SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL
PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
 Apresentação de Seminário de Eng. Civil
 Elias Pedro da Silva Turma: UG 2010.2
 Prof° Cláudio Levi F. Pereira, MSc
PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
 P+L significa a aplicação contínua de uma
estratégia econômica, ambiental e tecnológica
integrada aos processos e produtos, a fim de
aumentar a eficiência no uso de matérias-
primas, água e energia, através da não
geração, minimização ou reciclagem de resíduos
gerados, com benefícios ambientais e
econômicos.
A METODOLOGIA DE PML
CONSISTE EM 5 ETAPAS
 Conduzido segundo a metodologia proposta pelo
Centro Nacional de Tecnologias Limpas (CNTL)
(SENAI, 2003).
 Fase 1: Planejamento e organização
 Fase 2: Pré-avaliação;
 Fase 3: Balanço material;
 Fase 4: Estudo de viabilidade;
 Fase 5: Implementação.
IDENTIFIÇÃO DE AÇÕES DA
PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
ESTUDO DE CASO
As metas ambientais da Ambev para 2010
Indicador Agora ( ENTRA) A meta (SAIDA) Como alcançar
Água
Em 2009, a Ambev usou 3,9
litros de água, em média, para
produzir 1 litro de cerveja.
Número que já foi de 4,37
litros em 2004.
Reduzir o consumo de água
usado na produção de bebidas
em 11% até 2012. A meta é
de 3,5 litros de água para cada
litro de cerveja produzido.
AAmbev vai investir R$ 5,8
milhões em programas de
reaproveitamento de água e
redução de consumo.
CO2
AAmbev tem oito fábricas
que usam fontes renováveis de
energia. A biomassa
proporcionou à Ambev a
redução de 40% do índice de
emissão de CO2 na atmosfera
nos últimos cinco anos.
Reduzir a emissão de CO2 em
10% até 2012 (equivale a tirar
100 mil carros das ruas por
ano)
Diversificação da matriz
energética e projetos de
eficiência.
Resíduos
Desde 2008, 98% de todo
subproduto que resulta da
fabricação de bebidas é
reutilizado.
Aumentar para 99% o índice
de reaproveitamento
AAmbev busca
constantemente reduzir o
volume de resíduos sólidos
produzidos nas fábricas. O
pouco que sobra é
reaproveitado como insumo
em outros processos.
O TRATAMENTO DAS ÁGUAS
PROJETO “MOVIMENTO CYAN”
 Bacia Corumbá-Paranoá
(DF), que abastece a Filial
Gama, é a primeira a ser
adotada pelo projeto CYAN
 Estação de Tratamento de
Efluentes Industriais, são 37
instaladas em todas as fábricas
da Ambev na América Latina, no
Brasil são 34.
 Descrição:
A iniciativa da Ambev conta com as parcerias de prestigiadas instituições
científicas (USP, Embrapa), e de organizações não governamentais (Water
Footprint Network, WWF-Brasil, GTZ), na captação, tratamento e
preservação das nascentes de cursos d'água e seus
ecossistemas, capacitando as comunidades ribeirinhas para preservação
das áreas.
 Benefícios Ambientais:
Redução de 27,2% no consumo de água em 7 anos de (2002 e
2009), aproveitamento de subprodutos, e aumento no volume de água
tratada pelas Estações de Tratamento de Efluentes Industriais (ETEIs).
 Benefícios Econômicos:
Calcular a redução do custo de água em toda a cadeia produtiva, fazer
fornecedores buscarem o mesmo nível de excelência e comprometimento.
O TRATAMENTO DAS ÁGUAS
PROJETO “MOVIMENTO CYAN”
 Em 2009, Ambev reaproveitou
98,2% de todo o subproduto
gerado no processo de
fabricação de bebidas das
fábricas, gerando uma receita
extra de R$ 78,8 milhões.
 08 unidades industriais utilizam
energia renovável desde
2003, como gás natural, óleo e
biomassa:
RS, SC, GO, PI, MA, MT, MG e
SP.
FONTES ENERGÉTICAS - TI VERDE E
RECICLAGEM SOLIDÁRIA
 Foi reduzido em 05 anos, 35%
da emissão de CO2 na
atmosfera equivale ao plantio
de 1,6 milhão de árvores.
 Filial Viamão 01 indústria de
bebidas apta a negociar crédito
de carbono com certificação da
ONU, alinhada ao Protocolo de
Kyoto.
REDUÇÃO DAS EMISSÕES NO AR E
DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
PROJETO S DE SUSTENTABILIDADE DE RESIDUOS
NIVEL DE PML ENTRADAS PROCESSO SAIDA
1 - FONTE 01 Fábrica ( BRAHMA 1992)
Tratamento das águas e
esgotos, conscientizar
população ribeirinha
EXPANSÃO (AMBEV)
Acordos firmados, é
reconhecida como
empresa modelo
08 FILIAS
Inicialmente
aumentando para
toda a rede
2 - INTERNO Matéria-prima (malte),
combustíveis(CO2),
computadores, poucos
qualidade de produto
(guaraná)
Separação, mistura, troca
de tecnologias,
distribuição de mudas
Adubo, mais energia
limpa, melhor
desempenho, melhor
qualidade
3 - EXTERNO Sem controle de todos os
resíduos das fabricas
Separação do material
toxico, etc.
Contratação de
empresas
certificadas
PRODUÇÃO MAIS LIMPA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
ayanne9945
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
jaddy xavier
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
Giovanna Ortiz
 
17 hipóteses e variáveis
17 hipóteses e variáveis17 hipóteses e variáveis
17 hipóteses e variáveis
Joao Balbi
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
João Alfredo Telles Melo
 
Gerenciamento de resíduos químicos
Gerenciamento de resíduos químicos Gerenciamento de resíduos químicos
Gerenciamento de resíduos químicos
Paloma Dianas
 
Pop limpeza e sanitização da caixa d'água
Pop   limpeza e sanitização da caixa d'águaPop   limpeza e sanitização da caixa d'água
Pop limpeza e sanitização da caixa d'água
Juciê Vasconcelos
 
Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino
Adriana Teixeira Simoni
 
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptxFundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
VeridyanaValverde1
 
Capítulo 5
Capítulo 5Capítulo 5
Capítulo 5
Marcio Versuti
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
lucasvinicius98
 
Produção do Papel e seus Impactos Ambientais
Produção do Papel e seus Impactos AmbientaisProdução do Papel e seus Impactos Ambientais
Produção do Papel e seus Impactos Ambientais
Marina Godoy
 
Limpeza de vidraria de laboratorio
Limpeza de vidraria de laboratorioLimpeza de vidraria de laboratorio
Limpeza de vidraria de laboratorio
Estefania Aquino
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
Giovanna Ortiz
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
budhamider
 
Economia circular
Economia circular Economia circular
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Biblioteca FEAUSP
 
Resumo do tcc modelo
Resumo do tcc modeloResumo do tcc modelo
Resumo do tcc modelo
Elys Regina
 
Aula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdfAula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdf
Giovanna Ortiz
 
Politica Dos 3 Rs
Politica Dos 3 RsPolitica Dos 3 Rs
Politica Dos 3 Rs
carlaefans
 

Mais procurados (20)

Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
 
Metodologia cientifica
Metodologia cientificaMetodologia cientifica
Metodologia cientifica
 
Aula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislaçãoAula 1 normas e legislação
Aula 1 normas e legislação
 
17 hipóteses e variáveis
17 hipóteses e variáveis17 hipóteses e variáveis
17 hipóteses e variáveis
 
Avaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientaisAvaliação de impactos ambientais
Avaliação de impactos ambientais
 
Gerenciamento de resíduos químicos
Gerenciamento de resíduos químicos Gerenciamento de resíduos químicos
Gerenciamento de resíduos químicos
 
Pop limpeza e sanitização da caixa d'água
Pop   limpeza e sanitização da caixa d'águaPop   limpeza e sanitização da caixa d'água
Pop limpeza e sanitização da caixa d'água
 
Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino Para cada lixo um destino
Para cada lixo um destino
 
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptxFundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
Fundamentos de Enfermagem - Grau 3 (2).pptx
 
Capítulo 5
Capítulo 5Capítulo 5
Capítulo 5
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Produção do Papel e seus Impactos Ambientais
Produção do Papel e seus Impactos AmbientaisProdução do Papel e seus Impactos Ambientais
Produção do Papel e seus Impactos Ambientais
 
Limpeza de vidraria de laboratorio
Limpeza de vidraria de laboratorioLimpeza de vidraria de laboratorio
Limpeza de vidraria de laboratorio
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
 
Economia circular
Economia circular Economia circular
Economia circular
 
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
Elaboração de trabalhos acadêmicos APA 6ª edição (atualizado 2015)
 
Resumo do tcc modelo
Resumo do tcc modeloResumo do tcc modelo
Resumo do tcc modelo
 
Aula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdfAula 4. rsu parte 1pdf
Aula 4. rsu parte 1pdf
 
Politica Dos 3 Rs
Politica Dos 3 RsPolitica Dos 3 Rs
Politica Dos 3 Rs
 

Destaque

A produção mais limpa na micro e pequena empresa
A produção mais limpa na micro e pequena empresaA produção mais limpa na micro e pequena empresa
A produção mais limpa na micro e pequena empresa
Marco de Oliveira
 
A Arte de Atender em Escritórios
A Arte de Atender em EscritóriosA Arte de Atender em Escritórios
A Arte de Atender em Escritórios
Grupo E. Fabris
 
ALL - Trilhando Energia Limpa
ALL - Trilhando Energia LimpaALL - Trilhando Energia Limpa
ALL - Trilhando Energia Limpa
Marco Coghi
 
Slide
SlideSlide
Produção Limpa
Produção LimpaProdução Limpa
Produção Limpa
guest84f29b
 
5S Conceito e Aplicação
5S  Conceito e Aplicação5S  Conceito e Aplicação
5S Conceito e Aplicação
Jose Donizetti Moraes
 
Energia limpa uma questão de necessidade
Energia limpa   uma questão de necessidadeEnergia limpa   uma questão de necessidade
Energia limpa uma questão de necessidade
Nataliana Cabral
 
8 Jeito Para Mudar O Mundo
8 Jeito Para Mudar O Mundo8 Jeito Para Mudar O Mundo
8 Jeito Para Mudar O Mundo
Eliete França
 
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s BrasilSlides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
Telmo Ferreira
 
18 projeto energia
18 projeto energia18 projeto energia
18 projeto energia
juniorfuleragem
 
Apresentação mc donald's prof josé mauro
Apresentação mc donald's   prof josé mauroApresentação mc donald's   prof josé mauro
Apresentação mc donald's prof josé mauro
amandahenrique
 
MC donalds revisto - Gestão de Operações
MC donalds revisto - Gestão de OperaçõesMC donalds revisto - Gestão de Operações
MC donalds revisto - Gestão de Operações
Fabio K. Stabel
 
ADM - Estudo de caso - MC Donalds
ADM - Estudo de caso - MC Donalds ADM - Estudo de caso - MC Donalds
ADM - Estudo de caso - MC Donalds
Gabriel Faustino
 
McDonalds - Estudo de MKT
McDonalds - Estudo de MKTMcDonalds - Estudo de MKT
McDonalds - Estudo de MKT
Carlos Oliveira
 
A historia do Mcdonalds
 A historia do Mcdonalds A historia do Mcdonalds
A historia do Mcdonalds
kelsenjunior
 
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Roberta Muniz
 
Capitalismo X Socialismo
Capitalismo X SocialismoCapitalismo X Socialismo
Capitalismo X Socialismo
Paticx
 

Destaque (17)

A produção mais limpa na micro e pequena empresa
A produção mais limpa na micro e pequena empresaA produção mais limpa na micro e pequena empresa
A produção mais limpa na micro e pequena empresa
 
A Arte de Atender em Escritórios
A Arte de Atender em EscritóriosA Arte de Atender em Escritórios
A Arte de Atender em Escritórios
 
ALL - Trilhando Energia Limpa
ALL - Trilhando Energia LimpaALL - Trilhando Energia Limpa
ALL - Trilhando Energia Limpa
 
Slide
SlideSlide
Slide
 
Produção Limpa
Produção LimpaProdução Limpa
Produção Limpa
 
5S Conceito e Aplicação
5S  Conceito e Aplicação5S  Conceito e Aplicação
5S Conceito e Aplicação
 
Energia limpa uma questão de necessidade
Energia limpa   uma questão de necessidadeEnergia limpa   uma questão de necessidade
Energia limpa uma questão de necessidade
 
8 Jeito Para Mudar O Mundo
8 Jeito Para Mudar O Mundo8 Jeito Para Mudar O Mundo
8 Jeito Para Mudar O Mundo
 
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s BrasilSlides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
Slides sobre a Gestão de Cadeia de Suprimentos do McDonnald´s Brasil
 
18 projeto energia
18 projeto energia18 projeto energia
18 projeto energia
 
Apresentação mc donald's prof josé mauro
Apresentação mc donald's   prof josé mauroApresentação mc donald's   prof josé mauro
Apresentação mc donald's prof josé mauro
 
MC donalds revisto - Gestão de Operações
MC donalds revisto - Gestão de OperaçõesMC donalds revisto - Gestão de Operações
MC donalds revisto - Gestão de Operações
 
ADM - Estudo de caso - MC Donalds
ADM - Estudo de caso - MC Donalds ADM - Estudo de caso - MC Donalds
ADM - Estudo de caso - MC Donalds
 
McDonalds - Estudo de MKT
McDonalds - Estudo de MKTMcDonalds - Estudo de MKT
McDonalds - Estudo de MKT
 
A historia do Mcdonalds
 A historia do Mcdonalds A historia do Mcdonalds
A historia do Mcdonalds
 
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
Apresentação de Marketing - empresa McDonald's
 
Capitalismo X Socialismo
Capitalismo X SocialismoCapitalismo X Socialismo
Capitalismo X Socialismo
 

Semelhante a PL Produção + Limpa Trab ambiental

Votorantim
VotorantimVotorantim
Votorantim
walaceobarba
 
Angela machado 3systems (2)
Angela machado   3systems (2)Angela machado   3systems (2)
Angela machado 3systems (2)
Tacio Rafael
 
Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?
David Arty
 
A comin
A cominA comin
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
forumsustentar
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
forumsustentar
 
Engenharia da Sustentabilidade
Engenharia da SustentabilidadeEngenharia da Sustentabilidade
Engenharia da Sustentabilidade
Adriana Mendes
 
Capitalismo natural e produo mais limpa final
Capitalismo natural e produo mais limpa  finalCapitalismo natural e produo mais limpa  final
Capitalismo natural e produo mais limpa final
UFRGS
 
Manzan et al_work
Manzan et al_workManzan et al_work
Manzan et al_work
farbache
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
forumsustentar
 
IAS 2023 REC.pptx
IAS 2023 REC.pptxIAS 2023 REC.pptx
IAS 2023 REC.pptx
EduardoGuambeJnior
 
Dis jose a_oliveira
Dis jose a_oliveiraDis jose a_oliveira
Dis jose a_oliveira
neymara costa
 
AmBev é referência ambiental
AmBev é referência ambientalAmBev é referência ambiental
AmBev é referência ambiental
ambev
 
Amb mdl 2011 guilherme 16 40
Amb mdl 2011 guilherme 16 40Amb mdl 2011 guilherme 16 40
Amb mdl 2011 guilherme 16 40
forumsustentar
 
Eccaplan e Evento Carbono Neutro
Eccaplan e Evento Carbono NeutroEccaplan e Evento Carbono Neutro
Eccaplan e Evento Carbono Neutro
Habitante Verde
 
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
Santander Brasil
 
Aviação e CO2 ppt
Aviação e CO2 pptAviação e CO2 ppt
Aviação e CO2 ppt
Luis Miguel Cruz
 
Artigo(1)
Artigo(1)Artigo(1)
025
025025
Guia da-pmaisl
Guia da-pmaislGuia da-pmaisl
Guia da-pmaisl
afermartins
 

Semelhante a PL Produção + Limpa Trab ambiental (20)

Votorantim
VotorantimVotorantim
Votorantim
 
Angela machado 3systems (2)
Angela machado   3systems (2)Angela machado   3systems (2)
Angela machado 3systems (2)
 
Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?Você já pensou se a água acabar hoje?
Você já pensou se a água acabar hoje?
 
A comin
A cominA comin
A comin
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
 
Alexandre 14 30
Alexandre 14 30Alexandre 14 30
Alexandre 14 30
 
Engenharia da Sustentabilidade
Engenharia da SustentabilidadeEngenharia da Sustentabilidade
Engenharia da Sustentabilidade
 
Capitalismo natural e produo mais limpa final
Capitalismo natural e produo mais limpa  finalCapitalismo natural e produo mais limpa  final
Capitalismo natural e produo mais limpa final
 
Manzan et al_work
Manzan et al_workManzan et al_work
Manzan et al_work
 
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedroBruno bedinelli   apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
Bruno bedinelli apresentação sustentar 2012 - sustentabilidade diedro
 
IAS 2023 REC.pptx
IAS 2023 REC.pptxIAS 2023 REC.pptx
IAS 2023 REC.pptx
 
Dis jose a_oliveira
Dis jose a_oliveiraDis jose a_oliveira
Dis jose a_oliveira
 
AmBev é referência ambiental
AmBev é referência ambientalAmBev é referência ambiental
AmBev é referência ambiental
 
Amb mdl 2011 guilherme 16 40
Amb mdl 2011 guilherme 16 40Amb mdl 2011 guilherme 16 40
Amb mdl 2011 guilherme 16 40
 
Eccaplan e Evento Carbono Neutro
Eccaplan e Evento Carbono NeutroEccaplan e Evento Carbono Neutro
Eccaplan e Evento Carbono Neutro
 
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
Mudanças climáticas, economia de baixo carbono e desenvolvimento sustentável:...
 
Aviação e CO2 ppt
Aviação e CO2 pptAviação e CO2 ppt
Aviação e CO2 ppt
 
Artigo(1)
Artigo(1)Artigo(1)
Artigo(1)
 
025
025025
025
 
Guia da-pmaisl
Guia da-pmaislGuia da-pmaisl
Guia da-pmaisl
 

Último

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Luzia Gabriele
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Yan Kayk da Cruz Ferreira
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsxSe A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
Se A Música É O Alimento do Amor Não Parem de Tocar Luzia Gabriele.ppsx
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 

PL Produção + Limpa Trab ambiental

  • 1. CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
  • 2. PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML  Apresentação de Seminário de Eng. Civil  Elias Pedro da Silva Turma: UG 2010.2  Prof° Cláudio Levi F. Pereira, MSc
  • 3. PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML  P+L significa a aplicação contínua de uma estratégia econômica, ambiental e tecnológica integrada aos processos e produtos, a fim de aumentar a eficiência no uso de matérias- primas, água e energia, através da não geração, minimização ou reciclagem de resíduos gerados, com benefícios ambientais e econômicos.
  • 4. A METODOLOGIA DE PML CONSISTE EM 5 ETAPAS  Conduzido segundo a metodologia proposta pelo Centro Nacional de Tecnologias Limpas (CNTL) (SENAI, 2003).  Fase 1: Planejamento e organização  Fase 2: Pré-avaliação;  Fase 3: Balanço material;  Fase 4: Estudo de viabilidade;  Fase 5: Implementação.
  • 5. IDENTIFIÇÃO DE AÇÕES DA PRODUÇÃO MAIS LIMPA - PML
  • 6. ESTUDO DE CASO As metas ambientais da Ambev para 2010 Indicador Agora ( ENTRA) A meta (SAIDA) Como alcançar Água Em 2009, a Ambev usou 3,9 litros de água, em média, para produzir 1 litro de cerveja. Número que já foi de 4,37 litros em 2004. Reduzir o consumo de água usado na produção de bebidas em 11% até 2012. A meta é de 3,5 litros de água para cada litro de cerveja produzido. AAmbev vai investir R$ 5,8 milhões em programas de reaproveitamento de água e redução de consumo. CO2 AAmbev tem oito fábricas que usam fontes renováveis de energia. A biomassa proporcionou à Ambev a redução de 40% do índice de emissão de CO2 na atmosfera nos últimos cinco anos. Reduzir a emissão de CO2 em 10% até 2012 (equivale a tirar 100 mil carros das ruas por ano) Diversificação da matriz energética e projetos de eficiência. Resíduos Desde 2008, 98% de todo subproduto que resulta da fabricação de bebidas é reutilizado. Aumentar para 99% o índice de reaproveitamento AAmbev busca constantemente reduzir o volume de resíduos sólidos produzidos nas fábricas. O pouco que sobra é reaproveitado como insumo em outros processos.
  • 7. O TRATAMENTO DAS ÁGUAS PROJETO “MOVIMENTO CYAN”  Bacia Corumbá-Paranoá (DF), que abastece a Filial Gama, é a primeira a ser adotada pelo projeto CYAN  Estação de Tratamento de Efluentes Industriais, são 37 instaladas em todas as fábricas da Ambev na América Latina, no Brasil são 34.
  • 8.  Descrição: A iniciativa da Ambev conta com as parcerias de prestigiadas instituições científicas (USP, Embrapa), e de organizações não governamentais (Water Footprint Network, WWF-Brasil, GTZ), na captação, tratamento e preservação das nascentes de cursos d'água e seus ecossistemas, capacitando as comunidades ribeirinhas para preservação das áreas.  Benefícios Ambientais: Redução de 27,2% no consumo de água em 7 anos de (2002 e 2009), aproveitamento de subprodutos, e aumento no volume de água tratada pelas Estações de Tratamento de Efluentes Industriais (ETEIs).  Benefícios Econômicos: Calcular a redução do custo de água em toda a cadeia produtiva, fazer fornecedores buscarem o mesmo nível de excelência e comprometimento. O TRATAMENTO DAS ÁGUAS PROJETO “MOVIMENTO CYAN”
  • 9.  Em 2009, Ambev reaproveitou 98,2% de todo o subproduto gerado no processo de fabricação de bebidas das fábricas, gerando uma receita extra de R$ 78,8 milhões.  08 unidades industriais utilizam energia renovável desde 2003, como gás natural, óleo e biomassa: RS, SC, GO, PI, MA, MT, MG e SP. FONTES ENERGÉTICAS - TI VERDE E RECICLAGEM SOLIDÁRIA
  • 10.  Foi reduzido em 05 anos, 35% da emissão de CO2 na atmosfera equivale ao plantio de 1,6 milhão de árvores.  Filial Viamão 01 indústria de bebidas apta a negociar crédito de carbono com certificação da ONU, alinhada ao Protocolo de Kyoto. REDUÇÃO DAS EMISSÕES NO AR E DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
  • 11. PROJETO S DE SUSTENTABILIDADE DE RESIDUOS NIVEL DE PML ENTRADAS PROCESSO SAIDA 1 - FONTE 01 Fábrica ( BRAHMA 1992) Tratamento das águas e esgotos, conscientizar população ribeirinha EXPANSÃO (AMBEV) Acordos firmados, é reconhecida como empresa modelo 08 FILIAS Inicialmente aumentando para toda a rede 2 - INTERNO Matéria-prima (malte), combustíveis(CO2), computadores, poucos qualidade de produto (guaraná) Separação, mistura, troca de tecnologias, distribuição de mudas Adubo, mais energia limpa, melhor desempenho, melhor qualidade 3 - EXTERNO Sem controle de todos os resíduos das fabricas Separação do material toxico, etc. Contratação de empresas certificadas PRODUÇÃO MAIS LIMPA