SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto Ações Preventivas Na Escola
VIGÊNCIA: 01/02/2010 a 31/01/2011




Prestação de serviços técnicos especializados para a
implementação e monitoramento de políticas educacionais de
promoção da saúde e prevenção de agravos, de forma prática,
didática e continuada, no âmbito do Programa Escola da
Família (91 D.Es).
A Fundação Faculdade de Medicina - FFM é uma fundação de direito privado, sem fins
lucrativos, criada em 1986 para atuar na promoção do ensino, pesquisa e assistência em
saúde e apoiar as atividades da Faculdade de Medicina da USP e do Hospital das Clínicas
da Faculdade de Medicina da USP (HC/FMUSP).


  Gestão
  - Contrato de Gestão do ICESP
  - Contrato de Gestão da Microregião do Butantã / Jaguaré
  - Hospital Estadual de Sapopemba
  - Hospital Local de Sapopemba
  - Centro de Saúde Escola Butantã

  Projetos Sócio-Assistenciais                           Assistência
  A) Tratamento e Prevenção da Aids e Doenças            Instituto Central – ICHC
  Sexualmente Transmissíveis                             Instituto de Radiologia – InRad
  B) Atenção a Portadores de Deficiência                 Instituto de Ortopedia e Traumatologia – IOT
  C) Atenção ao Idoso                                    Instituto da Criança – Icr
  D) Atenção à Criança e ao Adolescente                  Instituto de Psiquiatria – Ipq
  E) Atenção à Família e à Mulher                        Instituto de Medicina Física e Reabilitação – IMREA
  F) Políticas de Saúde                                  Casa da AIDS
  G) Projetos de Pesquisa
  H) Estudos Clínicos
  I) Projetos Institucionais
Contratos, convênios e parcerias

• Presidência da República: Secretaria Especial dos Direitos     • Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime – UNODC;
Humanos;                                                         • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento –
• Presidência da República: Secretaria Nacional Antidrogras;     PNUD;
• Ministério da Saúde - MS;                                      • Instituto de Energia e Meio Ambiente;
• Ministério da Ciência e Tecnologia: FINEP – Financiadora de    • Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – CISA;
Estudos e Projetos                                               • Instituto Adolfo Lutz - IAL;
• Ministério da Ciência e Tecnologia: CNPq – Conselho Nacional   • Companhia Vale do Rio Doce - CVRD;
de Desenvolvimento Científico e Tecnológico;                     • Hospital Israelita Albert Einstein;
• Ministério da Cultura;                                         • Grupo Alfa;
• Instituto Nacional de Reforma Agrária - INCRA;                 • Dixtal Biomédica Indústria e Comércio Ltda.;
• Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA;         • Petróleo Brasileiro S/A - Petrobrás;
• Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo - SES;              • Associação Brasileira de Compatibilidade Eletromagnética -
• Secretaria de Estado da Educação - SEE:                        ABRICEM;
• Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência;    • Instituto Avon;
• Catavento Cultural e Educacional;                              • National Institute of Health;
• Fundação CASA – Centro de Atendimento Socioeducativo ao        • University of Iowa;
Adolescente;                                                     • Mount Sinai School of Medicine of the New York University;
• Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo - SMS;              • University of Cincinnati;
• Secretaria Municipal de Educação de São Paulo - SME;           • Blood Systems Research Institute;
• Organização Mundial da Saúde – OMS;                            • King’s College London - Institute of Psychiatry;
• Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS;                     • London School of Hygiene & Tropical Medicine; e
• Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a   • International Centre for Genetic Engineering and
Cultura – UNESCO;                                                Biotechnology, entre outros.
 Consumo responsável - Conscientizar e mobilizar                         Educação para o trânsito: educar para o
a comunidade para o seu papel de agente                                  trânsito é preservar a vida, evitar acidentes,
transformador, na construção da sustentabilidade                         exercer a cidadania (fonte: site educação
da vida no planeta, abordando os 5 "R"s da                               para o trânsito).
educação ambiental: Repensar, Reduzir, Reutilizar,
Reciclar e Reinventar.                                                    Uso indevido de drogas lícitas e ilícitas
                                                                          Uso abusivo do Álcool
•Consumo responsável dos recursos energéticos
não renováveis: água, petróleo, gás.                                      Controle de zoonoses, abandono animal,
                                                                         acidentes envolvendo animais, etc.
•Colaborar para ampliar a percepção dos deveres
                                                                          Doenças Sexualmente Transmissíveis /
do consumidor na aquisição de produtos e serviços
                                                                         AIDS
e seus impactos ambientais.
                                                                          Gravidez não planejada na adolescência
 Preservação do patrimônio: a preservação dos
espaços públicos, praças, teatros, monumentos,                            Doenças Crônicas não Transmissíveis
prédio escolar. Perceber e valorizar a diversidade
natural e sociocultural adotando posturas de                              Práticas de higiene e limpeza ambientais
respeito aos diferentes aspectos e formas.
                                                                          Hanseníase
                                                                          Câncer
                Saúde Bucal
                                                                          Dengue
                Hábitos de Higiene
                                                                          Prevenção de acidentes e violência
                Alimentação saudável                                    domésticos
                Saúde Física – alongamentos, caminhadas, relaxamento.

                Beleza: manicure, pedicure                               Cidadania na melhor idade: ginástica e
                                                                         melhoria da qualidade de vida
                Massagem corporal
                                                                          Doação de Sangue
Coordenação Central APE
Atribuições:

Gestão Administrativa
• Fazer cumprir as normas e diretrizes internas da FFM
• Otimizar os procedimentos burocráticos e funcionais
• Gerenciar e selecionar os funcionários do Projeto

Gestão Pedagógica
• Fazer cumprir as normas e diretrizes educacionais do Projeto
• Orientar e subsidiar os funcionários do Projeto na concepção e implementação de ações
• Analisar tecnicamente os produtos (relatórios) apresentados
• Promover orientações técnicas
• Monitor e Avaliar as ações implementadas

Supervisores APE
Atribuições:

• Supervisionar (dirigir, orientar) a atuação dos monitores educacionais
• Monitorar e avaliar os trabalhos desenvolvidos pelos monitores educacionais
• Promover a troca de experiências entre as Diretorias de Ensino
• Articular as parcerias regionais
• Apoiar e concentrar os esforços necessários para a implementação das ações
Monitores Educacionais
Atribuições:

• Diagnosticar as oportunidades e carências locais e regionais

• Agregar parceiros locais e regionais

• Elaborar Plano de Ação
     • Subsidiar (auxiliar, contribuir) na implementação de projetos idealizados pela
     D.E/U.E/Comunidade

     • Fortalecer os projetos já existentes

• Otimizar a metodologia de trabalho
• Organizar eventos da área

• Orientar multiplicadores

• Promover orientações técnicas

• Prestar contas sistemáticas (FFM e D.E.)

• Monitorar as ações desenvolvidas
PROJETO AÇÕES PREVENTIVAS NA ESCOLA
Qual o objetivo do Projeto?
ATRIBUIÇÕES DO MONITOR EDUCACIONAL
Como podemos contribuir para atendimento do objetivo do
Projeto?
CONSOLIDAÇÃO DAS ROTINAS DE TRABALHO
Quais os procedimentos que precisam ser adotados?
CADASTRO DE ESCOLAS
Quais os locais de atuação? Quem são os atores de cada
unidade?
CALENDÁRIO DE PLANEJAMENTO
Qual o ponto de partida para iniciar o trabalho?
RELATÓRIO DE VISITAS/PARCERIAS
Onde posso encontrar os parceiros para a escola?
PLANEJAMENTO MENSAL
Como consolidar os dados planejados?
REGISTRO DOS TEMAS APE
Como organizar sistematicamente as ações, formas de
implementação e materiais utilizados para a execução do
trabalho?
RELATÓRIO DE ATIVIDADES
Como demonstrar o resultado do trabalho?
ANOTAÇÕES GERAIS
MONITORAMENTO
Quem avalia meu trabalho?
Projeto Ações Preventivas Na Escola
Projeto Ações Preventivas Na Escola
Projeto Ações Preventivas Na Escola
Os Monitores Educacionais deverão encaminhar, mensalmente, para a
Coordenação Central o Relatório das Atividades realizadas em sua região.




A Coordenação Central do Projeto irá consolidar os relatórios encaminhados
e elaborar um relatório completo das ações realizados em cada mês.

O relatório (produto final) será encaminhado para CENP (análise técnica e
aprovação).
Projeto Ações Preventivas Na Escola
Projeto Ações Preventivas Na Escola
DIRETORIAS DE ENSINO             DIRETORIAS DE ENSINO
             43                               91


     UNIDADES ESCOLARES               UNIDADES ESCOLARES
           1.243                            2.335




  MONITORES EDUCACIONAIS           MONITORES EDUCACIONAIS
            161                              191


MÉDIA ESCOLAS / D.E. / MONITOR   MÉDIA ESCOLAS / D.E. / MONITOR
              8                               16
Inscrição - Enviar currículo para: projetoape@edunet.sp.gov.br
• Requisitos:
   Escolaridade – Ensino Superior/Técnico (completo/cursando)
         1. Área da saúde (Enfermagem/Fisioterapia/Nutrição/etc)
         2. Educação Física (licenciatura)
         3. Licenciatura na área de Humanas
 • Conhecimentos do Pacote Office
 • Não possuir nenhum vínculo empregatício
 • Não ter grau de parentesco no âmbito da Diretoria de Ensino

Competências:

• Facilidade de comunicação
• Redação clara para construção de relatórios e registros
• Facilidade para trabalho em equipe
• Condições para organização e liderança de grupos
• Responsabilidade na execução de programas e ações
Prova teórica:
   • Português
   • Conhecimentos gerais de saúde
   • Conhecimentos gerais – atualidades
   • Redação

• Prova prática:
    • Dinâmica de grupo
        • Postura / Relacionamento interpessoal / Liderança / Capacidade de
        multiplicar informações

• Entrevista (Avaliação final)

• Orientação Técnica (diretrizes/atribuições/competências) – 1 dia

• Início das atividades na Diretoria de Ensino
projetoape@edunet.sp.gov.br


http://aprev-escola.blogspot.com


    (11) 3218-2000 ramal 2234
                   ramal 2249
    (11) 3218-2000 ramal 2931

 Secretaria de Estado da Educação
  Praça da República, 53 – Centro
 CEP: 01045-903 – São Paulo – SP
   Chefia de Gabinete – Sala 114

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
Adriano Monteiro
 
Pse 11 08-11
Pse 11 08-11Pse 11 08-11
Pse 11 08-11
gerenciaeq
 
Pse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na EscolaPse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na Escola
Ana Luzia
 
Relatório técnico do programa saúde na escola
Relatório técnico do programa saúde na escolaRelatório técnico do programa saúde na escola
Relatório técnico do programa saúde na escola
Adriano Monteiro
 
Pse 2013
Pse 2013Pse 2013
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMGApresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
alunoescolas
 
Trabalho Creche.
Trabalho Creche.Trabalho Creche.
Trabalho Creche.
Fernanda Amaro
 
Projeto saúde escolar
Projeto saúde escolarProjeto saúde escolar
Projeto saúde escolar
themis dovera
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúde
prof_roseli_barbosa
 
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o paísSemana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
Ministério da Saúde
 
Instrutivo pse
Instrutivo pseInstrutivo pse
Instrutivo pse
Cre Educação
 
PSE
PSEPSE
Apresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
Apresentação do Projeto Caminhada SorocabaApresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
Apresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
cipasap
 
Programa saúde na escola–pse.ppt
Programa saúde na escola–pse.pptPrograma saúde na escola–pse.ppt
Programa saúde na escola–pse.ppt
SMEdeItabaianinha
 
Apresentação pse 2013 cap 3.3
Apresentação pse 2013   cap 3.3Apresentação pse 2013   cap 3.3
Apresentação pse 2013 cap 3.3
Cre Educação
 
programa de saude escolar
programa de saude escolarprograma de saude escolar
programa de saude escolar
themis dovera
 
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pseApresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Rosemary Batista
 
Programa Saúde na Escola
Programa Saúde na EscolaPrograma Saúde na Escola
Programa Saúde na Escola
Ivanilda Milfont
 
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Rosemary Batista
 
Apresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pseApresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pse
Rosalva Raimundo da Silva
 

Mais procurados (20)

Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
Ações do Programa Saúde na Escola (PSE)
 
Pse 11 08-11
Pse 11 08-11Pse 11 08-11
Pse 11 08-11
 
Pse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na EscolaPse - Programa Saúde na Escola
Pse - Programa Saúde na Escola
 
Relatório técnico do programa saúde na escola
Relatório técnico do programa saúde na escolaRelatório técnico do programa saúde na escola
Relatório técnico do programa saúde na escola
 
Pse 2013
Pse 2013Pse 2013
Pse 2013
 
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMGApresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
Apresentacao projeto Escolas Saudáveis FO-UFMG
 
Trabalho Creche.
Trabalho Creche.Trabalho Creche.
Trabalho Creche.
 
Projeto saúde escolar
Projeto saúde escolarProjeto saúde escolar
Projeto saúde escolar
 
Projeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúdeProjeto atividade física_saúde
Projeto atividade física_saúde
 
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o paísSemana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
Semana Saúde na Escola: mobilização ocorre até 11 de abril em todo o país
 
Instrutivo pse
Instrutivo pseInstrutivo pse
Instrutivo pse
 
PSE
PSEPSE
PSE
 
Apresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
Apresentação do Projeto Caminhada SorocabaApresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
Apresentação do Projeto Caminhada Sorocaba
 
Programa saúde na escola–pse.ppt
Programa saúde na escola–pse.pptPrograma saúde na escola–pse.ppt
Programa saúde na escola–pse.ppt
 
Apresentação pse 2013 cap 3.3
Apresentação pse 2013   cap 3.3Apresentação pse 2013   cap 3.3
Apresentação pse 2013 cap 3.3
 
programa de saude escolar
programa de saude escolarprograma de saude escolar
programa de saude escolar
 
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pseApresentacao videoconferencia adesao_pse
Apresentacao videoconferencia adesao_pse
 
Programa Saúde na Escola
Programa Saúde na EscolaPrograma Saúde na Escola
Programa Saúde na Escola
 
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
Guia de sugestoes_de_atividades_sse_2013
 
Apresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pseApresentação vc adesão pse
Apresentação vc adesão pse
 

Destaque

Programa Escola Da FamíLia
Programa Escola Da FamíLiaPrograma Escola Da FamíLia
Programa Escola Da FamíLia
Edson Nascimento dos Santos
 
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto KaplanSlides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Projeto Ações Preventivas na Escola
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
familiaestagio
 
Apresentação bioestatistica aroldo gavioli
Apresentação bioestatistica aroldo gavioliApresentação bioestatistica aroldo gavioli
Apresentação bioestatistica aroldo gavioli
Aroldo Gavioli
 
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
naomaralmeida
 
Aula 9 ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
Aula 9   ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnósticoAula 9   ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
Aula 9 ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
Ricardo Alexandre
 
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetoresSaúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
Mario Gandra
 
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínicaEpidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Ricardo Alexandre
 
Epidemiologia 4 periodo de medicina
Epidemiologia  4 periodo de medicinaEpidemiologia  4 periodo de medicina
Epidemiologia 4 periodo de medicina
Fernando Henrique
 
Descubra o título completo da revista
Descubra o título completo da revistaDescubra o título completo da revista
Descubra o título completo da revista
Universidade de São Paulo
 
Naomar epidemiologia história e usos
Naomar epidemiologia história e usosNaomar epidemiologia história e usos
Naomar epidemiologia história e usos
naomaralmeida
 
Métodos epidemiológicos aula
Métodos epidemiológicos aula Métodos epidemiológicos aula
Métodos epidemiológicos aula
Ana Luiza Lima Sousa
 
Métodos dialíticos intermitentes
Métodos dialíticos intermitentesMétodos dialíticos intermitentes
Métodos dialíticos intermitentes
Aroldo Gavioli
 
Epidemiologia ris
Epidemiologia risEpidemiologia ris
Métodos dialíticos contínuos
Métodos dialíticos contínuosMétodos dialíticos contínuos
Métodos dialíticos contínuos
Aroldo Gavioli
 
Ebola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da SaúdeEbola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da Saúde
Arquivo-FClinico
 
Farmacopediatria
FarmacopediatriaFarmacopediatria
Farmacopediatria
Carolina Restini
 
Edidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e históriaEdidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e história
HERALDICA CORRETORA E ADM DE SEGUROS
 
Intervalo de confiança
Intervalo de confiançaIntervalo de confiança
Intervalo de confiança
Ana Luiza Lima Sousa
 
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
Wilson Guedes
 

Destaque (20)

Programa Escola Da FamíLia
Programa Escola Da FamíLiaPrograma Escola Da FamíLia
Programa Escola Da FamíLia
 
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto KaplanSlides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
Slides da Palestra sobre Sexualidade - Instituto Kaplan
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Apresentação bioestatistica aroldo gavioli
Apresentação bioestatistica aroldo gavioliApresentação bioestatistica aroldo gavioli
Apresentação bioestatistica aroldo gavioli
 
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
Educação Superior em Saúde no Brasil Aula Magna UFCSPA 2011
 
Aula 9 ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
Aula 9   ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnósticoAula 9   ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
Aula 9 ferramentas da epidemiologia clínica para um diagnóstico
 
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetoresSaúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
Saúde Coletiva - 7. endemias brasileiras e controle de vetores
 
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínicaEpidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
Epidemiologia clínica e gerenciamento da clínica
 
Epidemiologia 4 periodo de medicina
Epidemiologia  4 periodo de medicinaEpidemiologia  4 periodo de medicina
Epidemiologia 4 periodo de medicina
 
Descubra o título completo da revista
Descubra o título completo da revistaDescubra o título completo da revista
Descubra o título completo da revista
 
Naomar epidemiologia história e usos
Naomar epidemiologia história e usosNaomar epidemiologia história e usos
Naomar epidemiologia história e usos
 
Métodos epidemiológicos aula
Métodos epidemiológicos aula Métodos epidemiológicos aula
Métodos epidemiológicos aula
 
Métodos dialíticos intermitentes
Métodos dialíticos intermitentesMétodos dialíticos intermitentes
Métodos dialíticos intermitentes
 
Epidemiologia ris
Epidemiologia risEpidemiologia ris
Epidemiologia ris
 
Métodos dialíticos contínuos
Métodos dialíticos contínuosMétodos dialíticos contínuos
Métodos dialíticos contínuos
 
Ebola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da SaúdeEbola Ministério da Saúde
Ebola Ministério da Saúde
 
Farmacopediatria
FarmacopediatriaFarmacopediatria
Farmacopediatria
 
Edidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e históriaEdidemiologia: definição e história
Edidemiologia: definição e história
 
Intervalo de confiança
Intervalo de confiançaIntervalo de confiança
Intervalo de confiança
 
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
Métodos empregados em epidemiologia 2013 20130302000453
 

Semelhante a Projeto Ações Preventivas Na Escola

Temas Selo Social
Temas Selo SocialTemas Selo Social
Temas Selo Social
Selo Socail Abaçaí Brasil
 
Projetos Instituto Movere
Projetos Instituto MovereProjetos Instituto Movere
Projetos Instituto Movere
Ivo Junior
 
Serviços
ServiçosServiços
Apresentação LAPED-SM
Apresentação LAPED-SMApresentação LAPED-SM
Apresentação LAPED-SM
Nathália Cyllio
 
conferencia de saude.pptx
conferencia de saude.pptxconferencia de saude.pptx
conferencia de saude.pptx
ElaineCamargos
 
Aproveitamentomesabrasil
AproveitamentomesabrasilAproveitamentomesabrasil
Aproveitamentomesabrasil
Márcia Idalgo
 
Aproveitamento
AproveitamentoAproveitamento
Aproveitamento
Paula Trindade
 
Aproveitamento integral dos alimentos sesc
Aproveitamento integral dos alimentos sescAproveitamento integral dos alimentos sesc
Aproveitamento integral dos alimentos sesc
Tuane Rodrigues
 
Aproveitamentomesabrasil
AproveitamentomesabrasilAproveitamentomesabrasil
Aproveitamentomesabrasil
Márcia Idalgo
 
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.pptPPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
Abel Zito Gabriel Buce
 
Medidas de Promoção da Saúde
Medidas de Promoção da SaúdeMedidas de Promoção da Saúde
Medidas de Promoção da Saúde
Gabriela Bruno
 
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentaresPolíticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Yngrid Bandeira
 
Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015
Licínia Simões
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Rômulo Augusto
 
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
UNIVERTI - Universidade Aberta da Terceira Idade
 
Saude bucal1.ppt odonto soc
Saude bucal1.ppt odonto socSaude bucal1.ppt odonto soc
Saude bucal1.ppt odonto soc
Lucas Almeida Sá
 
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdfAULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
QuevellinSantos
 
Plano de governo unidos por vila rica2012
Plano de governo unidos por vila rica2012Plano de governo unidos por vila rica2012
Plano de governo unidos por vila rica2012
Jhenifer Heinrich
 
Cristianeana
CristianeanaCristianeana
Cristianeana
Cris França
 
Cristianeana
CristianeanaCristianeana
Cristianeana
Rosimeire Rodrigues
 

Semelhante a Projeto Ações Preventivas Na Escola (20)

Temas Selo Social
Temas Selo SocialTemas Selo Social
Temas Selo Social
 
Projetos Instituto Movere
Projetos Instituto MovereProjetos Instituto Movere
Projetos Instituto Movere
 
Serviços
ServiçosServiços
Serviços
 
Apresentação LAPED-SM
Apresentação LAPED-SMApresentação LAPED-SM
Apresentação LAPED-SM
 
conferencia de saude.pptx
conferencia de saude.pptxconferencia de saude.pptx
conferencia de saude.pptx
 
Aproveitamentomesabrasil
AproveitamentomesabrasilAproveitamentomesabrasil
Aproveitamentomesabrasil
 
Aproveitamento
AproveitamentoAproveitamento
Aproveitamento
 
Aproveitamento integral dos alimentos sesc
Aproveitamento integral dos alimentos sescAproveitamento integral dos alimentos sesc
Aproveitamento integral dos alimentos sesc
 
Aproveitamentomesabrasil
AproveitamentomesabrasilAproveitamentomesabrasil
Aproveitamentomesabrasil
 
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.pptPPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
PPoint 13- Componentes Basicos de PSE e principais intervencoes.ppt
 
Medidas de Promoção da Saúde
Medidas de Promoção da SaúdeMedidas de Promoção da Saúde
Medidas de Promoção da Saúde
 
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentaresPolíticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
Políticas públicas para obesidade e transtornos alimentares
 
Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015Programa nacional de saúde escolar 2015
Programa nacional de saúde escolar 2015
 
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
Processo Saúde-doença  e Higiene DentalProcesso Saúde-doença  e Higiene Dental
Processo Saúde-doença e Higiene Dental
 
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015Jornal especial UNIVERTI marco 2015
Jornal especial UNIVERTI marco 2015
 
Saude bucal1.ppt odonto soc
Saude bucal1.ppt odonto socSaude bucal1.ppt odonto soc
Saude bucal1.ppt odonto soc
 
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdfAULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
AULA 6_HSP283_VE VS_2020.pdf
 
Plano de governo unidos por vila rica2012
Plano de governo unidos por vila rica2012Plano de governo unidos por vila rica2012
Plano de governo unidos por vila rica2012
 
Cristianeana
CristianeanaCristianeana
Cristianeana
 
Cristianeana
CristianeanaCristianeana
Cristianeana
 

Último

Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
EduardoLealSilva
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Yan Kayk da Cruz Ferreira
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 

Último (20)

Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa CivilSeminário de Gestão Pública e Defesa Civil
Seminário de Gestão Pública e Defesa Civil
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 

Projeto Ações Preventivas Na Escola

  • 2. VIGÊNCIA: 01/02/2010 a 31/01/2011 Prestação de serviços técnicos especializados para a implementação e monitoramento de políticas educacionais de promoção da saúde e prevenção de agravos, de forma prática, didática e continuada, no âmbito do Programa Escola da Família (91 D.Es).
  • 3. A Fundação Faculdade de Medicina - FFM é uma fundação de direito privado, sem fins lucrativos, criada em 1986 para atuar na promoção do ensino, pesquisa e assistência em saúde e apoiar as atividades da Faculdade de Medicina da USP e do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC/FMUSP). Gestão - Contrato de Gestão do ICESP - Contrato de Gestão da Microregião do Butantã / Jaguaré - Hospital Estadual de Sapopemba - Hospital Local de Sapopemba - Centro de Saúde Escola Butantã Projetos Sócio-Assistenciais Assistência A) Tratamento e Prevenção da Aids e Doenças Instituto Central – ICHC Sexualmente Transmissíveis Instituto de Radiologia – InRad B) Atenção a Portadores de Deficiência Instituto de Ortopedia e Traumatologia – IOT C) Atenção ao Idoso Instituto da Criança – Icr D) Atenção à Criança e ao Adolescente Instituto de Psiquiatria – Ipq E) Atenção à Família e à Mulher Instituto de Medicina Física e Reabilitação – IMREA F) Políticas de Saúde Casa da AIDS G) Projetos de Pesquisa H) Estudos Clínicos I) Projetos Institucionais
  • 4. Contratos, convênios e parcerias • Presidência da República: Secretaria Especial dos Direitos • Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime – UNODC; Humanos; • Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – • Presidência da República: Secretaria Nacional Antidrogras; PNUD; • Ministério da Saúde - MS; • Instituto de Energia e Meio Ambiente; • Ministério da Ciência e Tecnologia: FINEP – Financiadora de • Centro de Informações sobre Saúde e Álcool – CISA; Estudos e Projetos • Instituto Adolfo Lutz - IAL; • Ministério da Ciência e Tecnologia: CNPq – Conselho Nacional • Companhia Vale do Rio Doce - CVRD; de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; • Hospital Israelita Albert Einstein; • Ministério da Cultura; • Grupo Alfa; • Instituto Nacional de Reforma Agrária - INCRA; • Dixtal Biomédica Indústria e Comércio Ltda.; • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - EMBRAPA; • Petróleo Brasileiro S/A - Petrobrás; • Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo - SES; • Associação Brasileira de Compatibilidade Eletromagnética - • Secretaria de Estado da Educação - SEE: ABRICEM; • Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência; • Instituto Avon; • Catavento Cultural e Educacional; • National Institute of Health; • Fundação CASA – Centro de Atendimento Socioeducativo ao • University of Iowa; Adolescente; • Mount Sinai School of Medicine of the New York University; • Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo - SMS; • University of Cincinnati; • Secretaria Municipal de Educação de São Paulo - SME; • Blood Systems Research Institute; • Organização Mundial da Saúde – OMS; • King’s College London - Institute of Psychiatry; • Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS; • London School of Hygiene & Tropical Medicine; e • Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a • International Centre for Genetic Engineering and Cultura – UNESCO; Biotechnology, entre outros.
  • 5.  Consumo responsável - Conscientizar e mobilizar  Educação para o trânsito: educar para o a comunidade para o seu papel de agente trânsito é preservar a vida, evitar acidentes, transformador, na construção da sustentabilidade exercer a cidadania (fonte: site educação da vida no planeta, abordando os 5 "R"s da para o trânsito). educação ambiental: Repensar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Reinventar.  Uso indevido de drogas lícitas e ilícitas  Uso abusivo do Álcool •Consumo responsável dos recursos energéticos não renováveis: água, petróleo, gás.  Controle de zoonoses, abandono animal, acidentes envolvendo animais, etc. •Colaborar para ampliar a percepção dos deveres  Doenças Sexualmente Transmissíveis / do consumidor na aquisição de produtos e serviços AIDS e seus impactos ambientais.  Gravidez não planejada na adolescência  Preservação do patrimônio: a preservação dos espaços públicos, praças, teatros, monumentos,  Doenças Crônicas não Transmissíveis prédio escolar. Perceber e valorizar a diversidade natural e sociocultural adotando posturas de  Práticas de higiene e limpeza ambientais respeito aos diferentes aspectos e formas.  Hanseníase  Câncer  Saúde Bucal  Dengue  Hábitos de Higiene  Prevenção de acidentes e violência  Alimentação saudável domésticos  Saúde Física – alongamentos, caminhadas, relaxamento.  Beleza: manicure, pedicure  Cidadania na melhor idade: ginástica e melhoria da qualidade de vida  Massagem corporal  Doação de Sangue
  • 6. Coordenação Central APE Atribuições: Gestão Administrativa • Fazer cumprir as normas e diretrizes internas da FFM • Otimizar os procedimentos burocráticos e funcionais • Gerenciar e selecionar os funcionários do Projeto Gestão Pedagógica • Fazer cumprir as normas e diretrizes educacionais do Projeto • Orientar e subsidiar os funcionários do Projeto na concepção e implementação de ações • Analisar tecnicamente os produtos (relatórios) apresentados • Promover orientações técnicas • Monitor e Avaliar as ações implementadas Supervisores APE Atribuições: • Supervisionar (dirigir, orientar) a atuação dos monitores educacionais • Monitorar e avaliar os trabalhos desenvolvidos pelos monitores educacionais • Promover a troca de experiências entre as Diretorias de Ensino • Articular as parcerias regionais • Apoiar e concentrar os esforços necessários para a implementação das ações
  • 7. Monitores Educacionais Atribuições: • Diagnosticar as oportunidades e carências locais e regionais • Agregar parceiros locais e regionais • Elaborar Plano de Ação • Subsidiar (auxiliar, contribuir) na implementação de projetos idealizados pela D.E/U.E/Comunidade • Fortalecer os projetos já existentes • Otimizar a metodologia de trabalho • Organizar eventos da área • Orientar multiplicadores • Promover orientações técnicas • Prestar contas sistemáticas (FFM e D.E.) • Monitorar as ações desenvolvidas
  • 8. PROJETO AÇÕES PREVENTIVAS NA ESCOLA Qual o objetivo do Projeto? ATRIBUIÇÕES DO MONITOR EDUCACIONAL Como podemos contribuir para atendimento do objetivo do Projeto? CONSOLIDAÇÃO DAS ROTINAS DE TRABALHO Quais os procedimentos que precisam ser adotados? CADASTRO DE ESCOLAS Quais os locais de atuação? Quem são os atores de cada unidade? CALENDÁRIO DE PLANEJAMENTO Qual o ponto de partida para iniciar o trabalho? RELATÓRIO DE VISITAS/PARCERIAS Onde posso encontrar os parceiros para a escola? PLANEJAMENTO MENSAL Como consolidar os dados planejados? REGISTRO DOS TEMAS APE Como organizar sistematicamente as ações, formas de implementação e materiais utilizados para a execução do trabalho? RELATÓRIO DE ATIVIDADES Como demonstrar o resultado do trabalho? ANOTAÇÕES GERAIS MONITORAMENTO Quem avalia meu trabalho?
  • 12. Os Monitores Educacionais deverão encaminhar, mensalmente, para a Coordenação Central o Relatório das Atividades realizadas em sua região. A Coordenação Central do Projeto irá consolidar os relatórios encaminhados e elaborar um relatório completo das ações realizados em cada mês. O relatório (produto final) será encaminhado para CENP (análise técnica e aprovação).
  • 15. DIRETORIAS DE ENSINO DIRETORIAS DE ENSINO 43 91 UNIDADES ESCOLARES UNIDADES ESCOLARES 1.243 2.335 MONITORES EDUCACIONAIS MONITORES EDUCACIONAIS 161 191 MÉDIA ESCOLAS / D.E. / MONITOR MÉDIA ESCOLAS / D.E. / MONITOR 8 16
  • 16. Inscrição - Enviar currículo para: projetoape@edunet.sp.gov.br • Requisitos: Escolaridade – Ensino Superior/Técnico (completo/cursando) 1. Área da saúde (Enfermagem/Fisioterapia/Nutrição/etc) 2. Educação Física (licenciatura) 3. Licenciatura na área de Humanas • Conhecimentos do Pacote Office • Não possuir nenhum vínculo empregatício • Não ter grau de parentesco no âmbito da Diretoria de Ensino Competências: • Facilidade de comunicação • Redação clara para construção de relatórios e registros • Facilidade para trabalho em equipe • Condições para organização e liderança de grupos • Responsabilidade na execução de programas e ações
  • 17. Prova teórica: • Português • Conhecimentos gerais de saúde • Conhecimentos gerais – atualidades • Redação • Prova prática: • Dinâmica de grupo • Postura / Relacionamento interpessoal / Liderança / Capacidade de multiplicar informações • Entrevista (Avaliação final) • Orientação Técnica (diretrizes/atribuições/competências) – 1 dia • Início das atividades na Diretoria de Ensino
  • 18. projetoape@edunet.sp.gov.br http://aprev-escola.blogspot.com (11) 3218-2000 ramal 2234 ramal 2249 (11) 3218-2000 ramal 2931 Secretaria de Estado da Educação Praça da República, 53 – Centro CEP: 01045-903 – São Paulo – SP Chefia de Gabinete – Sala 114