SlideShare uma empresa Scribd logo
Introdução


                   Nossos sentidos se desenvolvem durante toda a vida, mas é no primeiro ano que tudo começa.
Aliado às conquistas do sistema locomotor o bebê desenvolve sua percepção de mundo por intermédio do que vê, ouve, prova, cheira e
                                                              sente.
Desta forma, proporcionar a ele o contato com diferentes sensações é ampliar a sua consciência de si próprio e do mundo que o rodeia.




                                                               Ouvir
                                                             O silêncio
                                                                ver
                                                         O que não é visível

                                                                Sentir
                                                   O cheiro por traz de cada gesto
                                                    O gosto do que não se come
                                                              O toque
                                                        Dos que estão longe
                                                     E dos que estão bem perto

                                                               Sentir
                                                               Enfim!
                                                   A explosão de todos os sentidos
                                                           Transformando
                                                            Um em cinco
                                                            Cinco em um

                                                               Uno
                                                             Consigo
                                                           Com o próximo
                                                               Vivo!

                                                        (Marina Lima Tomaz)
TATO: Pondo a mão na massa...
                                                                           Atividade com massinha caseira




As crianças viram toda a preparação, tocaram nos ingredientes e manusearam a massinha. A princípio demonstraram um pouco de
receio em tocar mas depois adquiriram confiança e exploraram bem a atividade inclusive levando-a à boca diversas vezes. Nas outras
oportunidades que tivemos de repetir a massinha, já cientes do que era e para que servia, todos, sem exceção, divertiram se muito
explorando-a bem mais com as mãos e não com a boca.
TATO: Porque se sujar faz bem...
Atividade com meleca de farinha de trigo




                     As crianças pequenas têm necessidade de agir e aprender sobre o que as rodeia, para
                                  tanto, eles utilizam olhos, nariz, ouvidos, boca, mãos e pés…

                       Com nossa turminha não foi diferente: observaram, puxaram, esmagaram entre os
                                 dedos, cheiraram, levaram à boca e lambuzaram-se muito.
TATO: ih...grudou
Atividade com meleca de sagu




                               Todos ficaram encantados com as bolinhas brancas que, conforme
                               eram misturadas, iam ganhando cor e grudando nas mãos, braços,
                               rosto e roupa.
TATO: Borboletinha, tá na cozinha, fazendo polenta......
                                                  Atividade com meleca de fubá




                                                                                                  As crianças primeiramente exploraram o fubá seco tocando com
                                                                                                  as mãos e espalhando por todos os lados. Em um segundo
                                                                                                  momento oferecemos panelinhas com água dentro para que
                                                                                                  pudessem misturar, ver a transformação e sentir a nova textura.

                                                                                                  Todos, inclusive aqueles mais resistentes a atividades que
                                                                                                  sujam as mãos, adoraram a atividade. Mexiam, esvaziavam a
                                                                                                  panelinha, pegavam com as mãos e enchiam novamente e,
                                                                                                  como não poderia deixar de acontecer, de vez em quando
                                                                                                  levavam á boca para dar aquela provadinha.




“Quanto menores forem as crianças, mais suas representações e noções sobre o mundo estão associadas diretamente aos objetos
                              concretos da realidade conhecida, observada, sentida e vivenciada”

                                  Referencial curricular nacional da educação infantil. p. 169
TATO: O que é, o que é: molenga, gelada e gostosa......
                                                       Atividade com gelatina




A gelatina nos permitiu trabalhar, através do tato, as sensações de textura, temperatura e como recompensa ainda pudemos explorar o
paladar. Até mesmo aquele que resistia a este tipo de atividade, rendeu-se aos seus encantos,

Quer atividade mais gostosa do que esta?
TATO: Ploc, ploc, ploc......
                         Explorando o plástico bolha




Para melhor conhecer a criança é preciso aprender a vê-la. Observá-la enquanto brinca: o
brilho dos olhos, a mudança de expressão do rosto, a movimentação do corpo. Estar
atento à maneira como desenha o seu espaço, aprender a ler a maneira como escreve
sua história. (MOREIRA apud MORAES DIAS, 2003, p. 237)




                              O plástico bolha, pela sua textura e barulho que produz, chama muito a atenção das crianças. Basta
                              colocá-lo no chão que a diversão é garantida. E assim, brincando, explorando, matando a curiosidade, a
                              aprendizagem ocorre naturalmente.
TATO: Oba! Vamos explorar...
    Caderno de Sensações: Diversas texturas




"É pela experimentação que a criança se depara com as novidades do espaço,
sente cheiros e percebe texturas, tamanhos e formas” ( Ana Paula Yasbek)




                        Este caderno é composto de fichas com diversas texturas (isopor, espuma, lixa, madeira, pelúcia,
                        etc.). Por serem removíveis, nos permitem afixar na parede, espalhar pelo chão ou entregar
                        diretamente nas mãos das crianças para que possam interagir com elas.
TATO: O que será que tem aí?...
                Caixa Surpresa: Água morna e gelo




"Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca,
                 não aprendo nem ensino". (Paulo Freire)




                         Atividades com caixa surpresa são uma excelente estratégia porque estimulam a curiosidade das crianças.

                         A caixa com um pote de água morna dentro foi colocada no centro da roda e não demorou muito até que eles
                         descobrissem que existia uma abertura por onde poderiam colocar a mão.

                         As reações foram as mais diversas: uns mantinham a mão na água e sorriam, outros tiravam rápido
                         sacudindo, outros levavam a mão à boca. Nenhum demonstrou desconforto ou susto afinal a água morna é
                         um elemento já conhecido do cotidiano de todos.

                         Repetimos a atividade, desta vez com um pote de gelo dentro. Após as caretas provocadas pelo
                         estranhamento do primeiro toque eles se divertiram tentando segurar o gelo que escorregava das mãos,
                         encostando o na pele e levando à boca.

                         E assim, de uma maneira prazeirosa, trabalhamos as sensações de quente e frio.
OLFATO: Hum! Que cheirinho bom...
                                Móbile com saquinhos cheirosos




“A grande independência que andar propicia na exploração do espaço é acompanhada
também por uma maior disponibilidade das mãos: a criança dessa idade é aquela que não
pára, mexe em tudo, explora, pesquisa. Ao mesmo tempo que explora, aprende
gradualmente a adequar seus gestos e movimentos às suas intenções e às demandas da
realidade.” (BRASIL, 1998, v.3, p. 22




                                             Os cheirinhos invadiram nossa sala neste semestre. No móbile tem saquinhos com
                                             erva-doce, canela, cravo, limão, essência de uva e orégano.

                                             As crianças interagem com ele com completa autonomia: cheiram, oferecem para o
                                             amiguinho cheirar e já elegeram o seu saquinho preferido procurando-o em meio
                                             aos outros.
VISÃO: Nossa! Ficou tudo colorido...
                                                                 Cabana de celofane




Brincar de esconde-esconde na cabana já faz parte de nossa rotina. Além de proporcionar diferentes percepções de cores e estimular a visão
ainda é um excelente estímulo à oralidade. Alguns aprenderam a pronunciar “cadê” e/ou “achou” durante a atividade.
VISÃO: Cadê a bolinha que estava aqui?
                                                                        Atividade com bolinha de sabão




                                                "...que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica, nem com balança, nem com
                                                barômetros, etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a
                                                coisa produza em nós" (Manoel de Barros)




Brincar de bolinha de sabão vai muito além da diversão. É uma excelente atividade para estimular a coordenação
entre a visão e o tato.

Os bebês ficam simplesmente fascinados com as bolinhas se formando, soltas no ar e desaparecendo como num
passe de mágica.
PALADAR: As aparências enganam...
                                         Atividade com açucar, sal e limão




                                             Experimentando o açúcar.




Com o objetivo de estimular o paladar, colocamos no centro da mesa uma bandeja contendo açúcar e esperamos a reação das crianças.
Eles tocaram com o dedinho, pegaram com as mãos e esparramaram pela mesa até que, ao levar à boca, descobriram o gosto doce e se
lambuzaram lambendo os dedos.

Limpamos a mesa e, sem que notassem, trocamos o açúcar pelo sal em uma bandeja idêntica. A fase de explorar antes foi simplesmente
abolida, todos já partiram para pegar e levar à boca. Conclusão: desapontamento total pelo sabor salgado que não estavam esperando.

Chegou então a vez do limão. Primeiro colocamos na mesa e rolamos para um deles, que rolou para o outro, e assim por diante. Após
alguns segundos de brincadeira um já pegava e levava à boca, outro cheirava e assim foram explorando até que partimos ao meio e
colocamos no centro da mesa. Como já era de se esperar, logo ele foi parar na boca o que provocou inúmeras caretas..
Reações ao provar o limão   Reações ao provar o sal
PALADAR: Aquele que vale por um bifinho...
                                                                                        Preparando “danoninho”




                                                                           "Aprendemos a Ler o Mundo antes mesmo de decifrar as Letras"
                                                                                                 (Paulo Freire)




Junto com o G1 fomos para o refeitório preparar esta delicia de receita.

Servida logo após a preparação é um excelente yogurte que levado à geladeira transforma-se em “danoninho” .

As crianças assistiram atentas e ansiosas a todo o preparo, experimentaram o leite condensado e provaram o yogurte
que após gelado foi servido de sobremesa no jantar.
AUDIÇÃO: Que som é esse?...
                                                                                    Atividades com música




A música é um excelente instrumento para desenvolver a audição, a fala e a expressão corporal e representa
uma fonte rica em estímulos, por isso está presente em vários momentos da nossa rotina: para iniciar o dia,
durante algumas atividades, na hora de relaxar para o sono, etc.

Além disso procuramos proporcionar para as crianças oportunidades de contato com diferentes objetos que
produzem sons para que elas os conheçam e saibam diferenciá-los.
PAINEL DAS SENSAÇÕES
                                          Pena que a casinha não é de chocolate...




Este painel nos permitiu trabalhar quatro dos cinco sentidos. O tato através do toque em diferentes texturas; a audição pelo barulho que o sapo faz
ao ser apertado e ao cantarmos para os seus personagens (cobra, aranha, sapo, avião, pintinho amarelinho, borboletinha); a visão pela diversidade
de cores, pelas luzes que acendem quando apertamos o avião e pelo espelho que tem ao abrirmos a porta da casinha; e o olfato pelo perfume das
flores (erva-doce, cravo, canela e essência de melancia).
Com os OLHOS vejo as cores

                                           Com a LÍNGUA sinto os sabores.

                                           Com minha PELE sinto o calor,

                                                  o frio e o cobertor.

                                           Com meu NARIZ sinto os odores

                                               e o perfume das flores.

                                      Com meus OUVIDOS escuto uma canção,

                                      a voz do meu irmão e o barulho do trovão.

                                                  Vou percebendo

                                                 Tudo acontecendo

                                             O mundo vou descobrindo,

                                              E a vida pra mim sorrindo.

                                                 (Solange Valadares)




        Todos adoram explorar o painel, já conhecem os personagens e possibilidades de interagir com eles.

                Assim encerramos o semestre, completamente satisfeitas com os resultados obtidos.

As crianças responderam muito bem a todos os nossos estímulos chegando inclusive a superar as nossas expectativas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hospital das letras
Hospital das letrasHospital das letras
Hospital das letras
isamota
 
Projeto animais
Projeto animaisProjeto animais
Projeto animais
Diana Pacheco Ananias
 
História das figuras geométricas
História das figuras geométricasHistória das figuras geométricas
História das figuras geométricas
carlasusanafontoura
 
Maria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outrasMaria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outras
Luana Maria Ferreira Fernandes
 
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Rhoanne Kate Gonçalves Correa
 
Minha família é colorida
Minha família é coloridaMinha família é colorida
Minha família é colorida
Thiara Araujo
 
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-tiHistoria adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
Andreia Lucas
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
Albertina Pereira
 
Eu e o meu pai
Eu e o meu paiEu e o meu pai
Eu e o meu pai
Patricia Carvalho
 
Livro Bichodário
Livro BichodárioLivro Bichodário
Livro Bichodário
Ivanilda Milfont
 
História um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangelHistória um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangel
Andreá Perez Leinat
 
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumondPlanejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Pedro e tina
Pedro e tinaPedro e tina
Pedro e tina
Blog da Criançada
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
janainasantosborba
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
Claudia Ramos
 
História do dia do pai
História do dia do paiHistória do dia do pai
História do dia do pai
Unidade Multideficiência De Eixo
 
O dia em que um monstro veio à escola
O dia em que um monstro veio à escolaO dia em que um monstro veio à escola
O dia em que um monstro veio à escola
Mafalda Souto
 
O livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdfO livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdf
MarisaMarisacrepaldi
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumes
maria leite
 
A bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio motaA bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio mota
Ministério da Educação
 

Mais procurados (20)

Hospital das letras
Hospital das letrasHospital das letras
Hospital das letras
 
Projeto animais
Projeto animaisProjeto animais
Projeto animais
 
História das figuras geométricas
História das figuras geométricasHistória das figuras geométricas
História das figuras geométricas
 
Maria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outrasMaria vai-com-as-outras
Maria vai-com-as-outras
 
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
Projeto animais da fazenda 2 anos 2014
 
Minha família é colorida
Minha família é coloridaMinha família é colorida
Minha família é colorida
 
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-tiHistoria adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
Historia adivinha-quanto-eu-gosto-de-ti
 
O nariz do palhaço
O nariz do palhaçoO nariz do palhaço
O nariz do palhaço
 
Eu e o meu pai
Eu e o meu paiEu e o meu pai
Eu e o meu pai
 
Livro Bichodário
Livro BichodárioLivro Bichodário
Livro Bichodário
 
História um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangelHistória um amor de confusão, de dulce rangel
História um amor de confusão, de dulce rangel
 
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumondPlanejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
Planejamento de junho meio ambiente simone helen drumond
 
Pedro e tina
Pedro e tinaPedro e tina
Pedro e tina
 
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação InfantilProjeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
Projeto Brinquedos e Brincadeiras na Educação Infantil
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 
História do dia do pai
História do dia do paiHistória do dia do pai
História do dia do pai
 
O dia em que um monstro veio à escola
O dia em que um monstro veio à escolaO dia em que um monstro veio à escola
O dia em que um monstro veio à escola
 
O livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdfO livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdf
 
O patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumesO patinho que não comia legumes
O patinho que não comia legumes
 
A bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio motaA bruxa castanha de antónio mota
A bruxa castanha de antónio mota
 

Destaque

A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
SimoneHelenDrumond
 
Portfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
Portfolio Virtual Mini-Grupo ManhãPortfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
Portfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
EscolaPedrita
 
A criança do berçario e maternal
A criança do berçario e maternalA criança do berçario e maternal
A criança do berçario e maternal
SimoneHelenDrumond
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
Carol Costa
 
Meu album do berçario simone helen drumond
Meu album do berçario simone helen drumondMeu album do berçario simone helen drumond
Meu album do berçario simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Apresentação Berçário II
Apresentação Berçário IIApresentação Berçário II
Apresentação Berçário II
danielabonetti
 
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumondBerçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
Aline Correia Pereira
 
Plano de aula medida de comprimento
Plano de aula medida de comprimentoPlano de aula medida de comprimento
Plano de aula medida de comprimento
ivanetesantos
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
SimoneHelenDrumond
 
Atividades de alfabetização com adivinhas-TM
Atividades  de  alfabetização  com adivinhas-TMAtividades  de  alfabetização  com adivinhas-TM
Atividades de alfabetização com adivinhas-TM
Graça Sousa
 
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen  drumondAtividades para o berçario e maternal por simone helen  drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (12)

A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 
Portfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
Portfolio Virtual Mini-Grupo ManhãPortfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
Portfolio Virtual Mini-Grupo Manhã
 
A criança do berçario e maternal
A criança do berçario e maternalA criança do berçario e maternal
A criança do berçario e maternal
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
 
Meu album do berçario simone helen drumond
Meu album do berçario simone helen drumondMeu album do berçario simone helen drumond
Meu album do berçario simone helen drumond
 
Apresentação Berçário II
Apresentação Berçário IIApresentação Berçário II
Apresentação Berçário II
 
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumondBerçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
Berçario e maternal atvidades 2 simone helen drumond
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
 
Plano de aula medida de comprimento
Plano de aula medida de comprimentoPlano de aula medida de comprimento
Plano de aula medida de comprimento
 
Modelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivoModelo de parecer descritivo
Modelo de parecer descritivo
 
Atividades de alfabetização com adivinhas-TM
Atividades  de  alfabetização  com adivinhas-TMAtividades  de  alfabetização  com adivinhas-TM
Atividades de alfabetização com adivinhas-TM
 
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen  drumondAtividades para o berçario e maternal por simone helen  drumond
Atividades para o berçario e maternal por simone helen drumond
 

Semelhante a Portfolio Sensações- 2012

Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
ceciliaconserva
 
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos FechadosDicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
UmBalalum
 
Portifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgtPortifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgt
EscolaPedrita
 
Atv3.4
Atv3.4Atv3.4
Atv3.4
lucianooxd
 
Os Sentidos
Os SentidosOs Sentidos
Os Sentidos
Jan Viana
 
Portfolio mg manhã
Portfolio mg manhãPortfolio mg manhã
Portfolio mg manhã
EscolaPedrita
 
Reflexão sobre o desenvolvimento infantil
Reflexão sobre o desenvolvimento infantilReflexão sobre o desenvolvimento infantil
Reflexão sobre o desenvolvimento infantil
orientacoesdidaticas
 
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
Isabela Maggot
 
Mg manha
Mg manhaMg manha
Mg manha
EscolaPedrita
 
Portifólio virtual mgm
Portifólio virtual mgmPortifólio virtual mgm
Portifólio virtual mgm
EscolaPedrita
 
Sentidos
SentidosSentidos
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensaçõesVamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vila Salete
 
Os cinco sentidos
Os cinco sentidosOs cinco sentidos
Os cinco sentidos
magomes06
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
Angela Alves Dos Santos
 
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdfAutismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
LucyFujisawa
 
Atividadeocorpo
AtividadeocorpoAtividadeocorpo
Atividadeocorpo
Carla Gonçalves
 
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
ljulianarosal
 
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
Escola de Biodanza Rio de Janeiro
 
Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1
saletebia
 
Portifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
Portifolio Virtual Mini-Grupo TardePortifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
Portifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
EscolaPedrita
 

Semelhante a Portfolio Sensações- 2012 (20)

Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
 
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos FechadosDicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
Dicas de Aprendizado Lúdico - De olhos Fechados
 
Portifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgtPortifólio virtual mgt
Portifólio virtual mgt
 
Atv3.4
Atv3.4Atv3.4
Atv3.4
 
Os Sentidos
Os SentidosOs Sentidos
Os Sentidos
 
Portfolio mg manhã
Portfolio mg manhãPortfolio mg manhã
Portfolio mg manhã
 
Reflexão sobre o desenvolvimento infantil
Reflexão sobre o desenvolvimento infantilReflexão sobre o desenvolvimento infantil
Reflexão sobre o desenvolvimento infantil
 
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
Reflexosobreodesenvolvimentoinfantil 120705060642-phpapp01
 
Mg manha
Mg manhaMg manha
Mg manha
 
Portifólio virtual mgm
Portifólio virtual mgmPortifólio virtual mgm
Portifólio virtual mgm
 
Sentidos
SentidosSentidos
Sentidos
 
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensaçõesVamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
Vamos tirar os calçados e experimentar novas sensações
 
Os cinco sentidos
Os cinco sentidosOs cinco sentidos
Os cinco sentidos
 
Projeto identidade
Projeto identidadeProjeto identidade
Projeto identidade
 
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdfAutismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
Autismo_em_Dia_-_Superguia_para_brincar_em_casa_com_Autistas.pdf
 
Atividadeocorpo
AtividadeocorpoAtividadeocorpo
Atividadeocorpo
 
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
Beatriz Miguez - Ensaio Piá 2014
 
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
(Des)cobrindo o lúdico - Por Andrea Zattar
 
Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1Pensando o dia a-dia numa creche-1
Pensando o dia a-dia numa creche-1
 
Portifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
Portifolio Virtual Mini-Grupo TardePortifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
Portifolio Virtual Mini-Grupo Tarde
 

Último

TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 

Último (20)

TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 

Portfolio Sensações- 2012

  • 1. Introdução Nossos sentidos se desenvolvem durante toda a vida, mas é no primeiro ano que tudo começa. Aliado às conquistas do sistema locomotor o bebê desenvolve sua percepção de mundo por intermédio do que vê, ouve, prova, cheira e sente. Desta forma, proporcionar a ele o contato com diferentes sensações é ampliar a sua consciência de si próprio e do mundo que o rodeia. Ouvir O silêncio ver O que não é visível Sentir O cheiro por traz de cada gesto O gosto do que não se come O toque Dos que estão longe E dos que estão bem perto Sentir Enfim! A explosão de todos os sentidos Transformando Um em cinco Cinco em um Uno Consigo Com o próximo Vivo! (Marina Lima Tomaz)
  • 2. TATO: Pondo a mão na massa... Atividade com massinha caseira As crianças viram toda a preparação, tocaram nos ingredientes e manusearam a massinha. A princípio demonstraram um pouco de receio em tocar mas depois adquiriram confiança e exploraram bem a atividade inclusive levando-a à boca diversas vezes. Nas outras oportunidades que tivemos de repetir a massinha, já cientes do que era e para que servia, todos, sem exceção, divertiram se muito explorando-a bem mais com as mãos e não com a boca.
  • 3.
  • 4. TATO: Porque se sujar faz bem... Atividade com meleca de farinha de trigo As crianças pequenas têm necessidade de agir e aprender sobre o que as rodeia, para tanto, eles utilizam olhos, nariz, ouvidos, boca, mãos e pés… Com nossa turminha não foi diferente: observaram, puxaram, esmagaram entre os dedos, cheiraram, levaram à boca e lambuzaram-se muito.
  • 5. TATO: ih...grudou Atividade com meleca de sagu Todos ficaram encantados com as bolinhas brancas que, conforme eram misturadas, iam ganhando cor e grudando nas mãos, braços, rosto e roupa.
  • 6. TATO: Borboletinha, tá na cozinha, fazendo polenta...... Atividade com meleca de fubá As crianças primeiramente exploraram o fubá seco tocando com as mãos e espalhando por todos os lados. Em um segundo momento oferecemos panelinhas com água dentro para que pudessem misturar, ver a transformação e sentir a nova textura. Todos, inclusive aqueles mais resistentes a atividades que sujam as mãos, adoraram a atividade. Mexiam, esvaziavam a panelinha, pegavam com as mãos e enchiam novamente e, como não poderia deixar de acontecer, de vez em quando levavam á boca para dar aquela provadinha. “Quanto menores forem as crianças, mais suas representações e noções sobre o mundo estão associadas diretamente aos objetos concretos da realidade conhecida, observada, sentida e vivenciada” Referencial curricular nacional da educação infantil. p. 169
  • 7. TATO: O que é, o que é: molenga, gelada e gostosa...... Atividade com gelatina A gelatina nos permitiu trabalhar, através do tato, as sensações de textura, temperatura e como recompensa ainda pudemos explorar o paladar. Até mesmo aquele que resistia a este tipo de atividade, rendeu-se aos seus encantos, Quer atividade mais gostosa do que esta?
  • 8. TATO: Ploc, ploc, ploc...... Explorando o plástico bolha Para melhor conhecer a criança é preciso aprender a vê-la. Observá-la enquanto brinca: o brilho dos olhos, a mudança de expressão do rosto, a movimentação do corpo. Estar atento à maneira como desenha o seu espaço, aprender a ler a maneira como escreve sua história. (MOREIRA apud MORAES DIAS, 2003, p. 237) O plástico bolha, pela sua textura e barulho que produz, chama muito a atenção das crianças. Basta colocá-lo no chão que a diversão é garantida. E assim, brincando, explorando, matando a curiosidade, a aprendizagem ocorre naturalmente.
  • 9. TATO: Oba! Vamos explorar... Caderno de Sensações: Diversas texturas "É pela experimentação que a criança se depara com as novidades do espaço, sente cheiros e percebe texturas, tamanhos e formas” ( Ana Paula Yasbek) Este caderno é composto de fichas com diversas texturas (isopor, espuma, lixa, madeira, pelúcia, etc.). Por serem removíveis, nos permitem afixar na parede, espalhar pelo chão ou entregar diretamente nas mãos das crianças para que possam interagir com elas.
  • 10. TATO: O que será que tem aí?... Caixa Surpresa: Água morna e gelo "Sem a curiosidade que me move, que me inquieta, que me insere na busca, não aprendo nem ensino". (Paulo Freire) Atividades com caixa surpresa são uma excelente estratégia porque estimulam a curiosidade das crianças. A caixa com um pote de água morna dentro foi colocada no centro da roda e não demorou muito até que eles descobrissem que existia uma abertura por onde poderiam colocar a mão. As reações foram as mais diversas: uns mantinham a mão na água e sorriam, outros tiravam rápido sacudindo, outros levavam a mão à boca. Nenhum demonstrou desconforto ou susto afinal a água morna é um elemento já conhecido do cotidiano de todos. Repetimos a atividade, desta vez com um pote de gelo dentro. Após as caretas provocadas pelo estranhamento do primeiro toque eles se divertiram tentando segurar o gelo que escorregava das mãos, encostando o na pele e levando à boca. E assim, de uma maneira prazeirosa, trabalhamos as sensações de quente e frio.
  • 11. OLFATO: Hum! Que cheirinho bom... Móbile com saquinhos cheirosos “A grande independência que andar propicia na exploração do espaço é acompanhada também por uma maior disponibilidade das mãos: a criança dessa idade é aquela que não pára, mexe em tudo, explora, pesquisa. Ao mesmo tempo que explora, aprende gradualmente a adequar seus gestos e movimentos às suas intenções e às demandas da realidade.” (BRASIL, 1998, v.3, p. 22 Os cheirinhos invadiram nossa sala neste semestre. No móbile tem saquinhos com erva-doce, canela, cravo, limão, essência de uva e orégano. As crianças interagem com ele com completa autonomia: cheiram, oferecem para o amiguinho cheirar e já elegeram o seu saquinho preferido procurando-o em meio aos outros.
  • 12. VISÃO: Nossa! Ficou tudo colorido... Cabana de celofane Brincar de esconde-esconde na cabana já faz parte de nossa rotina. Além de proporcionar diferentes percepções de cores e estimular a visão ainda é um excelente estímulo à oralidade. Alguns aprenderam a pronunciar “cadê” e/ou “achou” durante a atividade.
  • 13. VISÃO: Cadê a bolinha que estava aqui? Atividade com bolinha de sabão "...que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica, nem com balança, nem com barômetros, etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós" (Manoel de Barros) Brincar de bolinha de sabão vai muito além da diversão. É uma excelente atividade para estimular a coordenação entre a visão e o tato. Os bebês ficam simplesmente fascinados com as bolinhas se formando, soltas no ar e desaparecendo como num passe de mágica.
  • 14. PALADAR: As aparências enganam... Atividade com açucar, sal e limão Experimentando o açúcar. Com o objetivo de estimular o paladar, colocamos no centro da mesa uma bandeja contendo açúcar e esperamos a reação das crianças. Eles tocaram com o dedinho, pegaram com as mãos e esparramaram pela mesa até que, ao levar à boca, descobriram o gosto doce e se lambuzaram lambendo os dedos. Limpamos a mesa e, sem que notassem, trocamos o açúcar pelo sal em uma bandeja idêntica. A fase de explorar antes foi simplesmente abolida, todos já partiram para pegar e levar à boca. Conclusão: desapontamento total pelo sabor salgado que não estavam esperando. Chegou então a vez do limão. Primeiro colocamos na mesa e rolamos para um deles, que rolou para o outro, e assim por diante. Após alguns segundos de brincadeira um já pegava e levava à boca, outro cheirava e assim foram explorando até que partimos ao meio e colocamos no centro da mesa. Como já era de se esperar, logo ele foi parar na boca o que provocou inúmeras caretas..
  • 15. Reações ao provar o limão Reações ao provar o sal
  • 16. PALADAR: Aquele que vale por um bifinho... Preparando “danoninho” "Aprendemos a Ler o Mundo antes mesmo de decifrar as Letras" (Paulo Freire) Junto com o G1 fomos para o refeitório preparar esta delicia de receita. Servida logo após a preparação é um excelente yogurte que levado à geladeira transforma-se em “danoninho” . As crianças assistiram atentas e ansiosas a todo o preparo, experimentaram o leite condensado e provaram o yogurte que após gelado foi servido de sobremesa no jantar.
  • 17. AUDIÇÃO: Que som é esse?... Atividades com música A música é um excelente instrumento para desenvolver a audição, a fala e a expressão corporal e representa uma fonte rica em estímulos, por isso está presente em vários momentos da nossa rotina: para iniciar o dia, durante algumas atividades, na hora de relaxar para o sono, etc. Além disso procuramos proporcionar para as crianças oportunidades de contato com diferentes objetos que produzem sons para que elas os conheçam e saibam diferenciá-los.
  • 18. PAINEL DAS SENSAÇÕES Pena que a casinha não é de chocolate... Este painel nos permitiu trabalhar quatro dos cinco sentidos. O tato através do toque em diferentes texturas; a audição pelo barulho que o sapo faz ao ser apertado e ao cantarmos para os seus personagens (cobra, aranha, sapo, avião, pintinho amarelinho, borboletinha); a visão pela diversidade de cores, pelas luzes que acendem quando apertamos o avião e pelo espelho que tem ao abrirmos a porta da casinha; e o olfato pelo perfume das flores (erva-doce, cravo, canela e essência de melancia).
  • 19. Com os OLHOS vejo as cores Com a LÍNGUA sinto os sabores. Com minha PELE sinto o calor, o frio e o cobertor. Com meu NARIZ sinto os odores e o perfume das flores. Com meus OUVIDOS escuto uma canção, a voz do meu irmão e o barulho do trovão. Vou percebendo Tudo acontecendo O mundo vou descobrindo, E a vida pra mim sorrindo. (Solange Valadares) Todos adoram explorar o painel, já conhecem os personagens e possibilidades de interagir com eles. Assim encerramos o semestre, completamente satisfeitas com os resultados obtidos. As crianças responderam muito bem a todos os nossos estímulos chegando inclusive a superar as nossas expectativas.