SlideShare uma empresa Scribd logo
Caros Dirigentes Associativos,
Algumas associações estão a organizar uma “Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de
medicamentos nos hospitais”.
Gostaríamos de saber se estão interessados em subscrever esta petição antes de a lançar publicamente entre o dia 24 / 25 de
maio.
Se for esse o caso necessitamos do nome da instituição, nome completo de uma pessoa e respetivo cargo na associação, nº de BI
(ou CC) e de email.
Com os nossos melhores cumprimentos,
P’los subscritores
Paulo Alexandre Pereira
(917505375)
Título: Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais.
Sua Excelência,
Senhora Presidente da Assembleia da República
Drª Assunção Esteves
Nós, abaixo assinados, vimos expor e requerer a V. Exa. o seguinte:
Em Portugal, ainda existe a proibição de prescrever alguns medicamentos.
A maioria dos médicos está a fazer o que pode para que os doentes não fiquem sem nenhuma medicação (um mal menor, pois é
preferível terem alguma medicação do que não ter nenhuma). Infelizmente, em muitas situações, não está nas mãos dos médicos
decidir qual a melhor medicação e a mais adequada a dar aos doentes, tudo dependendo das indicações dadas pelos Conselhos
de Administração (CA´s) aos: Diretor Clínico, Diretor de Farmácia e, implicitamente, à Comissão de Farmácia e Terapêutica.
Nos últimos meses, vários hospitais alteraram recorrentemente a medicação a doentes crónicos. A par da não evidência científica
sobre a equivalência dos medicamentos substituídos, a alteração coerciva da medicação é contrária às normas de orientação
clínica sobre a prescrição da medicação, em doentes crónicos.
A prática levada a cabo pelas administrações hospitalares é de extrema gravidade não só porque colide com as boas práticas
clínicas, violando inclusive as normas de orientação clínica, mas também porque não respeita as especificidades individuais dos
doentes.
Existem hospitais que para uma determinada doença não querem dar a melhor medicação e a mais adequada aos doentes.
Existe desigualdade entre doentes, consoante o hospital em que estão a ser tratados.
Não podemos aceitar que substituam todos os medicamentos por um único, o mais barato.
Pede-se a V. Exa. que receba a presente Petição e, em consequência, a encaminhe para a Comissão Parlamentar competente
ou solicite ao Senhor Ministro da Saúde que dê instruções no sentido de nos hospitais não ser permitida a troca de medicação,
sem a aprovação do médico que assiste o doente, sendo também disponibilizada, nos hospitais onde exista essa consulta, a
melhor medicação (aprovada pelo Infarmed) e a mais adequada a dar ao doente, de acordo com o médico assistente e o próprio
doente.
Os signatários
Paulo Alexandre da Silva Pereira Presidente da Direção TEM – Associação Todos com a Esclerose Múltipla
Emília Santos Rodrigues Presidente da Direção SOS Hepatites
Maria do Carmo G. V. S. Miranda Raposo Coordenadora Núcleo de Sjögren da LPCDR
Vice-presidente LPCDR - Liga Portuguesa contra as Doenças Reumáticas
Maria Carolina Bastos Afonso Lopes Vogal da Direção Myos - Associação Nacional Contra a Fibromialgia e Síndrome de Fadiga Crónica
Maria Conceição A. Brochas Carmo Pereira Vice-Presidente da Direção APELA - Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica
Lurdes Silva Coordenadora ANEM - Associação Nacional de Esclerose Múltipla
Maria Arsisete T. S. Saraiva de Almeida Presidente da Direção ANDAR - Associação Nacional de Doentes com Artrite Reumatóide
José Emanuel Teixeira Carvalhinho Diretor ACREDITAR - Associação de Pais e Amigos das Crianças com Cancro

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a “Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais”.

Farmacêutico para quê
Farmacêutico para quêFarmacêutico para quê
Farmacêutico para quê
Fernanda Sorce Marinho
 
Pela criação de direitos humanos para os pacientes
Pela criação de direitos humanos para os pacientesPela criação de direitos humanos para os pacientes
Pela criação de direitos humanos para os pacientes
Oncoguia
 
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
LAFARCLIN UFPB
 
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
Oncoguia
 
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
Sandra Campos
 
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços FarmacêuticosLivro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Cassyano Correr
 
12 social
12 social12 social
12 social
itesoto
 
Senhor Deus - Poesia de José Guimarães
Senhor Deus - Poesia de José GuimarãesSenhor Deus - Poesia de José Guimarães
Senhor Deus - Poesia de José Guimarães
Contos e Estudos Bíblicos
 
Convivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saudeConvivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saude
Rubens Junior
 
Autohemoterapia heparina-centrifuga
Autohemoterapia heparina-centrifugaAutohemoterapia heparina-centrifuga
Autohemoterapia heparina-centrifuga
Manuel Díaz
 
2011 aguardando o transplante de fígado orientações para o paciente - hospit...
2011 aguardando o transplante de fígado  orientações para o paciente - hospit...2011 aguardando o transplante de fígado  orientações para o paciente - hospit...
2011 aguardando o transplante de fígado orientações para o paciente - hospit...
Nádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
ceudeagartha1
 
Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1
Sandra Campos
 
Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1
Sandra Campos
 
Injusti
InjustiInjusti
Injusti
Sandra Campos
 
Denuncia falta de medicamentos nos Hospitais
Denuncia falta de medicamentos nos HospitaisDenuncia falta de medicamentos nos Hospitais
Denuncia falta de medicamentos nos Hospitais
Sandra Campos
 
Ato médico: 20 de agosto de 2013
Ato médico: 20 de agosto de 2013Ato médico: 20 de agosto de 2013
Ato médico: 20 de agosto de 2013
Eduardo Santana Cordeiro
 
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLAGUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
João Vitor Romeiro
 
Política x ciência a pílula do câncer
Política x ciência  a  pílula do câncerPolítica x ciência  a  pílula do câncer
Política x ciência a pílula do câncer
Isabel Bremide
 
Política x ciência a pílula do câncer
Política x ciência  a  pílula do câncerPolítica x ciência  a  pílula do câncer
Política x ciência a pílula do câncer
Isabel Bremide
 

Semelhante a “Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais”. (20)

Farmacêutico para quê
Farmacêutico para quêFarmacêutico para quê
Farmacêutico para quê
 
Pela criação de direitos humanos para os pacientes
Pela criação de direitos humanos para os pacientesPela criação de direitos humanos para os pacientes
Pela criação de direitos humanos para os pacientes
 
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
Aula do módulo 04 do Curso de Serviços farmacêuticos direcionados ao paciente...
 
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
[OPERAÇÃO UNIFORME] Fase 1: Meu SUS é igual ao seu SUS?
 
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
Taxas Moderadoras - pedido de esclarecimento 2012
 
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços FarmacêuticosLivro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
Livro - Farmácia Clínica e Serviços Farmacêuticos
 
12 social
12 social12 social
12 social
 
Senhor Deus - Poesia de José Guimarães
Senhor Deus - Poesia de José GuimarãesSenhor Deus - Poesia de José Guimarães
Senhor Deus - Poesia de José Guimarães
 
Convivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saudeConvivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saude
 
Autohemoterapia heparina-centrifuga
Autohemoterapia heparina-centrifugaAutohemoterapia heparina-centrifuga
Autohemoterapia heparina-centrifuga
 
2011 aguardando o transplante de fígado orientações para o paciente - hospit...
2011 aguardando o transplante de fígado  orientações para o paciente - hospit...2011 aguardando o transplante de fígado  orientações para o paciente - hospit...
2011 aguardando o transplante de fígado orientações para o paciente - hospit...
 
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
O LIVRO VERMELHO DA SAÚDE (Renato Dias)
 
Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1
 
Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1Taxas moderadoras tem-1
Taxas moderadoras tem-1
 
Injusti
InjustiInjusti
Injusti
 
Denuncia falta de medicamentos nos Hospitais
Denuncia falta de medicamentos nos HospitaisDenuncia falta de medicamentos nos Hospitais
Denuncia falta de medicamentos nos Hospitais
 
Ato médico: 20 de agosto de 2013
Ato médico: 20 de agosto de 2013Ato médico: 20 de agosto de 2013
Ato médico: 20 de agosto de 2013
 
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLAGUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
GUIA DO PACIENTE MODERNO - DR JOÃO VITOR NASSARALLA
 
Política x ciência a pílula do câncer
Política x ciência  a  pílula do câncerPolítica x ciência  a  pílula do câncer
Política x ciência a pílula do câncer
 
Política x ciência a pílula do câncer
Política x ciência  a  pílula do câncerPolítica x ciência  a  pílula do câncer
Política x ciência a pílula do câncer
 

Mais de Sandra Campos

Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
Sandra Campos
 
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal CronicaBrochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
Sandra Campos
 
Año separ 2013 trasplante v10(1)
Año separ 2013 trasplante v10(1)Año separ 2013 trasplante v10(1)
Año separ 2013 trasplante v10(1)
Sandra Campos
 
Normas de orientação terapêutica fq
Normas de orientação terapêutica fqNormas de orientação terapêutica fq
Normas de orientação terapêutica fq
Sandra Campos
 
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGALTem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
Sandra Campos
 
Recogida firmas
Recogida firmasRecogida firmas
Recogida firmas
Sandra Campos
 
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDEPORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
Sandra Campos
 
Programa 2012 ANFQ
Programa 2012 ANFQPrograma 2012 ANFQ
Programa 2012 ANFQ
Sandra Campos
 
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
Sandra Campos
 
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
Sandra Campos
 
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicosOE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
Sandra Campos
 
Separ muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
Separ   muerte por gas randón en galicia cancer pulmónSepar   muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
Separ muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
Sandra Campos
 
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La CorunhaForum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
Sandra Campos
 
Guia buenas practicas_donacion_organos
Guia buenas practicas_donacion_organosGuia buenas practicas_donacion_organos
Guia buenas practicas_donacion_organos
Sandra Campos
 
2 de octubre de 2012 datos registro mundial de trasplantes
2 de octubre de 2012  datos registro mundial de trasplantes2 de octubre de 2012  datos registro mundial de trasplantes
2 de octubre de 2012 datos registro mundial de trasplantes
Sandra Campos
 
Rcm cayston 07 2012
Rcm cayston 07 2012Rcm cayston 07 2012
Rcm cayston 07 2012
Sandra Campos
 
Cayston guia utilizacao_26-04-2012
Cayston guia utilizacao_26-04-2012Cayston guia utilizacao_26-04-2012
Cayston guia utilizacao_26-04-2012
Sandra Campos
 
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
Sandra Campos
 
Fundaçao Portuguesa Pulmao
Fundaçao Portuguesa PulmaoFundaçao Portuguesa Pulmao
Fundaçao Portuguesa Pulmao
Sandra Campos
 
Agradecimiento a los donantes
Agradecimiento a los donantesAgradecimiento a los donantes
Agradecimiento a los donantes
Sandra Campos
 

Mais de Sandra Campos (20)

Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
Reunião da 8ª Comissão (mobilidade), a 12 Novembro de 2020
 
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal CronicaBrochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
Brochura pre dialise - Insuficiencia Renal Cronica
 
Año separ 2013 trasplante v10(1)
Año separ 2013 trasplante v10(1)Año separ 2013 trasplante v10(1)
Año separ 2013 trasplante v10(1)
 
Normas de orientação terapêutica fq
Normas de orientação terapêutica fqNormas de orientação terapêutica fq
Normas de orientação terapêutica fq
 
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGALTem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
Tem, DENUNCIAS SAUDE PORTUGAL
 
Recogida firmas
Recogida firmasRecogida firmas
Recogida firmas
 
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDEPORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
PORTUGAL DENUNCIAS NA SAUDE
 
Programa 2012 ANFQ
Programa 2012 ANFQPrograma 2012 ANFQ
Programa 2012 ANFQ
 
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
Lembrete - Benefícios Fiscais / deduções fiscais para doentes crónicos/defici...
 
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
Reformulação - Convite - OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / d...
 
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicosOE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
OE 2013 - Benefícios fiscais para os deficientes / doentes crónicos
 
Separ muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
Separ   muerte por gas randón en galicia cancer pulmónSepar   muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
Separ muerte por gas randón en galicia cancer pulmón
 
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La CorunhaForum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
Forum pulmonar tarjeton 2012 - La Corunha
 
Guia buenas practicas_donacion_organos
Guia buenas practicas_donacion_organosGuia buenas practicas_donacion_organos
Guia buenas practicas_donacion_organos
 
2 de octubre de 2012 datos registro mundial de trasplantes
2 de octubre de 2012  datos registro mundial de trasplantes2 de octubre de 2012  datos registro mundial de trasplantes
2 de octubre de 2012 datos registro mundial de trasplantes
 
Rcm cayston 07 2012
Rcm cayston 07 2012Rcm cayston 07 2012
Rcm cayston 07 2012
 
Cayston guia utilizacao_26-04-2012
Cayston guia utilizacao_26-04-2012Cayston guia utilizacao_26-04-2012
Cayston guia utilizacao_26-04-2012
 
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
Cayston triptico explicativo_eflow_26-04-2012
 
Fundaçao Portuguesa Pulmao
Fundaçao Portuguesa PulmaoFundaçao Portuguesa Pulmao
Fundaçao Portuguesa Pulmao
 
Agradecimiento a los donantes
Agradecimiento a los donantesAgradecimiento a los donantes
Agradecimiento a los donantes
 

Último

A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
Luiz Henrique Pimentel Novais Silva
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
JandersonGeorgeGuima
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
Klaisn
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
AmaroAlmeidaChimbala
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (8)

A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
A DISSOLUÇÃO DO COMPLEXO DE ÉDIPO (1924)
 
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdfHistória da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
História da Enfermagem-Enfermagem 2024.pdf
 
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptxDESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
DESVIOS POSTURAIS DA COLUNA VERTEBRAL 0001.pptx
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
4.Tecidos Excitáveis - Tecido Nervoso.pptx
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 

“Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais”.

  • 1. Caros Dirigentes Associativos, Algumas associações estão a organizar uma “Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais”. Gostaríamos de saber se estão interessados em subscrever esta petição antes de a lançar publicamente entre o dia 24 / 25 de maio. Se for esse o caso necessitamos do nome da instituição, nome completo de uma pessoa e respetivo cargo na associação, nº de BI (ou CC) e de email. Com os nossos melhores cumprimentos, P’los subscritores Paulo Alexandre Pereira (917505375) Título: Petição pelo fim de proibição de prescrição pelos médicos assistentes de medicamentos nos hospitais. Sua Excelência, Senhora Presidente da Assembleia da República Drª Assunção Esteves Nós, abaixo assinados, vimos expor e requerer a V. Exa. o seguinte:
  • 2. Em Portugal, ainda existe a proibição de prescrever alguns medicamentos. A maioria dos médicos está a fazer o que pode para que os doentes não fiquem sem nenhuma medicação (um mal menor, pois é preferível terem alguma medicação do que não ter nenhuma). Infelizmente, em muitas situações, não está nas mãos dos médicos decidir qual a melhor medicação e a mais adequada a dar aos doentes, tudo dependendo das indicações dadas pelos Conselhos de Administração (CA´s) aos: Diretor Clínico, Diretor de Farmácia e, implicitamente, à Comissão de Farmácia e Terapêutica. Nos últimos meses, vários hospitais alteraram recorrentemente a medicação a doentes crónicos. A par da não evidência científica sobre a equivalência dos medicamentos substituídos, a alteração coerciva da medicação é contrária às normas de orientação clínica sobre a prescrição da medicação, em doentes crónicos. A prática levada a cabo pelas administrações hospitalares é de extrema gravidade não só porque colide com as boas práticas clínicas, violando inclusive as normas de orientação clínica, mas também porque não respeita as especificidades individuais dos doentes. Existem hospitais que para uma determinada doença não querem dar a melhor medicação e a mais adequada aos doentes. Existe desigualdade entre doentes, consoante o hospital em que estão a ser tratados. Não podemos aceitar que substituam todos os medicamentos por um único, o mais barato. Pede-se a V. Exa. que receba a presente Petição e, em consequência, a encaminhe para a Comissão Parlamentar competente ou solicite ao Senhor Ministro da Saúde que dê instruções no sentido de nos hospitais não ser permitida a troca de medicação, sem a aprovação do médico que assiste o doente, sendo também disponibilizada, nos hospitais onde exista essa consulta, a melhor medicação (aprovada pelo Infarmed) e a mais adequada a dar ao doente, de acordo com o médico assistente e o próprio doente. Os signatários Paulo Alexandre da Silva Pereira Presidente da Direção TEM – Associação Todos com a Esclerose Múltipla Emília Santos Rodrigues Presidente da Direção SOS Hepatites
  • 3. Maria do Carmo G. V. S. Miranda Raposo Coordenadora Núcleo de Sjögren da LPCDR Vice-presidente LPCDR - Liga Portuguesa contra as Doenças Reumáticas Maria Carolina Bastos Afonso Lopes Vogal da Direção Myos - Associação Nacional Contra a Fibromialgia e Síndrome de Fadiga Crónica Maria Conceição A. Brochas Carmo Pereira Vice-Presidente da Direção APELA - Associação Portuguesa de Esclerose Lateral Amiotrófica Lurdes Silva Coordenadora ANEM - Associação Nacional de Esclerose Múltipla Maria Arsisete T. S. Saraiva de Almeida Presidente da Direção ANDAR - Associação Nacional de Doentes com Artrite Reumatóide José Emanuel Teixeira Carvalhinho Diretor ACREDITAR - Associação de Pais e Amigos das Crianças com Cancro