SlideShare uma empresa Scribd logo
Curso: Engenharia de Produção (Bacharelado)
       Disciplina: Gestão da Tecnologia
    Professor: Dr. Carlos Fernando Jung.
     Alunos: Bárbara Benedetti
         Carlos Hisao Endo
     Luiz Gustavo Krumenauer
        Paulo Emílio Müller
As empresas...
1) Empresa do setor calçadista;
2) Indústria de laticínios;
3) Empresa de comércio e serviços;
4) Indústria metalúrgica;
5) Indústria moveleira;
6) Indústria de embalagens de papel cartão
1) Como você considera o clima de liberdade e
     abertura na sua organização? Por que?
1)    Na empresa em que trabalho, creio que temos um ambiente de
      liberdade favorável. Existe interesse em novas idéias, temos contato com
      os diretores, enfim temos abertura para nos expressarmos em prol da
      empresa.
2)    Opiniões e sugestões são aceitas e avaliadas pela direção da empresa.
3)    Muito bom, pois não me sinto como se não tivesse a confiança de que
      não faria meu trabalho corretamente, não sinto pressão demasiada.
4)    Sim, pois a equipe tem grande responsabilidade no desenvolvimento e
      elaboração de planos estratégicos para a melhoria de processos.
5)    Boa, porque os colaboradores tem a liberdade de contribuir nas ideias,
      sendo até produtiva para o melhoramento do produto.
6)    Existe uma boa liberdade na empresa para experimentos e testes em
      máquina, a partir de idéias e sugestões dos funcionários, a fim de
      viabilizar novos produtos e apresentar novidades aos clientes. A tomada
      de decisões é normalmente discutida entre as áreas envolvidas, com
      participação dos operadores de máquina e líderes de produção, sempre
      visando os objetivos da empresa.
Conclusão
 Em geral, as empresas tem um clima de liberdade e
 abertura favorável, pois de acordo com as respostas,
 elas    são receptivas às idéias e sugestões dos
 funcionários, além de sua participação na tomada de
 decisões e administração flexível dando mais conforto
 e confiança aos trabalhadores.
2)Como você considera a efetividade dos trabalhos
     em equipe na sua organização? Por que?
1)   Temos uma efetividade considerável. Diariamente temos novas idéias
     dentro da empresa, e na sua grande maioria conseguimos implantá-los,
     principalmente nos setores produtivos, onde surgem mais idéias.
2)   Os trabalhos em equipe ocorrem, porém com eficiência baixa, devido à
     falta de espírito de equipe entre os funcionários.
3)   Ótimo, pois nunca houve complicações de outros setores para que o
     trabalho flua.
4)   Bom, pois a equipe está formada por diversos profissionais de várias
     áreas com ampla experiência, contribuindo para a boa eficiência na
     elaboração de soluções para as não-conformidades.
5)   Boa, porque a maioria dos colaboradores tem comprometimento com o
     bom desenvolvimento da empresa.
6)   Os trabalhos em grupo são positivos. Trabalhos deste tipo normalmente
     dão bons resultados devido ao envolvimento e comprometimento dos
     participantes. Inclusive atualmente estamos aplicando FMEA de
     processo na empresa, que é uma ferramenta de prevenção tratada em
     grupo multifuncional.
Conclusão

 Na maioria, os trabalhos em equipe são positivos, pelo
 ambiente de trabalho favorável, em que o
 comprometimento dos trabalhadores com os
 objetivos da empresa são o maior diferencial.
3) Existe uma abordagem sistemática para a solução
     de problemas na organização? Como funciona ou por
     que não funciona?
1)    Sim. Principalmente no setor de manutenção onde eles consertam o
      problema e investigam o que pode ter gerado este problema, com a
      intenção de chegar a causa raiz e eliminá-la.
2)    Não, devido à falta de conhecimento para implantar.
3)    Sim, é analisado qual é o problema, discutido soluções e então
      implementa-se a melhor delas.
4)    Não, porque não é dada a devida importância pelos superiores.
5)    Sim, porém muito básica. Temos reuniões semanais com o grupo de
      liderança para discutirmos sobre a qualidade de nossos processos,
      porém necessitamos de mais ferramentas palpáveis para o dia-a-dia.
6)    Sim, os problemas são tratados com RNC's, internas e externas,
      respondida pelo setor causador a fim de prevenir a repetitividade destes
      desvios.
Conclusão

 Apesar da maioria das empresas terem uma certa
 sistemática para a solução de problemas, a falta de
 conhecimento sobre métodos adequados e a baixa
 importância dada pelos superiores, ainda é
 preocupante com a atual situação do crescimento
 empresarial.
4) Existe um método ou sistemática adequada para o
     uso de ferramentas para geração de inovações ou
     solução de problemas? Como isto funciona?
1)    Não temos nenhuma sistemática para geração de inovações e quanto a parte de
      solução de problemas, temos um setor muito forte responsável pela Qualidade,
      onde são geradas ferramentas conforme a necessidade de cada produto (são
      geradas para que não haja problemas).
2)    Não existe, devido ao histórico da empresa, com isso não existem métodos.
3)    Não, soluções são discutidas pessoalmente em conversas.
4)    Não, para geração da inovação , pois a empresa tem uma cultura ultrapassada,
      que não visualiaza valor agregado destas ferramentas no produto final.
5)    Não temos.
6)    A geração de inovação está atualmente sobre responsabilidade de uma pessoa,
      que esta em contato constante com as áreas de Desenvolvimento de Produto e
      Planejamento de Produção. Para a solução de problemas de produto é definido
      pelo Setor de Qualidade qual setor é responsável pelo problema, através da
      consulta técnica a outros setores ou conhecimento tácito. Já para problemas de
      processo, ao serem detectados, envolve-se o setor de Planejamento e demais
      áreas envolvidas no processo para solução dos desvios. A ferramenta FMEA de
      processo, que está sendo implantada na empresa, já vem trazendo alguns
      benefícios na melhoria dos processos já no planejamento de produção .
Conclusão
 A presente questão apresentou o resultado negativo
 do cenário de sistemáticas para uso de ferramentas
 adequadas à geração de inovação e solução de
 problemas, caracterizando a atual situação das
 empresas da região.
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

SLIDES EMPRESA CANGURU S/A
SLIDES EMPRESA CANGURU S/ASLIDES EMPRESA CANGURU S/A
SLIDES EMPRESA CANGURU S/A
Nádia Valnier Fernandes
 
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
Greice Roman
 
TPM in pilot packaging line
TPM in pilot packaging lineTPM in pilot packaging line
TPM in pilot packaging line
Marcelo Costa
 
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa IIIGestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Ana Paula Muniz Pereira
 
Pesquisa iii
Pesquisa iiiPesquisa iii
Pesquisa iii
Sandra Schneider
 
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
Claudio Bernardi Stringari
 
Ferramenta setfi
Ferramenta setfiFerramenta setfi
Ferramenta setfi
salfm08
 
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa IIIGestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Érica Rosana Silveira Peixoto
 
Fatores operacionais
Fatores operacionais  Fatores operacionais
Fatores operacionais
Nadia Machado de Souza
 
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepaAula 03 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepa
Cláudio Pina - VENTURA Business Management
 
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencialAula gestao da qualidade logistica cepa presencial
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial
Cláudio Pina - VENTURA Business Management
 
Gestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logísticaGestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logística
deividp9
 
Pesquisa sistema de gestão integrada
Pesquisa sistema de gestão integradaPesquisa sistema de gestão integrada
Pesquisa sistema de gestão integrada
Elaine Marques Dos Santos
 
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepaAula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
Cláudio Pina - VENTURA Business Management
 
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
Edwagney Luz
 
CCQ como ferramenta de gestão de grupos
CCQ como ferramenta de gestão de gruposCCQ como ferramenta de gestão de grupos
CCQ como ferramenta de gestão de grupos
Felipe Guedes Pinheiro
 
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepaAula 02 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepa
Cláudio Pina - VENTURA Business Management
 

Mais procurados (17)

SLIDES EMPRESA CANGURU S/A
SLIDES EMPRESA CANGURU S/ASLIDES EMPRESA CANGURU S/A
SLIDES EMPRESA CANGURU S/A
 
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
TCC - Como os Métodos Ágeis Podem Ajudar Pequenas e Médias Empresas na Resolu...
 
TPM in pilot packaging line
TPM in pilot packaging lineTPM in pilot packaging line
TPM in pilot packaging line
 
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa IIIGestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
 
Pesquisa iii
Pesquisa iiiPesquisa iii
Pesquisa iii
 
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
Aula 08 eq 2015 01 fameg 2nda aula modulo 03
 
Ferramenta setfi
Ferramenta setfiFerramenta setfi
Ferramenta setfi
 
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa IIIGestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
Gestão da Tecnologia e Inovação - Pesquisa III
 
Fatores operacionais
Fatores operacionais  Fatores operacionais
Fatores operacionais
 
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepaAula 03 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 03 gestao da qualidade logistica cepa
 
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencialAula gestao da qualidade logistica cepa presencial
Aula gestao da qualidade logistica cepa presencial
 
Gestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logísticaGestão da qualidade na logística
Gestão da qualidade na logística
 
Pesquisa sistema de gestão integrada
Pesquisa sistema de gestão integradaPesquisa sistema de gestão integrada
Pesquisa sistema de gestão integrada
 
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepaAula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
Aula 04 gestao da qualidade logisitica cepa
 
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
Automatização de Processo de Teste: Qual o melhor momento?
 
CCQ como ferramenta de gestão de grupos
CCQ como ferramenta de gestão de gruposCCQ como ferramenta de gestão de grupos
CCQ como ferramenta de gestão de grupos
 
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepaAula 02 gestao da qualidade logistica cepa
Aula 02 gestao da qualidade logistica cepa
 

Destaque

solución de problemas de lenguaje en el niño
solución de problemas de lenguaje en el niñosolución de problemas de lenguaje en el niño
solución de problemas de lenguaje en el niño
Juan Hdz
 
Practica 1.2. edicion basica practica extraescolar 1
Practica 1.2.  edicion basica practica extraescolar 1Practica 1.2.  edicion basica practica extraescolar 1
Practica 1.2. edicion basica practica extraescolar 1
Benlly Rodela Gomez
 
Vampire academy
Vampire academyVampire academy
Vampire academy
vanelozano15
 
Edital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
Edital de concursos para a Prefeitura de CabixiEdital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
Edital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
OS CONCURSEIROS DE RONDÔNIA
 
Contabilidad de la sociedad en liquidacion
Contabilidad de la sociedad en liquidacionContabilidad de la sociedad en liquidacion
Contabilidad de la sociedad en liquidacion
Angel Nogales
 
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RSPlano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
Barbara Benedetti
 
Geo populaçao
Geo populaçaoGeo populaçao
Geo populaçao
Moacir E Nalin
 
Webquest município de cachoeira do sul
Webquest município de cachoeira do sulWebquest município de cachoeira do sul
Webquest município de cachoeira do sul
Valquiria Bauer
 
Frases
FrasesFrases
Frases
irene_aranda
 
hbxs0.pdf
hbxs0.pdfhbxs0.pdf
hbxs0.pdf
Jeff Smith
 
Ingenieria de sistemas
Ingenieria de sistemasIngenieria de sistemas
Ingenieria de sistemas
Jaime Levano Saravia
 
Reunió p 4 inici de curs 14-15
Reunió p 4 inici de curs 14-15Reunió p 4 inici de curs 14-15
Reunió p 4 inici de curs 14-15
cicleinfantil
 
El rock
El rockEl rock
El rock
Gabby Velasco
 
Evaluación como Problema Didactico
Evaluación como Problema DidacticoEvaluación como Problema Didactico
Evaluación como Problema Didactico
Ana Laura Aquino
 
Virus y Antivirus Informaticos
Virus y Antivirus InformaticosVirus y Antivirus Informaticos
Virus y Antivirus Informaticos
Edson9818
 
Sistema de informacion gerencial
Sistema de informacion gerencialSistema de informacion gerencial
Sistema de informacion gerencial
carlos_NL
 
Bom senso
Bom sensoBom senso
Bom senso
Danilo Cesco
 

Destaque (20)

solución de problemas de lenguaje en el niño
solución de problemas de lenguaje en el niñosolución de problemas de lenguaje en el niño
solución de problemas de lenguaje en el niño
 
Practica 1.2. edicion basica practica extraescolar 1
Practica 1.2.  edicion basica practica extraescolar 1Practica 1.2.  edicion basica practica extraescolar 1
Practica 1.2. edicion basica practica extraescolar 1
 
Vampire academy
Vampire academyVampire academy
Vampire academy
 
Edital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
Edital de concursos para a Prefeitura de CabixiEdital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
Edital de concursos para a Prefeitura de Cabixi
 
aleem
aleemaleem
aleem
 
Contabilidad de la sociedad en liquidacion
Contabilidad de la sociedad en liquidacionContabilidad de la sociedad en liquidacion
Contabilidad de la sociedad en liquidacion
 
Titol
TitolTitol
Titol
 
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RSPlano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
Plano para o Desenvolvimento da Educação de Taquara/RS
 
Geo populaçao
Geo populaçaoGeo populaçao
Geo populaçao
 
Webquest município de cachoeira do sul
Webquest município de cachoeira do sulWebquest município de cachoeira do sul
Webquest município de cachoeira do sul
 
Frases
FrasesFrases
Frases
 
hbxs0.pdf
hbxs0.pdfhbxs0.pdf
hbxs0.pdf
 
Ingenieria de sistemas
Ingenieria de sistemasIngenieria de sistemas
Ingenieria de sistemas
 
Reunió p 4 inici de curs 14-15
Reunió p 4 inici de curs 14-15Reunió p 4 inici de curs 14-15
Reunió p 4 inici de curs 14-15
 
El rock
El rockEl rock
El rock
 
Evaluación como Problema Didactico
Evaluación como Problema DidacticoEvaluación como Problema Didactico
Evaluación como Problema Didactico
 
sunplummarket
sunplummarketsunplummarket
sunplummarket
 
Virus y Antivirus Informaticos
Virus y Antivirus InformaticosVirus y Antivirus Informaticos
Virus y Antivirus Informaticos
 
Sistema de informacion gerencial
Sistema de informacion gerencialSistema de informacion gerencial
Sistema de informacion gerencial
 
Bom senso
Bom sensoBom senso
Bom senso
 

Semelhante a Pesquisa - Fatores Operacionais

Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10
Cassius Flesch
 
Pesquisa 3
Pesquisa 3Pesquisa 3
Pesquisa 3
Renata Tondin
 
Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5
Rafael Bratz Escobar
 
Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5
Eduardo Sparrenberger
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Fatores que Inflenciam a inovação.
Fatores que Inflenciam a inovação.Fatores que Inflenciam a inovação.
Fatores que Inflenciam a inovação.
Eduarda Tempas Ferreira
 

Semelhante a Pesquisa - Fatores Operacionais (6)

Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10Trabalho aula 30.10
Trabalho aula 30.10
 
Pesquisa 3
Pesquisa 3Pesquisa 3
Pesquisa 3
 
Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5
 
Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5Slides pesquisa 5
Slides pesquisa 5
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
 
Fatores que Inflenciam a inovação.
Fatores que Inflenciam a inovação.Fatores que Inflenciam a inovação.
Fatores que Inflenciam a inovação.
 

Mais de Barbara Benedetti

Planonegocio.abelcoworking
Planonegocio.abelcoworkingPlanonegocio.abelcoworking
Planonegocio.abelcoworking
Barbara Benedetti
 
Pesquisa4
Pesquisa4Pesquisa4
Processo de Inovacao - Tecnicas
Processo de Inovacao - TecnicasProcesso de Inovacao - Tecnicas
Processo de Inovacao - Tecnicas
Barbara Benedetti
 
Variáveis de um Produto
Variáveis de um ProdutoVariáveis de um Produto
Variáveis de um Produto
Barbara Benedetti
 
Gestão da Comunicação em Projetos
Gestão da Comunicação em ProjetosGestão da Comunicação em Projetos
Gestão da Comunicação em Projetos
Barbara Benedetti
 
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de InovaçãoPesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
Barbara Benedetti
 
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - GeraçõesPesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
Barbara Benedetti
 

Mais de Barbara Benedetti (7)

Planonegocio.abelcoworking
Planonegocio.abelcoworkingPlanonegocio.abelcoworking
Planonegocio.abelcoworking
 
Pesquisa4
Pesquisa4Pesquisa4
Pesquisa4
 
Processo de Inovacao - Tecnicas
Processo de Inovacao - TecnicasProcesso de Inovacao - Tecnicas
Processo de Inovacao - Tecnicas
 
Variáveis de um Produto
Variáveis de um ProdutoVariáveis de um Produto
Variáveis de um Produto
 
Gestão da Comunicação em Projetos
Gestão da Comunicação em ProjetosGestão da Comunicação em Projetos
Gestão da Comunicação em Projetos
 
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de InovaçãoPesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
Pesquisa 2 - Gestão da Tecnologia - Fatores de Inovação
 
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - GeraçõesPesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
Pesquisa1 - Gestão da Tecnologia - Gerações
 

Pesquisa - Fatores Operacionais

  • 1. Curso: Engenharia de Produção (Bacharelado) Disciplina: Gestão da Tecnologia Professor: Dr. Carlos Fernando Jung. Alunos: Bárbara Benedetti Carlos Hisao Endo Luiz Gustavo Krumenauer Paulo Emílio Müller
  • 2. As empresas... 1) Empresa do setor calçadista; 2) Indústria de laticínios; 3) Empresa de comércio e serviços; 4) Indústria metalúrgica; 5) Indústria moveleira; 6) Indústria de embalagens de papel cartão
  • 3. 1) Como você considera o clima de liberdade e abertura na sua organização? Por que? 1) Na empresa em que trabalho, creio que temos um ambiente de liberdade favorável. Existe interesse em novas idéias, temos contato com os diretores, enfim temos abertura para nos expressarmos em prol da empresa. 2) Opiniões e sugestões são aceitas e avaliadas pela direção da empresa. 3) Muito bom, pois não me sinto como se não tivesse a confiança de que não faria meu trabalho corretamente, não sinto pressão demasiada. 4) Sim, pois a equipe tem grande responsabilidade no desenvolvimento e elaboração de planos estratégicos para a melhoria de processos. 5) Boa, porque os colaboradores tem a liberdade de contribuir nas ideias, sendo até produtiva para o melhoramento do produto. 6) Existe uma boa liberdade na empresa para experimentos e testes em máquina, a partir de idéias e sugestões dos funcionários, a fim de viabilizar novos produtos e apresentar novidades aos clientes. A tomada de decisões é normalmente discutida entre as áreas envolvidas, com participação dos operadores de máquina e líderes de produção, sempre visando os objetivos da empresa.
  • 4. Conclusão Em geral, as empresas tem um clima de liberdade e abertura favorável, pois de acordo com as respostas, elas são receptivas às idéias e sugestões dos funcionários, além de sua participação na tomada de decisões e administração flexível dando mais conforto e confiança aos trabalhadores.
  • 5. 2)Como você considera a efetividade dos trabalhos em equipe na sua organização? Por que? 1) Temos uma efetividade considerável. Diariamente temos novas idéias dentro da empresa, e na sua grande maioria conseguimos implantá-los, principalmente nos setores produtivos, onde surgem mais idéias. 2) Os trabalhos em equipe ocorrem, porém com eficiência baixa, devido à falta de espírito de equipe entre os funcionários. 3) Ótimo, pois nunca houve complicações de outros setores para que o trabalho flua. 4) Bom, pois a equipe está formada por diversos profissionais de várias áreas com ampla experiência, contribuindo para a boa eficiência na elaboração de soluções para as não-conformidades. 5) Boa, porque a maioria dos colaboradores tem comprometimento com o bom desenvolvimento da empresa. 6) Os trabalhos em grupo são positivos. Trabalhos deste tipo normalmente dão bons resultados devido ao envolvimento e comprometimento dos participantes. Inclusive atualmente estamos aplicando FMEA de processo na empresa, que é uma ferramenta de prevenção tratada em grupo multifuncional.
  • 6. Conclusão Na maioria, os trabalhos em equipe são positivos, pelo ambiente de trabalho favorável, em que o comprometimento dos trabalhadores com os objetivos da empresa são o maior diferencial.
  • 7. 3) Existe uma abordagem sistemática para a solução de problemas na organização? Como funciona ou por que não funciona? 1) Sim. Principalmente no setor de manutenção onde eles consertam o problema e investigam o que pode ter gerado este problema, com a intenção de chegar a causa raiz e eliminá-la. 2) Não, devido à falta de conhecimento para implantar. 3) Sim, é analisado qual é o problema, discutido soluções e então implementa-se a melhor delas. 4) Não, porque não é dada a devida importância pelos superiores. 5) Sim, porém muito básica. Temos reuniões semanais com o grupo de liderança para discutirmos sobre a qualidade de nossos processos, porém necessitamos de mais ferramentas palpáveis para o dia-a-dia. 6) Sim, os problemas são tratados com RNC's, internas e externas, respondida pelo setor causador a fim de prevenir a repetitividade destes desvios.
  • 8. Conclusão Apesar da maioria das empresas terem uma certa sistemática para a solução de problemas, a falta de conhecimento sobre métodos adequados e a baixa importância dada pelos superiores, ainda é preocupante com a atual situação do crescimento empresarial.
  • 9. 4) Existe um método ou sistemática adequada para o uso de ferramentas para geração de inovações ou solução de problemas? Como isto funciona? 1) Não temos nenhuma sistemática para geração de inovações e quanto a parte de solução de problemas, temos um setor muito forte responsável pela Qualidade, onde são geradas ferramentas conforme a necessidade de cada produto (são geradas para que não haja problemas). 2) Não existe, devido ao histórico da empresa, com isso não existem métodos. 3) Não, soluções são discutidas pessoalmente em conversas. 4) Não, para geração da inovação , pois a empresa tem uma cultura ultrapassada, que não visualiaza valor agregado destas ferramentas no produto final. 5) Não temos. 6) A geração de inovação está atualmente sobre responsabilidade de uma pessoa, que esta em contato constante com as áreas de Desenvolvimento de Produto e Planejamento de Produção. Para a solução de problemas de produto é definido pelo Setor de Qualidade qual setor é responsável pelo problema, através da consulta técnica a outros setores ou conhecimento tácito. Já para problemas de processo, ao serem detectados, envolve-se o setor de Planejamento e demais áreas envolvidas no processo para solução dos desvios. A ferramenta FMEA de processo, que está sendo implantada na empresa, já vem trazendo alguns benefícios na melhoria dos processos já no planejamento de produção .
  • 10. Conclusão A presente questão apresentou o resultado negativo do cenário de sistemáticas para uso de ferramentas adequadas à geração de inovação e solução de problemas, caracterizando a atual situação das empresas da região.