SlideShare uma empresa Scribd logo
PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICO
CARNAVAL DE SALVADOR
RELATÓRIO DE RESULTADOS
PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICO
CARNAVAL DE SALVADOR – 2016
RELATÓRIO DE RESULTADOS
Salvador / 2016
PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICOS
Governo do Estado da Bahia
Rui Costa
Governador
Secretaria de Turismo - Setur
Nelson Pelegrino
Secretário de Turismo
Superintendência de Investimentos em Polos Turísticos - Suinvest
Fernando Ferrero
Superintendente
Diretoria de Planejamento e Estudos Econômicos - DPEE
Marcelo Carvalho
Diretor
Equipe Técnica:
Coordenação
Luiz Fernando Macedo Costa Filho
Rodrigo da Cruz Lopes
Supervisão de Campo
Ana Cristina Pelosi
Ivete Carvalho dos Santos
Luiz Fernando Macedo Costa Filho
Rodrigo da Cruz Lopes
Pesquisa de campo
Ana Paula da Cruz Araújo
Emanuele Santos de Souza
Felipe Cassio Santos de Souza
Iris Dindara Ferreira Teixeira
Katarine Leite da Silva
Leonardo Henrique de Moura Sena
Marta Mercês
Matheus Motta Moreira
Raiza Souza Cardoso
Ricardo Moleiro Lima
Samuel Santos Cerqueira
Tanara Barreto de Souza
Pesquisa Hoteleira
Ana Cristina Pelosi
Ivete Carvalho dos Santos
Processamento e Análise de Dados – Relatório
Rodrigo da Cruz Lopes
Crítica, Checagem e Digitação de Dados
Leonardo Henrique de Moura Sena
Matheus Motta Moreira
Raiza Souza Cardoso
Revisão
Tânia Feitosa
Resumo Executivo
A presente pesquisa tem por objetivo identificar o perfil dos turistas que visitam
Salvador durante o Carnaval; dimensionar o gasto e a permanência desses turistas; e
de mensurar o grau de satisfação dos turistas e residentes locais em relação aos
serviços receptivos e de apoio, além do dimensionamento do fluxo turístico e da
receita turística gerada por esse fluxo durante o Carnaval de Salvador - 2016.
Ao todo, foram realizadas 1.139 entrevistas, sendo 910 com turistas (domésticos e
estrangeiros) e 229 com moradores de Salvador e Região Metropolitana. As entrevistas
foram realizadas no período de 4 a 9 de fevereiro de 2016, nos circuitos do Carnaval e
nos principais portões de saída de Salvador (aeroporto, rodoviária e ferry-boat).
Os entrevistados foram selecionados a partir de filtros: com idade igual ou superior a
16 anos e com permanência mínima de 24 horas na cidade. Este último, somente para
turistas.
1. Dimensionamento do Turismo no Carnaval de Salvador
1.1 Fluxo Turístico
A estimativa do fluxo turístico durante o Carnaval de Salvador, em 2016, teve como
base a pesquisa de ocupação hoteleira realizada durante o Carnaval, e os resultados da
Pesquisa de Avaliação dos Serviços Turísticos do Carnaval de Salvador 2016. Para o
cálculo de estimativa foi utilizada análise estatística nos resultados dos dois estudos
acima citados.
O fluxo turístico, estimado em Salvador, no período de 4 a 9 de fevereiro de 2016, foi
de aproximadamente 529.174 visitantes / turistas. O fluxo estimado de turistas de
origem doméstica foi de 480.694, e de origem internacional, de 48.480 turistas.
1.2 Receita Turística
Com base no gasto médio individual do turista, a estimativa da receita turística gerada
durante o Carnaval de Salvador 2016 foi de aproximadamente 632 milhões de reais. Os
turistas de origem doméstica geraram algo em torno de 520 milhões de reais e os de
origem internacional, 113 milhões de reais.
1.3 Desempenho da Hotelaria
Durante o período de Carnaval, foi registrada uma taxa de ocupação média por
unidade habitacional de 85,73%; foram pesquisados 114 meios de hospedagem em
Salvador.
Ano Doméstico Internacional Total
2015 464.326 55.379 519.705
2016 480.694 48.480 529.174
Fluxo turístico estimado em Salvador durante o Carnaval
2015 - 2016 (Nº de turistas)
Ano Doméstico Internacional Total
2015 447.491.431,27 88.241.219,82 535.732.651,09
2016 519.790.879,97 112.638.408,17 632.429.288,14
Estimativa da receita turística gerada em Salvador durante
o Carnaval 2015 - 2016 (R$)
2. Perfil, Caracterização e A
2.1 Residência Permanente
2.1.1 Origem
Entre os turistas entrevistados,
permanentemente no Brasil, enquanto 10,7% residem no exterior.
2.1.2 Residência Permanente dos Turistas D
O próprio estado da Bahia foi o maior emissor de
Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo
Rio de Janeiro com 10,3%. O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de
turistas domésticos fora da Bahia para o Carnaval de
2,2
1,9
1,7
1,5
1,2
1,2
1,0
0,9
0,9
0,5
0,3
0,3
0,3
0,2
Bahia
São Paulo
Rio de Janeiro
Sergipe
Minas Gerais
Ceará
Distrito Federal
Pernambuco
Rio Grande do Norte
Alagoas
Paraná
Santa Catarina
Piauí
Rio Grande do Sul
Paraíba
Espírito Santo
Pará
Maranhão
Acre
Goiás
Rondônia
Mato Grosso
ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%)
2. Perfil, Caracterização e Avaliação
ermanente
Entre os turistas entrevistados, 90,8% são de origem doméstica, ou seja, residem
permanentemente no Brasil, enquanto 10,7% residem no exterior.
2.1.2 Residência Permanente dos Turistas Domésticos
O próprio estado da Bahia foi o maior emissor de turistas para Salvador, durante o
Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo
. O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de
turistas domésticos fora da Bahia para o Carnaval de Salvador.
17,1
10,3
5,5
4,3
4,1
4,1
3,6
2,2
1,9
1,7
1,5
1,2
1,2
ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%)
gem doméstica, ou seja, residem
turistas para Salvador, durante o
Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo, com 17,1%, e
. O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de
36,9
ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%)
2.1.3 País de Residência
Com relação aos turistas residentes no exterior, a Ar
emissor de turistas estrangeiros ao representar
seguido pela Espanha e Portugal, ambos com 8,3%.
2.2 Gênero do Entrevistado
Durante o Carnaval, a participação d
entrevistados, e o feminino
masculino representou 51,4%
o que mostrou mais equilíbrio entre os sexos comparado aos turistas.
1,7
1,7
1,7
1,7
Argentina
Espanha
Portugal
Estados Unidos
França
Alemanha
Chile
Guiana Francesa
Inglaterra
Paraguai
Suiça
Holanda
Austrália
Colômbia
Irlanda
PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%)
Com relação aos turistas residentes no exterior, a Argentina destaca-se como o maior
emissor de turistas estrangeiros ao representar 43,3% dos visitantes
seguido pela Espanha e Portugal, ambos com 8,3%.
ntrevistado
Durante o Carnaval, a participação do gênero masculino foi de 53,7%
e o feminino, 46,3%. Enquanto que, para os residentes locais, o gênero
ulino representou 51,4%, o público residente feminino entrevistado foi de 48,6%
mais equilíbrio entre os sexos comparado aos turistas.
8,3
8,3
6,7
6,7
3,3
3,3
3,3
3,3
3,3
3,3
1,7
1,7
1,7
1,7
PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%)
se como o maior
% dos visitantes internacionais,
o gênero masculino foi de 53,7% dos turistas
para os residentes locais, o gênero
o público residente feminino entrevistado foi de 48,6%,
43,3
PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%)
2.3 Faixa Etária dos Entrevistados
A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0
quanto para os residentes em Salvador e Região M
A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes.
Percebeu-se uma grande variação de idades no Carnaval.
2.3 Utilização de Serviço Através de Agências de V
Entre os turistas entrevistados
Bahia. A avaliação das agência
utilizaram os serviços, 92,5% avaliaram como ótimo ou bom.
ntrevistados
A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0
quanto para os residentes em Salvador e Região Metropolitana (34,9%).
A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes.
a grande variação de idades no Carnaval.
2.3 Utilização de Serviço Através de Agências de Viagens da Bahia
Entre os turistas entrevistados, 10,2% utilizaram serviços de agências de viagens
valiação das agências de viagens foi muito positiva; entre os turistas que
92,5% avaliaram como ótimo ou bom.
Turistas: 33,5
Resid
Geral: 33,5
A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0%),
etropolitana (34,9%).
A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes.
utilizaram serviços de agências de viagens da
entre os turistas que
Idade média (anos)
Turistas: 33,5
Residentes: 33,6
Geral: 33,5
2.4 Principal Meio de Hospedagem U
Dos turistas entrevistados, 52,0% hospedaram
seguido por hotel, com 18,6%;
imóvel alugado, com 11,2%.
2.4.1 Avaliação do Meio de Hospedagem Comercial U
A avaliação do meio de hospedagem comercial
resort) utilizado foi positiva par
Item
Atendimento
Garçom
Camareira
Higiene
Alimentação
Avaliação do meio de hospedagem comercial utilizado pelos turistas (%)
Principal Meio de Hospedagem Utilizado
stados, 52,0% hospedaram-se em casa de parentes ou amigos,
, com 18,6%; o meio de hospedagem comercial mais utilizado
com 11,2%.
Avaliação do Meio de Hospedagem Comercial Utilizado
A avaliação do meio de hospedagem comercial (hotel, pousada, flat ou apart
utilizado foi positiva para todos os itens, com mais de 85% para ótimo e
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
50,8 42,8 4,9 0,8 0,8
33,1 55,6 9,4 1,3 0,6
37,9 52,1 7,9 1,3 0,8
40,5 49,4 8,5 0,4 1,2
42,7 43,5 9,9 3,6 0,4
Avaliação do meio de hospedagem comercial utilizado pelos turistas (%)
em casa de parentes ou amigos,
o meio de hospedagem comercial mais utilizado, e
(hotel, pousada, flat ou apart-hotel e
a todos os itens, com mais de 85% para ótimo e bom.
Péssimo Total
0,8 100,0
0,6 100,0
0,8 100,0
1,2 100,0
0,4 100,0
2.5 Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao
Turista – SAT
Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística
ou SAT; entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço
2.5.1 Localização do Posto U
O posto mais procurado foi o
turistas que utilizaram esses serviços, seguido pelo
utilização, e o SAT localizado na rodoviária
utilizaram os serviços dos posto
Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao
Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística
entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço
.1 Localização do Posto Utilizado
O posto mais procurado foi o SAT localizado no aeroporto, o qual atendeu 70,5% dos
que utilizaram esses serviços, seguido pelo SAT do Pelourinho, com 28,7% de
e o SAT localizado na rodoviária, que atendeu 5,7% dos turistas que
utilizaram os serviços dos postos.
Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao
Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística
entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço.
o qual atendeu 70,5% dos
SAT do Pelourinho, com 28,7% de
que atendeu 5,7% dos turistas que
2.5.2 Avaliação dos Postos de Informações Turísticas
Os serviços dos postos foram bem avaliados;
para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3%
como ótimo.
2.6 Utilização do Disque Bahia Turismo
O serviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas
0,9% dos residentes entrevistados
utilizaram o serviço afirmaram
expectativas.
Item Ótimo
Atendimento 56,3
Precisão nas informações 43,6
Localização 44,1
Instalações 36,5
Avaliação do posto de informações ou SAT - Turistas (%)
0,0 10,0
Atendimento
Precisão nas informações
Localização
Instalações
AVALIAÇÃO DO POSTO DE INFORMAÇÕES OU SAT
.2 Avaliação dos Postos de Informações Turísticas
dos postos foram bem avaliados; todos os itens apresentaram mais de 80%
para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3%
Utilização do Disque Bahia Turismo
erviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas
0,9% dos residentes entrevistados. Apesar do pouco uso, todos os entrevistados que
afirmaram que o atendimento correspondeu plenamente
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
56,3 37,0 4,2 0,0 2,5
43,6 43,6 8,5 0,9 3,4
44,1 43,2 11,9 0,0 0,8
36,5 47,0 14,8 0,0 1,7
Avaliação do posto de informações ou SAT - Turistas (%)
10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0
AVALIAÇÃO DO POSTO DE INFORMAÇÕES OU SAT - TURISTAS (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
os itens apresentaram mais de 80%
para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3%
erviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas entrevistados e
ouco uso, todos os entrevistados que
plenamente às suas
Péssimo Total
2,5 100,0
3,4 100,0
0,8 100,0
1,7 100,0
80,0 90,0 100,0
TURISTAS (%)
2.7 Utilização do Portal Oficial de T
Entre os turistas entrevistados, 16,2% consultaram o portal
residentes de Salvador e Região M
Os turistas entrevistados que utilizaram o serviço do portal, 95,1%
encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados
afirmaram que encontraram as informações que procuravam.
2.7.1 Avaliação do Portal bahia.com.br
A avaliação do portal, em todos os aspectos, foi posit
entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região.
Item
Processo de busca das informações
Conteúdo das informações
Comunicação visual
Utilização do Portal Oficial de Turismo da Bahia – bahia.com.br
Entre os turistas entrevistados, 16,2% consultaram o portal bahia.com.br
residentes de Salvador e Região Metropolitana, 23,9% utilizaram o serviço.
Os turistas entrevistados que utilizaram o serviço do portal, 95,1%, afirmaram terem
encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados
afirmaram que encontraram as informações que procuravam.
ortal bahia.com.br
A avaliação do portal, em todos os aspectos, foi positiva para mais de 75% dos
entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região.
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
25,0 61,5 12,5 1,0
27,2 58,3 13,6 1,0
38,2 40,2 17,6 3,9
Avaliação do portal - Turistas (%)
bahia.com.br; entre os
etropolitana, 23,9% utilizaram o serviço.
afirmaram terem
encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados
iva para mais de 75% dos
entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região.
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
0,0 100,0
0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0
Processo de busca das informações
Conteúdo das informações
Comunicação visual
AVALIAÇÃO DO PORTAL - TURISTAS (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
Item Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total
Processo de busca das informações 26,9 50,0 19,2 0,0 3,8 100,0
Conteúdo das informações 42,3 46,2 7,7 0,0 3,8 100,0
Comunicação visual 42,3 42,3 7,7 7,7 0,0 100,0
Avaliação do portal - residentes (%)
0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0
Processo de busca das informações
Conteúdo das informações
Comunicação visual
AVALIAÇÃO DO PORTAL - RESIDENTES (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
Item Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total
Processo de busca das informações 25,4 59,2 13,8 0,8 0,8 100,0
Conteúdo das informações 30,2 55,8 12,4 0,8 0,8 100,0
Comunicação visual 39,1 40,6 15,6 4,7 0,0 100,0
Avaliação do portal - Geral (%)
2.8 Utilização do Serviço de Ônibus C
O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por
72,5% dos residentes entrevistados
2.8.1 Avaliação do Serviço de Ô
A avaliação do serviço de
atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo,
principalmente no item qualidade dos veículos
péssimo. Por parte dos residentes
principalmente o tamanho da frota, quando
como ruim ou péssimo.
Item Ótimo
Tamanho da frota
Qualidade dos veículos
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Turistas (%)
0,0
Tamanho da frota
Qualidade dos veículos
AVALIAÇÃO DO SERVIÇO DE ÔNIBUS COLETIVO
Ótimo
Utilização do Serviço de Ônibus Coletivo
O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por
entrevistados.
Avaliação do Serviço de Ônibus Coletivo
ônibus coletivo por parte dos turistas foi variada e requer
atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo,
item qualidade dos veículos, quando 19,8% avaliaram como ruim ou
péssimo. Por parte dos residentes, a avaliação tende mais para o negativo,
almente o tamanho da frota, quando mais de 40% dos entrevistados avaliaram
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
6,2 41,0 35,5 11,7 5,6
5,5 38,8 35,8 12,5 7,3
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Turistas (%)
0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0
AVALIAÇÃO DO SERVIÇO DE ÔNIBUS COLETIVO - TURISTAS
(%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por
coletivo por parte dos turistas foi variada e requer
atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo,
19,8% avaliaram como ruim ou
a avaliação tende mais para o negativo,
mais de 40% dos entrevistados avaliaram
Péssimo Total
5,6 100,0
7,3 100,0
90,0 100,0
TURISTAS
Item Ótimo
Tamanho da frota
Qualidade dos veículos
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Residentes (%)
Item Ótimo
Tamanho da frota
Qualidade dos veículos
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Geral (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
2,5 26,6 29,1 26,6 15,2
2,6 24,4 35,9 15,4 21,8
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Residentes (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
5,5 38,2 34,2 14,6 7,4
4,9 36,0 35,8 13,1 10,1
Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Geral (%)
Péssimo Total
15,2 100,0
21,8 100,0
Péssimo Total
7,4 100,0
10,1 100,0
2.9 Utilização do Serviço d
Entre os turistas entrevistados, 10,6
residentes, 42,6% utilizaram esse
2.9.1 Avaliação do Serviço
O metrô foi bem avaliado pelos turistas
positiva, e a qualidade dos trens
de Salvador e região, o nível de satisfação foi ainda maior
estações e a qualidade dos trens como ótimo ou bom.
Item Ótimo
Estações 39,7
Qualidade dos trens 44,8
Avaliação do serviço do metrô - Turistas (%)
de Metrô
Entre os turistas entrevistados, 10,6% utilizaram o serviço de metrô; entre o
residentes, 42,6% utilizaram esse serviço.
de Metrô
O metrô foi bem avaliado pelos turistas, as estações somaram 79,4% de avaliação
e a qualidade dos trens, 83,6%, como ótimo ou bom. Quanto aos
o nível de satisfação foi ainda maior, quando 89,1 avaliaram as
e a qualidade dos trens como ótimo ou bom.
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
39,7 17,6 1,5 1,5
38,8 6,0 6,0 4,5
Avaliação do serviço do metrô - Turistas (%)
entre os
as estações somaram 79,4% de avaliação
aos moradores
89,1 avaliaram as
Péssimo Total
1,5 100,0
4,5 100,0
Item Ótimo
Estações 56,5
Qualidade dos trens 47,8
Avaliação do serviço do metrô - Residentes (%)
Item Ótimo
Estações 46,5
Qualidade dos trens 46,0
Avaliação do serviço do metrô - Geral (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
32,6 8,7 2,2 0,0
41,3 6,5 4,3 0,0
Avaliação do serviço do metrô - Residentes (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
36,8 14,0 1,8 0,9
39,8 6,2 5,3 2,7
Avaliação do serviço do metrô - Geral (%)
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
Péssimo Total
0,9 100,0
2,7 100,0
2.10 Utilização dos Serviços
O serviço de táxi foi utilizado por
dos residentes entrevistados
2.10.1 Avaliação do Atendimento Prestado pelos T
O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas
entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom.
Avaliação
Ótimo
Bom
Regular
Ruim
Péssimo
Total
Avaliação do atendimento dos taxistas (%)
erviços de Táxi
xi foi utilizado por 77,1% dos turistas entrevistados, enquanto 54,1%
dos residentes entrevistados também utilizaram o serviço.
Avaliação do Atendimento Prestado pelos Taxistas
O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas
entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom.
Avaliação Turistas Residentes Geral
19,3 8,6 18,2
47,2 48,3 47,3
25,2 34,5 26,2
6,3 1,7 5,8
Péssimo 2,0 6,9 2,5
100,0 100,0 100,0
Avaliação do atendimento dos taxistas (%)
77,1% dos turistas entrevistados, enquanto 54,1%
O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas
entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom.
2.10.2 Avaliação dos Preços Praticados pelos T
Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistado
que utilizaram o serviço de tá
avaliaram como altos; apenas 0,6%
Salvador e região entrevistados
os preços praticados pelos taxistas, 48,3%
preço baixo.
Avaliação
Baixos
Normais
Elevados
Total
Avaliação dos preços praticados pelos taxistas (%)
Avaliação dos Preços Praticados pelos Taxistas
Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistado
que utilizaram o serviço de táxi, consideraram os preços normais, enqu
apenas 0,6% avaliaram como baixos. Entre os residentes de
Salvador e região entrevistados, que utilizaram o serviço, 51,7% consideraram normais
os preços praticados pelos taxistas, 48,3% consideraram altos e nenhum considerou o
Avaliação Turistas Residentes Geral
0,6 0,0 0,5
Normais 55,6 51,7 55,2
Elevados 43,8 48,3 44,3
100,0 100,0 100,0
Avaliação dos preços praticados pelos taxistas (%)
Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistados,
normais, enquanto 43,8%
como baixos. Entre os residentes de
que utilizaram o serviço, 51,7% consideraram normais
consideraram altos e nenhum considerou o
2.11 Utilização de Serviços
Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e
14,3% dos residentes entrevistados.
2.11.1 Avaliação dos Serviços da Polícia Militar
No geral, os serviços da Polícia M
70,4% dos turistas que utilizaram os
avaliaram negativamente. Os residentes
quando 66,7% avaliaram positivamente, não havendo
Ótimo
Bom
Regular
Ruim
Péssimo
Total
Avaliação do atendimento da Polícia Militar (%)
erviços da Polícia Militar
Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e
14,3% dos residentes entrevistados.
erviços da Polícia Militar
os serviços da Polícia Militar foram avaliados de maneira satisfatória,
dos turistas que utilizaram os serviços avaliaram positivamente e
avaliaram negativamente. Os residentes mostraram satisfação em relação aos serviços,
quando 66,7% avaliaram positivamente, não havendo avaliação negativa
Turistas Residentes Geral
31,0 6,7 26,7
39,4 60,0 43,0
Regular 14,1 33,3 17,4
9,9 0,0 8,1
Péssimo 5,6 0,0 4,7
100,0 100,0 100,0
Avaliação do atendimento da Polícia Militar (%)
Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e
ilitar foram avaliados de maneira satisfatória, onde
s avaliaram positivamente e 15,5%
relação aos serviços,
avaliação negativa.
2.12 Frequentaram Praias em Salvador
A maior parte dos entrevistados
67,7% para os turistas e 72,5% para
2.12.1 Se Alugaram Mesa, Cadeira ou Sombreiro na
Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram
que alugaram mesa, cadeira ou sombreiro;
região, que frequentaram praia
59,2% para o total de entrevistados.
raias em Salvador
A maior parte dos entrevistados frequentou as praias de Salvador, com
67,7% para os turistas e 72,5% para os residentes de Salvador e região metropolitana.
Mesa, Cadeira ou Sombreiro nas Praias
Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram
, cadeira ou sombreiro; e 45,6% dos moradores de Salvador e
que frequentaram praias, afirmaram ter alugado esses itens, o que gerou
59,2% para o total de entrevistados.
com participação de
os residentes de Salvador e região metropolitana.
Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram
moradores de Salvador e
afirmaram ter alugado esses itens, o que gerou
2.12.2 Consumiram Alimentos ou Bebidas na P
Ao comparar o consumo de alimentos e bebidas entre os turistas
pouca variação; no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39%
consumiram alimentos, 54,7
2.12.3 Avaliação dos Serviços nas P
A avaliação dos serviços nas
como ótimo ou bom; para os residentes
Ótimo
Bom
Regular
Ruim
Péssimo
Total
onsumiram Alimentos ou Bebidas na Praia
Ao comparar o consumo de alimentos e bebidas entre os turistas e res
no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39%
consumiram alimentos, 54,7% consumiram bebidas e 10,8% nada consumiram.
2.12.3 Avaliação dos Serviços nas Praias
A avaliação dos serviços nas praias foi bem positiva pelos turistas, com mais de 70%
para os residentes, a avaliação foi mais variada.
Turistas Residentes Geral
15,4 9,5 14,6
56,4 46,0 54,9
23,4 30,2 24,4
3,7 9,5 4,6
Péssimo 1,1 4,8 1,6
100,0 100,0 100,0
Avaliação dos serviços na praia (%)
e residentes, houve
no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39%
consumiram.
turistas, com mais de 70%
2.12.3.1 Razão para Avaliação dos Serviços na Praia
A qualidade do atendimento foi de longe o principal motivo para a avaliação positiva
dos serviços na praia, citado por 40% dos entrevistados que frequentaram praias. Os
preços nas praias, com 16,2%, foi o principal motivo para a avaliação negativa dos
serviços na praia.
Menções positivas %
Atendimento bom/rápido/atencioso 40,0
Ambiente limpo 6,4
Tranquilidade 4,2
Segurança 3,0
Comida saborosa 2,6
Preços baixos 2,6
Tudo muito bom 2,6
Serviços bons 1,5
Comodidade 1,9
Vendedores organizados 1,9
Orla revitalizada 0,8
Menções negativas %
Preços altos 16,2
Atendimento demorado 6,4
Falta de estrutrura 4,9
Abordagem abusiva/muita insistência 2,6
Praia suja/falta de limpeza 1,5
Segurança 0,8
Falta barracas/quiosques 0,8
Falta de higiene 0,8
Pouca variedade de comida 0,4
Falta de banheiro 0,4
Orla deixa a desejar 0,4
Razão da avaliação dos serviços utilizados na praia (%)
2.13 Baianas do Acarajé
Entre os turistas entrevistados, 66,5% provaram algum dos
entre os residentes, 75,2% provaram algum dos quitutes.
2.13.1 Avaliação dos Serviços da Baiana do A
Os serviços da baiana do acarajé foram bem avaliados po
principalmente o atendimento e as iguarias
foram bem avaliados, quando
avaliaram como ruim ou péssimo.
Item Ótimo
Atendimento 37,0
Iguarias 38,3
Higiene 23,1
Preços 18,8
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Turistas (%)
Entre os turistas entrevistados, 66,5% provaram algum dos quitutes das baianas do acarajé;
75,2% provaram algum dos quitutes.
2.13.1 Avaliação dos Serviços da Baiana do Acarajé
Os serviços da baiana do acarajé foram bem avaliados por parte dos turistas,
principalmente o atendimento e as iguarias. Em relação aos residentes, os preç
foram bem avaliados, quando 33,3% dos residentes, que utilizaram o serviço
avaliaram como ruim ou péssimo.
Bom Regular Ruim Péssimo
55,5 7,3 0,2 0,0
51,8 8,7 1,2 0,0
48,7 25,6 2,1 0,5
44,8 27,0 6,6 2,8
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Turistas (%)
quitutes das baianas do acarajé;
r parte dos turistas,
. Em relação aos residentes, os preços não
que utilizaram o serviço,
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
0,5 100,0
2,8 100,0
Item Ótimo
Atendimento 32,9
Iguarias 42,5
Higiene 23,5
Preços 14,8
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%)
Item Ótimo
Atendimento 36,3
Iguarias 39,0
Higiene 23,1
Preços 18,1
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Geral (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
52,4 11,0 3,7 0,0
50,0 7,5 0,0 0,0
39,5 23,5 12,3 1,2
34,6 17,3 24,7 8,6
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
55,0 7,9 0,8 0,0
51,5 8,5 1,0 0,0
47,2 25,3 3,8 0,6
43,2 25,4 9,5 3,7
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Geral (%)
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
1,2 100,0
8,6 100,0
Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%)
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
0,6 100,0
3,7 100,0
2.14 Vendedores Ambulantes
Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados
e por 67,9% dos residentes entrevistados.
2.14.1 Avaliação dos Serviços
Na opinião dos turistas que utilizaram os serviços
abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único
item avaliado abaixo de 50% foi
vendedores teve avaliação positiva abaixo de 40%.
Item Ótimo
Abordagem 14,6
Atendimento 16,6
Higiene 7,9
Preços 13,3
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%)
mbulantes
Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados
e por 67,9% dos residentes entrevistados.
erviços dos Vendedores Ambulantes
Na opinião dos turistas que utilizaram os serviços dos vendedores ambulantes, os itens
abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único
tem avaliado abaixo de 50% foi higiene. Em relação aos residentes
vendedores teve avaliação positiva abaixo de 40%.
Bom Regular Ruim Péssimo
52,0 27,0 4,0 2,4
59,1 21,0 2,6 0,7
41,4 38,8 9,9 2,0
55,7 25,3 4,1 1,5
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%)
Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados
dos vendedores ambulantes, os itens
abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único
Em relação aos residentes, a higiene dos
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%)
Item Ótimo
Abordagem 13,7
Atendimento 9,6
Higiene 8,3
Preços 8,2
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%)
Ótimo
Abordagem 14,5
Atendimento 15,7
Higiene 8,0
Preços 12,6
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
43,8 28,8 11,0 2,7
57,5 23,3 9,6 0,0
26,4 36,1 23,6 5,6
50,7 28,8 9,6 2,7
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
50,9 27,2 5,0 2,5
58,9 21,3 3,6 0,6
39,4 38,4 11,8 2,5
55,0 25,8 4,9 1,7
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%)
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%)
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%)
2.15 Bares
Os bares foram frequentados por 43,7% dos turistas entrevistados
residentes entrevistados.
2.15.1 Avaliação dos Serviços dos B
No geral, os serviços dos bares foram bem avaliados;
preços tiveram uma avaliação positiva abaixo de 50%.
Item Ótimo
Atendimento 36,7
Limpeza 17,9
Alimentos 27,7
Bebidas 36,1
Preços 17,6
Infraestrutura 23,4
Avaliação dos serviços do bar - Turistas (%)
Os bares foram frequentados por 43,7% dos turistas entrevistados, e por 58,7% dos
.1 Avaliação dos Serviços dos Bares
s dos bares foram bem avaliados; apenas na visão dos residentes os
preços tiveram uma avaliação positiva abaixo de 50%.
Bom Regular Ruim Péssimo
46,3 14,6 0,7 1,8
51,3 26,5 3,9 0,4
56,6 15,0 0,7 0,0
50,0 13,2 0,7 0,0
39,1 31,9 6,8 4,7
51,8 21,9 2,5 0,4
Avaliação dos serviços do bar - Turistas (%)
e por 58,7% dos
apenas na visão dos residentes os
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
Item Ótimo
Atendimento 20,3
Limpeza 7,8
Alimentos 12,9
Bebidas 28,1
Preços 7,8
Infraestrutura 12,5
Avaliação dos serviços do bar - Residentes (%)
Ótimo
Atendimento 33,6
Limpeza 16,0
Alimentos 25,0
Bebidas 34,6
Preços 15,7
Infraestrutura 21,3
Avaliação dos serviços do bar - Geral (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
59,4 10,9 7,8 1,6
59,4 28,1 4,7 0,0
66,1 17,7 1,6 1,6
64,1 6,3 0,0 1,6
42,2 32,8 12,5 4,7
59,4 23,4 3,1 1,6
Avaliação dos serviços do bar - Residentes (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
48,7 13,9 2,0 1,7
52,8 26,8 4,1 0,3
58,3 15,5 0,9 0,3
52,6 11,9 0,6 0,3
39,7 32,1 7,9 4,7
53,2 22,2 2,6 0,6
Avaliação dos serviços do bar - Geral (%)
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
2.16 Restaurantes
Os restaurantes foram frequentados por
dos residentes entrevistados.
2.16.1 Avaliação dos Serviços de
No geral, os serviços de restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos
alimentos e bebidas, quando
Item Ótimo
Atendimento 47,1
Limpeza 34,7
Alimentos 46,9
Bebidas 47,6
Preços 24,2
Infraestrutura 37,3
Avaliação dos serviços do Restaurante - Turistas (%)
foram frequentados por 56,8% dos turistas entrevistados
dos residentes entrevistados.
dos Serviços de Restaurantes
restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos
alimentos e bebidas, quando mais de 90% dos entrevistados avaliaram positivamente.
Bom Regular Ruim Péssimo
42,1 8,0 1,7 1,1
51,9 11,4 1,9 0,0
46,1 5,8 1,1 0,0
44,0 7,8 0,6 0,0
42,6 24,5 5,6 3,1
47,6 12,8 2,2 0,0
Avaliação dos serviços do Restaurante - Turistas (%)
% dos turistas entrevistados, e por 45,9%
restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos itens
mais de 90% dos entrevistados avaliaram positivamente.
Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
Item Ótimo
Atendimento 44,9
Limpeza 34,7
Alimentos 49,0
Bebidas 47,9
Preços 10,2
Infraestrutura 28,6
Avaliação dos serviços do Restaurante - Residentes (%)
Item Ótimo
Atendimento 46,8
Limpeza 34,7
Alimentos 47,2
Bebidas 47,7
Preços 22,5
Infraestrutura 36,3
Avaliação dos serviços do Restaurante- Geral (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
42,9 10,2 2,0 0,0
55,1 8,2 2,0 0,0
40,8 6,1 2,0 2,0
47,9 4,2 0,0 0,0
42,9 34,7 10,2 2,0
57,1 10,2 2,0 2,0
Avaliação dos serviços do Restaurante - Residentes (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
42,2 8,3 1,7 1,0
52,3 11,0 2,0 0,0
45,5 5,9 1,2 0,2
44,5 7,4 0,5 0,0
42,6 25,7 6,1 2,9
48,8 12,5 2,2 0,2
Avaliação dos serviços do Restaurante- Geral (%)
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
100,0
2.17 Artesanato
Dos turistas entrevistados,
os residentes, foram 16,5% que adquiriram ou observaram.
2.17.1 Avaliação do Artesanato
No geral, o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avali
positiva foi abaixo de 45%,
Item Ótimo
Qualidade 39,2
Criatividade 63,2
Diversidade 56,5
Preços 26,4
Avaliação do artesanato - Turistas (%)
Dos turistas entrevistados, 29% adquiriram ou observaram peças de artesanato;
foram 16,5% que adquiriram ou observaram.
rtesanato
o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avali
positiva foi abaixo de 45%, na opinião dos residentes.
Bom Regular Ruim Péssimo
47,3 12,9 0,5 0,0
35,1 0,5 1,1 0,0
34,2 7,6 1,1 0,5
36,8 25,8 8,8 2,2
Avaliação do artesanato - Turistas (%)
observaram peças de artesanato; entre
o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avaliação
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
Item Ótimo
Qualidade 22,2
Criatividade 0,0
Diversidade 50,0
Preços 5,6
Avaliação do artesanato - Residentes (%)
Item Ótimo
Qualidade 37,7
Criatividade 57,6
Diversidade 55,9
Preços 24,5
Bom Regular Ruim Péssimo
72,2 0,0 5,6 0,0
55,6 38,9 0,0 5,6
33,3 11,1 0,0 5,6
38,9 44,4 0,0 11,1
Avaliação do artesanato - Residentes (%)
Bom Regular Ruim Péssimo
49,5 11,8 1,0 0,0
36,9 3,9 1,0 0,5
34,2 7,9 1,0 1,0
37,0 27,5 8,0 3,0
Avaliação do artesanato - Geral (%)
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
Péssimo Total
100,0
100,0
100,0
100,0
2.18 Guias e Monitores do Carnaval
Os serviços dos guias e monitores foram utilizados
entrevistados e por 9,3% dos residentes entrevistados.
entrevistados que utilizaram o
dentre os residentes, 90% ob
Guias e Monitores do Carnaval
s guias e monitores foram utilizados por 14,8% dos turistas
entrevistados e por 9,3% dos residentes entrevistados. Dentre os
entrevistados que utilizaram os serviços, 96,8% obtiveram as informações desejadas
90% obtiveram as informações de que necessitavam
por 14,8% dos turistas
ntre os turistas
96,8% obtiveram as informações desejadas;
tiveram as informações de que necessitavam.
2.18.1 Avaliação do Atendimento
O atendimento dos Guias e Monitores do
turistas entrevistados avaliaram
residentes, 100% avaliaram positivamente o atendimento.
Avaliação
Ótimo
Bom
Regular
Ruim
Péssimo
Total
Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%)
tendimento dos Guias e Monitores do Carnaval
O atendimento dos Guias e Monitores do Carnaval foi muito bem avaliado:
turistas entrevistados avaliaram o atendimento como ótimo ou bom;
residentes, 100% avaliaram positivamente o atendimento.
Turistas Residentes Geral
32,6 55,6 34,6
56,8 44,4 55,8
7,4 0,0 6,7
3,2 0,0 2,9
0,0 0,0 0,0
100,0 100,0 100,0
Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%)
Carnaval foi muito bem avaliado: 89,4% dos
o atendimento como ótimo ou bom; dentre os
Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%)
2.19 Utilizaram a Rede Wi-
O percentual de entrevistados que utilizaram a rede wi
diferenciou muito entre turistas e residente
utilizaram o serviço. Entre os que não
conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho.
2.19.1 Avaliação da Rede Wi
A avaliação da rede wi-fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação
não passou dos 20%, na opinião dos turistas.
melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% a
velocidade como ótima ou boa
Item
Cobertura/alcance da conexão
Rapidez/velocidade da conexão
-fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama)
O percentual de entrevistados que utilizaram a rede wi-fi do Pelourinho
diferenciou muito entre turistas e residentes; ao todo, 8% do total de entrevistados
Entre os que não o utilizaram, 91,2% afirmaram que não
conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho.
ede Wi-fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama)
fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação
na opinião dos turistas. A avaliação na opinião dos residentes foi
melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% a
velocidade como ótima ou boa.
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
8,0 12,0 40,0 28,0
4,2 12,5 47,9 25,0
Avaliação da rede wi-fi - Turistas (%)
elourinho não se
8% do total de entrevistados
utilizaram, 91,2% afirmaram que não
conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho.
fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama)
fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação positiva
A avaliação na opinião dos residentes foi
melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% avaliaram a
Péssimo Total
12,0 100,0
10,4 100,0
Cobertura/alcance da conexão
Rapidez/velocidade da conexão
Cobertura/alcance da conexão
Rapidez/velocidade da conexão
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
22,2 22,2 44,4 11,1
22,2 33,3 22,2 22,2
Avaliação da rede wi-fi - Residentes (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
10,2 13,6 40,7 25,4
7,0 15,8 43,9 24,6
Avaliação da rede wi-fi - Geral (%)
Péssimo Total
0,0 100,0
0,0 100,0
Péssimo Total
10,2 100,0
8,8 100,0
2.20 Forma Como Participaram do
O Carnaval de rua foi a principal
residentes, com 58,5% e 53,2%
2.20.1 Tipos de Blocos Dos Quais P
O bloco de trio foi largamente o mais utilizado
participaram do Carnaval por meio de blocos
turistas e 85,4% para os residentes de Salvador e região.
1,4
1,2
0,2
2,3
2,8
0,9
1,8
1,6
1,2
0,4
2,9
Rua
Bloco
Camarote
Observou da varanda/janela
Arquibancada
Trabalhou
Nãoparticipou
FORMA COMO PARTICIPARAM DO CARNAVAL(%)
articiparam do Carnaval
O Carnaval de rua foi a principal forma de participação da festa
com 58,5% e 53,2%, respectivamente.
Dos Quais Participaram
largamente o mais utilizado dentre os entrevistados que
arnaval por meio de blocos, com 94,3% de participação para os
os residentes de Salvador e região.
51,7
34,3
1,4
1,2
2,3
44,0
13,8
2,8
0,9
1,8
6,4
50,6
31,3
1,6
1,2
2,9
FORMA COMO PARTICIPARAM DO CARNAVAL(%)
Turistas Residentes Geral
para turistas e
dos que
, com 94,3% de participação para os
58,5
51,7
53,2
57,8
50,6
2.21 Circuito de Preferência
O circuito Dodô (Barra/Ondina) foi
quanto residentes.
2.22 Gastos Realizados pelos T
O gasto médio realizado pelos turistas, por pessoa, foi de R$1.
em Salvador, e R$1.193,99
(GMDI – Gasto Médio Diário Individual) foi de R$
viagem, e R$277,43 durante o Carnaval.
Gasto
Gasto Médio
Gasto Médio Individual
GMDI
referência
(Barra/Ondina) foi o preferido entre os foliões, tanto entre
2.22 Gastos Realizados pelos Turistas
O gasto médio realizado pelos turistas, por pessoa, foi de R$1.518,08 durante a estada
durante o Carnaval. O gasto médio por dia e por pessoa
Médio Diário Individual) foi de R$270,64 durante a permanência na
durante o Carnaval.
Estada em
Salvador
Durante o
Carnaval
Gasto Médio 2.538,12 1.905,14
Gasto Médio Individual 1.518,08 1.193,99
270,64 277,43
Gastos realizados pelos turistas (R$)
entre turistas
durante a estada
durante o Carnaval. O gasto médio por dia e por pessoa
durante a permanência na
2.23 Permanência
2.23.1 Permanência Durante a Estada em Salvador
A permanência média dos turistas durante a estada em Salvador foi de 5,6 pernoites.
2.23.2 Permanência em Salvador durante o Carnaval
A permanência média dos turistas durante o Carnaval foi de 4,3 pernoites.
2.24 Avaliação dos Serviços
Os blocos e os camarotes foram os serviços mais bem avaliados, com avaliação positiva
acima de 90%, segundo os turistas. Acima de 97% para os residentes de Salvador,
principalmente os blocos, onde 100% dos entrevistados avaliaram positivamente.
Os sanitários públicos foram os serviços com a pior avaliação, mais de 40% de ruim e
péssimo, na opinião dos turistas e residentes.
Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total
Blocos 64,1 28,8 5,3 0,9 0,9 100,0
Camarotes 74,8 20,8 3,1 0,9 0,4 100,0
Arquibancadas 32,1 25,0 28,6 7,1 7,1 100,0
Sinalização turística 17,7 56,7 17,7 5,6 2,3 100,0
Serviços médicos 15,4 55,0 25,4 3,0 1,2 100,0
Comunicação 14,9 53,4 21,8 6,6 3,3 100,0
Segurança pública 38,6 49,4 9,2 1,7 1,1 100,0
Limpeza pública 9,6 39,0 39,5 8,6 3,3 100,0
Terminal marítimo 16,1 47,1 27,6 8,0 1,1 100,0
Terminal rodoviário 7,0 53,9 30,3 4,8 3,9 100,0
Aeroporto 16,6 43,6 23,9 12,6 3,3 100,0
Comércio/compras 13,4 60,9 22,9 2,6 0,3 100,0
Sanitários públicos 3,4 14,8 32,3 27,8 21,7 100,0
Avaliação dos serviços - Turistas (%)
0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0
Blocos
Camarotes
Arquibancadas
Sinalizaçãoturística
Serviços médicos
Comunicação
Segurança pública
Limpeza pública
Terminal marítimo
Terminal rodoviário
Aeroporto
Comércio/compras
Sanitários públicos
AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - TURISTAS (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total
Blocos 59,3 40,7 0,0 0,0 0,0 100,0
Camarotes 60,0 37,1 2,9 0,0 0,0 100,0
Arquibancadas 39,1 34,8 26,1 0,0 0,0 100,0
Sinalização turística 17,6 54,1 20,0 4,7 3,5 100,0
Serviços médicos 18,0 50,0 24,0 2,0 6,0 100,0
Comunicação 19,8 56,8 14,8 7,4 1,2 100,0
Segurança pública 37,0 34,3 16,7 7,4 4,6 100,0
Limpeza pública 13,9 33,3 38,0 10,2 4,6 100,0
Terminal marítimo 15,9 18,2 45,5 18,2 2,3 100,0
Terminal rodoviário 8,5 32,2 28,8 23,7 6,8 100,0
Aeroporto 16,4 41,0 19,7 8,2 14,8 100,0
Comércio/compras 16,9 50,6 22,9 6,0 3,6 100,0
Sanitários públicos 5,6 17,8 35,6 18,9 22,2 100,0
Avaliação dos serviços - Residentes (%)
0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0
Blocos
Camarotes
Arquibancadas
Sinalizaçãoturística
Serviços médicos
Comunicação
Segurança pública
Limpeza pública
Terminal marítimo
Terminal rodoviário
Aeroporto
Comércio/compras
Sanitários públicos
AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - RESIDENTES (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total
Blocos 63,4 30,6 4,5 0,8 0,8 100,0
Camarotes 72,8 23,0 3,1 0,8 0,4 100,0
Arquibancadas 35,3 29,4 27,5 3,9 3,9 100,0
Sinalização turística 17,7 56,4 18,0 5,5 2,4 100,0
Serviços médicos 16,0 53,9 25,1 2,7 2,3 100,0
Comunicação 15,8 54,1 20,5 6,8 2,9 100,0
Segurança pública 38,3 47,2 10,3 2,5 1,6 100,0
Limpeza pública 10,2 38,2 39,2 8,9 3,5 100,0
Terminal marítimo 16,0 37,4 33,6 11,5 1,5 100,0
Terminal rodoviário 7,3 49,5 30,0 8,7 4,5 100,0
Aeroporto 16,6 43,2 23,4 12,1 4,7 100,0
Comércio/compras 14,0 59,1 22,9 3,2 0,8 100,0
Sanitários públicos 3,8 15,3 32,8 26,4 21,8 100,0
Avaliação dos serviços - Geral (%)
0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0
Blocos
Camarotes
Arquibancadas
Sinalizaçãoturística
Serviços médicos
Comunicação
Segurança pública
Limpeza pública
Terminal marítimo
Terminal rodoviário
Aeroporto
Comércio/compras
Sanitários públicos
AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - GERAL (%)
Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
2.25 Serviços que mais Agradaram, Desagradaram e Sugestões
A segurança pública foi claramente o serviço que mais agradou aos entrevistados,
citado por 43,1%.
43,1
13,3
13,2
10,9
8,2
7,3
6,8
5,2
4,3
3,9
3,6
2,8
2,3
1,6
1,2
1,2
1,2
1,1
0,9
0,7
0,7
0,7
0,5
0,5
0,5
0,4
0,4
0,2
0,2
0,2
0,2
0,2
Segurança/Policiamento
Serviços e atendimento nos restaurantes
Camarotes
Organizaçãoe serviços dos blocos de Carnaval
Limpeza pública
Serviços e atendimento nos bares
Serviços e atendimento nas praias
Serviços do meiode hospedagem
Serviços de táxi
Metrô
Atendimentoe quitutes das baianas do acarajé
Vendedores ambulantes
Sinalizaçãoturística
Transporte público/ônibus
Guias e monitores
Alimentação/culinária
SAC
Serviços no aeroporto
Serviços nos SATs
Sanitários públicos
Organizaçãonos circuitos
Terminal marítimo
Serviços médicos/postode saúde
Comércio
Wi-fi abertono Pelourinho
Atrações do Carnaval
Serviços nos Shoppings
Artesanato
Sanitários com ar-condicionado
Agências de viagens
Comunicação
Rodoviária
SERVIÇOS QUE MAIS AGRADARAM (%)
Os serviços de limpeza pública e do transporte público foram os que mais
desagradaram aos entrevistados, citados por 23,7% e 23,5%, respectivamente.
23,7
23,5
15,6
9,2
8,4
5,7
4,4
2,0
2,0
1,8
1,5
1,5
1,3
1,1
0,9
0,9
0,7
0,7
0,7
0,7
0,7
0,4
0,4
0,4
0,2
Limpeza pública
Transporte público precário e insuficiente
Sanitários públicos insuficientes e sujos
Falta de segurança
Atendimentodo taxista
Infraestrutura do aeroporto
Abordagem/Atendimentodos ambulantes
Preços na praia
Trânsitolento
Estacionamentos caros
Atendimentona praia
Serviços de saúde
Serviços do meiode hospedagem
Sinalizaçãoturística
Abordagem dos policiais
Serviços dos bares
Mototáxi
Preçodo táxi
Serviços dos restaurantes
Demora no Ferry boat
Desorganizaçãonos blocos
Wifi lento
Monopólio da cerveja
Preçodos quitutes das baianas do acarajé
Bancos e lojas fechados
SERVIÇOS QUE MAIS DESAGRADAM (%)
Aumentar a frota de ônibus e melhorar a limpeza pública foram as principais
sugestões, citadas, respectivamente, por 20,4% e 14,9% dos entrevistados.
20,4
14,9
7,2
6,6
6,1
5,5
5,0
3,3
3,3
2,8
2,8
2,2
2,2
1,7
1,7
1,1
1,1
1,1
0,6
0,6
Aumentar a frota de ônibus
Melhorara limpeza das ruas
Fiscalizaçãonousodo taxímetro
Melhorara qualidade e limpeza dos ônibus
Pontos de ônibus mais próximos aos circuitos
Melhorar a segurança pública
Aumentara quantidade de sanitários públicos
Sanitários mais limpos
Aumentar a segurança nos ônibus
Melhores sanitários públicos
Fiscalizaçãodos preços nas praias
Capacitaçãodos taxistas
Aumentara linha do metrô, não chega aos…
Melhorar a qualidade da rede wi-fi
Capacitaçãopara os policiais na abordagem
Colocar mais lixeiras nas ruas
Melhorar a infraestrutura do aeroporto
Capacitaçãodos vendedores ambulantes
Ampliaroserviço de informação turística
Treinamentopara as baianas do acarajé
SUGESTÕES (%)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Desempenho_hotelaria_ssa_2013
Desempenho_hotelaria_ssa_2013Desempenho_hotelaria_ssa_2013
Desempenho_hotelaria_ssa_2013
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Pesquisa enoturismo 2011
Pesquisa enoturismo 2011Pesquisa enoturismo 2011
Pesquisa enoturismo 2011
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Desempenho hotelaria janeiro a junho 2015
Desempenho hotelaria janeiro a junho   2015Desempenho hotelaria janeiro a junho   2015
Desempenho hotelaria janeiro a junho 2015
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Dimensionamento são joão 2008 luciana
Dimensionamento são joão 2008 lucianaDimensionamento são joão 2008 luciana
Dimensionamento são joão 2008 luciana
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Caracterização do turismo receptivo são joão
Caracterização do turismo receptivo   são joãoCaracterização do turismo receptivo   são joão
Caracterização do turismo receptivo são joão
Secretaria de Turismo da Bahia
 
relatorio-sao-joao
relatorio-sao-joaorelatorio-sao-joao
relatorio-sao-joao
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - HotelariaBoletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
Daniel Meira
 
Apresentacao observatorio forum
Apresentacao observatorio forumApresentacao observatorio forum
Apresentacao observatorio forum
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
Secretaria de Turismo da Bahia
 
7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na BahiaCaracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo ReceptivoDimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Boletim desempenho hoteleiro 2014
Boletim desempenho hoteleiro 2014Boletim desempenho hoteleiro 2014
Boletim desempenho hoteleiro 2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Apresentação 40º fórum
Apresentação 40º fórum  Apresentação 40º fórum
Apresentação 40º fórum
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticosCarnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
Secretaria de Turismo da Bahia
 

Mais procurados (20)

Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
Boletim de Informações do Turismo - 1º semestre de 2015
 
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
Boletim_estatistico_n_2_jun_2014
 
Desempenho_hotelaria_ssa_2013
Desempenho_hotelaria_ssa_2013Desempenho_hotelaria_ssa_2013
Desempenho_hotelaria_ssa_2013
 
Pesquisa enoturismo 2011
Pesquisa enoturismo 2011Pesquisa enoturismo 2011
Pesquisa enoturismo 2011
 
Desempenho hotelaria janeiro a junho 2015
Desempenho hotelaria janeiro a junho   2015Desempenho hotelaria janeiro a junho   2015
Desempenho hotelaria janeiro a junho 2015
 
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Janeiro 2015)
 
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
Caracterzação Fipe 2011 perfil turista
 
Dimensionamento são joão 2008 luciana
Dimensionamento são joão 2008 lucianaDimensionamento são joão 2008 luciana
Dimensionamento são joão 2008 luciana
 
Caracterização do turismo receptivo são joão
Caracterização do turismo receptivo   são joãoCaracterização do turismo receptivo   são joão
Caracterização do turismo receptivo são joão
 
relatorio-sao-joao
relatorio-sao-joaorelatorio-sao-joao
relatorio-sao-joao
 
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - HotelariaBoletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
Boletim do Sistema de Informações e Estatísticas do Estado da Bahia - Hotelaria
 
Apresentacao observatorio forum
Apresentacao observatorio forumApresentacao observatorio forum
Apresentacao observatorio forum
 
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
Boletim de Desempenho Econômico do Turismo - Mtur (Abril 2015)
 
7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate7° Festival Internacional do Chocolate
7° Festival Internacional do Chocolate
 
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
Pesquisa de Caracterização do Turismo Receptivo Bahia - 2014
 
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na BahiaCaracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
Caracterização e dimensionamento do turismo receptivo na Bahia
 
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo ReceptivoDimensionamento Do Turismo Receptivo
Dimensionamento Do Turismo Receptivo
 
Boletim desempenho hoteleiro 2014
Boletim desempenho hoteleiro 2014Boletim desempenho hoteleiro 2014
Boletim desempenho hoteleiro 2014
 
Apresentação 40º fórum
Apresentação 40º fórum  Apresentação 40º fórum
Apresentação 40º fórum
 
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticosCarnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
Carnaval 2013 pesquisa de avaliacao dos servicos turisticos
 

Semelhante a Pesquisa - Carnaval 2016

CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo SãO JoãO
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   SãO JoãOCaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   SãO JoãO
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo SãO JoãO
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Perfil Do Turista
Perfil Do TuristaPerfil Do Turista
Pesquisa Lençóis
Pesquisa LençóisPesquisa Lençóis
Pesquisa Lençóis
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Perfil do turista
Perfil do turistaPerfil do turista
Perfil do turista
Perfil do turistaPerfil do turista
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo Eventos Relaigiosos
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   Eventos RelaigiososCaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   Eventos Relaigiosos
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo Eventos Relaigiosos
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Fluxo Turístico
Fluxo TurísticoFluxo Turístico
Eventos Carnavalescos
Eventos CarnavalescosEventos Carnavalescos
Eventos Carnavalescos
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdfPerfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
Antonio Pedro da Costa e Silva Lima
 
O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
 O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte... O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
Alinesilva.in
 
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Michely Oliveira
 
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadexPesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
williamnascimento387
 
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Copa das Confederações 2013
Copa das Confederações 2013Copa das Confederações 2013
Copa das Confederações 2013
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Aristides Faria
 
Produção Associada ao Turismo 20.02
Produção Associada ao Turismo  20.02Produção Associada ao Turismo  20.02
Produção Associada ao Turismo 20.02
Secretaria de Turismo da Bahia
 
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismoSalão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Gabriela Otto
 
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
citacoesdosprojetosdeotavioluizmachado
 
Apresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negóciosApresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negócios
Espalhe Minas
 

Semelhante a Pesquisa - Carnaval 2016 (20)

CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo SãO JoãO
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   SãO JoãOCaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   SãO JoãO
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo SãO JoãO
 
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
Caracterização e Dimensionamento do Turismo Receptivo na Bahia 2014
 
Perfil Do Turista
Perfil Do TuristaPerfil Do Turista
Perfil Do Turista
 
Pesquisa Lençóis
Pesquisa LençóisPesquisa Lençóis
Pesquisa Lençóis
 
Perfil do turista
Perfil do turistaPerfil do turista
Perfil do turista
 
Perfil do turista
Perfil do turistaPerfil do turista
Perfil do turista
 
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo Eventos Relaigiosos
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   Eventos RelaigiososCaracterizaçãO Do Turismo Receptivo   Eventos Relaigiosos
CaracterizaçãO Do Turismo Receptivo Eventos Relaigiosos
 
Fluxo Turístico
Fluxo TurísticoFluxo Turístico
Fluxo Turístico
 
Eventos Carnavalescos
Eventos CarnavalescosEventos Carnavalescos
Eventos Carnavalescos
 
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdfPerfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
Perfil do turista no Carnaval de Uruguaiana.pdf
 
O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
 O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte... O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
O perfil do turista para meios de hospedagem | SEBRAE RJ | Relatório de Inte...
 
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
Pesquisa de demanda e satisfação turistica de jacupiranga 2016
 
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadexPesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
Pesquisa habitos 2007-_m_tur_final_x_modo_de_compatibilidadex
 
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
Caracterização Fipe 2011 - Perfil do Turista
 
Copa das Confederações 2013
Copa das Confederações 2013Copa das Confederações 2013
Copa das Confederações 2013
 
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
Marketing e Turismo: aulas 17 a 19
 
Produção Associada ao Turismo 20.02
Produção Associada ao Turismo  20.02Produção Associada ao Turismo  20.02
Produção Associada ao Turismo 20.02
 
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismoSalão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
 
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
Monografia de mariana alves jaques no turismo da ufop em 2006
 
Apresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negóciosApresentação turismo de negócios
Apresentação turismo de negócios
 

Pesquisa - Carnaval 2016

  • 1. PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICO CARNAVAL DE SALVADOR RELATÓRIO DE RESULTADOS PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICO CARNAVAL DE SALVADOR – 2016 RELATÓRIO DE RESULTADOS Salvador / 2016 PESQUISA DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS TURÍSTICOS
  • 2. Governo do Estado da Bahia Rui Costa Governador Secretaria de Turismo - Setur Nelson Pelegrino Secretário de Turismo Superintendência de Investimentos em Polos Turísticos - Suinvest Fernando Ferrero Superintendente Diretoria de Planejamento e Estudos Econômicos - DPEE Marcelo Carvalho Diretor
  • 3. Equipe Técnica: Coordenação Luiz Fernando Macedo Costa Filho Rodrigo da Cruz Lopes Supervisão de Campo Ana Cristina Pelosi Ivete Carvalho dos Santos Luiz Fernando Macedo Costa Filho Rodrigo da Cruz Lopes Pesquisa de campo Ana Paula da Cruz Araújo Emanuele Santos de Souza Felipe Cassio Santos de Souza Iris Dindara Ferreira Teixeira Katarine Leite da Silva Leonardo Henrique de Moura Sena Marta Mercês Matheus Motta Moreira Raiza Souza Cardoso Ricardo Moleiro Lima Samuel Santos Cerqueira Tanara Barreto de Souza Pesquisa Hoteleira Ana Cristina Pelosi Ivete Carvalho dos Santos Processamento e Análise de Dados – Relatório Rodrigo da Cruz Lopes Crítica, Checagem e Digitação de Dados Leonardo Henrique de Moura Sena Matheus Motta Moreira Raiza Souza Cardoso Revisão Tânia Feitosa
  • 4. Resumo Executivo A presente pesquisa tem por objetivo identificar o perfil dos turistas que visitam Salvador durante o Carnaval; dimensionar o gasto e a permanência desses turistas; e de mensurar o grau de satisfação dos turistas e residentes locais em relação aos serviços receptivos e de apoio, além do dimensionamento do fluxo turístico e da receita turística gerada por esse fluxo durante o Carnaval de Salvador - 2016. Ao todo, foram realizadas 1.139 entrevistas, sendo 910 com turistas (domésticos e estrangeiros) e 229 com moradores de Salvador e Região Metropolitana. As entrevistas foram realizadas no período de 4 a 9 de fevereiro de 2016, nos circuitos do Carnaval e nos principais portões de saída de Salvador (aeroporto, rodoviária e ferry-boat). Os entrevistados foram selecionados a partir de filtros: com idade igual ou superior a 16 anos e com permanência mínima de 24 horas na cidade. Este último, somente para turistas.
  • 5. 1. Dimensionamento do Turismo no Carnaval de Salvador 1.1 Fluxo Turístico A estimativa do fluxo turístico durante o Carnaval de Salvador, em 2016, teve como base a pesquisa de ocupação hoteleira realizada durante o Carnaval, e os resultados da Pesquisa de Avaliação dos Serviços Turísticos do Carnaval de Salvador 2016. Para o cálculo de estimativa foi utilizada análise estatística nos resultados dos dois estudos acima citados. O fluxo turístico, estimado em Salvador, no período de 4 a 9 de fevereiro de 2016, foi de aproximadamente 529.174 visitantes / turistas. O fluxo estimado de turistas de origem doméstica foi de 480.694, e de origem internacional, de 48.480 turistas. 1.2 Receita Turística Com base no gasto médio individual do turista, a estimativa da receita turística gerada durante o Carnaval de Salvador 2016 foi de aproximadamente 632 milhões de reais. Os turistas de origem doméstica geraram algo em torno de 520 milhões de reais e os de origem internacional, 113 milhões de reais. 1.3 Desempenho da Hotelaria Durante o período de Carnaval, foi registrada uma taxa de ocupação média por unidade habitacional de 85,73%; foram pesquisados 114 meios de hospedagem em Salvador. Ano Doméstico Internacional Total 2015 464.326 55.379 519.705 2016 480.694 48.480 529.174 Fluxo turístico estimado em Salvador durante o Carnaval 2015 - 2016 (Nº de turistas) Ano Doméstico Internacional Total 2015 447.491.431,27 88.241.219,82 535.732.651,09 2016 519.790.879,97 112.638.408,17 632.429.288,14 Estimativa da receita turística gerada em Salvador durante o Carnaval 2015 - 2016 (R$)
  • 6. 2. Perfil, Caracterização e A 2.1 Residência Permanente 2.1.1 Origem Entre os turistas entrevistados, permanentemente no Brasil, enquanto 10,7% residem no exterior. 2.1.2 Residência Permanente dos Turistas D O próprio estado da Bahia foi o maior emissor de Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo Rio de Janeiro com 10,3%. O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de turistas domésticos fora da Bahia para o Carnaval de 2,2 1,9 1,7 1,5 1,2 1,2 1,0 0,9 0,9 0,5 0,3 0,3 0,3 0,2 Bahia São Paulo Rio de Janeiro Sergipe Minas Gerais Ceará Distrito Federal Pernambuco Rio Grande do Norte Alagoas Paraná Santa Catarina Piauí Rio Grande do Sul Paraíba Espírito Santo Pará Maranhão Acre Goiás Rondônia Mato Grosso ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%) 2. Perfil, Caracterização e Avaliação ermanente Entre os turistas entrevistados, 90,8% são de origem doméstica, ou seja, residem permanentemente no Brasil, enquanto 10,7% residem no exterior. 2.1.2 Residência Permanente dos Turistas Domésticos O próprio estado da Bahia foi o maior emissor de turistas para Salvador, durante o Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo . O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de turistas domésticos fora da Bahia para o Carnaval de Salvador. 17,1 10,3 5,5 4,3 4,1 4,1 3,6 2,2 1,9 1,7 1,5 1,2 1,2 ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%) gem doméstica, ou seja, residem turistas para Salvador, durante o Carnaval 2016, o que representou 36,9% do total, seguido por São Paulo, com 17,1%, e . O que mostra a região Sudeste como a maior emissora de 36,9 ESTADO DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS DOMÉSTICOSENTREVISTADOS (%)
  • 7. 2.1.3 País de Residência Com relação aos turistas residentes no exterior, a Ar emissor de turistas estrangeiros ao representar seguido pela Espanha e Portugal, ambos com 8,3%. 2.2 Gênero do Entrevistado Durante o Carnaval, a participação d entrevistados, e o feminino masculino representou 51,4% o que mostrou mais equilíbrio entre os sexos comparado aos turistas. 1,7 1,7 1,7 1,7 Argentina Espanha Portugal Estados Unidos França Alemanha Chile Guiana Francesa Inglaterra Paraguai Suiça Holanda Austrália Colômbia Irlanda PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%) Com relação aos turistas residentes no exterior, a Argentina destaca-se como o maior emissor de turistas estrangeiros ao representar 43,3% dos visitantes seguido pela Espanha e Portugal, ambos com 8,3%. ntrevistado Durante o Carnaval, a participação do gênero masculino foi de 53,7% e o feminino, 46,3%. Enquanto que, para os residentes locais, o gênero ulino representou 51,4%, o público residente feminino entrevistado foi de 48,6% mais equilíbrio entre os sexos comparado aos turistas. 8,3 8,3 6,7 6,7 3,3 3,3 3,3 3,3 3,3 3,3 1,7 1,7 1,7 1,7 PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%) se como o maior % dos visitantes internacionais, o gênero masculino foi de 53,7% dos turistas para os residentes locais, o gênero o público residente feminino entrevistado foi de 48,6%, 43,3 PAÍS DE RESIDÊNCIA DOS TURISTAS INTERNACIONAIS ENTREVISTADOS (%)
  • 8. 2.3 Faixa Etária dos Entrevistados A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0 quanto para os residentes em Salvador e Região M A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes. Percebeu-se uma grande variação de idades no Carnaval. 2.3 Utilização de Serviço Através de Agências de V Entre os turistas entrevistados Bahia. A avaliação das agência utilizaram os serviços, 92,5% avaliaram como ótimo ou bom. ntrevistados A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0 quanto para os residentes em Salvador e Região Metropolitana (34,9%). A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes. a grande variação de idades no Carnaval. 2.3 Utilização de Serviço Através de Agências de Viagens da Bahia Entre os turistas entrevistados, 10,2% utilizaram serviços de agências de viagens valiação das agências de viagens foi muito positiva; entre os turistas que 92,5% avaliaram como ótimo ou bom. Turistas: 33,5 Resid Geral: 33,5 A faixa etária entre 21 e 31 anos foi a mais frequente, tanto para os turistas (33,0%), etropolitana (34,9%). A idade média foi de 33,5 anos para os turistas e 33,6 anos para os residentes. utilizaram serviços de agências de viagens da entre os turistas que Idade média (anos) Turistas: 33,5 Residentes: 33,6 Geral: 33,5
  • 9. 2.4 Principal Meio de Hospedagem U Dos turistas entrevistados, 52,0% hospedaram seguido por hotel, com 18,6%; imóvel alugado, com 11,2%. 2.4.1 Avaliação do Meio de Hospedagem Comercial U A avaliação do meio de hospedagem comercial resort) utilizado foi positiva par Item Atendimento Garçom Camareira Higiene Alimentação Avaliação do meio de hospedagem comercial utilizado pelos turistas (%) Principal Meio de Hospedagem Utilizado stados, 52,0% hospedaram-se em casa de parentes ou amigos, , com 18,6%; o meio de hospedagem comercial mais utilizado com 11,2%. Avaliação do Meio de Hospedagem Comercial Utilizado A avaliação do meio de hospedagem comercial (hotel, pousada, flat ou apart utilizado foi positiva para todos os itens, com mais de 85% para ótimo e Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 50,8 42,8 4,9 0,8 0,8 33,1 55,6 9,4 1,3 0,6 37,9 52,1 7,9 1,3 0,8 40,5 49,4 8,5 0,4 1,2 42,7 43,5 9,9 3,6 0,4 Avaliação do meio de hospedagem comercial utilizado pelos turistas (%) em casa de parentes ou amigos, o meio de hospedagem comercial mais utilizado, e (hotel, pousada, flat ou apart-hotel e a todos os itens, com mais de 85% para ótimo e bom. Péssimo Total 0,8 100,0 0,6 100,0 0,8 100,0 1,2 100,0 0,4 100,0
  • 10. 2.5 Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao Turista – SAT Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística ou SAT; entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço 2.5.1 Localização do Posto U O posto mais procurado foi o turistas que utilizaram esses serviços, seguido pelo utilização, e o SAT localizado na rodoviária utilizaram os serviços dos posto Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço .1 Localização do Posto Utilizado O posto mais procurado foi o SAT localizado no aeroporto, o qual atendeu 70,5% dos que utilizaram esses serviços, seguido pelo SAT do Pelourinho, com 28,7% de e o SAT localizado na rodoviária, que atendeu 5,7% dos turistas que utilizaram os serviços dos postos. Utilização de Posto de Informação Turística ou Serviço de Atendimento ao Entre os turistas entrevistados, 17,7% utilizaram algum posto de informação turística entre os residentes de Salvador e região, apenas 0,9% utilizaram o serviço. o qual atendeu 70,5% dos SAT do Pelourinho, com 28,7% de que atendeu 5,7% dos turistas que
  • 11. 2.5.2 Avaliação dos Postos de Informações Turísticas Os serviços dos postos foram bem avaliados; para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3% como ótimo. 2.6 Utilização do Disque Bahia Turismo O serviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas 0,9% dos residentes entrevistados utilizaram o serviço afirmaram expectativas. Item Ótimo Atendimento 56,3 Precisão nas informações 43,6 Localização 44,1 Instalações 36,5 Avaliação do posto de informações ou SAT - Turistas (%) 0,0 10,0 Atendimento Precisão nas informações Localização Instalações AVALIAÇÃO DO POSTO DE INFORMAÇÕES OU SAT .2 Avaliação dos Postos de Informações Turísticas dos postos foram bem avaliados; todos os itens apresentaram mais de 80% para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3% Utilização do Disque Bahia Turismo erviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas 0,9% dos residentes entrevistados. Apesar do pouco uso, todos os entrevistados que afirmaram que o atendimento correspondeu plenamente Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 56,3 37,0 4,2 0,0 2,5 43,6 43,6 8,5 0,9 3,4 44,1 43,2 11,9 0,0 0,8 36,5 47,0 14,8 0,0 1,7 Avaliação do posto de informações ou SAT - Turistas (%) 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 AVALIAÇÃO DO POSTO DE INFORMAÇÕES OU SAT - TURISTAS (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo os itens apresentaram mais de 80% para ótimo e bom. Maior destaque para o atendimento, o qual foi avaliado em 56,3% erviço do Disque Bahia Turismo foi utilizado por 1,2% dos turistas entrevistados e ouco uso, todos os entrevistados que plenamente às suas Péssimo Total 2,5 100,0 3,4 100,0 0,8 100,0 1,7 100,0 80,0 90,0 100,0 TURISTAS (%)
  • 12. 2.7 Utilização do Portal Oficial de T Entre os turistas entrevistados, 16,2% consultaram o portal residentes de Salvador e Região M Os turistas entrevistados que utilizaram o serviço do portal, 95,1% encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados afirmaram que encontraram as informações que procuravam. 2.7.1 Avaliação do Portal bahia.com.br A avaliação do portal, em todos os aspectos, foi posit entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região. Item Processo de busca das informações Conteúdo das informações Comunicação visual Utilização do Portal Oficial de Turismo da Bahia – bahia.com.br Entre os turistas entrevistados, 16,2% consultaram o portal bahia.com.br residentes de Salvador e Região Metropolitana, 23,9% utilizaram o serviço. Os turistas entrevistados que utilizaram o serviço do portal, 95,1%, afirmaram terem encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados afirmaram que encontraram as informações que procuravam. ortal bahia.com.br A avaliação do portal, em todos os aspectos, foi positiva para mais de 75% dos entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região. Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 25,0 61,5 12,5 1,0 27,2 58,3 13,6 1,0 38,2 40,2 17,6 3,9 Avaliação do portal - Turistas (%) bahia.com.br; entre os etropolitana, 23,9% utilizaram o serviço. afirmaram terem encontrado as informações procuradas, enquanto 96,2% dos residentes entrevistados iva para mais de 75% dos entrevistados que o utilizaram, tanto turistas quanto residentes de Salvador e região. Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 0,0 100,0
  • 13. 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0 Processo de busca das informações Conteúdo das informações Comunicação visual AVALIAÇÃO DO PORTAL - TURISTAS (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Item Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Processo de busca das informações 26,9 50,0 19,2 0,0 3,8 100,0 Conteúdo das informações 42,3 46,2 7,7 0,0 3,8 100,0 Comunicação visual 42,3 42,3 7,7 7,7 0,0 100,0 Avaliação do portal - residentes (%) 0,0 20,0 40,0 60,0 80,0 100,0 Processo de busca das informações Conteúdo das informações Comunicação visual AVALIAÇÃO DO PORTAL - RESIDENTES (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Item Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Processo de busca das informações 25,4 59,2 13,8 0,8 0,8 100,0 Conteúdo das informações 30,2 55,8 12,4 0,8 0,8 100,0 Comunicação visual 39,1 40,6 15,6 4,7 0,0 100,0 Avaliação do portal - Geral (%)
  • 14. 2.8 Utilização do Serviço de Ônibus C O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por 72,5% dos residentes entrevistados 2.8.1 Avaliação do Serviço de Ô A avaliação do serviço de atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo, principalmente no item qualidade dos veículos péssimo. Por parte dos residentes principalmente o tamanho da frota, quando como ruim ou péssimo. Item Ótimo Tamanho da frota Qualidade dos veículos Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Turistas (%) 0,0 Tamanho da frota Qualidade dos veículos AVALIAÇÃO DO SERVIÇO DE ÔNIBUS COLETIVO Ótimo Utilização do Serviço de Ônibus Coletivo O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por entrevistados. Avaliação do Serviço de Ônibus Coletivo ônibus coletivo por parte dos turistas foi variada e requer atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo, item qualidade dos veículos, quando 19,8% avaliaram como ruim ou péssimo. Por parte dos residentes, a avaliação tende mais para o negativo, almente o tamanho da frota, quando mais de 40% dos entrevistados avaliaram Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 6,2 41,0 35,5 11,7 5,6 5,5 38,8 35,8 12,5 7,3 Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Turistas (%) 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 AVALIAÇÃO DO SERVIÇO DE ÔNIBUS COLETIVO - TURISTAS (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo O serviço de ônibus coletivo foi utilizado por 51,9% dos turistas entrevistados e por coletivo por parte dos turistas foi variada e requer atenção, pois mais de 50% dos turistas entrevistados avaliaram de regular a péssimo, 19,8% avaliaram como ruim ou a avaliação tende mais para o negativo, mais de 40% dos entrevistados avaliaram Péssimo Total 5,6 100,0 7,3 100,0 90,0 100,0 TURISTAS
  • 15. Item Ótimo Tamanho da frota Qualidade dos veículos Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Residentes (%) Item Ótimo Tamanho da frota Qualidade dos veículos Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Geral (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 2,5 26,6 29,1 26,6 15,2 2,6 24,4 35,9 15,4 21,8 Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Residentes (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 5,5 38,2 34,2 14,6 7,4 4,9 36,0 35,8 13,1 10,1 Avaliação do serviço de ônibus coletivo - Geral (%) Péssimo Total 15,2 100,0 21,8 100,0 Péssimo Total 7,4 100,0 10,1 100,0
  • 16. 2.9 Utilização do Serviço d Entre os turistas entrevistados, 10,6 residentes, 42,6% utilizaram esse 2.9.1 Avaliação do Serviço O metrô foi bem avaliado pelos turistas positiva, e a qualidade dos trens de Salvador e região, o nível de satisfação foi ainda maior estações e a qualidade dos trens como ótimo ou bom. Item Ótimo Estações 39,7 Qualidade dos trens 44,8 Avaliação do serviço do metrô - Turistas (%) de Metrô Entre os turistas entrevistados, 10,6% utilizaram o serviço de metrô; entre o residentes, 42,6% utilizaram esse serviço. de Metrô O metrô foi bem avaliado pelos turistas, as estações somaram 79,4% de avaliação e a qualidade dos trens, 83,6%, como ótimo ou bom. Quanto aos o nível de satisfação foi ainda maior, quando 89,1 avaliaram as e a qualidade dos trens como ótimo ou bom. Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 39,7 17,6 1,5 1,5 38,8 6,0 6,0 4,5 Avaliação do serviço do metrô - Turistas (%) entre os as estações somaram 79,4% de avaliação aos moradores 89,1 avaliaram as Péssimo Total 1,5 100,0 4,5 100,0
  • 17. Item Ótimo Estações 56,5 Qualidade dos trens 47,8 Avaliação do serviço do metrô - Residentes (%) Item Ótimo Estações 46,5 Qualidade dos trens 46,0 Avaliação do serviço do metrô - Geral (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 32,6 8,7 2,2 0,0 41,3 6,5 4,3 0,0 Avaliação do serviço do metrô - Residentes (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 36,8 14,0 1,8 0,9 39,8 6,2 5,3 2,7 Avaliação do serviço do metrô - Geral (%) Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 Péssimo Total 0,9 100,0 2,7 100,0
  • 18. 2.10 Utilização dos Serviços O serviço de táxi foi utilizado por dos residentes entrevistados 2.10.1 Avaliação do Atendimento Prestado pelos T O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom. Avaliação Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Avaliação do atendimento dos taxistas (%) erviços de Táxi xi foi utilizado por 77,1% dos turistas entrevistados, enquanto 54,1% dos residentes entrevistados também utilizaram o serviço. Avaliação do Atendimento Prestado pelos Taxistas O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom. Avaliação Turistas Residentes Geral 19,3 8,6 18,2 47,2 48,3 47,3 25,2 34,5 26,2 6,3 1,7 5,8 Péssimo 2,0 6,9 2,5 100,0 100,0 100,0 Avaliação do atendimento dos taxistas (%) 77,1% dos turistas entrevistados, enquanto 54,1% O atendimento dos taxistas foi avaliado positivamente por 66,5% dos turistas entrevistados, enquanto 56,9% dos residentes avaliaram como ótimo ou bom.
  • 19. 2.10.2 Avaliação dos Preços Praticados pelos T Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistado que utilizaram o serviço de tá avaliaram como altos; apenas 0,6% Salvador e região entrevistados os preços praticados pelos taxistas, 48,3% preço baixo. Avaliação Baixos Normais Elevados Total Avaliação dos preços praticados pelos taxistas (%) Avaliação dos Preços Praticados pelos Taxistas Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistado que utilizaram o serviço de táxi, consideraram os preços normais, enqu apenas 0,6% avaliaram como baixos. Entre os residentes de Salvador e região entrevistados, que utilizaram o serviço, 51,7% consideraram normais os preços praticados pelos taxistas, 48,3% consideraram altos e nenhum considerou o Avaliação Turistas Residentes Geral 0,6 0,0 0,5 Normais 55,6 51,7 55,2 Elevados 43,8 48,3 44,3 100,0 100,0 100,0 Avaliação dos preços praticados pelos taxistas (%) Com relação aos preços praticados pelos taxistas, 55,6% dos turistas entrevistados, normais, enquanto 43,8% como baixos. Entre os residentes de que utilizaram o serviço, 51,7% consideraram normais consideraram altos e nenhum considerou o
  • 20. 2.11 Utilização de Serviços Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e 14,3% dos residentes entrevistados. 2.11.1 Avaliação dos Serviços da Polícia Militar No geral, os serviços da Polícia M 70,4% dos turistas que utilizaram os avaliaram negativamente. Os residentes quando 66,7% avaliaram positivamente, não havendo Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Avaliação do atendimento da Polícia Militar (%) erviços da Polícia Militar Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e 14,3% dos residentes entrevistados. erviços da Polícia Militar os serviços da Polícia Militar foram avaliados de maneira satisfatória, dos turistas que utilizaram os serviços avaliaram positivamente e avaliaram negativamente. Os residentes mostraram satisfação em relação aos serviços, quando 66,7% avaliaram positivamente, não havendo avaliação negativa Turistas Residentes Geral 31,0 6,7 26,7 39,4 60,0 43,0 Regular 14,1 33,3 17,4 9,9 0,0 8,1 Péssimo 5,6 0,0 4,7 100,0 100,0 100,0 Avaliação do atendimento da Polícia Militar (%) Os serviços da Polícia Militar foram utilizados por 11,2% dos turistas entrevistados e ilitar foram avaliados de maneira satisfatória, onde s avaliaram positivamente e 15,5% relação aos serviços, avaliação negativa.
  • 21. 2.12 Frequentaram Praias em Salvador A maior parte dos entrevistados 67,7% para os turistas e 72,5% para 2.12.1 Se Alugaram Mesa, Cadeira ou Sombreiro na Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram que alugaram mesa, cadeira ou sombreiro; região, que frequentaram praia 59,2% para o total de entrevistados. raias em Salvador A maior parte dos entrevistados frequentou as praias de Salvador, com 67,7% para os turistas e 72,5% para os residentes de Salvador e região metropolitana. Mesa, Cadeira ou Sombreiro nas Praias Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram , cadeira ou sombreiro; e 45,6% dos moradores de Salvador e que frequentaram praias, afirmaram ter alugado esses itens, o que gerou 59,2% para o total de entrevistados. com participação de os residentes de Salvador e região metropolitana. Entre os turistas entrevistados que frequentaram praias em Salvador, 61,7% afirmaram moradores de Salvador e afirmaram ter alugado esses itens, o que gerou
  • 22. 2.12.2 Consumiram Alimentos ou Bebidas na P Ao comparar o consumo de alimentos e bebidas entre os turistas pouca variação; no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39% consumiram alimentos, 54,7 2.12.3 Avaliação dos Serviços nas P A avaliação dos serviços nas como ótimo ou bom; para os residentes Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total onsumiram Alimentos ou Bebidas na Praia Ao comparar o consumo de alimentos e bebidas entre os turistas e res no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39% consumiram alimentos, 54,7% consumiram bebidas e 10,8% nada consumiram. 2.12.3 Avaliação dos Serviços nas Praias A avaliação dos serviços nas praias foi bem positiva pelos turistas, com mais de 70% para os residentes, a avaliação foi mais variada. Turistas Residentes Geral 15,4 9,5 14,6 56,4 46,0 54,9 23,4 30,2 24,4 3,7 9,5 4,6 Péssimo 1,1 4,8 1,6 100,0 100,0 100,0 Avaliação dos serviços na praia (%) e residentes, houve no total de entrevistados que frequentaram as praias de Salvador, 39% consumiram. turistas, com mais de 70%
  • 23. 2.12.3.1 Razão para Avaliação dos Serviços na Praia A qualidade do atendimento foi de longe o principal motivo para a avaliação positiva dos serviços na praia, citado por 40% dos entrevistados que frequentaram praias. Os preços nas praias, com 16,2%, foi o principal motivo para a avaliação negativa dos serviços na praia. Menções positivas % Atendimento bom/rápido/atencioso 40,0 Ambiente limpo 6,4 Tranquilidade 4,2 Segurança 3,0 Comida saborosa 2,6 Preços baixos 2,6 Tudo muito bom 2,6 Serviços bons 1,5 Comodidade 1,9 Vendedores organizados 1,9 Orla revitalizada 0,8 Menções negativas % Preços altos 16,2 Atendimento demorado 6,4 Falta de estrutrura 4,9 Abordagem abusiva/muita insistência 2,6 Praia suja/falta de limpeza 1,5 Segurança 0,8 Falta barracas/quiosques 0,8 Falta de higiene 0,8 Pouca variedade de comida 0,4 Falta de banheiro 0,4 Orla deixa a desejar 0,4 Razão da avaliação dos serviços utilizados na praia (%)
  • 24. 2.13 Baianas do Acarajé Entre os turistas entrevistados, 66,5% provaram algum dos entre os residentes, 75,2% provaram algum dos quitutes. 2.13.1 Avaliação dos Serviços da Baiana do A Os serviços da baiana do acarajé foram bem avaliados po principalmente o atendimento e as iguarias foram bem avaliados, quando avaliaram como ruim ou péssimo. Item Ótimo Atendimento 37,0 Iguarias 38,3 Higiene 23,1 Preços 18,8 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Turistas (%) Entre os turistas entrevistados, 66,5% provaram algum dos quitutes das baianas do acarajé; 75,2% provaram algum dos quitutes. 2.13.1 Avaliação dos Serviços da Baiana do Acarajé Os serviços da baiana do acarajé foram bem avaliados por parte dos turistas, principalmente o atendimento e as iguarias. Em relação aos residentes, os preç foram bem avaliados, quando 33,3% dos residentes, que utilizaram o serviço avaliaram como ruim ou péssimo. Bom Regular Ruim Péssimo 55,5 7,3 0,2 0,0 51,8 8,7 1,2 0,0 48,7 25,6 2,1 0,5 44,8 27,0 6,6 2,8 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Turistas (%) quitutes das baianas do acarajé; r parte dos turistas, . Em relação aos residentes, os preços não que utilizaram o serviço, Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 0,5 100,0 2,8 100,0
  • 25. Item Ótimo Atendimento 32,9 Iguarias 42,5 Higiene 23,5 Preços 14,8 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%) Item Ótimo Atendimento 36,3 Iguarias 39,0 Higiene 23,1 Preços 18,1 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Geral (%) Bom Regular Ruim Péssimo 52,4 11,0 3,7 0,0 50,0 7,5 0,0 0,0 39,5 23,5 12,3 1,2 34,6 17,3 24,7 8,6 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%) Bom Regular Ruim Péssimo 55,0 7,9 0,8 0,0 51,5 8,5 1,0 0,0 47,2 25,3 3,8 0,6 43,2 25,4 9,5 3,7 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Geral (%) Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 1,2 100,0 8,6 100,0 Avaliação dos serviços da baiana do acarajé - Residentes (%) Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 0,6 100,0 3,7 100,0
  • 26. 2.14 Vendedores Ambulantes Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados e por 67,9% dos residentes entrevistados. 2.14.1 Avaliação dos Serviços Na opinião dos turistas que utilizaram os serviços abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único item avaliado abaixo de 50% foi vendedores teve avaliação positiva abaixo de 40%. Item Ótimo Abordagem 14,6 Atendimento 16,6 Higiene 7,9 Preços 13,3 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%) mbulantes Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados e por 67,9% dos residentes entrevistados. erviços dos Vendedores Ambulantes Na opinião dos turistas que utilizaram os serviços dos vendedores ambulantes, os itens abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único tem avaliado abaixo de 50% foi higiene. Em relação aos residentes vendedores teve avaliação positiva abaixo de 40%. Bom Regular Ruim Péssimo 52,0 27,0 4,0 2,4 59,1 21,0 2,6 0,7 41,4 38,8 9,9 2,0 55,7 25,3 4,1 1,5 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%) Os serviços dos vendedores ambulantes foram utilizados por 91,6% dos turistas entrevistados dos vendedores ambulantes, os itens abordagem, atendimento e preços tiveram avaliações positivas acima 65%, o único Em relação aos residentes, a higiene dos Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Turistas (%)
  • 27. Item Ótimo Abordagem 13,7 Atendimento 9,6 Higiene 8,3 Preços 8,2 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%) Ótimo Abordagem 14,5 Atendimento 15,7 Higiene 8,0 Preços 12,6 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%) Bom Regular Ruim Péssimo 43,8 28,8 11,0 2,7 57,5 23,3 9,6 0,0 26,4 36,1 23,6 5,6 50,7 28,8 9,6 2,7 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%) Bom Regular Ruim Péssimo 50,9 27,2 5,0 2,5 58,9 21,3 3,6 0,6 39,4 38,4 11,8 2,5 55,0 25,8 4,9 1,7 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%) Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Residentes (%) Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Avaliação dos serviços dos vendedores ambulantes - Geral (%)
  • 28. 2.15 Bares Os bares foram frequentados por 43,7% dos turistas entrevistados residentes entrevistados. 2.15.1 Avaliação dos Serviços dos B No geral, os serviços dos bares foram bem avaliados; preços tiveram uma avaliação positiva abaixo de 50%. Item Ótimo Atendimento 36,7 Limpeza 17,9 Alimentos 27,7 Bebidas 36,1 Preços 17,6 Infraestrutura 23,4 Avaliação dos serviços do bar - Turistas (%) Os bares foram frequentados por 43,7% dos turistas entrevistados, e por 58,7% dos .1 Avaliação dos Serviços dos Bares s dos bares foram bem avaliados; apenas na visão dos residentes os preços tiveram uma avaliação positiva abaixo de 50%. Bom Regular Ruim Péssimo 46,3 14,6 0,7 1,8 51,3 26,5 3,9 0,4 56,6 15,0 0,7 0,0 50,0 13,2 0,7 0,0 39,1 31,9 6,8 4,7 51,8 21,9 2,5 0,4 Avaliação dos serviços do bar - Turistas (%) e por 58,7% dos apenas na visão dos residentes os Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 29. Item Ótimo Atendimento 20,3 Limpeza 7,8 Alimentos 12,9 Bebidas 28,1 Preços 7,8 Infraestrutura 12,5 Avaliação dos serviços do bar - Residentes (%) Ótimo Atendimento 33,6 Limpeza 16,0 Alimentos 25,0 Bebidas 34,6 Preços 15,7 Infraestrutura 21,3 Avaliação dos serviços do bar - Geral (%) Bom Regular Ruim Péssimo 59,4 10,9 7,8 1,6 59,4 28,1 4,7 0,0 66,1 17,7 1,6 1,6 64,1 6,3 0,0 1,6 42,2 32,8 12,5 4,7 59,4 23,4 3,1 1,6 Avaliação dos serviços do bar - Residentes (%) Bom Regular Ruim Péssimo 48,7 13,9 2,0 1,7 52,8 26,8 4,1 0,3 58,3 15,5 0,9 0,3 52,6 11,9 0,6 0,3 39,7 32,1 7,9 4,7 53,2 22,2 2,6 0,6 Avaliação dos serviços do bar - Geral (%) Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 30. 2.16 Restaurantes Os restaurantes foram frequentados por dos residentes entrevistados. 2.16.1 Avaliação dos Serviços de No geral, os serviços de restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos alimentos e bebidas, quando Item Ótimo Atendimento 47,1 Limpeza 34,7 Alimentos 46,9 Bebidas 47,6 Preços 24,2 Infraestrutura 37,3 Avaliação dos serviços do Restaurante - Turistas (%) foram frequentados por 56,8% dos turistas entrevistados dos residentes entrevistados. dos Serviços de Restaurantes restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos alimentos e bebidas, quando mais de 90% dos entrevistados avaliaram positivamente. Bom Regular Ruim Péssimo 42,1 8,0 1,7 1,1 51,9 11,4 1,9 0,0 46,1 5,8 1,1 0,0 44,0 7,8 0,6 0,0 42,6 24,5 5,6 3,1 47,6 12,8 2,2 0,0 Avaliação dos serviços do Restaurante - Turistas (%) % dos turistas entrevistados, e por 45,9% restaurantes foram bem avaliados, principalmente nos itens mais de 90% dos entrevistados avaliaram positivamente. Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 31. Item Ótimo Atendimento 44,9 Limpeza 34,7 Alimentos 49,0 Bebidas 47,9 Preços 10,2 Infraestrutura 28,6 Avaliação dos serviços do Restaurante - Residentes (%) Item Ótimo Atendimento 46,8 Limpeza 34,7 Alimentos 47,2 Bebidas 47,7 Preços 22,5 Infraestrutura 36,3 Avaliação dos serviços do Restaurante- Geral (%) Bom Regular Ruim Péssimo 42,9 10,2 2,0 0,0 55,1 8,2 2,0 0,0 40,8 6,1 2,0 2,0 47,9 4,2 0,0 0,0 42,9 34,7 10,2 2,0 57,1 10,2 2,0 2,0 Avaliação dos serviços do Restaurante - Residentes (%) Bom Regular Ruim Péssimo 42,2 8,3 1,7 1,0 52,3 11,0 2,0 0,0 45,5 5,9 1,2 0,2 44,5 7,4 0,5 0,0 42,6 25,7 6,1 2,9 48,8 12,5 2,2 0,2 Avaliação dos serviços do Restaurante- Geral (%) Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 32. 2.17 Artesanato Dos turistas entrevistados, os residentes, foram 16,5% que adquiriram ou observaram. 2.17.1 Avaliação do Artesanato No geral, o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avali positiva foi abaixo de 45%, Item Ótimo Qualidade 39,2 Criatividade 63,2 Diversidade 56,5 Preços 26,4 Avaliação do artesanato - Turistas (%) Dos turistas entrevistados, 29% adquiriram ou observaram peças de artesanato; foram 16,5% que adquiriram ou observaram. rtesanato o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avali positiva foi abaixo de 45%, na opinião dos residentes. Bom Regular Ruim Péssimo 47,3 12,9 0,5 0,0 35,1 0,5 1,1 0,0 34,2 7,6 1,1 0,5 36,8 25,8 8,8 2,2 Avaliação do artesanato - Turistas (%) observaram peças de artesanato; entre o artesanato foi bem avaliado, com exceção dos preços, onde a avaliação Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 33. Item Ótimo Qualidade 22,2 Criatividade 0,0 Diversidade 50,0 Preços 5,6 Avaliação do artesanato - Residentes (%) Item Ótimo Qualidade 37,7 Criatividade 57,6 Diversidade 55,9 Preços 24,5 Bom Regular Ruim Péssimo 72,2 0,0 5,6 0,0 55,6 38,9 0,0 5,6 33,3 11,1 0,0 5,6 38,9 44,4 0,0 11,1 Avaliação do artesanato - Residentes (%) Bom Regular Ruim Péssimo 49,5 11,8 1,0 0,0 36,9 3,9 1,0 0,5 34,2 7,9 1,0 1,0 37,0 27,5 8,0 3,0 Avaliação do artesanato - Geral (%) Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Péssimo Total 100,0 100,0 100,0 100,0
  • 34. 2.18 Guias e Monitores do Carnaval Os serviços dos guias e monitores foram utilizados entrevistados e por 9,3% dos residentes entrevistados. entrevistados que utilizaram o dentre os residentes, 90% ob Guias e Monitores do Carnaval s guias e monitores foram utilizados por 14,8% dos turistas entrevistados e por 9,3% dos residentes entrevistados. Dentre os entrevistados que utilizaram os serviços, 96,8% obtiveram as informações desejadas 90% obtiveram as informações de que necessitavam por 14,8% dos turistas ntre os turistas 96,8% obtiveram as informações desejadas; tiveram as informações de que necessitavam.
  • 35. 2.18.1 Avaliação do Atendimento O atendimento dos Guias e Monitores do turistas entrevistados avaliaram residentes, 100% avaliaram positivamente o atendimento. Avaliação Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%) tendimento dos Guias e Monitores do Carnaval O atendimento dos Guias e Monitores do Carnaval foi muito bem avaliado: turistas entrevistados avaliaram o atendimento como ótimo ou bom; residentes, 100% avaliaram positivamente o atendimento. Turistas Residentes Geral 32,6 55,6 34,6 56,8 44,4 55,8 7,4 0,0 6,7 3,2 0,0 2,9 0,0 0,0 0,0 100,0 100,0 100,0 Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%) Carnaval foi muito bem avaliado: 89,4% dos o atendimento como ótimo ou bom; dentre os Avaliação do atendimento dos Guias e Monitores do carnaval (%)
  • 36. 2.19 Utilizaram a Rede Wi- O percentual de entrevistados que utilizaram a rede wi diferenciou muito entre turistas e residente utilizaram o serviço. Entre os que não conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho. 2.19.1 Avaliação da Rede Wi A avaliação da rede wi-fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação não passou dos 20%, na opinião dos turistas. melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% a velocidade como ótima ou boa Item Cobertura/alcance da conexão Rapidez/velocidade da conexão -fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama) O percentual de entrevistados que utilizaram a rede wi-fi do Pelourinho diferenciou muito entre turistas e residentes; ao todo, 8% do total de entrevistados Entre os que não o utilizaram, 91,2% afirmaram que não conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho. ede Wi-fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama) fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação na opinião dos turistas. A avaliação na opinião dos residentes foi melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% a velocidade como ótima ou boa. Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 8,0 12,0 40,0 28,0 4,2 12,5 47,9 25,0 Avaliação da rede wi-fi - Turistas (%) elourinho não se 8% do total de entrevistados utilizaram, 91,2% afirmaram que não conheciam o serviço e 7,5% afirmaram que não visitaram o Pelourinho. fi do Pelourinho (Bahia todo mundo ama) fi do pelourinho não foi bem avaliada, onde a avaliação positiva A avaliação na opinião dos residentes foi melhor, onde 44,4% avaliaram positivamente a cobertura e 55,5% avaliaram a Péssimo Total 12,0 100,0 10,4 100,0
  • 37. Cobertura/alcance da conexão Rapidez/velocidade da conexão Cobertura/alcance da conexão Rapidez/velocidade da conexão Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 22,2 22,2 44,4 11,1 22,2 33,3 22,2 22,2 Avaliação da rede wi-fi - Residentes (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo 10,2 13,6 40,7 25,4 7,0 15,8 43,9 24,6 Avaliação da rede wi-fi - Geral (%) Péssimo Total 0,0 100,0 0,0 100,0 Péssimo Total 10,2 100,0 8,8 100,0
  • 38. 2.20 Forma Como Participaram do O Carnaval de rua foi a principal residentes, com 58,5% e 53,2% 2.20.1 Tipos de Blocos Dos Quais P O bloco de trio foi largamente o mais utilizado participaram do Carnaval por meio de blocos turistas e 85,4% para os residentes de Salvador e região. 1,4 1,2 0,2 2,3 2,8 0,9 1,8 1,6 1,2 0,4 2,9 Rua Bloco Camarote Observou da varanda/janela Arquibancada Trabalhou Nãoparticipou FORMA COMO PARTICIPARAM DO CARNAVAL(%) articiparam do Carnaval O Carnaval de rua foi a principal forma de participação da festa com 58,5% e 53,2%, respectivamente. Dos Quais Participaram largamente o mais utilizado dentre os entrevistados que arnaval por meio de blocos, com 94,3% de participação para os os residentes de Salvador e região. 51,7 34,3 1,4 1,2 2,3 44,0 13,8 2,8 0,9 1,8 6,4 50,6 31,3 1,6 1,2 2,9 FORMA COMO PARTICIPARAM DO CARNAVAL(%) Turistas Residentes Geral para turistas e dos que , com 94,3% de participação para os 58,5 51,7 53,2 57,8 50,6
  • 39. 2.21 Circuito de Preferência O circuito Dodô (Barra/Ondina) foi quanto residentes. 2.22 Gastos Realizados pelos T O gasto médio realizado pelos turistas, por pessoa, foi de R$1. em Salvador, e R$1.193,99 (GMDI – Gasto Médio Diário Individual) foi de R$ viagem, e R$277,43 durante o Carnaval. Gasto Gasto Médio Gasto Médio Individual GMDI referência (Barra/Ondina) foi o preferido entre os foliões, tanto entre 2.22 Gastos Realizados pelos Turistas O gasto médio realizado pelos turistas, por pessoa, foi de R$1.518,08 durante a estada durante o Carnaval. O gasto médio por dia e por pessoa Médio Diário Individual) foi de R$270,64 durante a permanência na durante o Carnaval. Estada em Salvador Durante o Carnaval Gasto Médio 2.538,12 1.905,14 Gasto Médio Individual 1.518,08 1.193,99 270,64 277,43 Gastos realizados pelos turistas (R$) entre turistas durante a estada durante o Carnaval. O gasto médio por dia e por pessoa durante a permanência na
  • 40. 2.23 Permanência 2.23.1 Permanência Durante a Estada em Salvador A permanência média dos turistas durante a estada em Salvador foi de 5,6 pernoites. 2.23.2 Permanência em Salvador durante o Carnaval A permanência média dos turistas durante o Carnaval foi de 4,3 pernoites.
  • 41. 2.24 Avaliação dos Serviços Os blocos e os camarotes foram os serviços mais bem avaliados, com avaliação positiva acima de 90%, segundo os turistas. Acima de 97% para os residentes de Salvador, principalmente os blocos, onde 100% dos entrevistados avaliaram positivamente. Os sanitários públicos foram os serviços com a pior avaliação, mais de 40% de ruim e péssimo, na opinião dos turistas e residentes. Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Blocos 64,1 28,8 5,3 0,9 0,9 100,0 Camarotes 74,8 20,8 3,1 0,9 0,4 100,0 Arquibancadas 32,1 25,0 28,6 7,1 7,1 100,0 Sinalização turística 17,7 56,7 17,7 5,6 2,3 100,0 Serviços médicos 15,4 55,0 25,4 3,0 1,2 100,0 Comunicação 14,9 53,4 21,8 6,6 3,3 100,0 Segurança pública 38,6 49,4 9,2 1,7 1,1 100,0 Limpeza pública 9,6 39,0 39,5 8,6 3,3 100,0 Terminal marítimo 16,1 47,1 27,6 8,0 1,1 100,0 Terminal rodoviário 7,0 53,9 30,3 4,8 3,9 100,0 Aeroporto 16,6 43,6 23,9 12,6 3,3 100,0 Comércio/compras 13,4 60,9 22,9 2,6 0,3 100,0 Sanitários públicos 3,4 14,8 32,3 27,8 21,7 100,0 Avaliação dos serviços - Turistas (%) 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0 Blocos Camarotes Arquibancadas Sinalizaçãoturística Serviços médicos Comunicação Segurança pública Limpeza pública Terminal marítimo Terminal rodoviário Aeroporto Comércio/compras Sanitários públicos AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - TURISTAS (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
  • 42. Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Blocos 59,3 40,7 0,0 0,0 0,0 100,0 Camarotes 60,0 37,1 2,9 0,0 0,0 100,0 Arquibancadas 39,1 34,8 26,1 0,0 0,0 100,0 Sinalização turística 17,6 54,1 20,0 4,7 3,5 100,0 Serviços médicos 18,0 50,0 24,0 2,0 6,0 100,0 Comunicação 19,8 56,8 14,8 7,4 1,2 100,0 Segurança pública 37,0 34,3 16,7 7,4 4,6 100,0 Limpeza pública 13,9 33,3 38,0 10,2 4,6 100,0 Terminal marítimo 15,9 18,2 45,5 18,2 2,3 100,0 Terminal rodoviário 8,5 32,2 28,8 23,7 6,8 100,0 Aeroporto 16,4 41,0 19,7 8,2 14,8 100,0 Comércio/compras 16,9 50,6 22,9 6,0 3,6 100,0 Sanitários públicos 5,6 17,8 35,6 18,9 22,2 100,0 Avaliação dos serviços - Residentes (%) 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0 Blocos Camarotes Arquibancadas Sinalizaçãoturística Serviços médicos Comunicação Segurança pública Limpeza pública Terminal marítimo Terminal rodoviário Aeroporto Comércio/compras Sanitários públicos AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - RESIDENTES (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
  • 43. Serviço avaliado Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo Total Blocos 63,4 30,6 4,5 0,8 0,8 100,0 Camarotes 72,8 23,0 3,1 0,8 0,4 100,0 Arquibancadas 35,3 29,4 27,5 3,9 3,9 100,0 Sinalização turística 17,7 56,4 18,0 5,5 2,4 100,0 Serviços médicos 16,0 53,9 25,1 2,7 2,3 100,0 Comunicação 15,8 54,1 20,5 6,8 2,9 100,0 Segurança pública 38,3 47,2 10,3 2,5 1,6 100,0 Limpeza pública 10,2 38,2 39,2 8,9 3,5 100,0 Terminal marítimo 16,0 37,4 33,6 11,5 1,5 100,0 Terminal rodoviário 7,3 49,5 30,0 8,7 4,5 100,0 Aeroporto 16,6 43,2 23,4 12,1 4,7 100,0 Comércio/compras 14,0 59,1 22,9 3,2 0,8 100,0 Sanitários públicos 3,8 15,3 32,8 26,4 21,8 100,0 Avaliação dos serviços - Geral (%) 0,0 10,0 20,0 30,0 40,0 50,0 60,0 70,0 80,0 90,0 100,0 Blocos Camarotes Arquibancadas Sinalizaçãoturística Serviços médicos Comunicação Segurança pública Limpeza pública Terminal marítimo Terminal rodoviário Aeroporto Comércio/compras Sanitários públicos AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS - GERAL (%) Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo
  • 44. 2.25 Serviços que mais Agradaram, Desagradaram e Sugestões A segurança pública foi claramente o serviço que mais agradou aos entrevistados, citado por 43,1%. 43,1 13,3 13,2 10,9 8,2 7,3 6,8 5,2 4,3 3,9 3,6 2,8 2,3 1,6 1,2 1,2 1,2 1,1 0,9 0,7 0,7 0,7 0,5 0,5 0,5 0,4 0,4 0,2 0,2 0,2 0,2 0,2 Segurança/Policiamento Serviços e atendimento nos restaurantes Camarotes Organizaçãoe serviços dos blocos de Carnaval Limpeza pública Serviços e atendimento nos bares Serviços e atendimento nas praias Serviços do meiode hospedagem Serviços de táxi Metrô Atendimentoe quitutes das baianas do acarajé Vendedores ambulantes Sinalizaçãoturística Transporte público/ônibus Guias e monitores Alimentação/culinária SAC Serviços no aeroporto Serviços nos SATs Sanitários públicos Organizaçãonos circuitos Terminal marítimo Serviços médicos/postode saúde Comércio Wi-fi abertono Pelourinho Atrações do Carnaval Serviços nos Shoppings Artesanato Sanitários com ar-condicionado Agências de viagens Comunicação Rodoviária SERVIÇOS QUE MAIS AGRADARAM (%)
  • 45. Os serviços de limpeza pública e do transporte público foram os que mais desagradaram aos entrevistados, citados por 23,7% e 23,5%, respectivamente. 23,7 23,5 15,6 9,2 8,4 5,7 4,4 2,0 2,0 1,8 1,5 1,5 1,3 1,1 0,9 0,9 0,7 0,7 0,7 0,7 0,7 0,4 0,4 0,4 0,2 Limpeza pública Transporte público precário e insuficiente Sanitários públicos insuficientes e sujos Falta de segurança Atendimentodo taxista Infraestrutura do aeroporto Abordagem/Atendimentodos ambulantes Preços na praia Trânsitolento Estacionamentos caros Atendimentona praia Serviços de saúde Serviços do meiode hospedagem Sinalizaçãoturística Abordagem dos policiais Serviços dos bares Mototáxi Preçodo táxi Serviços dos restaurantes Demora no Ferry boat Desorganizaçãonos blocos Wifi lento Monopólio da cerveja Preçodos quitutes das baianas do acarajé Bancos e lojas fechados SERVIÇOS QUE MAIS DESAGRADAM (%)
  • 46. Aumentar a frota de ônibus e melhorar a limpeza pública foram as principais sugestões, citadas, respectivamente, por 20,4% e 14,9% dos entrevistados. 20,4 14,9 7,2 6,6 6,1 5,5 5,0 3,3 3,3 2,8 2,8 2,2 2,2 1,7 1,7 1,1 1,1 1,1 0,6 0,6 Aumentar a frota de ônibus Melhorara limpeza das ruas Fiscalizaçãonousodo taxímetro Melhorara qualidade e limpeza dos ônibus Pontos de ônibus mais próximos aos circuitos Melhorar a segurança pública Aumentara quantidade de sanitários públicos Sanitários mais limpos Aumentar a segurança nos ônibus Melhores sanitários públicos Fiscalizaçãodos preços nas praias Capacitaçãodos taxistas Aumentara linha do metrô, não chega aos… Melhorar a qualidade da rede wi-fi Capacitaçãopara os policiais na abordagem Colocar mais lixeiras nas ruas Melhorar a infraestrutura do aeroporto Capacitaçãodos vendedores ambulantes Ampliaroserviço de informação turística Treinamentopara as baianas do acarajé SUGESTÕES (%)