SlideShare uma empresa Scribd logo
PPRROOGGRRAAMMAA SSEEMMEEAARR 
PPRROOJJEETTOO TTUUPPIINNIIQQUUIIMM 
AALLUUNNAASS:: KKEEIILLAAHH SSAANNDDRRAA 
MMAARRIIAA LLUUIIZZAA 
SSHHEEIILLAA MMOONNTTEEIIRROO 
TTAAIISS RREEIISS 
PPRROOIINNFFOO AARRAAÇÇAARRIIGGUUAAMMAA 
22001144
O que é o Programa Semear? 
São oficinas culturais da Secretaria Municipal de 
Educação de Araçariguama que estão inclusos 
as: 
- Oficinas nas Escolas de Educação Integral 
- Programa Arte nas Escolas 
- Escola Municipal de Arte (EMARTE)
- Oficinas nas Escolas de Educação Integral 
Projeto Tupiniquim – Trilhares Brasileiros 
- A proposta inicial se baseia na articulação de 
todas as disciplinas do programa Semear. 
Em um primeiro momento dividiremos as 
regiões brasileiras em quatro campos de 
pesquisa.
A intenção desse plano de ação é 
resgatar a cultura do nosso país e 
demonstrar aos nossos alunos um Brasil 
que eles ainda não conhecem. 
Brasil não é só Copa, Brasil também é 
Cultura! 
Ao termino da proposta faremos um 
documentário com os trabalhos 
produzidos ao longo do segundo 
semestre.
◦ Ibaté e Chácara Dora: Centro – Oeste 
◦ Mombaça: Sul 
◦ Santa Ella: Nordeste 
◦ Rio Acima: Norte 
◦ Professores e Projetos Especiais - Sudeste
O Brasil é muito rico de cultura popular, 
e sendo esse um tema muito abrangente, 
devemos nos concentrar em propostas 
que representem os hábitos e costumes 
de cada região:
 Contos e fabulas do folclore brasileiro: Nessa proposta a intenção é produzir um teatro com 
os principais ícones do folclore brasileiro. Partindo de livros desenhados pelos alunos, podemos 
gravar as narrativas e produzir livros e peças teatrais do folclore brasileiro para as apresentações 
regionais. 
 Danças Típicas: Ritmos característicos de cada região. Essa proposta fará interações e recortes 
com o teatro e a música. 
 Hábitos e Costumes: Com esse seguimento, faremos um levantamento histórico da região 
estudada, permitindo a compreensão das influências de outros povos em nossos costumes. O que 
se espera dessa proposta é promover um festival gastronômico com comidas típicas das regiões 
estudadas. 
 Jogos e Brincadeiras: Faremos um levantamento dos esportes mais malucos e exóticos de cada 
região, para que possamos promover um campeonato interescolar com as escolas integrais. O que 
se espera dessa proposta, é a interação e a participação da comunidade nas modalidades esportivas 
que serão propostas nas apresentações regionais. 
 Musicas Típicas: Por se tratar de Araçariguama, a terra dos imprevistos, será proposto um 
repertório global abrangendo todas as regiões brasileiras (Ritmos característicos de cada região, 
uma ou duas musicas por região). O que se espera dessa proposta é um coro que fará recortes e 
interações com o teatro.
 Resumo das apresentações Regionais, cada 
apresentação deverá conter no mínimo: 
 Uma peça teatral folclórica; 
 Duas danças típicas; 
 Jogos e Brincadeiras; 
 Três musicas para coro ou instrumental; 
 Uma receita de comida típica para degustação; 
 Uma exposição dos trabalhos realizados. 
A intenção desse plano de ação é resgatar a cultura do nosso 
país e demonstrar aos nossos alunos um Brasil que eles ainda 
não conhecem. Brasil não é só Copa, Brasil também é 
Cultura! Ao termino da proposta faremos um documentário 
com os trabalhos produzidos ao longo do segundo semestre.
Países 
Regiões do 
Brasil 
Projeto 
Tupiniquim 
Cultura 
Música 
Dança 
Influências 
Fronteira 
Espanhol 
Origem 
Instrumentalização 
Arte
PPrroojjeettoo eemm eexxeeccuuççããoo
AApprreesseennttaaççõõeess
RReeggiiããoo NNoorrttee
RReeggiiããoo SSuull
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Logistica album virtual1
Logistica album virtual1Logistica album virtual1
Logistica album virtual1
jjrfonseca
 
Emprendedores
EmprendedoresEmprendedores
Emprendedores
eiuss
 
Greentau
GreentauGreentau
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
Breno Cantuara
 
Tandem
TandemTandem
Tandem
Saurav Kumar
 
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.  diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
Solange Gomes
 
Apresentação ica rj 28 11 2013
Apresentação ica rj 28 11 2013Apresentação ica rj 28 11 2013
Apresentação ica rj 28 11 2013
abraphe
 
Hardware tininha
Hardware tininhaHardware tininha
Hardware tininha
tininha3012
 
Apresentação de resultados do 4 t08
Apresentação de resultados do 4 t08Apresentação de resultados do 4 t08
Apresentação de resultados do 4 t08
BancoABCRI
 
Softwares Livres
Softwares LivresSoftwares Livres
Softwares Livres
Luiz Antonio Antonio
 
Ativ 3.2
Ativ 3.2Ativ 3.2
Ativ 3.2
massamassa
 
Reuniao de lideres
Reuniao de lideresReuniao de lideres
Reuniao de lideres
twmagma
 
20 recursos hídricos
20 recursos hídricos20 recursos hídricos
20 recursos hídricos
Amadeo Santos
 
Exemplos
Exemplos Exemplos
Exemplos
Ana Maria
 
Faculdade evolução
Faculdade evoluçãoFaculdade evolução
Faculdade evolução
Flavio Xp
 
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTOA PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
Cesar Peres Advocacia Empresarial
 
Lançamento de licitações - Pacto pela Educação
Lançamento de licitações - Pacto pela EducaçãoLançamento de licitações - Pacto pela Educação
Lançamento de licitações - Pacto pela Educação
SED-SC
 
Lição 6 conselhos gerais 3º trimestre de 2015
Lição 6   conselhos gerais 3º trimestre de 2015Lição 6   conselhos gerais 3º trimestre de 2015
Lição 6 conselhos gerais 3º trimestre de 2015
Andrew Guimarães
 
Mídia kit
Mídia kitMídia kit
Mídia kit
mayracanalonga
 
Londres 110428055255-phpapp01
Londres 110428055255-phpapp01Londres 110428055255-phpapp01
Londres 110428055255-phpapp01
Alvaro Oliveira
 

Destaque (20)

Logistica album virtual1
Logistica album virtual1Logistica album virtual1
Logistica album virtual1
 
Emprendedores
EmprendedoresEmprendedores
Emprendedores
 
Greentau
GreentauGreentau
Greentau
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Tandem
TandemTandem
Tandem
 
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.  diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
diferenças e convergências entre a Ead e a Eol.
 
Apresentação ica rj 28 11 2013
Apresentação ica rj 28 11 2013Apresentação ica rj 28 11 2013
Apresentação ica rj 28 11 2013
 
Hardware tininha
Hardware tininhaHardware tininha
Hardware tininha
 
Apresentação de resultados do 4 t08
Apresentação de resultados do 4 t08Apresentação de resultados do 4 t08
Apresentação de resultados do 4 t08
 
Softwares Livres
Softwares LivresSoftwares Livres
Softwares Livres
 
Ativ 3.2
Ativ 3.2Ativ 3.2
Ativ 3.2
 
Reuniao de lideres
Reuniao de lideresReuniao de lideres
Reuniao de lideres
 
20 recursos hídricos
20 recursos hídricos20 recursos hídricos
20 recursos hídricos
 
Exemplos
Exemplos Exemplos
Exemplos
 
Faculdade evolução
Faculdade evoluçãoFaculdade evolução
Faculdade evolução
 
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTOA PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
A PROTEÇÃO DAS INDICAÇÕES GREOGRÁFICAS COMO FORMA DE AGREGAR VALOR AO PRODUTO
 
Lançamento de licitações - Pacto pela Educação
Lançamento de licitações - Pacto pela EducaçãoLançamento de licitações - Pacto pela Educação
Lançamento de licitações - Pacto pela Educação
 
Lição 6 conselhos gerais 3º trimestre de 2015
Lição 6   conselhos gerais 3º trimestre de 2015Lição 6   conselhos gerais 3º trimestre de 2015
Lição 6 conselhos gerais 3º trimestre de 2015
 
Mídia kit
Mídia kitMídia kit
Mídia kit
 
Londres 110428055255-phpapp01
Londres 110428055255-phpapp01Londres 110428055255-phpapp01
Londres 110428055255-phpapp01
 

Semelhante a Projeto Tupiniquim

Cultura no Caju 2015
Cultura no Caju  2015Cultura no Caju  2015
Cultura no Caju 2015
MBA_CEMPRESARIAL2014
 
Cultura no caju 15
Cultura no caju 15Cultura no caju 15
Cultura no caju 15
MBA_CEMPRESARIAL2014
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
nunesmaril
 
Manguebeat at 21 30
Manguebeat at 21 30Manguebeat at 21 30
Manguebeat at 21 30
rafaelak
 
Projeto folclore ativ7 2-alcides
Projeto folclore   ativ7 2-alcidesProjeto folclore   ativ7 2-alcides
Projeto folclore ativ7 2-alcides
alcidesstejuti
 
Pas uem programa das disciplinas 2013
Pas uem programa das disciplinas 2013Pas uem programa das disciplinas 2013
Pas uem programa das disciplinas 2013
Aline Moura
 
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁCULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
Pery Salgado
 
Sequência didática 2014.2 pibid
Sequência didática 2014.2   pibidSequência didática 2014.2   pibid
Sequência didática 2014.2 pibid
Renally Arruda
 
ARTE.pdf
ARTE.pdfARTE.pdf
Brincante Itinerante para Educadores
Brincante Itinerante para EducadoresBrincante Itinerante para Educadores
Brincante Itinerante para Educadores
institutobrincante
 
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
João Batista Barbosa Filho
 
Apresentação Fundação Cultural
Apresentação Fundação CulturalApresentação Fundação Cultural
Apresentação Fundação Cultural
Lucas Junior
 
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h LucianaDivulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
Portal NE10
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Fernando
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Fernando
 
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
Alexandre da Rosa
 
Pantanal não tem igual
Pantanal não tem igualPantanal não tem igual
Pantanal não tem igual
patrycya26
 
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembroRoteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
escolacaiosergio
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
Maria Helena Pereira
 
PLANEJAMENTO DE AULA
PLANEJAMENTO DE AULAPLANEJAMENTO DE AULA
PLANEJAMENTO DE AULA
JessicaMonteiro66
 

Semelhante a Projeto Tupiniquim (20)

Cultura no Caju 2015
Cultura no Caju  2015Cultura no Caju  2015
Cultura no Caju 2015
 
Cultura no caju 15
Cultura no caju 15Cultura no caju 15
Cultura no caju 15
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Manguebeat at 21 30
Manguebeat at 21 30Manguebeat at 21 30
Manguebeat at 21 30
 
Projeto folclore ativ7 2-alcides
Projeto folclore   ativ7 2-alcidesProjeto folclore   ativ7 2-alcides
Projeto folclore ativ7 2-alcides
 
Pas uem programa das disciplinas 2013
Pas uem programa das disciplinas 2013Pas uem programa das disciplinas 2013
Pas uem programa das disciplinas 2013
 
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁCULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
CULT 174 - edição extra junho 2017 - CULTURANDO JÁ
 
Sequência didática 2014.2 pibid
Sequência didática 2014.2   pibidSequência didática 2014.2   pibid
Sequência didática 2014.2 pibid
 
ARTE.pdf
ARTE.pdfARTE.pdf
ARTE.pdf
 
Brincante Itinerante para Educadores
Brincante Itinerante para EducadoresBrincante Itinerante para Educadores
Brincante Itinerante para Educadores
 
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1Educa pe arte-esninofundamental_semana1
Educa pe arte-esninofundamental_semana1
 
Apresentação Fundação Cultural
Apresentação Fundação CulturalApresentação Fundação Cultural
Apresentação Fundação Cultural
 
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h LucianaDivulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
Divulgacao Funcultura 2010 Coletiva07h Luciana
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
 
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineideApresentação fernandosilvinhaemarineide
Apresentação fernandosilvinhaemarineide
 
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
Projeto Pedagógico "Concerto nas Escolas" - Prof. e Escritor Alexandre Rafael...
 
Pantanal não tem igual
Pantanal não tem igualPantanal não tem igual
Pantanal não tem igual
 
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembroRoteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
Roteiro autoral -_07_a_11_de_dezembro
 
Projeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinarProjeto interdisciplinar
Projeto interdisciplinar
 
PLANEJAMENTO DE AULA
PLANEJAMENTO DE AULAPLANEJAMENTO DE AULA
PLANEJAMENTO DE AULA
 

Último

Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 

Projeto Tupiniquim

  • 1. PPRROOGGRRAAMMAA SSEEMMEEAARR PPRROOJJEETTOO TTUUPPIINNIIQQUUIIMM AALLUUNNAASS:: KKEEIILLAAHH SSAANNDDRRAA MMAARRIIAA LLUUIIZZAA SSHHEEIILLAA MMOONNTTEEIIRROO TTAAIISS RREEIISS PPRROOIINNFFOO AARRAAÇÇAARRIIGGUUAAMMAA 22001144
  • 2.
  • 3. O que é o Programa Semear? São oficinas culturais da Secretaria Municipal de Educação de Araçariguama que estão inclusos as: - Oficinas nas Escolas de Educação Integral - Programa Arte nas Escolas - Escola Municipal de Arte (EMARTE)
  • 4. - Oficinas nas Escolas de Educação Integral Projeto Tupiniquim – Trilhares Brasileiros - A proposta inicial se baseia na articulação de todas as disciplinas do programa Semear. Em um primeiro momento dividiremos as regiões brasileiras em quatro campos de pesquisa.
  • 5. A intenção desse plano de ação é resgatar a cultura do nosso país e demonstrar aos nossos alunos um Brasil que eles ainda não conhecem. Brasil não é só Copa, Brasil também é Cultura! Ao termino da proposta faremos um documentário com os trabalhos produzidos ao longo do segundo semestre.
  • 6. ◦ Ibaté e Chácara Dora: Centro – Oeste ◦ Mombaça: Sul ◦ Santa Ella: Nordeste ◦ Rio Acima: Norte ◦ Professores e Projetos Especiais - Sudeste
  • 7. O Brasil é muito rico de cultura popular, e sendo esse um tema muito abrangente, devemos nos concentrar em propostas que representem os hábitos e costumes de cada região:
  • 8.  Contos e fabulas do folclore brasileiro: Nessa proposta a intenção é produzir um teatro com os principais ícones do folclore brasileiro. Partindo de livros desenhados pelos alunos, podemos gravar as narrativas e produzir livros e peças teatrais do folclore brasileiro para as apresentações regionais.  Danças Típicas: Ritmos característicos de cada região. Essa proposta fará interações e recortes com o teatro e a música.  Hábitos e Costumes: Com esse seguimento, faremos um levantamento histórico da região estudada, permitindo a compreensão das influências de outros povos em nossos costumes. O que se espera dessa proposta é promover um festival gastronômico com comidas típicas das regiões estudadas.  Jogos e Brincadeiras: Faremos um levantamento dos esportes mais malucos e exóticos de cada região, para que possamos promover um campeonato interescolar com as escolas integrais. O que se espera dessa proposta, é a interação e a participação da comunidade nas modalidades esportivas que serão propostas nas apresentações regionais.  Musicas Típicas: Por se tratar de Araçariguama, a terra dos imprevistos, será proposto um repertório global abrangendo todas as regiões brasileiras (Ritmos característicos de cada região, uma ou duas musicas por região). O que se espera dessa proposta é um coro que fará recortes e interações com o teatro.
  • 9.  Resumo das apresentações Regionais, cada apresentação deverá conter no mínimo:  Uma peça teatral folclórica;  Duas danças típicas;  Jogos e Brincadeiras;  Três musicas para coro ou instrumental;  Uma receita de comida típica para degustação;  Uma exposição dos trabalhos realizados. A intenção desse plano de ação é resgatar a cultura do nosso país e demonstrar aos nossos alunos um Brasil que eles ainda não conhecem. Brasil não é só Copa, Brasil também é Cultura! Ao termino da proposta faremos um documentário com os trabalhos produzidos ao longo do segundo semestre.
  • 10. Países Regiões do Brasil Projeto Tupiniquim Cultura Música Dança Influências Fronteira Espanhol Origem Instrumentalização Arte
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.