SlideShare uma empresa Scribd logo
Política Nacional de Educação Especial na
Perspectiva da Educação Inclusiva
VI Seminário de Educação
Inclusiva:
Direito à Diversidade
ANA CRISTINA DE A. C. BASTOS
anacristinabastos2008@hotmail.com
Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado
pela Portaria 555/2007, prorrogada pela Portaria nº
948/2007, entregue ao Ministro da Educação em 07 de
janeiro de 2008
.
Este documento objetiva:
Acompanhar os avanços do
conhecimento e das lutas sociais,
visando constituir políticas públicas
promotoras de uma educação de
qualidade para todos os alunos.
O que é Educação Inclusiva?
É um processo educacional em
construção , de cunho mundial, que
implica no acesso e permanência de
todos os alunos na escola , conjugando
igualdade e diferença como valores
indissociáveis com adoção de práticas
pedagógicas que valorize as
potencialidades e a produção de
conhecimentos, segundo o ritmo e
possibilidades de cada aluno.
Objetivos da Política
 Assegurar a inclusão escolar de alunos com
deficiência, transtornos globais do desenvolvimento
e alta habilidades/superdotação,
 Orientar os sistemas de ensino para garantir:
acesso ao ensino regular,com participação,
aprendizagem e continuidade nos níveis mais
elevados do ensino;
 Transversalidade da modalidade de educação
especial
 desde a educação infantil até a educação superior;
 Oferta do atendimento educacional especializado;
Objetivos da Política
 Formação de professores para o atendimento
educacional especializado e demais
profissionais da educação para a inclusão;
 Participação da família e da comunidade;
 Acessibilidade arquitetônica, nos transportes,
nos mobiliários, nas comunicações e
informação;
 Articulação intersetorial na implementação
das políticas públicas
Marcos Legais que favorecem a
Educação Inclusiva
 Constituição da Republica Federativa do Brasil
– 1988 – Artigos 206 e 208
Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
I – Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola.
Art. 208. O dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia
de:
I – ensino fundamental, obrigatório e gratuito, assegurada, inclusive, sua oferta
gratuita para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria.
(...)
IV – atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência,
preferencialmente na rede regular de ensino;
Marcos Legais que favorecem a
Educação Inclusiva
Lei 7.853 – 1989
Direitos das pessoas portadoras de deficiência e
criminalização do preconceito
Art. 8º. Constitui crime punível com reclusão de 1 (um)
a 4 (quatro) anos e multa:
I- recusar, suspender, procrastinar, cancelar ou fazer
cessar, sem justa causa, a inscrição de aluno em
estabelecimento de ensino de qualquer curso ou
grau, público ou privado, por motivos derivados da
deficiência que porta.
Marcos Legais que favorecem a
Educação Inclusiva
Lei 8.069/90
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
Art. 53. A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao
pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da
cidadania e qualificação para o trabalho, assegurando-se-lhes:
I. Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola;
II. Direito de ser respeitado por seus educadores;
(...)
V. Acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência.
Marcos Legais que favorecem a
Educação Inclusiva
 Lei 8.069/90
Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)
Art. 54. É dever do Estado assegurar à criança e ao adolescente:
I. ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele
não tiveram acesso na idade própria; (...)
III. atendimento educacional especializado aos portadores de
deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino;
IV. atendimento em creche e pré-escola às crianças de zero a seis anos
de idade; (...)
VII. atendimento no ensino fundamental, através de programas
suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e
assistência à saúde.
Art. 55. Os pais ou responsáveis tem a obrigação de matricular seus filhos
ou pupilos na rede regular de ensino.
O Plano Nacional de Educação estabelece 27 objetivos e metas para a educação
das pessoas público alvo da educação especial.
10
Lei n° 10. 172/01
Plano Nacional de Educação
Novo Plano Nacional de Educação -meta 4 - Universalizar, para a população de
quatro a dezessete anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência,
transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na rede
regular de ensino.
.
PNE - PL 8035/10 (2011-2020)
11
PNE - PL 8035/10 (2011-2020)
Estratégias:
4.1) Contabilizar, para fins do repasse do Fundo de Manutenção e
Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da
Educação – FUNDEB, as matrículas dos estudantes da educação regular da rede
pública que recebem atendimento educacional especializado complementar,
sem prejuízo do cômputo dessas matrículas na educação básica regular.
4.2) Implantar salas de recursos multifuncionais e fomentar a formação
continuada de professores para o atendimento educacional especializado
complementar, nas escolas urbanas e rurais.
4.3) Ampliar a oferta do atendimento educacional especializado complementar aos
estudantes matriculados na rede pública de ensino regular.
12
PNE - PL 8035/10 (2011-2020)
Estratégias:
4.4) Manter e aprofundar programa nacional de acessibilidade nas escolas públicas para
adequação arquitetônica, oferta de transporte acessível, disponibilização de material
didático acessível e recursos de tecnologia assistiva, e oferta da educação bilíngüe em
língua portuguesa e Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.
4.5) Fomentar a educação inclusiva, promovendo a articulação entre o ensino regular e o
atendimento educacional especializado complementar ofertado em salas de recursos
multifuncionais da própria escola ou em instituições especializadas.
4.6) Fortalecer o acompanhamento e o monitoramento do acesso à escola por parte dos
beneficiários do benefício de prestação continuada, de maneira a garantir a ampliação do
atendimento aos estudantes com deficiência na rede pública regular de ensino.
.
Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e
dá outras providências.
13
DECRETO Nº 7.611, DE 17/11/ 2011. -
Esclarecimento sobre o Decreto nº. 7.611,reafirmando o compromisso do Brasil com
a Educação Inclusiva
NOTA TÉCNICA Nº 62 / 2011 / MEC / SECADI /DPEE)
RESOLUÇÃO Nº 4, DE 2 DE OUTUBRO DE 2009 – Institui Diretrizes
Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na
Educação Básica, modalidade Educação Especial.
NOTA TÉCNICA – SEESP/GAB/Nº 11/2010 - Orientações para a
institucionalização da Oferta do Atendimento Educacional
Especializado – AEE em Salas de Recursos Multifuncionais, implantadas nas
escolas regulares
NOTA TÉCNICA – SEESP/GAB/Nº 19/2010 - Orientações para a
contratação de profissionais de apoio para alunos com deficiência e
transtornos globais do desenvolvimento matriculados nas escolas
comuns da rede públicas de ensino
14
OUTROS DOCUMENTOS NORTEADORES
Plano Viver sem Limites
O Plano Viver sem Limite está organizado em 4 eixos:
 Acesso à Educação,
 Inclusão Social,
 Atenção à Saúde e
 Acessibilidade.
As ações, que serão executadas em conjunto por 15 órgãos do Governo Federal,
têm metas para serem implantadas até 2014 e previsão orçamentária de
R$ 7,6 bilhões. A coordenação é da Secretaria de Direitos
Humanos da Presidência da República (SDH/PR)
Plano Viver sem Limites
ACESSO À EDUCAÇÃO
 Implantação de Salas de Recursos Multifuncionais (SRM),
 Promoção de acessibilidade arquitetônica nas escolas,
 Formação de professores para realização do atendimento educacional
especializado (AEE)
 Aquisição de ônibus escolares acessíveis.
 Formação profissional – prioridade para matrícula nos cursos do PRONATEC.
Na educação superior :
 Núcleos de acessibilidade nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES)
 Cursos de formação em Pedagogia, com ênfase na educação bilíngue Língua
Brasileira de Sinais (Libras)/Língua Portuguesa
 Cursos de Letras-Libras em todas as unidades da Federação.
 Ampliar as ações de monitoramento e acompanhamento que compõem o
Programa BPC na Escola
Plano Viver sem Limites
ACESSO À EDUCAÇÃO
SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAL
As Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) são espaços nos quais é
realizado o Atendimento Educacional Especializado (AEE), complementar
ou suplementar à escolarização dos estudantes com deficiência, em horário
oposto à sua matrícula em escola de educação básica da rede pública.
A secretaria de educação do município deve apresentar a demanda no
Plano de Ações Articuladas (PAR) e indicar as escolas a serem
contempladas por meio do Sistema de Gestão Tecnológica (SIGETEC),
além de solicitar oferta de cursos de formação continuada em Atendimento
Educacional Especializado para os professores da rede.
Plano Viver sem Limites
ACESSO À EDUCAÇÃO
ESCOLA ACESSÍVEL
O Programa Escola Acessível disponibiliza recursos financeiros às escolas
públicas, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), para
promoção de acessibilidade arquitetônica nos prédios escolares e compra
de materiais e equipamentos de tecnologia assistiva.
Por meio dessa ação, as escolas podem adequar e construir rampas,
sanitários acessíveis e vias de acesso; alargar portas, instalar corrimãos e
equipamentos de sinalização visual, tátil e sonora; adquirir cadeiras de
rodas e outros recursos de tecnologia assistiva, entre outros.
Acesse a relação nominal das escolas atendidas, por meio do
‘portal.mec.gov.br’
.No menu ao lado direito, clique em ‘SECADI’, e escolha a opção
‘programas e ações’.
Plano Viver sem Limites
ACESSO À EDUCAÇÃO
PROGRAMA BPC NA ESCOLA
Total de Municípios Total de
beneficiários
inseridos na
escola
% Total de
beneficiários
não inseridos
na escola
% Total de
beneficiários
PB 223 6.967 58,73% 4.895 41,27% 11.862
Monitorar o acesso e permanência na escola dos Beneficiários do Benefício da
Prestação Continuada - BPC com deficiência, na faixa etária de 0 a 18 anos, por
meio de ações articuladas, entre as áreas da educação, assistência social, direitos
humanos e saúde.
Adesão: http://aplicacoes.mds.gov.br/bpcnaescola.
Total de
Beneficiários
Inseridos na
Escola
%
Total de
Beneficiários
Não Inseridos
na Escola
%
AL 102 9.362 61,83% 5.779 38,17%
BA 417 23.365 59,28% 16.050 40,72%
CE 184 17.204 64,56% 9.445 35,44%
MA 217 13.703 56,68% 10.471 43,32%
PB 223 6.967 58,73% 4.895 41,27%
PE 185 18.157 63,04% 10.646 36,96%
PI 224 5.160 56,04% 4.048 43,96%
RN 167 6.597 68,12% 3.088 31,88%
SE 75 4.191 60,71% 2.712 39,29%
Total Região NORDESTE 1.794 104.706 60,93% 67.134 39,07%
TOTAL BRASIL 5.565 306.371 68,71% 139.518 31,29%
Fonte: Nota Técnica MEC, divulgada em 15/03/2012.
Pareamento 2011 - Programa BPC na Escola: Quantidade e Percentual de Beneficiários do BPC, Pe
Deficiência, até 18 anos, Inseridos e Não Inseridos na Escola, Região Nordeste
UF Total de Municípios
Pareamento 2011
Plano Viver sem Limites
ACESSO À EDUCAÇÃO
TRANSPORTE ESCOLAR ACESÍVEL
Essa ação prioriza os municípios com maior número de beneficiários do BPC em
idade escolar obrigatória e que estão fora da escola. Os veículos adquiridos têm
como objetivo transportar estudantes tanto para as aulas quanto para o Atendimento
Educacional Especializado (AEE), rural ou urbano.
NOTA TÉCNICA Nº 42 / 2011 / MEC / SECADI / DPEE
Orientações para Adesão à ação Transporte Escolar Acessível – Caminho da Escola -
Plano de Ações Articuladas – PAR , por meio do sitio http://simec.mec.gov.br/
NA PARAÍBA, 80 MUNICÍPIOS SERÃO CONTEMPLADOS PELO PROGRAMA CAMINHO DA
ESCOLA - TRANSPORTE ESCOLAR ACESSIVEL - 2011/2012
Para mais informações, acesse
: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17432&Itemid=817
http://www.fnde.gov.br/index.php/programas-caminho-da-escola.
PARA REFLETIR
Se não lutarmos por uma
Sociedade inclusiva, mais
Cedo ou mais tarde,
seremos reféns de uma
sociedade excludente!
Cristina Bastos
FUNAD/AEE

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
Ulisses Vakirtzis
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Priscila Gomes
 
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiploSlides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Compede
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência Intelectual
Edilene Sampaio
 
A INCLUSÃO ESCOLAR
A  INCLUSÃO ESCOLAR A  INCLUSÃO ESCOLAR
A INCLUSÃO ESCOLAR
Zélia Cordeiro
 
Educação inclusiva: feitos e efeitos
Educação inclusiva: feitos e efeitosEducação inclusiva: feitos e efeitos
Educação inclusiva: feitos e efeitos
Thiago de Almeida
 
Constituição
Constituição  Constituição
Constituição
karlyapessoa
 
Capacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
Capacitação de educadores e cuidadores Educação InclusivaCapacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
Capacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
Secretaria de Educação e Cultura - SEMEC aAcari
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Almeida Emilene Santos
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
Vera Zacharias
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
Germano Santos da Silva
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
izabel Lucia
 
8. Educação Inclusiva
8. Educação  Inclusiva  8. Educação  Inclusiva
8. Educação Inclusiva
Sandra Luccas
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
Jose Wilson Melo
 
Legislação Educacional Brasileira
Legislação Educacional BrasileiraLegislação Educacional Brasileira
Legislação Educacional Brasileira
Messias Mota Vieira
 
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVAAula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Rute Pereira
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola
Ulisses Vakirtzis
 
Aula 2 e 3
Aula 2 e 3Aula 2 e 3
Aula 2 e 3
Gleisser
 
Aee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncionalAee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncional
Marcélia Amorim Cardoso
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar

Mais procurados (20)

inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiploSlides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
Slides Semana do Deficiênte intelectual e múltiplo
 
Deficiência Intelectual
Deficiência IntelectualDeficiência Intelectual
Deficiência Intelectual
 
A INCLUSÃO ESCOLAR
A  INCLUSÃO ESCOLAR A  INCLUSÃO ESCOLAR
A INCLUSÃO ESCOLAR
 
Educação inclusiva: feitos e efeitos
Educação inclusiva: feitos e efeitosEducação inclusiva: feitos e efeitos
Educação inclusiva: feitos e efeitos
 
Constituição
Constituição  Constituição
Constituição
 
Capacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
Capacitação de educadores e cuidadores Educação InclusivaCapacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
Capacitação de educadores e cuidadores Educação Inclusiva
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Histórico da Educação Especial
Histórico da Educação EspecialHistórico da Educação Especial
Histórico da Educação Especial
 
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva -...
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
 
8. Educação Inclusiva
8. Educação  Inclusiva  8. Educação  Inclusiva
8. Educação Inclusiva
 
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAISPOLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
POLITICAS PUBLICAS EDUCACIONAIS
 
Legislação Educacional Brasileira
Legislação Educacional BrasileiraLegislação Educacional Brasileira
Legislação Educacional Brasileira
 
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVAAula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
Aula 2 e 3 FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSIVA
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola
 
Aula 2 e 3
Aula 2 e 3Aula 2 e 3
Aula 2 e 3
 
Aee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncionalAee. sala multifuncional
Aee. sala multifuncional
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 

Destaque

Pedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusivaPedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusiva
Carina Zandonai
 
Todos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusivaTodos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusiva
SimoneHelenDrumond
 
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas EscolasO Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
guest3d615bd
 
Apresentao de sbado!!!!
Apresentao de sbado!!!!Apresentao de sbado!!!!
Apresentao de sbado!!!!
♥Marcinhatinelli♥
 
educação inclusiva
educação inclusivaeducação inclusiva
educação inclusiva
ericarodriguesalegre
 
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
asustecnologia
 
Educação especial escola inclusiva slides
Educação especial  escola inclusiva slidesEducação especial  escola inclusiva slides
Educação especial escola inclusiva slides
gindri
 
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIALPNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
Glória Melo
 
Plano de Ação do AEE
Plano de Ação do AEEPlano de Ação do AEE
Plano de Ação do AEE
Patricia Bampi
 
Inclusão slide
Inclusão slideInclusão slide
Inclusão slide
Thaisduarte
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Débora Silveira
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Instituto Consciência GO
 
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇASA EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
Pedagogo Santos
 
E D Especial
E D  EspecialE D  Especial
Marcos politicos e legais da ed. especial
Marcos politicos e legais da ed. especialMarcos politicos e legais da ed. especial
Marcos politicos e legais da ed. especial
Kátia Regyna
 
Educação inclusiva- Escola inclusiva
Educação inclusiva- Escola inclusivaEducação inclusiva- Escola inclusiva
Educação inclusiva- Escola inclusiva
Simone Dias
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
Ramon Mariano
 
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferençaEducação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Denise Martins
 
Educação especial
Educação especialEducação especial
Educação especial
Educação
 
Ed Esp Prefeitura
Ed Esp PrefeituraEd Esp Prefeitura
Ed Esp Prefeitura
Professora Josete
 

Destaque (20)

Pedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusivaPedagogia da educação inclusiva
Pedagogia da educação inclusiva
 
Todos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusivaTodos juntos por uma educação inclusiva
Todos juntos por uma educação inclusiva
 
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas EscolasO Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
O Atendimento Educacional Especializado- AEE nas Escolas
 
Apresentao de sbado!!!!
Apresentao de sbado!!!!Apresentao de sbado!!!!
Apresentao de sbado!!!!
 
educação inclusiva
educação inclusivaeducação inclusiva
educação inclusiva
 
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
 
Educação especial escola inclusiva slides
Educação especial  escola inclusiva slidesEducação especial  escola inclusiva slides
Educação especial escola inclusiva slides
 
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIALPNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
PNAIC EDUCAÇÃO ESPECIAL
 
Plano de Ação do AEE
Plano de Ação do AEEPlano de Ação do AEE
Plano de Ação do AEE
 
Inclusão slide
Inclusão slideInclusão slide
Inclusão slide
 
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagemPsicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
Psicologia do desenvolvimento e da aprendizagem
 
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos PedagógicosTeorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
Teorias da Aprendizagem e Modelos Pedagógicos
 
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇASA EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
 
E D Especial
E D  EspecialE D  Especial
E D Especial
 
Marcos politicos e legais da ed. especial
Marcos politicos e legais da ed. especialMarcos politicos e legais da ed. especial
Marcos politicos e legais da ed. especial
 
Educação inclusiva- Escola inclusiva
Educação inclusiva- Escola inclusivaEducação inclusiva- Escola inclusiva
Educação inclusiva- Escola inclusiva
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferençaEducação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
 
Educação especial
Educação especialEducação especial
Educação especial
 
Ed Esp Prefeitura
Ed Esp PrefeituraEd Esp Prefeitura
Ed Esp Prefeitura
 

Semelhante a Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva

Doc orientador sala multifuncionais
Doc orientador sala multifuncionaisDoc orientador sala multifuncionais
Doc orientador sala multifuncionais
Taise Presotto
 
Doc orientador multifuncionais
Doc orientador multifuncionaisDoc orientador multifuncionais
Doc orientador multifuncionais
eurenicedosreis
 
Documento orientador do programa implantação de salas de recursos
Documento orientador do programa implantação de salas de recursosDocumento orientador do programa implantação de salas de recursos
Documento orientador do programa implantação de salas de recursos
Carlos Junior
 
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
cefaidreguaianases
 
Educação Especial.pptx
Educação Especial.pptxEducação Especial.pptx
Educação Especial.pptx
MarceloSilva644295
 
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEENOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
Carlos Junior
 
Salas de recursos[1]
Salas de recursos[1]Salas de recursos[1]
Salas de recursos[1]
Instituto Consciência GO
 
Aee
AeeAee
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/DpeeNota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
Bárbara Delpretto
 
Joiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
Joiran M. da Silva - MEC - Educação InclusivaJoiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
Joiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
alexrrosaueja
 
Marcos legais
Marcos legaisMarcos legais
Marcos legais
karin
 
Salas de Recursos Multifuncionais
Salas de Recursos Multifuncionais Salas de Recursos Multifuncionais
Salas de Recursos Multifuncionais
Instituto Consciência GO
 
Decreto 10 502_30_09_20
Decreto 10 502_30_09_20Decreto 10 502_30_09_20
Decreto 10 502_30_09_20
Geo Silva
 
Educação especial
Educação especialEducação especial
Educação especial
Luciene Oliveira
 
Cartilha viver sem_limite.pdf
Cartilha viver sem_limite.pdfCartilha viver sem_limite.pdf
Cartilha viver sem_limite.pdf
CentroEnsEspecial
 
Resolução AEE
Resolução AEEResolução AEE
Resolução AEE
ivesmaria
 
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
eurenicedosreis
 
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
DebsAEE
 
Resolucao cne ceb_n_04_2009_texto
Resolucao cne ceb_n_04_2009_textoResolucao cne ceb_n_04_2009_texto
Resolucao cne ceb_n_04_2009_texto
martamello
 
Cefai cei e emei reunião de organização das u e
Cefai cei e emei reunião de organização das u eCefai cei e emei reunião de organização das u e
Cefai cei e emei reunião de organização das u e
EMEI Julio Alves Pereira
 

Semelhante a Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva (20)

Doc orientador sala multifuncionais
Doc orientador sala multifuncionaisDoc orientador sala multifuncionais
Doc orientador sala multifuncionais
 
Doc orientador multifuncionais
Doc orientador multifuncionaisDoc orientador multifuncionais
Doc orientador multifuncionais
 
Documento orientador do programa implantação de salas de recursos
Documento orientador do programa implantação de salas de recursosDocumento orientador do programa implantação de salas de recursos
Documento orientador do programa implantação de salas de recursos
 
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
Legislação de Educação Especial para concurso de professor de Educação Infantil
 
Educação Especial.pptx
Educação Especial.pptxEducação Especial.pptx
Educação Especial.pptx
 
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEENOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
NOTA TÉCNICA No 04 / 2014 / MEC / SECADI / DPEE
 
Salas de recursos[1]
Salas de recursos[1]Salas de recursos[1]
Salas de recursos[1]
 
Aee
AeeAee
Aee
 
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/DpeeNota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
Nota técnica 04/2014 Mec/Secadi/Dpee
 
Joiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
Joiran M. da Silva - MEC - Educação InclusivaJoiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
Joiran M. da Silva - MEC - Educação Inclusiva
 
Marcos legais
Marcos legaisMarcos legais
Marcos legais
 
Salas de Recursos Multifuncionais
Salas de Recursos Multifuncionais Salas de Recursos Multifuncionais
Salas de Recursos Multifuncionais
 
Decreto 10 502_30_09_20
Decreto 10 502_30_09_20Decreto 10 502_30_09_20
Decreto 10 502_30_09_20
 
Educação especial
Educação especialEducação especial
Educação especial
 
Cartilha viver sem_limite.pdf
Cartilha viver sem_limite.pdfCartilha viver sem_limite.pdf
Cartilha viver sem_limite.pdf
 
Resolução AEE
Resolução AEEResolução AEE
Resolução AEE
 
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
 
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
4a s aee_ead_2013_resolucao_cne_ceb_n_04_2009_texto
 
Resolucao cne ceb_n_04_2009_texto
Resolucao cne ceb_n_04_2009_textoResolucao cne ceb_n_04_2009_texto
Resolucao cne ceb_n_04_2009_texto
 
Cefai cei e emei reunião de organização das u e
Cefai cei e emei reunião de organização das u eCefai cei e emei reunião de organização das u e
Cefai cei e emei reunião de organização das u e
 

Mais de ceciliaconserva

197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
ceciliaconserva
 
Miguel para o computador
Miguel para o computadorMiguel para o computador
Miguel para o computador
ceciliaconserva
 
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
ceciliaconserva
 
João pessoa 2012 superdotados
João pessoa 2012 superdotadosJoão pessoa 2012 superdotados
João pessoa 2012 superdotados
ceciliaconserva
 
Professor de aee
Professor de aeeProfessor de aee
Professor de aee
ceciliaconserva
 
Plano de aee
Plano de aeePlano de aee
Plano de aee
ceciliaconserva
 
Curso completo jp
Curso completo jpCurso completo jp
Curso completo jp
ceciliaconserva
 
Professor de aee
Professor de aeeProfessor de aee
Professor de aee
ceciliaconserva
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializado
ceciliaconserva
 
Apresentação direitos sandra seminário[1]
Apresentação direitos sandra seminário[1]Apresentação direitos sandra seminário[1]
Apresentação direitos sandra seminário[1]
ceciliaconserva
 
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVAVI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
ceciliaconserva
 
Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
ceciliaconserva
 
Síndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAHSíndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAH
ceciliaconserva
 

Mais de ceciliaconserva (13)

197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
 
Miguel para o computador
Miguel para o computadorMiguel para o computador
Miguel para o computador
 
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados197 slides joão pessoa 2012 superdotados
197 slides joão pessoa 2012 superdotados
 
João pessoa 2012 superdotados
João pessoa 2012 superdotadosJoão pessoa 2012 superdotados
João pessoa 2012 superdotados
 
Professor de aee
Professor de aeeProfessor de aee
Professor de aee
 
Plano de aee
Plano de aeePlano de aee
Plano de aee
 
Curso completo jp
Curso completo jpCurso completo jp
Curso completo jp
 
Professor de aee
Professor de aeeProfessor de aee
Professor de aee
 
Atendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional EspecializadoAtendimento Educacional Especializado
Atendimento Educacional Especializado
 
Apresentação direitos sandra seminário[1]
Apresentação direitos sandra seminário[1]Apresentação direitos sandra seminário[1]
Apresentação direitos sandra seminário[1]
 
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVAVI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
VI SEMINARIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA
 
Palestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJPPalestra com os CREIS - PMJP
Palestra com os CREIS - PMJP
 
Síndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAHSíndrome de Down e TDAH
Síndrome de Down e TDAH
 

Último

Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 

Política nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva

  • 1. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva VI Seminário de Educação Inclusiva: Direito à Diversidade ANA CRISTINA DE A. C. BASTOS anacristinabastos2008@hotmail.com
  • 2. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria 555/2007, prorrogada pela Portaria nº 948/2007, entregue ao Ministro da Educação em 07 de janeiro de 2008 . Este documento objetiva: Acompanhar os avanços do conhecimento e das lutas sociais, visando constituir políticas públicas promotoras de uma educação de qualidade para todos os alunos.
  • 3. O que é Educação Inclusiva? É um processo educacional em construção , de cunho mundial, que implica no acesso e permanência de todos os alunos na escola , conjugando igualdade e diferença como valores indissociáveis com adoção de práticas pedagógicas que valorize as potencialidades e a produção de conhecimentos, segundo o ritmo e possibilidades de cada aluno.
  • 4. Objetivos da Política  Assegurar a inclusão escolar de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e alta habilidades/superdotação,  Orientar os sistemas de ensino para garantir: acesso ao ensino regular,com participação, aprendizagem e continuidade nos níveis mais elevados do ensino;  Transversalidade da modalidade de educação especial  desde a educação infantil até a educação superior;  Oferta do atendimento educacional especializado;
  • 5. Objetivos da Política  Formação de professores para o atendimento educacional especializado e demais profissionais da educação para a inclusão;  Participação da família e da comunidade;  Acessibilidade arquitetônica, nos transportes, nos mobiliários, nas comunicações e informação;  Articulação intersetorial na implementação das políticas públicas
  • 6. Marcos Legais que favorecem a Educação Inclusiva  Constituição da Republica Federativa do Brasil – 1988 – Artigos 206 e 208 Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: I – Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola. Art. 208. O dever do Estado com a educação será efetivado mediante a garantia de: I – ensino fundamental, obrigatório e gratuito, assegurada, inclusive, sua oferta gratuita para todos os que a ele não tiveram acesso na idade própria. (...) IV – atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino;
  • 7. Marcos Legais que favorecem a Educação Inclusiva Lei 7.853 – 1989 Direitos das pessoas portadoras de deficiência e criminalização do preconceito Art. 8º. Constitui crime punível com reclusão de 1 (um) a 4 (quatro) anos e multa: I- recusar, suspender, procrastinar, cancelar ou fazer cessar, sem justa causa, a inscrição de aluno em estabelecimento de ensino de qualquer curso ou grau, público ou privado, por motivos derivados da deficiência que porta.
  • 8. Marcos Legais que favorecem a Educação Inclusiva Lei 8.069/90 Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) Art. 53. A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania e qualificação para o trabalho, assegurando-se-lhes: I. Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola; II. Direito de ser respeitado por seus educadores; (...) V. Acesso à escola pública e gratuita próxima de sua residência.
  • 9. Marcos Legais que favorecem a Educação Inclusiva  Lei 8.069/90 Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) Art. 54. É dever do Estado assegurar à criança e ao adolescente: I. ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que a ele não tiveram acesso na idade própria; (...) III. atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino; IV. atendimento em creche e pré-escola às crianças de zero a seis anos de idade; (...) VII. atendimento no ensino fundamental, através de programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e assistência à saúde. Art. 55. Os pais ou responsáveis tem a obrigação de matricular seus filhos ou pupilos na rede regular de ensino.
  • 10. O Plano Nacional de Educação estabelece 27 objetivos e metas para a educação das pessoas público alvo da educação especial. 10 Lei n° 10. 172/01 Plano Nacional de Educação Novo Plano Nacional de Educação -meta 4 - Universalizar, para a população de quatro a dezessete anos, o atendimento escolar aos estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na rede regular de ensino. . PNE - PL 8035/10 (2011-2020)
  • 11. 11 PNE - PL 8035/10 (2011-2020) Estratégias: 4.1) Contabilizar, para fins do repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB, as matrículas dos estudantes da educação regular da rede pública que recebem atendimento educacional especializado complementar, sem prejuízo do cômputo dessas matrículas na educação básica regular. 4.2) Implantar salas de recursos multifuncionais e fomentar a formação continuada de professores para o atendimento educacional especializado complementar, nas escolas urbanas e rurais. 4.3) Ampliar a oferta do atendimento educacional especializado complementar aos estudantes matriculados na rede pública de ensino regular.
  • 12. 12 PNE - PL 8035/10 (2011-2020) Estratégias: 4.4) Manter e aprofundar programa nacional de acessibilidade nas escolas públicas para adequação arquitetônica, oferta de transporte acessível, disponibilização de material didático acessível e recursos de tecnologia assistiva, e oferta da educação bilíngüe em língua portuguesa e Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. 4.5) Fomentar a educação inclusiva, promovendo a articulação entre o ensino regular e o atendimento educacional especializado complementar ofertado em salas de recursos multifuncionais da própria escola ou em instituições especializadas. 4.6) Fortalecer o acompanhamento e o monitoramento do acesso à escola por parte dos beneficiários do benefício de prestação continuada, de maneira a garantir a ampliação do atendimento aos estudantes com deficiência na rede pública regular de ensino. .
  • 13. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. 13 DECRETO Nº 7.611, DE 17/11/ 2011. - Esclarecimento sobre o Decreto nº. 7.611,reafirmando o compromisso do Brasil com a Educação Inclusiva NOTA TÉCNICA Nº 62 / 2011 / MEC / SECADI /DPEE)
  • 14. RESOLUÇÃO Nº 4, DE 2 DE OUTUBRO DE 2009 – Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. NOTA TÉCNICA – SEESP/GAB/Nº 11/2010 - Orientações para a institucionalização da Oferta do Atendimento Educacional Especializado – AEE em Salas de Recursos Multifuncionais, implantadas nas escolas regulares NOTA TÉCNICA – SEESP/GAB/Nº 19/2010 - Orientações para a contratação de profissionais de apoio para alunos com deficiência e transtornos globais do desenvolvimento matriculados nas escolas comuns da rede públicas de ensino 14 OUTROS DOCUMENTOS NORTEADORES
  • 15. Plano Viver sem Limites O Plano Viver sem Limite está organizado em 4 eixos:  Acesso à Educação,  Inclusão Social,  Atenção à Saúde e  Acessibilidade. As ações, que serão executadas em conjunto por 15 órgãos do Governo Federal, têm metas para serem implantadas até 2014 e previsão orçamentária de R$ 7,6 bilhões. A coordenação é da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR)
  • 16. Plano Viver sem Limites ACESSO À EDUCAÇÃO  Implantação de Salas de Recursos Multifuncionais (SRM),  Promoção de acessibilidade arquitetônica nas escolas,  Formação de professores para realização do atendimento educacional especializado (AEE)  Aquisição de ônibus escolares acessíveis.  Formação profissional – prioridade para matrícula nos cursos do PRONATEC. Na educação superior :  Núcleos de acessibilidade nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES)  Cursos de formação em Pedagogia, com ênfase na educação bilíngue Língua Brasileira de Sinais (Libras)/Língua Portuguesa  Cursos de Letras-Libras em todas as unidades da Federação.  Ampliar as ações de monitoramento e acompanhamento que compõem o Programa BPC na Escola
  • 17. Plano Viver sem Limites ACESSO À EDUCAÇÃO SALAS DE RECURSOS MULTIFUNCIONAL As Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) são espaços nos quais é realizado o Atendimento Educacional Especializado (AEE), complementar ou suplementar à escolarização dos estudantes com deficiência, em horário oposto à sua matrícula em escola de educação básica da rede pública. A secretaria de educação do município deve apresentar a demanda no Plano de Ações Articuladas (PAR) e indicar as escolas a serem contempladas por meio do Sistema de Gestão Tecnológica (SIGETEC), além de solicitar oferta de cursos de formação continuada em Atendimento Educacional Especializado para os professores da rede.
  • 18. Plano Viver sem Limites ACESSO À EDUCAÇÃO ESCOLA ACESSÍVEL O Programa Escola Acessível disponibiliza recursos financeiros às escolas públicas, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), para promoção de acessibilidade arquitetônica nos prédios escolares e compra de materiais e equipamentos de tecnologia assistiva. Por meio dessa ação, as escolas podem adequar e construir rampas, sanitários acessíveis e vias de acesso; alargar portas, instalar corrimãos e equipamentos de sinalização visual, tátil e sonora; adquirir cadeiras de rodas e outros recursos de tecnologia assistiva, entre outros. Acesse a relação nominal das escolas atendidas, por meio do ‘portal.mec.gov.br’ .No menu ao lado direito, clique em ‘SECADI’, e escolha a opção ‘programas e ações’.
  • 19. Plano Viver sem Limites ACESSO À EDUCAÇÃO PROGRAMA BPC NA ESCOLA Total de Municípios Total de beneficiários inseridos na escola % Total de beneficiários não inseridos na escola % Total de beneficiários PB 223 6.967 58,73% 4.895 41,27% 11.862 Monitorar o acesso e permanência na escola dos Beneficiários do Benefício da Prestação Continuada - BPC com deficiência, na faixa etária de 0 a 18 anos, por meio de ações articuladas, entre as áreas da educação, assistência social, direitos humanos e saúde. Adesão: http://aplicacoes.mds.gov.br/bpcnaescola. Total de Beneficiários Inseridos na Escola % Total de Beneficiários Não Inseridos na Escola % AL 102 9.362 61,83% 5.779 38,17% BA 417 23.365 59,28% 16.050 40,72% CE 184 17.204 64,56% 9.445 35,44% MA 217 13.703 56,68% 10.471 43,32% PB 223 6.967 58,73% 4.895 41,27% PE 185 18.157 63,04% 10.646 36,96% PI 224 5.160 56,04% 4.048 43,96% RN 167 6.597 68,12% 3.088 31,88% SE 75 4.191 60,71% 2.712 39,29% Total Região NORDESTE 1.794 104.706 60,93% 67.134 39,07% TOTAL BRASIL 5.565 306.371 68,71% 139.518 31,29% Fonte: Nota Técnica MEC, divulgada em 15/03/2012. Pareamento 2011 - Programa BPC na Escola: Quantidade e Percentual de Beneficiários do BPC, Pe Deficiência, até 18 anos, Inseridos e Não Inseridos na Escola, Região Nordeste UF Total de Municípios Pareamento 2011
  • 20. Plano Viver sem Limites ACESSO À EDUCAÇÃO TRANSPORTE ESCOLAR ACESÍVEL Essa ação prioriza os municípios com maior número de beneficiários do BPC em idade escolar obrigatória e que estão fora da escola. Os veículos adquiridos têm como objetivo transportar estudantes tanto para as aulas quanto para o Atendimento Educacional Especializado (AEE), rural ou urbano. NOTA TÉCNICA Nº 42 / 2011 / MEC / SECADI / DPEE Orientações para Adesão à ação Transporte Escolar Acessível – Caminho da Escola - Plano de Ações Articuladas – PAR , por meio do sitio http://simec.mec.gov.br/ NA PARAÍBA, 80 MUNICÍPIOS SERÃO CONTEMPLADOS PELO PROGRAMA CAMINHO DA ESCOLA - TRANSPORTE ESCOLAR ACESSIVEL - 2011/2012 Para mais informações, acesse : http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=17432&Itemid=817 http://www.fnde.gov.br/index.php/programas-caminho-da-escola.
  • 21. PARA REFLETIR Se não lutarmos por uma Sociedade inclusiva, mais Cedo ou mais tarde, seremos reféns de uma sociedade excludente! Cristina Bastos FUNAD/AEE