SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETO DE PESQUISA

A INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PROJETOS
  NO DESEMPENHO EMPRESARIAL DAS
    EMPRESAS DE PEQUENO PORTE
PPAD – Programa de Pós-graduação e Administração

                                                      Mestrado em Administração


                                                                                               Wilson	
  Freitas	
  

                                                                Pontifícia Universidade Católica do Paraná

 Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
 Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
APRESENTAÇÃO DO TEMA
Problema de Pesquisa



                                          A	
  u$lização	
  de	
  métodos	
  formais	
  de	
  gestão	
  
                                          de	
  projetos	
  e	
  processos	
  de	
  desenvolvimento	
  
                                          de	
  so:ware	
  melhora	
  o	
  desempenho	
  das	
  
                                          empresas	
  de	
  so:ware?	
  	
  




  Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
  Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
APRESENTAÇÃO DO TEMA
Objetivos Gerais e Específicos


                                                                  Obje&vo	
  geral	
  desta	
  pesquisa	
  visa	
  verificar	
  se	
  a	
  adoção	
  de	
  
                                                                  processos	
  formais	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  e	
  de	
  processos	
  de	
  
                                                                  desenvolvimento	
  de	
  so;ware	
  afetam	
  o	
  desempenho	
  das	
  
                                                                  empresas	
  de	
  so;ware.	
  




   Pretende-­‐se	
  ao	
  longo	
  da	
  pesquisa	
  alcançar	
  os	
  seguintes	
  obje8vos	
  específicos:	
  
      	
  	
  
      1.  Observar	
  a	
  influência	
  da	
  gestão	
  formal	
  de	
  projetos	
  no	
  desempenho	
  das	
  
               empresas	
  do	
  setor.	
  
      2.  Observar	
  a	
  influência	
  de	
  processos	
  formais	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  
               no	
  desempenho	
  das	
  empresas	
  do	
  setor.	
  
      3.  Inves8gar	
  se	
  a	
  simultaneidade	
  da	
  existência	
  formal	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  e	
  
               processos	
  de	
  soKware	
  afetam	
  o	
  desempenho	
  empresarial	
  das	
  empresas	
  do	
  
               setor.	
  


   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
APRESENTAÇÃO DO TEMA
Pergunta de Pesquisa

Pergunta	
  1	
                     Qual	
  é	
  o	
  impacto	
  da	
  adoção	
  de	
  processos	
  
                                    formais	
  de	
  gestão	
  no	
  desempenho	
  empresarial	
  
                                    das	
  empresas	
  de	
  soKware	
  de	
  pequeno	
  porte?	
  
                                    	
  
Pergunta	
  2	
                     Qual	
  é	
  o	
  impacto	
  da	
  adoção	
  de	
  processos	
  de	
  
                                    desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  no	
  desempenho	
  
                                    empresarial	
  das	
  empresas	
  de	
  soKware	
  de	
  
                                    pequeno	
  porte	
  ?	
  
                                    	
  
Pergunta	
  3	
                     Há	
  existência	
  formal	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  mais	
  
                                    a	
  existência	
  de	
  processos	
  de	
  desenvolvimento	
  
                                    de	
  soKware	
  produzem	
  impacto	
  no	
  das	
  
                                    pequenas	
  empresas	
  	
  de	
  soKware	
  de	
  pequeno	
  
                                    porte?	
  	
  
                                    	
  




        Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
        Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
APRESENTAÇÃO DO TEMA
Justificativa Teórica e Empírica

                                             •  A	
  indústria	
  de	
  tecnologia	
  da	
  informação,	
  mais	
  especificamente	
  a	
  de	
  
                                                desenvolvimento	
  de	
  soKware,	
  possui	
  poucos	
  estudos	
  sobre	
  os	
  bene]cios	
  
                                                dos	
  processos	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  e	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  e	
  
                                                seus	
  impactos	
  na	
  gestão	
  e	
  performance	
  das	
  organizações	
  (Kerzner,	
  2010)	
  
                                             •  Contribuir	
  com	
  a	
  elaboração	
  preceitos	
  conceituas	
  direcionados	
  para	
  a	
  
  Teórica	
  
                                                especificidade	
  do	
  setor	
  de	
  tecnologia	
  da	
  informação	
  e	
  desenvolvimento	
  
                                                de	
  soKware	
  (Pressman,	
  1995	
  e	
  Yourdon,	
  1996)	
  
                                             •  Revisão	
  bibliográfica	
  sobre	
  o	
  tema	
  
                                             •  Importância	
  da	
  gestão	
  de	
  projetos	
  na	
  execução	
  da	
  estratégia	
  das	
  
                                                empresas	
  (Dinsmore	
  e	
  Brewin-­‐Cabanis,	
  2009;	
  Kerzner,	
  2009)	
  

                                             •  Importância	
  de	
  se	
  confirmar	
  que	
  o	
  impacto	
  posi8vo	
  da	
  gestão	
  de	
  
                                                projetos	
  no	
  desempenho	
  das	
  EPPs	
  
                                             •  Comprovar	
  que	
  a	
  u8lização	
  de	
  processo	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  
  Empírica	
                                    produzem	
  valor	
  significa8vo	
  para	
  as	
  EPPs	
  
                                             •  Contribuir	
  para	
  as	
  EPPs	
  no	
  sen8do	
  de	
  prover	
  uma	
  recomendação	
  sobre	
  a	
  
                                                u8lização	
  de	
  processos	
  formais	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  e	
  desenvolvimento	
  
                                                de	
  soKware	
  são	
  vantajosos	
  e	
  contribuem	
  com	
  o	
  sucesso	
  da	
  empresa	
  	
  


     Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
     Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
APRESENTAÇÃO DO TEMA
Hipóteses

                                    A	
  existência	
  de	
  processos	
  formais	
  de	
  gestão	
  de	
  projeto	
  influencia	
  
     H1	
  
                                    posi8vamente	
  o	
  desempenho	
  empresarial	
  	
  
                                    A	
  existência	
  de	
  processos	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  afeta	
  
     H2	
  
                                    posi8vamente	
  o	
  desempenho	
  empresarial	
  	
  
                                    Existência	
  das	
  variáveis	
  gestão	
  de	
  projeto	
  mais	
  processos	
  de	
  
     H3	
                           desenvolvimento	
  de	
  soKware	
  	
  afeta	
  posi8vamente	
  o	
  desempenho	
  
                                    empresarial	
  




  Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
  Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Principais Autores
 CONCEITOS	
                                       PRINCIPAIS	
  AUTORES	
  
 Gestão	
  de	
  Projetos	
                        PMI	
  -­‐	
  Project	
  Management	
  Ins8tute.	
  Um	
  guia	
  do	
  conhecimento	
  em	
  gestão	
  de	
  projetos	
  (Guia	
  PMBOK).	
  4a.	
  ed.	
  
                                                   Newtown	
  Square,	
  PA:	
  Four	
  Campus	
  Boulevard.	
  2009.	
  
                                                   KERZNER,	
  H.	
  Gestão	
  de	
  projetos:	
  as	
  melhores	
  prá8cas.	
  2a.	
  ed.	
  Porto	
  Alegre:	
  Bookman.	
  2006	
  
                                                   	
  	
  
                                                   KERZNER,	
  H.	
  Gerenciamento	
  de	
  Projetos:	
  uma	
  abordagem	
  sistêmica	
  para	
  planejamento,	
  programação	
  e	
  controle.	
  
                                                   São	
  Paulo:	
  Editora	
  Blucher.	
  2011.	
  
 Empresas	
  de	
  Pequeno	
                       SERVIÇO	
  BRASILEIRO	
  DE	
  APOIO	
  AS	
  MICRO	
  E	
  PEQUENAS	
  EMPRESAS	
  –	
  SEBRAE.	
  Disponível	
  em:	
  
 Porte	
                                           <hsp//:www.sebrae.com.br>.	
  Acesso	
  em:	
  29	
  mai.	
  2012.	
  
 Desempenho	
                                      KILMANN,	
  R.	
  H.;	
  HERDEN,	
  R.	
  P.	
  Towards	
  a	
  systemic	
  methodology	
  for	
  evalua8ng	
  the	
  impact	
  of	
  interven8ons	
  on	
  
 Empresarial	
                                     organiza8onal	
  effec8veness.	
  Academy	
  of	
  Management	
  Review,	
  v.	
  28,	
  p.	
  87-­‐98,	
  1976.	
  
                                                   	
  
                                                   GIMENEZ,	
  F.	
  A.	
  P.	
  Estratégia	
  e	
  cria8vidade	
  em	
  pequenas	
  empresas.	
  Revista	
  de	
  Administração,	
  v.	
  28,	
  n.	
  2,	
  p.	
  72-­‐82,	
  
                                                   1993.	
  
 Processos	
  de	
                                 SOMMERVILLE,	
  Ian.	
  Engenharia	
  de	
  So;ware	
  8ª	
  Edição	
  São	
  Paulo:	
  Pearson	
  Addison-­‐Wesley,	
  2007.	
  	
  
 Desenvolvimento	
  de	
                           	
  
 SoKware	
                                         PRESSMAN,	
  Roger	
  S.	
  Engenharia	
  de	
  So;ware.	
  Rio	
  de	
  Janeiro:	
  Pearson	
  Makron	
  Books,	
  1995.	
  	
  
                                                   	
  
                                                   YOURDON,	
  E.	
  Declínio	
  e	
  Queda	
  dos	
  Analistas	
  e	
  Programadores.	
  São	
  Paulo:	
  Makron	
  Books.	
  1995.	
  	
  
 Teoria	
  do	
                                    ALTER,	
  S.	
  The	
  Work	
  System	
  Method	
  for	
  Understanding	
  Informa8on	
  Systems	
  and	
  Informa8on	
  Systems	
  Research.	
  
 	
  Sistema	
  de	
  Trabalho	
                   Communica&ons	
  of	
  the	
  Associa&on	
  for	
  Informa&on	
  Systems	
  .Sept.,	
  pp.	
  90–104.	
  2002.	
  
                                                   	
  	
  
                                                   ALTER,	
  S.	
  The	
  Work	
  System	
  Method,	
  Connec8ng	
  People,	
  Processes,	
  and	
  IT	
  for	
  Bussiness	
  Results.Work	
  System	
  
                                                   Press,	
  CA.	
  2006.	
  
                                                   	
  	
  
                                                   ALTER,	
  S.	
  18	
  Reasons	
  Why	
  IT-­‐Reliant	
  Work	
  Systems	
  Should	
  Replace	
  ‘The	
  IT	
  Ar8fact’	
  as	
  the	
  Core	
  Subject	
  Maser	
  of	
  
                                                   the	
  IS	
  Field.	
  Communica&ons	
  of	
  the	
  Associa&on	
  for	
  Informa&on	
  Systems,	
  12(23),	
  Oct.,	
  pp.	
  365-­‐394.	
  2003	
  


         Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
         Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Processo Metodológico
 ASPECTO	
                                                VALOR	
                                     DESCRIÇÃO	
  
                                                                                                      Tem	
  a	
  finalidade	
  de	
  fazer	
  uma	
  contribuição	
  dirigida	
  a	
  solução	
  de	
  
 Resultados	
                                             Pesquisa	
  aplicada	
  
                                                                                                      problemas	
  reais	
  
                                                                                                      Procura	
  validar	
  uma	
  hipótese	
  a	
  través	
  de	
  dados	
  quan8ta8vos,	
  
 Paradigma	
                                              Posi8vista	
  
                                                                                                      analisando	
  variáveis	
  sem	
  que	
  o	
  pesquisador	
  influêncie	
  o	
  ambiente.	
  
                                                                                                      Através	
  da	
  representação	
  numérica	
  dos	
  fatos,	
  promover	
  a	
  
 Natureza	
  dos	
  dados	
                               Quan8ta8vo	
  
                                                                                                      compreensão	
  dos	
  fenômenos	
  estudados	
  
                                                                                                      Teórica	
  pois	
  busca	
  por	
  uma	
  revisão	
  da	
  literatura	
  com	
  acréscimos	
  
                                                                                                      específicos	
  ao	
  conhecimento.	
  Pretende	
  ainda	
  validar	
  o	
  exposto	
  teórico	
  
                                                                                                      apresentado.	
  
 Tipo	
                                                   Teórica-­‐Empírica	
  
                                                                                                      Empírica	
  porque	
  fará	
  uma	
  observação	
  da	
  realidade	
  na	
  busca	
  da	
  
                                                                                                      compreensão	
  dos	
  problemas	
  reais	
  e	
  na	
  sugestão	
  de	
  soluções	
  a	
  estes	
  
                                                                                                      problemas.	
  
                                                                                                      Visto	
  a	
  aplicação	
  de	
  formulários	
  e	
  entrevista	
  a	
  uma	
  população	
  para	
  o	
  
 Meios	
                                                  Estudo	
  de	
  campo	
  
                                                                                                      levantamento	
  da	
  existência	
  de	
  fatos.	
  

 Corte	
  temporal	
                                      Seccional	
                                 Estudo	
  de	
  uma	
  amostra	
  em	
  um	
  determinado	
  tempo	
  e	
  espaço.	
  

                                                                                                      Limita-­‐se	
  à	
  observação	
  das	
  variáveis,	
  sem	
  qualquer	
  influência	
  ou	
  
 Controle	
  das	
  variáveis	
                           Não	
  Experimental	
  
                                                                                                      controle	
  sobre	
  as	
  mesmas	
  

 Lógica	
  da	
  pesquisa	
                               Dedu8va	
                                   Parte	
  de	
  uma	
  abordagem	
  geral	
  para	
  o	
  específico	
  



        Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
        Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Técnica e Delimitação de Pesquisa

                                   O	
  estudo	
  desta	
  pesquisa	
  delimita-­‐se	
  a	
  empresas	
  do	
  setor	
  de	
  
                                   so;ware	
  do	
  Parque	
  Tecnológico	
  de	
  Curi&ba	
  -­‐	
  TECNOPARQUE	
  


  CARACTERÍSTICA	
                                                      DESCRIÇÃO	
  
  Técnica	
                                                             Survey	
  
                                                                        Formulário	
  Eletrônico	
  contendo	
  35	
  questões	
  sendo:	
  
                                                                             •  7	
  questões	
  factuais	
  de	
  iden8ficação	
  
                                                                             •  4	
  questões	
  de	
  percepção	
  sobre	
  Desempenho	
  Empresarial	
  
                                                                             •  18	
  questões	
  factuais	
  sobre	
  Gestão	
  de	
  Projetos	
  
                                                                             •  8	
  questões	
  factuais	
  sobre	
  Processos	
  de	
  Desenvolvimento	
  de	
  
                                                                                   SoKware	
  
                                                                             (ver	
  Anexo	
  A	
  -­‐	
  Ques8onário)	
  
  Delimitação	
                                                         A	
  amostra	
  é	
  composta	
  de	
  140	
  empresas,	
  sendo:	
  
                                                                               •  41	
  empresas	
  par8cipantes	
  
                                                                               •  12	
  empresas	
  enquadradas	
  (§	
  6º	
  do	
  Art.4º	
  da	
  Lei	
  Complementar	
  
                                                                                   nº	
  64/2007)	
  
                                                                               •  32	
  empresas	
  enquadradas	
  –	
  instaladas	
  no	
  Parque	
  de	
  SoKware	
  
                                                                               •  55	
  empresas	
  em	
  processo	
  de	
  enquadramento	
  tributário	
  	
  
 NOTA:	
  O	
  corte	
  selecional	
  desta	
  amostra	
  cons8tui-­‐se	
  das	
  empresas	
  listadas	
  na	
  Agência	
  Curi8ba	
  em	
  2011.	
  	
  



      Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
      Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Variáveis de Estudo
VARIÁVEL                                   DEFINIÇÃO	
  CONSTITUTIVA                                                                  DEFINIÇÃO	
  OPERACIONAL	
  
Gestão	
  de	
  Projetos                   A	
   existência	
   de	
   processos	
   formais	
   	
   	
   que	
   englobem,	
   no	
   Será	
  o	
  registro	
  das	
  respostas	
  dos	
  gestores	
  ob8dos	
  através	
  de	
  formulário	
  
                                           mínimo,	
   três	
   dos	
   cinco	
   processos	
   de	
   gerenciamento	
   de	
   eletrônico	
  (survey).	
  Serão	
  consideradas	
  nesta	
  variável	
  as	
  respostas	
  factuais	
  
                                           projetos,	
   sendo	
   estes:	
   planejamento,	
   execução	
   e	
   controle	
   que	
  contemplem	
  as	
  questões	
  rela8vas	
  aos	
  processos	
  	
  de	
  gestão	
  de	
  projetos	
  
                                           (Kerzner,	
   2011).	
   Para	
   que	
   sejam	
   considerados	
   a	
   existência	
   (iniciação,	
  planejamento,	
  execução,	
  controle	
  e	
  encerramento)	
  como	
  
                                           de	
  procedimentos	
  formais	
  estes	
  deverão	
  cobrir,	
  em	
  algum	
   também	
  as	
  questões	
  rela8vas	
  as	
  áreas	
  de	
  conhecimento	
  como	
  Integração,	
  
                                           nível,	
  de	
  maneira	
  formal	
  pelo	
  menos	
  três	
  das	
  nove	
  áreas	
  de	
   Custos,	
  Tempo,	
  Escopo,	
  Qualidade,	
  Aquisições,	
  Recursos	
  Humanos	
  e	
  Riscos.	
  
                                           conhecimento	
   de	
   gestão	
   de	
   projetos	
   (PMI,	
   2009),	
   sendo	
   Estão	
  contempladas	
  nesta	
  variável	
  18	
  questões	
  que	
  vão	
  de	
  P12	
  a	
  P27	
  (ver	
  
                                           estas:	
  tempo,	
  custos	
  e	
  escopo.	
  	
                                           Apêndice	
  A).	
  

                                           Fontes:	
  Kerzner	
  (2011)	
  e	
  PMI	
  (2009)	
  
Processo	
  de	
                           Ro8na	
  de	
  sequência	
  de	
  passos	
  a	
  serem	
  executados	
  para	
  a	
        Será	
  o	
  registro	
  das	
  respostas	
  dos	
  gestores	
  ob8dos	
  através	
  de	
  formulário	
  
Desenvolvimento	
  de	
                    produção	
  de	
  um	
  sistema	
  de	
  soKware.	
  A	
  ro8na	
  deve	
                  eletrônico	
  (survey).	
  Serão	
  consideradas	
  nesta	
  variável	
  as	
  respostas	
  factuais	
  
SoKware                                    possuir,	
  ao	
  menos,	
  duas	
  das	
  quatro	
  etapas	
  de	
                        que	
  contemplem	
  as	
  questões	
  rela8vas	
  aos	
  processos	
  	
  de	
  desenvolvimento	
  
                                           desenvolvimento	
  estabelecido	
  por	
  Pressam(1995).	
  	
                             de	
  soKware.	
  A	
  variável	
  será	
  composta	
  pelas	
  perguntas	
  incidentes	
  sobre	
  os	
  
                                           	
  	
                                                                                     processos	
  de	
  especificação,	
  desenvolvimento,	
  validação	
  e	
  evolução	
  do	
  
                                           Fonte:	
  (Pressman,	
  1995,	
  Sommerville,	
  2007,	
  Yourdon,	
  1996) soKware.	
  Estão	
  contempladas	
  nesta	
  variável	
  oito	
  questões	
  que	
  vão	
  de	
  P28	
  
                                                                                                                                      a	
  P35	
  (ver	
  Apêndice	
  A).
Desempenho	
                               Serão	
   as	
   medidas	
   de	
   a8ngimento	
   dos	
   obje8vos	
   de	
   Será	
  a	
  medida	
  da	
  percepção	
  do	
  gestor	
  e	
  ou	
  empreendedor	
  dentro	
  de	
  uma	
  
Empresarial                                eficiência	
   e	
   eficácia	
   	
   tanto	
   interna	
   quanto	
   externa	
   à	
   escala	
  Likert	
  (Likert,	
  1932).	
  	
  Estas	
  medidas	
  serão	
  ob8das	
  através	
  de	
  
                                           organização.	
  	
                                                                         respostas	
  a	
  formulários	
  eletrônicos	
  (survey).	
  Estão	
  contempladas	
  nesta	
  
                                           	
  	
                                                                                     variável	
  quatro	
  questões	
  que	
  vão	
  de	
  P08	
  a	
  P11	
  (ver	
  Apêndice	
  A).
                                           Fontes:	
  Gimenez	
  (1993)	
  e	
  Kilmann	
  e	
  Herden	
  (1976)



             Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
             Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Arquitetura do Sistema de Trabalho
                                                                                                      Arquitetura	
  do	
  sistema	
  de	
  trabalho	
  iden&fica	
  
                                                                                                      e	
  descreve	
  os	
  elementos	
  básicos	
  para	
  
                                                                                                      entender	
  e	
  avaliar	
  o	
  sistema	
  de	
  trabalho	
  de	
  
                                                                                                      uma	
  organização.	
  	
  Este	
  estudo	
  irá:	
  
                                                                                                              •  Observar	
  a	
  influência	
  dos	
  Processo	
  e	
  
                                                                                                                 A&vidades	
  no	
  sistema	
  de	
  trabalho	
  e	
  
                                                                                                                 sua	
  relação	
  com	
  o	
  desempenho	
  
                                                                                                                 empresarial	
  
                                                                                                              •  Avaliar	
  se	
  esta	
  influência	
  pode	
  ser	
  
                                                                                                                 percebida	
  de	
  maneira	
  diferente	
  por	
  
                                                                                                                 empresas	
  que	
  atendem	
  Clientes	
  
                                                                                                                 diferentes	
  




 Fonte:	
  Adaptado	
  de	
  Alter,	
  2006	
  




        Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
        Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Arquitetura do Sistema de Trabalho vs Variáveis de Estudo




                                                                                                      Corpora8vo	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
                                                                                                      Varejo	
  




                                                                                                      Gestão	
  de	
  Projetos	
  
                                                                                                      Desenvolvimento	
  de	
  SoKware	
  	
  




 Fonte:	
  Adaptado	
  de	
  Alter,	
  2006	
  




        Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
        Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
METODOLOGIA DE PESQUISA
Relação entre Variáveis

VARIÁVEL	
                                            TIPO	
                                   FUNÇÃO	
                                      RELAÇÃO	
  




Gestão	
  de	
  Projetos	
                            Independente	
                           DE	
  	
  =	
  f	
  (GP)	
  




Processos	
  de	
  
Desenvolvimento	
  de	
                               Independente	
                           DE	
  =	
  f	
  (PDS)	
  
SoKware	
  




Gestão	
  de	
  Projetos	
  +	
  
Processo	
  de	
                                                                               DE	
  =	
  f	
  (GP)	
  +	
  f	
  (DPS)	
  
                                                      Independente	
  
Desenvolvimento	
  de	
                                                                        	
  
SoKware	
  




        Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
        Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
CRONOGRAMA
Projeto de Pesquisa




   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
ORÇAMENTO
Projeto de Pesquisa




   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
ANEXO A – QUESTIONÁRIO
Questões Factuais




  Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
  Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
ANEXO A - QUESTIONÁRIO
Questões sobre Desempenho Empresarial




   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
ANEXO A - QUESTIONÁRIO
Questões sobre Gestão de Projetos




   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  
ANEXO A - QUESTIONÁRIO
Questões sobre Processos de Desenvolvimento de Software




   Este	
  trabalho	
  foi	
  licenciado	
  com	
  uma	
  Licença	
  Crea8ve	
  Commons	
  
   Atribuição	
  –	
  Não	
  Comercial	
  –	
  Sem	
  Derivados	
  3.0	
  Não	
  Adaptada.	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
Ivo M Michalick Vasconcelos, PMP, PMI-SP, CPCC
 
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
Impacta Eventos
 
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Projetos e TI
 
Passo a passo_gerente_projeto
Passo a passo_gerente_projetoPasso a passo_gerente_projeto
Passo a passo_gerente_projeto
gtiprotec
 
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
Tailo Mateus Gonsalves
 
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
Wankes Leandro
 
Desburocratização
DesburocratizaçãoDesburocratização
Desburocratização
Jairo Siqueira
 
Adding value through Program Management
Adding value through Program ManagementAdding value through Program Management
Adding value through Program Management
Werther Krause
 
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas BoasImplementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
Cristina Cerdeiral
 
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
Wankes Leandro
 
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
Rodrigo Thahira, PfMP, PMP, PRINCE2, PMO-CC
 
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarialPalestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
elonvila
 
Implantando o Gerenciamento de Projetos
Implantando o Gerenciamento de ProjetosImplantando o Gerenciamento de Projetos
Implantando o Gerenciamento de Projetos
Walther Krause
 
94 1006-1-pb
94 1006-1-pb94 1006-1-pb
94 1006-1-pb
Helena Gregório
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
Marco Viveiros
 
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
EloGroup
 
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara TanakaWebinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
MJV Technology & Innovation Brasil
 
Redistributable Intro To Scrum
Redistributable Intro To ScrumRedistributable Intro To Scrum
Redistributable Intro To Scrum
Juan Bernabó
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
AntonioBatista48
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Projetos e TI
 

Mais procurados (20)

O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
O Gerenciamento de Projetos de Software Desenvolvidos à Luz das Metodologias ...
 
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
Fatores Contribuintes para a Maturidade Organizacional em Gerenciamento de Pr...
 
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
Webaula 50 - Como Definir e Controlar o Escopo de um Projeto – O Papel Fundam...
 
Passo a passo_gerente_projeto
Passo a passo_gerente_projetoPasso a passo_gerente_projeto
Passo a passo_gerente_projeto
 
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
Projeto e protótipo de ferramenta de gerenciamento de projetos adaptada ao pr...
 
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
Gestão coordenada de múltiplos projetos, Prof. Wankes Leandro - 13o Encontro ...
 
Desburocratização
DesburocratizaçãoDesburocratização
Desburocratização
 
Adding value through Program Management
Adding value through Program ManagementAdding value through Program Management
Adding value through Program Management
 
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas BoasImplementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
Implementacao Grupos Empresas Gisele Villas Boas
 
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
Processo de gestão de portfólio na vida real: como eles funcionam - Prof. Wan...
 
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
Como definir indicadores de desempenho para um PMO @ Fórum Internacional de P...
 
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarialPalestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
Palestra: A Produção mais Limpa como fator de competitividade empresarial
 
Implantando o Gerenciamento de Projetos
Implantando o Gerenciamento de ProjetosImplantando o Gerenciamento de Projetos
Implantando o Gerenciamento de Projetos
 
94 1006-1-pb
94 1006-1-pb94 1006-1-pb
94 1006-1-pb
 
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas GerenciaisMBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
MBA SGI UNISANTA - Disciplina: Ferramentas Gerenciais
 
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
BPM Ágil - Concepção e implementação de solucões tecnológicas e ERP´S por mei...
 
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara TanakaWebinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
Webinar Gamificação para Gestão de Mudança - Bruno Medina e Samara Tanaka
 
Redistributable Intro To Scrum
Redistributable Intro To ScrumRedistributable Intro To Scrum
Redistributable Intro To Scrum
 
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecerGerenciar projetos  10 formatos que todo gp precisa conhecer
Gerenciar projetos 10 formatos que todo gp precisa conhecer
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
 

Semelhante a PROJETO DE PESQUISAA INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PROJETOS NO DESEMPENHO EMPRESARIAL DAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE

Tb Escopo Mario e Claudio
Tb Escopo Mario e ClaudioTb Escopo Mario e Claudio
Tb Escopo Mario e Claudio
Helson Costa, PMP
 
Caso Braskem monica
Caso Braskem monicaCaso Braskem monica
Caso Braskem monica
Ivana da Silveira
 
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologiaPalestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
elonvila
 
Artigo gp
Artigo gpArtigo gp
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 diasPalestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Jonas Beto Rompkovski
 
Es17 predicao de defeitos em software
Es17   predicao de defeitos em softwareEs17   predicao de defeitos em software
Es17 predicao de defeitos em software
Victor Hugo
 
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informaçãoGerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
Douglas Souza
 
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
Macrosolutions SA
 
BPM Global Trends 2012 - Elo Group II
BPM Global Trends 2012 - Elo Group IIBPM Global Trends 2012 - Elo Group II
BPM Global Trends 2012 - Elo Group II
EloGroup
 
Tcc -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
Tcc  -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...Tcc  -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
Tcc -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
Hiram Costa-Silva
 
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas BrasileirasAdoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
Wildtech
 
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvadorArtigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Aragon Vieira
 
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
Mauricio Cesar Santos da Purificação
 
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Mateus Duncke de Oliveira
 
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em ProjetosMacrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
Macrosolutions SA
 
Project Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best PracticesProject Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best Practices
Sérgio A. Rangel de Aguiar MBA, MSc, BBA, ITILv3®, CCNA®
 
Iniciação em Projetos
Iniciação em ProjetosIniciação em Projetos
Iniciação em Projetos
Felipe Meira
 
Core Office
Core OfficeCore Office
Core Office
Carlos Lourenco
 
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions SA
 
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
Macrosolutions SA
 

Semelhante a PROJETO DE PESQUISAA INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PROJETOS NO DESEMPENHO EMPRESARIAL DAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE (20)

Tb Escopo Mario e Claudio
Tb Escopo Mario e ClaudioTb Escopo Mario e Claudio
Tb Escopo Mario e Claudio
 
Caso Braskem monica
Caso Braskem monicaCaso Braskem monica
Caso Braskem monica
 
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologiaPalestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
Palestra: Planejamento e controle de projetos pelo uso de tecnologia
 
Artigo gp
Artigo gpArtigo gp
Artigo gp
 
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 diasPalestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
Palestra Do AS IS ao TO BE em 5 dias
 
Es17 predicao de defeitos em software
Es17   predicao de defeitos em softwareEs17   predicao de defeitos em software
Es17 predicao de defeitos em software
 
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informaçãoGerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
Gerenciamento estratégico de projetos em tecnologia da informação
 
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
Macrosolutions Consultoria: Avaliação, Otimização e Reestruturação de Escritó...
 
BPM Global Trends 2012 - Elo Group II
BPM Global Trends 2012 - Elo Group IIBPM Global Trends 2012 - Elo Group II
BPM Global Trends 2012 - Elo Group II
 
Tcc -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
Tcc  -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...Tcc  -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
Tcc -aplicação de metodologias de gerenciamento de projetos em empresas de d...
 
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas BrasileirasAdoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
Adoção do CMMI e Metodologias Ágeis em Empresas Brasileiras
 
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvadorArtigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
Artigo - Implantação do escritório de projetos - Aragon salvador
 
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
Gerenciamento Ágil de Projetos de Business Intelligence Um Relato de Experiên...
 
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...Apostila   fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
Apostila fgv - gestão de projetos - pmi - gestão de projetos no contexto de...
 
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em ProjetosMacrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
Macrosolutions Consultoria: Avaliação e Diagnóstico de Maturidade em Projetos
 
Project Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best PracticesProject Methodologies and Best Practices
Project Methodologies and Best Practices
 
Iniciação em Projetos
Iniciação em ProjetosIniciação em Projetos
Iniciação em Projetos
 
Core Office
Core OfficeCore Office
Core Office
 
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
Macrosolutions Consultoria: Estruturação dos Processos de Comunicação em Proj...
 
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
Macrosolutions Consultoria: Otimização de Recursos e Investimentos através do...
 

Mais de CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba

2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can..."Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Características da inocação em tic no setor público brasileiro
Características da inocação em tic no setor público brasileiroCaracterísticas da inocação em tic no setor público brasileiro
Características da inocação em tic no setor público brasileiro
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Evolução das aplicações no setor púlico
Evolução das aplicações no setor púlicoEvolução das aplicações no setor púlico
Evolução das aplicações no setor púlico
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social uma verific...
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social  uma verific...A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social  uma verific...
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social uma verific...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
A influência da cultura na execução da estratégia
A influência da cultura na execução da estratégiaA influência da cultura na execução da estratégia
A influência da cultura na execução da estratégia
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Grupo pesquisa gci2 2
Grupo pesquisa gci2 2Grupo pesquisa gci2 2
Grupo pesquisa gci2 2
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Inovação Aberta e Habitats de Inovação
Inovação Aberta e Habitats de InovaçãoInovação Aberta e Habitats de Inovação
Inovação Aberta e Habitats de Inovação
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público BrasileiroEvolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
 DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D... DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá..."Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 
Relatório pibic 2009 10
Relatório pibic 2009 10Relatório pibic 2009 10
Relatório pibic 2009 10
CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba
 

Mais de CTG SUNY Albany and UFPR Curitiba (20)

2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
2019 cidades inteligentes evento sp design urbano- multidimensilalidade das c...
 
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
Inovação como Fator Estratégico de Empresas Localizadas em Clusters Industria...
 
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
Jv l 130303-prä-opengovernmentcollaboration-brazil-en-v1
 
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can..."Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
"Aportes para el Gobierno Abierto y la entrega de servicios: Experiencias can...
 
Características da inocação em tic no setor público brasileiro
Características da inocação em tic no setor público brasileiroCaracterísticas da inocação em tic no setor público brasileiro
Características da inocação em tic no setor público brasileiro
 
Evolução das aplicações no setor púlico
Evolução das aplicações no setor púlicoEvolução das aplicações no setor púlico
Evolução das aplicações no setor púlico
 
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social uma verific...
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social  uma verific...A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social  uma verific...
A governança de ti sob a ótica da teoria da representação social uma verific...
 
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo d...
 
A influência da cultura na execução da estratégia
A influência da cultura na execução da estratégiaA influência da cultura na execução da estratégia
A influência da cultura na execução da estratégia
 
Grupo pesquisa gci2 2
Grupo pesquisa gci2 2Grupo pesquisa gci2 2
Grupo pesquisa gci2 2
 
Inovação Aberta e Habitats de Inovação
Inovação Aberta e Habitats de InovaçãoInovação Aberta e Habitats de Inovação
Inovação Aberta e Habitats de Inovação
 
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informaç...
 
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
 
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
As tecnologias da Informação e Comunicação e a Participação na Tomada de Deci...
 
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público BrasileiroEvolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
Evolução das Aplicações de TIC no Setor Público Brasileiro
 
DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
 DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D... DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
DINÂMICA DE RELACIONAMENTO ENTRE ATORES DE PROJETOS GOVERNAMENTAIS: O CASO D...
 
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá..."Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
"Capital intelectual e retenção de talentos nas indústrias têxteis de Jaraguá...
 
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
nformacão, Tecnologia, Planejamento Ambiental e Municipal para Apoio na Gestã...
 
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
Adoção da tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: A perspectiva do ...
 
Relatório pibic 2009 10
Relatório pibic 2009 10Relatório pibic 2009 10
Relatório pibic 2009 10
 

PROJETO DE PESQUISAA INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PROJETOS NO DESEMPENHO EMPRESARIAL DAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE

  • 1. PROJETO DE PESQUISA A INFLUÊNCIA DA GESTÃO DE PROJETOS NO DESEMPENHO EMPRESARIAL DAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE PPAD – Programa de Pós-graduação e Administração Mestrado em Administração Wilson  Freitas   Pontifícia Universidade Católica do Paraná Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 2. APRESENTAÇÃO DO TEMA Problema de Pesquisa A  u$lização  de  métodos  formais  de  gestão   de  projetos  e  processos  de  desenvolvimento   de  so:ware  melhora  o  desempenho  das   empresas  de  so:ware?     Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 3. APRESENTAÇÃO DO TEMA Objetivos Gerais e Específicos Obje&vo  geral  desta  pesquisa  visa  verificar  se  a  adoção  de   processos  formais  de  gestão  de  projetos  e  de  processos  de   desenvolvimento  de  so;ware  afetam  o  desempenho  das   empresas  de  so;ware.   Pretende-­‐se  ao  longo  da  pesquisa  alcançar  os  seguintes  obje8vos  específicos:       1.  Observar  a  influência  da  gestão  formal  de  projetos  no  desempenho  das   empresas  do  setor.   2.  Observar  a  influência  de  processos  formais  de  desenvolvimento  de  soKware   no  desempenho  das  empresas  do  setor.   3.  Inves8gar  se  a  simultaneidade  da  existência  formal  de  gestão  de  projetos  e   processos  de  soKware  afetam  o  desempenho  empresarial  das  empresas  do   setor.   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 4. APRESENTAÇÃO DO TEMA Pergunta de Pesquisa Pergunta  1   Qual  é  o  impacto  da  adoção  de  processos   formais  de  gestão  no  desempenho  empresarial   das  empresas  de  soKware  de  pequeno  porte?     Pergunta  2   Qual  é  o  impacto  da  adoção  de  processos  de   desenvolvimento  de  soKware  no  desempenho   empresarial  das  empresas  de  soKware  de   pequeno  porte  ?     Pergunta  3   Há  existência  formal  de  gestão  de  projetos  mais   a  existência  de  processos  de  desenvolvimento   de  soKware  produzem  impacto  no  das   pequenas  empresas    de  soKware  de  pequeno   porte?       Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 5. APRESENTAÇÃO DO TEMA Justificativa Teórica e Empírica •  A  indústria  de  tecnologia  da  informação,  mais  especificamente  a  de   desenvolvimento  de  soKware,  possui  poucos  estudos  sobre  os  bene]cios   dos  processos  de  gestão  de  projetos  e  de  desenvolvimento  de  soKware  e   seus  impactos  na  gestão  e  performance  das  organizações  (Kerzner,  2010)   •  Contribuir  com  a  elaboração  preceitos  conceituas  direcionados  para  a   Teórica   especificidade  do  setor  de  tecnologia  da  informação  e  desenvolvimento   de  soKware  (Pressman,  1995  e  Yourdon,  1996)   •  Revisão  bibliográfica  sobre  o  tema   •  Importância  da  gestão  de  projetos  na  execução  da  estratégia  das   empresas  (Dinsmore  e  Brewin-­‐Cabanis,  2009;  Kerzner,  2009)   •  Importância  de  se  confirmar  que  o  impacto  posi8vo  da  gestão  de   projetos  no  desempenho  das  EPPs   •  Comprovar  que  a  u8lização  de  processo  de  desenvolvimento  de  soKware   Empírica   produzem  valor  significa8vo  para  as  EPPs   •  Contribuir  para  as  EPPs  no  sen8do  de  prover  uma  recomendação  sobre  a   u8lização  de  processos  formais  de  gestão  de  projetos  e  desenvolvimento   de  soKware  são  vantajosos  e  contribuem  com  o  sucesso  da  empresa     Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 6. APRESENTAÇÃO DO TEMA Hipóteses A  existência  de  processos  formais  de  gestão  de  projeto  influencia   H1   posi8vamente  o  desempenho  empresarial     A  existência  de  processos  de  desenvolvimento  de  soKware  afeta   H2   posi8vamente  o  desempenho  empresarial     Existência  das  variáveis  gestão  de  projeto  mais  processos  de   H3   desenvolvimento  de  soKware    afeta  posi8vamente  o  desempenho   empresarial   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 7. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA Principais Autores CONCEITOS   PRINCIPAIS  AUTORES   Gestão  de  Projetos   PMI  -­‐  Project  Management  Ins8tute.  Um  guia  do  conhecimento  em  gestão  de  projetos  (Guia  PMBOK).  4a.  ed.   Newtown  Square,  PA:  Four  Campus  Boulevard.  2009.   KERZNER,  H.  Gestão  de  projetos:  as  melhores  prá8cas.  2a.  ed.  Porto  Alegre:  Bookman.  2006       KERZNER,  H.  Gerenciamento  de  Projetos:  uma  abordagem  sistêmica  para  planejamento,  programação  e  controle.   São  Paulo:  Editora  Blucher.  2011.   Empresas  de  Pequeno   SERVIÇO  BRASILEIRO  DE  APOIO  AS  MICRO  E  PEQUENAS  EMPRESAS  –  SEBRAE.  Disponível  em:   Porte   <hsp//:www.sebrae.com.br>.  Acesso  em:  29  mai.  2012.   Desempenho   KILMANN,  R.  H.;  HERDEN,  R.  P.  Towards  a  systemic  methodology  for  evalua8ng  the  impact  of  interven8ons  on   Empresarial   organiza8onal  effec8veness.  Academy  of  Management  Review,  v.  28,  p.  87-­‐98,  1976.     GIMENEZ,  F.  A.  P.  Estratégia  e  cria8vidade  em  pequenas  empresas.  Revista  de  Administração,  v.  28,  n.  2,  p.  72-­‐82,   1993.   Processos  de   SOMMERVILLE,  Ian.  Engenharia  de  So;ware  8ª  Edição  São  Paulo:  Pearson  Addison-­‐Wesley,  2007.     Desenvolvimento  de     SoKware   PRESSMAN,  Roger  S.  Engenharia  de  So;ware.  Rio  de  Janeiro:  Pearson  Makron  Books,  1995.       YOURDON,  E.  Declínio  e  Queda  dos  Analistas  e  Programadores.  São  Paulo:  Makron  Books.  1995.     Teoria  do   ALTER,  S.  The  Work  System  Method  for  Understanding  Informa8on  Systems  and  Informa8on  Systems  Research.    Sistema  de  Trabalho   Communica&ons  of  the  Associa&on  for  Informa&on  Systems  .Sept.,  pp.  90–104.  2002.       ALTER,  S.  The  Work  System  Method,  Connec8ng  People,  Processes,  and  IT  for  Bussiness  Results.Work  System   Press,  CA.  2006.       ALTER,  S.  18  Reasons  Why  IT-­‐Reliant  Work  Systems  Should  Replace  ‘The  IT  Ar8fact’  as  the  Core  Subject  Maser  of   the  IS  Field.  Communica&ons  of  the  Associa&on  for  Informa&on  Systems,  12(23),  Oct.,  pp.  365-­‐394.  2003   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 8. METODOLOGIA DE PESQUISA Processo Metodológico ASPECTO   VALOR   DESCRIÇÃO   Tem  a  finalidade  de  fazer  uma  contribuição  dirigida  a  solução  de   Resultados   Pesquisa  aplicada   problemas  reais   Procura  validar  uma  hipótese  a  través  de  dados  quan8ta8vos,   Paradigma   Posi8vista   analisando  variáveis  sem  que  o  pesquisador  influêncie  o  ambiente.   Através  da  representação  numérica  dos  fatos,  promover  a   Natureza  dos  dados   Quan8ta8vo   compreensão  dos  fenômenos  estudados   Teórica  pois  busca  por  uma  revisão  da  literatura  com  acréscimos   específicos  ao  conhecimento.  Pretende  ainda  validar  o  exposto  teórico   apresentado.   Tipo   Teórica-­‐Empírica   Empírica  porque  fará  uma  observação  da  realidade  na  busca  da   compreensão  dos  problemas  reais  e  na  sugestão  de  soluções  a  estes   problemas.   Visto  a  aplicação  de  formulários  e  entrevista  a  uma  população  para  o   Meios   Estudo  de  campo   levantamento  da  existência  de  fatos.   Corte  temporal   Seccional   Estudo  de  uma  amostra  em  um  determinado  tempo  e  espaço.   Limita-­‐se  à  observação  das  variáveis,  sem  qualquer  influência  ou   Controle  das  variáveis   Não  Experimental   controle  sobre  as  mesmas   Lógica  da  pesquisa   Dedu8va   Parte  de  uma  abordagem  geral  para  o  específico   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 9. METODOLOGIA DE PESQUISA Técnica e Delimitação de Pesquisa O  estudo  desta  pesquisa  delimita-­‐se  a  empresas  do  setor  de   so;ware  do  Parque  Tecnológico  de  Curi&ba  -­‐  TECNOPARQUE   CARACTERÍSTICA   DESCRIÇÃO   Técnica   Survey   Formulário  Eletrônico  contendo  35  questões  sendo:   •  7  questões  factuais  de  iden8ficação   •  4  questões  de  percepção  sobre  Desempenho  Empresarial   •  18  questões  factuais  sobre  Gestão  de  Projetos   •  8  questões  factuais  sobre  Processos  de  Desenvolvimento  de   SoKware   (ver  Anexo  A  -­‐  Ques8onário)   Delimitação   A  amostra  é  composta  de  140  empresas,  sendo:   •  41  empresas  par8cipantes   •  12  empresas  enquadradas  (§  6º  do  Art.4º  da  Lei  Complementar   nº  64/2007)   •  32  empresas  enquadradas  –  instaladas  no  Parque  de  SoKware   •  55  empresas  em  processo  de  enquadramento  tributário     NOTA:  O  corte  selecional  desta  amostra  cons8tui-­‐se  das  empresas  listadas  na  Agência  Curi8ba  em  2011.     Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 10. METODOLOGIA DE PESQUISA Variáveis de Estudo VARIÁVEL DEFINIÇÃO  CONSTITUTIVA DEFINIÇÃO  OPERACIONAL   Gestão  de  Projetos A   existência   de   processos   formais       que   englobem,   no   Será  o  registro  das  respostas  dos  gestores  ob8dos  através  de  formulário   mínimo,   três   dos   cinco   processos   de   gerenciamento   de   eletrônico  (survey).  Serão  consideradas  nesta  variável  as  respostas  factuais   projetos,   sendo   estes:   planejamento,   execução   e   controle   que  contemplem  as  questões  rela8vas  aos  processos    de  gestão  de  projetos   (Kerzner,   2011).   Para   que   sejam   considerados   a   existência   (iniciação,  planejamento,  execução,  controle  e  encerramento)  como   de  procedimentos  formais  estes  deverão  cobrir,  em  algum   também  as  questões  rela8vas  as  áreas  de  conhecimento  como  Integração,   nível,  de  maneira  formal  pelo  menos  três  das  nove  áreas  de   Custos,  Tempo,  Escopo,  Qualidade,  Aquisições,  Recursos  Humanos  e  Riscos.   conhecimento   de   gestão   de   projetos   (PMI,   2009),   sendo   Estão  contempladas  nesta  variável  18  questões  que  vão  de  P12  a  P27  (ver   estas:  tempo,  custos  e  escopo.     Apêndice  A).   Fontes:  Kerzner  (2011)  e  PMI  (2009)   Processo  de   Ro8na  de  sequência  de  passos  a  serem  executados  para  a   Será  o  registro  das  respostas  dos  gestores  ob8dos  através  de  formulário   Desenvolvimento  de   produção  de  um  sistema  de  soKware.  A  ro8na  deve   eletrônico  (survey).  Serão  consideradas  nesta  variável  as  respostas  factuais   SoKware possuir,  ao  menos,  duas  das  quatro  etapas  de   que  contemplem  as  questões  rela8vas  aos  processos    de  desenvolvimento   desenvolvimento  estabelecido  por  Pressam(1995).     de  soKware.  A  variável  será  composta  pelas  perguntas  incidentes  sobre  os       processos  de  especificação,  desenvolvimento,  validação  e  evolução  do   Fonte:  (Pressman,  1995,  Sommerville,  2007,  Yourdon,  1996) soKware.  Estão  contempladas  nesta  variável  oito  questões  que  vão  de  P28   a  P35  (ver  Apêndice  A). Desempenho   Serão   as   medidas   de   a8ngimento   dos   obje8vos   de   Será  a  medida  da  percepção  do  gestor  e  ou  empreendedor  dentro  de  uma   Empresarial eficiência   e   eficácia     tanto   interna   quanto   externa   à   escala  Likert  (Likert,  1932).    Estas  medidas  serão  ob8das  através  de   organização.     respostas  a  formulários  eletrônicos  (survey).  Estão  contempladas  nesta       variável  quatro  questões  que  vão  de  P08  a  P11  (ver  Apêndice  A). Fontes:  Gimenez  (1993)  e  Kilmann  e  Herden  (1976) Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 11. METODOLOGIA DE PESQUISA Arquitetura do Sistema de Trabalho Arquitetura  do  sistema  de  trabalho  iden&fica   e  descreve  os  elementos  básicos  para   entender  e  avaliar  o  sistema  de  trabalho  de   uma  organização.    Este  estudo  irá:   •  Observar  a  influência  dos  Processo  e   A&vidades  no  sistema  de  trabalho  e   sua  relação  com  o  desempenho   empresarial   •  Avaliar  se  esta  influência  pode  ser   percebida  de  maneira  diferente  por   empresas  que  atendem  Clientes   diferentes   Fonte:  Adaptado  de  Alter,  2006   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 12. METODOLOGIA DE PESQUISA Arquitetura do Sistema de Trabalho vs Variáveis de Estudo Corpora8vo                                                                       Varejo   Gestão  de  Projetos   Desenvolvimento  de  SoKware     Fonte:  Adaptado  de  Alter,  2006   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 13. METODOLOGIA DE PESQUISA Relação entre Variáveis VARIÁVEL   TIPO   FUNÇÃO   RELAÇÃO   Gestão  de  Projetos   Independente   DE    =  f  (GP)   Processos  de   Desenvolvimento  de   Independente   DE  =  f  (PDS)   SoKware   Gestão  de  Projetos  +   Processo  de   DE  =  f  (GP)  +  f  (DPS)   Independente   Desenvolvimento  de     SoKware   Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 14. CRONOGRAMA Projeto de Pesquisa Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 15. ORÇAMENTO Projeto de Pesquisa Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 16. ANEXO A – QUESTIONÁRIO Questões Factuais Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 17. ANEXO A - QUESTIONÁRIO Questões sobre Desempenho Empresarial Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 18. ANEXO A - QUESTIONÁRIO Questões sobre Gestão de Projetos Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.  
  • 19. ANEXO A - QUESTIONÁRIO Questões sobre Processos de Desenvolvimento de Software Este  trabalho  foi  licenciado  com  uma  Licença  Crea8ve  Commons   Atribuição  –  Não  Comercial  –  Sem  Derivados  3.0  Não  Adaptada.