SlideShare uma empresa Scribd logo
Didática no ensino
superior.
Professora: Mariza Pascoalli.
Aluno: Fco Elitom Rodrigues da Silva
Portfólio
Painel de expectativa
Painel de expectativa
•   Realização Pessoal e Profissional.
•   Ampliação dos meus conhecimentos.
•   Conhecer mais sobre minha área de atuação profissional.
•   Preparação para o mestrado acadêmico.
•   Oportunidade de pesquisa.
Sexta – manhã.
• Dinâmica de apresentação: todos os presentes escolheram um
  bilhete com uma cor preferida, escreveram neste suas
  expectativas sobre o curso e em seguida relataram-nas para os
  presentes, de forma dinâmica, criativa e interativa.
• Dialogo: Após as apresentações, a Professora conduziu um
  diálogo acerca das dificuldades e expectativas dos educadores
  no processo de ensino e aprendizagem.
• Joaozinho da maré: leitura e exposição
Joaozinho da maré
• O texto conta a história de um garoto morador da favela da maré, Rio de
  Janeiro, de onde ele podia visualizar o progresso da cidade, tão perto
  fisicamente, mas ao mesmo tempo muito distante de sua realidade de
  garoto pobre.
• Joaozinho era um garoto muito curioso e questionador. Não se dava por
  satisfeito com as respostas dadas pela professora, quer, por sua vez, não
  tinha muito tempo para dedicar ao esclarecimento das dúvidas de
  Joaozinho, pois tinha que cumprir o seu extenso e burocrático programa
  de aulas.
• Após a leitura do texto, os alunos, em grupos, elaboraram sua teses
  sobre a problemática abordada no mesmo, relacionando – a com a
  realidade das salas de aulas hoje, onde os profissionais são sufocados
  pela burocracia da educação e acabam apenas por reproduzir o
  conhecimento de forma sistemática. Contudo, segundo o consenso da
  maioria dos presentes, o professor pode fazer a diferença, o que,
  segundo a professora Mariza, é possível quando ele tem consciência
  exerce a sua autonomia, respeitando a diversidade sociocultural do
  aluno e do mundo que o cerca.
Sexta – Tarde.

• Quem mexeu no meu queijo? Vídeo sobre a tomada de atitudes, a
  perseverança, a visão futura e o comodismo dos indivíduos. Tais
  fatos foram relacionados aos indivíduos no processo de ensino e
  aprendizagem.
• Problemas relacionais à didática: Apresentação de slides e discursão
  sobre os problemas relacionais relativos à prática docente.
• Tribunal do Jure: Julgamento de Anísio Teixeira, cuja acusação foi ter
  Rompido com o sistema educacional de sua época e passado a
  defender uma nova sistemática, fundamentada no humanismo.
  Após apresentado todas as provas da acusação contra o réu,
  replicadas pela defesa e avaliadas pelo Júri, o réu foi declarado
  inocente da acusão que pesava sobre o mesmo pela maioria dos
  votos.
• Seja o melhor: mensagem de motivação (o gladiador).
Sábado - Noite

• Educação de valores (Maria Odete Valente).
• Vídeo: a parede.
• Coaching da educação.
Educação de valores
(Maria Odete Valente)


 • “Todas as actividades em que se envolve o professor desde os
   livros ou textos que sugere ou escolhe, as experiências que
   selecciona, os trabalhos de casa que recomenda ou pede,
   tudo isto implica uma hierarquia de valores”
 • “A educação para os valores realiza-se em todos os
   momentos, permeia o curriculum e também todas as
   interacções interpessoais na escola e as relações desta com a
   família e a sociedade”
A parede
• Os fantasmas de uma infância sofrida pela perda do pai e a
  rejeição da mão, além das violências sofridas no ambiente
  escolar pelo desprezo dado às sua inquietações e curiosidades
  leva o garoto a conviver com esses traumas pelo resto da vida,
  ao ponto dele negar o próprio corpo e destruir tudo aquilo
  que lembra a figura da mãe. Sua crises esquizofrênicas são
  constantes e nelas sempre está presente a figura afetiva
  feminina que, para ele, tanto representa o aconchego
  materno quanto o vazio da alma.
Coaching da educação
• Técnica pedagógica utilizada pela professora que consistiu na
  divisão da sala em grupos de trabalhos, cujos objetivos
  principais foram: aprender a aprender, análise critica de uma
  situação, desenvolvimento de habilidades de trabalho em
  grupo, promover uma ação e promover o debate em grupo.
Coaching da educação
• Após assistir ao vídeo “a parede” e ler o texto “ educação para
  os valores”, os grupos fizeram uma analise critica da situação
  envolvendo o assunto do vídeo e do texto. Após isso, os
  grupos apresentaram de forma expositiva e dialogada as suas
  conclusões.
• O debate se fundamentou na análise critica do texto e do
  vídeo feito pelos grupos relacionada com a realidade do
  processo de ensino e aprendizagem vivenciada em sala de
  aula por muitos dos membros dos grupos que já são
  professores profissionais .
• O resultado foi uma troca de experiência e vivencias muito
  interessante entre os alunos da turma.
Coaching da educação
• Conclusões do debate de ideias:

• A época reflete diretamente no processo de ensino e
  aprendizagem dos indivíduos.
• O trauma sofrido na infância levou o indivíduo tornar-se refém
  de sua época.
• O muro representa o isolamento, uma fuga da realidade, uma
  quebra de paradigma e, ao mesmo tempo, um recomeço.
No processo de ensino e aprendizagem,
onde entra o papel da família?
• Segundo o vídeo, a ausência da família é na formação do
  indivíduo é responsável por todos os traumas que o mesmo
  terá na vida adulta, cuja válvula de escape se dá na tentativa
  constante de fuga da própria realidade, ao isolamento, ao
  introspectismo.
• No texto, “ educação para os valores”, os valores morais têm
  como base fundamental dos valores éticos e morais a família,
  cujo processo de desenvolvimento deve se dá escola.
O muro e o martelo.
• Enquanto o muro representava a fuga da realidade, a quebra
  de paradigma, ou a tentativa de fechar-se no seu próprio
  mundo, o martelo representa a possibilidade de liberdade do
  indivíduo dos seus próprios paradigmas, de poder de controle
  sobre os seus fantasmas do passado.
A incrível arte de Salvadore
Dali
Domingo - manhã
• Boas vindas com a mensagem “o vaso rachado”.
• Exposição oral e dialogada da professora sobre o papel do
  professor e a importância da consciência da aprendizagem
  recíproca
• Análise do texto “ sete princípios para uma boa educação no
  ensino superior (Sandra Carvalho dos Santos).
• Dinâmica: Debate Cooperativo: Após a análise do texto, as
  equipes representaram com criatividade o contrário defendido
  pelo texto acerca da relação ensino aprendizagem.
• Mensagem de motivação: conquistas e vitórias.
Boas vindas com a mensagem “o vaso rachado”.


• conta a história de um vaso que estava preocupado por não
  poder servir com 100% de sua capacidade devido a uma
  rachadura pela qual escapava metade a água que
  transportava, mas a mostrou-lhe o lindo jardim que floria do
  lado que ele era sempre transportado e disse-lhe a sua
  possível deficiência era na verdade um bem para aquelas
  plantas.
• Conclusão: “devemos aceitar as pessoas como elas são,
  procurando ver aquilo que elas têm de melhor”.
Carl Rogers
• O educador deve concentrar a atenção não em ensinar, mas
  em criar condições que promovam a aprendizagem.

• O melhor ambiente para a aprendizagem resulta da qualidade
  da interação humana, especialmente de cordialidade entre
  educador e os estudantes.

• As três condições fundamentais para a aprendizagem são: ter
  empatia; aceitar incondicionalmente o estudante; ser
  autêntico.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe I
• “O professor não deve se envolver com o aluno além das suas
  obrigações pedagógicas intra sala de aula.
• O aluno deve ser ele mesmo responsável pela sua
  aprendizagem.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe II
• O modelo de escola tradicional seria a solução mais eficaz
  para a educação hoje.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe III
• O processo de ensino e aprendizagem deve está voltado
  completamente para a vida dos educandos.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe IV
• O que define o processo de aprendizagem é cumprir o
  programa curricular da escola de forma correta e inalterável.
• O aluno deve ser apenas um receptáculo pacífico do
  conhecimento no processo de educação.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe V
• Para o sucesso da aprendizagem escoar deve ser levado em
  conta o tempo e as metas determinadas pelo planejamento
  pedagógico.
Debate Cooperativo – Conclusões
Equipe VI
• O professor não deve dar importância para as inquietações e
  curiosidades dos alunos.
Domingo - tarde
• Mensagem: o poder da visão.
• Dinâmica: Conhecendo a se mesmo.
• Técnica de trabalho pedagógico: Aprendizagem baseada em
  uma problemática
• O dilema de Heinz
Dewey - três níveis de desenvolvimento
moral
 • 1. O nível pré-moral ou pré-convencional em que o
 • comportamento é motivado por impulsos biológicos e sociais.
 • 2. O nível convencional em que se aceitam as normas do
   grupo.
 • 3. O nível autónomo em que a conduta é guiada pela reflexão
 • individual sobre o que é bem.
O dilema de Heinz

• Uma mulher estava a morrer, com um tipo especial de cancro.
• Havia um medicamento que, segundo pensavam os médicos, podia
  salvá-
• -la. Era uma forma de radium que um farmacêutico, na mesma cidade,
• descobrira recentemente. A manipulação do medicamento era cara,
  mas o
• farmacêutico cobrava dez vezes mais do que o preço do custo. Pagava
• $200 pelo radium e cobrava $2,000 por uma pequena dose do
• medicamento. O marido da senhora doente, Heinz, recorreu a toda a
• gente que conhecia para pedir emprestado o dinheiro, mas só reuniu
• $1,000, o que era apenas metade do custo. Disse ao farmacêutico que a
• sua mulher estava a morrer e pediu-lhe para o vender mais barato ou se
• podia pagá-lo mais tarde. Mas o farmacêutico disse: "Não, descobri o
• medicamento e vou fazer dinheiro com ele." Então, Heinz fica
• desesperado e pensa em assaltar a loja do homem e roubar o
• medicamento para a sua mulher."
Aprendizagem baseada em uma
problemática
• Problemática: O dilema de Heinz.
• Após a leitura e debate nas equipes sobre o assunto, as
  mesmas fundamentaram seus argumentos baseados, nos
  princípios éticos e morais que regem a sociedade, e
  formularam sua acusações ou suas defesas, de modo que
  todos defenderam suas teses sobre o dilema.
Mensagem: o poder da visão.
Conclusão
• A experiência de se conhecer novas técnicas metodológicas de
  ensino e aprendizagem no âmbito da educação superior e de
  conhecer o trabalho de importantes pesquisadores na área da
  educação, trouxe grandes perspectivas de mudança e de
  inovação da nossa prática pedagógica diária.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Portfólio luciana andrade
Portfólio luciana andradePortfólio luciana andrade
Portfólio luciana andrade
familiaestagio
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
Carol Costa
 
Portifólio de victor
Portifólio de victorPortifólio de victor
Portifólio de victor
Victor Adriel Dos Santos
 
Portfólio elda nunes
Portfólio   elda nunesPortfólio   elda nunes
Portfólio elda nunes
familiaestagio
 
Portfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmaraPortfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmara
Kézia Silmara
 
Portfolio joão grilo
Portfolio joão griloPortfolio joão grilo
Portfolio joão grilo
João Grilo
 
Portfólio ana carine o
Portfólio ana carine oPortfólio ana carine o
Portfólio ana carine o
familiaestagio
 
Portfólio
  Portfólio  Portfólio
Portifólio
PortifólioPortifólio
Portfólio digital Goreth Araújo
Portfólio digital Goreth AraújoPortfólio digital Goreth Araújo
Portfólio digital Goreth Araújo
Goreth Araujo
 
A descoberta da_escrita
A descoberta da_escritaA descoberta da_escrita
A descoberta da_escrita
Jessica Carriço
 
Portfolio prática morfofisio final
Portfolio prática  morfofisio finalPortfolio prática  morfofisio final
Portfolio prática morfofisio final
Regis Ferreira
 
Portifólio
 Portifólio Portifólio
Portifólio
familiaestagio
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
Aline Correia Pereira
 
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNOFUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
Cursos Profissionalizantes
 
Portfólio cris
Portfólio   crisPortfólio   cris
Portfólio cris
familiaestagio
 
Portfólio..
Portfólio..Portfólio..
Portfólio..
Claudiarms3008
 
Portfólio
  Portfólio  Portfólio
Portfólio
Carlos Souza
 
Portfólio de Conclusão de Curso
Portfólio de Conclusão de CursoPortfólio de Conclusão de Curso
Portfólio de Conclusão de Curso
Jairo Felipe
 
Formação permanente
Formação permanenteFormação permanente
Formação permanente
Eduardo Lopes
 

Mais procurados (20)

Portfólio luciana andrade
Portfólio luciana andradePortfólio luciana andrade
Portfólio luciana andrade
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
 
Portifólio de victor
Portifólio de victorPortifólio de victor
Portifólio de victor
 
Portfólio elda nunes
Portfólio   elda nunesPortfólio   elda nunes
Portfólio elda nunes
 
Portfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmaraPortfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmara
 
Portfolio joão grilo
Portfolio joão griloPortfolio joão grilo
Portfolio joão grilo
 
Portfólio ana carine o
Portfólio ana carine oPortfólio ana carine o
Portfólio ana carine o
 
Portfólio
  Portfólio  Portfólio
Portfólio
 
Portifólio
PortifólioPortifólio
Portifólio
 
Portfólio digital Goreth Araújo
Portfólio digital Goreth AraújoPortfólio digital Goreth Araújo
Portfólio digital Goreth Araújo
 
A descoberta da_escrita
A descoberta da_escritaA descoberta da_escrita
A descoberta da_escrita
 
Portfolio prática morfofisio final
Portfolio prática  morfofisio finalPortfolio prática  morfofisio final
Portfolio prática morfofisio final
 
Portifólio
 Portifólio Portifólio
Portifólio
 
Apresentação do portfólio
Apresentação do portfólioApresentação do portfólio
Apresentação do portfólio
 
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNOFUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
FUNDAMENTOS ÉTICOS DA RELAÇÃO PROFESSOR X ALUNO
 
Portfólio cris
Portfólio   crisPortfólio   cris
Portfólio cris
 
Portfólio..
Portfólio..Portfólio..
Portfólio..
 
Portfólio
  Portfólio  Portfólio
Portfólio
 
Portfólio de Conclusão de Curso
Portfólio de Conclusão de CursoPortfólio de Conclusão de Curso
Portfólio de Conclusão de Curso
 
Formação permanente
Formação permanenteFormação permanente
Formação permanente
 

Destaque

Didática do ensino superior
Didática do ensino superiorDidática do ensino superior
Didática do ensino superior
Marcio Moura
 
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
Ronilson de Souza Luiz
 
Portifólio da Malu
Portifólio da MaluPortifólio da Malu
Portifólio da Malu
maluncolia
 
Seminário sobre a água 2ºc
Seminário sobre a água  2ºcSeminário sobre a água  2ºc
Seminário sobre a água 2ºc
Fernanda Scaramboni
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
Suzana Santos
 
Portfólio fase 8
Portfólio fase 8Portfólio fase 8
Portfólio fase 8
Maria Silvia Leite Zampieri
 
didatica ensino superior
didatica ensino superiordidatica ensino superior
didatica ensino superior
jairdeoliveirajunior
 
apostila de didática
apostila de didáticaapostila de didática
apostila de didática
joaovitorinopolacimatos
 
Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)
karensuelen
 
Pesquisa portifolio em slides
Pesquisa portifolio em slidesPesquisa portifolio em slides
Pesquisa portifolio em slides
wil
 
Teoría y críticas a Kohlberg
Teoría y críticas a  KohlbergTeoría y críticas a  Kohlberg
Teoría y críticas a Kohlberg
guest10d0a8
 
Slide SemináRio
Slide  SemináRioSlide  SemináRio
Slide SemináRio
Luanalu
 
Slide Didática
Slide DidáticaSlide Didática
Slide Didática
murilobsk8
 
Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011
adrianafrancisca
 
Didatica do ensino superior
Didatica do ensino superiorDidatica do ensino superior
Didatica do ensino superior
Eney Lima
 
A tesoura e sua história
A tesoura e sua históriaA tesoura e sua história
A tesoura e sua história
SimoneHelenDrumond
 
Aula de Didática do Ensino Superior
Aula de Didática do Ensino SuperiorAula de Didática do Ensino Superior
Aula de Didática do Ensino Superior
Instituto Consciência GO
 
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
wil
 
Teoría de lawrence kohlberg
Teoría de lawrence kohlbergTeoría de lawrence kohlberg
Teoría de lawrence kohlberg
Magditita
 
Portfólios
PortfóliosPortfólios

Destaque (20)

Didática do ensino superior
Didática do ensino superiorDidática do ensino superior
Didática do ensino superior
 
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
Didática do ensino superior 01 aula 26 03 2013
 
Portifólio da Malu
Portifólio da MaluPortifólio da Malu
Portifólio da Malu
 
Seminário sobre a água 2ºc
Seminário sobre a água  2ºcSeminário sobre a água  2ºc
Seminário sobre a água 2ºc
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Portfólio fase 8
Portfólio fase 8Portfólio fase 8
Portfólio fase 8
 
didatica ensino superior
didatica ensino superiordidatica ensino superior
didatica ensino superior
 
apostila de didática
apostila de didáticaapostila de didática
apostila de didática
 
Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)Saudeambientalenf (1)
Saudeambientalenf (1)
 
Pesquisa portifolio em slides
Pesquisa portifolio em slidesPesquisa portifolio em slides
Pesquisa portifolio em slides
 
Teoría y críticas a Kohlberg
Teoría y críticas a  KohlbergTeoría y críticas a  Kohlberg
Teoría y críticas a Kohlberg
 
Slide SemináRio
Slide  SemináRioSlide  SemináRio
Slide SemináRio
 
Slide Didática
Slide DidáticaSlide Didática
Slide Didática
 
Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011Portfólio dia 20.05.2011
Portfólio dia 20.05.2011
 
Didatica do ensino superior
Didatica do ensino superiorDidatica do ensino superior
Didatica do ensino superior
 
A tesoura e sua história
A tesoura e sua históriaA tesoura e sua história
A tesoura e sua história
 
Aula de Didática do Ensino Superior
Aula de Didática do Ensino SuperiorAula de Didática do Ensino Superior
Aula de Didática do Ensino Superior
 
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
Passo a-passo básico portfólio, Maria Tereza.
 
Teoría de lawrence kohlberg
Teoría de lawrence kohlbergTeoría de lawrence kohlberg
Teoría de lawrence kohlberg
 
Portfólios
PortfóliosPortfólios
Portfólios
 

Semelhante a Portfólio didática no ensino superior

Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
PortfolioPortfolio
Disciplina um dos desafios dos tempos modernos
Disciplina   um dos desafios dos tempos modernosDisciplina   um dos desafios dos tempos modernos
Disciplina um dos desafios dos tempos modernos
Valderez Cardoso
 
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo FreirePedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Bruno Carrasco
 
6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno
Orientar Consultoria Ltda
 
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escolaOs desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
primeiraopcao
 
Projeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escolaProjeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escola
francisleide
 
Projeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escolaProjeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escola
francisleide
 
Projeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escolaProjeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escola
francisleide
 
Projeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escolaProjeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escola
francisleide
 
A prática refelxiva no ensino médio
A prática refelxiva no ensino médioA prática refelxiva no ensino médio
A prática refelxiva no ensino médio
Adriana Melo
 
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidadeReflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Elisa Maria Gomide
 
Refelxão sobre avaliação
Refelxão sobre avaliaçãoRefelxão sobre avaliação
Refelxão sobre avaliação
Vanderlita Gomes B Marquetti
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptxIndisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptx
Joana Faria
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Celi Jandy Moraes Gomes
 
Crianças filosofando no ciberespaço
Crianças filosofando no ciberespaçoCrianças filosofando no ciberespaço
Crianças filosofando no ciberespaço
guest9191ed
 

Semelhante a Portfólio didática no ensino superior (20)

Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Disciplina um dos desafios dos tempos modernos
Disciplina   um dos desafios dos tempos modernosDisciplina   um dos desafios dos tempos modernos
Disciplina um dos desafios dos tempos modernos
 
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo FreirePedagogia da Autonomia - Paulo Freire
Pedagogia da Autonomia - Paulo Freire
 
6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno6 relacionamento professor aluno
6 relacionamento professor aluno
 
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escolaOs desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
Os desafios da indisciplina em sala de aula e na escola
 
Projeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escolaProjeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escola
 
Projeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escolaProjeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escola
 
Projeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escolaProjeto: Bullying na escola
Projeto: Bullying na escola
 
Projeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escolaProjeto:Bullying na escola
Projeto:Bullying na escola
 
A prática refelxiva no ensino médio
A prática refelxiva no ensino médioA prática refelxiva no ensino médio
A prática refelxiva no ensino médio
 
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidadeReflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidade
 
Refelxão sobre avaliação
Refelxão sobre avaliaçãoRefelxão sobre avaliação
Refelxão sobre avaliação
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolar
 
Indisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptxIndisciplina-escolar.pptx
Indisciplina-escolar.pptx
 
Introdução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktinIntrodução ao pensamento de baktin
Introdução ao pensamento de baktin
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
Crianças filosofando no ciberespaço
Crianças filosofando no ciberespaçoCrianças filosofando no ciberespaço
Crianças filosofando no ciberespaço
 

Portfólio didática no ensino superior

  • 1. Didática no ensino superior. Professora: Mariza Pascoalli. Aluno: Fco Elitom Rodrigues da Silva
  • 3. Painel de expectativa • Realização Pessoal e Profissional. • Ampliação dos meus conhecimentos. • Conhecer mais sobre minha área de atuação profissional. • Preparação para o mestrado acadêmico. • Oportunidade de pesquisa.
  • 4. Sexta – manhã. • Dinâmica de apresentação: todos os presentes escolheram um bilhete com uma cor preferida, escreveram neste suas expectativas sobre o curso e em seguida relataram-nas para os presentes, de forma dinâmica, criativa e interativa. • Dialogo: Após as apresentações, a Professora conduziu um diálogo acerca das dificuldades e expectativas dos educadores no processo de ensino e aprendizagem. • Joaozinho da maré: leitura e exposição
  • 5. Joaozinho da maré • O texto conta a história de um garoto morador da favela da maré, Rio de Janeiro, de onde ele podia visualizar o progresso da cidade, tão perto fisicamente, mas ao mesmo tempo muito distante de sua realidade de garoto pobre. • Joaozinho era um garoto muito curioso e questionador. Não se dava por satisfeito com as respostas dadas pela professora, quer, por sua vez, não tinha muito tempo para dedicar ao esclarecimento das dúvidas de Joaozinho, pois tinha que cumprir o seu extenso e burocrático programa de aulas. • Após a leitura do texto, os alunos, em grupos, elaboraram sua teses sobre a problemática abordada no mesmo, relacionando – a com a realidade das salas de aulas hoje, onde os profissionais são sufocados pela burocracia da educação e acabam apenas por reproduzir o conhecimento de forma sistemática. Contudo, segundo o consenso da maioria dos presentes, o professor pode fazer a diferença, o que, segundo a professora Mariza, é possível quando ele tem consciência exerce a sua autonomia, respeitando a diversidade sociocultural do aluno e do mundo que o cerca.
  • 6. Sexta – Tarde. • Quem mexeu no meu queijo? Vídeo sobre a tomada de atitudes, a perseverança, a visão futura e o comodismo dos indivíduos. Tais fatos foram relacionados aos indivíduos no processo de ensino e aprendizagem. • Problemas relacionais à didática: Apresentação de slides e discursão sobre os problemas relacionais relativos à prática docente. • Tribunal do Jure: Julgamento de Anísio Teixeira, cuja acusação foi ter Rompido com o sistema educacional de sua época e passado a defender uma nova sistemática, fundamentada no humanismo. Após apresentado todas as provas da acusação contra o réu, replicadas pela defesa e avaliadas pelo Júri, o réu foi declarado inocente da acusão que pesava sobre o mesmo pela maioria dos votos. • Seja o melhor: mensagem de motivação (o gladiador).
  • 7. Sábado - Noite • Educação de valores (Maria Odete Valente). • Vídeo: a parede. • Coaching da educação.
  • 8. Educação de valores (Maria Odete Valente) • “Todas as actividades em que se envolve o professor desde os livros ou textos que sugere ou escolhe, as experiências que selecciona, os trabalhos de casa que recomenda ou pede, tudo isto implica uma hierarquia de valores” • “A educação para os valores realiza-se em todos os momentos, permeia o curriculum e também todas as interacções interpessoais na escola e as relações desta com a família e a sociedade”
  • 9. A parede • Os fantasmas de uma infância sofrida pela perda do pai e a rejeição da mão, além das violências sofridas no ambiente escolar pelo desprezo dado às sua inquietações e curiosidades leva o garoto a conviver com esses traumas pelo resto da vida, ao ponto dele negar o próprio corpo e destruir tudo aquilo que lembra a figura da mãe. Sua crises esquizofrênicas são constantes e nelas sempre está presente a figura afetiva feminina que, para ele, tanto representa o aconchego materno quanto o vazio da alma.
  • 10. Coaching da educação • Técnica pedagógica utilizada pela professora que consistiu na divisão da sala em grupos de trabalhos, cujos objetivos principais foram: aprender a aprender, análise critica de uma situação, desenvolvimento de habilidades de trabalho em grupo, promover uma ação e promover o debate em grupo.
  • 11. Coaching da educação • Após assistir ao vídeo “a parede” e ler o texto “ educação para os valores”, os grupos fizeram uma analise critica da situação envolvendo o assunto do vídeo e do texto. Após isso, os grupos apresentaram de forma expositiva e dialogada as suas conclusões. • O debate se fundamentou na análise critica do texto e do vídeo feito pelos grupos relacionada com a realidade do processo de ensino e aprendizagem vivenciada em sala de aula por muitos dos membros dos grupos que já são professores profissionais . • O resultado foi uma troca de experiência e vivencias muito interessante entre os alunos da turma.
  • 12. Coaching da educação • Conclusões do debate de ideias: • A época reflete diretamente no processo de ensino e aprendizagem dos indivíduos. • O trauma sofrido na infância levou o indivíduo tornar-se refém de sua época. • O muro representa o isolamento, uma fuga da realidade, uma quebra de paradigma e, ao mesmo tempo, um recomeço.
  • 13. No processo de ensino e aprendizagem, onde entra o papel da família? • Segundo o vídeo, a ausência da família é na formação do indivíduo é responsável por todos os traumas que o mesmo terá na vida adulta, cuja válvula de escape se dá na tentativa constante de fuga da própria realidade, ao isolamento, ao introspectismo. • No texto, “ educação para os valores”, os valores morais têm como base fundamental dos valores éticos e morais a família, cujo processo de desenvolvimento deve se dá escola.
  • 14. O muro e o martelo. • Enquanto o muro representava a fuga da realidade, a quebra de paradigma, ou a tentativa de fechar-se no seu próprio mundo, o martelo representa a possibilidade de liberdade do indivíduo dos seus próprios paradigmas, de poder de controle sobre os seus fantasmas do passado.
  • 15. A incrível arte de Salvadore Dali
  • 16. Domingo - manhã • Boas vindas com a mensagem “o vaso rachado”. • Exposição oral e dialogada da professora sobre o papel do professor e a importância da consciência da aprendizagem recíproca • Análise do texto “ sete princípios para uma boa educação no ensino superior (Sandra Carvalho dos Santos). • Dinâmica: Debate Cooperativo: Após a análise do texto, as equipes representaram com criatividade o contrário defendido pelo texto acerca da relação ensino aprendizagem. • Mensagem de motivação: conquistas e vitórias.
  • 17. Boas vindas com a mensagem “o vaso rachado”. • conta a história de um vaso que estava preocupado por não poder servir com 100% de sua capacidade devido a uma rachadura pela qual escapava metade a água que transportava, mas a mostrou-lhe o lindo jardim que floria do lado que ele era sempre transportado e disse-lhe a sua possível deficiência era na verdade um bem para aquelas plantas. • Conclusão: “devemos aceitar as pessoas como elas são, procurando ver aquilo que elas têm de melhor”.
  • 18. Carl Rogers • O educador deve concentrar a atenção não em ensinar, mas em criar condições que promovam a aprendizagem. • O melhor ambiente para a aprendizagem resulta da qualidade da interação humana, especialmente de cordialidade entre educador e os estudantes. • As três condições fundamentais para a aprendizagem são: ter empatia; aceitar incondicionalmente o estudante; ser autêntico.
  • 19. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe I • “O professor não deve se envolver com o aluno além das suas obrigações pedagógicas intra sala de aula. • O aluno deve ser ele mesmo responsável pela sua aprendizagem.
  • 20. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe II • O modelo de escola tradicional seria a solução mais eficaz para a educação hoje.
  • 21. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe III • O processo de ensino e aprendizagem deve está voltado completamente para a vida dos educandos.
  • 22. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe IV • O que define o processo de aprendizagem é cumprir o programa curricular da escola de forma correta e inalterável. • O aluno deve ser apenas um receptáculo pacífico do conhecimento no processo de educação.
  • 23. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe V • Para o sucesso da aprendizagem escoar deve ser levado em conta o tempo e as metas determinadas pelo planejamento pedagógico.
  • 24. Debate Cooperativo – Conclusões Equipe VI • O professor não deve dar importância para as inquietações e curiosidades dos alunos.
  • 25. Domingo - tarde • Mensagem: o poder da visão. • Dinâmica: Conhecendo a se mesmo. • Técnica de trabalho pedagógico: Aprendizagem baseada em uma problemática • O dilema de Heinz
  • 26. Dewey - três níveis de desenvolvimento moral • 1. O nível pré-moral ou pré-convencional em que o • comportamento é motivado por impulsos biológicos e sociais. • 2. O nível convencional em que se aceitam as normas do grupo. • 3. O nível autónomo em que a conduta é guiada pela reflexão • individual sobre o que é bem.
  • 27. O dilema de Heinz • Uma mulher estava a morrer, com um tipo especial de cancro. • Havia um medicamento que, segundo pensavam os médicos, podia salvá- • -la. Era uma forma de radium que um farmacêutico, na mesma cidade, • descobrira recentemente. A manipulação do medicamento era cara, mas o • farmacêutico cobrava dez vezes mais do que o preço do custo. Pagava • $200 pelo radium e cobrava $2,000 por uma pequena dose do • medicamento. O marido da senhora doente, Heinz, recorreu a toda a • gente que conhecia para pedir emprestado o dinheiro, mas só reuniu • $1,000, o que era apenas metade do custo. Disse ao farmacêutico que a • sua mulher estava a morrer e pediu-lhe para o vender mais barato ou se • podia pagá-lo mais tarde. Mas o farmacêutico disse: "Não, descobri o • medicamento e vou fazer dinheiro com ele." Então, Heinz fica • desesperado e pensa em assaltar a loja do homem e roubar o • medicamento para a sua mulher."
  • 28. Aprendizagem baseada em uma problemática • Problemática: O dilema de Heinz. • Após a leitura e debate nas equipes sobre o assunto, as mesmas fundamentaram seus argumentos baseados, nos princípios éticos e morais que regem a sociedade, e formularam sua acusações ou suas defesas, de modo que todos defenderam suas teses sobre o dilema.
  • 29. Mensagem: o poder da visão.
  • 30. Conclusão • A experiência de se conhecer novas técnicas metodológicas de ensino e aprendizagem no âmbito da educação superior e de conhecer o trabalho de importantes pesquisadores na área da educação, trouxe grandes perspectivas de mudança e de inovação da nossa prática pedagógica diária.