SlideShare uma empresa Scribd logo
Prefeitura Municipal de Mossoró 
Secretaria Municipal da Educação e Desporto - SMED 
Rua Pedro Alves Cabral, 01 – Aeroporto – 59607 – 140 Mossoró/RN 
Fone – Fax – (84)3315-4942 
FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CIENTÍFICOS E CULTURAIS 
Unidade de Ensino: ESCOLA MINICIPAL PROFESSORA MARIA ELZA FRNANDES SENA 
DADOS CADASTRAIS 
Projeto de Pesquisa (Título Central) 
1,2,3 LÁCTEOS 
Subtema do projeto 
Alimentação saudável na Escola 
Finalidade da pesquisa ou Projeto 
( )Cientifico ( X )Cultural 
Data do inicio Duração (meses) 
Atende algum edital? Qual? 
( ) Sim ( X) Não 
Envolve parecer ético? 
( ) Sim ( X ) Não 
Quantidade de 
Projetos 
( x ) Um ( )Mais 
de um 
PESQUISADOR / PROFESSOR 
Pesquisador Responsável 
Giovana Bezerra Ribeiro dos Santos 
Diretoria Setor 
Área de Atuação ( X )Educação ( )Esporte ( ) Lazer Graduação 
especialista psicopedagoga 
Telefone do responsável Fax e-mail: 
giovanabrunp@hotmali.c 
om 
DEMAIS PESQUISADORES (SE HOUVER) 
Nome Disciplina Titulação 
Leide Maria Silva Nunes Graduada 
Giovana Bezerra Ribeiro dos Santos Especialista 
Laine Cristina Pereira Cavalcante Graduada 
Zenaide Maria de Fátima Oliveira Graduada 
Elenilda Medeiros de Góis Graduada 
Maria Aparecida Paiva de Carvalho Graduada 
Adriana Maria Silvestre Graduada 
Valdilene Soares Moreira da Rocha Graduada 
Mônica Barboza de Lima Graduada 
Railton Rômulo Menezes Graduado
1.Justificativa (O que fazer? Para quê? Por quê?) Problema e Objetivos 
A ideia de desenvolver um projeto sobre alimentação saudável é um desejo antigo, porem após 
receber o kit 1,2,3 lácteos fornecido pela danone o consumo diário de três porções de lácteos 
no lanche escolar surgiu após perceber a necessidade e a importância em fazer o uso dos 
equipamentos que a escola possui e que são pouco utilizados. A partir dai buscamos ampliar 
as oportunidades aos nossos alunos de ter acesso as informações e o incentivo a participação 
dos mesmos na construção desse projeto, objetivando ampliar os conhecimentos. Bem como 
ampliar ao uso dos equipamentos que a escola possui, inovando as aulas, e proporcionando 
aos alunos a realização de pesquisas com o uso do computados, coleta de dados, análise de 
conteúdos, reflexão, construção e transmissão de conhecimento para a comunidade escolar. . 
2. PALAVRAS-CHAVE (até 5 palavras que identifique a idéia central do projeto ) 
Uso das tecnológias 
Construção 
Aprendizagem 
3. Metodologia (como fazer) 
Será realizado inicialmente uma pesquisa com os alunos, catalogando todos os equipamentos existentes na escola, em seguida 
realizaremos uma roda de conversa para analise e orientações sobre o uso e manuseio dos equipamentos, definição de como 
iremos utilizar os equipamentos associando as atividades que os alunos irão sugerir. Utilizaremos o laboratório de informática 
para pesquisas e visualização de video, os alunos farão registros com o uso da câmera digital, e utilizaremos o data show, caixa 
de som e outros equipamentos disponíveis na escola para demostrar a todos os resultados dos trabalhos realizados pelos alunos 
durante o desenvolvimento do projeto. 
4. Resultados Esperados 
Proporcionar aos nossos alunos, bem como a toda equipe escolar o acesso e uso das tecnológias disponíveis na escola e apartir 
dai favorecer a construção do conhecimento utilizando ao recursos tecnológicos acessíveis, proporcionando também um 
momento de socialização do conhecimento construido entre os alunos. 
5. Indicadores 
________________________________________________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________________________________________________ 
________________________________________________________________________________________________________________ 
_________________________________________________________________________________________________________
6.1 Descrição (Pessoal – Fisica /Juridica) 
Quantidade Valor Individual R$ Valor Total R$ 
Total de Pessoal 
6.2 Descriçao (capital) 
Quantidade Valor Individual 
R$ 
Valor Total R$ 
Total de capital 
Valor do Projeto 
Fonte(s) Orçamentárias 
6. ORÇAMENTO (com quanto?) 
Descriminação (Custeio) 
Quantidade Valor Individual R$ Valor Total R$ 
Confeccão de cartazes 10 2,00 20,00 
DVD ( gravação de um video 01 2,00 
2,00 
Canetas, lápis. Tintas, papéis e outros 20,00 
20,00 
fotos 10 1,00 10,00 
Total de material de Consumo 52,00
Mossoró/RN 
________________________________________________ _____________________________________ 
Assinatura do Coordenador(a) do Projeto Assinatura do Diretor(a) 
___________________________________________________ 
Assinatura da(o) Secretária(o) 
7. Impactos 
.Ao final pretendemos conscientizar todos os envolvidos no projeto bem como a comunidade escolar 
sobre a importância e a necessidade do uso das tecnológias como instrumento de construção do 
conhecimento e necessário para a formação do cidadão especialmente na incersão no mercado de 
trabalho. 
8.Referências 
FREITAS C. M. de and GOMES C.M. : Techonological risk analysis from the perspective of the social 
Sciencies. História,Ciências, Saúde- Manguinbos, vol III (3) 485-504,NOV 1996-Feb.1997 
Formação de Educadores Para o Uso da Informática na Escola- colaborador José Armando Valente, ED Pedro 
Ferreira de Andrade, 2003

Mais conteúdo relacionado

Destaque

UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIAUNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
Bhandair Jaswant Singh
 
Ppp 2014 26 02 2014
Ppp 2014 26 02 2014Ppp 2014 26 02 2014
Ppp 2014 26 02 2014
escolaprofmariaelzasena
 
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
Khushnuma Fitter
 
Mariana franchin
Mariana franchinMariana franchin
Mariana franchin
Gabriel Crispim Mello
 
Edição 008
Edição 008 Edição 008
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - VersoBoletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
Walter Almeida Jr.
 
ML_Cohesiv_energies
ML_Cohesiv_energiesML_Cohesiv_energies
ML_Cohesiv_energies
Pawel Zawadzki
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Rosangela Souza
 
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia iiVanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
Cesar Ferrero
 
Evolução humana 6ºanos
Evolução humana 6ºanosEvolução humana 6ºanos
Evolução humana 6ºanos
Professor: Nivaldo Jimenes
 
szsc5
szsc5szsc5
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
Cesar Ferrero
 
Neoclasico, neogotico, exostismo
Neoclasico, neogotico, exostismoNeoclasico, neogotico, exostismo
Neoclasico, neogotico, exostismo
Julio Pino
 

Destaque (13)

UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIAUNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
UNIQUE PROFESSIONAL OFFER FOR DAIRY PlANTS IN INDIA
 
Ppp 2014 26 02 2014
Ppp 2014 26 02 2014Ppp 2014 26 02 2014
Ppp 2014 26 02 2014
 
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
Khushnuma Fitter_Current Resume 2016
 
Mariana franchin
Mariana franchinMariana franchin
Mariana franchin
 
Edição 008
Edição 008 Edição 008
Edição 008
 
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - VersoBoletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
Boletim CBL Limeira - Nº 49 - 16/03/14 - Verso
 
ML_Cohesiv_energies
ML_Cohesiv_energiesML_Cohesiv_energies
ML_Cohesiv_energies
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia iiVanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
Vanessa ferrero 25575552. renacimiento. historia ii
 
Evolução humana 6ºanos
Evolução humana 6ºanosEvolução humana 6ºanos
Evolução humana 6ºanos
 
szsc5
szsc5szsc5
szsc5
 
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
influencia en la arquitectura de Alvar Alto y Kenzo Tange
 
Neoclasico, neogotico, exostismo
Neoclasico, neogotico, exostismoNeoclasico, neogotico, exostismo
Neoclasico, neogotico, exostismo
 

Semelhante a Projeto 1,2,3 lácteos

Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
escolaprofmariaelzasena
 
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
juniorfuleragem
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Mario Souza
 
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIOPORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
Paulo Alexandre
 
Apresentação do relatório
Apresentação do relatórioApresentação do relatório
Apresentação do relatório
Poly Lima
 
Contraturno
ContraturnoContraturno
Contraturno
Cenpec
 
DCEIF (2).pdf
DCEIF (2).pdfDCEIF (2).pdf
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdfITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
OsBunitos
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetos
anilzabrasil
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetos
anilzabrasil
 
Projeto celularnaescola
Projeto celularnaescolaProjeto celularnaescola
Projeto celularnaescola
marleiav
 
letrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdfletrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdf
MARIODOSSANTOS14
 
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário BorbaAnálise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
jana_ramos
 
Modulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuciModulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuci
Luci Edimilson
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
Mayke Machado
 
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas PedagógicasLousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Secretaria de Educação do Estado de São Paulo
 
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
SimoneHelenDrumond
 
4 ARTIGO A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
4 ARTIGO  A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...4 ARTIGO  A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
4 ARTIGO A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
SimoneHelenDrumond
 
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
Cassia Duque
 
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
nossocurso
 

Semelhante a Projeto 1,2,3 lácteos (20)

Projeto meio ambiente
Projeto meio ambienteProjeto meio ambiente
Projeto meio ambiente
 
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica12  o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
12 o uso do laboratório de informática como ferramenta pedagógica
 
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
Pro emi formatado-revisado-11-2-2014_final (2)
 
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIOPORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
PORTARIA 1432/2018 - NOVO ENSINO MÉDIO
 
Apresentação do relatório
Apresentação do relatórioApresentação do relatório
Apresentação do relatório
 
Contraturno
ContraturnoContraturno
Contraturno
 
DCEIF (2).pdf
DCEIF (2).pdfDCEIF (2).pdf
DCEIF (2).pdf
 
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdfITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
ITINERARIOS FORMATIVOS.pdf
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetos
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetos
 
Projeto celularnaescola
Projeto celularnaescolaProjeto celularnaescola
Projeto celularnaescola
 
letrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdfletrameto digitaç.pdf
letrameto digitaç.pdf
 
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário BorbaAnálise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
 
Modulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuciModulo02atv27marialuci
Modulo02atv27marialuci
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
 
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas PedagógicasLousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
Lousa Digital: Perspectivas Pedagógicas
 
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
ARTIGO 2 A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO D...
 
4 ARTIGO A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
4 ARTIGO  A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...4 ARTIGO  A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
4 ARTIGO A TECNOLOGIA EDUCACIONAL UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO ...
 
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS UM CONCEITO QUE DIZ RESPEITO À UTILIZAÇÃO DE RECURSO...
 
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
Ementa curso proinfo_integrado_180h_2014
 

Mais de escolaprofmariaelzasena

Projeto energia
Projeto energiaProjeto energia
Projeto energia
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto maquete junina
Projeto maquete juninaProjeto maquete junina
Projeto maquete junina
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto drogas e violências
Projeto drogas e violênciasProjeto drogas e violências
Projeto drogas e violências
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto escola de pais 2014 1
Projeto escola de pais 2014 1Projeto escola de pais 2014 1
Projeto escola de pais 2014 1
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto copa do mundo 2014
Projeto copa do mundo 2014Projeto copa do mundo 2014
Projeto copa do mundo 2014
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto festa junina 2013
Projeto festa junina 2013Projeto festa junina 2013
Projeto festa junina 2013
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto maquete junina 2014
Projeto maquete junina 2014Projeto maquete junina 2014
Projeto maquete junina 2014
escolaprofmariaelzasena
 
Projeto tics
Projeto ticsProjeto tics

Mais de escolaprofmariaelzasena (9)

Projeto energia
Projeto energiaProjeto energia
Projeto energia
 
Projeto maquete junina
Projeto maquete juninaProjeto maquete junina
Projeto maquete junina
 
Projeto dengue
Projeto dengueProjeto dengue
Projeto dengue
 
Projeto drogas e violências
Projeto drogas e violênciasProjeto drogas e violências
Projeto drogas e violências
 
Projeto escola de pais 2014 1
Projeto escola de pais 2014 1Projeto escola de pais 2014 1
Projeto escola de pais 2014 1
 
Projeto copa do mundo 2014
Projeto copa do mundo 2014Projeto copa do mundo 2014
Projeto copa do mundo 2014
 
Projeto festa junina 2013
Projeto festa junina 2013Projeto festa junina 2013
Projeto festa junina 2013
 
Projeto maquete junina 2014
Projeto maquete junina 2014Projeto maquete junina 2014
Projeto maquete junina 2014
 
Projeto tics
Projeto ticsProjeto tics
Projeto tics
 

Projeto 1,2,3 lácteos

  • 1. Prefeitura Municipal de Mossoró Secretaria Municipal da Educação e Desporto - SMED Rua Pedro Alves Cabral, 01 – Aeroporto – 59607 – 140 Mossoró/RN Fone – Fax – (84)3315-4942 FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CIENTÍFICOS E CULTURAIS Unidade de Ensino: ESCOLA MINICIPAL PROFESSORA MARIA ELZA FRNANDES SENA DADOS CADASTRAIS Projeto de Pesquisa (Título Central) 1,2,3 LÁCTEOS Subtema do projeto Alimentação saudável na Escola Finalidade da pesquisa ou Projeto ( )Cientifico ( X )Cultural Data do inicio Duração (meses) Atende algum edital? Qual? ( ) Sim ( X) Não Envolve parecer ético? ( ) Sim ( X ) Não Quantidade de Projetos ( x ) Um ( )Mais de um PESQUISADOR / PROFESSOR Pesquisador Responsável Giovana Bezerra Ribeiro dos Santos Diretoria Setor Área de Atuação ( X )Educação ( )Esporte ( ) Lazer Graduação especialista psicopedagoga Telefone do responsável Fax e-mail: giovanabrunp@hotmali.c om DEMAIS PESQUISADORES (SE HOUVER) Nome Disciplina Titulação Leide Maria Silva Nunes Graduada Giovana Bezerra Ribeiro dos Santos Especialista Laine Cristina Pereira Cavalcante Graduada Zenaide Maria de Fátima Oliveira Graduada Elenilda Medeiros de Góis Graduada Maria Aparecida Paiva de Carvalho Graduada Adriana Maria Silvestre Graduada Valdilene Soares Moreira da Rocha Graduada Mônica Barboza de Lima Graduada Railton Rômulo Menezes Graduado
  • 2. 1.Justificativa (O que fazer? Para quê? Por quê?) Problema e Objetivos A ideia de desenvolver um projeto sobre alimentação saudável é um desejo antigo, porem após receber o kit 1,2,3 lácteos fornecido pela danone o consumo diário de três porções de lácteos no lanche escolar surgiu após perceber a necessidade e a importância em fazer o uso dos equipamentos que a escola possui e que são pouco utilizados. A partir dai buscamos ampliar as oportunidades aos nossos alunos de ter acesso as informações e o incentivo a participação dos mesmos na construção desse projeto, objetivando ampliar os conhecimentos. Bem como ampliar ao uso dos equipamentos que a escola possui, inovando as aulas, e proporcionando aos alunos a realização de pesquisas com o uso do computados, coleta de dados, análise de conteúdos, reflexão, construção e transmissão de conhecimento para a comunidade escolar. . 2. PALAVRAS-CHAVE (até 5 palavras que identifique a idéia central do projeto ) Uso das tecnológias Construção Aprendizagem 3. Metodologia (como fazer) Será realizado inicialmente uma pesquisa com os alunos, catalogando todos os equipamentos existentes na escola, em seguida realizaremos uma roda de conversa para analise e orientações sobre o uso e manuseio dos equipamentos, definição de como iremos utilizar os equipamentos associando as atividades que os alunos irão sugerir. Utilizaremos o laboratório de informática para pesquisas e visualização de video, os alunos farão registros com o uso da câmera digital, e utilizaremos o data show, caixa de som e outros equipamentos disponíveis na escola para demostrar a todos os resultados dos trabalhos realizados pelos alunos durante o desenvolvimento do projeto. 4. Resultados Esperados Proporcionar aos nossos alunos, bem como a toda equipe escolar o acesso e uso das tecnológias disponíveis na escola e apartir dai favorecer a construção do conhecimento utilizando ao recursos tecnológicos acessíveis, proporcionando também um momento de socialização do conhecimento construido entre os alunos. 5. Indicadores ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ ________________________________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________________________
  • 3. 6.1 Descrição (Pessoal – Fisica /Juridica) Quantidade Valor Individual R$ Valor Total R$ Total de Pessoal 6.2 Descriçao (capital) Quantidade Valor Individual R$ Valor Total R$ Total de capital Valor do Projeto Fonte(s) Orçamentárias 6. ORÇAMENTO (com quanto?) Descriminação (Custeio) Quantidade Valor Individual R$ Valor Total R$ Confeccão de cartazes 10 2,00 20,00 DVD ( gravação de um video 01 2,00 2,00 Canetas, lápis. Tintas, papéis e outros 20,00 20,00 fotos 10 1,00 10,00 Total de material de Consumo 52,00
  • 4. Mossoró/RN ________________________________________________ _____________________________________ Assinatura do Coordenador(a) do Projeto Assinatura do Diretor(a) ___________________________________________________ Assinatura da(o) Secretária(o) 7. Impactos .Ao final pretendemos conscientizar todos os envolvidos no projeto bem como a comunidade escolar sobre a importância e a necessidade do uso das tecnológias como instrumento de construção do conhecimento e necessário para a formação do cidadão especialmente na incersão no mercado de trabalho. 8.Referências FREITAS C. M. de and GOMES C.M. : Techonological risk analysis from the perspective of the social Sciencies. História,Ciências, Saúde- Manguinbos, vol III (3) 485-504,NOV 1996-Feb.1997 Formação de Educadores Para o Uso da Informática na Escola- colaborador José Armando Valente, ED Pedro Ferreira de Andrade, 2003