SlideShare uma empresa Scribd logo
Valnisechristo@hotmail.com




                                 Campus II
                                Nº 020621388
  02 06 21 388   03 03 2006 2




   Valnise.
                                               Portfólio
Olá amigo (a),

Eu me chamo Valnise Christo da Costa, sou
discente do curso de Licenciatura em Ciências
Biológicas, da Universidade do Estado da Bahia,
Campus II. Quero lhe convidar a conhecer as
etapas de uma incrível história: Era uma vez um
estágio!! Ela foi solicitada pela professora Cláudia
Regina, como requisito de aprovação da disciplina
de Estágio Supervisionado II.




                                            Estagiária Valnise Christo




   “Na formação de professores, o estágio é visto como
   campo de conhecimento e eixo curricular central. Ele
   possibilita que sejam trabalhados aspectos indispensáveis à
   construção da identidade, dos saberes e das posturas
   especificas ao exercício profissional docente” (PIMENTA
   & LIMA, 2004).
Eu não
     Eu amo meu
                                                         acredito!?,
     professor. de                        Olha só!!
                      Eu odeio o                        esse também
       biologia .                         por falar
                        meu.                              é o meu
                                         nele, aí vem    professor.      Olá
                                             ele.                      meninas!!




                                                                       Prof. Geraldo.

                                                                                   Fim

                                            Ele é um professor dedicado. Suas
                                         aulas são seguras. É bastante
                                         respeitado pelos alunos, e sua relação
                                         com os mesmos é bem tranqüila. Como
                                         qualquer ser humano, ele não agrada a
                                         todos, mas isso faz parte do processo.
                                         Percebe-se também que ele tem uma
Antônio Geraldo Sá Barreto               boa relação com os colegas de
   Licenciado     em     Ciências  com   trabalho e funcionários.
Habilitação plena     em Biologia pela
Universidade do Estado da Bahia –
UNEB e Pós Graduado em Ciência de
Alimentos da Univesidade Federal da
Bahia – UFBA, é professor regente
das disciplinas Biologia e Química do
colégio Modelo Luis Eduardo, assim
também como professor visitante da
disciplina Fisiologia Animal Comparada
na Universidade do Estado da Bahia -
UNEB.
Hum.. Que colégio
         lindo!! Como ele
            deve ser por
             dentro??




                                                      Entrada do colégio




   Auditório                Sala de espera da diretoria      Pátio do colégio
                                                                                Fim
O Colégio Modelo Luís Eduardo            Funciona    nos    três    turnos,
Magalhães...                             atendendo grande parte dos
                                         alunos da cidade de Alagoinhas,
   Localizado na Rua Luis Viana,         assim também como alunos de
próximo ao Fórum da cidade, é            cidades circunvizinhas (Aramari,
um colégio que oferece aulas de          Entre Rios e etc). Ele é
ensino médio e apresenta uma             considerado     como    um    dos
excelente estrutura. Possui 12           melhores colégios por grande
salas de aula, uma de vídeo, uma         parte da população Alagoinhense.
de artes, laboratório de biologia,
auditório, banheiros, biblioteca,
cantina, pátio e quadra.
Olá
                  professor,          Eu estou                        Ah professor
                   em que          precisando de                      eu tenho um
                    posso          um bom livro                        excelente.
                  ajudá-lo?          de biologia
                                    para 1º ano.




                                                                      Nossa !! E há
                                     Oh Val,
                      Prontinho,                                     quem diga que
                                    esse eu já
                       aqui está                                     o governo não
                                   tenho. Ele é
                      professor.                                       investe em
                                    o adotado
                                                                      livros hein...
                                   pelo colégio
                                     Modelo.




                                                                                       Fim
Os livros didáticos são vistos – ou pelo menos
indiretamente tratados - como o material            O livro didático de biologia do 1º
didático por excelência. (CUNNINGSWORTH,            ano, adotado pelo colégio Modelo, é
1995; CORACINI, 1999), Entretanto ele deve ou       o Biologia, Citologia e Histologia de
precisa ser complementado ou adaptado               Paulino, Wilson Roberto. È um livro
(HARMER, 2003). Segundo Lajolo (1996), o livro      interessante, que traz de forma
didático assume certa importância dentro da         bem dinâmica os assuntos.
prática de ensino brasileira nestes últimos anos,
devido a grande precariedade educacional.
O JOGO dos 7 erros....




 Figura 1 - 90M1 Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães

   A turma 90 M1 é composta por 39 alunos, com faixa
    etária de 15 á 17 anos de idade, e bem distribuída
   com relação ao fator sexo, ou seja, a quantidade de
    meninas e bem próximo ao de meninos. É uma turma
      tranqüila, embora algumas vezes seja necessário
   chamar á atenção por conta das conversas paralelas.
     No geral são meninos(a) que tem grande potencial,
   entretanto alguns ainda não se deram conta disso, ou
     talvez ainda seja por conta da própria idade. São
     bastante receptivos e se mostraram abertos para
   inovações.Amei dividir meus dias de aprendizado com
                   eles. Obrigada turma!!     Valnise Christo
 saída de um menino.
 1.A cadeira, 2. posição das meninas, 3. posição da professora, 4. menina de branco, 5. posição do menino ,6. pés cortados, 7.
“O aluno é a peça principal no processo
de ensino-aprendizagem, pois é ele que conduz o
ensino,     indicando   suas    necessidades     e
possibilidades.”
                                   Rollo e Pereira
O estágio foi iniciado no dia
  27 de Abril de 2010, com
  duas aulas de observações....

            Segundo Pimenta e Lima (2004)...
"Aprendemos na escola que o ver e o escutar de forma crítica
e reflexiva o que estava em nossa volta propicia um novo olhar.
Um olhar que escuta, ouve e aprende a ver o outro, a realidade
cria e busca a sintonia do outro, do grupo e de outras pessoas“
                       O “ser “observador é sim uma etapa
                  importantíssima do estágio, pois é nesse
                  momento que você tem a oportunidade de
                  fazer uma diagnose do espaço que você está
                  prestes a assumir. É também o momento de
                  reflexão interior e auto-avaliação onde
                  suas capacidades e potencialidades são
                  questionadas.

Eu observei duas aulas no dia 27/04/2010 e percebi que ainda
não estava pronta para assumir a sala, então solicitei ao
professor regente a observação de mais duas aulas
04/05/2010. Foi bem melhor, conseguir me familiarizar um
pouco mais com os alunos e com o contexto, e me sentir menos
insegura.
O período de regência
ocorreu entre: 11 de maio de
2010 a 20 de Julho de 2010.

                                                                  11.05.2010
                             1º Aula....
                                         “Chega    o    grande   momento...
                                         Ansiedade,Medo,    nervosismo...uma
                                         mistura de sentimentos”


Primeiro    dia....   Tudo   começou   com   as   apresentações   (professora,
alunos)...Logo após deu-se inicio ao assunto “Origem da Vida”. Esse assunto
foi trabalhado de forma bem dinâmica, através de um jogo “Fala sério ⁄ Com
certeza”, exposição de um vídeo, “Doki descobre (Discovery Kids)” e por fim
apresentação de slides.



A existência de materiais curriculares diversificados facilita
a elaboração de propostas singulares, e a importância desses
materiais estará determinada pelo uso que se faça deles, nos
diferentes contextos educativos (ZABALA, 2002). Os jogos
se destacam como importantes ferramentas no âmbito
educacional, pois auxilia os processos de ensino-
aprendizagem em sala de aula, nos diferentes níveis de
ensino e nas diversas áreas do conhecimento. Para Miranda
(2001), o fato de o jogo ser lúdico,divertido e prazeroso, o
torna uma das formas mais eficazes de ensino, sendo uma
estratégia para melhorar o desempenho dos alunos em
conteúdos de difícil aprendizagem.
18.05.2010
                        2º Aula....
                                                  Os medos ainda estão aqui...


A ida ao laboratório... O assunto abordado nessa aula foi introdução sobre os
elementos químicos que compõem a célula. Trabalhei com a construção de um
mapa conceitual, através de tiras e figuras de papel que iam sendo colocadas
no quadro. E depois levei os alunos ao laboratório para realizar uma atividade
prática sobre amido. A aula de modo geral foi maravilhosa. Construir o mapa
conceitual com eles foi bem interessante e proveitoso, mas nada se compara
com atividade em laboratório. Eles ficaram deslumbrados, entusiasmadíssimos
e cheios de questionamentos. Participaram de todo processo desde a
montagem do experimento até a organização do laboratório após a
experiência.




                                  Segundo    Lima     et   al    (1999),    a
                           A      experimentação       inter-relaciona      o
                                  aprendiz    e    os   objetos     de   seu
                           M      conhecimento, a teoria e a prática, ou
                                  seja, une a interpretação do sujeito aos
                           I      fenômenos      e    processos      naturais
                                  observados, pautados não apenas pelo

                           D      conhecimento científico já estabelecido,
                                  mas pelos saberes e hipóteses levantadas
                                  pelos estudantes, diante de situações
                           O      desafiadoras.
3º Aula....
                                                       25.05.2010




    Os alunos da rede estadual de ensino estão sem aula nesta
terça-feira (25). Os professores decidiram realizar uma
paralisação de 24 horas. A categoria reivindica o julgamento
imediato a ação que cobra correção dos valores salariais perdidos
durante o processo de criação da Unidade Real de Valor (URV),
em 1994 – durante a transição do Cruzeiro para o Real. A decisão
de parar as atividades foi tomada em assembléia realizada no dia
12 deste mês no ginásio do Sindicato dos Bancários. Está
programado também uma manifestação em frente ao Fórum Ruy
Barbosa, no Campo da Pólvora. É esperada a participação de
professores do interior do Estado, de cidades como Jequié,
Cachoeira e Alagoinhas.
                                            Autor: Além da Notícia
4º Aula....
                                                               01.06.2010


                                       A insegurança ainda não foi embora...



Em continuação... Elementos químicos que compõem a célula... Dessa vez foi
explicado, através de slides, o conceito, importância e prejuízos de proteínas
e lipídios. Concomitantemente a apresentação mediante ao surgimento de
dúvidas foram feitas algumas discussões. Também foi feito a correção de um
quadro comparativo que havia sido solicitado na aula anterior. Foi uma aula
proveitosa, os alunos participaram bastante e ficaram surpresos com a
potencialidade das proteínas e lipídios.
5º Aula....
                                                               08.06.2010


                                       O friozinho na barriga é freqüente...




Revisão... Tudo estava planejado, primeiro horário eu faria uma revisão dos
assuntos que já haviam sido dados, através de uma mini gincana, e no segundo
horário seria aplicado a nossa primeira avaliação quantitativa, mas minutos
antes de entrar na sala de aula fui informada que naquele dia haveria as
Olimpíadas de Matemática, e eles deveria ser liberados no terceiro horário
para lanchar, pois logo em seguida eles fariam a prova.
6º Aula....
                                                               15.06.2010


                                          As coisas já estão melhores....




Avaliação... Nesse dia foi realizado a avaliação quantitativa, e mediante a
entrega era entregue aos alunos uma folha em branco para que os mesmos
desenhassem uma célula com a mão oposta a que eles usavam comumente pra
escrever. Posteriormente foi feita uma rápida discussão seguindo-se de uma
explicação sobre a parte introdutória do histórico da célula.
As festas juninas fazem parte da tradição da
região    Nordeste    do     país.   Durante
praticamente todo o mês de junho,
brincadeiras, comidas típicas, arrasta pés,
quadrilhas e trajes caipiras podem ser
notados facilmente no interior e nas capitais
nordestinas. Sendo assim nesse período as
escolas entram em recesso, afim de que os
nordestinos aproveitem bastante.
7º Aula....
                                                              06.07.2010


                               Dia D....Observação da professora Cláudia




Dia D.. Depois de um considerável recesso, foi necessário “refrescar” a
memória dos alunos sobre o último assunto que tínhamos trabalhado, “Célula”.
A aula tinha sido planejada como de costume, entretanto algumas coisas não
deram certo, como por exemplo a aula através de slides e eu estava
praticamente sem voz . Isso obviamente tinha que acontecer no dia em que eu
fui observada pela professora regente, Cláudia. Eu consegui contornar a
situação fazendo uma aula expositiva com desenhos e esquemas no quadro e
posteriormente solicitei uma atividade do livro deles.




 Planejar   também     é...  Prever
 situações que favoreçam diferentes
 formas de se relacionar e interagir
 (grupos, equipes fixas e móveis,
 assembléias, trabalhos de campos,
 etc.) (ZABALA, 2002)
8º Aula....
                                                               13.07.2010


                                          As coisas já estão melhores....




Continuação... Foi dado continuidade ao assunto da aula passada. Foi feita a
explanação dos slides e demonstração de um experimento com folhas de
alface, para explicar transporte passivo. Foi feito também explanações de
desenhos no quadro e uma revisão para a prova.
9º Aula....
                                                               19.07.2010


                                           A saudade invade o meu peito...




Aplicação de prova... Nesse dia foi realizado a ultima avaliação quantitativa
de biologia da segunda unidade.


 Por que avaliar?
  Avalia-se para construir conhecimento sobre a própria
  realidade da instituição, identificando pontos fracos,
  pontos fortes e potencialidades, além de compreender
  os significados do conjunto de suas atividades para
  melhorar a qualidade educativa e alcançar maior
  relevância social.

  Para Zabala (2002), o processo de avaliação não consiste
  apenas em ter o aluno como sujeito que aprende, mas é
  também um processo em que se avalia como o professor
  ensina. Ele também elabora a idéia de que devemos
  realizar uma avaliação que seja inicial, reguladora capaz
  de acompanhar o progresso do ensino, final e
  integradora.
10º Aula....
                                                              06.07.2010


                       “O    medo     foi   embora,   mas  o   friozinho
                       continuou...Agora as saudades também fazem parte
                       dessa história.”


Último dia ... Foi realizado a correção da prova juntamente com as alunos e
sanando as possíveis dúvidas. As médias também foram entregues junto as
provas, atividades e trabalhos. Posterior a isso eu fiz um comentário sobre o
que foi o estágio para mim com alunos, e os agradeci por tudo.Só emoção. E
para finalizar fiz a dinâmica do presente. Foi emocionante!
Universidade do Estado da Bahia – UNEB -
Campus II, Editora Chefe da revista.

Cláudia Regina,
Graduada em Licenciatura Plena em
Ciências com habilitação em Biologia pela
Universidade do Estado da Bahia (2000),
com    especialização em Planejamento e
Prática do Ensino Superior, Atualmente é
professora e coordenadora de Estágio
Supervisionado      de      Biologia    na
Universidade do Estado da Bahia ,
Campus II Alagoinhas. Ela foi a
responsável pela revisão da revista.
Durante a elaboração desse trabalho nos
encontrávamos semanalmente, as segundas
e terças-feiras, reuniões que geralmente
duravam cerca de 1 hora. Mantínhamos
também contanto por e-mail sempre que
necessário. Eficiência e comprometimento
são características marcantes dessa
exigente profissional. Obrigada pró, a sua
contribuição jamais será removida da
minha vida.
Eloá Bastos,
A grande colaboradora, companheira de
todas as horas. Sem sombra de dúvidas
estava presente em todos os momentos,
auxiliando nos inúmeros planejamentos, na
elaboração das atividades, dando sempre
força quando surgiam as inseguranças e
os medos. Por isso a alegria de concluir
esse trabalho certamente está sendo
compartilhada por nós. Obrigada por tudo
preta!




       Equipe,

       A equipe era formada pela turma
       2006.2 e alguns agregados. As
       inúmeras contribuições, foram
       essenciais para tornar este, um
       trabalho diferenciado. Obrigada
       equipe perfeita!!!!!!!
CORACINI, M. J. R. F. Interpretação, autoria e
legitimação do livro didático. São Paulo: Pontes. 1999.

CUNNINGSWORTH, A. Choosing              your   Coursebook.
Oxford: Macmillan/Heinemann, 1995.

HARMER, J. The Practice of English Language Teaching.
Longman, Essex. 2003.

LAJOLO, Marisa. Livro Didático: um (quase) um manual
de usuário. 1996.

LIMA, M. P. [et al.]. O bem-estar subjectivo na meia idade:
do mito à realidade. Revista Portuguesa de Pedagogia. Ano
35, nº 1, 2001.

MIRANDA, M. J. C. Educação, Deficiência E Inclusão No
Município De Maringá. Ribeiro. 2001.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L.. Estágio e docência. São
Paulo:Cortez, 2004.

ZABALA, A. Enfoque globalizador e pensamento complexo.
Porto Alegra: Artmed, 2002.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Portfólio lorena sá
Portfólio lorena sá Portfólio lorena sá
Portfólio lorena sá
Lorenabiologia
 
Apresentação seminário paula
Apresentação seminário paulaApresentação seminário paula
Apresentação seminário paula
familiaestagio
 
Portfolio aline
Portfolio   alinePortfolio   aline
Portfolio aline
italoflanatico
 
Portifolio adailton
Portifolio adailtonPortifolio adailton
Portifolio adailton
familiaestagio
 
Portfólio juliana
Portfólio julianaPortfólio juliana
Portfólio juliana
familiaestagio
 
Portfólio monalisaqueiroz
Portfólio monalisaqueirozPortfólio monalisaqueiroz
Portfólio monalisaqueiroz
familiaestagio
 
Eja caderno3
Eja caderno3Eja caderno3
Eja caderno3
Jeová Junior
 
Unidade Didática
Unidade DidáticaUnidade Didática
Unidade Didática
Marcelo Gomes
 
Gps 2ª série
Gps 2ª sérieGps 2ª série
Gps 2ª série
Colégio Embraer Ieep
 
Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012 Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012
EEB São José
 
Artigo experimentação larrissa
Artigo experimentação larrissaArtigo experimentação larrissa
Artigo experimentação larrissa
aboutazevedo
 
Relatòrio de pratica
Relatòrio de praticaRelatòrio de pratica
Relatòrio de pratica
Daniel Acacio
 
Portfolio, nayane cerqueira revisto
Portfolio, nayane cerqueira  revistoPortfolio, nayane cerqueira  revisto
Portfolio, nayane cerqueira revisto
Nayane dos Santos Cerqueira
 
Plano anual de actividades 2011 2012 bib esc
Plano anual de actividades 2011 2012 bib escPlano anual de actividades 2011 2012 bib esc
Plano anual de actividades 2011 2012 bib esc
BELidiaJorge
 
Manual para os pais
Manual para os paisManual para os pais
Manual para os pais
escolapresb
 
Portfólio deiseane
Portfólio deiseanePortfólio deiseane
Portfólio deiseane
familiaestagio
 
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
ProfessorPrincipiante
 

Mais procurados (17)

Portfólio lorena sá
Portfólio lorena sá Portfólio lorena sá
Portfólio lorena sá
 
Apresentação seminário paula
Apresentação seminário paulaApresentação seminário paula
Apresentação seminário paula
 
Portfolio aline
Portfolio   alinePortfolio   aline
Portfolio aline
 
Portifolio adailton
Portifolio adailtonPortifolio adailton
Portifolio adailton
 
Portfólio juliana
Portfólio julianaPortfólio juliana
Portfólio juliana
 
Portfólio monalisaqueiroz
Portfólio monalisaqueirozPortfólio monalisaqueiroz
Portfólio monalisaqueiroz
 
Eja caderno3
Eja caderno3Eja caderno3
Eja caderno3
 
Unidade Didática
Unidade DidáticaUnidade Didática
Unidade Didática
 
Gps 2ª série
Gps 2ª sérieGps 2ª série
Gps 2ª série
 
Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012 Plano de Ação 2012
Plano de Ação 2012
 
Artigo experimentação larrissa
Artigo experimentação larrissaArtigo experimentação larrissa
Artigo experimentação larrissa
 
Relatòrio de pratica
Relatòrio de praticaRelatòrio de pratica
Relatòrio de pratica
 
Portfolio, nayane cerqueira revisto
Portfolio, nayane cerqueira  revistoPortfolio, nayane cerqueira  revisto
Portfolio, nayane cerqueira revisto
 
Plano anual de actividades 2011 2012 bib esc
Plano anual de actividades 2011 2012 bib escPlano anual de actividades 2011 2012 bib esc
Plano anual de actividades 2011 2012 bib esc
 
Manual para os pais
Manual para os paisManual para os pais
Manual para os pais
 
Portfólio deiseane
Portfólio deiseanePortfólio deiseane
Portfólio deiseane
 
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
O ESTÁGIO NA FORMAÇÃO DOCENTE: DILEMAS, CONFLITOS E APRENDIZAGENS DE ALUNOS C...
 

Semelhante a Portfólio de valnise christo da costa

Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
Eloá Bastos
 
Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
Eloá Bastos
 
Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
Eloá Bastos
 
Portifólio de victor
Portifólio de victorPortifólio de victor
Portifólio de victor
Victor Adriel Dos Santos
 
Portfólio tais
Portfólio taisPortfólio tais
Portfólio tais
familiaestagio
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
familiaestagio
 
Portfólio ana carine o
Portfólio ana carine oPortfólio ana carine o
Portfólio ana carine o
familiaestagio
 
Portifólio
 Portifólio Portifólio
Portifólio
familiaestagio
 
Portfolio rejane silva
Portfolio rejane silvaPortfolio rejane silva
Portfolio rejane silva
familiaestagio
 
Portfólio ulisses
Portfólio   ulissesPortfólio   ulisses
Portfólio ulisses
familiaestagio
 
Portfóli eliane
Portfóli elianePortfóli eliane
Portfóli eliane
familiaestagio
 
Portifolio charlene
Portifolio charlenePortifolio charlene
Portifolio charlene
familiaestagio
 
Portfólio elda nunes
Portfólio   elda nunesPortfólio   elda nunes
Portfólio elda nunes
familiaestagio
 
Portifolio 2010.2
Portifolio 2010.2Portifolio 2010.2
Portifolio 2010.2
familiaestagio
 
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane munizPortfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
familiaestagio
 
Portifólio marcília
 Portifólio   marcília Portifólio   marcília
Portifólio marcília
familiaestagio
 
Portifólio clicia
 Portifólio clicia Portifólio clicia
Portifólio clicia
monalisaqueiroz
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
familiaestagio
 
Portifólio rondinelle
Portifólio rondinellePortifólio rondinelle
Portifólio rondinelle
familiaestagio
 
Portfólio(2)
 Portfólio(2) Portfólio(2)
Portfólio(2)
familiaestagio
 

Semelhante a Portfólio de valnise christo da costa (20)

Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
 
Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
 
Portifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid opptPortifoli...corrigid oppt
Portifoli...corrigid oppt
 
Portifólio de victor
Portifólio de victorPortifólio de victor
Portifólio de victor
 
Portfólio tais
Portfólio taisPortfólio tais
Portfólio tais
 
Portifólio 20-02-11 - alana
Portifólio   20-02-11 - alanaPortifólio   20-02-11 - alana
Portifólio 20-02-11 - alana
 
Portfólio ana carine o
Portfólio ana carine oPortfólio ana carine o
Portfólio ana carine o
 
Portifólio
 Portifólio Portifólio
Portifólio
 
Portfolio rejane silva
Portfolio rejane silvaPortfolio rejane silva
Portfolio rejane silva
 
Portfólio ulisses
Portfólio   ulissesPortfólio   ulisses
Portfólio ulisses
 
Portfóli eliane
Portfóli elianePortfóli eliane
Portfóli eliane
 
Portifolio charlene
Portifolio charlenePortifolio charlene
Portifolio charlene
 
Portfólio elda nunes
Portfólio   elda nunesPortfólio   elda nunes
Portfólio elda nunes
 
Portifolio 2010.2
Portifolio 2010.2Portifolio 2010.2
Portifolio 2010.2
 
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane munizPortfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
Portfólio estágio supervisionado ii 1º n5_viliane muniz
 
Portifólio marcília
 Portifólio   marcília Portifólio   marcília
Portifólio marcília
 
Portifólio clicia
 Portifólio clicia Portifólio clicia
Portifólio clicia
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Portifólio rondinelle
Portifólio rondinellePortifólio rondinelle
Portifólio rondinelle
 
Portfólio(2)
 Portfólio(2) Portfólio(2)
Portfólio(2)
 

Mais de Valnise

Ix plano de aula
Ix plano de aulaIx plano de aula
Ix plano de aula
Valnise
 
Viii plano de aula
Viii plano de aulaViii plano de aula
Viii plano de aula
Valnise
 
Vii plano
Vii planoVii plano
Vii plano
Valnise
 
Vi plano de aula
Vi plano de aulaVi plano de aula
Vi plano de aula
Valnise
 
V aula
V aulaV aula
V aula
Valnise
 
Iv aula
Iv aulaIv aula
Iv aula
Valnise
 
Iii plano de aula
Iii plano de aulaIii plano de aula
Iii plano de aula
Valnise
 
Ii plano de aula
Ii plano de aulaIi plano de aula
Ii plano de aula
Valnise
 
I plano de_aula
I plano de_aulaI plano de_aula
I plano de_aula
Valnise
 
Portfólio de valnise christo da costa
Portfólio de valnise christo da costaPortfólio de valnise christo da costa
Portfólio de valnise christo da costa
Valnise
 

Mais de Valnise (10)

Ix plano de aula
Ix plano de aulaIx plano de aula
Ix plano de aula
 
Viii plano de aula
Viii plano de aulaViii plano de aula
Viii plano de aula
 
Vii plano
Vii planoVii plano
Vii plano
 
Vi plano de aula
Vi plano de aulaVi plano de aula
Vi plano de aula
 
V aula
V aulaV aula
V aula
 
Iv aula
Iv aulaIv aula
Iv aula
 
Iii plano de aula
Iii plano de aulaIii plano de aula
Iii plano de aula
 
Ii plano de aula
Ii plano de aulaIi plano de aula
Ii plano de aula
 
I plano de_aula
I plano de_aulaI plano de_aula
I plano de_aula
 
Portfólio de valnise christo da costa
Portfólio de valnise christo da costaPortfólio de valnise christo da costa
Portfólio de valnise christo da costa
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 

Portfólio de valnise christo da costa

  • 1. Valnisechristo@hotmail.com Campus II Nº 020621388 02 06 21 388 03 03 2006 2 Valnise. Portfólio
  • 2. Olá amigo (a), Eu me chamo Valnise Christo da Costa, sou discente do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, da Universidade do Estado da Bahia, Campus II. Quero lhe convidar a conhecer as etapas de uma incrível história: Era uma vez um estágio!! Ela foi solicitada pela professora Cláudia Regina, como requisito de aprovação da disciplina de Estágio Supervisionado II. Estagiária Valnise Christo “Na formação de professores, o estágio é visto como campo de conhecimento e eixo curricular central. Ele possibilita que sejam trabalhados aspectos indispensáveis à construção da identidade, dos saberes e das posturas especificas ao exercício profissional docente” (PIMENTA & LIMA, 2004).
  • 3. Eu não Eu amo meu acredito!?, professor. de Olha só!! Eu odeio o esse também biologia . por falar meu. é o meu nele, aí vem professor. Olá ele. meninas!! Prof. Geraldo. Fim Ele é um professor dedicado. Suas aulas são seguras. É bastante respeitado pelos alunos, e sua relação com os mesmos é bem tranqüila. Como qualquer ser humano, ele não agrada a todos, mas isso faz parte do processo. Percebe-se também que ele tem uma Antônio Geraldo Sá Barreto boa relação com os colegas de Licenciado em Ciências com trabalho e funcionários. Habilitação plena em Biologia pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB e Pós Graduado em Ciência de Alimentos da Univesidade Federal da Bahia – UFBA, é professor regente das disciplinas Biologia e Química do colégio Modelo Luis Eduardo, assim também como professor visitante da disciplina Fisiologia Animal Comparada na Universidade do Estado da Bahia - UNEB.
  • 4. Hum.. Que colégio lindo!! Como ele deve ser por dentro?? Entrada do colégio Auditório Sala de espera da diretoria Pátio do colégio Fim O Colégio Modelo Luís Eduardo Funciona nos três turnos, Magalhães... atendendo grande parte dos alunos da cidade de Alagoinhas, Localizado na Rua Luis Viana, assim também como alunos de próximo ao Fórum da cidade, é cidades circunvizinhas (Aramari, um colégio que oferece aulas de Entre Rios e etc). Ele é ensino médio e apresenta uma considerado como um dos excelente estrutura. Possui 12 melhores colégios por grande salas de aula, uma de vídeo, uma parte da população Alagoinhense. de artes, laboratório de biologia, auditório, banheiros, biblioteca, cantina, pátio e quadra.
  • 5. Olá professor, Eu estou Ah professor em que precisando de eu tenho um posso um bom livro excelente. ajudá-lo? de biologia para 1º ano. Nossa !! E há Oh Val, Prontinho, quem diga que esse eu já aqui está o governo não tenho. Ele é professor. investe em o adotado livros hein... pelo colégio Modelo. Fim Os livros didáticos são vistos – ou pelo menos indiretamente tratados - como o material O livro didático de biologia do 1º didático por excelência. (CUNNINGSWORTH, ano, adotado pelo colégio Modelo, é 1995; CORACINI, 1999), Entretanto ele deve ou o Biologia, Citologia e Histologia de precisa ser complementado ou adaptado Paulino, Wilson Roberto. È um livro (HARMER, 2003). Segundo Lajolo (1996), o livro interessante, que traz de forma didático assume certa importância dentro da bem dinâmica os assuntos. prática de ensino brasileira nestes últimos anos, devido a grande precariedade educacional.
  • 6. O JOGO dos 7 erros.... Figura 1 - 90M1 Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães A turma 90 M1 é composta por 39 alunos, com faixa etária de 15 á 17 anos de idade, e bem distribuída com relação ao fator sexo, ou seja, a quantidade de meninas e bem próximo ao de meninos. É uma turma tranqüila, embora algumas vezes seja necessário chamar á atenção por conta das conversas paralelas. No geral são meninos(a) que tem grande potencial, entretanto alguns ainda não se deram conta disso, ou talvez ainda seja por conta da própria idade. São bastante receptivos e se mostraram abertos para inovações.Amei dividir meus dias de aprendizado com eles. Obrigada turma!! Valnise Christo saída de um menino. 1.A cadeira, 2. posição das meninas, 3. posição da professora, 4. menina de branco, 5. posição do menino ,6. pés cortados, 7.
  • 7. “O aluno é a peça principal no processo de ensino-aprendizagem, pois é ele que conduz o ensino, indicando suas necessidades e possibilidades.” Rollo e Pereira
  • 8. O estágio foi iniciado no dia 27 de Abril de 2010, com duas aulas de observações.... Segundo Pimenta e Lima (2004)... "Aprendemos na escola que o ver e o escutar de forma crítica e reflexiva o que estava em nossa volta propicia um novo olhar. Um olhar que escuta, ouve e aprende a ver o outro, a realidade cria e busca a sintonia do outro, do grupo e de outras pessoas“ O “ser “observador é sim uma etapa importantíssima do estágio, pois é nesse momento que você tem a oportunidade de fazer uma diagnose do espaço que você está prestes a assumir. É também o momento de reflexão interior e auto-avaliação onde suas capacidades e potencialidades são questionadas. Eu observei duas aulas no dia 27/04/2010 e percebi que ainda não estava pronta para assumir a sala, então solicitei ao professor regente a observação de mais duas aulas 04/05/2010. Foi bem melhor, conseguir me familiarizar um pouco mais com os alunos e com o contexto, e me sentir menos insegura.
  • 9. O período de regência ocorreu entre: 11 de maio de 2010 a 20 de Julho de 2010. 11.05.2010 1º Aula.... “Chega o grande momento... Ansiedade,Medo, nervosismo...uma mistura de sentimentos” Primeiro dia.... Tudo começou com as apresentações (professora, alunos)...Logo após deu-se inicio ao assunto “Origem da Vida”. Esse assunto foi trabalhado de forma bem dinâmica, através de um jogo “Fala sério ⁄ Com certeza”, exposição de um vídeo, “Doki descobre (Discovery Kids)” e por fim apresentação de slides. A existência de materiais curriculares diversificados facilita a elaboração de propostas singulares, e a importância desses materiais estará determinada pelo uso que se faça deles, nos diferentes contextos educativos (ZABALA, 2002). Os jogos se destacam como importantes ferramentas no âmbito educacional, pois auxilia os processos de ensino- aprendizagem em sala de aula, nos diferentes níveis de ensino e nas diversas áreas do conhecimento. Para Miranda (2001), o fato de o jogo ser lúdico,divertido e prazeroso, o torna uma das formas mais eficazes de ensino, sendo uma estratégia para melhorar o desempenho dos alunos em conteúdos de difícil aprendizagem.
  • 10. 18.05.2010 2º Aula.... Os medos ainda estão aqui... A ida ao laboratório... O assunto abordado nessa aula foi introdução sobre os elementos químicos que compõem a célula. Trabalhei com a construção de um mapa conceitual, através de tiras e figuras de papel que iam sendo colocadas no quadro. E depois levei os alunos ao laboratório para realizar uma atividade prática sobre amido. A aula de modo geral foi maravilhosa. Construir o mapa conceitual com eles foi bem interessante e proveitoso, mas nada se compara com atividade em laboratório. Eles ficaram deslumbrados, entusiasmadíssimos e cheios de questionamentos. Participaram de todo processo desde a montagem do experimento até a organização do laboratório após a experiência. Segundo Lima et al (1999), a A experimentação inter-relaciona o aprendiz e os objetos de seu M conhecimento, a teoria e a prática, ou seja, une a interpretação do sujeito aos I fenômenos e processos naturais observados, pautados não apenas pelo D conhecimento científico já estabelecido, mas pelos saberes e hipóteses levantadas pelos estudantes, diante de situações O desafiadoras.
  • 11. 3º Aula.... 25.05.2010 Os alunos da rede estadual de ensino estão sem aula nesta terça-feira (25). Os professores decidiram realizar uma paralisação de 24 horas. A categoria reivindica o julgamento imediato a ação que cobra correção dos valores salariais perdidos durante o processo de criação da Unidade Real de Valor (URV), em 1994 – durante a transição do Cruzeiro para o Real. A decisão de parar as atividades foi tomada em assembléia realizada no dia 12 deste mês no ginásio do Sindicato dos Bancários. Está programado também uma manifestação em frente ao Fórum Ruy Barbosa, no Campo da Pólvora. É esperada a participação de professores do interior do Estado, de cidades como Jequié, Cachoeira e Alagoinhas. Autor: Além da Notícia
  • 12. 4º Aula.... 01.06.2010 A insegurança ainda não foi embora... Em continuação... Elementos químicos que compõem a célula... Dessa vez foi explicado, através de slides, o conceito, importância e prejuízos de proteínas e lipídios. Concomitantemente a apresentação mediante ao surgimento de dúvidas foram feitas algumas discussões. Também foi feito a correção de um quadro comparativo que havia sido solicitado na aula anterior. Foi uma aula proveitosa, os alunos participaram bastante e ficaram surpresos com a potencialidade das proteínas e lipídios.
  • 13. 5º Aula.... 08.06.2010 O friozinho na barriga é freqüente... Revisão... Tudo estava planejado, primeiro horário eu faria uma revisão dos assuntos que já haviam sido dados, através de uma mini gincana, e no segundo horário seria aplicado a nossa primeira avaliação quantitativa, mas minutos antes de entrar na sala de aula fui informada que naquele dia haveria as Olimpíadas de Matemática, e eles deveria ser liberados no terceiro horário para lanchar, pois logo em seguida eles fariam a prova.
  • 14. 6º Aula.... 15.06.2010 As coisas já estão melhores.... Avaliação... Nesse dia foi realizado a avaliação quantitativa, e mediante a entrega era entregue aos alunos uma folha em branco para que os mesmos desenhassem uma célula com a mão oposta a que eles usavam comumente pra escrever. Posteriormente foi feita uma rápida discussão seguindo-se de uma explicação sobre a parte introdutória do histórico da célula.
  • 15. As festas juninas fazem parte da tradição da região Nordeste do país. Durante praticamente todo o mês de junho, brincadeiras, comidas típicas, arrasta pés, quadrilhas e trajes caipiras podem ser notados facilmente no interior e nas capitais nordestinas. Sendo assim nesse período as escolas entram em recesso, afim de que os nordestinos aproveitem bastante.
  • 16. 7º Aula.... 06.07.2010 Dia D....Observação da professora Cláudia Dia D.. Depois de um considerável recesso, foi necessário “refrescar” a memória dos alunos sobre o último assunto que tínhamos trabalhado, “Célula”. A aula tinha sido planejada como de costume, entretanto algumas coisas não deram certo, como por exemplo a aula através de slides e eu estava praticamente sem voz . Isso obviamente tinha que acontecer no dia em que eu fui observada pela professora regente, Cláudia. Eu consegui contornar a situação fazendo uma aula expositiva com desenhos e esquemas no quadro e posteriormente solicitei uma atividade do livro deles. Planejar também é... Prever situações que favoreçam diferentes formas de se relacionar e interagir (grupos, equipes fixas e móveis, assembléias, trabalhos de campos, etc.) (ZABALA, 2002)
  • 17. 8º Aula.... 13.07.2010 As coisas já estão melhores.... Continuação... Foi dado continuidade ao assunto da aula passada. Foi feita a explanação dos slides e demonstração de um experimento com folhas de alface, para explicar transporte passivo. Foi feito também explanações de desenhos no quadro e uma revisão para a prova.
  • 18. 9º Aula.... 19.07.2010 A saudade invade o meu peito... Aplicação de prova... Nesse dia foi realizado a ultima avaliação quantitativa de biologia da segunda unidade. Por que avaliar? Avalia-se para construir conhecimento sobre a própria realidade da instituição, identificando pontos fracos, pontos fortes e potencialidades, além de compreender os significados do conjunto de suas atividades para melhorar a qualidade educativa e alcançar maior relevância social. Para Zabala (2002), o processo de avaliação não consiste apenas em ter o aluno como sujeito que aprende, mas é também um processo em que se avalia como o professor ensina. Ele também elabora a idéia de que devemos realizar uma avaliação que seja inicial, reguladora capaz de acompanhar o progresso do ensino, final e integradora.
  • 19. 10º Aula.... 06.07.2010 “O medo foi embora, mas o friozinho continuou...Agora as saudades também fazem parte dessa história.” Último dia ... Foi realizado a correção da prova juntamente com as alunos e sanando as possíveis dúvidas. As médias também foram entregues junto as provas, atividades e trabalhos. Posterior a isso eu fiz um comentário sobre o que foi o estágio para mim com alunos, e os agradeci por tudo.Só emoção. E para finalizar fiz a dinâmica do presente. Foi emocionante!
  • 20. Universidade do Estado da Bahia – UNEB - Campus II, Editora Chefe da revista. Cláudia Regina, Graduada em Licenciatura Plena em Ciências com habilitação em Biologia pela Universidade do Estado da Bahia (2000), com especialização em Planejamento e Prática do Ensino Superior, Atualmente é professora e coordenadora de Estágio Supervisionado de Biologia na Universidade do Estado da Bahia , Campus II Alagoinhas. Ela foi a responsável pela revisão da revista. Durante a elaboração desse trabalho nos encontrávamos semanalmente, as segundas e terças-feiras, reuniões que geralmente duravam cerca de 1 hora. Mantínhamos também contanto por e-mail sempre que necessário. Eficiência e comprometimento são características marcantes dessa exigente profissional. Obrigada pró, a sua contribuição jamais será removida da minha vida.
  • 21. Eloá Bastos, A grande colaboradora, companheira de todas as horas. Sem sombra de dúvidas estava presente em todos os momentos, auxiliando nos inúmeros planejamentos, na elaboração das atividades, dando sempre força quando surgiam as inseguranças e os medos. Por isso a alegria de concluir esse trabalho certamente está sendo compartilhada por nós. Obrigada por tudo preta! Equipe, A equipe era formada pela turma 2006.2 e alguns agregados. As inúmeras contribuições, foram essenciais para tornar este, um trabalho diferenciado. Obrigada equipe perfeita!!!!!!!
  • 22. CORACINI, M. J. R. F. Interpretação, autoria e legitimação do livro didático. São Paulo: Pontes. 1999. CUNNINGSWORTH, A. Choosing your Coursebook. Oxford: Macmillan/Heinemann, 1995. HARMER, J. The Practice of English Language Teaching. Longman, Essex. 2003. LAJOLO, Marisa. Livro Didático: um (quase) um manual de usuário. 1996. LIMA, M. P. [et al.]. O bem-estar subjectivo na meia idade: do mito à realidade. Revista Portuguesa de Pedagogia. Ano 35, nº 1, 2001. MIRANDA, M. J. C. Educação, Deficiência E Inclusão No Município De Maringá. Ribeiro. 2001. PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L.. Estágio e docência. São Paulo:Cortez, 2004. ZABALA, A. Enfoque globalizador e pensamento complexo. Porto Alegra: Artmed, 2002.