SlideShare uma empresa Scribd logo
A PRODUÇÃO TEXTUAL parte importante do aprendizado de uma língua estrangeira moderna.
FATO : Em se tratando de ensino e aprendizagem de LEM, sabemos da importância do trabalho com as quatro habilidades de forma integrada e equilibrada, ou seja, não podemos, ou pelo menos, não deveríamos privilegiar uma ou outra habilidade. PRÁTICA : Entretanto, em nosso dia-a-dia, acabamos por favorecer em nossas aulas a  leitura , integrando o trabalho com  vocabulário  e  gramática . Às vezes, trabalhamos a  compreensão oral  com uma música ou algum áudio que conseguimos. Vez ou outra, fazemos uma atividade que favoreça a interação dando oportunidade a  fala ... Mas e a produção textual?
POR  QU Ê ?
“ Os alunos não ‘dão conta’ de produzir escrita por conhecimento insuficiente da língua” ATIVIDADES SIMPLES E MODELIZADAS. “ Os alunos não escrevem nem mesmo na língua portuguesa, portanto sentiriam muito mais dificuldade de escrever na LEM”  ATIVIDADES COM PROPÓSITOS COMUNICATIVOS CLAROS “ Os alunos não se sentem motivados a escreverem e nunca produziriam um texto na LEM”  PROPOSTAS DEVEM IR AO ENCONTRO DO INTERESSE DOS ALUNOS E DEVEM LHES PARECER POSSÍVEIS DE SEREM REALIZADAS O professor já tem inúmeras provas a serem corrigidas, ainda vai ter de se comprometer a levar para casa mais papéis e corrigir mais conteúdo? PROFESSOR NÃO LEVA NADA PARA CASA PARA CORRIGIR!
Exemplos dentro desta perspectiva: A produção de textos em sala de aula deve refletir usos reais da língua estrangeira nas práticas comunicativas do dia-a-dia e incorporar propósitos comunicativos específicos às situações de interação. Guias turísticos, folders, brochuras; Bilhetes, cartas formais e informais, e-mails; Entrevistas; Biografias; Listas de compras, de coisas para fazer; Cartazes; Artigos; Etc.
Ao construir significados para atingir objetivos comunicativos por meio da língua estrangeira, o produtor de texto faz uso de  cinco tipos de conhecimento :
Seu leitor-alvo As  situações sociais de comunicação a que se destina o seu produto. Enciclopédico Textual Linguistico Sociolinguistico Estratégico tendo sempre em perspectiva: Ao escrever, o produtor do texto faz uso dos cinco conhecimentos: 3. As  condições de produção : que ancoram as decisões do produtor de texto para que seu produto final atenda os objetivos e atenda a função comunicativa básica. E quais são as  condições de produção ? Quem escreve Sobre o que escreve Para quem escreve Para que escreve Quando escreve Onde escreve De que forma escreve
A Escrita como Processo Interativo
(DIAS, 2004)
Quem escreve Sobre o que escreve Para quem escreve Para que escreve Quando escreve De que forma escreve ...ter sempre em mente:  ...trabalhar as seguintes etapas: O produtor do texto deve...  1 2 Sendo o seu aluno o PRODUTOR DO TEXTO, converse com ele sobre estes aspectos (1) e e stas etapas (2). Isso tudo o ajudará a escrever melhor e a ser mais autônomo em sua produção escrita. Levantamento de idéias Planejamento textual Escrita    revisões    processo colaborativo  Socialização do texto (publicação) Reflexão sobre o processo
Promove a colaboração entre pares, focando atenção especial ao caráter recursivo (não linear) da produção textual; Trabalha a importância do  feedback fornecido nas interações  entre os participantes envolvidos (aluno, professor, pais, amigos, colegas, etc.);  É pensada como uma atividade social dependente não só dos contextos sociais, onde é produzida e para os quais se dirige, mas também da colaboração entre pares.  A abordagem da escrita como processo:
geração de idéias (brainstorming); reconhecimento pela leitura da organização textual do mesmo gênero que será produzido; planejamento; múltiplos rascunhos, reescritas, edição final, sempre com o suporte de opções diferentes de feedback  fornecido pelos colegas, amigos e professor.  Ganham importância os estágios do processo cíclico de produção textual:
“ É importante que o aluno incorpore a noção de que escrever é interagir – por meio do texto – com um interlocutor ausente que constrói sentido com base em seus objetivos e conhecimento anterior, fazendo uso das pistas verbais e não-verbais sinalizadas por quem escreve. É essencial ainda que o aluno seja incentivado a escrever textos que atendam a funções comunicativas variadas em gêneros diferentes, de modo a perceber a produção textual como uma prática social de interlocução comum do dia-a-dia, distanciando-se da noção de produzir textos simplesmente para cumprir uma tarefa escolar. Devem ser priorizados os gêneros que já fazem parte do cotidiano do aluno pelas práticas de leitura e produção de textos em língua materna, e aqueles que ele é chamado a realizar pela escrita por meio da língua estrangeira”. Reinildes Dias
Idéias e Sugestões
Sugestão de Atividade 1: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Poster que poderá ser escrita em tópicos (lista) Foco Gramatical: Imperativo; Verbos – wet,  apply soap, lather, scrub, rinse, turn off, dry. Foco Lexical: Part of the body – hand (finger, nail, top of hands) Possibilidade transversal: Saúde Possibilidade Interdisciplinar: Ciências; Biologia. Enfoque de discussão: Mais que nunca, lavar as mãos é importante para evitar a contaminação e a transmissão de doenças. Deve-se lavar as mãos regularmente e, principalmente, após tossir, espirrar e frequentar lugares públicos.
dry – rinse – wet – rub – apply soap 1 st ______________  2 nd  _____________ 3 rd  _____________ 4 th  _____________  5 th  _____________  Mostre aos alunos fotos de pessoas lavando as mãos.  A ação parece corriqueira, mas peça-os para pensar no processo e para listar os passos. O momento pode ser propício para  que eles reflitam se lavam as mãos corretamente. Divida a turma em pequenos grupos. Cada grupo deverá colocar estes verbos na ordem correta. Quem listar primeiro os verbos, ganha a competição. PARTE 1
Para finalizar faz-se relevante que o aluno reflita sobre o processo da escrita. Proponha algumas questões: q uais recursos foram usados? Por quê? Para que? Que tipo de estrutura gramatical esteve mais presente no texto do meu poster? Se eu for criar outro poster de assunto e finalidade diferentes, será que eu usaria o mesmo tipo de estrutura? Quanto tempo eu e meu grupo demoramos para elaborar o poster considerando todas as fases? Etc. PARTE 2 Convide os alunos a observarem posters diversos ao redor (nas ruas, online, nos estabelecimentos comerciais, na escola, etc). Eles deverão observar o tipo de texto, o layout, o tipo de informação, o tipo de linguagem, se trazem informações não –textuais, etc. Os alunos deverão trabalhar em grupo e conversar entre eles o que é importante um poster sobre “lavar as mãos” tenha. Eles deverão considerar o levantamento feito acima (item 1). O grupo deverá criar seu primeiro modelo de poster. Todos os componentes do grupo deverão ler e fazer suas revisões. Seria muito interessante que os grupos trocassem entre eles seus textos. Após as revisões entre os colegas e a escrita final, o grupo deverá colocar seu poster em lugar de destaque na escola, talvez no quadro de avisos. Se necessário, conversar com a coordenação sobre o projeto.
It is important to wash the hands regularly! Wet your hands Apply  soap Rub  Rinse Dry  O professor pode mostrar modelos de posters de outros assuntos
Sugestão de Atividade 2: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Mensagem de resposta online (reply de um site de relacionamento) Foco Gramatical: Simple Present; Verb to be; Present Continuous. Foco Lexical: Informações pessoais. Possibilidade transversal: Diversidade cultural Possibilidade Interdisciplinar: Geografia. Enfoque de discussão: O meio virtual e o mundo globalizado permitiram o acesso a diversas culturas e possibilitam a todos um maior conhecimento de mundo. A interação entre os povos de países de culturas diferentes pode acontecer de forma muito prática e instantânea nos dias atuais. É importante estar atento para os perigos do mundo virtual e para os ambientes de chatrooms.
 
Sugestão de Atividade 3: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Scrapbook – pode se dar início a um scrapbook ou somente desenvolver uma scrapbook page, Foco Gramatical: Verb to be; Se a turma já tiver sido exposta a outros conteúdos, outras estruturas gramaticais podem ser exploradas. Foco Lexical: Informações pessoais ; profissões. Possibilidade transversal: Valorização da família; respeito a diferentes tipos e formação de família dos dias atuais. Possibilidade Interdisciplinar: Artes. Enfoque de discussão: Atualmente, os pais passam muito tempo de suas vidas no trabalho para garantir o sustento da família. O que e como os filhos “vêem” a ausência dos pais durante o dia? Os adolescentes tornam-se mais autônomos e responsáveis em função desta situação?
 
 
 
 
 
 
 
 
Outras sugestões de escrita: Blog posts; Diário; E-mail; Text Message (SMS); Preenchimento de formulário; Instruções (para fazer algo); Listas de coisas a fazer; Bilhete para família; Horário da escola (das aulas/matérias); Lista de compras de casa (supermercado); Cartão postal; Cartão de aniversário; Carta informal; Carta formal; Etc, etc, etc...
 
MACMILLAN  and I thank you! What we offer makes the difference! [email_address] 31 9128 5288

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vanessa 4 a
Vanessa 4 aVanessa 4 a
Vanessa 4 a
Vanessa Miranda
 
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
Cristiane Trindade
 
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
ProfRubens1
 
Leitura e produção de textos
Leitura e produção de textosLeitura e produção de textos
Leitura e produção de textos
mayracantarella
 
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
Adriana Takamori
 
Atividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencialAtividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencial
LOCIMAR MASSALAI
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
Ewerton Gindri
 
"Pedagogia dos Multiletramentos"
"Pedagogia dos Multiletramentos""Pedagogia dos Multiletramentos"
"Pedagogia dos Multiletramentos"
Denise Oliveira
 
Plano de aula / Produção de textos: reportagem
Plano de aula / Produção de textos: reportagemPlano de aula / Produção de textos: reportagem
Plano de aula / Produção de textos: reportagem
Néia Capitu
 
Oficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos iiOficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos ii
Lorena Vanesa Duthil
 
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e GustavoMetodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
Vanessa Miranda
 
Proposta curricular 2016 1º ano
Proposta curricular 2016   1º anoProposta curricular 2016   1º ano
Proposta curricular 2016 1º ano
Marcia Susana
 
Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2
Aprender com prazer
 
Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1
Bete Feliciano
 
Resenha Hévila e Priscila - 4A
Resenha Hévila e Priscila - 4AResenha Hévila e Priscila - 4A
Resenha Hévila e Priscila - 4A
priscilacarvalho23
 
Texto oral com destino escrito
Texto oral com destino escritoTexto oral com destino escrito
Texto oral com destino escrito
Denise Oliveira
 
PROJETO PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
PROJETO  PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIASPROJETO  PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
PROJETO PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
elianegeraldo
 
Produção de Texto
Produção de Texto Produção de Texto

Mais procurados (18)

Vanessa 4 a
Vanessa 4 aVanessa 4 a
Vanessa 4 a
 
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
Línguas estrangeiras: O ensino em um contexto cultural - Vera Lucia Harabagi ...
 
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola6 lerner, delia. ler e escrever na escola
6 lerner, delia. ler e escrever na escola
 
Leitura e produção de textos
Leitura e produção de textosLeitura e produção de textos
Leitura e produção de textos
 
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
Trabalho de Metodologia do ensino de Língua Inglesa - Adriana Yuri Takamori S...
 
Atividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencialAtividade avaliativa de encontro presencial
Atividade avaliativa de encontro presencial
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
"Pedagogia dos Multiletramentos"
"Pedagogia dos Multiletramentos""Pedagogia dos Multiletramentos"
"Pedagogia dos Multiletramentos"
 
Plano de aula / Produção de textos: reportagem
Plano de aula / Produção de textos: reportagemPlano de aula / Produção de textos: reportagem
Plano de aula / Produção de textos: reportagem
 
Oficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos iiOficinas de produção de textos ii
Oficinas de produção de textos ii
 
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e GustavoMetodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
Metodologia do Ensino de Lingua Inglesa Vanessa e Gustavo
 
Proposta curricular 2016 1º ano
Proposta curricular 2016   1º anoProposta curricular 2016   1º ano
Proposta curricular 2016 1º ano
 
Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2Generos textuais ano 2
Generos textuais ano 2
 
Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1
 
Resenha Hévila e Priscila - 4A
Resenha Hévila e Priscila - 4AResenha Hévila e Priscila - 4A
Resenha Hévila e Priscila - 4A
 
Texto oral com destino escrito
Texto oral com destino escritoTexto oral com destino escrito
Texto oral com destino escrito
 
PROJETO PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
PROJETO  PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIASPROJETO  PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
PROJETO PUBLICIDADE LITERÁRIA - LENDO E ANUNCIANDO BOAS HISTÓRIAS
 
Produção de Texto
Produção de Texto Produção de Texto
Produção de Texto
 

Semelhante a Prime - Escrita

L livro maria josé
L livro  maria joséL livro  maria josé
L livro maria josé
Cristiane Trindade
 
Valesca Irala Seminário boas práticas digitais 2012
Valesca Irala  Seminário boas práticas digitais 2012Valesca Irala  Seminário boas práticas digitais 2012
Valesca Irala Seminário boas práticas digitais 2012
José Antonio Klaes Roig
 
Tp4
Tp4Tp4
Tp4
cleia
 
Unidade 5 parte 1
Unidade 5    parte 1Unidade 5    parte 1
Unidade 5 parte 1
Lais Renata
 
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori SeichiMetodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
Adriana Takamori
 
Projeto "Atreve-te"
Projeto "Atreve-te"Projeto "Atreve-te"
Projeto "Atreve-te"
bibdjosei2006
 
Apresentacaodoprojeto patricia fonseca
Apresentacaodoprojeto patricia fonsecaApresentacaodoprojeto patricia fonseca
Apresentacaodoprojeto patricia fonseca
Escola Municipal Padre José Valentim
 
Workshop I
Workshop IWorkshop I
Workshop I
Bruna Moreno
 
Mergulhados no Mundo da Comunicação
Mergulhados no Mundo da ComunicaçãoMergulhados no Mundo da Comunicação
Mergulhados no Mundo da Comunicação
Karoliny Borges
 
Slides leitura
Slides leituraSlides leitura
Slides leitura
proletramentoalfa
 
Sobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
Sobradinho - Fátima Regina da Silva BandeiraSobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
Sobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
CursoTICs
 
Projeto Família: Relações,valores e vida
Projeto Família: Relações,valores e vidaProjeto Família: Relações,valores e vida
Projeto Família: Relações,valores e vida
Escola Municipal Padre José Valentim
 
Pacto lp 4º encontro
Pacto lp   4º encontroPacto lp   4º encontro
Pacto lp 4º encontro
Aprender com prazer
 
Promoção da leitura
Promoção da leituraPromoção da leitura
Promoção da leitura
Isabel Mendinhos
 
1º slide produção oral com destino escrito
1º slide produção oral com destino escrito1º slide produção oral com destino escrito
1º slide produção oral com destino escrito
Taty Nunes da Rocha
 
Trilha de leitura e produção textual MEMES
Trilha de leitura e produção textual MEMESTrilha de leitura e produção textual MEMES
Trilha de leitura e produção textual MEMES
Denise Oliveira
 
Caderno memorias-literarias
Caderno memorias-literariasCaderno memorias-literarias
Caderno memorias-literarias
Maria Silva
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
Ananda Lima
 
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de AraújoProjeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
mcaraujo08
 
Jornal
JornalJornal

Semelhante a Prime - Escrita (20)

L livro maria josé
L livro  maria joséL livro  maria josé
L livro maria josé
 
Valesca Irala Seminário boas práticas digitais 2012
Valesca Irala  Seminário boas práticas digitais 2012Valesca Irala  Seminário boas práticas digitais 2012
Valesca Irala Seminário boas práticas digitais 2012
 
Tp4
Tp4Tp4
Tp4
 
Unidade 5 parte 1
Unidade 5    parte 1Unidade 5    parte 1
Unidade 5 parte 1
 
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori SeichiMetodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
Metodologia do ensino de lingua inglesa avaliação - Adriana Yuri Takamori Seichi
 
Projeto "Atreve-te"
Projeto "Atreve-te"Projeto "Atreve-te"
Projeto "Atreve-te"
 
Apresentacaodoprojeto patricia fonseca
Apresentacaodoprojeto patricia fonsecaApresentacaodoprojeto patricia fonseca
Apresentacaodoprojeto patricia fonseca
 
Workshop I
Workshop IWorkshop I
Workshop I
 
Mergulhados no Mundo da Comunicação
Mergulhados no Mundo da ComunicaçãoMergulhados no Mundo da Comunicação
Mergulhados no Mundo da Comunicação
 
Slides leitura
Slides leituraSlides leitura
Slides leitura
 
Sobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
Sobradinho - Fátima Regina da Silva BandeiraSobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
Sobradinho - Fátima Regina da Silva Bandeira
 
Projeto Família: Relações,valores e vida
Projeto Família: Relações,valores e vidaProjeto Família: Relações,valores e vida
Projeto Família: Relações,valores e vida
 
Pacto lp 4º encontro
Pacto lp   4º encontroPacto lp   4º encontro
Pacto lp 4º encontro
 
Promoção da leitura
Promoção da leituraPromoção da leitura
Promoção da leitura
 
1º slide produção oral com destino escrito
1º slide produção oral com destino escrito1º slide produção oral com destino escrito
1º slide produção oral com destino escrito
 
Trilha de leitura e produção textual MEMES
Trilha de leitura e produção textual MEMESTrilha de leitura e produção textual MEMES
Trilha de leitura e produção textual MEMES
 
Caderno memorias-literarias
Caderno memorias-literariasCaderno memorias-literarias
Caderno memorias-literarias
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de AraújoProjeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
Projeto FALE - EEFM Mª Conceição de Araújo
 
Jornal
JornalJornal
Jornal
 

Mais de FALE - UFMG

High up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLDHigh up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
FALE - UFMG
 
Multimodality
MultimodalityMultimodality
Multimodality
FALE - UFMG
 
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes diasFormação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
FALE - UFMG
 
Portal for the English Teacher - Recife 2013 f
Portal for the English Teacher - Recife 2013 fPortal for the English Teacher - Recife 2013 f
Portal for the English Teacher - Recife 2013 f
FALE - UFMG
 
Poster ivclafpl portal
Poster ivclafpl portalPoster ivclafpl portal
Poster ivclafpl portal
FALE - UFMG
 
Setofslides images
Setofslides imagesSetofslides images
Setofslides images
FALE - UFMG
 
Ecards
EcardsEcards
Ecards
FALE - UFMG
 
Cap2 bull-anstey
Cap2 bull-ansteyCap2 bull-anstey
Cap2 bull-anstey
FALE - UFMG
 
Writing the visual
 Writing the visual Writing the visual
Writing the visual
FALE - UFMG
 
Landscape for learning
Landscape for learningLandscape for learning
Landscape for learning
FALE - UFMG
 
TPR - Silent Way
TPR - Silent WayTPR - Silent Way
TPR - Silent Way
FALE - UFMG
 
Nivia aniele
Nivia anieleNivia aniele
Nivia aniele
FALE - UFMG
 
Ficha multiliteracies
Ficha multiliteraciesFicha multiliteracies
Ficha multiliteracies
FALE - UFMG
 
Chap4 gomes-erika
Chap4 gomes-erikaChap4 gomes-erika
Chap4 gomes-erika
FALE - UFMG
 
Friday april20 f
Friday april20 fFriday april20 f
Friday april20 f
FALE - UFMG
 
Kress thiago
Kress thiagoKress thiago
Kress thiago
FALE - UFMG
 
Kress erika
Kress erikaKress erika
Kress erika
FALE - UFMG
 
Bakhtin erika
Bakhtin erikaBakhtin erika
Bakhtin erika
FALE - UFMG
 
Bakhtin simone
Bakhtin simoneBakhtin simone
Bakhtin simone
FALE - UFMG
 

Mais de FALE - UFMG (20)

High up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLDHigh up: inglês para o ensino médio. PNLD
High up: inglês para o ensino médio. PNLD
 
Multimodality
MultimodalityMultimodality
Multimodality
 
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes diasFormação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
Formação do professor de inglês -Clipi - reinildes dias
 
Portal for the English Teacher - Recife 2013 f
Portal for the English Teacher - Recife 2013 fPortal for the English Teacher - Recife 2013 f
Portal for the English Teacher - Recife 2013 f
 
Poster ivclafpl portal
Poster ivclafpl portalPoster ivclafpl portal
Poster ivclafpl portal
 
Setofslides images
Setofslides imagesSetofslides images
Setofslides images
 
Ecards
EcardsEcards
Ecards
 
Cap2 bull-anstey
Cap2 bull-ansteyCap2 bull-anstey
Cap2 bull-anstey
 
Writing the visual
 Writing the visual Writing the visual
Writing the visual
 
Web2
Web2Web2
Web2
 
Landscape for learning
Landscape for learningLandscape for learning
Landscape for learning
 
TPR - Silent Way
TPR - Silent WayTPR - Silent Way
TPR - Silent Way
 
Nivia aniele
Nivia anieleNivia aniele
Nivia aniele
 
Ficha multiliteracies
Ficha multiliteraciesFicha multiliteracies
Ficha multiliteracies
 
Chap4 gomes-erika
Chap4 gomes-erikaChap4 gomes-erika
Chap4 gomes-erika
 
Friday april20 f
Friday april20 fFriday april20 f
Friday april20 f
 
Kress thiago
Kress thiagoKress thiago
Kress thiago
 
Kress erika
Kress erikaKress erika
Kress erika
 
Bakhtin erika
Bakhtin erikaBakhtin erika
Bakhtin erika
 
Bakhtin simone
Bakhtin simoneBakhtin simone
Bakhtin simone
 

Último

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 

Prime - Escrita

  • 1. A PRODUÇÃO TEXTUAL parte importante do aprendizado de uma língua estrangeira moderna.
  • 2. FATO : Em se tratando de ensino e aprendizagem de LEM, sabemos da importância do trabalho com as quatro habilidades de forma integrada e equilibrada, ou seja, não podemos, ou pelo menos, não deveríamos privilegiar uma ou outra habilidade. PRÁTICA : Entretanto, em nosso dia-a-dia, acabamos por favorecer em nossas aulas a leitura , integrando o trabalho com vocabulário e gramática . Às vezes, trabalhamos a compreensão oral com uma música ou algum áudio que conseguimos. Vez ou outra, fazemos uma atividade que favoreça a interação dando oportunidade a fala ... Mas e a produção textual?
  • 3. POR QU Ê ?
  • 4. “ Os alunos não ‘dão conta’ de produzir escrita por conhecimento insuficiente da língua” ATIVIDADES SIMPLES E MODELIZADAS. “ Os alunos não escrevem nem mesmo na língua portuguesa, portanto sentiriam muito mais dificuldade de escrever na LEM” ATIVIDADES COM PROPÓSITOS COMUNICATIVOS CLAROS “ Os alunos não se sentem motivados a escreverem e nunca produziriam um texto na LEM” PROPOSTAS DEVEM IR AO ENCONTRO DO INTERESSE DOS ALUNOS E DEVEM LHES PARECER POSSÍVEIS DE SEREM REALIZADAS O professor já tem inúmeras provas a serem corrigidas, ainda vai ter de se comprometer a levar para casa mais papéis e corrigir mais conteúdo? PROFESSOR NÃO LEVA NADA PARA CASA PARA CORRIGIR!
  • 5. Exemplos dentro desta perspectiva: A produção de textos em sala de aula deve refletir usos reais da língua estrangeira nas práticas comunicativas do dia-a-dia e incorporar propósitos comunicativos específicos às situações de interação. Guias turísticos, folders, brochuras; Bilhetes, cartas formais e informais, e-mails; Entrevistas; Biografias; Listas de compras, de coisas para fazer; Cartazes; Artigos; Etc.
  • 6. Ao construir significados para atingir objetivos comunicativos por meio da língua estrangeira, o produtor de texto faz uso de cinco tipos de conhecimento :
  • 7. Seu leitor-alvo As situações sociais de comunicação a que se destina o seu produto. Enciclopédico Textual Linguistico Sociolinguistico Estratégico tendo sempre em perspectiva: Ao escrever, o produtor do texto faz uso dos cinco conhecimentos: 3. As condições de produção : que ancoram as decisões do produtor de texto para que seu produto final atenda os objetivos e atenda a função comunicativa básica. E quais são as condições de produção ? Quem escreve Sobre o que escreve Para quem escreve Para que escreve Quando escreve Onde escreve De que forma escreve
  • 8. A Escrita como Processo Interativo
  • 10. Quem escreve Sobre o que escreve Para quem escreve Para que escreve Quando escreve De que forma escreve ...ter sempre em mente: ...trabalhar as seguintes etapas: O produtor do texto deve... 1 2 Sendo o seu aluno o PRODUTOR DO TEXTO, converse com ele sobre estes aspectos (1) e e stas etapas (2). Isso tudo o ajudará a escrever melhor e a ser mais autônomo em sua produção escrita. Levantamento de idéias Planejamento textual Escrita  revisões  processo colaborativo Socialização do texto (publicação) Reflexão sobre o processo
  • 11. Promove a colaboração entre pares, focando atenção especial ao caráter recursivo (não linear) da produção textual; Trabalha a importância do feedback fornecido nas interações entre os participantes envolvidos (aluno, professor, pais, amigos, colegas, etc.); É pensada como uma atividade social dependente não só dos contextos sociais, onde é produzida e para os quais se dirige, mas também da colaboração entre pares. A abordagem da escrita como processo:
  • 12. geração de idéias (brainstorming); reconhecimento pela leitura da organização textual do mesmo gênero que será produzido; planejamento; múltiplos rascunhos, reescritas, edição final, sempre com o suporte de opções diferentes de feedback fornecido pelos colegas, amigos e professor. Ganham importância os estágios do processo cíclico de produção textual:
  • 13. “ É importante que o aluno incorpore a noção de que escrever é interagir – por meio do texto – com um interlocutor ausente que constrói sentido com base em seus objetivos e conhecimento anterior, fazendo uso das pistas verbais e não-verbais sinalizadas por quem escreve. É essencial ainda que o aluno seja incentivado a escrever textos que atendam a funções comunicativas variadas em gêneros diferentes, de modo a perceber a produção textual como uma prática social de interlocução comum do dia-a-dia, distanciando-se da noção de produzir textos simplesmente para cumprir uma tarefa escolar. Devem ser priorizados os gêneros que já fazem parte do cotidiano do aluno pelas práticas de leitura e produção de textos em língua materna, e aqueles que ele é chamado a realizar pela escrita por meio da língua estrangeira”. Reinildes Dias
  • 15. Sugestão de Atividade 1: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Poster que poderá ser escrita em tópicos (lista) Foco Gramatical: Imperativo; Verbos – wet, apply soap, lather, scrub, rinse, turn off, dry. Foco Lexical: Part of the body – hand (finger, nail, top of hands) Possibilidade transversal: Saúde Possibilidade Interdisciplinar: Ciências; Biologia. Enfoque de discussão: Mais que nunca, lavar as mãos é importante para evitar a contaminação e a transmissão de doenças. Deve-se lavar as mãos regularmente e, principalmente, após tossir, espirrar e frequentar lugares públicos.
  • 16. dry – rinse – wet – rub – apply soap 1 st ______________ 2 nd _____________ 3 rd _____________ 4 th _____________ 5 th _____________ Mostre aos alunos fotos de pessoas lavando as mãos. A ação parece corriqueira, mas peça-os para pensar no processo e para listar os passos. O momento pode ser propício para que eles reflitam se lavam as mãos corretamente. Divida a turma em pequenos grupos. Cada grupo deverá colocar estes verbos na ordem correta. Quem listar primeiro os verbos, ganha a competição. PARTE 1
  • 17. Para finalizar faz-se relevante que o aluno reflita sobre o processo da escrita. Proponha algumas questões: q uais recursos foram usados? Por quê? Para que? Que tipo de estrutura gramatical esteve mais presente no texto do meu poster? Se eu for criar outro poster de assunto e finalidade diferentes, será que eu usaria o mesmo tipo de estrutura? Quanto tempo eu e meu grupo demoramos para elaborar o poster considerando todas as fases? Etc. PARTE 2 Convide os alunos a observarem posters diversos ao redor (nas ruas, online, nos estabelecimentos comerciais, na escola, etc). Eles deverão observar o tipo de texto, o layout, o tipo de informação, o tipo de linguagem, se trazem informações não –textuais, etc. Os alunos deverão trabalhar em grupo e conversar entre eles o que é importante um poster sobre “lavar as mãos” tenha. Eles deverão considerar o levantamento feito acima (item 1). O grupo deverá criar seu primeiro modelo de poster. Todos os componentes do grupo deverão ler e fazer suas revisões. Seria muito interessante que os grupos trocassem entre eles seus textos. Após as revisões entre os colegas e a escrita final, o grupo deverá colocar seu poster em lugar de destaque na escola, talvez no quadro de avisos. Se necessário, conversar com a coordenação sobre o projeto.
  • 18. It is important to wash the hands regularly! Wet your hands Apply soap Rub Rinse Dry O professor pode mostrar modelos de posters de outros assuntos
  • 19. Sugestão de Atividade 2: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Mensagem de resposta online (reply de um site de relacionamento) Foco Gramatical: Simple Present; Verb to be; Present Continuous. Foco Lexical: Informações pessoais. Possibilidade transversal: Diversidade cultural Possibilidade Interdisciplinar: Geografia. Enfoque de discussão: O meio virtual e o mundo globalizado permitiram o acesso a diversas culturas e possibilitam a todos um maior conhecimento de mundo. A interação entre os povos de países de culturas diferentes pode acontecer de forma muito prática e instantânea nos dias atuais. É importante estar atento para os perigos do mundo virtual e para os ambientes de chatrooms.
  • 20.  
  • 21. Sugestão de Atividade 3: Produção Textual Gênero do texto a produzir: Scrapbook – pode se dar início a um scrapbook ou somente desenvolver uma scrapbook page, Foco Gramatical: Verb to be; Se a turma já tiver sido exposta a outros conteúdos, outras estruturas gramaticais podem ser exploradas. Foco Lexical: Informações pessoais ; profissões. Possibilidade transversal: Valorização da família; respeito a diferentes tipos e formação de família dos dias atuais. Possibilidade Interdisciplinar: Artes. Enfoque de discussão: Atualmente, os pais passam muito tempo de suas vidas no trabalho para garantir o sustento da família. O que e como os filhos “vêem” a ausência dos pais durante o dia? Os adolescentes tornam-se mais autônomos e responsáveis em função desta situação?
  • 22.  
  • 23.  
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27.  
  • 28.  
  • 29.  
  • 30. Outras sugestões de escrita: Blog posts; Diário; E-mail; Text Message (SMS); Preenchimento de formulário; Instruções (para fazer algo); Listas de coisas a fazer; Bilhete para família; Horário da escola (das aulas/matérias); Lista de compras de casa (supermercado); Cartão postal; Cartão de aniversário; Carta informal; Carta formal; Etc, etc, etc...
  • 31.  
  • 32. MACMILLAN and I thank you! What we offer makes the difference! [email_address] 31 9128 5288

Notas do Editor

  1.   http://health.state.mn.us/handhygiene/why/5ways.html http://health.state.mn.us/handhygiene/why/whenwash.html http://health.state.mn.us/handhygiene/why/when.html Sites onde são encontrados outros modelos de posters.
  2. Importante ressaltar que todas as atividades devem se manter simples e que devem ser orientadas no sentido de serem destinadas a alguém, por exemplo. A lista de compra de supermercado pode ser feita junto com a mãe e pode ser efetivamente a que ela vai fazer. A to do list deve ser a que ele deverá fazer para si mesmo. Aqui o professor pode até mesmo desenvolver no aluno a importância de ser organizado, de listar as tarefas da escola e outras que ele tenha em seu dia-a-dia. Organização pessoal é atualmente considerada qualidade de vida. O email pode ser escrito entre os colegas. Certamente, eles devem ter atividades ou para casa que queiram lembrar uns aos outros. O professor pode encorajar os alunos a organizar suas idéias no sentido de escreve algo para o colega para informar de alguma coisa importante – um trabalho, um feriado escolar, uma nota ou até mesmo alguma coisa pessoal que queiram dividir com o amigo. Um atividade muito interessante pode ser escrever um email para Ronaldo, o fenomemo. Ele tem um site oficial internacional ronaldo.com. O aluno entra no link “contact” e escreve para o jogador. Diz que é da escola pública “x”, que está praticando o inglês. O aluno pode escrever informações pessoais e fazer uma pergunta para o Ronaldo e ver o que dá, se chega uma resposta, etc. O email de Ronaldo é ronaldo@fobazo.com .