SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Municipal Clarice Bastos Rosa Dourados - MS, 2009.
Alunos:Érica Teles,Graziela Moreira,Kácylla Pereira,Jenifer Benites,Janaina Cimara. Profª: Daniela Rodrigues Dos Santos MachadoPro fª: Ana Aurélia Saldivar Cristaldo De Barros Turma: 8°C
O Desmatamento O processo de desmatamento normalmente começa com a abertura oficial ou clandestina de estradas que permitem a expansão humana e a ocupação irregular de terras à exploração predatória de madeiras nobres. Posteriormente, converte-se a floresta explorada em agricultura familiar e pastagens para a criação extensiva de gado, especialmente em grandes propriedades, sendo este fator responsável por cerca de 80% das florestas desmatadas na Amazônia legal. Mais recentemente, as pastagens estão dando lugar à agricultura mecanizada, principalmente àquela ligada às culturas de soja e algodão.  
Os estados que mais desmataram a Amazônia brasileira entre 2001 e 2003 foram os do Pará, Rondônia, Mato Grosso e Maranhão, que, juntos, corresponderam por mais de 90% do desmatamento observado nesse período.
Causas do Desmatamento Em termos gerais, a culpa pelo desmatamento cabe à atividade humana, ainda que desastres naturais também influenciem. Assim, vamos estudar de que maneira os seres humanos provocam desmatamento.
A pecuáriaé um dos fatores para o crescimento do Desmatamento
Exploração de madeira Exploração madeireira, ou o corte de árvores em florestas para usá-las como fonte de madeira, é um fator básico de desflorestamento. Isso afeta o ambiente de diversas maneiras. Porque caminhões e equipamentos precisam chegar à floresta a fim de se aproximar das árvores e transportar a madeira, é preciso desmatar grandes áreas para estradas. A exploração seletiva ou manejo florestal de madeira é uma das principais alternativas para a diminuição do desmatamento. No entanto, essa prática ainda não é disseminada no Brasil, como pode ser visto no artigo do Como tudo Funciona. A cobertura florestal é importante para o ecossistema da floresta porque abriga e protege as populações vegetais, animais e de insetos. Também protege o solo da floresta, o que desacelera a erosão do solo.   
Olha como está a situação!
O óleo de palma ou dendê vem recentemente recebendo atenção dado o seu potencial como biocombustível, e é usado em muitos produtos industrializados e de beleza. Mas o óleo de palma é outra causa de desmatamento. . No Brasil, a Palma é mais timidamente cultivada com uma produção em escala limitada a região do município de Tailândia no Pará. A cana-de-açúcar também usada para o biocombustível tem seu cultivo proibido na Amazônia e, até 2007, não havia provocado muito desmatamento já que usou áreas onde antes eram cultivados grãos.
Depois dizem que não somos NÓS!
Desmatamento da Amazônia tem solução   A Amazônia, conhecida como o "ouro verde" brasileiro, é a maior floresta tropical de todo o mundo. Mas, mesmo com tanta coisa boa, muitas pessoas não sabem cuidar do nosso tesouro: cortam as árvores, prejudicam o solo e estragam essa beleza do nosso País. Só nos últimos 30 anos, mais de 550 mil quilômetros quadrados foram desmatados. Dá para acreditar?
Olha o que o  HOMEM está fazendo!!!
Soluções do desmatamento da Amazônia O reflorestamento  é a única alternativa  de combater o desmatamento.Sem contar que isso deveria vir da consciência de cada homem que todo dia derrubam uma árvore na Amazônia.Além das questões relativas ao efeito estufa,outro agravante é a perda do ecossistema da regiãoque prejudica milhares  espécies.
Atualmente, a proporção total de desmatamento nos estados do Mato Grosso, Pará e Rondônia é de 28,4%, 20,4% e 29,2%, respectivamente. Contudo, existe uma grande diferença na proporção desse desmatamento dentro ou fora das áreas protegidas nesses estados.
É isso que queremos para o nosso mundo?
“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.” Mahatma Gandhi
Bibliografia http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40142005000100010&script=sciarttext http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR &source=hp&q=Explora%C3%A7%C3%A3o+madeireira%2C+ou+o+corte+de+%C3%A1rvores+em+florestas+para+us%C3%A1-las+como+fonte+de+madeira%2C+%C3%A9+um+fator+b%C3%A1sico+de+desflorestamento.&btnG=Pesquisa+Google&meta=&aq=null&oq=
http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=Causas+do+desmatamento&btnG=Pesquisar&meta= http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=Atualmente%2C+a+propor%C3%A7%C3%A3o+total+de+desmatamento+nos+estados+do+Mato+Grosso%2C+Par%C3%A1+e+Rond%C3%B4nia+%C3%A9+de+28%2C4%25%2C+20%2C4%25+e+29%2C2%25%2C+respectivamente.&btnG=Pesquisar&meta=

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
Edmar Souza
 
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANALAPRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
Ceber Alves
 
Floresta amazonica
Floresta amazonica Floresta amazonica
Floresta amazonica
Emmylly Melo
 
As Floresta e os campos
As Floresta e os camposAs Floresta e os campos
As Floresta e os campos
Anderson Silva
 
Trabalho De Ciencias Sobre Biomas
Trabalho De Ciencias Sobre BiomasTrabalho De Ciencias Sobre Biomas
Trabalho De Ciencias Sobre Biomas
8ºC
 
Araucária angustifolia
Araucária angustifoliaAraucária angustifolia
Araucária angustifolia
Alyne Regina Ruggiero
 
Veget madeira e acores
Veget madeira e acoresVeget madeira e acores
Veget madeira e acores
jpeuromat
 
Apresenta[1]..
Apresenta[1]..Apresenta[1]..
Apresenta[1]..
diegovicari
 
Pantanal
Pantanal Pantanal
Biomas
BiomasBiomas
Amazonia on sale
Amazonia on saleAmazonia on sale
Amazonia on sale
AnaLuizaCampos15
 
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do AmazonasClima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Portal do Vestibulando
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
Victor Ygor
 
Trabalho da mata atlântica
Trabalho da mata atlânticaTrabalho da mata atlântica
Trabalho da mata atlântica
professorjoseca
 
Climas e formações vegetais
Climas   e formações vegetaisClimas   e formações vegetais
Climas e formações vegetais
fatima4lopes
 
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Joao Paulo Curto
 
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Powerpoint Nr. 2   BiomasPowerpoint Nr. 2   Biomas
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Nuno Correia
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
Marcia Benaduce
 
O desmatamento
O desmatamentoO desmatamento
O desmatamento
Nute Jpa
 
ApresentaçãO1keila
ApresentaçãO1keilaApresentaçãO1keila
ApresentaçãO1keila
esiel
 

Mais procurados (20)

Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
 
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANALAPRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
APRESENTAÇÃO SOBRE O BIOMA PANTANAL
 
Floresta amazonica
Floresta amazonica Floresta amazonica
Floresta amazonica
 
As Floresta e os campos
As Floresta e os camposAs Floresta e os campos
As Floresta e os campos
 
Trabalho De Ciencias Sobre Biomas
Trabalho De Ciencias Sobre BiomasTrabalho De Ciencias Sobre Biomas
Trabalho De Ciencias Sobre Biomas
 
Araucária angustifolia
Araucária angustifoliaAraucária angustifolia
Araucária angustifolia
 
Veget madeira e acores
Veget madeira e acoresVeget madeira e acores
Veget madeira e acores
 
Apresenta[1]..
Apresenta[1]..Apresenta[1]..
Apresenta[1]..
 
Pantanal
Pantanal Pantanal
Pantanal
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Amazonia on sale
Amazonia on saleAmazonia on sale
Amazonia on sale
 
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do AmazonasClima, vegetação e hidrografia do Amazonas
Clima, vegetação e hidrografia do Amazonas
 
Apresentação amazônia
Apresentação   amazôniaApresentação   amazônia
Apresentação amazônia
 
Trabalho da mata atlântica
Trabalho da mata atlânticaTrabalho da mata atlântica
Trabalho da mata atlântica
 
Climas e formações vegetais
Climas   e formações vegetaisClimas   e formações vegetais
Climas e formações vegetais
 
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
 
Powerpoint Nr. 2 Biomas
Powerpoint Nr. 2   BiomasPowerpoint Nr. 2   Biomas
Powerpoint Nr. 2 Biomas
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
 
O desmatamento
O desmatamentoO desmatamento
O desmatamento
 
ApresentaçãO1keila
ApresentaçãO1keilaApresentaçãO1keila
ApresentaçãO1keila
 

Semelhante a Proj. Meio Ambiente - Erica, Graziela, Janaina, Jenifer, Kacylla

Desflorestação e florestas
Desflorestação e florestasDesflorestação e florestas
Desflorestação e florestas
Marta Fernandes
 
Mata Atlântica 
Mata Atlântica Mata Atlântica 
Mata Atlântica 
João M Brisac
 
BIOMA AMAZONIA.pdf
BIOMA AMAZONIA.pdfBIOMA AMAZONIA.pdf
BIOMA AMAZONIA.pdf
JooPedroMapurungadeS
 
13/03/1989
13/03/198913/03/1989
13/03/1989
jupia87
 
Slides
SlidesSlides
Slides
jupia87
 
O Desmatamento
O DesmatamentoO Desmatamento
O Desmatamento
biodeise
 
Sobre a amazônia
Sobre a amazôniaSobre a amazônia
Sobre a amazônia
Simone Scorsato
 
Trab12092013
Trab12092013Trab12092013
Trab12092013
americanasexpress
 
Ação Antrópica nos Biomas Brasileiros
Ação Antrópica nos Biomas BrasileirosAção Antrópica nos Biomas Brasileiros
Ação Antrópica nos Biomas Brasileiros
alruschel
 
Desmatamento
Desmatamento  Desmatamento
desmatamento
desmatamento desmatamento
Desmatamento.pdf
Desmatamento.pdfDesmatamento.pdf
Desmatamento.pdf
GelcinaGonalves
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
Erika Moreira
 
Bioma pantanal
Bioma pantanalBioma pantanal
Bioma pantanal
AlieteFG
 
Educação Ambiental.pptx
Educação Ambiental.pptxEducação Ambiental.pptx
Educação Ambiental.pptx
nicki20
 
Trabalho de Geografia Turma 52 2010
Trabalho de Geografia Turma 52 2010Trabalho de Geografia Turma 52 2010
Trabalho de Geografia Turma 52 2010
Escola Costa e Silva
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
Michael Douglas
 
Queimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentosQueimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentos
Thiago Souza
 
Queimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentosQueimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentos
Thiago Souza
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
karolpoa
 

Semelhante a Proj. Meio Ambiente - Erica, Graziela, Janaina, Jenifer, Kacylla (20)

Desflorestação e florestas
Desflorestação e florestasDesflorestação e florestas
Desflorestação e florestas
 
Mata Atlântica 
Mata Atlântica Mata Atlântica 
Mata Atlântica 
 
BIOMA AMAZONIA.pdf
BIOMA AMAZONIA.pdfBIOMA AMAZONIA.pdf
BIOMA AMAZONIA.pdf
 
13/03/1989
13/03/198913/03/1989
13/03/1989
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
O Desmatamento
O DesmatamentoO Desmatamento
O Desmatamento
 
Sobre a amazônia
Sobre a amazôniaSobre a amazônia
Sobre a amazônia
 
Trab12092013
Trab12092013Trab12092013
Trab12092013
 
Ação Antrópica nos Biomas Brasileiros
Ação Antrópica nos Biomas BrasileirosAção Antrópica nos Biomas Brasileiros
Ação Antrópica nos Biomas Brasileiros
 
Desmatamento
Desmatamento  Desmatamento
Desmatamento
 
desmatamento
desmatamento desmatamento
desmatamento
 
Desmatamento.pdf
Desmatamento.pdfDesmatamento.pdf
Desmatamento.pdf
 
Amazônia
AmazôniaAmazônia
Amazônia
 
Bioma pantanal
Bioma pantanalBioma pantanal
Bioma pantanal
 
Educação Ambiental.pptx
Educação Ambiental.pptxEducação Ambiental.pptx
Educação Ambiental.pptx
 
Trabalho de Geografia Turma 52 2010
Trabalho de Geografia Turma 52 2010Trabalho de Geografia Turma 52 2010
Trabalho de Geografia Turma 52 2010
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Queimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentosQueimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentos
 
Queimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentosQueimadas e desmatamentos
Queimadas e desmatamentos
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
 

Mais de ste.rosa

Daniele E Camila
Daniele E CamilaDaniele E Camila
Daniele E Camila
ste.rosa
 
Denise E Silene
Denise E SileneDenise E Silene
Denise E Silene
ste.rosa
 
Anderson, Camila Renan Rafael
Anderson, Camila Renan RafaelAnderson, Camila Renan Rafael
Anderson, Camila Renan Rafael
ste.rosa
 
Jade, Laise, Dayanne, Bruna
Jade, Laise, Dayanne, BrunaJade, Laise, Dayanne, Bruna
Jade, Laise, Dayanne, Bruna
ste.rosa
 
Grabriele, Fernanda, Natali, Ellen
Grabriele, Fernanda, Natali, EllenGrabriele, Fernanda, Natali, Ellen
Grabriele, Fernanda, Natali, Ellen
ste.rosa
 
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, GuilhermeErick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
ste.rosa
 
Jeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
Jeferson, Vinicius, Felipe, JonatanJeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
Jeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
ste.rosa
 
Projeto Meio Ambiente - Thammy
Projeto Meio Ambiente - ThammyProjeto Meio Ambiente - Thammy
Projeto Meio Ambiente - Thammy
ste.rosa
 
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E JulianaProj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
ste.rosa
 
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, AirtonProj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
ste.rosa
 
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E EdilaineProj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
ste.rosa
 
Projeto Meio Ambiente e Reciclagem
Projeto Meio Ambiente e ReciclagemProjeto Meio Ambiente e Reciclagem
Projeto Meio Ambiente e Reciclagem
ste.rosa
 
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e GeordanoProjeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
ste.rosa
 
Blog como Recurso Didático
Blog como Recurso DidáticoBlog como Recurso Didático
Blog como Recurso Didático
ste.rosa
 

Mais de ste.rosa (14)

Daniele E Camila
Daniele E CamilaDaniele E Camila
Daniele E Camila
 
Denise E Silene
Denise E SileneDenise E Silene
Denise E Silene
 
Anderson, Camila Renan Rafael
Anderson, Camila Renan RafaelAnderson, Camila Renan Rafael
Anderson, Camila Renan Rafael
 
Jade, Laise, Dayanne, Bruna
Jade, Laise, Dayanne, BrunaJade, Laise, Dayanne, Bruna
Jade, Laise, Dayanne, Bruna
 
Grabriele, Fernanda, Natali, Ellen
Grabriele, Fernanda, Natali, EllenGrabriele, Fernanda, Natali, Ellen
Grabriele, Fernanda, Natali, Ellen
 
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, GuilhermeErick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
Erick, Leonardo, Leornardo, Cesar, Guilherme
 
Jeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
Jeferson, Vinicius, Felipe, JonatanJeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
Jeferson, Vinicius, Felipe, Jonatan
 
Projeto Meio Ambiente - Thammy
Projeto Meio Ambiente - ThammyProjeto Meio Ambiente - Thammy
Projeto Meio Ambiente - Thammy
 
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E JulianaProj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
Proj. Meio Ambiente - Ana Claudia, Thais, Beatriz E Juliana
 
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, AirtonProj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
Proj. Meio Ambiente - Arnaldo, Pedro Henrique, Franciel, Paulo, Airton
 
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E EdilaineProj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
Proj. Meio Ambiente - Camila, Izabel, Vanuza E Edilaine
 
Projeto Meio Ambiente e Reciclagem
Projeto Meio Ambiente e ReciclagemProjeto Meio Ambiente e Reciclagem
Projeto Meio Ambiente e Reciclagem
 
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e GeordanoProjeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
Projeto Meio Ambiente - Prof. Rachel e Geordano
 
Blog como Recurso Didático
Blog como Recurso DidáticoBlog como Recurso Didático
Blog como Recurso Didático
 

Último

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Gabriel de Mattos Faustino
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Danilo Pinotti
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
2m Assessoria
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
Faga1939
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 

Último (10)

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdfEscola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
Escola Virtual - Fundação Bradesco - ITIL - Gabriel Faustino.pdf
 
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas PráticasSegurança Digital Pessoal e Boas Práticas
Segurança Digital Pessoal e Boas Práticas
 
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - ADSIS - ESTRUTURA DE DADOS II - 52_2024.docx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
PRODUÇÃO E CONSUMO DE ENERGIA DA PRÉ-HISTÓRIA À ERA CONTEMPORÂNEA E SUA EVOLU...
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 

Proj. Meio Ambiente - Erica, Graziela, Janaina, Jenifer, Kacylla

  • 1. Escola Municipal Clarice Bastos Rosa Dourados - MS, 2009.
  • 2. Alunos:Érica Teles,Graziela Moreira,Kácylla Pereira,Jenifer Benites,Janaina Cimara. Profª: Daniela Rodrigues Dos Santos MachadoPro fª: Ana Aurélia Saldivar Cristaldo De Barros Turma: 8°C
  • 3. O Desmatamento O processo de desmatamento normalmente começa com a abertura oficial ou clandestina de estradas que permitem a expansão humana e a ocupação irregular de terras à exploração predatória de madeiras nobres. Posteriormente, converte-se a floresta explorada em agricultura familiar e pastagens para a criação extensiva de gado, especialmente em grandes propriedades, sendo este fator responsável por cerca de 80% das florestas desmatadas na Amazônia legal. Mais recentemente, as pastagens estão dando lugar à agricultura mecanizada, principalmente àquela ligada às culturas de soja e algodão.  
  • 4. Os estados que mais desmataram a Amazônia brasileira entre 2001 e 2003 foram os do Pará, Rondônia, Mato Grosso e Maranhão, que, juntos, corresponderam por mais de 90% do desmatamento observado nesse período.
  • 5. Causas do Desmatamento Em termos gerais, a culpa pelo desmatamento cabe à atividade humana, ainda que desastres naturais também influenciem. Assim, vamos estudar de que maneira os seres humanos provocam desmatamento.
  • 6. A pecuáriaé um dos fatores para o crescimento do Desmatamento
  • 7. Exploração de madeira Exploração madeireira, ou o corte de árvores em florestas para usá-las como fonte de madeira, é um fator básico de desflorestamento. Isso afeta o ambiente de diversas maneiras. Porque caminhões e equipamentos precisam chegar à floresta a fim de se aproximar das árvores e transportar a madeira, é preciso desmatar grandes áreas para estradas. A exploração seletiva ou manejo florestal de madeira é uma das principais alternativas para a diminuição do desmatamento. No entanto, essa prática ainda não é disseminada no Brasil, como pode ser visto no artigo do Como tudo Funciona. A cobertura florestal é importante para o ecossistema da floresta porque abriga e protege as populações vegetais, animais e de insetos. Também protege o solo da floresta, o que desacelera a erosão do solo.   
  • 8. Olha como está a situação!
  • 9. O óleo de palma ou dendê vem recentemente recebendo atenção dado o seu potencial como biocombustível, e é usado em muitos produtos industrializados e de beleza. Mas o óleo de palma é outra causa de desmatamento. . No Brasil, a Palma é mais timidamente cultivada com uma produção em escala limitada a região do município de Tailândia no Pará. A cana-de-açúcar também usada para o biocombustível tem seu cultivo proibido na Amazônia e, até 2007, não havia provocado muito desmatamento já que usou áreas onde antes eram cultivados grãos.
  • 10. Depois dizem que não somos NÓS!
  • 11. Desmatamento da Amazônia tem solução A Amazônia, conhecida como o "ouro verde" brasileiro, é a maior floresta tropical de todo o mundo. Mas, mesmo com tanta coisa boa, muitas pessoas não sabem cuidar do nosso tesouro: cortam as árvores, prejudicam o solo e estragam essa beleza do nosso País. Só nos últimos 30 anos, mais de 550 mil quilômetros quadrados foram desmatados. Dá para acreditar?
  • 12. Olha o que o HOMEM está fazendo!!!
  • 13. Soluções do desmatamento da Amazônia O reflorestamento é a única alternativa de combater o desmatamento.Sem contar que isso deveria vir da consciência de cada homem que todo dia derrubam uma árvore na Amazônia.Além das questões relativas ao efeito estufa,outro agravante é a perda do ecossistema da regiãoque prejudica milhares espécies.
  • 14. Atualmente, a proporção total de desmatamento nos estados do Mato Grosso, Pará e Rondônia é de 28,4%, 20,4% e 29,2%, respectivamente. Contudo, existe uma grande diferença na proporção desse desmatamento dentro ou fora das áreas protegidas nesses estados.
  • 15. É isso que queremos para o nosso mundo?
  • 16. “Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.” Mahatma Gandhi
  • 17. Bibliografia http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40142005000100010&script=sciarttext http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR &source=hp&q=Explora%C3%A7%C3%A3o+madeireira%2C+ou+o+corte+de+%C3%A1rvores+em+florestas+para+us%C3%A1-las+como+fonte+de+madeira%2C+%C3%A9+um+fator+b%C3%A1sico+de+desflorestamento.&btnG=Pesquisa+Google&meta=&aq=null&oq=