendaAula Gênero Textual Lenda
Aula Gênero Textual Lenda
 
Slide Genero Textual Estatuto
Slide Genero Textual EstatutoSlide Genero Textual Estatuto
Slide Genero Textual Estatuto
 
Prova frase oração período
Prova frase oração períodoProva frase oração período
Prova frase oração período
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Literatura Portuguesa Trovadorismo
Literatura Portuguesa TrovadorismoLiteratura Portuguesa Trovadorismo
Literatura Portuguesa Trovadorismo
 
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa eQuadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
Quadro geral do desenvolvimento das literaturas portuguesa e
 
Slide os gêneros literários
Slide os gêneros literáriosSlide os gêneros literários
Slide os gêneros literários
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavrasEstrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Como Escrever um Artigo
Como Escrever um ArtigoComo Escrever um Artigo
Como Escrever um Artigo
 
Intertextualidade e Paráfrase
Intertextualidade e ParáfraseIntertextualidade e Paráfrase
Intertextualidade e Paráfrase
 
Prova Orações Subordinadas
Prova Orações SubordinadasProva Orações Subordinadas
Prova Orações Subordinadas
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 

Prova 1 bim - ENSINO MÉDIO

  • 1. LEIA ATENTAMENTE AS QUESTÕES E RESPONDA EM SEU GABARITO A ALTERNATIVA QUE LHE RESPONDE: 1. O Humanismo foi um movimento que NÃO pode ser definido por: A) Ser um movimento diretamente ligado ao Renascimento, por suas características antropocentristas e individuais. B) Ter uma visão do mundo antropocentrista. C) Ter valorizado o misticismo, o geocentrismo e as realizações culturais medievais. D) Centrar-se no homem, em oposição ao teocentrismo. E) Romper os limites religiosos impostos pela Igreja até este período literário. 2. Marque a alternativa INCORRETA a respeito do Humanismo: A) Época de transição entre a Idade Média e o Renascimento. B) O teocentrismo cede lugar ao antropocentrismo. C) Fernão Lopes é o grande cronista da época. D) Garcia de Resende coletou as poesias da época, publicadas em 1516 com o nome de Cancioneiro Geral. E) A Farsa de Inês Pereira é a obra de Gil Vicente cujo assunto é religioso, desprovida de crítica social. 3. Em Farsa de Inês Pereira (1523), Gil Vicente apresenta uma donzela casadoura que se lamenta das canseiras do trabalho doméstico e imagina casar-se com um homem discreto e elegante. O trecho a seguir é a fala de Latão, um dos judeus que foi em busca do marido ideal para Inês, dirigindo-se a ela: “Foi a coisa de maneira, tal frieza e tal canseira, que trago as tripas surradas; assim me predizem boas fadas que me soltou caganeira... para vossa mercê ver o que nos encomendou”. Sobre este trecho é correto afirmar: A) Privilegia a visão da razão e da realidade por Gil Vicente, empregada pelo autor para atender as necessidades do homem do Classicismo. B) É escrito com perfeição formal e clareza de raciocínio pelas quais Gil Vicente é considerado um mestre renascentista. C) Retrata uma cena grotesca em que se notam traços da cultura popular, o que não invalida a inclus ão de Gil Vicente entre os autores do Humanismo. D) Sua linguagem é característica do Trovadorismo. E) Revela em Gil Vicente uma visão positiva do homem de fé que se liberta da doença por clamar a Deus. 4. Diabo, Companheiro do Diabo, Anjo, Fidalgo, Onzeneiro, Par vo, Sapateiro, Frade, Brísida Vaz, Judeu, Corregedor, Procurador, Enforcado e Quatro Cavaleiros são personagens do Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente. Assinale a alternativa INCORRETA em relação às características da personagem citada: A) O Onzeneiro idolatra o dinheiro, é agiota. De tudo que juntara, não leva nada para a morte. B) O frade representa o clero decadente e é subjugado por ter amante e nenhuma vocação para o sacerdócio. C) O Diabo, capitão da Barca do Inferno, é quem apressa o embarque dos condena dos; é dissimulado e irônico. D) O Anjo, capitão da Barca do Céu, é quem elogia a morte pela fé; é austero e inflexível. E) O Corregedor representa a justiça e luta pela aplicação íntegra e exata das leis. 5. Assinale a frase correta em relação ao uso dos “porquês ”: A) Por que motivo preferiu vim aqui, do que me esperar na rua? B) Por que motivo você preferiu vir aqui a me esperar na rua? C) Por que você preferiu vim aqui, do que me esperar na rua? D) Porque você preferiu mais vir aqui que me esperar na rua? E) Porque motivo você preferiu vir aqui, antes que me esperar na rua?
  • 2. GABARITO: 1C, 2E, 3C, 4E, 5B PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5 PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5 PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5 PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5 PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5 PROVA DE L PORTUGUESA E LITERATURA – Profa. Jociane – ALUNO(A): TURMA: 1 2 3 4 5