SlideShare uma empresa Scribd logo
Pneumonia Associada à
Ventilação Mecânica (PAVM)
José Alexandre Pires Almeida, 2018 – Fisioterapeuta da Fundação Centro de Controle de Oncologia do
Amazonas (Fcecon)
Resistência antimicrobiana: Enfrentando uma
crise para a saúde e riqueza das nações
Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAVM)
Avaliação dos indicadores nacionais das Infecções
Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) e
Resistência microbiana do ano de 2016
Avaliação dos indicadores nacionais das Infecções
Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) e
Resistência microbiana do ano de 2016
IPCSL: Infecção Primária de Corrente Sanguínea laboratorial (com confirmação
microbiológica)
CVC: Cateter Venoso Central
CVD: Cateter Vesical de Demora
ITU: Infecção do Trato Urinário
Incidência de Pneumonia relacionada à
Ventilação Mecânica no Mundo
INICC: Impact of the International Nosocomial Infection Control Consortium
NNIS: National Nosocomial Infection Surveillance
NHSN: National Healthcare Safety Network
Prevenção de PAVM: Solução
BUNDLES DE PREVENÇÃO
Prevenção de PAVM: Solução
• Bundle é um grupo de intervenções relacionadas a um processo de cuidado,
que quando executados em conjunto, resultam num desfecho clínico muito
melhor do que quando implementados individualmente.
• Pacotes de intervenções devem ser estabelecidos através das melhores
evidências científicas disponíveis.
• A idéia central consiste em conjugar as melhores práticas assistenciais,
respaldadas nas melhores evidencias científicas disponíveis naquele
momento, no sentido de amplificarmos e qualificarmos ainda mais nossas
abordagens.
www.bundle.com.br
Pneumonia Nosocomial
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
I - Evidência alta
II - Evidência moderada
III - Evidência baixa
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Recomendações:
• Uso de Ventilação Não Invasiva – Nível I
• Reduzir Sedação – Nível II
• Interromper a sedação 1x ao dia – Nível I
• Discutir a possibilidade de extubação diariamente – Nível I
• Realizar TRE com sedação desligada – Nível I
• Promoção da Mobilização Precoce – Nível II
• Utilização de Próteses endotraqueais com porta de aspiração supraglótica (supra-cuff) caso
requeiram um período maior do que 48-72 horas de VMI
• Mudança do circuito do VM caso esteja visivelmente sujo ou com mau funcionamento –
Nível I
• Elevação da cabeceira entre 30⁰ e 45⁰ - Nível III
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Recomendações:
•Descontaminação de Orofaringe - Nível I
•Higiene Oral com Clorexidina – Nível II
•Uso de probióticos – Nível II
•Uso de Cuff ultrafino de poliouretano – Nível III
•Escovação dentária – Nível III
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
Estratégias preventivas à Pneumonia
Associada à Ventilação Mecânica
Não Recomendações:
•Tubos endotraqueais com prata
•Camas cinéticas
•Posição prona
•Profilaxia de úlcera gástrica
•Traqueostomia precoce
•Monitoramento do resíduo gástrico
•Nutrição parenteral precoce
Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
Bundle: FAST HUG
Bundle: FAST HUG
• O FAST HUG ou “abraço rápido” é um mnemônico
inicialmente proposto pelo médico Jean-Louis Vincent com o
objetivo de otimizar a assistência prestada ao paciente crítico
e assessorar as práticas dos profissionais de saúde. O conceito
proposto busca promover a segurança do paciente e
maximizar as intervenções necessárias
VINCENT, 2005
Bundle: FAST HUG
Bundle: FAST HUG
• Component Feeding: Componente alimentar. Oral, enteral ou paraenteral?
• Analgesia: pacientenão deve sentir dor, mas analgesia excessiva deve ser evitada
• Sedation: sedação excessiva evitada (controle, redução da sedação, interrupção
da sedação e despertar diário). Calmo, confortável e colaborativo é o ideal.
• Thromboembolic Prevention: profilaxia à TV
• Head of the bed elevated: decúbito elevado (cabeceira com elevação entre 30⁰ e
45⁰)
• Stress Ulcer prophylaxis: profilaxia às úlceras de decúbito
• Glucose Control: controle glicêmico
Bundle Institute for Healthcare
Improvement
Bundle Institute for Healthcare
Improvement
Bundle Institute for Healthcare
Improvement
Bundle Institute for Healthcare
Improvement
Bundle para PAVM de
abordagem sistemática
Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
Bundle para PAVM de
abordagem sistemática
Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
Bundle para PAVM de
abordagem sistemática
Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
O que fazer?
•Elaboração e execução de medidas preventivas
em relação à PAV – Protocolo Assistencial
O que fazer?
•Manutenção da cabeceira elevada 30⁰-45⁰
Torres et al. 1992
Orozco-Levi et al. 1995
Drakulovic et al. 1999
Grap. 2005
Balonov. 2007
O que fazer?
•Higiene Oral – escovação e uso de clorexidina
8/8h
D'amico et al. 1998
Chan et al. 2007
Shi Z et al. 2013
O que fazer?
•Monitorização e controle da Pressão do Balonete
(Cuff) 6/6h com valores de 22-30cmH₂O
Rello et al. 1996
Guyton et al. 1997
Cook et al. 1998
Subramanian. 2006
Valencia et al. 2007
O que fazer?
• NÃO instilar SF 0,9%
• THOMPSON (2000) e DREYER & ZUÑIGA (2003) afirmam que a
instilação de solução salina pode ter efeito adverso na Saturação
de Oxigênio (SaO2), além do risco de infecção, não devendo ser
utilização como rotina. Nesse mesmo aspecto, COLOMBRINI et al
(2003) ressaltam que a instilação com SF, além de causar
hipoxemia e infecções, pode prejudicar o bem-estar psicológico
do paciente. Para prevenir a oclusão do tubo traqueal é
recomendado fazer a umidificação dos gases inspirados e hidratar
o paciente adequadamente.
O que fazer?
O que fazer?
•Realização da Fisioterapia Respiratória e Motora
quando indicado
Vraciu et al. 1977
Celli et al. 1984
Roukema et al. 1988
Ntoumenopoulos et al. 2002
Lute pela qualidade de vida
Obrigado
Serviço de Fisioterapia
da Fcecon
José Alexandre Pires de
Almeida
Crefito 185.188-F
jalexandre.almeida@gmail.com
(92) 99478-8906

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ventilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não InvasivaVentilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não Invasiva
Fábio Falcão
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica
Mariana Artuni Rossi
 
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação MecânicaPrevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
Proqualis
 
Monitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
Monitorização Hemodinâmica Não-InvasivaMonitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
Monitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
resenfe2013
 
Pneumonia associada a ventilação mecânica
Pneumonia associada a ventilação mecânicaPneumonia associada a ventilação mecânica
Pneumonia associada a ventilação mecânica
Jose Henrique C. De Cunto
 
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTIAVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
Gilmar Roberto Batista
 
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIAINSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
lukeni2015
 
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasivaMonitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
resenfe2013
 
Ventilação Não Invasiva
Ventilação Não InvasivaVentilação Não Invasiva
Ventilação Não Invasiva
José Alexandre Pires de Almeida
 
Aula PCR
Aula PCRAula PCR
Aula PCR
Anestesiador
 
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não InvasivaSuporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
Joseir Saturnino
 
Monitorização UTI
Monitorização UTIMonitorização UTI
Monitorização UTI
Julio Cesar Matias
 
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpocDoença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
saulo vinicius
 
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatriaVentilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
Fábio Falcão
 
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanenteGerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Aroldo Gavioli
 
Insuficiência respiratoria
Insuficiência respiratoriaInsuficiência respiratoria
Insuficiência respiratoria
Anestesiador
 
Insuficiência respiratória aula 6
Insuficiência respiratória aula 6Insuficiência respiratória aula 6
Insuficiência respiratória aula 6
profsempre
 
Monitorização a beira do leito
Monitorização a beira do leitoMonitorização a beira do leito
Monitorização a beira do leito
resenfe2013
 
Parada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória aclsParada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória acls
dapab
 

Mais procurados (20)

Ventilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não InvasivaVentilação Mecânica Não Invasiva
Ventilação Mecânica Não Invasiva
 
Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica Ventilação Mecânica Básica
Ventilação Mecânica Básica
 
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação MecânicaPrevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
Prevenção de Pneumonia Associada a Ventilação Mecânica
 
Monitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
Monitorização Hemodinâmica Não-InvasivaMonitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
Monitorização Hemodinâmica Não-Invasiva
 
Pneumonia associada a ventilação mecânica
Pneumonia associada a ventilação mecânicaPneumonia associada a ventilação mecânica
Pneumonia associada a ventilação mecânica
 
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTIAVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
 
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
 
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIAINSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
INSUFICIENCIA RESPIRATÓRIA
 
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasivaMonitorização Hemodinâmica não invasiva
Monitorização Hemodinâmica não invasiva
 
Ventilação Não Invasiva
Ventilação Não InvasivaVentilação Não Invasiva
Ventilação Não Invasiva
 
Aula PCR
Aula PCRAula PCR
Aula PCR
 
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não InvasivaSuporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
Suporte Ventilatório/ Ventilação Mecânica Invasiva e Não Invasiva
 
Monitorização UTI
Monitorização UTIMonitorização UTI
Monitorização UTI
 
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpocDoença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
Doença pulmonar-obstrutiva-crônica-dpoc
 
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatriaVentilação mecânica em neonatologia e pediatria
Ventilação mecânica em neonatologia e pediatria
 
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanenteGerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
Gerenciamento de enfermagem: educação continuada/permanente
 
Insuficiência respiratoria
Insuficiência respiratoriaInsuficiência respiratoria
Insuficiência respiratoria
 
Insuficiência respiratória aula 6
Insuficiência respiratória aula 6Insuficiência respiratória aula 6
Insuficiência respiratória aula 6
 
Monitorização a beira do leito
Monitorização a beira do leitoMonitorização a beira do leito
Monitorização a beira do leito
 
Parada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória aclsParada cardiorrespiratória acls
Parada cardiorrespiratória acls
 

Semelhante a Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAVM)

Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de InfecçãoPapel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Marco Lamim
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
AllanWillian6
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
AllanWillian6
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
AllanWillian6
 
Pneumonia Associada a Ventilação mecânica
Pneumonia Associada a Ventilação mecânicaPneumonia Associada a Ventilação mecânica
Pneumonia Associada a Ventilação mecânica
8ytschwd4k
 
RISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
RISCOS_BIOLOGICOS_0.pptRISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
RISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
ssuser095000
 
Dia do Enf Perioperatório.pptx
Dia do Enf Perioperatório.pptxDia do Enf Perioperatório.pptx
Dia do Enf Perioperatório.pptx
msssalomesilva
 
Programa de Educação em Saúde
Programa de Educação em SaúdePrograma de Educação em Saúde
Programa de Educação em Saúde
nuiashrl
 
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
SrgioValverde
 
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
JoaraSilva1
 
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
JoaraSilva1
 
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e PâncreasAssistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Bruno Cavalcante Costa
 
Gestao luvas
Gestao luvasGestao luvas
Gestao luvas
Lurdesmartins17
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
AdilelsonJnior
 
Maria de Fatima dos Santos Cardoso
Maria de Fatima dos Santos CardosoMaria de Fatima dos Santos Cardoso
Maria de Fatima dos Santos Cardoso
Sobragen-VIIIEnenge
 
Pneumonia Nosocomial (apresentação)
Pneumonia Nosocomial (apresentação)Pneumonia Nosocomial (apresentação)
Pneumonia Nosocomial (apresentação)
Melissa Possa
 
Novas Tendências em Neonatologia
Novas Tendências em NeonatologiaNovas Tendências em Neonatologia
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
keyzsilva
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
Anestesiador
 
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgicoAula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
Proqualis
 

Semelhante a Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAVM) (20)

Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de InfecçãoPapel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
Papel do Enfermeiro no Gerenciamento dos Bundles - Prevenção de Infecção
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
 
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdfPREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
PREVENÇÃO DE PAV (AVA).pdf
 
Pneumonia Associada a Ventilação mecânica
Pneumonia Associada a Ventilação mecânicaPneumonia Associada a Ventilação mecânica
Pneumonia Associada a Ventilação mecânica
 
RISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
RISCOS_BIOLOGICOS_0.pptRISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
RISCOS_BIOLOGICOS_0.ppt
 
Dia do Enf Perioperatório.pptx
Dia do Enf Perioperatório.pptxDia do Enf Perioperatório.pptx
Dia do Enf Perioperatório.pptx
 
Programa de Educação em Saúde
Programa de Educação em SaúdePrograma de Educação em Saúde
Programa de Educação em Saúde
 
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
Curso Básico de Controle de Infecção Hospitalar - Manual do Monitor - ANVISA ...
 
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt
 
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
3- AULA BIOSSEGURANÇA.ppt saúde, enfermsgem
 
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e PâncreasAssistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
Assistência de Enfermagem em Cirurgias via Biliares e Pâncreas
 
Gestao luvas
Gestao luvasGestao luvas
Gestao luvas
 
Biossegurança
BiossegurançaBiossegurança
Biossegurança
 
Maria de Fatima dos Santos Cardoso
Maria de Fatima dos Santos CardosoMaria de Fatima dos Santos Cardoso
Maria de Fatima dos Santos Cardoso
 
Pneumonia Nosocomial (apresentação)
Pneumonia Nosocomial (apresentação)Pneumonia Nosocomial (apresentação)
Pneumonia Nosocomial (apresentação)
 
Novas Tendências em Neonatologia
Novas Tendências em NeonatologiaNovas Tendências em Neonatologia
Novas Tendências em Neonatologia
 
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
2- biossegurança e higienização das mãos.pdf
 
Via aérea dificil
Via aérea dificilVia aérea dificil
Via aérea dificil
 
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgicoAula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
Aula sobre prevenção de infecção de sítio cirúrgico
 

Mais de José Alexandre Pires de Almeida

Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar FisioterapeutasExames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
José Alexandre Pires de Almeida
 
Assincronias Ventilatórias
Assincronias VentilatóriasAssincronias Ventilatórias
Assincronias Ventilatórias
José Alexandre Pires de Almeida
 
Desmame da Ventilação Mecânica
Desmame da Ventilação MecânicaDesmame da Ventilação Mecânica
Desmame da Ventilação Mecânica
José Alexandre Pires de Almeida
 
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de PróstataPalestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
José Alexandre Pires de Almeida
 
Modos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios AvançadosModos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios Avançados
José Alexandre Pires de Almeida
 
Radiologia do tórax
Radiologia do tóraxRadiologia do tórax
Radiologia do tórax
José Alexandre Pires de Almeida
 
Fisiologia pulmonar
Fisiologia pulmonarFisiologia pulmonar
Gasometria Arterial
Gasometria ArterialGasometria Arterial
Aula Bases da Fisiologia Pulmonar
Aula Bases da Fisiologia PulmonarAula Bases da Fisiologia Pulmonar
Aula Bases da Fisiologia Pulmonar
José Alexandre Pires de Almeida
 
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento IntensivoBases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
José Alexandre Pires de Almeida
 
Ezpap® sistema de pressão positiva nas vias
Ezpap® sistema de pressão positiva nas viasEzpap® sistema de pressão positiva nas vias
Ezpap® sistema de pressão positiva nas vias
José Alexandre Pires de Almeida
 
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de AlmeidaLesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
José Alexandre Pires de Almeida
 
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de AlmeidaDistúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
José Alexandre Pires de Almeida
 
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de AlmeidaOxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
José Alexandre Pires de Almeida
 
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
José Alexandre Pires de Almeida
 
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
José Alexandre Pires de Almeida
 
Neurotoxoplasmose
NeurotoxoplasmoseNeurotoxoplasmose
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias AéreasEzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
José Alexandre Pires de Almeida
 
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
José Alexandre Pires de Almeida
 

Mais de José Alexandre Pires de Almeida (19)

Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar FisioterapeutasExames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
 
Assincronias Ventilatórias
Assincronias VentilatóriasAssincronias Ventilatórias
Assincronias Ventilatórias
 
Desmame da Ventilação Mecânica
Desmame da Ventilação MecânicaDesmame da Ventilação Mecânica
Desmame da Ventilação Mecânica
 
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de PróstataPalestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
Palestra Novembro Azul - Câncer de Próstata
 
Modos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios AvançadosModos Ventilatórios Avançados
Modos Ventilatórios Avançados
 
Radiologia do tórax
Radiologia do tóraxRadiologia do tórax
Radiologia do tórax
 
Fisiologia pulmonar
Fisiologia pulmonarFisiologia pulmonar
Fisiologia pulmonar
 
Gasometria Arterial
Gasometria ArterialGasometria Arterial
Gasometria Arterial
 
Aula Bases da Fisiologia Pulmonar
Aula Bases da Fisiologia PulmonarAula Bases da Fisiologia Pulmonar
Aula Bases da Fisiologia Pulmonar
 
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento IntensivoBases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
Bases do Suporte Ventilatório Artificial nas Unidades de Tratamento Intensivo
 
Ezpap® sistema de pressão positiva nas vias
Ezpap® sistema de pressão positiva nas viasEzpap® sistema de pressão positiva nas vias
Ezpap® sistema de pressão positiva nas vias
 
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de AlmeidaLesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
Lesão Celular - Dr. José Alexandre P. de Almeida
 
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de AlmeidaDistúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Distúrbios circulatórios - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
 
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de AlmeidaOxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
Oxigenoterapia - Dr. José Alexandre Pires de Almeida
 
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
Desempenho de Dois Modelos de Predição Prognóstica em Pacientes Críticos na U...
 
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA) e a Fisioterapia (josé alex...
 
Neurotoxoplasmose
NeurotoxoplasmoseNeurotoxoplasmose
Neurotoxoplasmose
 
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias AéreasEzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
EzPap - Sistema de Pressão Positiva nas Vias Aéreas
 
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
Controle neural da ventilação (josé alexandre pires de almeida)
 

Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAVM)

  • 1. Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica (PAVM) José Alexandre Pires Almeida, 2018 – Fisioterapeuta da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (Fcecon)
  • 2. Resistência antimicrobiana: Enfrentando uma crise para a saúde e riqueza das nações
  • 4. Avaliação dos indicadores nacionais das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) e Resistência microbiana do ano de 2016
  • 5. Avaliação dos indicadores nacionais das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) e Resistência microbiana do ano de 2016 IPCSL: Infecção Primária de Corrente Sanguínea laboratorial (com confirmação microbiológica) CVC: Cateter Venoso Central CVD: Cateter Vesical de Demora ITU: Infecção do Trato Urinário
  • 6. Incidência de Pneumonia relacionada à Ventilação Mecânica no Mundo INICC: Impact of the International Nosocomial Infection Control Consortium NNIS: National Nosocomial Infection Surveillance NHSN: National Healthcare Safety Network
  • 7. Prevenção de PAVM: Solução BUNDLES DE PREVENÇÃO
  • 8. Prevenção de PAVM: Solução • Bundle é um grupo de intervenções relacionadas a um processo de cuidado, que quando executados em conjunto, resultam num desfecho clínico muito melhor do que quando implementados individualmente. • Pacotes de intervenções devem ser estabelecidos através das melhores evidências científicas disponíveis. • A idéia central consiste em conjugar as melhores práticas assistenciais, respaldadas nas melhores evidencias científicas disponíveis naquele momento, no sentido de amplificarmos e qualificarmos ainda mais nossas abordagens. www.bundle.com.br
  • 10. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
  • 11. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014 I - Evidência alta II - Evidência moderada III - Evidência baixa
  • 12. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
  • 13. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Recomendações: • Uso de Ventilação Não Invasiva – Nível I • Reduzir Sedação – Nível II • Interromper a sedação 1x ao dia – Nível I • Discutir a possibilidade de extubação diariamente – Nível I • Realizar TRE com sedação desligada – Nível I • Promoção da Mobilização Precoce – Nível II • Utilização de Próteses endotraqueais com porta de aspiração supraglótica (supra-cuff) caso requeiram um período maior do que 48-72 horas de VMI • Mudança do circuito do VM caso esteja visivelmente sujo ou com mau funcionamento – Nível I • Elevação da cabeceira entre 30⁰ e 45⁰ - Nível III Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
  • 14. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Recomendações: •Descontaminação de Orofaringe - Nível I •Higiene Oral com Clorexidina – Nível II •Uso de probióticos – Nível II •Uso de Cuff ultrafino de poliouretano – Nível III •Escovação dentária – Nível III Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
  • 15. Estratégias preventivas à Pneumonia Associada à Ventilação Mecânica Não Recomendações: •Tubos endotraqueais com prata •Camas cinéticas •Posição prona •Profilaxia de úlcera gástrica •Traqueostomia precoce •Monitoramento do resíduo gástrico •Nutrição parenteral precoce Klompas, et al. Inf. Control and Hosp Epidem. 2014
  • 17. Bundle: FAST HUG • O FAST HUG ou “abraço rápido” é um mnemônico inicialmente proposto pelo médico Jean-Louis Vincent com o objetivo de otimizar a assistência prestada ao paciente crítico e assessorar as práticas dos profissionais de saúde. O conceito proposto busca promover a segurança do paciente e maximizar as intervenções necessárias VINCENT, 2005
  • 19. Bundle: FAST HUG • Component Feeding: Componente alimentar. Oral, enteral ou paraenteral? • Analgesia: pacientenão deve sentir dor, mas analgesia excessiva deve ser evitada • Sedation: sedação excessiva evitada (controle, redução da sedação, interrupção da sedação e despertar diário). Calmo, confortável e colaborativo é o ideal. • Thromboembolic Prevention: profilaxia à TV • Head of the bed elevated: decúbito elevado (cabeceira com elevação entre 30⁰ e 45⁰) • Stress Ulcer prophylaxis: profilaxia às úlceras de decúbito • Glucose Control: controle glicêmico
  • 20. Bundle Institute for Healthcare Improvement
  • 21. Bundle Institute for Healthcare Improvement
  • 22. Bundle Institute for Healthcare Improvement
  • 23. Bundle Institute for Healthcare Improvement
  • 24. Bundle para PAVM de abordagem sistemática Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
  • 25. Bundle para PAVM de abordagem sistemática Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
  • 26. Bundle para PAVM de abordagem sistemática Speck, et al. Am J Infect Control. 2017
  • 27. O que fazer? •Elaboração e execução de medidas preventivas em relação à PAV – Protocolo Assistencial
  • 28. O que fazer? •Manutenção da cabeceira elevada 30⁰-45⁰ Torres et al. 1992 Orozco-Levi et al. 1995 Drakulovic et al. 1999 Grap. 2005 Balonov. 2007
  • 29. O que fazer? •Higiene Oral – escovação e uso de clorexidina 8/8h D'amico et al. 1998 Chan et al. 2007 Shi Z et al. 2013
  • 30. O que fazer? •Monitorização e controle da Pressão do Balonete (Cuff) 6/6h com valores de 22-30cmH₂O Rello et al. 1996 Guyton et al. 1997 Cook et al. 1998 Subramanian. 2006 Valencia et al. 2007
  • 31. O que fazer? • NÃO instilar SF 0,9% • THOMPSON (2000) e DREYER & ZUÑIGA (2003) afirmam que a instilação de solução salina pode ter efeito adverso na Saturação de Oxigênio (SaO2), além do risco de infecção, não devendo ser utilização como rotina. Nesse mesmo aspecto, COLOMBRINI et al (2003) ressaltam que a instilação com SF, além de causar hipoxemia e infecções, pode prejudicar o bem-estar psicológico do paciente. Para prevenir a oclusão do tubo traqueal é recomendado fazer a umidificação dos gases inspirados e hidratar o paciente adequadamente.
  • 33. O que fazer? •Realização da Fisioterapia Respiratória e Motora quando indicado Vraciu et al. 1977 Celli et al. 1984 Roukema et al. 1988 Ntoumenopoulos et al. 2002
  • 35. Obrigado Serviço de Fisioterapia da Fcecon José Alexandre Pires de Almeida Crefito 185.188-F jalexandre.almeida@gmail.com (92) 99478-8906