SlideShare uma empresa Scribd logo
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
O que é 
O PJ-MAIS é um programa de conservação e desenvolvimento 
socioambiental da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade 
de São Paulo (RBCV) com foco na formação integral e capacitação 
ecoprofissional de jovens do ensino médio da rede pública, 
habitantes de zonas periurbanas e entorno de áreas protegidas da 
RBCV. Criado em 1996, com apoio da UNESCO, o programa já teve 
mais de 20 Núcleos em 15 cidades e formou mais de 2.500 jovens.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Proposta 
Alinhado ao conceito de Reserva da Biosfera, 
o programa integra a necessidade de sustentabilidade 
econômica de jovens em situação de vulnerabilidade 
social com a preservação e recuperação ambiental, 
mudando atitudes em relação ao seu ambiente e 
melhorando a qualidade de vida das comunidades 
envolvidas.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Objetivo 
Fomentar a conservação ambiental da RBCV e o 
desenvolvimento sustentável de suas comunidades, por 
meio da formação integral e ecoprofissional de jovens. 
Objetivos específicos 
 Apoiar a formação dos jovens como seres humanos integrais, 
criando oportunidades para a plena expressão de seus potenciais. 
 Capacitar jovens como ecoprofissionais e fomentar sua inserção 
no ecomercado. 
 Empoderar jovens para a transformação socioambiental e a 
atuação protagonista em suas comunidades.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Breve Histórico 
1996 - Criação do Programa pela RBCV, com apoio da UNESCO. 
1997 - Criação da AHPCE (atual Instituto Auá de Empreendedorismo 
Socioambiental) como organização destinada a dar suporte ao 
desenvolvimento e promoção do programa. 
2001 - 1º lugar em prêmio da UNESCO para melhores projetos em 
Reservas da Biosfera da América Latina e o Caribe. 
2004 - 19 jovens contratados como monitores do Pólo Turístico 
Caminhos do Mar 
2005 - Vencedor do Concurso “Development Marketplace”, do Banco 
Mundial, entre 2.700 projetos de todo o mundo. 
2008 - Mais de 10 premiações na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências 
e Engenharia) para trabalhos de Iniciação Científica. 
2010 - Aprovado como Lei Municipal em Cajamar 
2013/14 - 30 cidades mobilizadas para implantação ou fortalecimento 
de núcleos do programa.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Onde 
A área verde em torno da grande São 
Paulo é o Cinturão Verde, fornecedor 
de serviços ambientais fundamentais à 
qualidade de vida. 
Área da RBCV e seus 78 municípios
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Justificativa 
1. Condição Especial da RBCV 
Reserva em área densamente habitada – mais de 10% da população e 19% do PIB 
em menos de 0,2% do território nacional. Necessidade de promover a relação 
sustentável entre o ser humano, as comunidades, a economia e o meio natural. 
2. Vulnerabilidade Social do Jovem 
• Jovens de 14 a 29 anos são 26,4% da população brasileira. 
• 33% deles abandonou a escola e apenas 22% cursa ensino superior. 
• Mais de 50% estão desempregados ou em empregos informais. 
• 30,6% tem renda inferior a meio salário mínimo. 
• Principal afetado pelos problemas de violência, estrutura e formação 
educacional precária, cultura de massas, consumismo, poucas opções de lazer e 
cultura, drogadição, tráfico, gravidez precoce, etc.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Justificativa 
3. Momento de Vida do Jovem 
• Momento de formação de valores e identidade. 
• Necessidade de pertencimento e referências. 
• Descoberta e expressão de seus potenciais de ser humano. 
4. Potencial Transformador do Jovem 
• Jovem como agente mobilizador, com alto potencial transformador 
de valores e práticas. 
• Potencial de ação efetiva na criação de políticas públicas: Conselhos 
(Juventude; Meio Ambiente; Criança e Adolescente; Turismo; etc), 
Coletivos, Movimentos. 
• Sua formação tem efeitos de longo prazo na transformação social.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Organizações 
Instituto Florestal, órgão da Secretaria de Meio Ambiente do 
Estado de São Paulo e responsável pela Secretaria Executiva da 
RBCV. Atua como coordenador, além de realizar capacitações e 
apoio técnico aos núcleos do programa. 
Instituto Auá de Empreendedorismo Socioambiental, 
organização da sociedade civil parceira na coordenação do 
programa. Atua no desenvolvimento metodológico, 
capacitações e parcerias por meio da Aldeia Educadora, 
empreendimento socioambiental dedicado à Educação 
Integral e desenvolvimento de comunidades. 
Os núcleos locais do programa são geridos e mantidos por 
organizações parceiras, como prefeituras, organizações da 
sociedade civil e empresas.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Municípios que já implantaram o PJ-MAIS 
1996 São Roque 
1999 Santos 
2000 São Bernardo do Campo 
Santo André – Vila de Paranapiacaba 
Itapecerica da Serra 
Guarulhos 
2002 Cotia – Caucaia do Alto 
2005 Santo André – Parque do Pedroso 
Cotia – Morro Grande 
2006 Caieiras 
Cajamar 
Diadema 
Embu-Guaçu 
São Paulo – Horto/Cantareira 
São Paulo – Perus 
2007 Paraibuna 
Miracatu 
2008 Cubatão 
Francisco Morato 
Embu 
2009 São Paulo – APA Capivari Monos e Bororé Colônia
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Metodologia - A Formação Integral 
Autoformação 
Heteroformação 
Ecoformação 
Conhecimento de si, criar autonomia 
e autoestima, descobrir sua vocação 
Conhecimento do outro, relações, 
ética, viver e trabalhar em grupo 
Conhecimento e respeito à natureza 
Conhecimento e ação na sociedade 
 Expressar o potencial humano dos jovens e comunidades. 
 Trabalhar a pessoa em sua integralidade e singularidade. 
 Encorajar o estudante a pensar, refletir, tomar decisões. 
 Preparar o jovem sua escolha profissional e vocacional.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Metodologia 
A formação acontece ao longo de 2 anos, em 4 Módulos semestrais, nos 
Núcleos de Educação Ecoprofissional, sendo realizado em caráter 
complementar à educação do ensino médio. 
1º Módulo 2º Módulo 3º Módulo 4º Módulo 
- Oficinas Básicas 
- Conhecimento da 
sua realidade e 
despertar vocacional 
- Aprofundar as 
oficinas escolhidas 
- Acompanhamento 
na escolha de sua 
atuação 
- Monitoria 
- Criação de Projetos 
de vida, de ação no 
meio e de atuação 
ecoprofissional 
- Monitoria 
- Consolidação das 
competências para 
atuação cidadã e 
ecoprofissional 
O jovem escolhe a(s) 
oficina(s) que deseja 
aprofundar 
Torna-se monitor dos 
novos estudantes 
Capacitação para atuar 
com responsabilidade 
1º Módulo 2º Módulo
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de PROMAFS 
Produção e Manejo Agrícola e Florestal Sustentável
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de Consumo, Lixo e Arte
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de Agroindústria Artesanal
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de Turismo Sustentável
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de Educação Científica
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Oficina de Tecnologias Socioambientais
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Resultados e Impactos 
 Mais de 20 núcleos implantados em 17 cidades. 
 Mais de 2.500 jovens formados pelo Programa. 
 Mais de 15 mil familiares, professores e colegas 
envolvidos. 
 Mais de 500 mil pessoas impactadas pelas ações na 
comunidade, escolas, seminários, eventos, oficinas, 
monitorias, atividades de educação ambiental, 
reflorestamentos, recuperação de áreas, etc.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Resultados e Impactos 
 Criação, ampliação ou fortalecimento de mais de 60 ecoempreendimentos 
de artesanato, reciclagem, educação ambiental, gastronomia, 
monitoramento de trilhas, viveiro, neutralização de carbono, coleta de 
sementes, reflorestamento e outros, geridos por jovens e gerando renda. 
 Mais de 500 oportunidades de geração de renda para os jovens durante o 
programa. 
 Mais de 300.000 m² de áreas recuperadas ou reflorestadas. 
 Realização de 6 edições do Seminário de Ecomercado de Trabalho e 
dezenas de outros eventos. 
 Garantia de duas cadeiras no CONDEMA de Cajamar para jovens do 
programa e participação ativa na criação Plano de Manejo do Parque 
Natural Municipal de Cajamar.
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Resultados e Impactos 
• Nos jovens: 
 Aumento de autoestima, autonomia e iniciativa 
 Aumento do autoconhecimento e construção de identidade 
 Aumento do senso de pertencimento e participação social 
 Ampliação de visão de mundo e capacidade de leitura da realidade 
 Fortalecimento de valores humanos, éticos e sustentáveis, gerando atitudes mais 
responsáveis com seu entorno social e natural 
 Redução de comportamentos agressivos, reativos e de conflitos interpessoais 
 Desenvolvimento de habilidades lógicas, linguísticas, interpessoais, artísticas, 
naturalistas, técnicas e de gestão 
 Melhora no desempenho escolar 
 Incentivo para continuidade dos estudos (ensino superior) 
 Aumento de empregabilidade e renda
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Resultados e Impactos 
• Sistêmicos: 
 Aumento do capital social, mobilização e cidadania 
 Fortalecimento de organizações locais 
 Empoderamento e expressão de potenciais comunitários 
 Geração de projetos coletivos 
 Fortalecimento da economia local e do ecomercado 
 Proteção ambiental e uso sustentável de recursos naturais 
 Inovação na gestão e implantação de políticas públicas em rede 
(governos, ministério público, conselhos, 3º setor, organizações 
internacionais, empresas, negócios sociais, etc.)
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Prêmios e Reconhecimentos 
• Selecionado pela UNESCO, entre quase 400 outras Reservas da Biosfera de rede 
mundial, para receber financiamento da Fundação das Nações Unidas, no ano 2000. 
• Em 2001, foi 1º lugar em concurso da UNESCO que premiou os melhores projetos em 
Reservas da Biosfera da América Latina e o Caribe. 
• Em 2005, foi vencedor do Concurso Internacional “Development Marketplace”, do 
Banco Mundial, que selecionou 30 entre 2700 projetos de todo o mundo. 
• Participação na Conferência Internacional de Ecoturismo, realizada na cidade de 
Townsville, Austrália em 2006, por meio de videoconferência. 
• Programa selecionado para participar do 5º Congresso Mundial da rede YES (Youth 
Entrepreneurship and Sustainability) em Leksand, na Suécia, em 2010. 
• Mais de 10 premiações na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da 
USP), 5 finalistas e 3 premiações na FENECIT (Feira Nordestina de Ciência e 
Tecnologia), em 2014, entre outros concursos de Iniciação Científica Júnior
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Mídia - Aparições Recentes 
Globo Ecologia 
Matéria Especial de 9min 
Set/2013 
Conexão Futura 
Entrevista com 
Arianne Brianezi 
Out/2013
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Mídia - Aparições Recentes 
Jornal da Gazeta 
Cobertura de 3:15 em Horário Nobre 
Evento Turismo Irmanado 
Nov/2013 
Todos os vídeos: 
youtube.com/ahpcesp
Principais Parceiros e Apoiadores 
Históricos e Atuais
Principais Parceiros e Apoiadores 
Históricos e Atuais
Principais Parceiros e Apoiadores 
Históricos e Atuais
Principais Parceiros e Apoiadores 
Históricos e Atuais
Principais Parceiros e Apoiadores 
Prefeituras: 
Históricos e Atuais 
Caieiras Cajamar Cotia Cubatão Diadema Embu das Artes 
Embu-Guaçu Francisco Morato Guarulhos Itapecerica da Serra Miracatu 
Santo André São Bernardo do Campo São Caetano do Sul São Roque São Paulo
PROGRAMA DE JOVENS 
MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL 
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Integração meio ambiente
Integração meio ambienteIntegração meio ambiente
Integração meio ambiente
herliane
 
Curso de integração 1
Curso de integração 1Curso de integração 1
Curso de integração 1
Nilton Goulart
 
segunda aula gestao
 segunda aula gestao  segunda aula gestao
segunda aula gestao
guest680ed0
 
Integrando Saúde e Meio Ambiente
Integrando Saúde e Meio AmbienteIntegrando Saúde e Meio Ambiente
Integrando Saúde e Meio Ambiente
Edu Cezimbra
 
SMS apresentação 2011
SMS apresentação 2011SMS apresentação 2011
SMS apresentação 2011
gendesigns
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
Jane Mary Lima Castro
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
proftstsergioetm
 
Integração segurança
Integração segurançaIntegração segurança
Integração segurança
maestro120
 

Destaque (8)

Integração meio ambiente
Integração meio ambienteIntegração meio ambiente
Integração meio ambiente
 
Curso de integração 1
Curso de integração 1Curso de integração 1
Curso de integração 1
 
segunda aula gestao
 segunda aula gestao  segunda aula gestao
segunda aula gestao
 
Integrando Saúde e Meio Ambiente
Integrando Saúde e Meio AmbienteIntegrando Saúde e Meio Ambiente
Integrando Saúde e Meio Ambiente
 
SMS apresentação 2011
SMS apresentação 2011SMS apresentação 2011
SMS apresentação 2011
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
 
Integração segurança
Integração segurançaIntegração segurança
Integração segurança
 

Semelhante a PJ-MAIS - Apresentação Geral

Pj -MAIS
Pj -MAISPj -MAIS
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdf
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdfSupereco_dossie_26anos_v2021.pdf
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdf
AlexandroMarcel
 
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto CurumimEducação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
Senac
 
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
Biblioteca Campus VII
 
Projeto agua é vida
Projeto agua é vidaProjeto agua é vida
Projeto agua é vida
pintrew
 
Meio Ambiente - Formação de Formadores
Meio Ambiente - Formação de FormadoresMeio Ambiente - Formação de Formadores
Meio Ambiente - Formação de Formadores
paulacod_pedagogia
 
Moc (1)
Moc (1)Moc (1)
Apresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
Apresentação Chico Mendes - Resumo de AtividadesApresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
Apresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
chicomendescabucu
 
Projeto Escola D'Água 2014
Projeto Escola D'Água  2014Projeto Escola D'Água  2014
Projeto Escola D'Água 2014
Lúcia Maia
 
Cartilha do Projeto Mais Catador
Cartilha  do Projeto Mais Catador Cartilha  do Projeto Mais Catador
Cartilha do Projeto Mais Catador
sueli rodrigues
 
Educação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSAEducação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSA
Demis Lima
 
Coletivo Educadores Territorios Sustentáveis
Coletivo Educadores Territorios SustentáveisColetivo Educadores Territorios Sustentáveis
Coletivo Educadores Territorios Sustentáveis
Rafael Sol
 
Apresentaçãoflac
ApresentaçãoflacApresentaçãoflac
Apresentaçãoflac
Michel Freller
 
3 O Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
3   O  Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...3   O  Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
3 O Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
Formação FURB
 
1906
19061906
Carta da Praia Vermelha
Carta da Praia VermelhaCarta da Praia Vermelha
Carta da Praia Vermelha
Geam Ufpa
 
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
chrystianlima
 
Apresentação CIEE
Apresentação CIEEApresentação CIEE
Apresentação CIEE
Fórum Habilis
 
Educação fiscal 2012
Educação fiscal 2012Educação fiscal 2012
Educação fiscal 2012
Lúcia Maia
 
Agrotoxicos
AgrotoxicosAgrotoxicos
Agrotoxicos
UNIP
 

Semelhante a PJ-MAIS - Apresentação Geral (20)

Pj -MAIS
Pj -MAISPj -MAIS
Pj -MAIS
 
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdf
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdfSupereco_dossie_26anos_v2021.pdf
Supereco_dossie_26anos_v2021.pdf
 
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto CurumimEducação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
Educação Ambiental - TCC Modulo I - Projeto Curumim
 
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
Monografia Josenilce Pedagogia Itiúba 2012
 
Projeto agua é vida
Projeto agua é vidaProjeto agua é vida
Projeto agua é vida
 
Meio Ambiente - Formação de Formadores
Meio Ambiente - Formação de FormadoresMeio Ambiente - Formação de Formadores
Meio Ambiente - Formação de Formadores
 
Moc (1)
Moc (1)Moc (1)
Moc (1)
 
Apresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
Apresentação Chico Mendes - Resumo de AtividadesApresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
Apresentação Chico Mendes - Resumo de Atividades
 
Projeto Escola D'Água 2014
Projeto Escola D'Água  2014Projeto Escola D'Água  2014
Projeto Escola D'Água 2014
 
Cartilha do Projeto Mais Catador
Cartilha  do Projeto Mais Catador Cartilha  do Projeto Mais Catador
Cartilha do Projeto Mais Catador
 
Educação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSAEducação Ambiental / BIODIVERSA
Educação Ambiental / BIODIVERSA
 
Coletivo Educadores Territorios Sustentáveis
Coletivo Educadores Territorios SustentáveisColetivo Educadores Territorios Sustentáveis
Coletivo Educadores Territorios Sustentáveis
 
Apresentaçãoflac
ApresentaçãoflacApresentaçãoflac
Apresentaçãoflac
 
3 O Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
3   O  Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...3   O  Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
3 O Papel Da EducaçãO Ambiental Na TransformaçãO Do Modelo De Sociedade Qu...
 
1906
19061906
1906
 
Carta da Praia Vermelha
Carta da Praia VermelhaCarta da Praia Vermelha
Carta da Praia Vermelha
 
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
Dissertação de “Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Mei...
 
Apresentação CIEE
Apresentação CIEEApresentação CIEE
Apresentação CIEE
 
Educação fiscal 2012
Educação fiscal 2012Educação fiscal 2012
Educação fiscal 2012
 
Agrotoxicos
AgrotoxicosAgrotoxicos
Agrotoxicos
 

Mais de Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental

Aldeia educadora
Aldeia educadoraAldeia educadora
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de ConsumoBanca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental
 
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental
 
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental
 
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental
 
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária EcológicaAHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental
 

Mais de Instituto AuÁ de Empreendedorismo Socioambiental (6)

Aldeia educadora
Aldeia educadoraAldeia educadora
Aldeia educadora
 
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de ConsumoBanca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
Banca Organica - Produtos Orgânicos para Coletivos de Consumo
 
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
AHPCE - Avaliacao Ecossistêmica Subglobal RBCV
 
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
AHPCE - Ângela de Cara Limpa - Arranjo Produtivo de Reciclagem no Jd. Ângela,...
 
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
AHPCE - Rota Gastronômica do Cambuci
 
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária EcológicaAHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
AHPCE - Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

PJ-MAIS - Apresentação Geral

  • 1. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL
  • 2. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL O que é O PJ-MAIS é um programa de conservação e desenvolvimento socioambiental da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo (RBCV) com foco na formação integral e capacitação ecoprofissional de jovens do ensino médio da rede pública, habitantes de zonas periurbanas e entorno de áreas protegidas da RBCV. Criado em 1996, com apoio da UNESCO, o programa já teve mais de 20 Núcleos em 15 cidades e formou mais de 2.500 jovens.
  • 3. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Proposta Alinhado ao conceito de Reserva da Biosfera, o programa integra a necessidade de sustentabilidade econômica de jovens em situação de vulnerabilidade social com a preservação e recuperação ambiental, mudando atitudes em relação ao seu ambiente e melhorando a qualidade de vida das comunidades envolvidas.
  • 4. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Objetivo Fomentar a conservação ambiental da RBCV e o desenvolvimento sustentável de suas comunidades, por meio da formação integral e ecoprofissional de jovens. Objetivos específicos  Apoiar a formação dos jovens como seres humanos integrais, criando oportunidades para a plena expressão de seus potenciais.  Capacitar jovens como ecoprofissionais e fomentar sua inserção no ecomercado.  Empoderar jovens para a transformação socioambiental e a atuação protagonista em suas comunidades.
  • 5. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Breve Histórico 1996 - Criação do Programa pela RBCV, com apoio da UNESCO. 1997 - Criação da AHPCE (atual Instituto Auá de Empreendedorismo Socioambiental) como organização destinada a dar suporte ao desenvolvimento e promoção do programa. 2001 - 1º lugar em prêmio da UNESCO para melhores projetos em Reservas da Biosfera da América Latina e o Caribe. 2004 - 19 jovens contratados como monitores do Pólo Turístico Caminhos do Mar 2005 - Vencedor do Concurso “Development Marketplace”, do Banco Mundial, entre 2.700 projetos de todo o mundo. 2008 - Mais de 10 premiações na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) para trabalhos de Iniciação Científica. 2010 - Aprovado como Lei Municipal em Cajamar 2013/14 - 30 cidades mobilizadas para implantação ou fortalecimento de núcleos do programa.
  • 6. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Onde A área verde em torno da grande São Paulo é o Cinturão Verde, fornecedor de serviços ambientais fundamentais à qualidade de vida. Área da RBCV e seus 78 municípios
  • 7. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Justificativa 1. Condição Especial da RBCV Reserva em área densamente habitada – mais de 10% da população e 19% do PIB em menos de 0,2% do território nacional. Necessidade de promover a relação sustentável entre o ser humano, as comunidades, a economia e o meio natural. 2. Vulnerabilidade Social do Jovem • Jovens de 14 a 29 anos são 26,4% da população brasileira. • 33% deles abandonou a escola e apenas 22% cursa ensino superior. • Mais de 50% estão desempregados ou em empregos informais. • 30,6% tem renda inferior a meio salário mínimo. • Principal afetado pelos problemas de violência, estrutura e formação educacional precária, cultura de massas, consumismo, poucas opções de lazer e cultura, drogadição, tráfico, gravidez precoce, etc.
  • 8. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Justificativa 3. Momento de Vida do Jovem • Momento de formação de valores e identidade. • Necessidade de pertencimento e referências. • Descoberta e expressão de seus potenciais de ser humano. 4. Potencial Transformador do Jovem • Jovem como agente mobilizador, com alto potencial transformador de valores e práticas. • Potencial de ação efetiva na criação de políticas públicas: Conselhos (Juventude; Meio Ambiente; Criança e Adolescente; Turismo; etc), Coletivos, Movimentos. • Sua formação tem efeitos de longo prazo na transformação social.
  • 9. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Organizações Instituto Florestal, órgão da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo e responsável pela Secretaria Executiva da RBCV. Atua como coordenador, além de realizar capacitações e apoio técnico aos núcleos do programa. Instituto Auá de Empreendedorismo Socioambiental, organização da sociedade civil parceira na coordenação do programa. Atua no desenvolvimento metodológico, capacitações e parcerias por meio da Aldeia Educadora, empreendimento socioambiental dedicado à Educação Integral e desenvolvimento de comunidades. Os núcleos locais do programa são geridos e mantidos por organizações parceiras, como prefeituras, organizações da sociedade civil e empresas.
  • 10. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Municípios que já implantaram o PJ-MAIS 1996 São Roque 1999 Santos 2000 São Bernardo do Campo Santo André – Vila de Paranapiacaba Itapecerica da Serra Guarulhos 2002 Cotia – Caucaia do Alto 2005 Santo André – Parque do Pedroso Cotia – Morro Grande 2006 Caieiras Cajamar Diadema Embu-Guaçu São Paulo – Horto/Cantareira São Paulo – Perus 2007 Paraibuna Miracatu 2008 Cubatão Francisco Morato Embu 2009 São Paulo – APA Capivari Monos e Bororé Colônia
  • 11. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Metodologia - A Formação Integral Autoformação Heteroformação Ecoformação Conhecimento de si, criar autonomia e autoestima, descobrir sua vocação Conhecimento do outro, relações, ética, viver e trabalhar em grupo Conhecimento e respeito à natureza Conhecimento e ação na sociedade  Expressar o potencial humano dos jovens e comunidades.  Trabalhar a pessoa em sua integralidade e singularidade.  Encorajar o estudante a pensar, refletir, tomar decisões.  Preparar o jovem sua escolha profissional e vocacional.
  • 12. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Metodologia A formação acontece ao longo de 2 anos, em 4 Módulos semestrais, nos Núcleos de Educação Ecoprofissional, sendo realizado em caráter complementar à educação do ensino médio. 1º Módulo 2º Módulo 3º Módulo 4º Módulo - Oficinas Básicas - Conhecimento da sua realidade e despertar vocacional - Aprofundar as oficinas escolhidas - Acompanhamento na escolha de sua atuação - Monitoria - Criação de Projetos de vida, de ação no meio e de atuação ecoprofissional - Monitoria - Consolidação das competências para atuação cidadã e ecoprofissional O jovem escolhe a(s) oficina(s) que deseja aprofundar Torna-se monitor dos novos estudantes Capacitação para atuar com responsabilidade 1º Módulo 2º Módulo
  • 13. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de PROMAFS Produção e Manejo Agrícola e Florestal Sustentável
  • 14. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de Consumo, Lixo e Arte
  • 15. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de Agroindústria Artesanal
  • 16. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de Turismo Sustentável
  • 17. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de Educação Científica
  • 18. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Oficina de Tecnologias Socioambientais
  • 19. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Resultados e Impactos  Mais de 20 núcleos implantados em 17 cidades.  Mais de 2.500 jovens formados pelo Programa.  Mais de 15 mil familiares, professores e colegas envolvidos.  Mais de 500 mil pessoas impactadas pelas ações na comunidade, escolas, seminários, eventos, oficinas, monitorias, atividades de educação ambiental, reflorestamentos, recuperação de áreas, etc.
  • 20. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Resultados e Impactos  Criação, ampliação ou fortalecimento de mais de 60 ecoempreendimentos de artesanato, reciclagem, educação ambiental, gastronomia, monitoramento de trilhas, viveiro, neutralização de carbono, coleta de sementes, reflorestamento e outros, geridos por jovens e gerando renda.  Mais de 500 oportunidades de geração de renda para os jovens durante o programa.  Mais de 300.000 m² de áreas recuperadas ou reflorestadas.  Realização de 6 edições do Seminário de Ecomercado de Trabalho e dezenas de outros eventos.  Garantia de duas cadeiras no CONDEMA de Cajamar para jovens do programa e participação ativa na criação Plano de Manejo do Parque Natural Municipal de Cajamar.
  • 21. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Resultados e Impactos • Nos jovens:  Aumento de autoestima, autonomia e iniciativa  Aumento do autoconhecimento e construção de identidade  Aumento do senso de pertencimento e participação social  Ampliação de visão de mundo e capacidade de leitura da realidade  Fortalecimento de valores humanos, éticos e sustentáveis, gerando atitudes mais responsáveis com seu entorno social e natural  Redução de comportamentos agressivos, reativos e de conflitos interpessoais  Desenvolvimento de habilidades lógicas, linguísticas, interpessoais, artísticas, naturalistas, técnicas e de gestão  Melhora no desempenho escolar  Incentivo para continuidade dos estudos (ensino superior)  Aumento de empregabilidade e renda
  • 22. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Resultados e Impactos • Sistêmicos:  Aumento do capital social, mobilização e cidadania  Fortalecimento de organizações locais  Empoderamento e expressão de potenciais comunitários  Geração de projetos coletivos  Fortalecimento da economia local e do ecomercado  Proteção ambiental e uso sustentável de recursos naturais  Inovação na gestão e implantação de políticas públicas em rede (governos, ministério público, conselhos, 3º setor, organizações internacionais, empresas, negócios sociais, etc.)
  • 23. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Prêmios e Reconhecimentos • Selecionado pela UNESCO, entre quase 400 outras Reservas da Biosfera de rede mundial, para receber financiamento da Fundação das Nações Unidas, no ano 2000. • Em 2001, foi 1º lugar em concurso da UNESCO que premiou os melhores projetos em Reservas da Biosfera da América Latina e o Caribe. • Em 2005, foi vencedor do Concurso Internacional “Development Marketplace”, do Banco Mundial, que selecionou 30 entre 2700 projetos de todo o mundo. • Participação na Conferência Internacional de Ecoturismo, realizada na cidade de Townsville, Austrália em 2006, por meio de videoconferência. • Programa selecionado para participar do 5º Congresso Mundial da rede YES (Youth Entrepreneurship and Sustainability) em Leksand, na Suécia, em 2010. • Mais de 10 premiações na FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia da USP), 5 finalistas e 3 premiações na FENECIT (Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia), em 2014, entre outros concursos de Iniciação Científica Júnior
  • 24. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Mídia - Aparições Recentes Globo Ecologia Matéria Especial de 9min Set/2013 Conexão Futura Entrevista com Arianne Brianezi Out/2013
  • 25. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Mídia - Aparições Recentes Jornal da Gazeta Cobertura de 3:15 em Horário Nobre Evento Turismo Irmanado Nov/2013 Todos os vídeos: youtube.com/ahpcesp
  • 26. Principais Parceiros e Apoiadores Históricos e Atuais
  • 27. Principais Parceiros e Apoiadores Históricos e Atuais
  • 28. Principais Parceiros e Apoiadores Históricos e Atuais
  • 29. Principais Parceiros e Apoiadores Históricos e Atuais
  • 30. Principais Parceiros e Apoiadores Prefeituras: Históricos e Atuais Caieiras Cajamar Cotia Cubatão Diadema Embu das Artes Embu-Guaçu Francisco Morato Guarulhos Itapecerica da Serra Miracatu Santo André São Bernardo do Campo São Caetano do Sul São Roque São Paulo
  • 31. PROGRAMA DE JOVENS MEIO AMBIENTE E INTEGRAÇÃO SOCIAL Obrigado!