SlideShare uma empresa Scribd logo
Quitéria Paravidino
Aulas 5 e 6
 Vermes de corpo achatado.
 Podem ser marinhos, de água doce ou
terrestres de umidade (revestimento
delgado).
 Existem espécies de vida livre e parasitas de
animais vertebrados e invertebrados.
 Primeira ocorrência de
simetria bilateral.
 Cefalização.
 Aglomerados de
neurônios – glânglios
cerebroides – cérebro
primitivo.
 Dois cordões nervosos
paralelos interligados por
nervos transversais.
 ÓRGÃOS SENSORIAIS
 Os ocelos são estruturas fotorreceptoras, que
permitem perceber a luz.
 Os dois órgãos auriculares possuem
quimiorreceptores que possibilitam olfato e
paladar.
Sistema digestório
 Tubo digestório incompleto,
intensamente ramificado.
 Células glandulares
produzem enzimas que
digerem parcialmente os
alimentos.
 Células fagocitárias
completam a digestão.
 Possuem, portanto, digestão
extra e intracelular.
 A boca elimina parte dos
resíduos.
 É carnívora.
REPRODUÇÃO ASSEXUADA
REPRODUÇÃO SEXUADA
 São monóicas.
 Fecundação cruzada
e interna.
 Desenvolvimento
direto (não formam
larvas).
Esquistossomose
 Agente
etiológico:Schistosoma
mansoni.
 Com dimorfismo sexual.
 Fecundação interna.
 Chegou ao Brasil durante o
tráfico de escravos.
 Hospedeiro definitivo:
homem.
 Hospedeiro intermediário:
caramujo Biomphalaria
 Hospedeiro intermediário
 Caramujo de água doce: Biompharia
glabrata, do gênero Planorbidae.
 Sintomas no ser humano
 Os vermes adultos
alojam-se no sistema
porta-hepático (veias
que irrigam o fígado e o
baço).
 Cada fêmea põe cerca
de 400 ovos/dia.
 Média de vida dos
casais: 5 anos.
 Sintomas: lesões no
fígado, ascite, fezes
sanguinolentas.
Profilaxia
 Saneamento básico: coleta e tratamento de
esgotos, construção de sanitários, fossas
sépticas – impedem que ovos de Schistosoma
contaminem rios e lagos.
 Combate ao caramujo: utilização de
substâncias moluscocidas, controle biológico
com predadores naturais – patos, marrecos,
tilápias.
 Não banhar-se em rios e lagos
desconhecidos ou que estejam
contaminados.
 Tratamento dos doentes.
 Agentes etiológicos: Taenia solium e Taenia
saginata (solitária).
 Hospedeiro definitivo: homem.
 Hospedeiro intermediário: o porco da Taenia
solium e o boi da Taenia saginata.
 Local parasitado: intestino delgado.
Estrutura corporal de Taenia
Não apresentam tubo digestório, absorvendo os
nutrientes através da pele.
Taenia saginata Taenia solium
Teníase
Hospedeiro definitivo: ser humano.
A tênia adulta abriga-se no
intestino delgado, de onde
retira os nutrientes.
Sintomas: hemorragias intestinais,
tonturas, náuseas, alargamento do
abdome, aumento de apetite, dores
abdominais e perda de peso.
PROFILAXIA
 Educação sanitária.
 Inspeção sanitária em
matadouros e açougues.
 Cozinhar bem a carne.
Cisticercose humana
Causa: ingestão acidental de ovos viáveis de Taenia solium
presentes em frutas, verduras mal lavadas e água contaminada.
Consequência: o ser humano apresenta
cisticercos em seu organismo (olhos,
pulmões,cérebro, coração, músculos).
Nesta situação o ser humano passa
a ser hospedeiro intermediário.
Profilaxia:
 uso de água filtrada ou fervida;
 lavagem adequada de frutas e
verduras;
 cuidados de higiene pessoal.
Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses
Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses
Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Parte I Reino Animal - porifero e cnidário
Parte I   Reino Animal - porifero e cnidárioParte I   Reino Animal - porifero e cnidário
Parte I Reino Animal - porifero e cnidário
Ribeirocan
 
Reino animalia Vertebrados
Reino animalia   VertebradosReino animalia   Vertebrados
Reino animalia Vertebrados
Geovanna Castro
 
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimReino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Antonio Pinto Pereira
 
7 ano cap 16
7 ano cap 167 ano cap 16
7 ano cap 16
Sarah Lemes
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
URCA
 
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino MédioAula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
Ronaldo Santana
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumo
Carlos Priante
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
Patricia Guimaraes
 
Anelídios
AnelídiosAnelídios
Anelídios
tefinhabio
 
Reino animal e poríferos
Reino animal e poríferosReino animal e poríferos
Reino animal e poríferos
Carlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Os grupos de seres vivos
Os grupos de seres vivosOs grupos de seres vivos
Os grupos de seres vivos
paulfel
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
Rita Galrito
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
Sirlene Brito
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animalwww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
Videoaulas De Biologia Apoio
 
Poríferos, Cnidários e Platelmintos
Poríferos, Cnidários e PlatelmintosPoríferos, Cnidários e Platelmintos
Poríferos, Cnidários e Platelmintos
Sandra Peixoto
 
Aula platelmintos e nematelmintos
Aula  platelmintos e nematelmintosAula  platelmintos e nematelmintos
Aula platelmintos e nematelmintos
Adrianne Mendonça
 
Fungos
FungosFungos

Mais procurados (18)

Parte I Reino Animal - porifero e cnidário
Parte I   Reino Animal - porifero e cnidárioParte I   Reino Animal - porifero e cnidário
Parte I Reino Animal - porifero e cnidário
 
Reino animalia Vertebrados
Reino animalia   VertebradosReino animalia   Vertebrados
Reino animalia Vertebrados
 
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - JardimReino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
Reino animalia - Biologia - 2º Ano E. M. - APP - Jardim
 
7 ano cap 16
7 ano cap 167 ano cap 16
7 ano cap 16
 
Peixes
PeixesPeixes
Peixes
 
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino MédioAula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
Aula de Biologia - Vertebrados (Peixes e Anfíbios) - 2° Ano Ensino Médio
 
Zoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumoZoologia dos invertebrados-resumo
Zoologia dos invertebrados-resumo
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 
Anelídios
AnelídiosAnelídios
Anelídios
 
Reino animal e poríferos
Reino animal e poríferosReino animal e poríferos
Reino animal e poríferos
 
Os grupos de seres vivos
Os grupos de seres vivosOs grupos de seres vivos
Os grupos de seres vivos
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animalwww.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
www.aulasdebiologiaapoio.com - Biologia – Reino Animal
 
Poríferos, Cnidários e Platelmintos
Poríferos, Cnidários e PlatelmintosPoríferos, Cnidários e Platelmintos
Poríferos, Cnidários e Platelmintos
 
Aula platelmintos e nematelmintos
Aula  platelmintos e nematelmintosAula  platelmintos e nematelmintos
Aula platelmintos e nematelmintos
 
Fungos
FungosFungos
Fungos
 

Destaque

O Sistema Endócrino
O Sistema EndócrinoO Sistema Endócrino
O Sistema Endócrino
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino moneraBiologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Vírus - Tipos e Doenças Virais - Biologia A - Profª Lara
Vírus  - Tipos e Doenças Virais -  Biologia A - Profª LaraVírus  - Tipos e Doenças Virais -  Biologia A - Profª Lara
Vírus - Tipos e Doenças Virais - Biologia A - Profª Lara
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianasBiologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
A genética das populações
A genética das populaçõesA genética das populações
A genética das populações
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
Alpha Colégio e Vestibulares
 
A interação gênica
A interação gênicaA interação gênica
A interação gênica
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Genética.1ª lei
Genética.1ª leiGenética.1ª lei
Genética.1ª lei (1)
Genética.1ª lei (1)Genética.1ª lei (1)
Genética.1ª lei (1)
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
A segunda lei de mendel e linkage
A segunda lei de mendel e linkageA segunda lei de mendel e linkage
A segunda lei de mendel e linkage
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Fundamentos da genética
Fundamentos da genéticaFundamentos da genética
Fundamentos da genética
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Sistemas de transporte
Sistemas de transporteSistemas de transporte
Sistemas de transporte
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Os vírus - características e ação
Os vírus  - características e açãoOs vírus  - características e ação
Os vírus - características e ação
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Gabarito caderno de exercícios 2
Gabarito caderno de exercícios 2Gabarito caderno de exercícios 2
Gabarito caderno de exercícios 2
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Evolução dos vegetais
Evolução dos vegetaisEvolução dos vegetais
Evolução dos vegetais
Alpha Colégio e Vestibulares
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
Aulas 15 e 16 separação de misturas homogêneas
Aulas 15 e 16   separação de misturas homogêneasAulas 15 e 16   separação de misturas homogêneas
Aulas 15 e 16 separação de misturas homogêneas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aulas 17 a 19 ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
Aulas 17 a 19   ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slidesAulas 17 a 19   ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
Aulas 17 a 19 ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Aulas 17 a 19 reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
Aulas 17 a 19   reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...Aulas 17 a 19   reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
Aulas 17 a 19 reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
Alpha Colégio e Vestibulares
 

Destaque (20)

O Sistema Endócrino
O Sistema EndócrinoO Sistema Endócrino
O Sistema Endócrino
 
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino moneraBiologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Reino monera
 
Vírus - Tipos e Doenças Virais - Biologia A - Profª Lara
Vírus  - Tipos e Doenças Virais -  Biologia A - Profª LaraVírus  - Tipos e Doenças Virais -  Biologia A - Profª Lara
Vírus - Tipos e Doenças Virais - Biologia A - Profª Lara
 
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianasBiologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
Biologia A, Profª Lara, 1ª Série - EM | Infecções bacterianas
 
A genética das populações
A genética das populaçõesA genética das populações
A genética das populações
 
Classificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivosClassificação dos seres vivos
Classificação dos seres vivos
 
A interação gênica
A interação gênicaA interação gênica
A interação gênica
 
Genética.1ª lei
Genética.1ª leiGenética.1ª lei
Genética.1ª lei
 
Genética.1ª lei (1)
Genética.1ª lei (1)Genética.1ª lei (1)
Genética.1ª lei (1)
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
A segunda lei de mendel e linkage
A segunda lei de mendel e linkageA segunda lei de mendel e linkage
A segunda lei de mendel e linkage
 
Fundamentos da genética
Fundamentos da genéticaFundamentos da genética
Fundamentos da genética
 
Sistemas de transporte
Sistemas de transporteSistemas de transporte
Sistemas de transporte
 
Os vírus - características e ação
Os vírus  - características e açãoOs vírus  - características e ação
Os vírus - características e ação
 
Gabarito caderno de exercícios 2
Gabarito caderno de exercícios 2Gabarito caderno de exercícios 2
Gabarito caderno de exercícios 2
 
Evolução dos vegetais
Evolução dos vegetaisEvolução dos vegetais
Evolução dos vegetais
 
A origem da vida
A origem da vidaA origem da vida
A origem da vida
 
Aulas 15 e 16 separação de misturas homogêneas
Aulas 15 e 16   separação de misturas homogêneasAulas 15 e 16   separação de misturas homogêneas
Aulas 15 e 16 separação de misturas homogêneas
 
Aulas 17 a 19 ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
Aulas 17 a 19   ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slidesAulas 17 a 19   ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
Aulas 17 a 19 ácidos carboxílicos e ésteres - 3º ano - slides
 
Aulas 17 a 19 reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
Aulas 17 a 19   reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...Aulas 17 a 19   reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
Aulas 17 a 19 reações envolvendo ácidos carboxílicos e ésteres - acidez na ...
 

Semelhante a Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses

Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
eebniltonkucker
 
Aula 3 cnidarios
Aula 3 cnidariosAula 3 cnidarios
Aula 3 cnidarios
Grupo UNIASSELVI
 
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+AnelideosPlatelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Vitor Maciel
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
Caroline Angeli Sancio
 
Reino Animal 88
Reino Animal 88Reino Animal 88
Reino Animal 88
samuel nascimento
 
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptxAULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
Tatiane Fernandes
 
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino MédioAULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
LedaMariadaSilva1
 
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - PlatelmintosFilo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Carla Brígida
 
Zoologia invertebrados
Zoologia invertebradosZoologia invertebrados
Zoologia invertebrados
Jamille Nunez
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Leonardo Kaplan
 
Platelmintos.pdf
Platelmintos.pdfPlatelmintos.pdf
Platelmintos.pdf
Heber Mello
 
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
rabillamat1
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
bioblocmb
 
Filo platelminto
Filo platelmintoFilo platelminto
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
DanielMedina333918
 
Platelmintos e nematelmintos
Platelmintos e nematelmintosPlatelmintos e nematelmintos
Platelmintos e nematelmintos
ViniciusOliveira96
 
Aula invertebrados
Aula invertebradosAula invertebrados
Aula invertebrados
Andre Luiz Nascimento
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Bio
 
Animais invertebrados (mazza)
Animais invertebrados (mazza)Animais invertebrados (mazza)
Animais invertebrados (mazza)
Romualdo Caetano Barros
 

Semelhante a Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses (20)

Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Aula 3 cnidarios
Aula 3 cnidariosAula 3 cnidarios
Aula 3 cnidarios
 
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+AnelideosPlatelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
Platelmintos+Nematodeos+Moluscos+Anelideos
 
Reino animal invertebrados
Reino animal   invertebradosReino animal   invertebrados
Reino animal invertebrados
 
Reino Animal 88
Reino Animal 88Reino Animal 88
Reino Animal 88
 
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptxAULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
AULA-14-E-15-PLATEdjdsjkjdsklLMINTOS.pptx
 
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino MédioAULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
AULA-14-E-15-PLATELMINTOS.pptx Para o Ensino Médio
 
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - PlatelmintosFilo Platyhelminthes - Platelmintos
Filo Platyhelminthes - Platelmintos
 
Zoologia invertebrados
Zoologia invertebradosZoologia invertebrados
Zoologia invertebrados
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
 
Platelmintos.pdf
Platelmintos.pdfPlatelmintos.pdf
Platelmintos.pdf
 
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
Zoologiainvertebrados 131019203941-phpapp02
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Platelmintos
PlatelmintosPlatelmintos
Platelmintos
 
Filo platelminto
Filo platelmintoFilo platelminto
Filo platelminto
 
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.pptfdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
fdocumentos.tips_aula-de-zoologia-invertebrados-power-point.ppt
 
Platelmintos e nematelmintos
Platelmintos e nematelmintosPlatelmintos e nematelmintos
Platelmintos e nematelmintos
 
Aula invertebrados
Aula invertebradosAula invertebrados
Aula invertebrados
 
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
Aula de Zoologia - Invertebrados (Power Point)
 
Animais invertebrados (mazza)
Animais invertebrados (mazza)Animais invertebrados (mazza)
Animais invertebrados (mazza)
 

Mais de Alpha Colégio e Vestibulares

Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Estudo da Química
Estudo da QuímicaEstudo da Química
Estudo da Química
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Bioenergética i respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética i   respiração celular - aulas 31 e 32Bioenergética i   respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética i respiração celular - aulas 31 e 32
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Bioenergética respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética  respiração celular - aulas 31 e 32Bioenergética  respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética respiração celular - aulas 31 e 32
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Gabarito Caderno de Exercícios 2
Gabarito Caderno de Exercícios 2Gabarito Caderno de Exercícios 2
Gabarito Caderno de Exercícios 2
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese - Aulas 35 e 36
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese  - Aulas 35 e 36Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese  - Aulas 35 e 36
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese - Aulas 35 e 36
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Bioenergética II - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
Bioenergética II  - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.Bioenergética II  - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
Bioenergética II - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Doenças causadas por protozoários (protozooses)
Doenças causadas por protozoários (protozooses)Doenças causadas por protozoários (protozooses)
Doenças causadas por protozoários (protozooses)
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Citoplasma aulas 27 e 28 (1)
Citoplasma   aulas 27 e 28 (1)Citoplasma   aulas 27 e 28 (1)
Citoplasma aulas 27 e 28 (1)
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Bioenergética i metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
Bioenergética i   metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)Bioenergética i   metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
Bioenergética i metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Modelos atômicos 2016
Modelos atômicos 2016Modelos atômicos 2016
Modelos atômicos 2016
Alpha Colégio e Vestibulares
 
História da química
História da químicaHistória da química
História da química
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Doenças causadas por vermes
Doenças causadas por vermesDoenças causadas por vermes
Doenças causadas por vermes
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Animais i
Animais   iAnimais   i
Citoplasma aulas 27 e 28
Citoplasma   aulas 27 e 28Citoplasma   aulas 27 e 28
Citoplasma aulas 27 e 28
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma

Mais de Alpha Colégio e Vestibulares (18)

Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Estudo da Química
Estudo da QuímicaEstudo da Química
Estudo da Química
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Evolução
 
Bioenergética i respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética i   respiração celular - aulas 31 e 32Bioenergética i   respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética i respiração celular - aulas 31 e 32
 
Bioenergética respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética  respiração celular - aulas 31 e 32Bioenergética  respiração celular - aulas 31 e 32
Bioenergética respiração celular - aulas 31 e 32
 
Gabarito Caderno de Exercícios 2
Gabarito Caderno de Exercícios 2Gabarito Caderno de Exercícios 2
Gabarito Caderno de Exercícios 2
 
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese - Aulas 35 e 36
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese  - Aulas 35 e 36Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese  - Aulas 35 e 36
Bioenergética II - Fisiologia da Fotossíntese - Aulas 35 e 36
 
Bioenergética II - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
Bioenergética II  - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.Bioenergética II  - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
Bioenergética II - Fotossíntese e Quimiossíntese - Aulas 33 e 34.
 
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
Profª Lara Pessanha | Biologia A - 1ª Série EM | Bioenergética I: Respiração ...
 
Doenças causadas por protozoários (protozooses)
Doenças causadas por protozoários (protozooses)Doenças causadas por protozoários (protozooses)
Doenças causadas por protozoários (protozooses)
 
Citoplasma aulas 27 e 28 (1)
Citoplasma   aulas 27 e 28 (1)Citoplasma   aulas 27 e 28 (1)
Citoplasma aulas 27 e 28 (1)
 
Bioenergética i metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
Bioenergética i   metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)Bioenergética i   metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
Bioenergética i metabolismo e fermentação - aulas 29 e 30 (1)
 
Modelos atômicos 2016
Modelos atômicos 2016Modelos atômicos 2016
Modelos atômicos 2016
 
História da química
História da químicaHistória da química
História da química
 
Doenças causadas por vermes
Doenças causadas por vermesDoenças causadas por vermes
Doenças causadas por vermes
 
Animais i
Animais   iAnimais   i
Animais i
 
Citoplasma aulas 27 e 28
Citoplasma   aulas 27 e 28Citoplasma   aulas 27 e 28
Citoplasma aulas 27 e 28
 
Citoplasma
CitoplasmaCitoplasma
Citoplasma
 

Último

CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 

Último (20)

CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 

Profª Quitéria | Biologia | 3ª série EM | Platelmintos e Verminoses

  • 2.  Vermes de corpo achatado.  Podem ser marinhos, de água doce ou terrestres de umidade (revestimento delgado).  Existem espécies de vida livre e parasitas de animais vertebrados e invertebrados.
  • 3.
  • 4.
  • 5.  Primeira ocorrência de simetria bilateral.  Cefalização.  Aglomerados de neurônios – glânglios cerebroides – cérebro primitivo.  Dois cordões nervosos paralelos interligados por nervos transversais.
  • 6.  ÓRGÃOS SENSORIAIS  Os ocelos são estruturas fotorreceptoras, que permitem perceber a luz.  Os dois órgãos auriculares possuem quimiorreceptores que possibilitam olfato e paladar.
  • 7. Sistema digestório  Tubo digestório incompleto, intensamente ramificado.  Células glandulares produzem enzimas que digerem parcialmente os alimentos.  Células fagocitárias completam a digestão.  Possuem, portanto, digestão extra e intracelular.  A boca elimina parte dos resíduos.  É carnívora.
  • 10.  São monóicas.  Fecundação cruzada e interna.  Desenvolvimento direto (não formam larvas).
  • 11. Esquistossomose  Agente etiológico:Schistosoma mansoni.  Com dimorfismo sexual.  Fecundação interna.  Chegou ao Brasil durante o tráfico de escravos.  Hospedeiro definitivo: homem.  Hospedeiro intermediário: caramujo Biomphalaria
  • 12.  Hospedeiro intermediário  Caramujo de água doce: Biompharia glabrata, do gênero Planorbidae.
  • 13.
  • 14.  Sintomas no ser humano  Os vermes adultos alojam-se no sistema porta-hepático (veias que irrigam o fígado e o baço).  Cada fêmea põe cerca de 400 ovos/dia.  Média de vida dos casais: 5 anos.  Sintomas: lesões no fígado, ascite, fezes sanguinolentas.
  • 15. Profilaxia  Saneamento básico: coleta e tratamento de esgotos, construção de sanitários, fossas sépticas – impedem que ovos de Schistosoma contaminem rios e lagos.  Combate ao caramujo: utilização de substâncias moluscocidas, controle biológico com predadores naturais – patos, marrecos, tilápias.  Não banhar-se em rios e lagos desconhecidos ou que estejam contaminados.  Tratamento dos doentes.
  • 16.  Agentes etiológicos: Taenia solium e Taenia saginata (solitária).  Hospedeiro definitivo: homem.  Hospedeiro intermediário: o porco da Taenia solium e o boi da Taenia saginata.  Local parasitado: intestino delgado.
  • 17. Estrutura corporal de Taenia Não apresentam tubo digestório, absorvendo os nutrientes através da pele.
  • 19.
  • 20. Teníase Hospedeiro definitivo: ser humano. A tênia adulta abriga-se no intestino delgado, de onde retira os nutrientes. Sintomas: hemorragias intestinais, tonturas, náuseas, alargamento do abdome, aumento de apetite, dores abdominais e perda de peso. PROFILAXIA  Educação sanitária.  Inspeção sanitária em matadouros e açougues.  Cozinhar bem a carne.
  • 21. Cisticercose humana Causa: ingestão acidental de ovos viáveis de Taenia solium presentes em frutas, verduras mal lavadas e água contaminada. Consequência: o ser humano apresenta cisticercos em seu organismo (olhos, pulmões,cérebro, coração, músculos). Nesta situação o ser humano passa a ser hospedeiro intermediário. Profilaxia:  uso de água filtrada ou fervida;  lavagem adequada de frutas e verduras;  cuidados de higiene pessoal.