SlideShare uma empresa Scribd logo
1 - Proponente
Nome: Mieko Ferreira Kanegae
Tipo: Pessoa Física
2 - Identificação do Projeto
Título - (Item 1 do Anexo III)
Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados
Edital: Edital 10 - PATRIMÔNIO CULTURAL
Modalidade - (Item 2 do Anexo III)
Projetos relacionados ao Patrimônio Imaterial
3 - Segmento Cultural
Culturas Populares e Tradicionais
Livro e Leitura
Patrimônio Imaterial
Vídeo
Outros
Patrimônio Imaterial - Predominante
4 - Natureza da Proposta
Memória
Memória - Predominante
5 - Resumo
O projeto "Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados" tem por objetivo resgatar saberes, registrar e
divulgar o conhecimento tradicional dos raizeiros da região da Chapada dos Veadeiros e melhor
compreender os motivos do abandono da prática por alguns e, da falta de interesse dos jovens no
aprendizado desse ofício.
6 - Descrição do Projeto
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
1 de 10 07/09/2015 10:42
O projeto será desenvolvido no município de Alto Paraíso de Goiás e entorno, situado numa região
caracterizada pelo Bioma Cerrado – ecossistema ameaçado de extinção, com mais de 60% do seu
território devastado apesar de ser considerando a savana mais biodiversa do mundo (IBAMA, 2007) –
Altos Paraíso é uma cidade turística, de natureza belíssima, dentro da Chapada dos Veadeiros, que
recebe diariamente viajantes de todos os continentes. Possui 2.593 km² de área com altitude de
aproximadamente 1.600m, sendo uma das cidades mais altas e frias do Estado de Goiás, o que propicia
o surgimento de espécies do Cerrado exclusivas dessa região. Neste Projeto, visamos identificar a
árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros que moram no município de Alto
Paraíso de Goiás por meio de entrevistas e rodas de conversa, saídas a campo, documentando cada
ação por meio de filmagens, fotos e gravação de áudio. Assim, será possível resgatar a origem e o
significado histórico desse conhecimento centenário (transmitido por gerações) e divulgar esses saberes
por meio de exposições itinerantes nas escolas, em feiras, universidades e pontos de culturas, trade
turístico, bem como por meio de sites e outros veículos de comunicação virtual, livreto, etc. Será
elaborado um livreto contendo um pouco da história de cada raizeiro, homenagem póstuma aos que se
foram, fotos, poesias e memento fitoterápico das ervas mais utilizadas em comum. Dessa forma,
pretendemos apoiar os raizeiros na divulgação de seus trabalhos e perpetuação do conhecimento. Será
utilizado como instrumento de abordagem um questionário (Anexo 1) elaborado com perguntas abertas
e fechadas que será tanto de caráter quantitativo quanto qualitativo. O questionário será aplicado de
maneira formal, durante entrevista/conversa que será totalmente documentada por meio de gravações
de áudio (voz) e vídeo (imagens) e fotografias. Em uma segunda etapa da entrevista, solicitaremos que
cada personagem do projeto relate sua história de vida, como surgiu o desejo de aprender sobre plantas
medicinais, se sofreram alguma perseguição por conta do ofício, o motivo da desistência por parte de
alguns e, ainda, as razões da falta de interesse dos jovens em aprender e transmitir o conhecimento de
seus familiares para às próximas gerações. A lista de raizeiros será ampliada na medida em que a
pesquisa vai sendo realizada, bem como forem contatados antigos moradores, pesquisadores,
lideranças locais que conhecem da história da utilização de plantas para fins medicinais, e forem
descobertos novos personagens. Além disso, também serão entrevistados parentes dos raizeiros e
bolsistas da UnB Cerrado (filhos e netos de raizeiros), que possuem algum conhecimento sobre as
plantas medicinais do Cerrado. A pesquisa terá um caráter transversal cujos sujeitos serão os raizeiros
que atuam na região. Através da identificação e estudo das espécies de plantas medicinais do Cerrado
que hoje são mais difíceis de encontrar ou que até desapareceram; pretendemos reconhecer as
possíveis causas desse desaparecimento e trabalharemos com a comunidade, uma forma de manejo
mais sustentável para as que ainda podem ser encontradas. Com a identificação dos produtos
tradicionais fitoterápicos (remédios caseiros) mais utilizados na atualidade e comparação com os mais
utilizados há 20 anos, avaliaremos se existe variações de acordo com as microrregiões e, ao mesmo
tempo, resgataremos fórmulas e perceberemos a variabilidade de doenças de acordo com a época e a
microrregião. Na XVI edição da Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos
Veadeiros (ECTCV), serão realizados, em parceria com a coordenação do evento, dois eventos.
Durante dois dias, um encontro entre raizeiros e pajés das etnias presentes na Aldeia, e depois, dentro
da Vila de São Jorge, mais dois dias, o I Encontro de Raizeiros da Chapada dos Veadeiros, com roda de
prosa e exposição de produtos, oportunidade ímpar de troca de conhecimentos entre os povos da
Chapada, indígenas de diversas localidades e visitantes presentes no evento. Durante os três dias da VI
edição da Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, os produtos dos raizeiros também
terão espaço para exposição e troca de sementes e plantas medicinais, além da exposição de imagens
e curtas. No intuito de compreender as causas das desistências do ofício por parte de alguns raizeiros,
investigaremos os motivos da não continuidade da transmissão do conhecimento para as próximas
gerações em alguns casos, e em outros, buscaremos identificar os principais motivos da falta de
interesse por parte dos jovens em aprender o ofício. A partir desse trabalho será elaborada uma
exposição itinerante, para divulgar o trabalho dos raizeiros nas escolas de Alto Paraíso de Goiás,
Povoado do Moinho, Sertão e Vila de São Jorge. Esta exposição itinerante será composta por
fotografias, pequenos textos contando um pouco da história de cada raizeiro e banners, sendo que a
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
2 de 10 07/09/2015 10:42
essência dessa história será divulgada em rimas por um poeta popular da cidade. Nas escolas que for
possível, como na feira, serão expostos curtas-metragens sobre vida e obra dos personagens em
questão.
7 - Objetivos do Projeto
1. Identificar a árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros que moram no
município de Alto Paraíso de Goiás. 2. Documentar as entrevistas, rodas de conversas e saídas a
campo por meio de fotos, filmagens e gravação de voz. 3. Identificar as espécies de plantas medicinais
do Cerrado que hoje são mais difíceis de encontrar ou que até desapareceram. 4. Identificar os produtos
tradicionais fitoterápicos mais utilizados na atualidade e comparar com os mais utilizados há 20 anos,
avaliando se existe variação entre as espécies vegetais mais procurados de acordo com as
microrregiões. 5. Identificar as causas das desistências do ofício por parte de alguns raizeiros e não
continuidade da transmissão do conhecimento para as próximas gerações. 6. Confeccionar livreto e
DVD com os dados coletados e realizar uma exposição itinerante, tanto nas escolas quanto nos eventos
Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros em São Jorge e, na
Feira de Sementes de Alto Paraíso de Goiás (eventos culturais e socioambientais relevantes da
Chapada), com fotografias, banners e vídeos contando as histórias dos raizeiros. O que pretendo
alcançar? Ao investigar a árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros
conseguiremos resgatar a origem, o significado histórico desse conhecimento centenário e através da
documentação valorizar e disseminar esse saber. As exposições, filmagens e a produção do livreto e
DVD, juntamente com a divulgação via mídias, também serão vertentes importantes para apoiar essa
disseminação, tanto a nível regional como de Brasil. A listagem das espécies de plantas medicinais do
Cerrado que hoje são mais difíceis de encontrar, permitirá uma maior compreensão dos fatores que
influenciaram o desaparecimento das espécies, além de buscarmos planos para o manejo sustentável e
resgate das mesmas. A comparação histórica das espécies vegetais mais utilizadas, tanto a nível
regional como temporal, nos permitirá compreender melhor os principais problemas que afetam a
população local, as espécies mais acessíveis e as diferenças de hábitos e condições locais além dos
efeitos dos usos das tecnologias na saúde da população. Identificar as causas das desistências do
ofício por parte de alguns raizeiros e a não continuidade da transmissão do conhecimento para as
próximas gerações e com isso, compreender seus anseios e aflições, nos auxiliará na elaboração de
estratégias para incentivar a divulgação e preservação desse saber.
8 - Justificativa
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) 80% da população mundial recorre às plantas
medicinais para tratarem de males da saúde. Levando em consideração que cada cultura tem uma
maneira própria de representar, interpretar e agir sobre o meio natural, faz-se necessário compreender a
relação sociedade/natureza e buscar seus significados, pois não se pode valorizar e preservar o que
não se conhece. Os raizeiros serão entendidos numa dimensão histórica, sistêmica e transdisciplinar
(envolvendo história, ciências biológicas e a área da saúde), visando suas relações com a comunidade
e a importância destes conhecimentos na formação cultural do nosso povo. Enquanto moradoras da
região, constatamos mediante conversas informais com raizeiros e familiares do entorno de Alto Paraíso
que, atualmente, há um número muito reduzido de praticantes desse ofício e também ouvimos relatos
de perseguições sofridas. Além disso, percebemos a falta de interesse dos jovens em serem guardiões
desse conhecimento. Parte deste Projeto ajudará a compor duas monografias de estudantes de
graduação da UEG e UnB, e um livreto acompanhado de DVD, com registro dos encontros com os
detentores do conhecimento tradicional em medicina popular da região.
9 - Principais Metas a Atingir
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
3 de 10 07/09/2015 10:42
Atividade ou Produto
Unidade
de
Medida
Qtde.
Data /
Período
Local de Realização
Estimativa
de PúblicoMunicípio
/ UF
Espaço Cultural /
Instituição
Visitas para
realização de
entrevistas para
coleta de dados,
fotografias, filmagens
e gravações de
áudio
3 vis 45,00
03/02/2016
/
30/09/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Residência dos
personagens
envolvidos
(raizeiros) e saídas
a campo (Cerrado)
10
Saídas a campo com
raizeiros para
identificação de
espécies mais
utilizadas em seus
remédios caseiros
2 saí 20,00
03/02/2016
/
30/09/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Residência dos
personagens
envolvidos, nas
saídas de campo e
rodas de conversa
10
Exposição de fotos,
banners e vídeos
14 di 14,00
14/07/2016
/
30/11/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Escolas da região,
UnB Cerrado, Feira
do Produtor, Aldeia
Multiétnica, Casa
Cavaleiro de Jorge
7500
Divulgação com
exposição itinerante
e vídeos em escolas
da região.
07 es 14,00
05/09/2016
/
30/11/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Escolas públicas
da região
2500
Divulgação com
exposição na Feira
de Sementes e
Mudas da Chapada
dos Veadeiros
01 3,00
23/09/2016
/
25/09/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Feira do Produtor
de Alto Paraíso
1000
Divulgação com
exposição na Aldeia
Multiétnica e
Encontro de Culturas
Tradicionais da
Chapada dos
Veadeiros
02 4,00
14/07/2016
/
17/07/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Aldeia Multiétnica e
Casa Cavaleiro de
Jorge (Vila de São
Jorge)
4000
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
4 de 10 07/09/2015 10:42
Distribuição do
livreto e DVD para
raizeiros e demais
membros da
comunidade
envolvidos; em
bibliotecas escolares
da região e locais de
grande circulação
turística
500 1000,00
01/11/2016
/
09/12/2016
Alto
Paraíso
de Goiás -
GO
Residência dos
personagens
envolvidos;
bibliotecas
escolares e
municipais;
universidades,
locais de
500
Informações Adicionais sobre Público
A previsão é de aproximadamente 10 raizeiros da região a serem entrevistados. Também
conversaremos com filhos e demais familiares de raizeiros já falecidos, mas que seu trabalho ficou na
memória da comunidade. Para as saídas a campo, esperamos que, juntamente aos raizeiros, possam
nos acompanhar estudantes da UnB e UEG que se interessem pelo assunto, como também, alguns
familiares dos raizeiros. Prevemos saídas exclusivas com cada raizeiro, bem como, saídas e encontros
conjuntos.
10 - Descrição das Atividades e Estratégias de Ação
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
5 de 10 07/09/2015 10:42
Tipo de
Atividade
Descrição Início Fim
Pré-produção
Mieko Kanegae: Coordenadora geral do Projeto,
responsável pela aquisição (compra) de materiais
(Projetor, Resma de papel, tinta pra impressora, DVDs,
Caixa organizadora, Extensão, etc)
11/01/2016 05/02/2016
Pré-produção
Daniela Ribeiro e Clara Carmoni (Auxiliar de
coordenação): auxílio à coordenadora na tomada de
preços (orçamento) para aquisição dos materiais.
11/01/2016 05/02/2016
Produção
Mieko Kanegae: Realização de entrevistas; saídas a
campo; organização do livreto, banners e vídeos;
responsável pela locação de veículo e realização do
pagamento de todos os envolvidos na Produção
01/02/2016 30/09/2016
Produção
Daniela Ribeiro: Especialista em Fitoterapia,
juntamente com a coordenação, responsável pelas
entrevistas, saídas a campo, fotografias e organização
do livreto, banners e vídeos.
01/02/2016 30/09/2016
Produção
Clara Carmoni: Auxiliar de coordenação, apoiará na
organização dos dados coletados.
01/02/2016 30/09/2016
Produção
Carlalaille Carvalho: Aplicação de questionário e
registros de todas as ações (entrevistas, etc.)
01/02/2016 30/09/2016
Produção
Daiane Canabarro: Aplicação de questionário e
registros de todas as ações (entrevistas, etc.)
01/02/2016 30/09/2016
Produção Melissa Mauer: Fotógrafa profissional 01/02/2016 30/09/2016
Produção Sérgio Makari: Videomaker & Editor do DVD 01/02/2016 30/09/2016
Produção Adriele Maria: Motion design - editor de vídeo 01/02/2016 30/09/2016
Produção Ubirajara Junior Tana: Produtor musical 01/02/2016 30/09/2016
Produção
Ivan Diniz: Poeta local, responsável pelo texto artístico
em homenagem a cada raizeiro
01/02/2016 30/09/2016
Produção
Eric Makibara: Diretor de Arte do livreto, Designer e
Finalizador
30/09/2016 01/11/2016
Divulgação
Mieko Kanegae: responsável pela aquisição de
materiais (tenda, tinta para impressora, etc); locação
de veículo, envio de documentos pelos Correios e
pagamento de todos os envolvidos na Projeto.
02/05/2016 25/09/2016
Divulgação
Mieko Kanegae, Daniela Ribeiro, Carlalaille Carvalho,
Daiane Canabarro organizarão o material a ser
exposto; afixarão cartazes e estarão presentes nas
exposições, Feira e Encontros.
02/05/2016 25/09/2016
Divulgação
Raizeiros: Pretendemos custear a diária de pelo
menos dez raizeiros locais durante os sete dias de
eventos (quatro em São Jorge e três em Alto Paraíso)
14/07/2016 25/09/2016
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
6 de 10 07/09/2015 10:42
Divulgação
Giovanna Caldas: Produtora do ECTCV. Produtora,
juntamente com Mieko Ferreira Kanegae e Daniela
Ribeiro de Souza, do Encontro entre raizeiros e pajés.
02/05/2016 17/07/2016
Pós-produção
Mieko Kanegae: Responsável pela locação de veículo
e pagamento de todos os envolvidos no Projeto.
01/11/2016 09/12/2016
Pós-produção
Mieko Kanegae; Daniela Ribeiro e Clara Carmoni:
Responsáveis pela distribuição dos livretos com os
DVDs; pela prestação de contas e demais
formalidades para fechamento do Projeto.
01/11/2012 09/12/2016
Duração
Início
11/01/2016
00:00:00
-
Fim
09/12/2016
00:00:00
11 - Plano de Distribuição e Comercialização do Produto Cultural
Distribuição gratuita de livretos com DVDs para raizeiros e seus familiares, além de demais membros da
comunidade envolvidos, colaboradores, bibliotecas escolares e municipal da região, SEDUCE,
universidades e locais de grande circulação turística (ex.: CAT – Centro de Atendimento ao Turista)
Nome do
evento/Produto
Total de
ingressos/
Exemplares
Total de Ingressos/Exemplares
Valor
Unitário
(R$)
Receita Estimada
(R$)
Quantidade
Distribuição
Gratuita
Quantidade
Disponível para
Venda
Venda
Secult Outros Normal Meia-Entrada Preço Normal Meia-Entrada
Livreto com
DVD sobre
raizeiros e
plantas da
região
500 10 490 0 0
R$
0,00
R$
0,00
R$ 0,00
12 - Ficha Técnica
Nome Completo: Mieko Ferreira Kanegae
Função: Coordenadora
Nome Completo: Daniela Ribeiro de Souza
Função: Bióloga, Especialista em Fitoterapia
Nome Completo: Clara Carmoni Teixeira Alencar da Silva
Função: Auxiliar de coordenação
Nome Completo: Giovanna Caldas Cesari
Função: Produtora do Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros - GO
Nome Completo: Ivan Anjo Diniz
Função: Elaboração de poemas para o livreto
Nome Completo: Sérgio Luiz Guimarães de Campos
Função: Produtor e editor cinegráfico
Nome Completo: Adriele Maria Silva
Função: Motion design - editor de vídeo
Nome Completo: Ubirajara Junior Tana
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
7 de 10 07/09/2015 10:42
Função: Produtor musical do vídeo
Nome Completo: Eric Makibara
Função: Diretor de Arte do livreto, Designer e Finalizador
Nome Completo: Melissa Mauer
Função: Fotógrafa
Nome Completo: Carlalaille Carvalho
Função: Estagiária
Nome Completo: Daiane de Lima Canabarro
Função: Estagiária
13 - Plano Básico de Divulgação
Por meio de mídia virtual, cartazes, divulgação oral, vídeo curta-metragem e livreto, além de exposição
itinerante pelas escolas da região, UnB Cerrado e mais alguma instituição que possa vir a nos convidar,
como também, em locais de grande circulação turística como o Centro de Atendimento ao Turista, e
eventos de grande notoriedade como Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da
Chapada dos Veadeiros (ECTCV), que recebe turistas de diversas localidades do mundo, e ainda, a
Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros.
Peça de Divulgação / Veículo Tamanho / Duração Posição das Logomarcas e Frases
Cartaz A3 Canto superior direito
Banner 120 x 90 cm Canto inferior esquerdo
Créditos de abertura do filme
(curta metragem)
05 segundos Centro da tela
Mensagem sonora de abertura
do evento
1 minuto Antes do início do espetáculo
14 - Recursos Utilizados no Projeto
Recursos Solicitados ao Fundo de Arte e Cultura
Valor: R$ 99997,61 Percentual: 100,00
Outras Fontes
Valor: R$ 0,00 Percentual: 0,00
Detalhamento da Previsão de Recursos de Outras Fontes
Recursos Próprios do Proponente Receita Prevista Outra Fonte Apoiadora (Especificar)
0,00 0,00 0,00
15 - Informações Sobre Apoios Financeiros de Outras Fontes
Ano Mecanismo Projeto/Número Situação Valor
2016 0 01 Beneficiado R$ 0,00
Planilha Orçamentária
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
8 de 10 07/09/2015 10:42
Tipo Descrição Qtd. Unid.
Qtd.
Unid.
Valor
Unitário
Total
Pré-Produção/Preparação
Material de consumo
- Combustível
1,00 litro 35,00 3,70 129,50
Pré-Produção/Preparação
Resma de papel A4
reciclado
1,00 resma 2,00 20,00 40,00
Pré-Produção/Preparação Caixa de canetas 1,00 caixa 1,00 36,00 36,00
Pré-Produção/Preparação DVDs 1,00 DVD 600,00 1,50 900,00
Pré-Produção/Preparação Pendrive 1,00 01 5,00 40,00 200,00
Pré-Produção/Preparação
Extensão de tomada
(20 m)
1,00 01 2,00 60,00 120,00
Pré-Produção/Preparação Projetor 1,00 01 1,00 1550,00 1550,00
Pré-Produção/Preparação Caixa organizadora 1,00 caixa 3,00 60,00 180,00
Pré-Produção/Preparação
Aquisição de livros
(Fitoterapia e
Botânica)
1,00 livro 7,00 100,00 700,00
Pré-Produção/Preparação
Material de consumo
– Tintas para
impressora
2,00 cartu 2,00 80,00 320,00
Produção/Execução Aluguel de veículo 1,00 dia 25,00 100,00 2500,00
Produção/Execução
Material de consumo
- Combustível
1,00 litro 300,00 3,70 1110,00
Produção/Execução
Diárias para
Estagiárias
2,00 dia 15,00 50,00 1500,00
Produção/Execução
Diárias para
Coordenação
1,00 dia 25,00 60,00 1500,00
Produção/Execução
Serviços Auxiliar de
Coordenação
1,00 mês 12,00 600,00 7200,00
Produção/Execução
Fotografia
profissional
1,00 mês 10,00 400,00 4000,00
Produção/Execução
Videomaker &
Edição de DVD
1,00 vídeo 10,00 980,00 9800,00
Produção/Execução
Poeta (Criação de
Texto artístico)
1,00 texto 15,00 240,00 3600,00
Produção/Execução Editoração do livreto 1,00 livro 1,00 2250,00 2250,00
Produção/Execução
Edição gráfica do
livreto
1,00 livro 500,00 6,50 3250,00
Produção/Execução
Especialista em
Fitoterapia
1,00 mês 12,00 1500,00 18000,00
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
9 de 10 07/09/2015 10:42
Divulgação/Comercialização Aluguel de veículo 1,00 dia 32,00 100,00 3200,00
Divulgação/Comercialização
Material de consumo
- Combustível
1,00 litro 600,00 3,70 2220,00
Divulgação/Comercialização Aquisição de Tenda 1,00 tenda 1,00 450,00 450,00
Divulgação/Comercialização
Diárias para
Estagiárias
2,00 dia 14,00 50,00 1400,00
Divulgação/Comercialização
Diárias para
Coordenação
1,00 dia 20,00 60,00 1200,00
Divulgação/Comercialização
Confecção de
banners
1,00 banne 17,00 60,00 1020,00
Divulgação/Comercialização
Confecção de
suportes para
banners
1,00 serv 1,00 250,00 250,00
Divulgação/Comercialização
Diárias para
raizeiros
10,00 dia 7,00 120,00 8400,00
Divulgação/Comercialização
Produção/divulgação
no ECTCV
1,00 serv 1,00 700,00 700,00
Divulgação/Comercialização
Impressão de
Cartazes
1,00 imp 80,00 4,90 392,00
Divulgação/Comercialização Serviços de Correio 1,00 sedex 4,00 18,00 72,00
Custos Administrativos Taxas bancárias 1,00 mês 12,00 20,00 240,00
Impostos/Recolhimentos 27,5% 1,00 imp 1,00 21568,11 21568,11
Resumo do Orçamento
Pré-Produção/Preparação Produção/Execução Divulgação/Comercialização.
R$ 4.175,50 R$ 54.710,00 R$ 19.304,00
Custos Administrativos Impostos/Recolhimentos Total Geral
R$ 240,00 R$ 21.568,11 99997,61
Arquivos (Upload)
http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx
10 de 10 07/09/2015 10:42

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Projeto Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados - seduce 7.9.2015

Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrãoManual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
Lenildo Araujo
 
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem FerrãoManual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
Sérgio Amaral
 
livro Abelhas sem ferrão
livro Abelhas sem ferrãolivro Abelhas sem ferrão
livro Abelhas sem ferrão
Bruno Da Montanha
 
Parques nacionais 2011
Parques nacionais 2011Parques nacionais 2011
Parques nacionais 2011
FUNDACÃO FÓRMULA CULTURAL
 
Catálogo de plantas e fungos do brasil volume 1
Catálogo de plantas e fungos do brasil   volume 1Catálogo de plantas e fungos do brasil   volume 1
Catálogo de plantas e fungos do brasil volume 1
Andre Benedito
 
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pbArtigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
Adriana Rocha
 
Projeto Trancoso
Projeto TrancosoProjeto Trancoso
Projeto Trancoso
Jozi Mares
 
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
Paulo Peterson
 
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
Paulo Peterson
 
Portfólio Povos Indígenas
Portfólio Povos IndígenasPortfólio Povos Indígenas
Portfólio Povos Indígenas
iasmimmr
 
Cartilha Pré-CONEA
Cartilha Pré-CONEACartilha Pré-CONEA
Cartilha Pré-CONEA
feab_lavras
 
Cartilha preparatória - 56º CONEA
Cartilha preparatória - 56º CONEACartilha preparatória - 56º CONEA
Cartilha preparatória - 56º CONEA
Feab Brasil
 
Manual hortaliças web f
Manual hortaliças web fManual hortaliças web f
Manual hortaliças web f
Joao Rebelo da Cruz
 
Manual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagensManual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagens
Joyce Muzy
 
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapaManual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
vaniambcunha
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Katia Kopp
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Lilian Gomes
 
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
inbrasci
 
Bacuri Agrobiodiversidade
Bacuri AgrobiodiversidadeBacuri Agrobiodiversidade
Bacuri Agrobiodiversidade
iicabrasil
 
Plantas úteis da restinga o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
Plantas úteis da restinga  o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...Plantas úteis da restinga  o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
Plantas úteis da restinga o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
Andre Benedito
 

Semelhante a Projeto Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados - seduce 7.9.2015 (20)

Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrãoManual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
Manual tecnológico mel de abelhas sem ferrão
 
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem FerrãoManual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
Manual do Produtor de Mel de Abelhas Sem Ferrão
 
livro Abelhas sem ferrão
livro Abelhas sem ferrãolivro Abelhas sem ferrão
livro Abelhas sem ferrão
 
Parques nacionais 2011
Parques nacionais 2011Parques nacionais 2011
Parques nacionais 2011
 
Catálogo de plantas e fungos do brasil volume 1
Catálogo de plantas e fungos do brasil   volume 1Catálogo de plantas e fungos do brasil   volume 1
Catálogo de plantas e fungos do brasil volume 1
 
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pbArtigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
Artigo folia publicado_conexão_4556-13811-1-pb
 
Projeto Trancoso
Projeto TrancosoProjeto Trancoso
Projeto Trancoso
 
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
RepresentaçõEs Culturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos P...
 
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
RepresentaçõEsculturais No Semi áRido Pernambucano Perfil Das CriançAs Nos Po...
 
Portfólio Povos Indígenas
Portfólio Povos IndígenasPortfólio Povos Indígenas
Portfólio Povos Indígenas
 
Cartilha Pré-CONEA
Cartilha Pré-CONEACartilha Pré-CONEA
Cartilha Pré-CONEA
 
Cartilha preparatória - 56º CONEA
Cartilha preparatória - 56º CONEACartilha preparatória - 56º CONEA
Cartilha preparatória - 56º CONEA
 
Manual hortaliças web f
Manual hortaliças web fManual hortaliças web f
Manual hortaliças web f
 
Manual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagensManual hortalicas-selvagens
Manual hortalicas-selvagens
 
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapaManual de hortaliças não convencionais-mapa
Manual de hortaliças não convencionais-mapa
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
 
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasilBiodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
Biodiversidade e comunidades tradicionais no brasil
 
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
Arauto da Cultura Ano 6 nº20 jul agt2014
 
Bacuri Agrobiodiversidade
Bacuri AgrobiodiversidadeBacuri Agrobiodiversidade
Bacuri Agrobiodiversidade
 
Plantas úteis da restinga o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
Plantas úteis da restinga  o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...Plantas úteis da restinga  o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
Plantas úteis da restinga o saber dos pescadores artesanais de arraial do ca...
 

Último

Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 

Último (20)

Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 

Projeto Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados - seduce 7.9.2015

  • 1. 1 - Proponente Nome: Mieko Ferreira Kanegae Tipo: Pessoa Física 2 - Identificação do Projeto Título - (Item 1 do Anexo III) Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados Edital: Edital 10 - PATRIMÔNIO CULTURAL Modalidade - (Item 2 do Anexo III) Projetos relacionados ao Patrimônio Imaterial 3 - Segmento Cultural Culturas Populares e Tradicionais Livro e Leitura Patrimônio Imaterial Vídeo Outros Patrimônio Imaterial - Predominante 4 - Natureza da Proposta Memória Memória - Predominante 5 - Resumo O projeto "Raizeiros de Alto Paraíso: saberes ameaçados" tem por objetivo resgatar saberes, registrar e divulgar o conhecimento tradicional dos raizeiros da região da Chapada dos Veadeiros e melhor compreender os motivos do abandono da prática por alguns e, da falta de interesse dos jovens no aprendizado desse ofício. 6 - Descrição do Projeto http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 1 de 10 07/09/2015 10:42
  • 2. O projeto será desenvolvido no município de Alto Paraíso de Goiás e entorno, situado numa região caracterizada pelo Bioma Cerrado – ecossistema ameaçado de extinção, com mais de 60% do seu território devastado apesar de ser considerando a savana mais biodiversa do mundo (IBAMA, 2007) – Altos Paraíso é uma cidade turística, de natureza belíssima, dentro da Chapada dos Veadeiros, que recebe diariamente viajantes de todos os continentes. Possui 2.593 km² de área com altitude de aproximadamente 1.600m, sendo uma das cidades mais altas e frias do Estado de Goiás, o que propicia o surgimento de espécies do Cerrado exclusivas dessa região. Neste Projeto, visamos identificar a árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros que moram no município de Alto Paraíso de Goiás por meio de entrevistas e rodas de conversa, saídas a campo, documentando cada ação por meio de filmagens, fotos e gravação de áudio. Assim, será possível resgatar a origem e o significado histórico desse conhecimento centenário (transmitido por gerações) e divulgar esses saberes por meio de exposições itinerantes nas escolas, em feiras, universidades e pontos de culturas, trade turístico, bem como por meio de sites e outros veículos de comunicação virtual, livreto, etc. Será elaborado um livreto contendo um pouco da história de cada raizeiro, homenagem póstuma aos que se foram, fotos, poesias e memento fitoterápico das ervas mais utilizadas em comum. Dessa forma, pretendemos apoiar os raizeiros na divulgação de seus trabalhos e perpetuação do conhecimento. Será utilizado como instrumento de abordagem um questionário (Anexo 1) elaborado com perguntas abertas e fechadas que será tanto de caráter quantitativo quanto qualitativo. O questionário será aplicado de maneira formal, durante entrevista/conversa que será totalmente documentada por meio de gravações de áudio (voz) e vídeo (imagens) e fotografias. Em uma segunda etapa da entrevista, solicitaremos que cada personagem do projeto relate sua história de vida, como surgiu o desejo de aprender sobre plantas medicinais, se sofreram alguma perseguição por conta do ofício, o motivo da desistência por parte de alguns e, ainda, as razões da falta de interesse dos jovens em aprender e transmitir o conhecimento de seus familiares para às próximas gerações. A lista de raizeiros será ampliada na medida em que a pesquisa vai sendo realizada, bem como forem contatados antigos moradores, pesquisadores, lideranças locais que conhecem da história da utilização de plantas para fins medicinais, e forem descobertos novos personagens. Além disso, também serão entrevistados parentes dos raizeiros e bolsistas da UnB Cerrado (filhos e netos de raizeiros), que possuem algum conhecimento sobre as plantas medicinais do Cerrado. A pesquisa terá um caráter transversal cujos sujeitos serão os raizeiros que atuam na região. Através da identificação e estudo das espécies de plantas medicinais do Cerrado que hoje são mais difíceis de encontrar ou que até desapareceram; pretendemos reconhecer as possíveis causas desse desaparecimento e trabalharemos com a comunidade, uma forma de manejo mais sustentável para as que ainda podem ser encontradas. Com a identificação dos produtos tradicionais fitoterápicos (remédios caseiros) mais utilizados na atualidade e comparação com os mais utilizados há 20 anos, avaliaremos se existe variações de acordo com as microrregiões e, ao mesmo tempo, resgataremos fórmulas e perceberemos a variabilidade de doenças de acordo com a época e a microrregião. Na XVI edição da Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros (ECTCV), serão realizados, em parceria com a coordenação do evento, dois eventos. Durante dois dias, um encontro entre raizeiros e pajés das etnias presentes na Aldeia, e depois, dentro da Vila de São Jorge, mais dois dias, o I Encontro de Raizeiros da Chapada dos Veadeiros, com roda de prosa e exposição de produtos, oportunidade ímpar de troca de conhecimentos entre os povos da Chapada, indígenas de diversas localidades e visitantes presentes no evento. Durante os três dias da VI edição da Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, os produtos dos raizeiros também terão espaço para exposição e troca de sementes e plantas medicinais, além da exposição de imagens e curtas. No intuito de compreender as causas das desistências do ofício por parte de alguns raizeiros, investigaremos os motivos da não continuidade da transmissão do conhecimento para as próximas gerações em alguns casos, e em outros, buscaremos identificar os principais motivos da falta de interesse por parte dos jovens em aprender o ofício. A partir desse trabalho será elaborada uma exposição itinerante, para divulgar o trabalho dos raizeiros nas escolas de Alto Paraíso de Goiás, Povoado do Moinho, Sertão e Vila de São Jorge. Esta exposição itinerante será composta por fotografias, pequenos textos contando um pouco da história de cada raizeiro e banners, sendo que a http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 2 de 10 07/09/2015 10:42
  • 3. essência dessa história será divulgada em rimas por um poeta popular da cidade. Nas escolas que for possível, como na feira, serão expostos curtas-metragens sobre vida e obra dos personagens em questão. 7 - Objetivos do Projeto 1. Identificar a árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros que moram no município de Alto Paraíso de Goiás. 2. Documentar as entrevistas, rodas de conversas e saídas a campo por meio de fotos, filmagens e gravação de voz. 3. Identificar as espécies de plantas medicinais do Cerrado que hoje são mais difíceis de encontrar ou que até desapareceram. 4. Identificar os produtos tradicionais fitoterápicos mais utilizados na atualidade e comparar com os mais utilizados há 20 anos, avaliando se existe variação entre as espécies vegetais mais procurados de acordo com as microrregiões. 5. Identificar as causas das desistências do ofício por parte de alguns raizeiros e não continuidade da transmissão do conhecimento para as próximas gerações. 6. Confeccionar livreto e DVD com os dados coletados e realizar uma exposição itinerante, tanto nas escolas quanto nos eventos Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros em São Jorge e, na Feira de Sementes de Alto Paraíso de Goiás (eventos culturais e socioambientais relevantes da Chapada), com fotografias, banners e vídeos contando as histórias dos raizeiros. O que pretendo alcançar? Ao investigar a árvore genealógica da transmissão do conhecimento dos raizeiros conseguiremos resgatar a origem, o significado histórico desse conhecimento centenário e através da documentação valorizar e disseminar esse saber. As exposições, filmagens e a produção do livreto e DVD, juntamente com a divulgação via mídias, também serão vertentes importantes para apoiar essa disseminação, tanto a nível regional como de Brasil. A listagem das espécies de plantas medicinais do Cerrado que hoje são mais difíceis de encontrar, permitirá uma maior compreensão dos fatores que influenciaram o desaparecimento das espécies, além de buscarmos planos para o manejo sustentável e resgate das mesmas. A comparação histórica das espécies vegetais mais utilizadas, tanto a nível regional como temporal, nos permitirá compreender melhor os principais problemas que afetam a população local, as espécies mais acessíveis e as diferenças de hábitos e condições locais além dos efeitos dos usos das tecnologias na saúde da população. Identificar as causas das desistências do ofício por parte de alguns raizeiros e a não continuidade da transmissão do conhecimento para as próximas gerações e com isso, compreender seus anseios e aflições, nos auxiliará na elaboração de estratégias para incentivar a divulgação e preservação desse saber. 8 - Justificativa Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) 80% da população mundial recorre às plantas medicinais para tratarem de males da saúde. Levando em consideração que cada cultura tem uma maneira própria de representar, interpretar e agir sobre o meio natural, faz-se necessário compreender a relação sociedade/natureza e buscar seus significados, pois não se pode valorizar e preservar o que não se conhece. Os raizeiros serão entendidos numa dimensão histórica, sistêmica e transdisciplinar (envolvendo história, ciências biológicas e a área da saúde), visando suas relações com a comunidade e a importância destes conhecimentos na formação cultural do nosso povo. Enquanto moradoras da região, constatamos mediante conversas informais com raizeiros e familiares do entorno de Alto Paraíso que, atualmente, há um número muito reduzido de praticantes desse ofício e também ouvimos relatos de perseguições sofridas. Além disso, percebemos a falta de interesse dos jovens em serem guardiões desse conhecimento. Parte deste Projeto ajudará a compor duas monografias de estudantes de graduação da UEG e UnB, e um livreto acompanhado de DVD, com registro dos encontros com os detentores do conhecimento tradicional em medicina popular da região. 9 - Principais Metas a Atingir http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 3 de 10 07/09/2015 10:42
  • 4. Atividade ou Produto Unidade de Medida Qtde. Data / Período Local de Realização Estimativa de PúblicoMunicípio / UF Espaço Cultural / Instituição Visitas para realização de entrevistas para coleta de dados, fotografias, filmagens e gravações de áudio 3 vis 45,00 03/02/2016 / 30/09/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Residência dos personagens envolvidos (raizeiros) e saídas a campo (Cerrado) 10 Saídas a campo com raizeiros para identificação de espécies mais utilizadas em seus remédios caseiros 2 saí 20,00 03/02/2016 / 30/09/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Residência dos personagens envolvidos, nas saídas de campo e rodas de conversa 10 Exposição de fotos, banners e vídeos 14 di 14,00 14/07/2016 / 30/11/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Escolas da região, UnB Cerrado, Feira do Produtor, Aldeia Multiétnica, Casa Cavaleiro de Jorge 7500 Divulgação com exposição itinerante e vídeos em escolas da região. 07 es 14,00 05/09/2016 / 30/11/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Escolas públicas da região 2500 Divulgação com exposição na Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros 01 3,00 23/09/2016 / 25/09/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Feira do Produtor de Alto Paraíso 1000 Divulgação com exposição na Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros 02 4,00 14/07/2016 / 17/07/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Aldeia Multiétnica e Casa Cavaleiro de Jorge (Vila de São Jorge) 4000 http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 4 de 10 07/09/2015 10:42
  • 5. Distribuição do livreto e DVD para raizeiros e demais membros da comunidade envolvidos; em bibliotecas escolares da região e locais de grande circulação turística 500 1000,00 01/11/2016 / 09/12/2016 Alto Paraíso de Goiás - GO Residência dos personagens envolvidos; bibliotecas escolares e municipais; universidades, locais de 500 Informações Adicionais sobre Público A previsão é de aproximadamente 10 raizeiros da região a serem entrevistados. Também conversaremos com filhos e demais familiares de raizeiros já falecidos, mas que seu trabalho ficou na memória da comunidade. Para as saídas a campo, esperamos que, juntamente aos raizeiros, possam nos acompanhar estudantes da UnB e UEG que se interessem pelo assunto, como também, alguns familiares dos raizeiros. Prevemos saídas exclusivas com cada raizeiro, bem como, saídas e encontros conjuntos. 10 - Descrição das Atividades e Estratégias de Ação http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 5 de 10 07/09/2015 10:42
  • 6. Tipo de Atividade Descrição Início Fim Pré-produção Mieko Kanegae: Coordenadora geral do Projeto, responsável pela aquisição (compra) de materiais (Projetor, Resma de papel, tinta pra impressora, DVDs, Caixa organizadora, Extensão, etc) 11/01/2016 05/02/2016 Pré-produção Daniela Ribeiro e Clara Carmoni (Auxiliar de coordenação): auxílio à coordenadora na tomada de preços (orçamento) para aquisição dos materiais. 11/01/2016 05/02/2016 Produção Mieko Kanegae: Realização de entrevistas; saídas a campo; organização do livreto, banners e vídeos; responsável pela locação de veículo e realização do pagamento de todos os envolvidos na Produção 01/02/2016 30/09/2016 Produção Daniela Ribeiro: Especialista em Fitoterapia, juntamente com a coordenação, responsável pelas entrevistas, saídas a campo, fotografias e organização do livreto, banners e vídeos. 01/02/2016 30/09/2016 Produção Clara Carmoni: Auxiliar de coordenação, apoiará na organização dos dados coletados. 01/02/2016 30/09/2016 Produção Carlalaille Carvalho: Aplicação de questionário e registros de todas as ações (entrevistas, etc.) 01/02/2016 30/09/2016 Produção Daiane Canabarro: Aplicação de questionário e registros de todas as ações (entrevistas, etc.) 01/02/2016 30/09/2016 Produção Melissa Mauer: Fotógrafa profissional 01/02/2016 30/09/2016 Produção Sérgio Makari: Videomaker & Editor do DVD 01/02/2016 30/09/2016 Produção Adriele Maria: Motion design - editor de vídeo 01/02/2016 30/09/2016 Produção Ubirajara Junior Tana: Produtor musical 01/02/2016 30/09/2016 Produção Ivan Diniz: Poeta local, responsável pelo texto artístico em homenagem a cada raizeiro 01/02/2016 30/09/2016 Produção Eric Makibara: Diretor de Arte do livreto, Designer e Finalizador 30/09/2016 01/11/2016 Divulgação Mieko Kanegae: responsável pela aquisição de materiais (tenda, tinta para impressora, etc); locação de veículo, envio de documentos pelos Correios e pagamento de todos os envolvidos na Projeto. 02/05/2016 25/09/2016 Divulgação Mieko Kanegae, Daniela Ribeiro, Carlalaille Carvalho, Daiane Canabarro organizarão o material a ser exposto; afixarão cartazes e estarão presentes nas exposições, Feira e Encontros. 02/05/2016 25/09/2016 Divulgação Raizeiros: Pretendemos custear a diária de pelo menos dez raizeiros locais durante os sete dias de eventos (quatro em São Jorge e três em Alto Paraíso) 14/07/2016 25/09/2016 http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 6 de 10 07/09/2015 10:42
  • 7. Divulgação Giovanna Caldas: Produtora do ECTCV. Produtora, juntamente com Mieko Ferreira Kanegae e Daniela Ribeiro de Souza, do Encontro entre raizeiros e pajés. 02/05/2016 17/07/2016 Pós-produção Mieko Kanegae: Responsável pela locação de veículo e pagamento de todos os envolvidos no Projeto. 01/11/2016 09/12/2016 Pós-produção Mieko Kanegae; Daniela Ribeiro e Clara Carmoni: Responsáveis pela distribuição dos livretos com os DVDs; pela prestação de contas e demais formalidades para fechamento do Projeto. 01/11/2012 09/12/2016 Duração Início 11/01/2016 00:00:00 - Fim 09/12/2016 00:00:00 11 - Plano de Distribuição e Comercialização do Produto Cultural Distribuição gratuita de livretos com DVDs para raizeiros e seus familiares, além de demais membros da comunidade envolvidos, colaboradores, bibliotecas escolares e municipal da região, SEDUCE, universidades e locais de grande circulação turística (ex.: CAT – Centro de Atendimento ao Turista) Nome do evento/Produto Total de ingressos/ Exemplares Total de Ingressos/Exemplares Valor Unitário (R$) Receita Estimada (R$) Quantidade Distribuição Gratuita Quantidade Disponível para Venda Venda Secult Outros Normal Meia-Entrada Preço Normal Meia-Entrada Livreto com DVD sobre raizeiros e plantas da região 500 10 490 0 0 R$ 0,00 R$ 0,00 R$ 0,00 12 - Ficha Técnica Nome Completo: Mieko Ferreira Kanegae Função: Coordenadora Nome Completo: Daniela Ribeiro de Souza Função: Bióloga, Especialista em Fitoterapia Nome Completo: Clara Carmoni Teixeira Alencar da Silva Função: Auxiliar de coordenação Nome Completo: Giovanna Caldas Cesari Função: Produtora do Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros - GO Nome Completo: Ivan Anjo Diniz Função: Elaboração de poemas para o livreto Nome Completo: Sérgio Luiz Guimarães de Campos Função: Produtor e editor cinegráfico Nome Completo: Adriele Maria Silva Função: Motion design - editor de vídeo Nome Completo: Ubirajara Junior Tana http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 7 de 10 07/09/2015 10:42
  • 8. Função: Produtor musical do vídeo Nome Completo: Eric Makibara Função: Diretor de Arte do livreto, Designer e Finalizador Nome Completo: Melissa Mauer Função: Fotógrafa Nome Completo: Carlalaille Carvalho Função: Estagiária Nome Completo: Daiane de Lima Canabarro Função: Estagiária 13 - Plano Básico de Divulgação Por meio de mídia virtual, cartazes, divulgação oral, vídeo curta-metragem e livreto, além de exposição itinerante pelas escolas da região, UnB Cerrado e mais alguma instituição que possa vir a nos convidar, como também, em locais de grande circulação turística como o Centro de Atendimento ao Turista, e eventos de grande notoriedade como Aldeia Multiétnica e Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros (ECTCV), que recebe turistas de diversas localidades do mundo, e ainda, a Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros. Peça de Divulgação / Veículo Tamanho / Duração Posição das Logomarcas e Frases Cartaz A3 Canto superior direito Banner 120 x 90 cm Canto inferior esquerdo Créditos de abertura do filme (curta metragem) 05 segundos Centro da tela Mensagem sonora de abertura do evento 1 minuto Antes do início do espetáculo 14 - Recursos Utilizados no Projeto Recursos Solicitados ao Fundo de Arte e Cultura Valor: R$ 99997,61 Percentual: 100,00 Outras Fontes Valor: R$ 0,00 Percentual: 0,00 Detalhamento da Previsão de Recursos de Outras Fontes Recursos Próprios do Proponente Receita Prevista Outra Fonte Apoiadora (Especificar) 0,00 0,00 0,00 15 - Informações Sobre Apoios Financeiros de Outras Fontes Ano Mecanismo Projeto/Número Situação Valor 2016 0 01 Beneficiado R$ 0,00 Planilha Orçamentária http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 8 de 10 07/09/2015 10:42
  • 9. Tipo Descrição Qtd. Unid. Qtd. Unid. Valor Unitário Total Pré-Produção/Preparação Material de consumo - Combustível 1,00 litro 35,00 3,70 129,50 Pré-Produção/Preparação Resma de papel A4 reciclado 1,00 resma 2,00 20,00 40,00 Pré-Produção/Preparação Caixa de canetas 1,00 caixa 1,00 36,00 36,00 Pré-Produção/Preparação DVDs 1,00 DVD 600,00 1,50 900,00 Pré-Produção/Preparação Pendrive 1,00 01 5,00 40,00 200,00 Pré-Produção/Preparação Extensão de tomada (20 m) 1,00 01 2,00 60,00 120,00 Pré-Produção/Preparação Projetor 1,00 01 1,00 1550,00 1550,00 Pré-Produção/Preparação Caixa organizadora 1,00 caixa 3,00 60,00 180,00 Pré-Produção/Preparação Aquisição de livros (Fitoterapia e Botânica) 1,00 livro 7,00 100,00 700,00 Pré-Produção/Preparação Material de consumo – Tintas para impressora 2,00 cartu 2,00 80,00 320,00 Produção/Execução Aluguel de veículo 1,00 dia 25,00 100,00 2500,00 Produção/Execução Material de consumo - Combustível 1,00 litro 300,00 3,70 1110,00 Produção/Execução Diárias para Estagiárias 2,00 dia 15,00 50,00 1500,00 Produção/Execução Diárias para Coordenação 1,00 dia 25,00 60,00 1500,00 Produção/Execução Serviços Auxiliar de Coordenação 1,00 mês 12,00 600,00 7200,00 Produção/Execução Fotografia profissional 1,00 mês 10,00 400,00 4000,00 Produção/Execução Videomaker & Edição de DVD 1,00 vídeo 10,00 980,00 9800,00 Produção/Execução Poeta (Criação de Texto artístico) 1,00 texto 15,00 240,00 3600,00 Produção/Execução Editoração do livreto 1,00 livro 1,00 2250,00 2250,00 Produção/Execução Edição gráfica do livreto 1,00 livro 500,00 6,50 3250,00 Produção/Execução Especialista em Fitoterapia 1,00 mês 12,00 1500,00 18000,00 http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 9 de 10 07/09/2015 10:42
  • 10. Divulgação/Comercialização Aluguel de veículo 1,00 dia 32,00 100,00 3200,00 Divulgação/Comercialização Material de consumo - Combustível 1,00 litro 600,00 3,70 2220,00 Divulgação/Comercialização Aquisição de Tenda 1,00 tenda 1,00 450,00 450,00 Divulgação/Comercialização Diárias para Estagiárias 2,00 dia 14,00 50,00 1400,00 Divulgação/Comercialização Diárias para Coordenação 1,00 dia 20,00 60,00 1200,00 Divulgação/Comercialização Confecção de banners 1,00 banne 17,00 60,00 1020,00 Divulgação/Comercialização Confecção de suportes para banners 1,00 serv 1,00 250,00 250,00 Divulgação/Comercialização Diárias para raizeiros 10,00 dia 7,00 120,00 8400,00 Divulgação/Comercialização Produção/divulgação no ECTCV 1,00 serv 1,00 700,00 700,00 Divulgação/Comercialização Impressão de Cartazes 1,00 imp 80,00 4,90 392,00 Divulgação/Comercialização Serviços de Correio 1,00 sedex 4,00 18,00 72,00 Custos Administrativos Taxas bancárias 1,00 mês 12,00 20,00 240,00 Impostos/Recolhimentos 27,5% 1,00 imp 1,00 21568,11 21568,11 Resumo do Orçamento Pré-Produção/Preparação Produção/Execução Divulgação/Comercialização. R$ 4.175,50 R$ 54.710,00 R$ 19.304,00 Custos Administrativos Impostos/Recolhimentos Total Geral R$ 240,00 R$ 21.568,11 99997,61 Arquivos (Upload) http://www.seduce.go.gov.br/fundodearteecultura/ImprimirProjeto.aspx 10 de 10 07/09/2015 10:42