SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIDADE SESC LER
GOIANA
MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA
TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO
AMBIENTAL DE QUALIDADE.
Goiana, junho de 2014.
UNIDADE SESC LER
GOIANA
MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA
TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO
AMBIENTAL DE QUALIDADE.
Equipe: Alexsandra Fônseca – Professor I;
Joana Botelho – Professor I;
Juliana Rosas – Professor I
e Orientadora Pedagógica;
Maria do Carmo Silva - Professor I.
Goiana, junho de 2014.
MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA
TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO
AMBIENTAL DE QUALIDADE.
JUSTIFICATIVA
A educação está altamente atrelada às atitudes sociais, sendo que a escola é tida
como base para formação de indivíduos conscientes e responsáveis. Portanto, um
aprendizado focado na educação sustentável pode gerar cidadãos preocupados
com os problemas ambientais e com suas devidas soluções. Mas para isso, é
preciso difundir a importância da sustentabilidade na escola e como ela interfere
na formação dos alunos.
“As pessoas cuidam do meio ambiente por duas razões apenas:
por amor ou por temor. Vale dizer, algumas pessoas conservam a
natureza porque gostam, porque acham bonito, independente
para ela servir para alguma coisa. Elas conservam por razões
puramente afetivas . Outras conservam porque já ouviram falar
no desequilíbrio ecológico, porque tem medo de cortar a mata,
assorear os rios, acabar com o oxigênio, a poluição dá doença,
etc. Assim, basicamente nós temos um fator afetivo e um fator
cognitivo, este depende do conhecimento. A preocupação maior
de um educador ambientalista deve ser o de desenvolver no
aluno esses dois fatores.(OLIVEIRA, 1990,p.18)
“O convívio escolar será um fator determinante para a
aprendizagem dos valores e atitudes. Considerando a escola
como um dos ambientes mais imediatos do aluno, relação a elas
se darão a partir do próprio cotidiano da vida escolar do aluno.
(PCN’s 2.001)
Cuidar do destino do nosso meio ambiente é responsabilidade de todos. A escola é
um lugar favorável à Educação Ambiental pelo fato de ser grande geradora de resíduos.
Então, é importante que trabalhemos no sentido de envolver nossos alunos, educadores e
funcionários para que esta situação modifique, formando novos hábitos.
Partindo do princípio que a educação ambiental é um processo longo e contínuo,
devemos mudar nossos hábitos e atitudes de maneira espontânea. A Educação
Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, a reciclagem e a poluição. É
trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar pensar propostas de
intervenção na realidade nos cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas que
favorecerá a valorização da vida e, consequentemente do meio ambiente.Entretanto, na
criança é mais fácil desenvolver a sensibilidade, o gosto e o amor pela natureza, já no
adulto, algumas vezes, é preciso desenvolver o respeito.Sabemos que o que o meio
ambiente não é destruído por falta de conhecimento, mas sim devido ao estágio de
desenvolvimento existente no mundo.
O trabalho de conscientização da destruição do meio ambiente na escola, será
para resgatar a necessidade de conciliar a teoria com a prática no dia a dia, garantindo, o
futuro do planeta e da humanidade.Desta forma, teremos uma noção que tudo está
interligado. Somos parte da natureza e não devemos esquecer isto.
Este projeto contempla a necessidade de pequenos atos, que serão responsáveis
por grandes transformações que devem ser assumidas por nós, para o resto de nossas
vidas e assim estaremos garantindo o futuro de nossas gerações com fraternidade e
sustentabilidade.
A sustentabilidade na escola, então, pode formar cidadãos conscientes sobre os
problemas do meio ambiente. Mas para que haja essa formação e ocorra uma mudança
real da situação é imprescindível à união do governo, da sociedade e da escola. Afinal
uma andorinha só não faz verão.
PÚBLICO ALVO
Alunos da EJA - SESC LER GOIANA, que fazem parte das turmas de
alfabetização, 1º ciclo e 2º ciclo, funcionários, moradores da comunidade e os próprios
educadores.
OBJETIVO GERAL
Esse projeto visa um trabalho interdisciplinar, pois esse tipo de tema é um grande
motivador para desenvolver os conhecimentos e competências curriculares.
Pretende-se sensibilizar para o respeito à diversidade das relações fraternas e
promover situações práticas em defesa à sustentabilidade do nosso planeta.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Educar para conquistar um vínculo amoroso com a Terra, não para explorá-la, mas
para amá-la.
 Conviver num ambiente agradável onde um possa respeitar o outro e todos
respeitem a natureza.
 Compreender o sentido de ser um cidadão consciente e participativo nas ações de
preservação do meio ambiente.
 Adotar atitudes de solidariedade, companheirismo, respeito e cooperação.
 Aprender a resolver conflitos por meio do diálogo, ouvir e respeitar os outros.
 Adotar posturas pessoais e comportamentos sociais construtivos, baseados na
prática das virtudes, colaborando para a construção de uma sociedade justa, em
um ambiente saudável.
 Repensar e avaliar as atitudes diárias e a suas conseqüências no meio ambiente
em que vivemos.
 Despertar o interesse pelos diferentes tipos de leitura.
 Produzir textos e histórias matemáticas utilizando assuntos e dados sobre as
questões ambientais.
 Estimular a mudança na prática de atitudes e a formação de novos hábitos com
relação à utilização dos recursos naturais.
 Favorecer a reflexão sobre a responsabilidade ética de nossa espécie e planeta
para garantir um ambiente sustentável.
 Participar de ações sociais que resgatem valores humanos como respeito pela
vida, responsabilidade, solidariedade, amizade e ética.
 Envolver a comunidade escolar e família neste processo de relações fraternas e
preservação do meio ambiente.
 Conhecer a realidade da sala de aula e pátio da escola para busca coletiva de
soluções.. (desperdício ou economia de papel, destino correto do lixo, torneiras
abertas ou fechadas, lanche saudável ou prejudicial à saúde, preservação das
árvores ou destruição, etc.)
 Estabelecer diferença entre separar, reciclar e reutilizar.
 Proporcionar o contato e o uso dos recursos tecnológicos como aliados ao
processo de aprendizado e também ao processo de preservação do meio
ambiente.
CONTEÚDOS DISCIPLINARES
 A importância da água para a vida na Terra;
 O desenvolvimento dos vegetais;
 A dinâmica da atmosfera terrestre;
 As transformações químicas;
 Os tipos de poluição;
 Os combustíveis renováveis e não-renováveis;
 As cadeias alimentares;
 Os ciclos do carbono e do nitrogênio;
 A importância dos aquíferos;
 O estudo das populações, entre outros.
METODOLOGIA
O projeto será trabalhado de maneira interdisciplinar.
As turmas da EJA trabalharão com atividades que possibilitem o desenvolvimento
do senso crítico e autonomia dos alunos, de modo à provocar uma mudança de atitude.
Como está na citação de Guimarães, 1.995.
“A sensibilização do educando deverá ser conseguida por uma
relação prazerosa dele com o processo. Assim sendo, destaca-se
na educação ambiental a importância do aspecto lúdico e criativo
das atividades e dos procedimentos para envolver integralmente o
educando, tanto em seu lado racional como emocional- o que deve
ser considerado em um plano de ação.”
CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
TEMPO ESTIMADO: 2º SEMESTRE DE 2016.
JULHO
 Apresentação do projeto;
 Confecção da logomarca do projeto com os alunos. (concurso de desenhos)
 Questões elaboradas pela turma, sobre lixo, animais, economia de luz e água, etc.
para aplicar na vizinhança da escola e suas famílias e, posteriormente criar um
gráfico e/ou tabela sobre o assunto em questão, para estudo em sala de aula.
 Construção do Alfabeto Ecológico;
 Pesquisas;
 Montagem do quadro ecológico (Todas as turmas);
 Filme e interpretação;
AGOSTO
 Palestra sobre consumo consciente (Viabilizar palestrante);
 Dia dos Pais Ecológico- lanches saudáveis ( exposição do passado e presente
do meio ambiente envolvendo os pais e alunos); entrega das lembrancinhas;
 Coleta seletiva do lixo. (Os três R’s da Educação Ambiental: Redução,
Reutilização e Reciclagem.);
 trabalho de conscientização no SESC LER GOIANA;
 distribuição dos cestos de lixo seletivos;
 Pesquisas;
 Montagem do quadro ecológico (Turma da alfabetização);
 Filme e interpretação;
 Aula - passeio: visita a construção da fábrica da FIAT (Observar os impactos
sociais da construção da fábrica no município de Goiana).
SETEMBRO
 Textos de diferentes gêneros literários para interpretação (lixo, poluição,
desmatamento, água, aquecimento global, reciclagem, etc.);
 teatro sobre este tema;
 trabalhos artísticos; (melhor poesia sobre meio ambiente declamada- melhor
produção textual sobre o meio ambiente);
 Pesquisas;
 Montagem do quadro ecológico (Turma do 1º ciclo);
 Filme e interpretação;
 Mini projeto de Literatura e leitura: Cordéis ecológicos;
 Aula - passeio: visita ao Engenho Uruaé.
OUTUBRO
 Palestra sobre o reaproveitamento dos alimentos (Poderá ser com a nutricionista
do centro);
 Livro de receitas alternativas
 Direitos Humanos;
 Direitos dos animais.
 Direito das crianças e deveres;
 Direito e deveres dos idosos;
 Dia da família na escola;
 Pesquisas;
 Montagem do quadro ecológico (Turma do 2º ciclo) ;
 Filme e interpretação;
 Gincana do lixo;
NOVEMBRO
 Montagem da Árvore de Natal Ecológica;
 Produções textuais sobre o tema;
 Pesquisas;
 Montagem do quadro ecológico (Todas as turmas);;
 Filme e interpretação;
 Ensaios e apresentação de Natal;
 Aula - passeio: visita ao Jardim Botânico do Recife.
DEZEMBRO
 O mês de dezembro será destinado a revisão geral dos conteúdos, avaliações e
atividades que não foram possíveis realizar no tempo previsto, assim como
culminância com exposição de objetos confeccionados pelos alunos, painéis, fotos,
telas, etc.
RECURSOS
 Vídeos;
 cds;
 multimídia;
 laboratório de informática;
 câmera fotográfica;
 cartazes;
 pesquisas;
 palestras;
 revistas e jornais;
 histórias contadas (livros de literatura);
 tintas e telas;
 giz de cera;
 pincel;
 cola colorida;
 dicionário;
 atividades extra - classe;
 Viagens pedagógicas;
 Biblioteca.
VALOR ESTIMADO DO PROJETO
R$ 5.900,00 (cinco mil e novecentos reais) conforme previsto no PT.
AVALIAÇÃO
Espera-se que durante o desenvolvimento das atividades previstas, aplicadas à Educação
Ambiental:
 mudança de comportamento dos educandos na comunidade escolar e meio que
vivem, voltado para a sustentabilidade;
 exercício da cidadania, solidariedade e cooperação entre escola e comunidade;
 envolvimento dos alunos com as atividades propostas, dos textos produzidos e
conteúdos em estudo, para posterior emissão de parecer descritivo trimestral.
REFERÊNCIAS
Ambiente Ecológico - blog: http://ambienteecologicoblog.blogspot.com.br/2013/01/projeto-
de-educacao-ambiental-e-social.html
Gestão Escolar - blog : http://gestaoescolar.abril.com.br/aprendizagem/projeto-escola-
sustentavel-544933.shtml
Guimarães, M. A Dimensão Ambiental na Educação- Campinas, S. Paulo: Papirus, 1.995.
Gadotti, M. Pedagogia da Terra. São Paulo: Fundação Peirópolis, 2000
Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio ambiente e saúde. Temas Transversais.
Ministério da Educação.- 3ª Ed.
Tristão, Martha. A educação Ambiental na formação de professores. São Paulo: Facitec,
2004.
ANEXOS
SUGESTÕES DE ATIVIDADES
ORIENTAÇÕES PARA GINCANA
OFICINA DE RECICLAGEM/ SUGESTÃO DE ATIVIDADES
SABÃO CASEIRO
VASSOURA
SUGESTÃO PARA MESA DE ANIVERSARIANTES DO MÊS, DIA DOS PAIS, DIA DA
FAMÍLIA, ETC.
MAQUETES PARA O DIA DO FOLCLORE (MATERIAIS RECICLAVEIS - TEMA:
PROTETORES DA NATUREZA)
DIA DA FAMÍLIA NA ESCOLA
REAPROVEITAMENTO DE ALIMENTOS
LIXO SELETIVO
IDEIAS PARA CULMINÂNCIA DO PROJETO
ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHOS/EXPOSIÇÃO
MAQUETES QUE PODEM SER APRESENTADAS NA CULMINÂNCIA
PAINEL ECOLÓGICO
RELATÓRIO AVALIATIVO DO PROJETO
Educação Ambiental e Sustentabilidade
A Educação Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, a reciclagem e a poluição. É
trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar pensar propostas de intervenção na
realidade que nos cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas que favorecerá a valorização da
vida e, consequentemente do meio ambiente. O trabalho de conscientização da destruição do meio
ambiente na escola, será para resgatar a necessidade de conciliar a teoria com a prática no dia a dia,
garantindo, o futuro do planeta e da humanidade.
Para atingirmos esses objetivos, mais do que trabalhar com informações e conceitos, é preciso que a
escola trabalhe também com a formação de valores e atitudes.Desta forma, teremos uma noção que
tudo está interligado. Somos parte da natureza e não devemos esquecer isto.
O projeto aqui desenvolvido no Centro Sesc Ler Goiana, contempla a necessidade de pequenos atos,
que serão responsáveis por grandes transformações que devem ser assumidas por nós, para o resto
de nossas vidas e assim estaremos garantindo o futuro de nossas gerações com fraternidade e
sustentabilidade.
Todo o projeto foi desenvolvido, seguindo os seguintes procedimentos:
1ª Etapa –
* Apresentação do tema aos alunos. Conversa dirigida a respeito do tema; interpretações, opiniões
sobre o meio ambiente; a situação atual deste meio;
*Apresentação de vídeo educativo , que tratando da questão do lixo, da preservação do meio
ambiente trazendo a importância da reciclagem;
* Explicação sobre a importância de Reciclar, Reaproveitar, Reutilizar, respeitando a vida e a
ecologia;
2ª Etapa –
*Reciclagem - explicar sobre a reciclagem, sua importância e como é feita;
*Gincana ecológica:
* Apresentar os símbolos da reciclagem que são usados para cada tipo de material, no mundo
inteiro;
*Entrevista com a Comunidade para identificar os problemas sobre coleta de lixo e coleta seletiva,
analisando a realidade ambiental na comunidade;
*Apresentar as diferentes partes do lixo produzido na cidade através de diferentes atividades
pedagógicas
*Palestra com o Secretario de Serviços Públicos do Município;
3ª Etapa –
*Oficina de reciclagem com olhar empreendedor;
*Aula Passeio: Proporcionar a turma um passeio onde eles serão¬ orientados a observar as formas
de degradações, plantas e animais em extinção;
4ª Etapa
*Preparação para a exposição dos trabalhos;
*Oficina de velas natalinas (decoração de Natal Sesc Ler Goiana);
RESULTADOS E DISCUSSÃO
As atividades pedagógicas desenvolvidas durante a execução do projeto visaram problematizar as
visões de mundo que integram o processo de conhecimento do meio ambiente, a atividade do
pensamento que constrói o conhecimento sobre o ambiente e as ações que acompanham esse
conhecimento, ou seja, as formas de atuação e intervenção na sociedade. As atividades realizadas
proporcionaram uma ampliação na sensibilização dos estudantes sobre seu meio, visto que foram
identificados problemas existentes na própria escola e nas comunidades nas quais os alunos estão
inseridos.Sabendo-se que, tudo surgiu a partir de uma problemática pelo olhar do aluno quando
circulavam no ambiente escolar. Também foi observada a construção de conceitos sobre o ambiente
e suas interações,promovendo a conscientização de que a qualidade do ambiente em que vivemos
está diretamente relacionada com as ações do cotidiano e da postura que a sociedade assume diante
das políticas públicas e privadas. Por último, foram propostas ações efetivas para a melhoria das
condições da escola e da comunidade local, como separação do lixo, economia de água e luz,
plantio de árvores e confecção de objetos com material reciclável.
Ao término do projeto percebemos uma mudança de postura dos alunos tanto nas falas como nas
ações, principalmente no estímulo do repasse de tudo que foi compreendido no desenvolvimento
das ações que permearam o projeto para os colegas e familiares. Aprendendo também a importância
de certos valores, como solidariedade, companheirismo e respeito, que serão importante ao longo de
nossas vidas
ANEXOS
FOTOS DA EXECUÇÃO DO PROJETO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escritores da Liberdade
Escritores da LiberdadeEscritores da Liberdade
Escritores da Liberdade
Leofest0320
 
Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º anoProjeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
Alan Franc De Souza Gonçales
 
Projeto agua é vida
Projeto agua é vidaProjeto agua é vida
Projeto agua é vida
pintrew
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio Ambiente
Marilucia Santos
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
Luiza Carvalho
 
Cortella aula 2
Cortella aula 2Cortella aula 2
Projeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagemProjeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagem
emjmachado
 
Projeto lixo
Projeto lixoProjeto lixo
Projeto lixo
jussaramuraoka
 
Folder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógicaFolder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógica
8dired
 
Projeto empreendedorismo social e meio ambiente
Projeto empreendedorismo social e meio ambienteProjeto empreendedorismo social e meio ambiente
Projeto empreendedorismo social e meio ambiente
Gabriela Alves
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
folilim
 
Projeto escola limpa estudante consciente.
Projeto escola limpa estudante consciente.Projeto escola limpa estudante consciente.
Projeto escola limpa estudante consciente.
luzialuiz
 
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA""RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
crisercule
 
Projeto de poesia
Projeto de poesiaProjeto de poesia
Projeto de poesia
josyzap
 
Feira de ciencias slides
Feira de ciencias   slidesFeira de ciencias   slides
Feira de ciencias slides
felixcunha
 
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo HumanoProjeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
Letícia Marcos
 
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafiaMaterial de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Emanuela Pontes
 
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
Ilydio Pereira de Sa
 
Projeto 3 rs reduzir - reutilizar e reciclar 2012
Projeto 3 rs   reduzir - reutilizar e reciclar 2012Projeto 3 rs   reduzir - reutilizar e reciclar 2012
Projeto 3 rs reduzir - reutilizar e reciclar 2012
Márcio Cavallini
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
Ananda Lima
 

Mais procurados (20)

Escritores da Liberdade
Escritores da LiberdadeEscritores da Liberdade
Escritores da Liberdade
 
Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º anoProjeto do Meio Ambiente - 9º ano
Projeto do Meio Ambiente - 9º ano
 
Projeto agua é vida
Projeto agua é vidaProjeto agua é vida
Projeto agua é vida
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio Ambiente
 
Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil Sequência didática na educação infantil
Sequência didática na educação infantil
 
Cortella aula 2
Cortella aula 2Cortella aula 2
Cortella aula 2
 
Projeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagemProjeto o lixo e a reciclagem
Projeto o lixo e a reciclagem
 
Projeto lixo
Projeto lixoProjeto lixo
Projeto lixo
 
Folder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógicaFolder jornada pedagógica
Folder jornada pedagógica
 
Projeto empreendedorismo social e meio ambiente
Projeto empreendedorismo social e meio ambienteProjeto empreendedorismo social e meio ambiente
Projeto empreendedorismo social e meio ambiente
 
Planejamento Escolar
Planejamento EscolarPlanejamento Escolar
Planejamento Escolar
 
Projeto escola limpa estudante consciente.
Projeto escola limpa estudante consciente.Projeto escola limpa estudante consciente.
Projeto escola limpa estudante consciente.
 
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA""RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
"RECICLAR EM DEFESA DO PLANETA"
 
Projeto de poesia
Projeto de poesiaProjeto de poesia
Projeto de poesia
 
Feira de ciencias slides
Feira de ciencias   slidesFeira de ciencias   slides
Feira de ciencias slides
 
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo HumanoProjeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
Projeto interdisciplinar Conhecendo o Corpo Humano
 
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafiaMaterial de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
Material de-apoio-para-o-professor-trabalhar-com-alunos-com-disgrafia
 
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
A matemática nas séries iniciais do ensino fundamental: reflexões teóricas e ...
 
Projeto 3 rs reduzir - reutilizar e reciclar 2012
Projeto 3 rs   reduzir - reutilizar e reciclar 2012Projeto 3 rs   reduzir - reutilizar e reciclar 2012
Projeto 3 rs reduzir - reutilizar e reciclar 2012
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 

Destaque

Implantação sesc osasco
Implantação sesc osascoImplantação sesc osasco
Implantação sesc osasco
Daielly Giovana
 
Soletrando 2016
Soletrando 2016   Soletrando 2016
Soletrando 2016
Rafael Costa
 
Projeto meio ambiente (construção)
Projeto meio ambiente (construção)Projeto meio ambiente (construção)
Projeto meio ambiente (construção)
escola sao francisco de assis
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
angelavbecker
 
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Rhoanne Kate Gonçalves Correa
 
Rotinas semanais maternal 1º bim. 2012
Rotinas semanais   maternal  1º bim. 2012Rotinas semanais   maternal  1º bim. 2012
Rotinas semanais maternal 1º bim. 2012
josivaldopassos
 

Destaque (6)

Implantação sesc osasco
Implantação sesc osascoImplantação sesc osasco
Implantação sesc osasco
 
Soletrando 2016
Soletrando 2016   Soletrando 2016
Soletrando 2016
 
Projeto meio ambiente (construção)
Projeto meio ambiente (construção)Projeto meio ambiente (construção)
Projeto meio ambiente (construção)
 
Projeto Meio Ambiente
Projeto Meio AmbienteProjeto Meio Ambiente
Projeto Meio Ambiente
 
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
 
Rotinas semanais maternal 1º bim. 2012
Rotinas semanais   maternal  1º bim. 2012Rotinas semanais   maternal  1º bim. 2012
Rotinas semanais maternal 1º bim. 2012
 

Semelhante a Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016

Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
temastransversais
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
Tais29
 
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
João Aloisio Braun
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136
cacau flamengo
 
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docxTRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
AdrianaEspindola9
 
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docxTRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
AdrianaEspindola9
 
Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014
Agreste Casinhas
 
Revista com as devidas correções
Revista   com as devidas correçõesRevista   com as devidas correções
Revista com as devidas correções
Agreste Casinhas
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
Elianacapimdourado
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
Elianacapimdourado
 
Projeto luciane
Projeto lucianeProjeto luciane
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
silvana938032
 
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-VidaEducação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
ADILSON RIBEIRO DE ARAUJO
 
Sustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aulaSustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aula
Daniela Menezes
 
Repórter Ambiental Mirim
Repórter Ambiental MirimRepórter Ambiental Mirim
Repórter Ambiental Mirim
Daniela Menezes
 
EA nas escolas
EA nas escolasEA nas escolas
17 projeto escola limpa
17  projeto escola limpa17  projeto escola limpa
17 projeto escola limpa
juniorfuleragem
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
cefaprodematupa
 
Coromandel meio ambiente g6
Coromandel meio ambiente g6Coromandel meio ambiente g6
Coromandel meio ambiente g6
temastransversais
 
PROJETO_MEIO_AMBIENTE
PROJETO_MEIO_AMBIENTEPROJETO_MEIO_AMBIENTE
PROJETO_MEIO_AMBIENTE
VictorCosta569631
 

Semelhante a Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016 (20)

Bicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagemBicastiradentes meioambiente reciclagem
Bicastiradentes meioambiente reciclagem
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
Projeto EDUCAÇÃO E VIDA 2015
 
Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136Projeto meio-ambiente3136
Projeto meio-ambiente3136
 
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docxTRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
 
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docxTRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
TRABALHO SOBRE EDUCAÇÃO AMBIENTAL.docx
 
Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014Revista PRODAC 2014
Revista PRODAC 2014
 
Revista com as devidas correções
Revista   com as devidas correçõesRevista   com as devidas correções
Revista com as devidas correções
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
 
Socializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projetoSocializando experiencia com projeto
Socializando experiencia com projeto
 
Projeto luciane
Projeto lucianeProjeto luciane
Projeto luciane
 
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdfPROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
PROJETO-MEIO-AMBIENTE-1-maria-socorro-de-oliveira.pdf
 
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-VidaEducação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
Educação Ambiental: uma experiência de escola sustentável e Com-Vida
 
Sustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aulaSustentabilidade da sala de aula
Sustentabilidade da sala de aula
 
Repórter Ambiental Mirim
Repórter Ambiental MirimRepórter Ambiental Mirim
Repórter Ambiental Mirim
 
EA nas escolas
EA nas escolasEA nas escolas
EA nas escolas
 
17 projeto escola limpa
17  projeto escola limpa17  projeto escola limpa
17 projeto escola limpa
 
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
CONCIENTIZAÇÃO SOBRE A GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS E ORGÂNICOS NO MEIO AMBIEN...
 
Coromandel meio ambiente g6
Coromandel meio ambiente g6Coromandel meio ambiente g6
Coromandel meio ambiente g6
 
PROJETO_MEIO_AMBIENTE
PROJETO_MEIO_AMBIENTEPROJETO_MEIO_AMBIENTE
PROJETO_MEIO_AMBIENTE
 

Mais de Anderson Ramos

Lei Nº 2272 de 2014
Lei Nº 2272 de 2014Lei Nº 2272 de 2014
Lei Nº 2272 de 2014
Anderson Ramos
 
Lei 2193 de 2012
Lei 2193 de 2012Lei 2193 de 2012
Lei 2193 de 2012
Anderson Ramos
 
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
Anderson Ramos
 
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMGTermo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 07/2012
Resolução Nº. 07/2012Resolução Nº. 07/2012
Resolução Nº. 07/2012
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 06-2012
Resolução Nº. 06-2012Resolução Nº. 06-2012
Resolução Nº. 06-2012
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 05/2012
Resolução Nº. 05/2012Resolução Nº. 05/2012
Resolução Nº. 05/2012
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 04 2012
Resolução Nº. 04 2012Resolução Nº. 04 2012
Resolução Nº. 04 2012
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 03/2012
Resolução Nº. 03/2012Resolução Nº. 03/2012
Resolução Nº. 03/2012
Anderson Ramos
 
Resolução Nº. 02/2012
Resolução Nº. 02/2012Resolução Nº. 02/2012
Resolução Nº. 02/2012
Anderson Ramos
 
Seleção simplificada 2012 homologação candidatos
Seleção simplificada 2012   homologação candidatosSeleção simplificada 2012   homologação candidatos
Seleção simplificada 2012 homologação candidatos
Anderson Ramos
 
Resolução nº 01/2012
Resolução nº 01/2012Resolução nº 01/2012
Resolução nº 01/2012
Anderson Ramos
 
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
Anderson Ramos
 
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
Anderson Ramos
 
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
Anderson Ramos
 
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINOConvite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
Anderson Ramos
 
Oficio circular nº 09 2012
Oficio circular nº 09 2012Oficio circular nº 09 2012
Oficio circular nº 09 2012
Anderson Ramos
 
Resultados dos Recursos
Resultados dos RecursosResultados dos Recursos
Resultados dos Recursos
Anderson Ramos
 
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do municípioLei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
Anderson Ramos
 

Mais de Anderson Ramos (20)

Lei Nº 2272 de 2014
Lei Nº 2272 de 2014Lei Nº 2272 de 2014
Lei Nº 2272 de 2014
 
Lei 2193 de 2012
Lei 2193 de 2012Lei 2193 de 2012
Lei 2193 de 2012
 
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
Revista voz ativa sinpromg 1ª ed março 2016
 
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMGTermo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
Termo de Homologação - Seleção Simplificada 2012 SECEDI - PMG
 
Resolução Nº. 07/2012
Resolução Nº. 07/2012Resolução Nº. 07/2012
Resolução Nº. 07/2012
 
Resolução Nº. 06-2012
Resolução Nº. 06-2012Resolução Nº. 06-2012
Resolução Nº. 06-2012
 
Resolução Nº. 05/2012
Resolução Nº. 05/2012Resolução Nº. 05/2012
Resolução Nº. 05/2012
 
Resolução Nº. 04 2012
Resolução Nº. 04 2012Resolução Nº. 04 2012
Resolução Nº. 04 2012
 
Resolução Nº. 03/2012
Resolução Nº. 03/2012Resolução Nº. 03/2012
Resolução Nº. 03/2012
 
Resolução Nº. 02/2012
Resolução Nº. 02/2012Resolução Nº. 02/2012
Resolução Nº. 02/2012
 
Seleção simplificada 2012 homologação candidatos
Seleção simplificada 2012   homologação candidatosSeleção simplificada 2012   homologação candidatos
Seleção simplificada 2012 homologação candidatos
 
Resolução nº 01/2012
Resolução nº 01/2012Resolução nº 01/2012
Resolução nº 01/2012
 
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
Edital de Seleção para Uso Interno nº 01 2012
 
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
Portaria SECEDI nº 26 de 27 de abril de 2012
 
Lei nº. 2191 2012
Lei nº. 2191 2012Lei nº. 2191 2012
Lei nº. 2191 2012
 
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
RELATÓRIO REUNIÃO COM GESTORES 23/02/2012
 
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINOConvite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
Convite - LANÇAMENTO DO SISTEMA DE ENSINO
 
Oficio circular nº 09 2012
Oficio circular nº 09 2012Oficio circular nº 09 2012
Oficio circular nº 09 2012
 
Resultados dos Recursos
Resultados dos RecursosResultados dos Recursos
Resultados dos Recursos
 
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do municípioLei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
Lei Nº. 1.998/2006 - criação e organização do sistema de ensino do município
 

Último

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 

Último (20)

Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 

Projeto Meio Ambiente - SESC Ler Goiana 2016

  • 1. UNIDADE SESC LER GOIANA MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL DE QUALIDADE. Goiana, junho de 2014.
  • 2. UNIDADE SESC LER GOIANA MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL DE QUALIDADE. Equipe: Alexsandra Fônseca – Professor I; Joana Botelho – Professor I; Juliana Rosas – Professor I e Orientadora Pedagógica; Maria do Carmo Silva - Professor I. Goiana, junho de 2014.
  • 3. MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE : A EJA TRABALHANDO POR UMA CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL DE QUALIDADE. JUSTIFICATIVA A educação está altamente atrelada às atitudes sociais, sendo que a escola é tida como base para formação de indivíduos conscientes e responsáveis. Portanto, um aprendizado focado na educação sustentável pode gerar cidadãos preocupados com os problemas ambientais e com suas devidas soluções. Mas para isso, é preciso difundir a importância da sustentabilidade na escola e como ela interfere na formação dos alunos. “As pessoas cuidam do meio ambiente por duas razões apenas: por amor ou por temor. Vale dizer, algumas pessoas conservam a natureza porque gostam, porque acham bonito, independente para ela servir para alguma coisa. Elas conservam por razões puramente afetivas . Outras conservam porque já ouviram falar no desequilíbrio ecológico, porque tem medo de cortar a mata, assorear os rios, acabar com o oxigênio, a poluição dá doença, etc. Assim, basicamente nós temos um fator afetivo e um fator cognitivo, este depende do conhecimento. A preocupação maior de um educador ambientalista deve ser o de desenvolver no aluno esses dois fatores.(OLIVEIRA, 1990,p.18) “O convívio escolar será um fator determinante para a aprendizagem dos valores e atitudes. Considerando a escola como um dos ambientes mais imediatos do aluno, relação a elas se darão a partir do próprio cotidiano da vida escolar do aluno. (PCN’s 2.001)
  • 4. Cuidar do destino do nosso meio ambiente é responsabilidade de todos. A escola é um lugar favorável à Educação Ambiental pelo fato de ser grande geradora de resíduos. Então, é importante que trabalhemos no sentido de envolver nossos alunos, educadores e funcionários para que esta situação modifique, formando novos hábitos. Partindo do princípio que a educação ambiental é um processo longo e contínuo, devemos mudar nossos hábitos e atitudes de maneira espontânea. A Educação Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, a reciclagem e a poluição. É trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar pensar propostas de intervenção na realidade nos cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas que favorecerá a valorização da vida e, consequentemente do meio ambiente.Entretanto, na criança é mais fácil desenvolver a sensibilidade, o gosto e o amor pela natureza, já no adulto, algumas vezes, é preciso desenvolver o respeito.Sabemos que o que o meio ambiente não é destruído por falta de conhecimento, mas sim devido ao estágio de desenvolvimento existente no mundo. O trabalho de conscientização da destruição do meio ambiente na escola, será para resgatar a necessidade de conciliar a teoria com a prática no dia a dia, garantindo, o futuro do planeta e da humanidade.Desta forma, teremos uma noção que tudo está interligado. Somos parte da natureza e não devemos esquecer isto. Este projeto contempla a necessidade de pequenos atos, que serão responsáveis por grandes transformações que devem ser assumidas por nós, para o resto de nossas vidas e assim estaremos garantindo o futuro de nossas gerações com fraternidade e sustentabilidade. A sustentabilidade na escola, então, pode formar cidadãos conscientes sobre os problemas do meio ambiente. Mas para que haja essa formação e ocorra uma mudança real da situação é imprescindível à união do governo, da sociedade e da escola. Afinal uma andorinha só não faz verão. PÚBLICO ALVO
  • 5. Alunos da EJA - SESC LER GOIANA, que fazem parte das turmas de alfabetização, 1º ciclo e 2º ciclo, funcionários, moradores da comunidade e os próprios educadores. OBJETIVO GERAL Esse projeto visa um trabalho interdisciplinar, pois esse tipo de tema é um grande motivador para desenvolver os conhecimentos e competências curriculares. Pretende-se sensibilizar para o respeito à diversidade das relações fraternas e promover situações práticas em defesa à sustentabilidade do nosso planeta. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Educar para conquistar um vínculo amoroso com a Terra, não para explorá-la, mas para amá-la.  Conviver num ambiente agradável onde um possa respeitar o outro e todos respeitem a natureza.  Compreender o sentido de ser um cidadão consciente e participativo nas ações de preservação do meio ambiente.  Adotar atitudes de solidariedade, companheirismo, respeito e cooperação.  Aprender a resolver conflitos por meio do diálogo, ouvir e respeitar os outros.  Adotar posturas pessoais e comportamentos sociais construtivos, baseados na prática das virtudes, colaborando para a construção de uma sociedade justa, em um ambiente saudável.  Repensar e avaliar as atitudes diárias e a suas conseqüências no meio ambiente em que vivemos.  Despertar o interesse pelos diferentes tipos de leitura.  Produzir textos e histórias matemáticas utilizando assuntos e dados sobre as questões ambientais.  Estimular a mudança na prática de atitudes e a formação de novos hábitos com relação à utilização dos recursos naturais.  Favorecer a reflexão sobre a responsabilidade ética de nossa espécie e planeta para garantir um ambiente sustentável.
  • 6.  Participar de ações sociais que resgatem valores humanos como respeito pela vida, responsabilidade, solidariedade, amizade e ética.  Envolver a comunidade escolar e família neste processo de relações fraternas e preservação do meio ambiente.  Conhecer a realidade da sala de aula e pátio da escola para busca coletiva de soluções.. (desperdício ou economia de papel, destino correto do lixo, torneiras abertas ou fechadas, lanche saudável ou prejudicial à saúde, preservação das árvores ou destruição, etc.)  Estabelecer diferença entre separar, reciclar e reutilizar.  Proporcionar o contato e o uso dos recursos tecnológicos como aliados ao processo de aprendizado e também ao processo de preservação do meio ambiente. CONTEÚDOS DISCIPLINARES  A importância da água para a vida na Terra;  O desenvolvimento dos vegetais;  A dinâmica da atmosfera terrestre;  As transformações químicas;  Os tipos de poluição;  Os combustíveis renováveis e não-renováveis;  As cadeias alimentares;  Os ciclos do carbono e do nitrogênio;  A importância dos aquíferos;  O estudo das populações, entre outros. METODOLOGIA O projeto será trabalhado de maneira interdisciplinar. As turmas da EJA trabalharão com atividades que possibilitem o desenvolvimento do senso crítico e autonomia dos alunos, de modo à provocar uma mudança de atitude. Como está na citação de Guimarães, 1.995.
  • 7. “A sensibilização do educando deverá ser conseguida por uma relação prazerosa dele com o processo. Assim sendo, destaca-se na educação ambiental a importância do aspecto lúdico e criativo das atividades e dos procedimentos para envolver integralmente o educando, tanto em seu lado racional como emocional- o que deve ser considerado em um plano de ação.” CRONOGRAMA DE ATIVIDADES TEMPO ESTIMADO: 2º SEMESTRE DE 2016. JULHO  Apresentação do projeto;  Confecção da logomarca do projeto com os alunos. (concurso de desenhos)  Questões elaboradas pela turma, sobre lixo, animais, economia de luz e água, etc. para aplicar na vizinhança da escola e suas famílias e, posteriormente criar um gráfico e/ou tabela sobre o assunto em questão, para estudo em sala de aula.  Construção do Alfabeto Ecológico;  Pesquisas;  Montagem do quadro ecológico (Todas as turmas);  Filme e interpretação; AGOSTO  Palestra sobre consumo consciente (Viabilizar palestrante);  Dia dos Pais Ecológico- lanches saudáveis ( exposição do passado e presente do meio ambiente envolvendo os pais e alunos); entrega das lembrancinhas;  Coleta seletiva do lixo. (Os três R’s da Educação Ambiental: Redução, Reutilização e Reciclagem.);  trabalho de conscientização no SESC LER GOIANA;
  • 8.  distribuição dos cestos de lixo seletivos;  Pesquisas;  Montagem do quadro ecológico (Turma da alfabetização);  Filme e interpretação;  Aula - passeio: visita a construção da fábrica da FIAT (Observar os impactos sociais da construção da fábrica no município de Goiana). SETEMBRO  Textos de diferentes gêneros literários para interpretação (lixo, poluição, desmatamento, água, aquecimento global, reciclagem, etc.);  teatro sobre este tema;  trabalhos artísticos; (melhor poesia sobre meio ambiente declamada- melhor produção textual sobre o meio ambiente);  Pesquisas;  Montagem do quadro ecológico (Turma do 1º ciclo);  Filme e interpretação;  Mini projeto de Literatura e leitura: Cordéis ecológicos;  Aula - passeio: visita ao Engenho Uruaé. OUTUBRO  Palestra sobre o reaproveitamento dos alimentos (Poderá ser com a nutricionista do centro);  Livro de receitas alternativas
  • 9.  Direitos Humanos;  Direitos dos animais.  Direito das crianças e deveres;  Direito e deveres dos idosos;  Dia da família na escola;  Pesquisas;  Montagem do quadro ecológico (Turma do 2º ciclo) ;  Filme e interpretação;  Gincana do lixo; NOVEMBRO  Montagem da Árvore de Natal Ecológica;  Produções textuais sobre o tema;  Pesquisas;  Montagem do quadro ecológico (Todas as turmas);;  Filme e interpretação;  Ensaios e apresentação de Natal;  Aula - passeio: visita ao Jardim Botânico do Recife. DEZEMBRO  O mês de dezembro será destinado a revisão geral dos conteúdos, avaliações e atividades que não foram possíveis realizar no tempo previsto, assim como
  • 10. culminância com exposição de objetos confeccionados pelos alunos, painéis, fotos, telas, etc. RECURSOS  Vídeos;  cds;  multimídia;  laboratório de informática;  câmera fotográfica;  cartazes;  pesquisas;  palestras;  revistas e jornais;  histórias contadas (livros de literatura);  tintas e telas;  giz de cera;  pincel;  cola colorida;  dicionário;  atividades extra - classe;  Viagens pedagógicas;  Biblioteca. VALOR ESTIMADO DO PROJETO R$ 5.900,00 (cinco mil e novecentos reais) conforme previsto no PT. AVALIAÇÃO Espera-se que durante o desenvolvimento das atividades previstas, aplicadas à Educação
  • 11. Ambiental:  mudança de comportamento dos educandos na comunidade escolar e meio que vivem, voltado para a sustentabilidade;  exercício da cidadania, solidariedade e cooperação entre escola e comunidade;  envolvimento dos alunos com as atividades propostas, dos textos produzidos e conteúdos em estudo, para posterior emissão de parecer descritivo trimestral. REFERÊNCIAS Ambiente Ecológico - blog: http://ambienteecologicoblog.blogspot.com.br/2013/01/projeto- de-educacao-ambiental-e-social.html Gestão Escolar - blog : http://gestaoescolar.abril.com.br/aprendizagem/projeto-escola- sustentavel-544933.shtml Guimarães, M. A Dimensão Ambiental na Educação- Campinas, S. Paulo: Papirus, 1.995. Gadotti, M. Pedagogia da Terra. São Paulo: Fundação Peirópolis, 2000 Parâmetros Curriculares Nacionais: Meio ambiente e saúde. Temas Transversais. Ministério da Educação.- 3ª Ed. Tristão, Martha. A educação Ambiental na formação de professores. São Paulo: Facitec, 2004. ANEXOS
  • 12. SUGESTÕES DE ATIVIDADES ORIENTAÇÕES PARA GINCANA OFICINA DE RECICLAGEM/ SUGESTÃO DE ATIVIDADES
  • 15. SUGESTÃO PARA MESA DE ANIVERSARIANTES DO MÊS, DIA DOS PAIS, DIA DA FAMÍLIA, ETC.
  • 16. MAQUETES PARA O DIA DO FOLCLORE (MATERIAIS RECICLAVEIS - TEMA: PROTETORES DA NATUREZA) DIA DA FAMÍLIA NA ESCOLA
  • 17. REAPROVEITAMENTO DE ALIMENTOS LIXO SELETIVO IDEIAS PARA CULMINÂNCIA DO PROJETO
  • 19. MAQUETES QUE PODEM SER APRESENTADAS NA CULMINÂNCIA
  • 21. RELATÓRIO AVALIATIVO DO PROJETO Educação Ambiental e Sustentabilidade A Educação Ambiental é muito mais do que conscientizar sobre o lixo, a reciclagem e a poluição. É trabalhar situações que possibilitem a comunidade escolar pensar propostas de intervenção na realidade que nos cerca. Ela será o elo entre todas as disciplinas que favorecerá a valorização da vida e, consequentemente do meio ambiente. O trabalho de conscientização da destruição do meio ambiente na escola, será para resgatar a necessidade de conciliar a teoria com a prática no dia a dia, garantindo, o futuro do planeta e da humanidade. Para atingirmos esses objetivos, mais do que trabalhar com informações e conceitos, é preciso que a escola trabalhe também com a formação de valores e atitudes.Desta forma, teremos uma noção que tudo está interligado. Somos parte da natureza e não devemos esquecer isto. O projeto aqui desenvolvido no Centro Sesc Ler Goiana, contempla a necessidade de pequenos atos, que serão responsáveis por grandes transformações que devem ser assumidas por nós, para o resto de nossas vidas e assim estaremos garantindo o futuro de nossas gerações com fraternidade e sustentabilidade. Todo o projeto foi desenvolvido, seguindo os seguintes procedimentos: 1ª Etapa – * Apresentação do tema aos alunos. Conversa dirigida a respeito do tema; interpretações, opiniões sobre o meio ambiente; a situação atual deste meio; *Apresentação de vídeo educativo , que tratando da questão do lixo, da preservação do meio ambiente trazendo a importância da reciclagem; * Explicação sobre a importância de Reciclar, Reaproveitar, Reutilizar, respeitando a vida e a ecologia; 2ª Etapa – *Reciclagem - explicar sobre a reciclagem, sua importância e como é feita;
  • 22. *Gincana ecológica: * Apresentar os símbolos da reciclagem que são usados para cada tipo de material, no mundo inteiro; *Entrevista com a Comunidade para identificar os problemas sobre coleta de lixo e coleta seletiva, analisando a realidade ambiental na comunidade; *Apresentar as diferentes partes do lixo produzido na cidade através de diferentes atividades pedagógicas *Palestra com o Secretario de Serviços Públicos do Município; 3ª Etapa – *Oficina de reciclagem com olhar empreendedor; *Aula Passeio: Proporcionar a turma um passeio onde eles serão¬ orientados a observar as formas de degradações, plantas e animais em extinção; 4ª Etapa *Preparação para a exposição dos trabalhos; *Oficina de velas natalinas (decoração de Natal Sesc Ler Goiana); RESULTADOS E DISCUSSÃO As atividades pedagógicas desenvolvidas durante a execução do projeto visaram problematizar as visões de mundo que integram o processo de conhecimento do meio ambiente, a atividade do pensamento que constrói o conhecimento sobre o ambiente e as ações que acompanham esse conhecimento, ou seja, as formas de atuação e intervenção na sociedade. As atividades realizadas proporcionaram uma ampliação na sensibilização dos estudantes sobre seu meio, visto que foram identificados problemas existentes na própria escola e nas comunidades nas quais os alunos estão inseridos.Sabendo-se que, tudo surgiu a partir de uma problemática pelo olhar do aluno quando circulavam no ambiente escolar. Também foi observada a construção de conceitos sobre o ambiente e suas interações,promovendo a conscientização de que a qualidade do ambiente em que vivemos está diretamente relacionada com as ações do cotidiano e da postura que a sociedade assume diante das políticas públicas e privadas. Por último, foram propostas ações efetivas para a melhoria das condições da escola e da comunidade local, como separação do lixo, economia de água e luz, plantio de árvores e confecção de objetos com material reciclável. Ao término do projeto percebemos uma mudança de postura dos alunos tanto nas falas como nas ações, principalmente no estímulo do repasse de tudo que foi compreendido no desenvolvimento das ações que permearam o projeto para os colegas e familiares. Aprendendo também a importância de certos valores, como solidariedade, companheirismo e respeito, que serão importante ao longo de nossas vidas