SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO: MELHOR GESTÃO MELHOR
ENSINO
PLANO DE AULA DE MATEMÁTICA
• PROFESSORES: IRENE TIOSSI
• MAURICIO JOSÉ LOPES
• E.E. PROFª REIKO UEMURA TSUNOKAWA
• 27/05/2013
2
• Pitágoras - Biografia
Vida de Pitágoras, importante filósofo e matemático da
antiguidade, matemática, geometria, aritmética, Teorema de Pitágoras, ciências,
bibliografia, Escola Pitagórica
• Pitágoras foi um importante matemático e filósofo grego. Nasceu no ano de 570 a
.C na ilha de Samos, na região da Ásia Menor (Magna Grécia). Provavelmente,
morreu em 497 ou 496 a.C em Metaponto (região sul da Itália). Embora sua
biografia seja marcada por diversas lendas e fatos não comprovados pela História,
temos dados e informações importantes sobre sua vida.
• Com 18 anos de idade, Pitágoras já conhecia e dominava muitos conhecimentos
matemáticos e filosóficos da época. Através de estudos astronômicos, afirmava
que o planeta Terra era esférico e suspenso no Espaço (ideia pouco conhecida na
época). Encontrou uma certa ordem no universo, observando que as estrelas,
assim como a Terra, girava ao redor do Sol.
Recebeu muita influência científica e filosófica dos filósofos gregos Tales de Mileto,
Anaximandro e Anaxímenes.
• Chegando à idade adulta e não se sentindo satisfeito com os
conhecimentos adquiridos em sua terra, deixou a ilha onde vivia e
passou muitos anos a viajar, visitando a maioria dos grandes
centros da sabedoria. A história conta a sua peregrinação em busca
de conhecimentos, que se estenderam ao Egipto, Indostão, Pérsia,
Creta e Palestina, e como adquiriu em cada país novas informações,
conseguiu familiarizar-se com a Sabedoria Esotérica, assim como os
conhecimentos exotéricos neles disponíveis.
• Voltou, com a mente repleta de conhecimentos e a capacidade de
julgamento amadurecida, à sua terra, onde tencionava abrir uma
escola para divulgar os seus conhecimentos, o que, porém, se
mostrou impraticável, devido à oposição do turbulento tirano
Policrates, que governava a ilha. Em vista do fracasso de uma
tentativa migrou para Crotona, importante cidade da Magna Grécia,
que era uma colónia fundada pelos dórios na costa meridional da
Itália.
• O Grande Mestre, como era chamado por seus
discípulos, nasceu em Samos, uma pequena ilha
próxima à região da Jônia (parte asiática das
colônias gregas), mas fundou sua escola (Escola
Itálica) na região da Magna Grécia, atual sul da
Itália. É a ele que atribuímos a invenção da
palavra Filosofia. É também o criador do famoso
Teorema de Pitágoras (que revela que em um
triângulo retângulo, o quadrado da hipotenusa –
maior lado – é igual à soma dos quadrados dos
catetos – os outros lados que formam 90º).
• Enquanto visitava o Egito, impressionado com as pirâmides,
desenvolveu o famoso Teorema de Pitágoras. De acordo
com este teorema é possível calcular o lado de um
triângulo retângulo, conhecendo os outros dois. Desta
forma, ele conseguiu provar que a soma dos quadrados dos
catetos é igual ao quadrado da hipotenusa.
Atribui-se também a ele o desenvolvimento da tábua de
multiplicação, o sistema decimal e as proporções
aritméticas. Sua influência nos estudos futuros da
matemática foram enormes, pois foi um dos grandes
construtores da base dos conhecimentos matemáticos,
geométricos e filosóficos que temos atualmente.
• Os pitagóricos foram os primeiros a cultivarem as
matemáticas de modo sistemático, notando que
todos os fenômenos naturais são traduzíveis por
relações numéricas e representáveis de modo
matemático. Perceberam também que a música
(foi Pitágoras quem descobriu as 7 notas
musicais) obedecia leis de harmonia matemática
e que também o universo, natural e humano, se
submetia a essas leis (cada número representava
uma característica ou uma qualidade, como
justiça, amor, Deus, etc.).
• Principais filósofos da Escola Pitagórica:
• - Filolau de Crotona
- Temistocleia
- Arquitas de Tarento
- Alcmeão de Crotona
- Melissa
• Alguns pensamentos (frases) de Pitágoras:
- Não é livre quem não consegue ter domínio sobre si.
- Todas as coisas são números.
- Aquele que fala semeia; aquele que escuta recolhe.
- Com ordem e com tempo encontra-se o segredo de fazer tudo e tudo fazer bem.
- Educai as crianças e não será preciso punir os homens.
- A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar, é aproximar-se de
Deus.
- A Evolução é a Lei da Vida, o Número é a Lei do Universo, a Unidade é a Lei de
Deus.
- Ajuda teus semelhantes a levantar a carga, mas não a carregues.
• Foi ali que o famoso filósofo fundou a Escola ou Sociedade de
Estudiosos, que se tornou conhecida em todo o mundo civilizado
como o centro de erudição na Europa; foi ali que, secretamente,
Pitágoras ensinou a sabedoria oculta que havia coligido dos
ginosofistas e brâmanes da Índia, dos hierofantes do Egipto, do
Oráculo de Delfos, da Caverna de Ida e da Cabala dos rabinos
hebreus e magos caldeus.
• Durante cerca de quarenta anos ele lecionou para os seus discípulos
e exibiu os seus maravilhosos poderes; mas foi posto um fim à sua
instituição, e ele próprio foi forçado a fugir da cidade, devido a uma
conspiração e rebelião surgidas em decorrência de uma disputa
entre o povo de Crotona e os habitantes de Síbaris; ele conseguiu
chegar em Metaponto, onde, segundo se diz morreu mais ou
menos em 500 a.c..
Plano de aula de matematica maurício
Pitágoras acreditava que todas as relações podiam ser reduzidas a
relações numéricas, e esta generalização foi inspirada na música, na
matemática e na astronomia.
As mais importantes descobertas de Pitágoras foram que a
diagonal de um quadrado não é múltiplo racional do seu lado e este
resultado permitiu mostrar a existência dos números irracionais e
também a descoberta do Teorema de Pitágoras que demonstra que
«a soma dos quadrados dos dois catetos, num triângulo rectângulo,
é sempre igual ao quadrado da hipotenusa».São-lhe também
atribuídas a invenção da tábua da multiplicação, do sistema
decimal, das proporções aritméticas, geométricas e harmónicas e
de várias propriedades dos poliedros regulares, apesar de ser mais
conhecido entre nós pelo teorema geométrico com o seu nome
• Pitágoras descobriu uma propriedade muito
especial num tipo de triângulos também especial
- O triângulo rectângulo, que contém um ângulo
de 90º.
Antes de mais, vamos dar nomes aos lados de um
triângulo rectângulo:
Catetos são os dois lados adjacentes ao ângulo de
90º, enquanto que a hipotenusa é o lado oposto
a esse mesmo ângulo, como podes ver pelas
seguintes figuras

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pitágoras, um gênio nato
Pitágoras, um gênio natoPitágoras, um gênio nato
Pitágoras, um gênio nato
pollysoares
 
Escola itálica
Escola itálicaEscola itálica
Escola itálica
jucb05
 
Pitágoras
PitágorasPitágoras
Pitágoras
ap8b
 
Ciência antiga e medieval
Ciência antiga e medievalCiência antiga e medieval
Ciência antiga e medieval
Thayro Soares da Paixão
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
Luis Carlos
 
Sócrates e Platão
Sócrates e PlatãoSócrates e Platão
Sócrates e Platão
Erica Frau
 
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiçaSócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Jornal Ovale
 
Filosofia clássica
Filosofia clássicaFilosofia clássica
Filosofia clássica
Helena Morita
 
Pitágoras síntese
Pitágoras   síntesePitágoras   síntese
Pitágoras síntese
ka32190999
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
Presocraticos
PresocraticosPresocraticos
Presocraticos
unirio2011
 
Teorema de Pitágoras
Teorema de PitágorasTeorema de Pitágoras
Teorema de Pitágoras
Rodrigo Costa
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
Silmara Vedoveli
 
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.  Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
Filosofia
 
Filosofia grega
Filosofia gregaFilosofia grega
Filosofia grega
Tuh Caldas
 

Mais procurados (16)

Pitágoras, um gênio nato
Pitágoras, um gênio natoPitágoras, um gênio nato
Pitágoras, um gênio nato
 
Escola itálica
Escola itálicaEscola itálica
Escola itálica
 
Pitágoras
PitágorasPitágoras
Pitágoras
 
Ciência antiga e medieval
Ciência antiga e medievalCiência antiga e medieval
Ciência antiga e medieval
 
Filosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da gréciaFilosofia e democracia da grécia
Filosofia e democracia da grécia
 
Sócrates e Platão
Sócrates e PlatãoSócrates e Platão
Sócrates e Platão
 
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiçaSócrates e Platão: influências,direito e justiça
Sócrates e Platão: influências,direito e justiça
 
Filosofia clássica
Filosofia clássicaFilosofia clássica
Filosofia clássica
 
Pitágoras síntese
Pitágoras   síntesePitágoras   síntese
Pitágoras síntese
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
Presocraticos
PresocraticosPresocraticos
Presocraticos
 
Teorema de Pitágoras
Teorema de PitágorasTeorema de Pitágoras
Teorema de Pitágoras
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA ORIGEM DA FILOSOFIA
ORIGEM DA FILOSOFIA
 
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.  Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
Filósofos pré socráticos 1v01 Nycolle, Victoria, Bruna Thais, Lydia.
 
Filosofia grega
Filosofia gregaFilosofia grega
Filosofia grega
 

Semelhante a Plano de aula de matematica maurício

A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
Felipe Santos
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
edmildo
 
Pitágoras de Samos
 Pitágoras de Samos Pitágoras de Samos
Pitágoras de Samos
ssuser1bf4d3
 
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdfGRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
ssuser1bf4d3
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
Luci Bonini
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
Emanoel
 
Pitágoras e os pitagóricos
Pitágoras e os pitagóricosPitágoras e os pitagóricos
Pitágoras e os pitagóricos
Adriano Capilupe
 
Apresentação de Filosofia
Apresentação de FilosofiaApresentação de Filosofia
Apresentação de Filosofia
Leandro Amorim
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
Bumario
 
Aula 1 fls em
Aula 1 fls emAula 1 fls em
Aula 1 fls em
Walney M.F
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
Bumario
 
Trabalho Pitágoras1
Trabalho Pitágoras1Trabalho Pitágoras1
Trabalho Pitágoras1
earana
 
Anexo 4 quem foi pitágoras
Anexo 4   quem foi pitágorasAnexo 4   quem foi pitágoras
Anexo 4 quem foi pitágoras
taliari
 
Slide antropologia filosofica
Slide antropologia filosoficaSlide antropologia filosofica
Slide antropologia filosofica
Psicoemfoco
 
Slide antropologia filosofica
Slide antropologia filosoficaSlide antropologia filosofica
Slide antropologia filosofica
Psicoemfoco
 
P
PP
P
ap8b
 
I definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
I   definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)I   definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
I definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
AidaCunha73
 

Semelhante a Plano de aula de matematica maurício (20)

A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
A matemática
A matemáticaA matemática
A matemática
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
 
Pitágoras de Samos
 Pitágoras de Samos Pitágoras de Samos
Pitágoras de Samos
 
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdfGRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
GRUPO 1 - Pitágoras de Samos.pdf
 
Filosofia Grécia
Filosofia GréciaFilosofia Grécia
Filosofia Grécia
 
Pitagoras
PitagorasPitagoras
Pitagoras
 
Pitágoras e os pitagóricos
Pitágoras e os pitagóricosPitágoras e os pitagóricos
Pitágoras e os pitagóricos
 
Apresentação de Filosofia
Apresentação de FilosofiaApresentação de Filosofia
Apresentação de Filosofia
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
 
Aula 1 fls em
Aula 1 fls emAula 1 fls em
Aula 1 fls em
 
Conhecendo Pitágoras
Conhecendo PitágorasConhecendo Pitágoras
Conhecendo Pitágoras
 
Trabalho Pitágoras1
Trabalho Pitágoras1Trabalho Pitágoras1
Trabalho Pitágoras1
 
Anexo 4 quem foi pitágoras
Anexo 4   quem foi pitágorasAnexo 4   quem foi pitágoras
Anexo 4 quem foi pitágoras
 
Slide antropologia filosofica
Slide antropologia filosoficaSlide antropologia filosofica
Slide antropologia filosofica
 
Slide antropologia filosofica
Slide antropologia filosoficaSlide antropologia filosofica
Slide antropologia filosofica
 
P
PP
P
 
I definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
I   definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)I   definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
I definição de filosofia, breve contextualização e disciplinas (3)
 

Mais de Anazaniboni

Fernão
FernãoFernão
Fernão
Anazaniboni
 
Melhor Gestão, Melhor Ensino
Melhor Gestão, Melhor EnsinoMelhor Gestão, Melhor Ensino
Melhor Gestão, Melhor Ensino
Anazaniboni
 
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINOMELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
Anazaniboni
 
Plano de aula utilizando blog
Plano de aula utilizando blogPlano de aula utilizando blog
Plano de aula utilizando blog
Anazaniboni
 
Apresentação melhor gestão (1)
Apresentação melhor gestão (1)Apresentação melhor gestão (1)
Apresentação melhor gestão (1)
Anazaniboni
 
Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4
Anazaniboni
 
Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4
Anazaniboni
 
Tabela gabarito mat-3serie_m t n
Tabela gabarito mat-3serie_m t nTabela gabarito mat-3serie_m t n
Tabela gabarito mat-3serie_m t n
Anazaniboni
 
Prova mat-3 em-noite
Prova mat-3 em-noiteProva mat-3 em-noite
Prova mat-3 em-noite
Anazaniboni
 
Prova mat-3 em-tarde
Prova mat-3 em-tardeProva mat-3 em-tarde
Prova mat-3 em-tarde
Anazaniboni
 
Prova mat-3 em-manha
Prova mat-3 em-manhaProva mat-3 em-manha
Prova mat-3 em-manha
Anazaniboni
 
Saresp 2010 3ª série
Saresp 2010    3ª sérieSaresp 2010    3ª série
Saresp 2010 3ª série
Anazaniboni
 
8 serie
8 serie8 serie
8 serie
Anazaniboni
 
6 serie
6 serie6 serie
6 serie
Anazaniboni
 
Modelo de aula de matemática
Modelo de aula de matemáticaModelo de aula de matemática
Modelo de aula de matemática
Anazaniboni
 
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
Anazaniboni
 
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
Anazaniboni
 
114840 apresentação1 (1)
114840 apresentação1 (1)114840 apresentação1 (1)
114840 apresentação1 (1)
Anazaniboni
 
114839 plano de aula efp
114839 plano de aula efp114839 plano de aula efp
114839 plano de aula efp
Anazaniboni
 
Narrativas matemáticas plano de aula
Narrativas matemáticas plano de aulaNarrativas matemáticas plano de aula
Narrativas matemáticas plano de aula
Anazaniboni
 

Mais de Anazaniboni (20)

Fernão
FernãoFernão
Fernão
 
Melhor Gestão, Melhor Ensino
Melhor Gestão, Melhor EnsinoMelhor Gestão, Melhor Ensino
Melhor Gestão, Melhor Ensino
 
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINOMELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
MELHOR GESTÃO, MELHOR ENSINO
 
Plano de aula utilizando blog
Plano de aula utilizando blogPlano de aula utilizando blog
Plano de aula utilizando blog
 
Apresentação melhor gestão (1)
Apresentação melhor gestão (1)Apresentação melhor gestão (1)
Apresentação melhor gestão (1)
 
Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4
 
Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4Plano de aula grupo4
Plano de aula grupo4
 
Tabela gabarito mat-3serie_m t n
Tabela gabarito mat-3serie_m t nTabela gabarito mat-3serie_m t n
Tabela gabarito mat-3serie_m t n
 
Prova mat-3 em-noite
Prova mat-3 em-noiteProva mat-3 em-noite
Prova mat-3 em-noite
 
Prova mat-3 em-tarde
Prova mat-3 em-tardeProva mat-3 em-tarde
Prova mat-3 em-tarde
 
Prova mat-3 em-manha
Prova mat-3 em-manhaProva mat-3 em-manha
Prova mat-3 em-manha
 
Saresp 2010 3ª série
Saresp 2010    3ª sérieSaresp 2010    3ª série
Saresp 2010 3ª série
 
8 serie
8 serie8 serie
8 serie
 
6 serie
6 serie6 serie
6 serie
 
Modelo de aula de matemática
Modelo de aula de matemáticaModelo de aula de matemática
Modelo de aula de matemática
 
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
115418 teorema de pitágoras prof-pompeia (1)
 
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
115417 planode aula-questão7-proporcionalidade
 
114840 apresentação1 (1)
114840 apresentação1 (1)114840 apresentação1 (1)
114840 apresentação1 (1)
 
114839 plano de aula efp
114839 plano de aula efp114839 plano de aula efp
114839 plano de aula efp
 
Narrativas matemáticas plano de aula
Narrativas matemáticas plano de aulaNarrativas matemáticas plano de aula
Narrativas matemáticas plano de aula
 

Último

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 

Plano de aula de matematica maurício

  • 1. CURSO: MELHOR GESTÃO MELHOR ENSINO PLANO DE AULA DE MATEMÁTICA • PROFESSORES: IRENE TIOSSI • MAURICIO JOSÉ LOPES • E.E. PROFª REIKO UEMURA TSUNOKAWA • 27/05/2013
  • 2. 2
  • 3. • Pitágoras - Biografia Vida de Pitágoras, importante filósofo e matemático da antiguidade, matemática, geometria, aritmética, Teorema de Pitágoras, ciências, bibliografia, Escola Pitagórica • Pitágoras foi um importante matemático e filósofo grego. Nasceu no ano de 570 a .C na ilha de Samos, na região da Ásia Menor (Magna Grécia). Provavelmente, morreu em 497 ou 496 a.C em Metaponto (região sul da Itália). Embora sua biografia seja marcada por diversas lendas e fatos não comprovados pela História, temos dados e informações importantes sobre sua vida. • Com 18 anos de idade, Pitágoras já conhecia e dominava muitos conhecimentos matemáticos e filosóficos da época. Através de estudos astronômicos, afirmava que o planeta Terra era esférico e suspenso no Espaço (ideia pouco conhecida na época). Encontrou uma certa ordem no universo, observando que as estrelas, assim como a Terra, girava ao redor do Sol. Recebeu muita influência científica e filosófica dos filósofos gregos Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes.
  • 4. • Chegando à idade adulta e não se sentindo satisfeito com os conhecimentos adquiridos em sua terra, deixou a ilha onde vivia e passou muitos anos a viajar, visitando a maioria dos grandes centros da sabedoria. A história conta a sua peregrinação em busca de conhecimentos, que se estenderam ao Egipto, Indostão, Pérsia, Creta e Palestina, e como adquiriu em cada país novas informações, conseguiu familiarizar-se com a Sabedoria Esotérica, assim como os conhecimentos exotéricos neles disponíveis. • Voltou, com a mente repleta de conhecimentos e a capacidade de julgamento amadurecida, à sua terra, onde tencionava abrir uma escola para divulgar os seus conhecimentos, o que, porém, se mostrou impraticável, devido à oposição do turbulento tirano Policrates, que governava a ilha. Em vista do fracasso de uma tentativa migrou para Crotona, importante cidade da Magna Grécia, que era uma colónia fundada pelos dórios na costa meridional da Itália.
  • 5. • O Grande Mestre, como era chamado por seus discípulos, nasceu em Samos, uma pequena ilha próxima à região da Jônia (parte asiática das colônias gregas), mas fundou sua escola (Escola Itálica) na região da Magna Grécia, atual sul da Itália. É a ele que atribuímos a invenção da palavra Filosofia. É também o criador do famoso Teorema de Pitágoras (que revela que em um triângulo retângulo, o quadrado da hipotenusa – maior lado – é igual à soma dos quadrados dos catetos – os outros lados que formam 90º).
  • 6. • Enquanto visitava o Egito, impressionado com as pirâmides, desenvolveu o famoso Teorema de Pitágoras. De acordo com este teorema é possível calcular o lado de um triângulo retângulo, conhecendo os outros dois. Desta forma, ele conseguiu provar que a soma dos quadrados dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa. Atribui-se também a ele o desenvolvimento da tábua de multiplicação, o sistema decimal e as proporções aritméticas. Sua influência nos estudos futuros da matemática foram enormes, pois foi um dos grandes construtores da base dos conhecimentos matemáticos, geométricos e filosóficos que temos atualmente.
  • 7. • Os pitagóricos foram os primeiros a cultivarem as matemáticas de modo sistemático, notando que todos os fenômenos naturais são traduzíveis por relações numéricas e representáveis de modo matemático. Perceberam também que a música (foi Pitágoras quem descobriu as 7 notas musicais) obedecia leis de harmonia matemática e que também o universo, natural e humano, se submetia a essas leis (cada número representava uma característica ou uma qualidade, como justiça, amor, Deus, etc.).
  • 8. • Principais filósofos da Escola Pitagórica: • - Filolau de Crotona - Temistocleia - Arquitas de Tarento - Alcmeão de Crotona - Melissa
  • 9. • Alguns pensamentos (frases) de Pitágoras: - Não é livre quem não consegue ter domínio sobre si. - Todas as coisas são números. - Aquele que fala semeia; aquele que escuta recolhe. - Com ordem e com tempo encontra-se o segredo de fazer tudo e tudo fazer bem. - Educai as crianças e não será preciso punir os homens. - A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar, é aproximar-se de Deus. - A Evolução é a Lei da Vida, o Número é a Lei do Universo, a Unidade é a Lei de Deus. - Ajuda teus semelhantes a levantar a carga, mas não a carregues.
  • 10. • Foi ali que o famoso filósofo fundou a Escola ou Sociedade de Estudiosos, que se tornou conhecida em todo o mundo civilizado como o centro de erudição na Europa; foi ali que, secretamente, Pitágoras ensinou a sabedoria oculta que havia coligido dos ginosofistas e brâmanes da Índia, dos hierofantes do Egipto, do Oráculo de Delfos, da Caverna de Ida e da Cabala dos rabinos hebreus e magos caldeus. • Durante cerca de quarenta anos ele lecionou para os seus discípulos e exibiu os seus maravilhosos poderes; mas foi posto um fim à sua instituição, e ele próprio foi forçado a fugir da cidade, devido a uma conspiração e rebelião surgidas em decorrência de uma disputa entre o povo de Crotona e os habitantes de Síbaris; ele conseguiu chegar em Metaponto, onde, segundo se diz morreu mais ou menos em 500 a.c..
  • 12. Pitágoras acreditava que todas as relações podiam ser reduzidas a relações numéricas, e esta generalização foi inspirada na música, na matemática e na astronomia. As mais importantes descobertas de Pitágoras foram que a diagonal de um quadrado não é múltiplo racional do seu lado e este resultado permitiu mostrar a existência dos números irracionais e também a descoberta do Teorema de Pitágoras que demonstra que «a soma dos quadrados dos dois catetos, num triângulo rectângulo, é sempre igual ao quadrado da hipotenusa».São-lhe também atribuídas a invenção da tábua da multiplicação, do sistema decimal, das proporções aritméticas, geométricas e harmónicas e de várias propriedades dos poliedros regulares, apesar de ser mais conhecido entre nós pelo teorema geométrico com o seu nome
  • 13. • Pitágoras descobriu uma propriedade muito especial num tipo de triângulos também especial - O triângulo rectângulo, que contém um ângulo de 90º. Antes de mais, vamos dar nomes aos lados de um triângulo rectângulo: Catetos são os dois lados adjacentes ao ângulo de 90º, enquanto que a hipotenusa é o lado oposto a esse mesmo ângulo, como podes ver pelas seguintes figuras