SlideShare uma empresa Scribd logo
Setembro 2006 ORGANIZAÇÃO & METODOLOGIA IPA
PERSPECTIVAS DE IED MO MUNDO/AMÉRICA LATINA A pesquisa de empresas especialistas em IED (87 empresas) foi elaborada pela  UNCTAD.  A vasta maioria dos especialistas são otimistas sobre as perspectivas de IED a curto prazo (2005) e a médio prazo (2006-2007) PERSPECTIVA POR LOCALIZAÇÃO Para cada região, os especialistas elencaram os países que eles consideram a localização mais atrativa para IED nestes prazos.  Na América Latina, os imas tradicionais - México, Brasil e Chile –nesta ordem - são esperados continuar na liderança.   Apêndice nr 02
PERSPECTIVAS POR INDÚSTRIA Globalmente, as perspectivas são mais promissoras para  as indústrias de manufatura e serviços. PERSPECTIVA DE IED NO MUNDO/AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
Contrário à tendência global, as perspectivas na América Latina estão nas indústrias baseadas em recursos naturais, enquanto os serviços tendem igualmente a ganhar grande importância.(The shift towards services) PERSPECTIVAS DE IED NO MUNDO/NA AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
PERSPECTIVAS PARA RELOCAÇÃO DE FUNÇÕES CORPORATIVAS: Processamento é considerado a função mais importante provavelmente a ser relocada para os países em desenvolvimento, seguida de atividades de logística e fornecimento   NOVAS POLÍTICAS DE ATRAÇÃO DE IED A mensagem central desta pesquisa é de uma expectativa de que os países intensifiquem suas ações na atração de IED, resultando em aumento da competição mundial por projetos de IED. PERSPECTIVA DE IED NO MUNDO/AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
PANORAMA DO IED NO BRASIL E IMPORTÂNCIA DAS IPA´S Desde a Segunda Guerra Mundial, o Brasil tem sido o maior receptador  de investimento estrangeiro direto (IED) na América Latina. O Governo reconhece a necessidade de definir uma estratégia clara de IED, incluindo a adoção de arranjos institucionais mais eficazes para pôr a estratégia em prática.  Um dos principais objetivos da Lei das PPP´s (Parceria Público-Privadas) é atrair investimentos para alguns setores importantes. O Brasil ainda enfrenta sérios desafios. O crescimento econômico e os investimentos não se estabilizaram em níveis capazes de reduzir o desemprego e a pobreza de forma substancial. As taxas de juros têm se mantido em níveis comparativamente elevadas. O Governo Brasileiro, através de seu programa de Diretrizes de Política Industrial, tecnológica e de Comércio Exterior ( www.mdic.gov.br ) reconhece a importância de cooperação não apenas entre as agências do governo, mas também com o setor privado.  Esta cooperação assume ainda maior importância no caso das aglomerações produtivas e no caso de cadeias de agregação de valor onde a interação entre os fornecedores, produtores e distribuidores é fundamental para melhorar a eficiência. Apêndice nr 03
TENDÊNCIAS E DESEMPENHO NA ATRAÇÃO DE IED  O Brasil praticamente desapareceu do cenário do investimento externo na década de 80 com a crise da dívida. Teve um retorno espetacular a partir da segunda metade de 1990, em resposta a uma série de reformas internas que restauraram um grau da macroeconomia e da estabilidade financeira e promoveram a internacionalização da economia Brasileira. Os influxos de IED atingiram o pico de 32.8 bilhões de dólares em 2000 e totalizaram 196 bilhões durante 1995-2004. Mas o “boom” deveu-se, em grande parte, ao amplo programa de privatização nas indústrias de serviços e não deve ser considerado como modelo para projeções futuras. Fluxos de IED para o Brasil, 1970-2003   (Bilhões USD) Se se quiser que o IED tenha uma contribuição mais significativa para a competitividade e crescimento do país, o Brasil deve adotar reformas de políticas que impulsionem a atração e retenção de mais investimento voltado para a busca de eficiência e orientado para a exportação. Apêndice nr 03
A IMPORTÂNCIA DO IED Experiência de outros países demonstram que o IED pode desempenhar um papel crucial na economia. Empresas estrangeiras trazem tecnologia, gestão inovadora, acesso a mercados globais , experiência internacional e exposição/visibilidade necessárias para êxito na exportação. Lacunas  que o Brasil deve preencher para obter resultados na qualidade e quantidade de IED que melhor atenda seus objetivos de desenvolvimento: 1. Promover níveis mais elevados de competitividade da economia nacional 2. Ampliar  o IED de busca de mercado para IED orientado à exportação 3. Facilitar o acesso a mercados internacionais grandes e em demanda 4. Promover mais IED para as regiões menos desenvolvidas 5. Organizar instituições que melhorem o desempenho na atração de IED Apêndice nr 03
O contexto das Agências de Promoção de Investimento no Brasil Pesquisas da Unctad demonstram  que os fatores  mais atraentes para os investidores estrangeiros em geral no Brasil são:  tamanho e potencial do mercado doméstico e os incentivos são considerados os menos importantes. Apêndice nr 03
Expectativa das empresas orientadas à exportação Este modelo familiar de expectativas muda drasticamente no que se refere às empresas orientadas à exportação. Coletivamente, elas prestam mais atenção às condições locais adequadas à exportação. Apêndice nr
Competitividade do Brasil em relação a outras localidades Estas empresas assim compararam a atratividade do Brasil em relação a outros países da América Latina e Ásia em 16 fatores determinantes da competitividade: Apêndice nr 03
INVESTIMENTO ESTRANGEIRO E REDUÇÃO DA POBREZA Embora seja política prioritária do Brasil aliviar os desequilíbrios regionais e acelerar o desenvolvimento econômico das regiões mais pobres, menos de 15% dos investimentos estrangeiros diretos (IED)vão para fora da região Sudeste.  Por uma variedade de motivos, o investimento estrangeiro tende a se aglomerar nas regiões mais desenvolvidas de um país. Apenas investidores que buscam recursos naturais serão intrinsicamente atraídos para regiões menos desenvolvidas. Ou seja, os IED não estão contribuindo para a redução das desigualdades econômicas entre as regiões.Neste sentido, a Unctad, através de seu programa Investiment Promotion Review , IPR 2004 -propõe uma série de medidas: Ativar as zonas de processamento de exportação, apoiando as regiões menos favorecidas; Utilizar o modelo PPP. Infra-estrutura inadequada é o principal obstáculo aos investimentos nas áreas pobres e remotas; subsídios governamentais são fundamentais. Focar nas P&M (Pequenas e médias) empresas e programas de promoção de vínculos empresarias com as trans-nacionais nas regiões menos desenvolvidas. Assistência técnica específica em promoção de IED do nível Federal e Estadual para regiões menos desenvolvidas em seus esforços de marketing.” Apêndice nr 04 – A IMPORTÂNCIA DAS IPA´S NO BRASIL E EM MG
Organização de instituições que melhorem o desempenho na atração de IED  Em sentido amplo, recomenda o IPR: “ A formação de equipes de especialistas ad-hoc: academia, setor privado e agência públicas; Uma melhor organização da relação Governo Federal e Estadual nesta questão de atração de investimentos.  O Brasil precisa desenvolver um sistema em que: Todos os Estados sejam equipados para apresentar e ter acesso justo a oportunidades de investimentos estrangeiros; Que os atrativos dos Estados aos investidores sejam adequadamente apresentados e façam parte do perfil geral da nação como localidade atraente para IED. Atenção especial deveria ser dada aos estados mais pobres que têm agências menos preparadas; Desenvolver protocolos de cooperação entre  as Agências Federal e Estaduais para restringir a concorrência prejudicial e atender os interesses nacionais. Estabelecer um “ Agência de promoção de IED campeã”  encarregada especificamente dessas funções e trabalhar em cooperação estreita com as Agências regionais. Apenas 14 dos 27 Estados têm Agências de promoção . A maioria delas não tem especialização na promoção de IED, mas estão apenas cobrindo desenvolvimento econômico regional em geral... Ademais, não dedicam recursos suficientes para promoção de investimento.” Apêndice nr 04

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Algumas razões para investir no paraguai
Algumas razões para investir no paraguaiAlgumas razões para investir no paraguai
Algumas razões para investir no paraguai
Paraguay Farmland Investment
 
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do DesenvolvimentoDiscurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Paulo Veras
 
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
Apex-Brasil - Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos
 
Minasinvest Indi Sinopse
Minasinvest Indi SinopseMinasinvest Indi Sinopse
Minasinvest Indi Sinopse
minasinvest
 
Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01
Marcus Vinicius Schmitz Feijó
 
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do BrasilProposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Cassio Spina
 
Espaço SINDIMETAL 49
Espaço SINDIMETAL 49Espaço SINDIMETAL 49
Espaço SINDIMETAL 49
SINDIMETAL RS
 
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
Seeb Friburgo
 
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsdMoção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
jsdstr
 
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO, COMPETITIVIDADE E EMPREGO
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO,  COMPETITIVIDADE E EMPREGOCOMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO,  COMPETITIVIDADE E EMPREGO
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO, COMPETITIVIDADE E EMPREGO
Cláudio Carneiro
 
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parteInvestimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
GRAZIA TANTA
 
Investimento estrangeiro em portugal entre o mito e a propaganda - 3ª parte
Investimento estrangeiro em portugal   entre o mito e a propaganda - 3ª parteInvestimento estrangeiro em portugal   entre o mito e a propaganda - 3ª parte
Investimento estrangeiro em portugal entre o mito e a propaganda - 3ª parte
GRAZIA TANTA
 
Síntese do plano estratégico
Síntese do plano estratégicoSíntese do plano estratégico
Síntese do plano estratégico
ejng
 
Plano de Negócio de Drawback e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
Plano de Negócio de Drawback  e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03Plano de Negócio de Drawback  e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
Plano de Negócio de Drawback e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
Paulo Emerson Pereira
 
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no BrasilBrasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Ronaldo Bezerra
 
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
Gilberto C Porto
 
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGALCampeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
Caixa Geral Depósitos
 
Plano promocao brasil
Plano promocao brasilPlano promocao brasil
Plano promocao brasil
Diógenes "Dhonas" Cordeiro
 
Acordo concertação social_2012
Acordo concertação social_2012Acordo concertação social_2012
Acordo concertação social_2012
pedroribeiro1973
 

Mais procurados (19)

Algumas razões para investir no paraguai
Algumas razões para investir no paraguaiAlgumas razões para investir no paraguai
Algumas razões para investir no paraguai
 
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do DesenvolvimentoDiscurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
Discurso Armando Monteiro no Ministério do Desenvolvimento
 
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
Publicação do Valor Econômico sobre a Apex-Brasil no caderno especial de expo...
 
Minasinvest Indi Sinopse
Minasinvest Indi SinopseMinasinvest Indi Sinopse
Minasinvest Indi Sinopse
 
Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01Boletim Schmitz Auditores 01
Boletim Schmitz Auditores 01
 
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do BrasilProposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
Proposição para Estimulo ao Investimento em Startups - Anjos do Brasil
 
Espaço SINDIMETAL 49
Espaço SINDIMETAL 49Espaço SINDIMETAL 49
Espaço SINDIMETAL 49
 
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
2563 07 santander lucra r$ 1,46 bilhão no 2º semestre, mai…
 
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsdMoção distrital jsd santarém   xxi congresso nacional da jsd
Moção distrital jsd santarém xxi congresso nacional da jsd
 
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO, COMPETITIVIDADE E EMPREGO
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO,  COMPETITIVIDADE E EMPREGOCOMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO,  COMPETITIVIDADE E EMPREGO
COMPROMISSO PARA O CRESCIMENTO, COMPETITIVIDADE E EMPREGO
 
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parteInvestimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
Investimento estrangeiro em Portugal - Entre o mito e a propaganda -1ª parte
 
Investimento estrangeiro em portugal entre o mito e a propaganda - 3ª parte
Investimento estrangeiro em portugal   entre o mito e a propaganda - 3ª parteInvestimento estrangeiro em portugal   entre o mito e a propaganda - 3ª parte
Investimento estrangeiro em portugal entre o mito e a propaganda - 3ª parte
 
Síntese do plano estratégico
Síntese do plano estratégicoSíntese do plano estratégico
Síntese do plano estratégico
 
Plano de Negócio de Drawback e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
Plano de Negócio de Drawback  e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03Plano de Negócio de Drawback  e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
Plano de Negócio de Drawback e desenvolvimento sustentável do país - Fase 03
 
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no BrasilBrasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
Brasil Canadá - vide Página 2 - SC no Brasil
 
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
Palestra IBEF Rio - Otavio de Barros 28-4-2016
 
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGALCampeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
Campeonato da competitividade: O CASO DE PORTUGAL
 
Plano promocao brasil
Plano promocao brasilPlano promocao brasil
Plano promocao brasil
 
Acordo concertação social_2012
Acordo concertação social_2012Acordo concertação social_2012
Acordo concertação social_2012
 

Destaque

Proyecto de reciclaje
Proyecto de reciclajeProyecto de reciclaje
Proyecto de reciclaje
Dolores Gowland
 
Present progressive Sp. 1
Present progressive Sp. 1Present progressive Sp. 1
Present progressive Sp. 1
Wendy Anderson
 
Tecnologia Mar Tima
Tecnologia Mar TimaTecnologia Mar Tima
Tecnologia Mar Tima
UFV2004
 
My summer holidays presentació
My summer holidays presentacióMy summer holidays presentació
My summer holidays presentació
blancalleal98
 
Iep 010807 Leonam1
Iep 010807 Leonam1Iep 010807 Leonam1
Iep 010807 Leonam1
UFV2004
 
Presentacion1
Presentacion1Presentacion1
Presentacion1
inigo99
 
Apresentação da casa brief
Apresentação da casa briefApresentação da casa brief
Apresentação da casa brief
minasinvest
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
frazao
 
P&D Itabira E Regiao
P&D Itabira E RegiaoP&D Itabira E Regiao
P&D Itabira E Regiao
minasinvest
 
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียนความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
somchai_py
 
Hoteleria
HoteleriaHoteleria
Hoteleria
REBEL_LARA
 
Alfredo bullard diapositivas
Alfredo bullard diapositivasAlfredo bullard diapositivas
Alfredo bullard diapositivas
veronicahuallpa
 
Força da Fragilidade
Força da FragilidadeForça da Fragilidade
Força da Fragilidade
ruivinha
 
Negociototalffi
NegociototalffiNegociototalffi
Negociototalffi
alfredocastanho
 
Taller de power point hugo
Taller de power point hugoTaller de power point hugo
Taller de power point hugo
irsovar11
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
minasinvest
 
Vacances a Londres
Vacances a LondresVacances a Londres
Vacances a Londres
Laura-Gi
 

Destaque (20)

Proyecto de reciclaje
Proyecto de reciclajeProyecto de reciclaje
Proyecto de reciclaje
 
Present progressive Sp. 1
Present progressive Sp. 1Present progressive Sp. 1
Present progressive Sp. 1
 
Tecnologia Mar Tima
Tecnologia Mar TimaTecnologia Mar Tima
Tecnologia Mar Tima
 
My summer holidays presentació
My summer holidays presentacióMy summer holidays presentació
My summer holidays presentació
 
Iep 010807 Leonam1
Iep 010807 Leonam1Iep 010807 Leonam1
Iep 010807 Leonam1
 
Presentacion1
Presentacion1Presentacion1
Presentacion1
 
Apresentação da casa brief
Apresentação da casa briefApresentação da casa brief
Apresentação da casa brief
 
25 de abril
25 de abril25 de abril
25 de abril
 
P&D Itabira E Regiao
P&D Itabira E RegiaoP&D Itabira E Regiao
P&D Itabira E Regiao
 
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียนความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
ความหมายและความสำคัญของประชาคมอาเซียน
 
Hoteleria
HoteleriaHoteleria
Hoteleria
 
Alfredo bullard diapositivas
Alfredo bullard diapositivasAlfredo bullard diapositivas
Alfredo bullard diapositivas
 
Força da Fragilidade
Força da FragilidadeForça da Fragilidade
Força da Fragilidade
 
Negociototalffi
NegociototalffiNegociototalffi
Negociototalffi
 
AUS 2 A partir de 8 anys
AUS 2 A partir de 8 anysAUS 2 A partir de 8 anys
AUS 2 A partir de 8 anys
 
Taller de power point hugo
Taller de power point hugoTaller de power point hugo
Taller de power point hugo
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
 
Vacances a Londres
Vacances a LondresVacances a Londres
Vacances a Londres
 
Els videojocs i_consolas
Els videojocs i_consolasEls videojocs i_consolas
Els videojocs i_consolas
 
AUS 1 DE 6 A 8 ANYS
AUS 1 DE 6 A 8 ANYSAUS 1 DE 6 A 8 ANYS
AUS 1 DE 6 A 8 ANYS
 

Semelhante a Perspectivas Para Minas Invest Na Atracao De Investimentos

Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012
BNDES
 
Parceria Minas Invest Subseam Almg
Parceria Minas Invest Subseam AlmgParceria Minas Invest Subseam Almg
Parceria Minas Invest Subseam Almg
minasinvest
 
José Ricardo Roriz Coelho - FIESP
José Ricardo Roriz Coelho - FIESPJosé Ricardo Roriz Coelho - FIESP
José Ricardo Roriz Coelho - FIESP
auspin
 
Parceria Minas Invest Almg Sede Resumo
Parceria Minas Invest Almg Sede ResumoParceria Minas Invest Almg Sede Resumo
Parceria Minas Invest Almg Sede Resumo
minasinvest
 
Relatorio Anual 2013
Relatorio Anual 2013Relatorio Anual 2013
Relatorio Anual 2013
BNDES
 
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivoRevista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
Oscir Zancan
 
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
FbioCervone1
 
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De MgMinas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
minasinvest
 
Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
Balanco 2006  Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas InvestBalanco 2006  Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
minasinvest
 
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / AdministraçãoArtigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
Leidiane Oliveira
 
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
FGV | Fundação Getulio Vargas
 
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação 12-09-2017-marilia
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação  12-09-2017-mariliaFinep e seus instrumentos de apoio à inovação  12-09-2017-marilia
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação 12-09-2017-marilia
Tamara Zoner
 
Cartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresaCartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresa
Silvânia Mendes Moreschi
 
1528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
1528 texto do artigo-9451-1-10-201811181528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
1528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
Nelson Mucanze
 
Projeto Desafios da Nação
Projeto Desafios da NaçãoProjeto Desafios da Nação
Projeto Desafios da Nação
Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
 
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no BrasilEmpresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
ProjetoBr
 
Carta da Indústria - 2009
Carta da Indústria - 2009Carta da Indústria - 2009
Carta da Indústria - 2009
Confederação Nacional da Indústria
 
Organizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
Organizacao & Metodologia Ipa Da MinasinvestOrganizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
Organizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
minasinvest
 
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento LocalMinasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
minasinvest
 

Semelhante a Perspectivas Para Minas Invest Na Atracao De Investimentos (20)

Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012Relatório Anual 2012
Relatório Anual 2012
 
Parceria Minas Invest Subseam Almg
Parceria Minas Invest Subseam AlmgParceria Minas Invest Subseam Almg
Parceria Minas Invest Subseam Almg
 
José Ricardo Roriz Coelho - FIESP
José Ricardo Roriz Coelho - FIESPJosé Ricardo Roriz Coelho - FIESP
José Ricardo Roriz Coelho - FIESP
 
Parceria Minas Invest Almg Sede Resumo
Parceria Minas Invest Almg Sede ResumoParceria Minas Invest Almg Sede Resumo
Parceria Minas Invest Almg Sede Resumo
 
Relatorio Anual 2013
Relatorio Anual 2013Relatorio Anual 2013
Relatorio Anual 2013
 
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivoRevista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
Revista excelencia em_gestao_por_um_brasil_mais_competitivo
 
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
[ANPEI] Contribuições Equipe de Transição.pdf
 
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De MgMinas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
Minas Invest Uma Ppp Na Alavancagem Do Desenvolvimento De Mg
 
Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
Balanco 2006  Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas InvestBalanco 2006  Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
Balanco 2006 Realizacoes Oportunidades E Desafios Da Minas Invest
 
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / AdministraçãoArtigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
Artigo Científico / FIDC / Karla Oliveira / Administração
 
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
GVexecutivo - n. 03 | Maio /Junho 2017
 
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação 12-09-2017-marilia
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação  12-09-2017-mariliaFinep e seus instrumentos de apoio à inovação  12-09-2017-marilia
Finep e seus instrumentos de apoio à inovação 12-09-2017-marilia
 
Cartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresaCartilha inovação para microempresa
Cartilha inovação para microempresa
 
1528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
1528 texto do artigo-9451-1-10-201811181528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
1528 texto do artigo-9451-1-10-20181118
 
Projeto Desafios da Nação
Projeto Desafios da NaçãoProjeto Desafios da Nação
Projeto Desafios da Nação
 
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no BrasilEmpresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
Empresas multinacionais e inovação tecnológica no Brasil
 
Carta da Indústria - 2009
Carta da Indústria - 2009Carta da Indústria - 2009
Carta da Indústria - 2009
 
Organizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
Organizacao & Metodologia Ipa Da MinasinvestOrganizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
Organizacao & Metodologia Ipa Da Minasinvest
 
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
Perspectivas do Investimento Estrangeiro no Brasil, com Renato Baumann, da Se...
 
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento LocalMinasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
Minasinvest Promovendo O Desenvolvimento Local
 

Mais de minasinvest

Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedadeTeia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
minasinvest
 
Minas invest global solution
Minas invest global solutionMinas invest global solution
Minas invest global solution
minasinvest
 
Tao te king líder criativo
Tao te king líder criativoTao te king líder criativo
Tao te king líder criativo
minasinvest
 
Joaoleite.net mobilizacao na Internet
Joaoleite.net mobilizacao na InternetJoaoleite.net mobilizacao na Internet
Joaoleite.net mobilizacao na Internet
minasinvest
 
TEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAOTEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAO
minasinvest
 
Global village hostel
Global village hostelGlobal village hostel
Global village hostel
minasinvest
 
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP  DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTEFLAT VIP PARA ALUNOS VIP  DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
minasinvest
 
Inovarte vinhos e queijos resumo
Inovarte vinhos e queijos resumoInovarte vinhos e queijos resumo
Inovarte vinhos e queijos resumo
minasinvest
 
Inovarte fashion resumo
Inovarte fashion resumoInovarte fashion resumo
Inovarte fashion resumo
minasinvest
 
Fashion & Bier
Fashion & BierFashion & Bier
Fashion & Bier
minasinvest
 
Inovarte e bar lugar de inovar
Inovarte e bar lugar de inovarInovarte e bar lugar de inovar
Inovarte e bar lugar de inovar
minasinvest
 
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
minasinvest
 
Libra investments ESPAÇO
Libra investments ESPAÇOLibra investments ESPAÇO
Libra investments ESPAÇO
minasinvest
 
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidasQ uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
minasinvest
 
Lei do investimento privado em angola
Lei do investimento privado em angolaLei do investimento privado em angola
Lei do investimento privado em angola
minasinvest
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
minasinvest
 
R&d jatropha results achieved
R&d jatropha results achievedR&d jatropha results achieved
R&d jatropha results achieved
minasinvest
 
Uruguay in-focus 042012
Uruguay in-focus 042012Uruguay in-focus 042012
Uruguay in-focus 042012
minasinvest
 
Uruguay at-a-glance
Uruguay at-a-glanceUruguay at-a-glance
Uruguay at-a-glance
minasinvest
 
Uruguay a-country-of-services
Uruguay a-country-of-servicesUruguay a-country-of-services
Uruguay a-country-of-services
minasinvest
 

Mais de minasinvest (20)

Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedadeTeia deEmpreendedores com impacto na sociedade
Teia deEmpreendedores com impacto na sociedade
 
Minas invest global solution
Minas invest global solutionMinas invest global solution
Minas invest global solution
 
Tao te king líder criativo
Tao te king líder criativoTao te king líder criativo
Tao te king líder criativo
 
Joaoleite.net mobilizacao na Internet
Joaoleite.net mobilizacao na InternetJoaoleite.net mobilizacao na Internet
Joaoleite.net mobilizacao na Internet
 
TEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAOTEIAS APRESENTACAO
TEIAS APRESENTACAO
 
Global village hostel
Global village hostelGlobal village hostel
Global village hostel
 
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP  DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTEFLAT VIP PARA ALUNOS VIP  DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
FLAT VIP PARA ALUNOS VIP DE FACULDADES VIPS EM BELO HORIZONTE
 
Inovarte vinhos e queijos resumo
Inovarte vinhos e queijos resumoInovarte vinhos e queijos resumo
Inovarte vinhos e queijos resumo
 
Inovarte fashion resumo
Inovarte fashion resumoInovarte fashion resumo
Inovarte fashion resumo
 
Fashion & Bier
Fashion & BierFashion & Bier
Fashion & Bier
 
Inovarte e bar lugar de inovar
Inovarte e bar lugar de inovarInovarte e bar lugar de inovar
Inovarte e bar lugar de inovar
 
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
Plano Nacional de Desenvolvimento de Angola - 2013-2017
 
Libra investments ESPAÇO
Libra investments ESPAÇOLibra investments ESPAÇO
Libra investments ESPAÇO
 
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidasQ uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
Q uadro jurídico do investimento privado em angola nacoes unidas
 
Lei do investimento privado em angola
Lei do investimento privado em angolaLei do investimento privado em angola
Lei do investimento privado em angola
 
Teias na midia social
Teias na midia socialTeias na midia social
Teias na midia social
 
R&d jatropha results achieved
R&d jatropha results achievedR&d jatropha results achieved
R&d jatropha results achieved
 
Uruguay in-focus 042012
Uruguay in-focus 042012Uruguay in-focus 042012
Uruguay in-focus 042012
 
Uruguay at-a-glance
Uruguay at-a-glanceUruguay at-a-glance
Uruguay at-a-glance
 
Uruguay a-country-of-services
Uruguay a-country-of-servicesUruguay a-country-of-services
Uruguay a-country-of-services
 

Último

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
edsonfrancojunior99
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
Paulo Dalla Nora Macedo
 

Último (6)

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdfInformativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
Informativo Agronômico n11 v1.0 - Seringueira (ppt).pdf
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
O legado democrático de Portugal no Brasil, enfatizando sua contribuição para...
 

Perspectivas Para Minas Invest Na Atracao De Investimentos

  • 1. Setembro 2006 ORGANIZAÇÃO & METODOLOGIA IPA
  • 2. PERSPECTIVAS DE IED MO MUNDO/AMÉRICA LATINA A pesquisa de empresas especialistas em IED (87 empresas) foi elaborada pela UNCTAD. A vasta maioria dos especialistas são otimistas sobre as perspectivas de IED a curto prazo (2005) e a médio prazo (2006-2007) PERSPECTIVA POR LOCALIZAÇÃO Para cada região, os especialistas elencaram os países que eles consideram a localização mais atrativa para IED nestes prazos. Na América Latina, os imas tradicionais - México, Brasil e Chile –nesta ordem - são esperados continuar na liderança. Apêndice nr 02
  • 3. PERSPECTIVAS POR INDÚSTRIA Globalmente, as perspectivas são mais promissoras para as indústrias de manufatura e serviços. PERSPECTIVA DE IED NO MUNDO/AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
  • 4. Contrário à tendência global, as perspectivas na América Latina estão nas indústrias baseadas em recursos naturais, enquanto os serviços tendem igualmente a ganhar grande importância.(The shift towards services) PERSPECTIVAS DE IED NO MUNDO/NA AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
  • 5. PERSPECTIVAS PARA RELOCAÇÃO DE FUNÇÕES CORPORATIVAS: Processamento é considerado a função mais importante provavelmente a ser relocada para os países em desenvolvimento, seguida de atividades de logística e fornecimento NOVAS POLÍTICAS DE ATRAÇÃO DE IED A mensagem central desta pesquisa é de uma expectativa de que os países intensifiquem suas ações na atração de IED, resultando em aumento da competição mundial por projetos de IED. PERSPECTIVA DE IED NO MUNDO/AMÉRICA LATINA Apêndice nr 02
  • 6. PANORAMA DO IED NO BRASIL E IMPORTÂNCIA DAS IPA´S Desde a Segunda Guerra Mundial, o Brasil tem sido o maior receptador de investimento estrangeiro direto (IED) na América Latina. O Governo reconhece a necessidade de definir uma estratégia clara de IED, incluindo a adoção de arranjos institucionais mais eficazes para pôr a estratégia em prática. Um dos principais objetivos da Lei das PPP´s (Parceria Público-Privadas) é atrair investimentos para alguns setores importantes. O Brasil ainda enfrenta sérios desafios. O crescimento econômico e os investimentos não se estabilizaram em níveis capazes de reduzir o desemprego e a pobreza de forma substancial. As taxas de juros têm se mantido em níveis comparativamente elevadas. O Governo Brasileiro, através de seu programa de Diretrizes de Política Industrial, tecnológica e de Comércio Exterior ( www.mdic.gov.br ) reconhece a importância de cooperação não apenas entre as agências do governo, mas também com o setor privado. Esta cooperação assume ainda maior importância no caso das aglomerações produtivas e no caso de cadeias de agregação de valor onde a interação entre os fornecedores, produtores e distribuidores é fundamental para melhorar a eficiência. Apêndice nr 03
  • 7. TENDÊNCIAS E DESEMPENHO NA ATRAÇÃO DE IED O Brasil praticamente desapareceu do cenário do investimento externo na década de 80 com a crise da dívida. Teve um retorno espetacular a partir da segunda metade de 1990, em resposta a uma série de reformas internas que restauraram um grau da macroeconomia e da estabilidade financeira e promoveram a internacionalização da economia Brasileira. Os influxos de IED atingiram o pico de 32.8 bilhões de dólares em 2000 e totalizaram 196 bilhões durante 1995-2004. Mas o “boom” deveu-se, em grande parte, ao amplo programa de privatização nas indústrias de serviços e não deve ser considerado como modelo para projeções futuras. Fluxos de IED para o Brasil, 1970-2003 (Bilhões USD) Se se quiser que o IED tenha uma contribuição mais significativa para a competitividade e crescimento do país, o Brasil deve adotar reformas de políticas que impulsionem a atração e retenção de mais investimento voltado para a busca de eficiência e orientado para a exportação. Apêndice nr 03
  • 8. A IMPORTÂNCIA DO IED Experiência de outros países demonstram que o IED pode desempenhar um papel crucial na economia. Empresas estrangeiras trazem tecnologia, gestão inovadora, acesso a mercados globais , experiência internacional e exposição/visibilidade necessárias para êxito na exportação. Lacunas que o Brasil deve preencher para obter resultados na qualidade e quantidade de IED que melhor atenda seus objetivos de desenvolvimento: 1. Promover níveis mais elevados de competitividade da economia nacional 2. Ampliar o IED de busca de mercado para IED orientado à exportação 3. Facilitar o acesso a mercados internacionais grandes e em demanda 4. Promover mais IED para as regiões menos desenvolvidas 5. Organizar instituições que melhorem o desempenho na atração de IED Apêndice nr 03
  • 9. O contexto das Agências de Promoção de Investimento no Brasil Pesquisas da Unctad demonstram que os fatores mais atraentes para os investidores estrangeiros em geral no Brasil são: tamanho e potencial do mercado doméstico e os incentivos são considerados os menos importantes. Apêndice nr 03
  • 10. Expectativa das empresas orientadas à exportação Este modelo familiar de expectativas muda drasticamente no que se refere às empresas orientadas à exportação. Coletivamente, elas prestam mais atenção às condições locais adequadas à exportação. Apêndice nr
  • 11. Competitividade do Brasil em relação a outras localidades Estas empresas assim compararam a atratividade do Brasil em relação a outros países da América Latina e Ásia em 16 fatores determinantes da competitividade: Apêndice nr 03
  • 12. INVESTIMENTO ESTRANGEIRO E REDUÇÃO DA POBREZA Embora seja política prioritária do Brasil aliviar os desequilíbrios regionais e acelerar o desenvolvimento econômico das regiões mais pobres, menos de 15% dos investimentos estrangeiros diretos (IED)vão para fora da região Sudeste. Por uma variedade de motivos, o investimento estrangeiro tende a se aglomerar nas regiões mais desenvolvidas de um país. Apenas investidores que buscam recursos naturais serão intrinsicamente atraídos para regiões menos desenvolvidas. Ou seja, os IED não estão contribuindo para a redução das desigualdades econômicas entre as regiões.Neste sentido, a Unctad, através de seu programa Investiment Promotion Review , IPR 2004 -propõe uma série de medidas: Ativar as zonas de processamento de exportação, apoiando as regiões menos favorecidas; Utilizar o modelo PPP. Infra-estrutura inadequada é o principal obstáculo aos investimentos nas áreas pobres e remotas; subsídios governamentais são fundamentais. Focar nas P&M (Pequenas e médias) empresas e programas de promoção de vínculos empresarias com as trans-nacionais nas regiões menos desenvolvidas. Assistência técnica específica em promoção de IED do nível Federal e Estadual para regiões menos desenvolvidas em seus esforços de marketing.” Apêndice nr 04 – A IMPORTÂNCIA DAS IPA´S NO BRASIL E EM MG
  • 13. Organização de instituições que melhorem o desempenho na atração de IED Em sentido amplo, recomenda o IPR: “ A formação de equipes de especialistas ad-hoc: academia, setor privado e agência públicas; Uma melhor organização da relação Governo Federal e Estadual nesta questão de atração de investimentos. O Brasil precisa desenvolver um sistema em que: Todos os Estados sejam equipados para apresentar e ter acesso justo a oportunidades de investimentos estrangeiros; Que os atrativos dos Estados aos investidores sejam adequadamente apresentados e façam parte do perfil geral da nação como localidade atraente para IED. Atenção especial deveria ser dada aos estados mais pobres que têm agências menos preparadas; Desenvolver protocolos de cooperação entre as Agências Federal e Estaduais para restringir a concorrência prejudicial e atender os interesses nacionais. Estabelecer um “ Agência de promoção de IED campeã” encarregada especificamente dessas funções e trabalhar em cooperação estreita com as Agências regionais. Apenas 14 dos 27 Estados têm Agências de promoção . A maioria delas não tem especialização na promoção de IED, mas estão apenas cobrindo desenvolvimento econômico regional em geral... Ademais, não dedicam recursos suficientes para promoção de investimento.” Apêndice nr 04