SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA
EB 2,3
E SECUNDÁRIA DE MURÇA
Poesia lírica
É utilizar as palavras comuns mas com uma finalidade
diferente, querendo dar-lhes novos sentidos, brincando
com elas.
É usar as palavras para comunicar sentimentos, estados
de alma.
É retirar dos sons das palavras novos significados.
È criar música com as palavras através da rima, do
ritmo, da métrica.
É escrever um texto com uma mancha gráfica diferente,
organizada em versos e em estrofes.
É, algumas vezes, não seguir as regras da gramática.
Para que serve a Poesia?
• A poesia serve para o poeta, uma pessoa
comum mas que vê o mundo de uma maneira
diferente, expressar o seu modo particular
de encarar a realidade que o cerca,
exprimir os seus sentimentos e emoções,
contar pequenas histórias, tomar posição
sobre as coisas da vida, reflectir sobre a
infância, sobre pessoas e objectos com os
quais se relaciona.
• Ser inspirado, o poeta, tem também de
trabalhar muito para conseguir o seu
poema, e para que nós, leitores, ao lê-lo,
sintamos que estamos perante algo de belo,
musical e diferente.
O texto poético caracteriza-se pela importância que atribui à
mensagem, ou seja, àquilo que se diz e à forma como de
diz. No texto poético adquirem grande relevo:
- a sonoridade e a musicalidade das
palavras;
- as relações de sentido que estabelecem
umas com as outras ( relações
semânticas );
- os vários níveis de significação que
podem adquirir dentro de um contexto ( as
palavras podem ter diferentes leituras ou
interpretações ).
O texto poético pode ter a forma de verso ou a forma de
I.O verso

O verso obedece a determinadas regras
de ritmo e de medida. Por isso, o seu
aspecto é diferente de um texto em
prosa.
•
•
•
•
•
•
•
•

Versos:
Estrofe ou estância:
Dístico:
Terceto:
Quadra:
Quintilha:
Sextilha:
Oitava:

cada linha do poema.
conjunto de versos.
estrofe de dois versos.
estrofe de três versos.
estrofe de quatro versos.
estrofe de cinco versos.
estrofe de seis versos.
estrofe de oito versos.
Rima:

• Coincidência de sons no final de
cada verso.

Versos
brancos ou
soltos

• São versos sem rima.
Ex: “Em Junho, a fruta começa a
apetecer,
Um homem passeia no cais e
debulha
uma nêspera com ar de quem
faz horas.”

Refrão:

Repetição de um ou vários versos
no final de cada estrofe.
Tipos
de
Rima:

1. Emparelhada: os versos rimam dois a dois
(aabb).

Ex. :
Vem do Marão, alta serra, (a)
O luar da minha terra.
(a)
2. Cruzada: os versos rimam alternadamente:
o 1º com o 3º e o 2º com o 4º (abab).

Ex. :
Lancei ao mar um madeiro,
(a)
espetei-lhe um pau e um lençol (b)
Com palpite marinheiro
(a)
medi a altura do Sol.
(b)
3. Interpolada: entre dois versos que rimam, há dois ou mais
sem rima ou de rima diferente.
(ABBA)

Ex. :
“ A cena é muda e breve:
Num lameiro,
Um cordeiro
a pastar ao de leve...”

Tipos
de
Rima

4. Encadeada: a palavra final de um verso rima com outra
situada no interior do verso seguinte.

Ex. :
“Que alegre campo e praia deleitosa!
Quão saudosa faz esta espessura...”
Regras para a determinação do
número de sílabas de um verso
•A última sílaba tónica corresponde à última
sílaba métrica.
•A vogal átona final e a vogal inicial ( tónica
ou átona ) elidem-se, formando apenas uma
sílaba métrica.
Ex. : “ Ó / mar, / dá- / me u / ma / mo / rei / a!"
1
2
3
4
5
6
7
CLASSIFICAÇÃO
DOS VERSOS QUANTO AO
NÚMERO DE SÍLABAS
Conforme o número de sílabas que os constituem, os
versos têm designações diferentes. Seguem-se os
mais frequentes.
 Versos de cinco sílabas – redondilha menor.
 Versos de sete sílabas – redondilha maior.
 Versos de dez sílabas – decassílabos.
 Versos de doze sílabas – alexandrinos.
CLASSIFICAÇÃO DAS ESTROFES
QUANTO AO NÚMERO DE VERSOS
Estrofes – são conjuntos de versos separados graficamente por um espaço
e formando,geralmente, cada um,sentido completo.
Conforme o número de versos que as constituem, as estrofes tomam
designações diferentes.








Parelha ou d í stico – estrofe de dois versos.
Terceto – estrofe de tr ê s versos.
Quadra – estrofe de quatro versos.
Quintilha – estrofe de cinco versos.
Sextilha – estrofe de seis versos.
Oitava – estrofe de oito versos.
D é cima – estrofe de dez versos.
Poesia lírica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
Edna Brito
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade
Denise
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
fabrinnem
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
Rebeca Kaus
 
Metrificação e escansão
Metrificação e escansãoMetrificação e escansão
Metrificação e escansão
Flavio Maia Custodio
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
Mara dalto
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
Andriane Cursino
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
Ajudar Pessoas
 
Linha de tempo 1
Linha de tempo 1Linha de tempo 1
Prosa x poema x soneto
Prosa x poema x sonetoProsa x poema x soneto
Prosa x poema x soneto
Valeria Nunes
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
Andriane Cursino
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
Flávio Ferreira
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
Maria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
Fábio Guimarães
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
jaquemarcondes
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
Ana Claudia André
 
Orações adjetivas
Orações adjetivasOrações adjetivas
Orações adjetivas
Cassandra Cruz
 
Romance
RomanceRomance

Mais procurados (20)

Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Intertextualidade
Intertextualidade Intertextualidade
Intertextualidade
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Romantismo - aula
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
 
O uso dos porquês
O uso dos porquêsO uso dos porquês
O uso dos porquês
 
Metrificação e escansão
Metrificação e escansãoMetrificação e escansão
Metrificação e escansão
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Trovadorismo
TrovadorismoTrovadorismo
Trovadorismo
 
Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.Resumo das escola literárias.
Resumo das escola literárias.
 
Linha de tempo 1
Linha de tempo 1Linha de tempo 1
Linha de tempo 1
 
Prosa x poema x soneto
Prosa x poema x sonetoProsa x poema x soneto
Prosa x poema x soneto
 
Regência Nominal
Regência NominalRegência Nominal
Regência Nominal
 
Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)Regencia verbal (1)
Regencia verbal (1)
 
Revisão – literatura
Revisão – literatura Revisão – literatura
Revisão – literatura
 
Orações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas AdverbiaisOrações Subordinadas Adverbiais
Orações Subordinadas Adverbiais
 
Tonicidade
TonicidadeTonicidade
Tonicidade
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Orações adjetivas
Orações adjetivasOrações adjetivas
Orações adjetivas
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 

Destaque

Poesia lírica
Poesia líricaPoesia lírica
Poesia lírica
MariaVerde1995
 
Poesia lirica
Poesia liricaPoesia lirica
Poesia lirica
Maria Alicia
 
O gênero lírico
O gênero líricoO gênero lírico
O gênero lírico
Fernanda Câmara
 
Género Dramàtico
Género DramàticoGénero Dramàtico
Género Dramàtico
Pia Salazar
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Carolina Loçasso Pereira
 
Comentario de textos
Comentario de textosComentario de textos
Comentario de textos
equipobase6
 
Apresentaçãoliteratura arcadismo
Apresentaçãoliteratura arcadismoApresentaçãoliteratura arcadismo
Apresentaçãoliteratura arcadismo
Silvana Menezes
 
Cap7 barroco
Cap7 barrocoCap7 barroco
Cap7 barroco
whybells
 
Poesia moderna
Poesia modernaPoesia moderna
Poesia moderna
Deia1975
 
Estrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramáticoEstrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramático
trizfernandes
 
Gênero Lírico
Gênero LíricoGênero Lírico
Gênero Lírico
Ana Cristina Santos
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
Glauco Souza
 
Los géneros literarios.
Los géneros literarios.Los géneros literarios.
Los géneros literarios.
Antonio Salvadores
 
Textos liricos
Textos liricosTextos liricos
Textos liricos
jhony Marquez
 
Texto lírico
Texto líricoTexto lírico
Texto lírico
Teresa Rocha
 
Poesia e modernismo
Poesia e modernismoPoesia e modernismo
Poesia e modernismo
Universidade das Quebradas
 
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
Instituto Superior ¨Lenguas Vivas¨
 
La Epica
La EpicaLa Epica
La Epica
Daniela García
 
La poesía lírica
La poesía líricaLa poesía lírica
La poesía lírica
gloriyonger
 

Destaque (20)

Poesia lírica
Poesia líricaPoesia lírica
Poesia lírica
 
Poesia lirica
Poesia liricaPoesia lirica
Poesia lirica
 
O gênero lírico
O gênero líricoO gênero lírico
O gênero lírico
 
Poesia Epica
Poesia EpicaPoesia Epica
Poesia Epica
 
Género Dramàtico
Género DramàticoGénero Dramàtico
Género Dramàtico
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Comentario de textos
Comentario de textosComentario de textos
Comentario de textos
 
Apresentaçãoliteratura arcadismo
Apresentaçãoliteratura arcadismoApresentaçãoliteratura arcadismo
Apresentaçãoliteratura arcadismo
 
Cap7 barroco
Cap7 barrocoCap7 barroco
Cap7 barroco
 
Poesia moderna
Poesia modernaPoesia moderna
Poesia moderna
 
Estrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramáticoEstrutura e constituição do texto dramático
Estrutura e constituição do texto dramático
 
Gênero Lírico
Gênero LíricoGênero Lírico
Gênero Lírico
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
Los géneros literarios.
Los géneros literarios.Los géneros literarios.
Los géneros literarios.
 
Textos liricos
Textos liricosTextos liricos
Textos liricos
 
Texto lírico
Texto líricoTexto lírico
Texto lírico
 
Poesia e modernismo
Poesia e modernismoPoesia e modernismo
Poesia e modernismo
 
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
Texto Literario y Traducción - Material perteneciente a la cátedra Traducción...
 
La Epica
La EpicaLa Epica
La Epica
 
La poesía lírica
La poesía líricaLa poesía lírica
La poesía lírica
 

Semelhante a Poesia lírica

Noções de versificação 2
Noções de versificação 2 Noções de versificação 2
Noções de versificação 2
Rosa Maria Mendes
 
Noesdeversificao2
Noesdeversificao2Noesdeversificao2
Noesdeversificao2
Claudia Lazarini
 
Texto poético
Texto poéticoTexto poético
Texto poético
marialindacorreia
 
Texto Lírico - Nocões de Versificação
Texto Lírico - Nocões de VersificaçãoTexto Lírico - Nocões de Versificação
Texto Lírico - Nocões de Versificação
Cristina Seiça
 
Texto poético - Noções de versificação
Texto poético - Noções de versificaçãoTexto poético - Noções de versificação
Texto poético - Noções de versificação
Susana Sobrenome
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
Isabel DA COSTA
 
Linguagem poética e versificação
Linguagem poética e versificaçãoLinguagem poética e versificação
Linguagem poética e versificação
Roberta Savana
 
Nota iii escansão poemas
Nota iii escansão poemasNota iii escansão poemas
Nota iii escansão poemas
Péricles Penuel
 
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota  teoria i escansão poemas cecília meire s gabaNota  teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Péricles Penuel
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
Juliana Lannes
 
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota  teoria i escansão poemas cecília meire s gabaNota  teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Péricles Penuel
 
Gênero lírico - Profª Vivian Trombini
Gênero lírico - Profª Vivian TrombiniGênero lírico - Profª Vivian Trombini
Gênero lírico - Profª Vivian Trombini
VIVIAN TROMBINI
 
O texto poetico2 (1)
O texto poetico2 (1)O texto poetico2 (1)
O texto poetico2 (1)
Belmira Baptista
 
Poema olimpiada de língua portuguesa
Poema   olimpiada de língua portuguesaPoema   olimpiada de língua portuguesa
Poema olimpiada de língua portuguesa
marllacristtina
 
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E RimaPara Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Brenda Tacchelli
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
ISJ
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Redação: Versificação
Redação: VersificaçãoRedação: Versificação
Redação: Versificação
7 de Setembro
 
Poesia 3
Poesia 3Poesia 3
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptxAULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
RenildoLima2
 

Semelhante a Poesia lírica (20)

Noções de versificação 2
Noções de versificação 2 Noções de versificação 2
Noções de versificação 2
 
Noesdeversificao2
Noesdeversificao2Noesdeversificao2
Noesdeversificao2
 
Texto poético
Texto poéticoTexto poético
Texto poético
 
Texto Lírico - Nocões de Versificação
Texto Lírico - Nocões de VersificaçãoTexto Lírico - Nocões de Versificação
Texto Lírico - Nocões de Versificação
 
Texto poético - Noções de versificação
Texto poético - Noções de versificaçãoTexto poético - Noções de versificação
Texto poético - Noções de versificação
 
A métrica e a rima
A métrica e a rimaA métrica e a rima
A métrica e a rima
 
Linguagem poética e versificação
Linguagem poética e versificaçãoLinguagem poética e versificação
Linguagem poética e versificação
 
Nota iii escansão poemas
Nota iii escansão poemasNota iii escansão poemas
Nota iii escansão poemas
 
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota  teoria i escansão poemas cecília meire s gabaNota  teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
 
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota  teoria i escansão poemas cecília meire s gabaNota  teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
Nota teoria i escansão poemas cecília meire s gaba
 
Gênero lírico - Profª Vivian Trombini
Gênero lírico - Profª Vivian TrombiniGênero lírico - Profª Vivian Trombini
Gênero lírico - Profª Vivian Trombini
 
O texto poetico2 (1)
O texto poetico2 (1)O texto poetico2 (1)
O texto poetico2 (1)
 
Poema olimpiada de língua portuguesa
Poema   olimpiada de língua portuguesaPoema   olimpiada de língua portuguesa
Poema olimpiada de língua portuguesa
 
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E RimaPara Estudar Metro Ritmo E Rima
Para Estudar Metro Ritmo E Rima
 
Versificação
VersificaçãoVersificação
Versificação
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Redação: Versificação
Redação: VersificaçãoRedação: Versificação
Redação: Versificação
 
Poesia 3
Poesia 3Poesia 3
Poesia 3
 
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptxAULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
AULA - TRABALHANDO POESIA E POEMA.pptx
 

Poesia lírica

  • 3. É utilizar as palavras comuns mas com uma finalidade diferente, querendo dar-lhes novos sentidos, brincando com elas. É usar as palavras para comunicar sentimentos, estados de alma. É retirar dos sons das palavras novos significados. È criar música com as palavras através da rima, do ritmo, da métrica. É escrever um texto com uma mancha gráfica diferente, organizada em versos e em estrofes. É, algumas vezes, não seguir as regras da gramática.
  • 4. Para que serve a Poesia? • A poesia serve para o poeta, uma pessoa comum mas que vê o mundo de uma maneira diferente, expressar o seu modo particular de encarar a realidade que o cerca, exprimir os seus sentimentos e emoções, contar pequenas histórias, tomar posição sobre as coisas da vida, reflectir sobre a infância, sobre pessoas e objectos com os quais se relaciona. • Ser inspirado, o poeta, tem também de trabalhar muito para conseguir o seu poema, e para que nós, leitores, ao lê-lo, sintamos que estamos perante algo de belo, musical e diferente.
  • 5. O texto poético caracteriza-se pela importância que atribui à mensagem, ou seja, àquilo que se diz e à forma como de diz. No texto poético adquirem grande relevo: - a sonoridade e a musicalidade das palavras; - as relações de sentido que estabelecem umas com as outras ( relações semânticas ); - os vários níveis de significação que podem adquirir dentro de um contexto ( as palavras podem ter diferentes leituras ou interpretações ). O texto poético pode ter a forma de verso ou a forma de
  • 6. I.O verso O verso obedece a determinadas regras de ritmo e de medida. Por isso, o seu aspecto é diferente de um texto em prosa. • • • • • • • • Versos: Estrofe ou estância: Dístico: Terceto: Quadra: Quintilha: Sextilha: Oitava: cada linha do poema. conjunto de versos. estrofe de dois versos. estrofe de três versos. estrofe de quatro versos. estrofe de cinco versos. estrofe de seis versos. estrofe de oito versos.
  • 7. Rima: • Coincidência de sons no final de cada verso. Versos brancos ou soltos • São versos sem rima. Ex: “Em Junho, a fruta começa a apetecer, Um homem passeia no cais e debulha uma nêspera com ar de quem faz horas.” Refrão: Repetição de um ou vários versos no final de cada estrofe.
  • 8. Tipos de Rima: 1. Emparelhada: os versos rimam dois a dois (aabb). Ex. : Vem do Marão, alta serra, (a) O luar da minha terra. (a) 2. Cruzada: os versos rimam alternadamente: o 1º com o 3º e o 2º com o 4º (abab). Ex. : Lancei ao mar um madeiro, (a) espetei-lhe um pau e um lençol (b) Com palpite marinheiro (a) medi a altura do Sol. (b)
  • 9. 3. Interpolada: entre dois versos que rimam, há dois ou mais sem rima ou de rima diferente. (ABBA) Ex. : “ A cena é muda e breve: Num lameiro, Um cordeiro a pastar ao de leve...” Tipos de Rima 4. Encadeada: a palavra final de um verso rima com outra situada no interior do verso seguinte. Ex. : “Que alegre campo e praia deleitosa! Quão saudosa faz esta espessura...”
  • 10. Regras para a determinação do número de sílabas de um verso •A última sílaba tónica corresponde à última sílaba métrica. •A vogal átona final e a vogal inicial ( tónica ou átona ) elidem-se, formando apenas uma sílaba métrica. Ex. : “ Ó / mar, / dá- / me u / ma / mo / rei / a!" 1 2 3 4 5 6 7
  • 11. CLASSIFICAÇÃO DOS VERSOS QUANTO AO NÚMERO DE SÍLABAS Conforme o número de sílabas que os constituem, os versos têm designações diferentes. Seguem-se os mais frequentes.  Versos de cinco sílabas – redondilha menor.  Versos de sete sílabas – redondilha maior.  Versos de dez sílabas – decassílabos.  Versos de doze sílabas – alexandrinos.
  • 12. CLASSIFICAÇÃO DAS ESTROFES QUANTO AO NÚMERO DE VERSOS Estrofes – são conjuntos de versos separados graficamente por um espaço e formando,geralmente, cada um,sentido completo. Conforme o número de versos que as constituem, as estrofes tomam designações diferentes.        Parelha ou d í stico – estrofe de dois versos. Terceto – estrofe de tr ê s versos. Quadra – estrofe de quatro versos. Quintilha – estrofe de cinco versos. Sextilha – estrofe de seis versos. Oitava – estrofe de oito versos. D é cima – estrofe de dez versos.